Washington DC

Onde ficar em Washington DC: em que região se hospedar?

Washington DC

Já estive 3 vezes em Washington DC. Na primeira, fiz o desrecomendadíssimo bate-volta saindo de Nova York; não dormi na cidade. Na segunda, fiquei hospedada no deliciosamente extravagante Rouge, entre o centro e Dupont Circle. Na terceira, estive no Embassy Suites de Chevy Chase, um bairro residencial na divisa com o estado de Maryland, e visitei também o Four Seasons de Washington DC, que fica no meu pedaço favorito da cidade, Georgetown.

Se querem saber a minha opinião, o melhor lugar para ficar em Washington DC é… depende. :mrgreen:

Para até duas noites: Centro

Centro de Washington DC

Para quem vai visitar a cidade pela primeira vez, não dispõe de mais do que duas noites e pretende apenas bater ponto nos principais museus e monumentos, vale a pena ficar no centro, perto do National Mall. Dali você pode ir andando para a Casa Branca, para o Capitólio e para os museus Smithsonian, e consegue resolver o roteiro mais básico de forma bastante prática. Leve apenas em conta que as avenidas largas e os prédios comerciais e de governo dão ares mais sisudos a essas redondezas. No centro estão o luxuoso Willard InterContinental Washington, o elegante The Hay-Adams, e os mais abordáveis Hilton Garden Inn Club Quarters in Washington DC.

A partir de 3 noites: Dupont Circle

Para quem tem 3 noites na cidade, já é mais interessante se hospedar pelas bandas de Dupont Circle. Para visitar os monumentos e museus será preciso pegar o metrô, mas você aproveita uma vidinha mais de bairro e fica numa localização boa para visitar Georgetown e para curtir a noite em Adams Morgan. Aproveite os charmosos The Dupont Circle Hotel, The Melrose Hotel e Madera, ou então o One Washington Circle-A Modus Hotel, que tem um jeitão mais executivo.

Segunda vez na cidade? Georgetown

Georgetown, Washington DC

Em uma segunda vez em Washington DC, numa estadia de 3 ou mais noites, acordar no bairro mais charmoso da cidade é a melhor pedida. Georgetown tem um lindo casario histórico preservado e um comércio interessante que mistura pequenos cafés e livrarias, artistas independentes e grandes marcas internacionais. O bairro não é servido por metrô; os deslocamentos precisam ser feitos em ônibus ou táxi, e em DC o trânsito pode ser pesado. Mas, uma vez em Georgetown, imagino que acabem surgindo mil e uma desculpas para não sair do bairro… Ali estão os tradicionais Four Seasons e The Ritz-Carlton, e os igualmente bem cotados The Graham Georgetown e Capella Washington DC.

Seja no centro, em Dupont Circle ou em Georgetown, vale a dica: a hospedagem pode sair mais barata no fim de semana, quando os hotéis têm menor ocupação. A maior parte dos hóspedes viaja a Washington a trabalho, of course.

Você já esteve em Washington DC? Em que bairro se hospedou? Gostou do seu hotel? Conta pra gente!

Mariana viajou a convite de Capital Region USA, United e Simon.

Leia mais:

25 comentários

Fui a Washington em Dezembro de 2013 e fiquei no centro, no Four Points by Sheraton, com diária de 120 dólares para quatro, eu, meu marido e duas filhas. Atendimento nota mil pois até dois carrinhos de bebê arranjaram e com isso conseguimos fazer tudo caminhando pelas ruas maravilhosas, mesmo com a temperatura de 2 graus. Metro perto, bons restaurantes e alugamos um carro para um dia de compras no Tanger outlet, recém inaugurado à época. Washington vale cada centavo!

Fui a Washington D.C. em uma época cheia de congressos (inclusive era esse o meu motivo) e a hospedagem no centro estava impraticável, mais cara que em NY (papo de USD300 por qq muquifo mal localizado). Com a ajuda da Claudia do Aprendiz de Viajante acabei batendo o martelo por Bethesda. Sim, não é em Washington propriamente dito, mas o hotel (Hilton Garden Inn) era muito bom, com menu de travesseiros, escolha do “indice de dureza” da cama, pisicina aquecida coberta, jacuzzi (eram muito uteis na volta, depois de caminhar o dia todo) e metro na porta. Mesmo que o metro fosse mais caro por ser uma zona mais afastada, a diferença de preço compensava e MUITO. Fui de metro também (+onibus) para o Outlet, para o shopping do outro lado do Potomac e para o aeroporto… Perto do hotel tinham várias lojinhas e restaurantes, inclusive um restaurante Argentino delicioso!

Olá,

Passei 3 noites no L’Enfant Plaza, bem pertinho do The Mall, cerca de 5 minutos a pé. Foi ótimo, você não precisa sair do prédio para acessar a estação de metrô de mesmo nome e tem ainda uma praça de alimentação com muitas opções.

Olá estarei em NY em maio /2015. Como ir de NY de trem para Washington?

    Você compra as passagens no site da Amtrak, que é o nome da empresa ferroviária. Se não me engano, em NY vc pega o trem na Penn Station e em Washington vc chega na Grand Central. Tem duas opções de trem, o regional, que leva 4h para fazer o percurso. Tem o expresso, chamado Acela, que é bem mais rápido, mas mais caro também.
    Viajei no regional e achei a viagem bem agradável, apesar de um pouco longa.

Ficamos no Georgetown Suites Harbour, em Georgetown, em maio. Embora fora do Centro, o bairro é facilmente acessível pelo ônibus Circulator ou, caminhando 10 min, o metrô. O hotel está entre a M Street, o C&O Canal e o Washington Harbour, ou seja, ótimas opões de bares e restaurantes. Os apartamentos extremamente amplos e confortáveis, com ótimas amenities, de sais de banho à roupões! A diária inclui também um café da manhã muito bom e pegamos preços promocionais. Caminhar por Georgetown é como andar por uma antiga cidade do interior da Holanda, a poucos minutos das principais atrações de Washington.

Passei dois invernos em Washington (amei!), hospedada no apartamento de meu irmão, na D Street quase esquina com 7th Street. Adorei a região: embora bem “governamental” durante o dia, pois fica grudada ao Congresso, à Casa Branca e a diversos órgãos oficiais, estava começando a se encher de restaurantes e bares muito bacanas em prédios recém-restaurados – era meio que um feudo do chef espanhol José Andrés, e dava pra ir jantar, a pé, no Rasika, no Zaytinia, no Minibar, no Oyamel. Dali, também, era muito fácil pegar metrô (na Union Station) e ônibus para Georgetown, Dupont Circle, Old Town Alexandria, a área da U Street. Gentrification era a palavra de ordem. Isso faz uns cinco anos…

Em minha última visita fiquei no Courtyard em Foggy Bottom. Gostei muito da região pois é onde fica a George Washington University. É perto da Casa Branca e do National Mall (região do Lincoln Memorial) e do metrô (se você precisar fazer deslocamentos maiores).

Estive comm meu marido e dois filhos em Washington e ficamos hospedados em Alexandria. Achei a região muito charmosa. Estávamos de carro, então o deslocamento até os principais pontos turísticos foram muito tranquilos, cerca de 20 minutos.

Estive em Washington em dezembro de 2012. Ficamos hospedados em um hotel pequeno no setor de embaixadas “The Normandy Hotel”. Simplesmente maravilhoso!!! Um hotel Boutique com preço excelente. E ainda tivemos o prazer de ter uma degustação de queijos e vinhos de cortesia todas as noites no confortável e aconchegante lobby. Vale a pena conferir.

Gostaria de saber preços de residencia para uma só pessoa, mas que seja uma residencia de boa qualidade, em Georgetown

    Olá, Correia! Se você busca por apartamento de longa permanência, tente usar as palavras “serviced apartment” no Google.

Atenção: Os comentários são moderados. Relatos e opiniões serão publicados se aprovados. Perguntas serão selecionadas para publicação e resposta. Entenda os critérios clicando aqui.