Não falo inglês. Posso viajar ao exterior mesmo assim?

  • 0
Ricardo Freire
por Ricardo Freire

Placa em papiamento, em Curaçao

Volta e meia essa pergunta aparece aqui no site. Às vezes o inglês vem substituído por espanhol ou francês, mas a origem da preocupação é a mesma.

Dominar um idioma -- arranhar também já vale -- ajuda muito quando você viaja ao exterior. No entanto, não falar línguas não é impedimento para fazer nenhuma viagem.

O que não falta por aí é gente que viaja só com a cara de pau e a mímica, e volta com histórias deliciosas para contar. É preciso desprendimento e um certo espírito de aventura, mas na imensa maioria das vezes tudo dá certo. O turismo é a maior indústria do planeta, e você vai se surpreender com as maneiras com que você vai ser ajudado.

Minhas recomendações para você encarar uma viagem ao exterior mesmo sem saber nada de gringuês:

1. Vá com tempo sobrando

Nada de agenda cronometrada. Você precisa ter tempo de cometer uma ou outra mancada e refazer a operação. Viajar slow diminui a tensão e dá a chance de você superar o pânico inicial.

2. Estude bastante antes de viajar

Leia tudo o que puder sobre o destino. Faça Google Maps com os seus objetivos de cada dia. Leve guias de bolso do destino junto com você. Serão seus guias em português.

3. Comece por lugares fáceis

É mais fácil aprender os macetes das viagens internacionais em destinos simples de ser entendidos. Vá a Buenos Aires (com passaporte, não com RG). Faça sua primeira viagem a Europa em Portugal ou na Espanha -- Itália, quem sabe. A Flórida é um lugar onde você vai estar sempre a dois passos de alguém que fale espanhol. No Caribe de fala espanhola (Cancún, República Dominicana, Cuba), além de Aruba e Curaçao, não há barreira da língua. Tudo o que você experimentar nessa viagem de iniciação terá utilidade em lugares onde o portunhol não tem uso.

4. Não pense que os outros não pagam mico

Viagem sem ao menos um mico não é viagem. Todo mundo está sujeito a eles -- inclusive os que dominam vários idiomas, e podem ser vítimas do excesso de autoconfiança. Leve o bom-humor na bagagem e aprenda a se divertir dos (eventuais) pratos incomíveis ou voltas dadas à toa.

5. Use e abuse dos postos de turismo e agências de receptivo

Os postos de informação e as agências de receptivo (a recepção do seu hotel representa várias) têm paciência infinita com turistas malversados no idioma local. Recorra a eles sempre que estiver em apuros.

Leia mais:

118 comentários

Atenção: os comentários estão encerrados.

Tatiana
TatianaPermalink

Minha primeira viagem internacional foi para a Rússia. Pense, eu mal falava inglês. Acabei comprando uma passagem de trem achando que estava comprando passagem de ônibus. O bilhete em russo, entramos no ônibus e fomos expulsos sem ao menos saber por quê. kkkk
Mas depois pegamos outro ônibus e ficou tudo certo. Rendeu uma ótima história!

Mário
MárioPermalink

Ah, Rússia não tem jeito!
Eu economizei e estudei língua russa por dois anos para ir por dois meses para lá, estava na maior expectativa, quase fiz nas calças de emoção na partida, e quando cheguei e dois dias mais tarde tudo estava ótimo, passou três dias eu não aguentava mais, que tortura, parece mais a India que Europa, meu deus! Só fiquei lá porque senão iria gastar a toa, depois passei em uma cidade do interior (estava em Moscou) e pior ainda, povo mais arrogante, cruzes!
Se você fala inglês, eles reclamam, se fala russo, ficam nervosos com o sotaque, e aí o que fazer? Depois ainda fazem nojeiras na sua frente e fedem, e você não pode reclamar, deus me perdoe!
Ainda um monte de ratos e baratas naquele lixo de apartamento, e bêbados que não sei como conseguem sobreviver.

tatiana
tatianaPermalink

Adorei as dicas...muito bom!

TICO
TICOPermalink

Eu li essas experiencias dos micos e não parei de rir...rsrsrs hehehe...é acho que vou mudar meu destino.

Bem mudando de assunto: acho que pedir para a russa vir aqui o que acham ? alguém pode me dizer algo com respeito a isso será que posso confiar nela? rsrsr..

Lyla
LylaPermalink

Ótimo o depoimento! Encoraja mesmo!
Se eu estava um pouco apreensiva com essas infos, agora arrisco mesmo e vou começar por Portugal (ainda bem que acertei no pensamento sem saber)Queria começar pela Espanha, pois arrisco até que corajosamente. Fevereiro será minha missão!
Bjs

Marlene
MarlenePermalink

Gostei dos depoimentos...Não acredito que a língua nos impeça de viajar. Minha primeira viagem ao exterior foi em 98 prá Europa durante um mês, passando por mais vários países. Só falava o trivial de inglês, porém lia com maior facilidade...Mas nem por isso deixei de pagar muitos micos e adorei...Recentemente fui à Paris com meu marido - que não fala lhufas de nada...e passamos 10 dias maravilhosos...Aliás, nem parecia Paris...pois a multidão de brasileiros lá fora impressiona!! Então o melhor de viajar é isso, se aventurar, dar foras, mas garantir o divertimento. Não há dinheiro que pague isso. Boa viagem a todos.

Nina
NinaPermalink

Falo inglês, espanhol e italiano. Então nunca tinha tido problemas com idioma, até passar pela França... Em Bordeaux e Rouen, foi tudo na base da mímica!! Não fizeram o menor esforço para me entender em nenhum idioma que tentei rsrs

Maravilhosa (como sempre!) a dica do Ricardo Freire. Com receio do idioma, comecei minhas viagens internacionais por Madri. Depois, você perde o medo e a vergonha rs

carlos
carlosPermalink

Ola !

Adorei as dicas so site,em agosto/2012 irei com minha namorada passar alguns dias em orlando e miami,estamos com receio em relação ao idioma,eu falo espahol e NADA de ingles,gostaria de umas dicas/sugestões se realmente vou conseguir me virar por lá,pois estamos querendo ir por conta ou seja sem pacote de viagens....qualquer dica ja ajuda.

A Bóia
A BóiaPermalink

Olá, Carlos! Você vai achar muitas dicas aqui:

http://www.viajenaviagem.com/category/miami

http://www.viajenaviagem.com/category/orlando

ZÉ MARIA
ZÉ MARIAPermalink

Vá tranquilo. eu fui na sua situação e não tive problemas. Só um ou outro mico, mas nada que prejudicasse viagem.

Éverton
ÉvertonPermalink

Olá, boia!

Vou para Londres dia 01/11 e retorno dia 24/11 para o Brasil.
Vou mostrar meu roteiro só para ficar mais claro a minha dúvida:

Brazil - Londres 01/11
Londres - Paris 08/11
Paris - Amsterdam 16/11
Amsterdam - Berlim 19/11
Berlim - Londres 24/11
Londres - Brasil 24/11.

Irei chegar e voltar por Londres, porém na imigração vai ter algum problema o fato de eu ir para Londres e de lá partir para outros países? Como vou fazer na imigração, deverei mostrar todas as passagens e todas as reservas dos outros países também? Eles costumam implicar com quem faz um tour pela europa? Qual seria um conselho para eu estar mais seguro na imigração? Muito obrigado.

Abraço,
Éverton L.

A Bóia
A BóiaPermalink

Olá, Éverton! Não se preocupe. É só dizer o motivo da viagem, e, se solicitado, mostrar comprovantes de reserva, passagem de volta e seguro-saúde de 30.000 euros.

children entertainer
children entertainerPermalink

Otimas dicas , to a procura de alguns materias para minha mae.

monique
moniquePermalink

kkk eu me lembrei agora da primeira viagem pros EUA não falava nada de ingles, (achava que falava) demorei uma semana pra conseguir explicar que eu queria cafe com leite kkk e um dia fui no bar pedir uma garrafa de agua e o cara me deu (com cara de espantado) uma garrafa de vodka kkk.

Mas depois de viajar para o sudueste asiatico onde a grande maioria nao fala ingles e ver a felicidade do povo em geral tentando se comunicar com você só posso dizer que viajar é a melhor coisa que existe e de uma forma ou de outra a gente se vira.

Poliana Montoril
Poliana MontorilPermalink

Não há como não pagar mico, aliás isso dá até um tempero à viagem!! kk

Certa feita estava fazendo uma road trip pela Europa e, mesmo falando inglês, espanhol e Francês, me vi enrascada: como no verão escurece muito tarde, perdemos a hora e chegamos em Gênova às 23:00h famintos, encontrei um grupo de policiais na rua, paramos o carro e saltei a única frase em italiano que eu sabia: Voglio mangiare una vera pizza napoletana!! ao que eles me responderam em italiano rindo: Então vá a Nápoles, você está em Gênova!!

Felipe X
Felipe XPermalink

Achei ótimas as histórias..rss
Vou viajar em outubro para Punta Cana/Republica Dominicana, mas não falo espanhol e nem inglês.. rss
Será q vou passar muito aperto? ..rss

Abçs
Felpe.

Nívia
NíviaPermalink

Não falo nada de inglês e com base em 2 anos de francês (porém há longínquos 06 anos) fui a Paris. No primeiro restaurante senti o drama: Não conseguia entender nada, não conseguia me fazer entender. Resultado: comemos ainda assim. A ponto da carne foi na mímica e na risada de muitos vizinhos de mesa. A viagem foi boa? Claro e recheada de histórias muito engraçadas!
Tb acabei de voltar da Itália, uma palavra de Italiano, no parlo! A viagem, m-a-r-a-v-i-l-h-o-s-a!.
A dica: sempre simpatia e paciência, sempre educação, sempre "por favor" e "obrigado" e "com licença" e, "perdão, mas não falo".... Isso tudo em uma frase, melhor ainda!
Em todos os lugares que visitei funcionou. Algumas vezes encontramos impacientes, apressados, mas em geral, mesmo em Paris, fomos muito bem atendidos e as pessoas fizeram imensos esforços para nos ajudar!
Viajar, viajar, viajar, não importa em que língua!

Felipe X
Felipe XPermalink

rss... gostei!!!
Vamos ver no q vai da!

Felipe Barbosa
Felipe BarbosaPermalink

Vou viajar dia 20 para Hannover Alemanha feira Internacional de Automação (com relação a termos tecnicos e conversas tecnicas é moleza) porém eu não falo nada de ingles cotidiano e muito menos de alemão.. nunca subi em um avião e só viajei pra fora do Brasil (argentina, paraguai, chile, bolivia de moto), eu vou na cara e na coragem alguem tem algum conselho?

A Bóia
A BóiaPermalink

Olá, Felipe! Siga as dicas do Comandante que estão nesse post. Boa viagem! smile

Hosana
HosanaPermalink

Passei uma experiência muito engraçada chegando em Londres. Bem, eu não falo inglês e achei que meu marido fosse um pouco melhor do que eu, mas me enganei..rsrs.
Primeiro por ele ter uma cara de árabe foi barrado na ponte de embarque (Alguém já passou por isso?) Pois é, eu já estava lá na frente quando olhei para trás e uma mulher grandona com cara de indiana parou ele. Voltei e só ouvi as perguntas dela, meio estilo Blitz: De onde vc vem, pra onde vai, quem é vc, o que tá fazendo aqui, o que faz no seu país... etc. Ele ficou tão nervoso que não conseguia entender nada, e eu, que não sabia nada de inglês, comecei a traduzir o que ela dizia: "Mostra nossas reservas, nossos bilhetes para os outros destinos... fala sua profissão...rsrs" Hoje a gente ri muito disso... Vencemos e entramos! A viagem foi perfeita e a partir daí falamos a linguagem universal do dinheiro, quero comprar e vc quer vender, sou turista...rsrs... isso vale!!!

Edson
EdsonPermalink

Boa Tarde,vou viajar para Cancun em Junho,American Airlines,vamos fazer conexão em Miami,eu e minha esposa porém não falamos inglês e estamos preocupados demais como vamos nos virar na hora que chegarmos ao aeroporto de Miami....tem alguma dica para nós....agradeço muito.Edson

A Bóia
A BóiaPermalink

Olá, Edson! As equipes das companhias aéreas dão todas as orientações para que ninguém se perca. Fique tranqüilo wink

Guilherme
GuilhermePermalink

Cara, de boa mesmo ??
Poder pode, mas saber falar inglês (ou de preferência o idioma do país visitado) vai ajudar e MUITO a sua vida, não só a viajem e a comunicação, mas também culturalmente abraços..

Danilo
DaniloPermalink

Boa tarde! Pessoas, estou muitíssimo aflito, ancioso. Finalmente depois de anos de muito sonho, vou fazer minha primeira viagem para a Europa. O grande problema é que não falo nenhuma lingua estrangeira, e vou sozinho. Meu destino: Brasília a Lisboa, onde vou ficar 10 dias, de lá pretendo realizar meu sonho e passar 5 dias em Paris, o destino de lisboa a paria será de avião. Minha primeira dúvida? terei que passar pela imigração de novo, ou só em Lisboa? Pretendo ficar em Paris 5 dias, vou fazer a reserva em um albergue que emu amigo foi o ano passado e ficou lá; gente me dê uma palavra de ânimo, será que eu voui conseguir me locomover e conhecer a torre eifel, o arco do triunfo e o museu do louvre, além de caminhar pelas margens do rio sena? Muito ancioso... De lá pretendfo ficar 4 dias na Itália e minha outra dúvida é? Tem como ir de Paris para a Itália de trem? se sim é mais barato que de avião? e terei q

Nina
NinaPermalink

Danilo, você terá que passar na imigração apenas em Lisboa. A única exceção é a Inglaterra, para os demais países não é preciso passar novamente.

Compre um desses guias de idiomas para viagens, com algumas frases prontas. São baratos, práticos e valem a pena. E não há nada que uma mímica não resolva rsrs Vi um casal mexicano fazendo pedido em restaurante na França na base da mímica, apontando fotos rsrs

Danilo
DaniloPermalink

continuação.... e terie que passar pela imigrração de novo? aí na volta de Roma para Lisboa volto de avião de novo, teri que passar pela imigração de novo? Gente será que vopu conseguir fazer essa viagem sozinho ou o melhor é desistir de tudo e ficar apernas em Portugal??? Me ajudem, sejam sinceros comigo por favor!!!

Muitissimo obrigado a quem puder ajudar...

Abraços

Danilo

A Bóia
A BóiaPermalink

Olá, Danilo! Você só passará pela imigração em Lisboa. Todos os vôos entre países que pertencem à Zona Schengen são domésticos.

Suely
SuelyPermalink

Bom dia,estarei indo a Miami em Junho,ficaremos três dias e não tenho nenhuma referencia para compras poderia me ajudar? agradeço muito

A Bóia
A BóiaPermalink

Olá, Suely! Leia sobre Miami aqui:

http://www.viajenaviagem.com/category/miami

Karla
KarlaPermalink

Estou montando a nossa primeira viagem para Europa. Sempre adiávamos por não falarmos inglês. Estou pensando no seguinte roteiro:

Munique (temos amigos lá) (4 dias)
Viena (2 dias)
Veneza (2 dias)
Florença (3 dias)
Roma(3 dias)

Munique/Viena(trem)
Viena/Veneza (avião)
Veneza/Florença (trem)
Florença/Roma (trem)

Será que a gente se vira bem ou é melhor garantir e ir com agência e guias?

Tinha pensando em comprar alguns passeios nas cidades, estilo city tour.

Aproveitando o ensejo, acha que essa distribuição de dias está bom, ou devo aumentar em alguma cidade?

Obrigada.

A Bóia
A BóiaPermalink

Olá, Karla! Vai dar tudo certo. O roteiro é factível. Fica mais fluido se você cortar Viena; de Munique dá pra fazer um bate-volta a Salzburgo de trem (1h30).

Danilo
DaniloPermalink

Agora meu roteiro está totalmente definido:

Brasília a Lisboa 20 de Outubro de 2012 (4 dias em Lisboa)
Lisboa a Barcelona 24/10 a 28/10 (4 dias em Barcelona)
Lisboa a Paris 28/10 a 03/11 (6 dias em Paris)
Lisboa a Roma 04/11 a 08/11(4 dias em Roma)
Lisboa a Brasília 10 de Novembro de 2012.

Todos os trechos irei fazer de avião saindo de Lisboa, achei passagens super baratas, mais baratas que de trem.

Minha dúvida é: o tempo que vou ficar nessas cidades é satisfatório? 6 dias é um bom tempo para Paris? e em Roma, 4 dias é um bom tempo? dá para ir até veneza nesses 4 dias? O que me sugere fazer em Roma nesses 4 dias?

Abraços e obrigado por nos ajudar!!!!!

A Bóia
A BóiaPermalink

Olá, Danilo! Os tempos estão satisfatórios. Acesse nosso conteúdo a partir da página http://www.viajenaviagem.com/europa/europa-a-z .

Danilo
DaniloPermalink

Olá, bom dia! Pelo que eu andei lendo, em Roma tem o RomaPass, esse cartão me dá direito a entrar em 3 museus e a andar de ônibus e metrô na cidade toda, durante 3 dias? é verdade? já dá para usar no ônibus ou metrô saindo do aeroporto para o hotel?

aguardo informações, muito obrigado

A Bóia
A BóiaPermalink

Olá, Danilo! Dá pra usar grátis nos dois primeiros museus, mas o Coliseu e o Fórum valem como um museu. O segundo museu normalmente é ou a Galleria Borghese ou o Castel Sant'Angelo. Não é possível usar o Roma Pass nos transportes do aeroporto. O ônibus do aeroporto é particular e o trem não aceita Roma Pass.