Bruxelas: pit-stop esperto entre Paris e Amsterdã

Bruxelas

Em uma viagem de trem entre Paris e Amsterdã, incluir Bruxelas como pit-stop é uma maneira esperta de fazer do trajeto um novo passeio. Divida as quatro horas de trajeto em primeiro e segundo tempo, e aproveite uma tarde com Tintin e moules-frites.

Manequinho, BruxelasComo escolher os trens

O trecho Paris-Bruxelas é o mais curto; leva um pouco menos de uma hora e meia. Escolha um horário que permita aproveitar bem o dia (programar a saída de Paris para até 9 da manhã é uma boa idéia). A viagem é feita no trem de alta velocidade Thalys, com assentos marcados automaticamente. Compre com antecedência de 60 dias em voyages-sncf.com (Thalys ou InterCity) ou thalys.com (só Thalys).

O trecho Bruxelas-Amsterdã pode ser feito em trens Thalys ou InterCity. No Thalys a viagem leva por volta de duas horas, com horário marcado e reserva automática de assentos. No InterCity, a duração se estende para quase três horas. A vantagem, nesse caso, é não ter hora marcada para embarcar, caso dê vontade de encurtar ou esticar o passeio. A pegadinha é que, caso não haja assentos disponíveis, vai-se em pé.

No sentido inverso o pit-stop também funciona. Programe a saída de Amsterdã para 7 ou 8 horas da manhã, de acordo com o trem escolhido. O trecho Bruxelas-Paris será feito em Thalys, com horário e assento marcados.

Compre o trecho Amsterdã-Bruxelas no thalys.com ou ns-hispeed.nl (para viajar no Thalys, com antecedência para pegar desconto) ou no ns-hispeed.nl ou na estação (para InterCity); compre o trecho Amsterdã-Bruxelas no thalys.com (com antecedência).

Onde guardar a bagagem

Uma das razões para se recomendar o pit-stop em Bruxelas são os maleiros automáticos da estação de trem Bruxelles-Midi, também chamada de Brussel-Zuid, em flamengo.

Maleiro, estação Midi/Zuid, Bruxelas

Os maleiros têm tamanhos variados, instruções em Português (de Portugal), e os maiores são grandes o suficiente para guardar bagagens tamanho “tour pela Europa” (lembrando que recomendamos levar para tours pela Europa malas de tamanho M, que se encaixam sem problemas também nos bagageiros dos trens).

Maleiro, estação Midi/Zuid, Bruxelas

São 4 euros pelo uso do armário por 24 horas. Leve moedinhas e guarde o ticket.

Ticket do maleiro, estação Midi/Zuid, Bruxelas

Outra opção é deixar a bagagem em um guarda-volumes operado por funcionários, com o valor de 4 euros por peça.

Bruxelas

O que fazer

Programe de quatro a seis horas para o passeio. (O recomendável são seis horas.) De Bruxelles-Midi, pegueo trem local para Bruxelles-Central (a sua passagem dá direito). Da estação central, saia em busca do Manequinho, deslumbre-se com a Grand-Place, e pare em uma das ruas laterais para uma infalível caçarola de mexilhões com batatas fritas — moules-frites para os íntimos.

Bruxelas

Para o brinde, uma Leffe, uma Duvel, uma Delirium Tremens…

Centre Belge de la Bande Dessinée, Bruxelas

Fãs de quadrinhos vão gostar de visitar Smurfs e Tintin no Centre Belge de la Bande Dessinée e de reconhecer o jovem repórter dos gibis pelas ruas (pegue um mapa com a rota do Tintin nos postos de informação turística).

Tintin, Bruxelas

De lembrança, não esqueça dos chocolatinhos.

Grand-Place, Bruxelas

Posso trocar o pit-stop para Bruges?

leffePode, mas dá mais trabalho. Recomendamos deixar a bagagem em Bruxelas, na estação Midi/Zuid, de qualquer forma. O trecho Bruxelas-Bruges deve ser feito duas vezes e leva uma hora em trem regional. A passagem pode ser comprada na hora (há descontos para ida e volta no mesmo dia).

É possível também fazer a rota Paris-Bruxelas-Bruges-Antuérpia-Amsterdã (ou vice-versa), que dispensa a dupla viagem entre Bruxelas e Bruges. O problema é que para fazer essa rota você precisaria guardar a mala em Bruges, e os maleiros da estação são poucos e pequenos.

Leia também:

Um pulinho em Bruges por Ricardo Freire

Página-guia de Paris no Viaje na Viagem por Ricardo Freire

Página-guia de Amsterdã no Viaje na Viagem por Ricardo Freire

Siga o Viaje na Viagem no Twitter@viajenaviagem

Siga o Ricardo Freire no Twitter@riqfreire

Visite o VnV no FacebookViaje na Viagem

Assine o Viaje na Viagem por emailVnV por email


227 comentários para “Bruxelas: pit-stop esperto entre Paris e Amsterdã”

  1. Obrigada, Bóia!
    É bom demais poder contar com as dicas de vcs.Com certeza ainda pedirei muitas outras.

    Abraços!

  2. Olá! Alguém saberia me dizer se em Bruxelas tem um mercado (ou feira) municipal no estilo do Borough de Londres ou do San Miguel de Madri?

    1. Olá, Fernanda! O mais pitoresco é o do Abattoir (abatedouro), que acontece de sexta a domingo:

      http://visitbrussels.be/bitc/BE_en/brusselicious/brusselicious_thema/6576/brusselicious-les-marches.do

  3. Olá!

    No mês de Agosto minha esposa e eu iremos a Europa e dentro do nosso roteiro faremos Paris -> Amsterdam com uma parada em Bruxelas.

    A dúvida é: é possível fazer Bruxelas e Bruges no mesmo dia e seguir viagem para Amsterdam no final da tarde? Caso não seja uma boa ideia, iremos pernoitar em Bruxelas e seguir viagem para Amsterdam no dia seguinte.

    Em caso de pernoite é possível comprar uma passagem única que inclua os trechos Paris -> Bruxelas -> Amsterdam?

    Obrigado desde já.

    1. Olá, Artur! Não dá para fazer as duas no mesmo dia.

      Não dá para comprar uma passagem só.

      1. Bóia, obrigado pela resposta!

        Aproveitando a deixa, segue roteiro que estamos planejando cumprir:

        Londres (6 dias)
        Paris (6 dias)
        Bruges e Bruxelas (2 dias)
        Amsterdam (4 dias)

        Não estou contando o dia da chegada em Londres nem da partida em Amsterdam.

        O que acha da distribuição dos dias?

        1. Olá. Artur! Está bom. :)

  4. Olá

    A rota Paris-Bruxelas-Bruges-Antuérpia-Amsterdã descrita acima, qual a melhor forma de montar as bases sem precisar fazer muito bate-volta??

    Obrigada

    1. Olá, Anaia! Durma duas noites em Bruxelas; tire um dia para fazer um bate-volta a Bruges. No caminho a Amsterdã, pare em Antuérpia (deixe as malas na estação), passeie pela cidade, siga num trem no fim da tarde a Amsterdã.

  5. Obrigada Bóia!!

  6. Boa Noite.

    Viajarei com minha esposa no mês de outubro.Gostaria de saber se a excursão dos Jardins Keukenhof e campos de Tulipas saindo de Amsterdam na 2a quinzena de outubro vale a pena,ou seja, se os jardins nesse período são tão bonitos quanto nos meses de abril e maio?

    1. Olá, Roberto! Os jardins só abrem durante 60 dias na primavera do hemisfério norte. Estarão fechados em outubro.

  7. Olá!vamos para Espanha agora em julho e gostaríamos de dar uma esticadinha até Bruxelas já que as passagens compensam,o que sugere para 5 dias?Voltando a Madrid pensamos em fazer Málaga,Granada e Sevilha em mais 5 dias,será que dá?O que você sugere???

    Obrigado!!

  8. Olá!

    Faremos Amsterdã – Paris em Agosto, lendo seu texto resolvemos fazer a parada de um dia em Bruxelas. No entanto não encontro como comprar uma única passagem de trem =(! Poderia me ajudar? Sempre vejo no site da RailEurope, tentei no Voyages tb e nada!

    Grata,
    Paula

    1. Olá, Paula! Use os sites indicados no texto! Você precisa comprar 2 passagens.

  9. Preciso de uma ajuda. Comprei meu ticket Thalys de Brussels Midi para Amsterdan Schiphol. Mas cometi um erro, queria ter comprado para Amsterdan Centraal. Sei que o Thalys para em Schiphol e após, termina a viagem em Amsterdan Central. Terei problema se seguir a viagem até o fim da linhada mesma forma com esse ticket, ou terei que desembarcar em Schiphol e pegar outro trem para Amsterdan Centraal (ficarei no hotel chic and classic).
    Em caso negativo, tem algum forma de eu trocar o ticket? No site da Thalys eles dão telefone para ligações locais da Bélgica, mas não aqui do Brasil….
    Grata.

    1. Thaís, vc não pode seguir viagem até Ams. Centraal com o mesmo ticket, não!

      A boa notícia é que a passagem de trem avulsa entre Schiphol e Amsterdam Centraal custa menos de € 5, e há cerca de 8 trens por hora. Vc desce do Thalys, sobe no hall, compra o bilhete e já vai para as plataformas de novo.

      Alternativamente, vc pode tentar pedir para o controlador de bilhetes do seu trem para fazer uma emissão especial doméstica do trecho Schiphol-Amsterdam C. Mas vai custar uns € 15, se aprovado, se não me engano.

      Não há como vc trocar a estação de destino ou origem em um bilhete Thalys.

  10. Obrigada!

ATENÇÃO:
Desculpe, mas esta caixa está inativa e seu comentário não aparecerá. Estamos aprontando um novo Viaje na Viagem. No novo site a caixa de comentários voltará a funcionar. Obrigado pela compreensão!