Eataly, altas comidinhas italianas em Nova York

Eataly Nova York

“Alti cibi” — algo como “alta comida”, ou “altas comidas” — é o slogan do Eataly, uma rede italiana de “mercados gastronômicos” cuja filial de Nova York virou atração turística. O moto foi criado pelo seu fundador, o italiano Oscar Farinetti, aplicando o conceito consagrado de “haute cuisine” especificamente aos ingredienteds. Ao sublinhar a qualidade da matéria-prima, Farinetti chega ao bóson de Higgins da culinária italiana, cuja simplicidade de preparação não mascara sabores, e portanto exige ingredientes de primeiríssima.

Eataly Nova York

[La Piazza, a área de aperitivos, no saguão]

Quem só conhece o Eataly de Nova York pode achar que a casa é um parque de diversões montado para o gosto gringo — mas não é. O primeiro Eataly abriu em 2007 nos arredores de Turim, aproveitando o galpão de uma fábrica desativada do vermute Carpano. Só depois de consagrado em seu país de origem o conceito chegou a Nova York, em 2010, num empreendimento capitaneado pelo chef Mario Batali (do Del Posto e Osteria Mozza, entre outros).

Eataly Nova YorkEataly Nova YorkEataly Nova York

[Muitos cantinhos para comer]

O lugar remete àqueles andares gastronômicos das grandes lojas de departamentos européias e asiáticas (pense na KDW de Berlim, na Harrod’s londrina ou na Takashimaya de Tóquio). A diferença é que as bancas de legumes, balcões refrigerados, prateleiras, bares e restaurantes só vendem ingredientes que ou vêm da Itália (no caso dos industrializados) ou são produzidos e processados de acordo com as tradições da Bota.

Se você está alugando apartamento em Nova York, pode fazer abastecer a despensa; mas para o turista a principal utilidade do Eataly é proporcionar lanchinhos e almoços fora de hora de ótima qualidade a bom preço.

–> Os restaurantes: modo de usar

Entre restaurantes, cervejaria, cafés, padaria e sorveteria, há uma dúzia de pontos em que você pode experimentar comidinhas italianas no Eataly.

Eataly Nova YorkEataly Nova York

[Couvert no La Pasta; aperitivo no La Piazza]

Apenas dois restaurantes aceitam reservas: o Manzo, que é o restaurante mais formal da turma, com ênfase em carnes (e pode ser reservado também pelo Opentable), e o novo Pranzo, que é o restaurante-escola do complexo, funcionando apenas no almoço (peça para ver o menu de três pratos a US$ 29), com reservas apenas pelo próprio site.

Os outros restaurantes aceitam clientes por ordem de chegada. Cada restaurante corresponde a uma seção do cardápio: La Pizza & La Pasta, Il Pesce, Le Verdure (a carne já está representada no Manzo). O lugar para aperitivo (frios, queijos, vinho, cerveja) é o bar La Piazza, onde você fica de pé no balcão ou em mesas altas no meio do saguão.

Eataly Nova YorkEataly Nova YorkEataly Nova York

[Salada misticanza, tagliatelle ao ragú de cordeiro e agnolotti dal plin]

Para sentar, dirija-se a um dos três “seating points”: um atende clientes do La Pizza & La Pasta, outro atende quem quer comer no Il Pesce ou no La Verdura, um terceiro atende quem quer ir ao Manzo mas não fez reserva. (Dica: o La Pizza & La Pasta tem sempre a maior fila; o La Verdura é o mais provável de oferecer lugar imediato). Para traçar um presunto San Daniele com pão e azeite no La Piazza, posicione-se atrás de algum cliente que esteja para terminar e aguarde pacientemente até o cara sair…

–> Aulas & tours

Se o seu inglês dá pro gasto, você pode se inscrever para as aulas de culinária italiana que rolam na escola do complexo. As aulas são únicas, duram 1h30 e custam entre US$ 80 e US$ 125 (veja o cardápio do segundo semestre aqui).

A casa também oferece tours guiados de 15 minutos por todo o complexo, com direito a degustaçõezinhas; custa US$ 35 por pessoa e é preciso se inscrever aqui.


View Eataly in a larger map

.
–> Onde e quando

O Eataly é mais uma razão para gostar da parte de baixo de Nova York: fica na rua 23, esquina com 5a. Avenida. As linhas N e R do metrô deixam na porta. O complexo abre das 10h às 23h diariamente. Cada restaurante funciona no seu próprio horário; clique nos links para uma informação mais exata.

Há também Eatalys em Turim, Milão, Gênova, Roma, Bolonha, Asti e Alba, na Itália; e em nove endereços em Tóquio e arredores.

Leia mais:

High Line, o jardim suspenso de Nova York

Um passeio por Chelsea, Meatpacking e West Village

Eataly no Pra quem quiser me visitar

Eataly nos Destemperados

Eataly no Abrindo o bico

Eataly no Boa Vida

Eataly no Aprendiz de viajante

Página-guia de Nova York no Viaje na Viagem

Siga o Viaje na Viagem no Twitter@viajenaviagem

Siga o Ricardo Freire no Twitter@riqfreire

Visite o VnV no FacebookViaje na Viagem

Assine o Viaje na Viagem por emailVnV por email


23 comentários para “Eataly, altas comidinhas italianas em Nova York”

  1. Ótimos também são os doces, próximo de uma das entradas. E sem contar que dá para comprar coisinhas e ir comer na “pracinha” em frente, Madison Square Park.

  2. Oi Riq,

    Para nós Brasileiros o bom é chegar próximo das 22h, jantar sem filas e depois beber a saidera na Bireria (Cervejaria) na cobertura que fecha as 1h da matina. Até você acabar eles não te mandam embora, mas próximo as 23h eles delicadamete te apresentam a conta.

    Se tiver vieiras no Il Pesce pode pedir de olhos fechado, divinas.

    Saudade do Eataly!!!

  3. Que delícia, deu uma fome! Muito bom!

  4. Galerinha é cheio muito cheio eu estava com muita vontade de comer mas desisti, já estava meio cansada e fiquei de mal humor com tanta gente …. fica pra próxima, mas outro dia fui ao bairro do Soho e tinha um parecido (http://www.deandeluca.com) aí sim eu comi um mega bolo de chocolate provem é uma delicia.
    Tem que ter paciência em ambos.

    bjs

  5. Ouvi dizer que vai abrir um em São Paulo…

    1. Abriu o EAT…, um empório gourmet igualzinho ao Eataly e que queria ser Eataly, mas não conseguiu licença. Os preços até parecem os mesmos, considerando o dólar em alta! Hahahaha!
      Fica na Cardoso de Melo, na Vila Olímpia, e é muito legal.

  6. Lugar delicioso…para voltar 1, 2, 3, ….n vezes!!!!

  7. Já estive lá com o Tempere sua Viagem… Fiquei horas flanando no Eataly e, sem dúvida, “Temperei minha Viagem”! Hehehe
    O complexo é realmente fantástico e foi uma perdição gastronômica!!! Valeu por resgatar essa maravilhosa lembrança!!

  8. Ahhhh!!!! Um dos meus cantos favoritos em NY! Sempre como um Tiramissu, ou um cafe (dos poucos que prestam por la!) e fico doida pra morar logo ali e frequentar aquilo todo dia. Ja comi no Vegetariano e no de massas, e ambos sao otimos! Sempre, ou quase sempre, tem fila. No ultimo dia em NY, voltei pela terceira vez e desisti…mtaaa fila. Fora que fica em frente ao Flat Iron, um dos predios que eu mais simpatizo em Ny e pertinho do Chelsea.. caminhando por ali e tal eternamente… . enfim, imperdivel.

  9. “Life is too short to not eat well”.

    Eis o outro slogan do Eataly. É mais que um slogan, é uma filosofia de vida!

    Ah, o happy hour da sexta no La Piazza…

  10. A dica é colocar o nome na lista assim que chegar, perguntar o tempo de espera pra atendente e aproveitar pra dar uma boa volta pelos corredores com milhares de produtos incríveis…

  11. Eataly é tudo de bom, mesmo! Almoço melhor e mais barato que muito restaurante estrelado. Com a vantagem de cada um poder escolher o que comer nas diferentes “praças”. Visita obrigatória :-)

  12. boa noite , afinal se chegar no EAT as 19.00 horas em 04 pessoas , da pra jantar um prato típico italiano ,tipo spaghetti a pomodoro e uma salada capresi!! tal como em ROMA verão passado!

    abs LFG

    1. Olá, Fernando! Enfrentará fila, mas conseguirá.

  13. [...] O Site Viaje na Viagem tem um post bem detalhado sobre o Eataly. Clique AQUI! [...]

  14. Compartilhando link do post que escrevi para o blog “It Babies”, sobre aulas de culinária no Eataly!
    http://beirouth.wordpress.com/2013/07/05/it-babies-em-ny-aula-de-culinaria-no-eataly/

  15. Olá pessoal, a minha série de posts de NY terminou, pelo menos por enquanto rs Tem várias dicas de restaurantes por lá (incluindo o Eataly, óbvio)! Aqui estão todos os posts sobre a cidade: http://taindopraonde.blogspot.com.br/search/label/NY.

  16. Qual passeio posso combinar com Eataly?

    1. Olá, Rachel! Você pode combinar com um passeio pelo High Line e West Village: http://www.viajenaviagem.com/2011/05/nova-york-um-passeio-por-chelsea-meatpacking-e-west-village/

  17. Passei 8 dias em ny, estava hospedado em um hotel próximo ao eataly, era quase obrigatório passar em frente, onde sempre entrava e comia alguma coisa diferente, tive grande identidade com o local, voltarei sempre , tudo do bom e melhor ,

  18. Eataly

  19. Esse é um daqueles locais que você tem que voltar várias vezes… Não só para comer e apreciar tudo o que tem ali, mas para comprar utensílios domésticos, queijos, frutas e verduras, vinhos, etc.
    É um charme tomar um vinho no fim da tarde em pé nas mesinhas da La Piazza, degustando a maravilhosa tábua de frios (queijos, presuntos, pães).
    Mas também não pode faltar uma visita ao rooftop Birreria. Lá há várias cervejas do mundo inteiro e aos sábados a tarde vai uma moçada bem bonita. Ótimo passeio para os dias de verão.

  20. Um dos melhores programas que fiz em NY. High Line ao final da tarde e depois jantar no EATALY. Comi entrada no dos vegetais, o prato principal no dos peixes e mariscos e a sobremesa no quiosque dos doces!

ATENÇÃO:
Antes de perguntar, veja se a dúvida já não está respondida no texto. Perguntas redundantes e comentários em maiúsculas serão apagados. Obrigado!