Europa: avião, trem ou carro?

Ricardo Freire
por Ricardo Freire

Arcos de la Frontera

Escolher entre avião, trem e carro para se deslocar pela Europa parece tão complicado quanto decidir o roteiro a ser seguido. Na verdade, as duas coisas andam (ou rodam, ou voam) juntas. A seqüência de lugares que você quer visitar acaba determinando os meios de transporte mais adequados. Note que escrevi no plural; muito provavelmente o seu roteiro pela Europa vai requerer uma combinação de dois ou três meios de transportes diferentes.

Avião: para roteiros abrangentes

Se você está pensando numa daquelas viajonas em que vai ouvir cinco ou seis idiomas pelo caminho, programe-se para fazer muitos trechos de avião. Na Península Ibérica as distâncias podem ser enormes; a Itália fica bem mais longe do que se imagina. Voar é a melhor escolha entre Lisboa ou Porto tanto a Madri quanto a Barcelona; da Andaluzia a Barcelona; de Portugal à França e de Barcelona à Itália; de quase toda a Europa à Inglaterra, ao Leste Europeu (onde as ferrovias são lentas) e à Grécia (com acesso complicado por terra ou mar). Existem duas maneiras de comprar os vôos "internos". Eles podem ser incluídos na passagem Brasil-Europa (sai menos caro do que parece; veja todas as dicas aqui), ou comprados avulsos, em companhias aéreas "low-cost" (pesquise no Skyscanner, mas tenha atenção para não cair em pegadinhas).

Trem: viagens curtas e práticas

Não existe modo mais civilizado (e europeu!) de viajar. Com o trem você sai e chega pelo centro das cidades, não perde tempo com controles de segurança e tem a garantia da pontualidade. Em viagens curtas, o trem é imbatível; para percursos de até 4 horas, você só não deve ir de trem se conseguir uma tarifa muito mais barata de avião. Viagens longas, porém, são maçantes. E o trem noturno é uma maneira quase infalível de chegar bastante cansado à sua próxima escala. Ande de trem entre Madri e a Andaluzia; aproveite o TGV na França (e entre Paris e Barcelona); use os trilhos para fazer seu périplo pela Itália; não pense em outro meio de transporte de Paris à Bélgica e à Holanda; explore a Alemanha e veja as paisagens mais bonitas da Suíça. Os passes de trem são práticos e flexíveis. Mas quem se der ao trabalho de fuçar pela internet, pode comprar passagens avulsas por tarifas compensadoras. Compre nos sites das companhias ferroviárias dos países de origem ou destino de cada trecho. O da Espanha é www.renfe.com; da França, www.sncf-voyages.com; da Itália, www.trenitalia.com; da Alemanha, http://www.bahn.de/international.

Carro: viagens descompromissadas

A popularização do GPS deu mais um empurrãozinho para a nossa natural preferência pelo carro. Só que o carro dificilmente se adapta à viagem-padrão do brasileiro pela Europa. Carros em cidades grandes são um estorvo; o GPS não encontra vagas para estacionar nem prevê engarrafamentos. No inverno, a capa de gelo nas estradas montanhosas é um stress que tira boa parte da graça da paisagem.

Use o carro para vagar – com calma e sem compromissos – por regiões do interior ou da costa pontilhadas de vilarejos e de desculpas para sair da estrada principal. O segredo de boas viagens de carro é delimitar a região a ser explorada, montar bases e tomar a rota das estradas lentas e realmente panorâmicas. E vá com tempo sobrando: lembre-se que na vida real a gente naturalmente leva bem mais tempo do que o indicado pelo Google Maps.

Deixe para alugar o carro naqueles dias que você separar para explorar a Toscana, a Provence e a Côte d'Azur, Portugal (até Compostela), a Andaluzia, a Estrada Romântica alemã, a Sicília, a Costa Amalfitana, o vale do Loire. Em vez de dormir um dia em cada lugar, divida a viagem em duas ou três bases, e perca-se pelos arredores.

Leia mais:

325 comentários

Atenção: os comentários estão encerrados.

Leonardo
LeonardoPermalink

Ricardo,

O blog está muito bom, parabéns. Gostaria de uma ajuda com relação a transporte na europa: Faremos o trajeto Paris, Barcelona, Madrid, Toledo, Granada, Sevilha e Lisboa, quando pegamos o vôo de volta para o Brasil. Somos 4 pessoas e o planejamento inicial é pegar um trem noturno no trecho paris-barcelona, ir de trem ou avião p/ madrid, fazer de carro o trecho entre madrid e sevilha e seguir para lisboa de trem ou avião, visto que pagamos uma taxa alta para devolver o carro em Lisboa. O problema é que neste último trecho não encontrei vôo low cost e a viagem de trem é cara, além de durar 14 horas. Dada as opções, como somos 4, estou pensando em fazer de carro e pagar a taxa. Você acha que estamos no caminho certo? Abraços!

Ricardo Freire
Ricardo FreirePermalink

Não gosto de trem noturno, Leonardo. É caro e ninguém dorme direito.

Eu faria Paris-Barcelona de avião, Barcelona-Granada de avião, ali pegaria um carro, iria a Sevilha e entregaria a Madri (não há sobretaxas para devolução no mesmo país alugando na autoeurope.com ) e terminaria de avião a Lisboa.

Há cias. low-cost em todos esses trechos aéreos. Mas eu orçaria também incluir esses trechos na passagem transatlântica.

Lena Oliveira
Lena OliveiraPermalink

Oi, Ricardo.
Amo o VNV, leitura obrigatoria para me sentir feliz. Acho q.tem endorfina nete site...
Vou em abril( 15 dias ) para Barcelona via Lisboa ( 3 dias.OK? ).Será que 4 dias em Barcelona é muito? De lá, seguimos para a Provence até Nice de carro e achei melhor voltar de avião de Nice para Lisboa.
O q. vc. sugere como indispensavel na Provence? Meu marido é frances e diz q. sabe tudo por lá... Quero ir a Carcassone.
Será que tenho que reservar hotel em cidades pequenas?
Obrigada desde já.

Ricardo Freire
Ricardo FreirePermalink

Logisticamente a ida de carro com volta de avião é perfeita; prepare-se apenas para pagar a sobretaxa de devolução em outro país.

Se a devolução ficar pesada, vocês podem ir de trem a Perpignan (3h) e alugar o carro só lá, devolvendo em Nice. Na autoeurope.com não há taxa de devolução se for dentro do mesmo país.

Tirando 3 dias em Lisboa e 4 em Barcelona, vocês vão ter 8 dias para fazer Costa Brava, Provence e Côte d'Azur; é apertado.

Eu estudaria bem as paradas antes e sairia com hotéis reservados, sim. Vocês não vão ter tempo para perder procurando hotel, e seria uma pena fazer essa viagem para dormir em Etaps ou hotéis sem graça.

Fazendo as reservas em sites que não debitem o pagamento antecipado e não cobrem taxa de de cancelamento você pode fazer modificações de última hora se for o caso.

Só preste bastante atenção nas condições da reserva, porque as ofertas mais irresistíveis são debitadas na hora.

https://www.viajenaviagem.com/2009/06/na-provence-com-a-claudia-carmello/

http://omeulugar.wordpress.com/category/franca/provence/

Valeria
ValeriaPermalink

Oi Ricardo,
Neste momento eztou em Milao. Tinha viagem marcada para Berlim amanha (23 dez), depois seguiria para Paris em 27 dez até 2 jan, mas devido ao mau tempo que surpreendeu os proprios europeus, os aeroportos estao fechados. Por conta disso, preciso alterar o roteiro. Quero ver se volto para Espanha, depois para Lisboa (onde tenho voo de volta para o Brasil em 2 janeiro). Quais as alternativas que tenho para voltar de trem (voo ta impossivel) para Espanha partindo de Milao? Aguardo ansiosamente sua resposta. Como o trecho é bastante longo, vc sugere dormir em algum lugar? Muito obrigada!!! Preciso muito dessa ajuda!!! Abracos

Ricardo Freire
Ricardo FreirePermalink

Se você não quiser dormir no trem (eu não curto), pode parar em Nice, que fica a 5 horas de Milão, e depois em Montpellier, que fica a 4 horas de Nice (Barcelona está a 5 horas de Montpellier).

Dá também para ir via Lyon, Avignon e Montpellier.

Eu sei que você deve estar traumatizada, mas olha só -- esse caos não vai se perpetuar pelo inverno inteiro, não. Você podia ir indo devagarzinho pra Paris, retomando lá o seu roteiro aéreo original.

popysp@
popysp@Permalink

Olá, Ricardo!!!!
Feliz Ano Novo!!!!
Nunca viajei de trem na Itália. Estamos planejando fazer uma viagem na primavera e talvez façamos os trechos Milão/Florença e Florença/Roma. Para quem está com bagagem que não cabe naqueles compartimentos sobre o assento, sabe dizer se, em geral, a viagem é segura (risco de furto de bagagens)? Não tenho muitas referências sobre o assunto e estou meio perdida...
Pensamos também na hipótese de alugar um carro para fazer esses trechos maiores, mas a idéia de ter de circular no interior das cidades para entregar o veículo inicialmente não me agrada muito, por conta de sinalização, tráfego, facilidade de transitar... Não faço idéia se é tranqüilo ou não...
um abraço,
Cássia

Ricardo Freire
Ricardo FreirePermalink

As malas que não cabem no compartimento acima dos assentos são colocadas em racks na entrada dos vagões. Há perigo de furto, sim, mas é bastante raro, sobretudo de dia. Dá para se precaver disso levando cadeados de bicicleta/moto para amarrar as malas às barras do rack.

popysp@
popysp@Permalink

Ricardo,
Super obrigada! Meu marido tinha pensado nesta história do cadeado de bicicleta (só que tinha pensado de colocar nas duas malas, para evitar troca de bagagens, mas esta idéia de colocá-lo nas barras é excelente!). Nossa única experiência neste gênero foi no Shinkansen, mas lá não havia qualquer necessidade de nos preocuparmos com furto...
valeu pela dica!!!!
um abraço,
Cássia

fabiana machado vanderstappen

Olá Riq
No outro post vc me aconselhou a fazer (viagem 20 dias) Paris, Veneza, Florença e Roma. Se fosse de trem parar na Suiça.Vc acha mais interessante fazer esses trechos de trem ou voo low cost? Na Suiça dormir alguma noite? Quais são os tempos de viagem entre essas cidades?
Att Fabiana

Ricardo Freire
Ricardo FreirePermalink

Eu voaria de Paris a Veneza e faria os outros trechos de trem.

Se quiser ir de Paris a Veneza de trem com uma parada na Suíça, durma em Lugano, para pegar bonitas paisagens no caminho.

Fernanda Reis
Fernanda ReisPermalink

Oi Ricardo,
É a primeira vez que viajo à Europa e infelizmente so tenho 13 dias disponíveis. Será que consigo ir a Roma (2 dias), Veneza (1 dia), Paris (3 dias), Londres (3 dias), Barcelona (2 dias) e Madri (2 dias)? Vc teria alguma sugestão a me dar??
MUITO OBRIGADA!!!!

Ricardo Freire
Ricardo FreirePermalink

Não dá, Fernanda. Você vai gastar uma fortuna em deslocamentos internos e vai ver mais aeroporto e recepção de hotel do que os lugares que você viajou para visitar.

Comece lendo este post aqui:
https://www.viajenaviagem.com/2007/04/a-primeira-viagem-a-europa/

Minha sugestão: divida esses 13 dias entre Paris e Londres e você fará uma viagem inesquecível.

Raquel
RaquelPermalink

Oi Ricardo, feliz por estar aqui de novo. Em 2007 você e alguns leitores ajudaram bastante indicando como sair de Florença, passar por Pisa e chegar em Paris às vésperas do reveillon. Deu tudo muito certo e agradeço mais uma vez. A viagem foi maravilhosa e inúmeras dicas do seu site foram úteis.

Agora tomo a liberdade de pedir outra ajuda. Qual o melhor jeito de, a partir de Lisboa (base), conhecer Granada e Sevilha? Tenho 5 dias disponíveis (entre segunda e sexta-feira) para estar nas duas cidades, pois no fim de semana anterior e no posterior permanecerei em Lisboa. A melhor alternativa é cia low cost? A easy jet não faz Lisboa-Sevilha, nem Lisboa-Granada (dei uma olhada). Conhece alguma cia low cost que faça? Não alugarei carro, acho a distância longa para fazer de ônibus e não sei se há trens (acredito que não). Qual a ordem das cidades que você considera mais razoável: Primeiro granada e depois sevilha? Pelo número de dias (apenas 5) vale mesmo excluir Córdoba? É que passar pelos lugares correndo não é exatamente meu sonho de consumo...

E uma última questão: Na semana seguinte (entre terça e sexta-feira) quero conhecer Coimbra e Évora. Ouvi dizer que ir de ônibus Lisboa-Coimbra é super tranqüilo. O que você acha? Évora merece mais que um bate-volta? Vale dormir na cidade? Qual seria a ordem mais razoável: primeiro coimbra e depois évora?

Obrigada (pela dedicação com tantos viajantes) e um grande abraço,

Ricardo Freire
Ricardo FreirePermalink

De Lisboa a Sevillha há vôos da TAP; pesquise os preços, costumam ser bons. Faça Sevilha de base para ir a Córdoba em bate-volta.

Não há trens de Lisboa à Andaluzia.

Lisboa-Coimbra pode ser de ônibus ou de trem. Coimbra ou Évora tanto faz ir antes uma ou a outra.

Raquel
RaquelPermalink

Valeu, Ricardo. Vou olhar a Tap. E depois, se tiver alguma dica especial que valha a pena, prometo contar.
Um abraço,

Roberta Feijo
Roberta FeijoPermalink

Nossa Ricardo tá tão diferente tudo aqui...
Visitei muito seu blog a procura de post sobre viagens de navio...antes de fazer meu primeiro cruzeiro que foi em janeiro/2010...Agora fis um blog e voltei pra visitá-lo.

As coisas por aqui estão ótimas hein...

Entre carro, trem e avião...fico com os transatlanticos, rsrsrs...brincadeirinha.

meu blog http://www.omeucaminhar.blogspot.com/
Tem várias fotos do cvc Soberano por lá...
Um Abraço

Camilla Cardoso
Camilla CardosoPermalink

Oi Ricardo! Planejando minha viagem pra Europa sempre navego por aqui... Eu li que você não acha muito boa idéia viajar de ônibus pela Europa, mas vagando pelo site da Eurolines, eu achei uma promoção no trecho Paris-Amsterdam por 26 euros ida e volta! O ônibus parte por volta das 23h e chega no destino umas 6h30... Achei super interessante fazer essa day trip por láa, mas queria a sua opinião. O trem eu achei meio caro, então não é opção. As opções são ficar em Paris ou passar um dia em Amsterdam. O que acha?

Obrigadaa!

Ricardo Freire
Ricardo FreirePermalink

Viajar de ônibus acho OK, e acho o noturno mais seguro em ônibus do que de trem (sem falar que ninguém sobe no trem achando que vai dormir de verdade).

Mas fazer bate-volta de Paris a Amsterdã, desculpa, você não vai arrancar minha aprovação não. A juventude é sua, você faz dela o que quiser, mas não peça meu aval.

Monica Loureiro
Monica LoureiroPermalink

Fui "convidada" para fazer uma viagem de repente. Meu marido fará um trabalho na Itália, Milão ( e terá passagem, hospedagem e alimentação ) .Pagarei somente minha parte na história. São poucos dias ( de 11 a 21 de abril no máximo ).

O que voces acham melhor levar ? Euro em moeda ? VTM ? Cartão de Crédito Internacional ?

Gostaria de gastar no máximo 1.000 euros ( fora passagem e hospedagem ). Será que é muito ? Pouco ?

Desculpe a "ignorância" mas queria ter uma média de preços das coisas por lá.

Monica Loureiro Jorge

Ricardo Freire
Ricardo FreirePermalink

O que eu penso sobre o assunto está neste post:
https://www.viajenaviagem.com/2009/05/pros-x-contras-dolar-euro-peso-real-travelers-cartao-de-credito-saque-internacional-ou-visa-travel-money/

Se você só vai precisar de dinheiro para compras, então quem define o limite é você...

Vanessa Corrêa da Silva

Olá Ricardo,
Estamos pensando em viajar em Outubro (período de 09/10 a 29/10) e o roteiro pensado é o seguinte: Londres (4 dias) até Suiça de avião a baixo custo (tipo Easy Jet); ficaríamos em torno de 4 dias na Suíça viajando de trem para conhecer Vevey, Berna e Zurique. Iríamos de trem até Munique (3 dias) e lá alugaríamos um carro. Seguiríamos para Viena (3 dias), Praga (3 dias) e Berlim (3 dias), de onde pegaríamos o avião de volta ao Brasil. Pelo que li em um dos seus posts, poderemos conseguir o aluguel sem pagar tarifa extra se pegarmos e entregarmos em destinos diferentes de um mesmo país, certo? Temos visto hotéis de grandes redes como Accor, que nos parecem um bom padrão com baixo custo. Dentro das cidades pensamos em transitar de metrô para evitar o trânsito das cidades. O que você acha? O roteiro, dias em cada lugar, meios de transporte e hotel estão adequados? Você tem alguma dica para nos dar? Aguardo seu retorno e parabenizo pelo espaço de troca de idéias. Abraços!

Ricardo Freire
Ricardo FreirePermalink

Entre Viena, Praga e Berlim vá de trem.

Lembre-se que se perde um dia de deslocamento entre os lugares, não importa o meio escolhido.

Camila
CamilaPermalink

Dúvida cruel: Madri-Barcelona de trem por 68 euros por pessoa ou de avião (vueling) por 19 euros? Vamos viajar meu marido e eu.

Causas da dúvida:
- "A Europa deve ser conhecida da janela de um trem" disse um tio diplomata aposentado.
- Trem é muito mais rápido, não perde tempo pegando ônibus pro aeroporto, etc. O nosso albergue de Barcelona é do lado da estação.
- Mas o avião tá barato demais. E já vou pegar a vueling em outros trechos da viagem, então já vou ter que maneirar com a bagagem mesmo.

Tem alguma paisagem inesquecível nesta viagem de trem que vale a pena o "investimento"?

Obrigada!

Ricardo Freire
Ricardo FreirePermalink

Vá até o fim da simulação para ver se o preço final da Vueling é esse mesmo, Camila. Devem incidir ainda uma taxa de despacho de bagagem, uma taxa de check-in e uma taxa de venda por cartão de crédito. Acho que vai dar uns 20 euros a mais. Mas essas coisas mudam a todo momento, só indo até a penúltima etapa da venda para ver.

Dificilmente há paisagens de trem inesquecíveis. O bom do trem é a praticidade e o desestressamento da viagem, sem a neura dos aeroportos, check-ins, salas de embarque. Você usa a viagem para planejar os próximos passos ou relaxar da correria.

Luiz Felipe
Luiz FelipePermalink

Dúvida: estou planejando 3 semanas entre França e Espanha, passando por Paris, Barcelona e Madri. Minha ideia é chegar por Paris com esacala em Madri, e voltar por Madri, por isso estou vendo voos da Iberia. Mas, como faço para conseguir chegar por um lugar e voltar pelo outro? Pela internet, até o momento, não consegui descobrir....
Obrigado!

Ricardo Freire
Ricardo FreirePermalink

Pela internet é difícil, mesmo. O melhor é usar um agente de viagem.

Adri
AdriPermalink

Olá Riq, tudo bem?! Depois de tantos anos me ajudando e através daqui conheci pessoas muito importantes como o Beto ( Meu Lugar), as minhas xarás ( Dri Setti e Area de Jogos da Adri), enfim sempre encontrei todos muito atenciosos com nossas pentelhações e quero agradecer mais uma vez a todos!!!
Quando tiver um tempinho, Riq, quero q seja meu convidado de honra para conhecer meu blog recém nascido que ainda está engatinhando...só postei Provence, mas ainda tem muita coisa pela frente!!! https://carrosseldesonhos.wordpress.com
Obrigada por tudo, sempre!!!
beijos,
Adri Barudi.

Alexandra
AlexandraPermalink

Ricardo,
Estamos pensando em viajar uns 10 dias, incialmente pensamos em Londres e locar um carro para conhecer outros lugares quem sabe ate a Escocia, mas nao verifiquei nenhum depoimento de alguem que tenha locado carro no Reino Unido, alguma sugestao de roteiro e quanto se vale ou nao locar um carro?

Andre Lot
Andre LotPermalink

Se não estiver acostumado a dirigir com a mão invertida, faça a locação em uma loja de aeroporto e tire uma meia hora para praticar dentro do estacionamento ou em alguma área bem deserta perto do aeroporto antes de sair por aí, é minha dica.

juliana amorim
juliana amorimPermalink

Olá. O site da Rail Europe Brasil é confiavel?
obrigada

Ricardo Freire
Ricardo FreirePermalink

100%. Cobra 17 euros de taxa por trecho e 18 reais de Sedex para entregar todas as passagens. Compare com preços obtidos nos sites das cias ferroviárias dos países de origem e destino do trecho para ver se vale a pena.

juliana
julianaPermalink

17 euros por trecho? mais a entrega? chato isso...
Nunca fui até o final da simulação e provavelmente este valor estará no fim da transação.
No site da THALYS há uma opção sem papel, provavelmente não vao me cobrar entrega suponho. Mas eu posso finalizar usando um cartão brasileiro?
Nao simulei ainda o http://www.voyages-sncf.com/
São trechos faceis bruxelas/ amsterdam e amstderdam /paris

Ricardo Freire
Ricardo FreirePermalink

No Voyages-SNCF dá pra comprar com cartão brasileiro na boa. Mas fique o tempo todo no site francês; se você for mandada para o site internacional, as ofertas somem.

Andre Lot
Andre LotPermalink

Riq, reformularam o site hispeed.nl (o site de vendas internacionais da NS Spoorwagen, as ferrovias holadesas). Agora, dá pra comprar muito mais fácil passagens de trens internacionais de/para Holanda (exceto os regionais lentos) de forma mto mais fácil.

E eles tem umas promoções altamente convidativas. Por exemplo: Londres - Amsterdam (agora uma viagem de menos de 5h com uma conexão em Bruxelles Midi) por € 90 ida-e-volta. Bilhetes ICE para a Alemanha na modalidade ticketless a partir de € 49 para Berlin e Frankfurt e, com paciência, Hamburg e até Munchen.

Ricardo Freire
Ricardo FreirePermalink

Pois é, eu notei que tinha mudado, mas travou no computador e não consegui ir adiante... a dúvida do leitor era se aceitavam cartão emitido fora da Europa.

juliana
julianaPermalink

Acabei de comprar meu trecho de brux para amesterdam pelo site do Thalys com meu cartao do Brasil para ser entregue no meu endereço na Alemanha. No site rail europe brasil as 2 passagens saiam 296 reais (com todas as taxas) eu achei caro. Paguei 70 euros no site da Thalys.

David Neto
David NetoPermalink

Ricardo, planejo fazer Lisboa-Sevilla-Madrid-Barcelona-Madrid de trem. É viável? quais as melhores opções, comprar no local os bilhetes ou comprar algum passe único?
Vale à pena pernoitar nas viagens mais longas, para economizar?

Abraços, David

Ricardo Freire
Ricardo FreirePermalink

Leia atentamente o post e você descubrirá minha opinião sobre pernoite em trem.

Não há trem entre Lisboa e Sevilha, você teria que ir a Madri.

Há vôos diretos de Lisboa a Sevilha e também é possível ir de ônibus via Algarve (Albufeira ou Faro).

Sevilha-Madri-Barcelona de trem é bastante viável. Compre em http://www.renfe.com

https://www.viajenaviagem.com/2007/07/14-dias-em-portugal-e-espanha-pra-carol/

ZEMAFA
ZEMAFAPermalink

Ricardo, bom dia
Não há nada, mas nada mesmo como este seu blog. Enciclopédico, bem humorado, atento a todos. Inigualável e imperdível. É minha primeira página diária, antes mesmo das cotações da bolsa. Parabéns e continue assim
ZEMA

Roberto Sa Lima
Roberto Sa LimaPermalink

Por favor, alguém sabe quanto custa para deixar o carro estacionado em Veneza?

Andre Lot
Andre LotPermalink

Se vc for deixar em Venezia mesmo, na entrada próxima à estação, pagará cerca de € 28/dia, com algumas variações. Estacione o carro próximo à estação de Mestre (em estacionamento controlado, não na rua...) e atravesse a ponte de trem, e esse preço cai pra uns € 10-14/dia.

Cláudia Holder
Cláudia HolderPermalink

Em julho vou fazer um trajeto bem chatinho: Berlim - Munique. A ideia inicial era ir de trem, mas perdemos os bilhetes promocionais e as passagens custam agora 89 Euros. Como somos três (eu, marido e sobrinha), fica mais barato ir de carro, com direito a uma breve parada em Nuremberg. Os trajetos de trem e de carro têm basicamente a mesma duração (cerca de 6 horas). É ruim, mas eu acharia ainda pior ir de avião (trajeto de/para aeroporto, check in, voo, espera por bagagem...).

Bom, não vamos alugar carro só para isso. O plano era alugar em Munique (pra passear em umas cidadezinhas lá por perto), mas agora já chegaremos com o carro. Estamos fazendo besteira, Riq?

Ricardo Freire
Ricardo FreirePermalink

Aproveitem a parada smile

E façam as viagens às redondezas ao chegar, pra não deixar o carro parado à toa (mas isso vocês já devem ter pensado, claro).

Vitoria
VitoriaPermalink

Riq, Vc poderia indicar um lugar e hotel, no Brasil, que seja mais apropriado para viajar com pessoa com dificuldade de locomoção (não cadeirante)?

Ricardo Freire
Ricardo FreirePermalink

Para descansar, acho que pousadas térreas são melhores do que resorts. As da Rota Ecológica em Alagoas são ótimas (Pousada do Toque, da Amendoeira, Aldeia Beijupirá).

Para passear, destinos com passeios panorâmicos motorizados (de bugue em Natal, Jericoacoara, Canoa Quebrada; de barco em Barra Grande/Maraú; Angra dos Reis).

Marla
MarlaPermalink

Ricardo, boa tarde.
Por favor, vamos fazer Londres, Paris e Berlim na segunda quinzena de setembro 2010. A ideia é sair de Bsb/Londres, de lá pegar o trem bala para Paris, de lá trem ou avião para Berlim e de Berlim voltar a Bsb. Dúvidas: paris/berlim de trem é viável ou muito distante? Quais as companhias aéreas que atenderiam esses trechos?
Obrigada. Marla

Ricardo Freire
Ricardo FreirePermalink

De Paris a Berlim dá entre 8h45 e 10h de viagem, não vale a pena.

Monte a viagem com um agente de viagem e ele vai encontrar a cia./aliança que melhor rentabilize a tarifa aérea BSB-Londres//Paris-Berlim-BSB. Londres-Paris é melhor de trem mesmo.

https://www.viajenaviagem.com/europa/londres-ricardo-freire
https://www.viajenaviagem.com/europa/paris-ricardo-freire
https://www.viajenaviagem.com/europa/berlim-ricardo-freire

ANA MARIA
ANA MARIAPermalink

Ricardo por favor me ajude. emiti uma passagem de milhas pela TAP para Porto com embarque em 16 de outubro e retorno 30. gostaria que me orientasse um roteiro legal de carro.
gostaria que me sugerisse o que fazer de melhor e no periodo que tenho disponivel.
Portugal/ santiago de compostela(nada religioso) so queria conhecer o caminho depois passar por salamanca e finalizar com 04 dias em paris.

Roberto Alves de Andrade

Prezado Riq,

Pretendo fazer uma viagem para Europa em Outubro/2010 para as seguintes cidades: Lisboa/Salamanca/Madri/Barcelona/Paris/Londres/Amsterdã,Berlim,Praga, Viena Salsburgo,Veneza, Firenze, Roma, gostaria de fazer todo o roteiro de trem, o que você acha? para 30dias são muitas cidades?

Márcio Cabral de Moura

Roberto, aí tem cidade para pelo menos 50 dias. Só Londres e Paris pedem uns 15 dias. Mais 10 para Berlim e Roma. Isso, sem aproveitar ao máximo cada uma das cidades.

Você aproveita muito melhor 30 dias na península ibérica, ou Inglaterra e França ou Alemana, Áustria e República Tcheca. Sendo que a Itália pode ser encaixada em qualquer uma dessas três opções - de preferência de avião.

André L.
André L.Permalink

Vc tem 15 cidades para 30 dias - é absurdamente demais. Corte esse número para no máááximo 9.

Não faz sentido fazer viagens longas de trem. Embora a Europa seja "pequena", não é tão pequena assim para sair andando de trem por todos os lados.

Vanda
VandaPermalink

Olá, Ricardo...
Com tantas dicas úteis, solicito help em sugerir quem faça excursões ou passeios (site,contacto, agência com vans ou minibus) para bate-e-volta de Roma para a Amalfi e Ravello e Pompeia( 1 dia) e Capri (1 dia).Lí no seu blog como chegar nesses locais, por conta própria, tomando trens e ônibus,em 3 ou mais dias. Mas, infelizmente só disponho de 2 dias ( em setembro)pra me deslocar do hotel em Roma.No aguardo, agradeço a atenção.

André L.
André L.Permalink

Minha dica, com 2 dias, é que vc aproveite Roma mesmo. A receita para estragar esses passeios é pegar um ônibus e passar 30 minutos em cada lugar só para "dar uma olhadinha".

Lucia
LuciaPermalink

Vanda,
Quando eu fui para Roma fiz um bate e volta para Pompéia que contratei através de um panfleto na recepção do hotel. Eles tinham outras opções de tour também (incluindo Capri e Costa Amalfitana). Fiz a reserva à tarde para saída no dia seguinte. Foi bem tranquilo.

Vanda
VandaPermalink

Lucia: agradecendo a dica.Cheguei a contactar com o hotel (si, parlo italiano) para possíveis reservas, mas sugeriram apenas taxi, o que achei um absurdo!... Não tens nada anotado sobre o transporte, fone,...?

Lucia
LuciaPermalink

Vanda,
Infelizmente não tenho nada anotado, até porque foi muito tranquilo. Estive dando uma olhada na internet para ver se eu consegui localizar alguma coisa que me lembrasse a empresa. O mais próximo que eu achei foram estes. Agora realmente não sei se são ok.
http://tours.guestinitaly.com/
http://www.rome-tours.net/

Fernanda
FernandaPermalink

Boa tarde,

Estou planejando uma viagem para Europa com meu marido em novembro.
Teremos cerca de 15 dias disponíveis e usarei milhas da TAP, portanto meu ponto de chegada e partida será Portugal.
Nossa idéia inicial seria alugar um carro em Lisboa e rodar os 15 dias sem muito planejamento, mas pensando em passar por Lisboa, Sevilha, Córdoba, Toledo, Madri, Salamanca e Porto.

Gostaria de tentar incluir Barcelona e Paris nessa viagem. Vc acha viável? Qual seria a melhor maneira de irmos?

Obrigada.

Fernanda

André L.
André L.Permalink

Fernanda,

Não conheço as regras específicas do programa Victoria da TAP, mas quase sempre vc pode emitir um bilhete com x milhas para qualquer destino na região y (Europa, no caso).

15 dias dá para rodar em ritmo médio por ali de carro. Só que eu não recomendaria vc usá-lo só para ir de uma cidade média/grande a outra. Eu montaria "bases" ficando 3 noites em cada no mínimo, para não ficar no check-in/check-out.

Novembro ainda dá pra visitar a Sierra Nevada perto de Granada. E com muvuca zero.

Se pensar em esticar para Barcelona e PAris, lembre-se que desde Madri a Barcelona são 7h de viagem, depois mais 9 até Paris. Aí, seria melhor reduzir as cidades no giro de carro para não ficar corrido demais, e fazer Córdoba-Madri-Barcelona de AVE e Barcelona-Paris de avião.

Lívia Mascarenhas
Lívia MascarenhasPermalink

Ricardo,

estou planejando uma viagem pela Europa em outubro, e depois que li esta matéria fiquei ainda mais satisfeita com meu roteiro!
É a minha segunda viagem para a Europa com meu namorado e desta vez faremos uma viagem de carro.
Gostaria de saber se você tem alguma opinião ou crítica sobre o roteiro: Amsterdam, Bruxelas, Colônia, Wiesbaden, Strasburgo, Zurique, Genebra, Alpes franceses, Marselha e Nice. Estas cidades serão nossas bases, a viagem será de 22 dias. Deram 2000km no total.
Você acha que são muitas cidades ou está bom?

Obrigada!!

André L.
André L.Permalink

Meu palpite é começar por Marseille, depois Nice, alpes franceses, Genéve etc. O motivo é que outubro é a transição da estação de verão (estradas abertas, sem neve, estações de ski fechadas) para a de inverno. Se vc deixar os alpes por último, corre o risco de pegar estradas fechadas como se fosse inverno, mas nem nada da programação de inverno para fazer (estações, bondinhos, gondolas só abrem lá pro fim de novembro). No começo de outubro é muito raro já ter tido neve significativa (ou qualquer neve) por lá.

Marcelo
MarceloPermalink

Olá Lívia,

Sugiro que vc alugue o carro e junto um GPS. Programe seus hotéis no aparelho, ou se eles nao tiverem estacionamento, vc pode procurar um perto facilmente.

Colônia é muito fácil de se locomover de carro, mas a cidade está com muitas obras no momento, que causam desvios e um pouco de engarrafamento. Mas acredito que até outubro a situacao melhore.

No trajeto entre as cidades, programe o GPS para evitar as Autobahn, especialmente na Alemanha. Elas sao muito boas para quem quer viajar rápido de um lugar para outro, mas vc nao vai ver quase nada de bonito, pois foram construídas pensando em transporte, nao em turismo. Quando vc cruza uma cidade, é comum existirem paredes acústicas dos dois lados, o que evita que o barulho incomode os moradores, mas também evita que vc veja a cidade.

Viajando pelas estradas secundárias, vc chega no destino mais tarde, mas vai descobrir muitas "preciosidades" pelo caminho.

Boa viagem!

Andrea Battoni
Andrea BattoniPermalink

Lívia,

As dicas do André são realmente importantes.
Caso decida começar pelo sul, sugiro descer em Milão, seguindo por Genova até Nice e Marseille.

Dois pitacos importantes:
- carro e cidade grande não combinam - perde-se muito tempo com o trânsito e com locais para estacionar, melhor escolher bases em cidades menores,
- a gasolina e as taxas de pedágio, principalmente na Suiça, são bem altas. Se possível, procure transitar mais por estradas secundárias que têm vistas mais pitorescas que as auto-estradas. :cool:

Ricardo
RicardoPermalink

Oi Ricardo
Obrigado pelo seu blog. Já aprendi um montão. Estarei indo para Austria no final de agosto. Ficarei por lá e aredores por 14 dias. Gostaria de algumas sugestões. Estou perdido entre tantas opções. Gostaria de saber se vale a pena alugar um carro na cidade de Innsbruck e para conhecer os aredores. Esta planejado um tour no trem cênico entre Bludenz - Innsbruck. Conhece este trecho?

Elisa
ElisaPermalink

Eu adoro a regiao do Tirol, e acho que alugar carro vale bastante a pena, de Innsbruck já fiz bate-volta pra FÜSSEN no sul da Alemanha onde tem os Castelos de Hohenschwangau e Neuschwanstein.

Bem pertinho de Innsbruck tem o ACHENSEE, um lago lindo que dá pra fazer bate-volta, ou parar por lá no caminho pra SALZBURG, minha cidade preferida da regiao. Mas Salzburg nao merece um simples bate-volta, mas vários dias!! Alem do que fica meio longe de Innsbruck.
Ainda em Innsbruck, fiquei duas vezes no Hotel AlpArt, um hotel muito charmoso e familiar. Na verdade ele fica fora da cidade, lá no alto da montanha num vilarejo muito fofo. Mas estando de carro nao vejo problemas de locomocao. http://www.alparthotel.at/

Pro outro lado, no sentido da Suica, na beira do Lago Konstanz fica BREGENZ, onde tem o festival de verao em Agosto pra quem gosta de musica clássica:
http://www.bregenzerfestspiele.com/en/

Boa viagem!!

André L.
André L.Permalink

Eu pularia o "trem cênico" e alugaria um carro. O motivo? Por ali nas redondezas estão algumas das estradas alpinas mais bonitas que existem na Europa.

Na minha modestíssima opinião, montanhas alpinas não foram feitas para serem apreciadas de trem com roteiro e hora definidos não!

Final de agosto é época interessante - a muvuca do verão diminuiu, mas os dias estão suficientemente longos e, claro, não tem neve.

Há dois roteiros que eu faria desde Innsbruck:

Roteiro 1 - mais longo: Silvretta-Hochalpenstraße

Vá para o oeste (em direção à Suíça) pela auto-estrada e um pouco depois de Landeck (mais especificamente depois de Pians) siga pela estrada montanhosa da Silvretta-Hochalpen.

É uma estrada turística no seu ponto mais alto, tem um pedágio mas é cheia de atrações que vc pode conferir aqui: http://www.silvretta-bielerhoehe.at/sommer_en.htm

É passeio para o dia inteiro.

Na volta, ao invés de retornar pelo mesmo caminho, siga em frente (só tem uma direção entre as montanhas hehe) até próximo de Bludenz, fazendo um "Y" maravilhoso no meio dos Alpes, e dali retorne pela auto-estrada (é rápido, pois ela tem uns 23km ao todo em túneis até voltar a Landeck).

Se vc tiver muito pique, de Bludenz em mais 40 min sem trânsito vc chega em Liechtenstein, aquele micro-país entre Áustria e Suíça com chocolates baratíssimos. Mas fica meio puxado fazer tudo em um dia só.

Passeio 2 - mais curto - Sölden e Brennero

Esse é um passeio bem mais "roots" por montanhas mais altas entre a Áustria e a Itália. Pegue a mesma auto-estrada do passeio 1 (A12), mas na saída 123 siga em direção a Sölden. As estações de esqui estarão obviamente fechadas, mas o vale alpino da estrada é im-per-dí-vel.

Siga para o sul na direção do "timmelsroch" (alemão) or "passo del Rombo" (italiano). A estrada sobe até 2474m de altitude, com vista para geleiras (glaciares) permanentes de ambos os lados (não é do lado da estrada, mas é lindo de ver). De lá vc desce para território italiano, e vai seguindo para Vipiterno (Sterzing), onde passará por outro "valico alpino" de 2100m. Todo esse trejeto Solden-Vipiterno é muito, muito bonito. Diferente de tudo o que vc possa ter como ideia de montanhas.

De lá, vc segue pela auto-estrada e cai rapidinho em Innsbruck, cruzando a fronteira novamente em Brennero (que vale uma visitinha se tiver tempo).

Dá uma olhada nesses roteiros que eu te passei no Via Michelin, explora os mapas com as estradas cênicas, e não vai só por GPS, não. Vale muito a pena!

André L.
André L.Permalink

Desculpe o segundo post: aviso o colega que o Roteiro 2 tem cerca de 210 curvas em menos de 60 km, parte das quais fechadíssimas. Se alguém tiver muito problema com carro em curvas, enjoar muito, muito fácil ou se o dia estiver chuvoso demais, não vale a pena, tudo o q vc vai ter é neblina. Consulte a previsão do tempo para Solden antes de sair do hotel.

Leonardo Buarque
Leonardo BuarquePermalink

Oi Ricardo,

Parabens pelo Blog!

Estou indo para europa em fevereiro de 2011, estava planejando um roteiro aqui e queria saber alguma dica sobre ele e qual seria o meio de transporte mais adequado entre as cidades...

Madri - Barcelona - Roma - Pisa - Floreça - Veneza - Zurique - Amsterdam - Bruxelas - Paris

Tava pensando em passar umas 3 semana por la, so não sei se vai dar tempo de ver tudo isso... qq voce axa?
E se nao der tempo qual seria mais viavel de tirar do roteiro?
agradeço

Lilia
LiliaPermalink

Olá Ricardo,

Você poderia me sugerir ótimos restaurantes em Viena e Praga?? Estou com poucas sugestões. Obrigada.

Nico
NicoPermalink

Se alguém tivesse que voar entre Lisboa e Madrid. Qual seria a escolha? Easy Jet a 27 Euros ou Air Europa a 39 Euros? Qual das duas deve ser a mais confiável a não ter atrasos ou cancelamento?

Carmem
CarmemPermalink

Eu já fiz outros trechos com a Easy Jet e nunca tive nenhum problema de atraso ou cancelamento.

Ricardo Freire
Ricardo FreirePermalink

Acho que o maior risco de cancelamento/mudança de horários é entre o momento da compra da passagem e o dia da viagem. Teve uma época que rolava muuuuita reclamação aqui (o povo marcava viagem picadinha e daí a dona easyJet mudava o horário das 8h20 da manhã pras 5 da tarde). Mas faz tempo que isso não aparece.

Gustavo - Viajar e Pensar

Estou com esta mesma questão, Riq, sugere esta questão na próxima semana.
Tenho também que ir de Lisboa a Madrid, porém farei uma conexão em Madrid para Almeria e se pegar este voo, de Easy de Lisboa até Madri, a diferença é compensatória.

Abraço!!!

Ricardo Freire
Ricardo FreirePermalink

A questão é entre easyJet e Air Europa?

Gustavo - Viajar e Pensar

Oi Riq, claro!

Sim pq existe a opção tb da Iberia, muito mais cara.
Existe a possibilidade de trem noturno também.
A questão aos Viajantes é realmente se esta valendo mesmo a pena de EasyJet ou Air Europa, ou Iberia, ou Trem como está esta ida de Lisboa até Madrid? Se estão cancelando ou Modificando muito o horári do voo da EasyJet.
Meu medo é pegar EasyJet e cancelarem o voo e peder a conexão que farei de Iberia de Madrid a Almeria.

Ps: Já voei de EasyJet, não vejo problema, somente sugiro sempre ler o que está incluso, peso de bagagens, e etc.

Valeu!!!

Ricardo Freire
Ricardo FreirePermalink

O ideal SEMPRE é tentar acoplar todos os trechos à passagem transatlântica. Evita transtornos, previne ansiedade, proporciona alguma segurança e assistência e na maioria das vezes sai mais barato do que imaginamos. Em alguns casos chega a sair mais barato, depois que se converte a passagem low-cost de euro para dólar e se leva em conta o limite de bagagem.

O pior cenário é justamente esse que você está considerando: combinar uma passagem convencional com uma conexão low-cost (ou vice-versa). O problema aí não está na low-cost: está na aviação. Atrasos são uma possibilidade em qualquer cia. aérea, e quando você está com duas passagens sem nenhuma relação entre si, você está sem pai nem mãe caso não chegue a tempo.

Minha recomendação intermediária é fazer os vôos em dias diferentes, pernoitando no destino de conexão. Você destensiona, aproveita a noite e não passa o dia inteiro no aeroporto (que é o que acaba acontecendo com quem marca os vôos com bastante intervalo para reduzir o risco de perder a conexão).

Acho trem noturno a maneira mais cara e eficaz de perder uma noite de sono na Europa. Caso você não possa dispor de um dia em Madri, é a opção mais segura para o seu caso. Mas passar uma noite num trem só para pegar uma conexão de avião é barbeiragem de planejamento.

Mesmo se você comprar avulsa com a Iberia essa passagem Lisboa-Madri, faça a operação com um agente de viagem ou pelo menos por telefone para tentar vincular o trecho ao mesmo localizador/reserva do seu trecho Madri-Almería, aumentando assim a responsabilidade da cia. em caso de atraso.

Lu Francesa
Lu FrancesaPermalink

Acredito que dependa de como se viajará (trem noturno) smile , já viajei em cabine e dormi muito bem, bem melhor que em avião! As vezes sai caro, mas evita pagar uma noite de hotel, talvez fique elas por elas! Se a opção for viajar em poltrona, realmente se torna bem cansativo.

André L.
André L.Permalink

Trem noturno em compartimento individual ou para 2 pessoas custa mais que um hotel padrão Ibis para cima, no mínimo.

Eu acho que viajar em "couchettes" com estranhos é coisa para mochileiro. Sou relativamente novo, bem abaixo dos 30 anos, mas encaro essa experiência com um quê de "já passou minha época". E hoje em dia também as couchettes saem caras.

Na melhor das hipóteses - a de que vc descanse durante a viagem -, vc vai chegar cedo no destino e perder tempo deixando mala em algum lugar, saindo para procurar hotel, se arranajando etc. É uma ilusão o tempo economizado pelo trem noturno, como é uma ilusão achar que vôo noturno Europa-Brasil (no sentido oposto só existem voos diurnos para Lisboa mesmo) é bom porque economiza um dia de viagem.

Eu sei que, do conforto de nossas cadeiras, é sempre fácil dizer "ah, esta será minha melhor viagem, aquela para qual economizei e a qual planejei, imagina que vou ficar com "fescuras" de cansaço por viagem de trem...". É uma reação absolutamente normal de maximizar o tempo, e é neste ponto que recomendo a leitura dos posts de overplanning e maraturismo.

Débora
DéboraPermalink

Olá, Ricardo! É a minha primeira viagem à Europa, já li muita coisa sobre o assunto, mas ainda estou um pouco confusa com o transporte interno, ficaria mto agradecida se vc pudesse me ajudar!!! O preço do transporte é o total com taxas para duas pessoas, em euros. Segue o roteiro:

- Londres (chegada 11/09; saída 15/09).
Transporte p/ Amsterdã: avião pela Easyjet 2h - total: 97 euros.
- Amsterdã (chegada 15/09; saída 17/09).
Transporte para Bélgica: ônibus Eurolines 3h30 - total: 26 euros.
- Bélgica (chegada 17/09; saída 19/09, sendo day trip dia 18 em Brugges)
Transporte para Colônia: ônibus Eurolines 3h - total: 30 euros.
- Colônia, Alemanha: dia 19/09 de passagem apenas
Transporte para Paris: ônibus Eurolines 6h - total: 57 euros.
- Paris (chegada 20/09; saída 24/09)
Transporte para Milão: avião Easyjet 1h30 - total: 85 euros.
- Milão (chegada 24/09; saída 26/09)
Transporte para Barcelona: avião Easyjet 1h45 - total: 80 euros.
- Barcelona (chegada 26/09; saída 29/09)
Transporte para Madrid: não achei avião; apenas ônibus por 30 euros(7h30 viagem) e trem por 240 euros (mto caro!)
- Madrid (chegada 29/09; saída 31/09) volta para o Brasil

Obrigadíssima!

André L.
André L.Permalink

Débora,

Eu se fosse vc caia fora de Eurolines. Ônibus regular na Europa é terrível, desconfortável, e com espaçamento entre bancos inspirado em aviões. E eles viajam por auto-estradas, não por estradinhas panorâmicas.

Seu roteiro está também muito,muito corrido. Sugiro diminuir o número de cidades a visitar.

Ricardo Freire
Ricardo FreirePermalink

Você está totalmente focada em "conhecer" o máximo número de países. Como se Milão representasse a Itália ou Colônia fosse a coisa mais interessante da Alemanha (mas está no seu caminho).

Restrinja o território a ser coberto. A Europa não vai sair do lugar nos próximos anos.

https://www.viajenaviagem.com/2010/07/europa-quantos-dias-em-cada-lugar/

https://www.viajenaviagem.com/2010/05/cuidado-com-a-sindrome-do-overplanning/

Gustavo - Viajar e Pensar

Também concordo com o Riq e o André, você está numa maratona.
Melhor fazer Cooper. Devagar e sempre. A Europa não vai sair do lugar.
Será férias não tortura. Aproveite, respire, beba um bom vinho (qqer um fora de casa tudo é bom), aprecie, durma. Please, mas não faça essa loucura do seu programa.
Esqueça valores um pouco e valorize seu tempo.

Boa Viagem!!!!

Monica A lamonato
Monica A lamonatoPermalink

Oi Ricardo

Vc saberia me dizer como ir de Lugano para Salzburg????
Estamos programando uma viagem para 18/12 á 05/01( eu, marido e filha 17a), chegando Zurich, Bern,Interlaken,Zermatt, Lugano, Salzburg e Viena.
Frio, muito frio, mas só podemos nessa época.Pensamos a principio
fazer td de trem, mas me disseram que seria legal na Suiça alugar um carro que td é muito perto.Minha preocupação é dirigir na neve.
O que acha de nosso roteiro????Faltou alguma coisa????
estamos estudando as cidades pra ver as bases e qto tempo em cada uma, dependendo das atrações.
Bom, espero que possa nos ajudar e conto com suas opiniões e dicas.

Muuuuiiito obrigada

Monica

André L.
André L.Permalink

Carro é legal na Suíça, aliás, é muito legal - mas não nessa época -. As estradas de montanha estarão fechadas e dirigir na neve, embora não seja um bicho-de-sete-cabeças, não é assim propriamente tão divertido. Junte a isso congestionamentos com feriados de fim de ano...

EU alugaria carro de qualquer forma pq eu adoro viajar de carro e a liberdade que ele proporciona, mas pense bem antes de tomar essa decisão.

Minha dica pra vc seria fazer o seguinte: ao invés de ficar trocando de cidade, monta base em Bern e de lá faça day trips para Luzern e Interlaken e Basel.

Eu, nessa época, cabularia Lugano e trocaria por Genève e um passeio em Montreaux. Combina mais com inverno.

De Zurich até Salzgurg são 4h30 de carro com trânsito bom, e mais ou menos o mesmo tempo de trem.

Monica A lamonato
Monica A lamonatoPermalink

Brigadão Andre e Ricardo

Vou rever nosso itinerário, é muito bom ter dicas de quem sabe.
Volto aqui pra pedir mais opniões.
Bom final de semana

monica

Monica A lamonato
Monica A lamonatoPermalink

Eu de novo

Vcs saberiam me dizer qtos dias seriam indicados pra cada cidade???
Achei ótima sua ideia de fazer base em Bern, ja tinhamos pensado nisso.
estamos em duvida de onde passar o natal e ano novo, não ligamos pra festa, só pra não ter o prob de pegar um dia morto, sem tem o que fazer.Em Paris no ano passado, optamos por ir na Torre Eiffel
no dia 01, ja que estava aberta.
Andre pelo que vi, Lugano é meio fora de mão, é isso mesmo???
o retorno ao brasil tb estamos em duvida, acho que vamos ter que chegar por Zurich e voltar por ela, só que vamose star em Viena.Fica dificil e mais caro voltar de trem pra pegar o avião????
Brigadão.
monica

Paulo Rocha
Paulo RochaPermalink

Olá! Grande Ricardo, como vai?
Depois de anos de trabálho,enfim vou tirar umas férias, e pretendo junto com a esposa Vera, matar um sonho, conhecer a Europa ou parte dela. Como marinheiro melhor aviador de primeira viagem pretendo ir de pacote CVC, que começa em Madri, passa apor barcelona, nice veneza,......,Paris e termina em Madrid. Porém estou pensando em sair do Bra. 3 dias antes, por conta e voar DCT p/ Londres que não está incluso no PCT, rodar por lá de 1 a 2 dias e após voar para madri onde me juntaria ao grupo para começar o tur do PCT. No termino em madri em vez de enbarcar para o BRA. esticaria uns 4 a 5 dias extras, seguindo para portugal, Lisboa,Porto e etc para onde o nariz apontar,sem destino .
Perguntas? Vc. acha que 02 dias ou 1,5 dias un londres da para conhecer? qual é a sua sugestão.
Me indicaram um Hotél o WAVERLEY HOUSE em londres é 3* Vc. conhece? -este fica a 1,5Km do centro.
Neste caso, entre madri e Lisboa o que seria melhor ir a noite de trem ou de avião? Qual o tempo de viagem de trem?
Em Portugal eu alugaría um carro, tem alguma dica? estou fazendo a coisa correta?
Na parte por conta, na sua opinião o que sería imperdível? que não deviráa deixar de conhecer? Restaurantes, algumas diças?
Um grande abraço,
Paulo Rocha
E viage na viagem, gostei

André L.
André L.Permalink

Cara, posso dar uma opinião sem querer ser o chato, nem o estraga-prazeres, mas apenas um 'advogado do diabo' em questão?

Desencana de pacote CVC. A melhor receita para estragar as férias da sua vida em tantos anos é se juntar a um grupo de pacote. Eu falo sério.

Se vc já tem disposição de se movimentar sozinho como deixou claro no post, melhor "desempacotar" a viagem inteira.

Acredite: não há nada que gere mais estresse do que vc ficar encontrando as mesmas carinhas de um pacote de viagem em grupo por 2 ou 3 semanas hehe.

Sugiro que vc leia o tópico do overplanning, vai te ajudar bastante. E, nào, 2 dias inteiros (sem contar chegada e saída) são totalmente insuficientes para conhecer London.

Ricardo Freire
Ricardo FreirePermalink

"Corroborando" (ops) o André, essas longas excursões rodoviárias permitem conhecer bem o ônibus, as estradas e os companheiros de viagem. Só valem a pena se você não tiver nenhuma coragem de resolver a viagem sozinho.

https://www.viajenaviagem.com/2007/04/a-primeira-viagem-a-europa/

https://www.viajenaviagem.com/2010/07/europa-quantos-dias-em-cada-lugar/

https://www.viajenaviagem.com/2009/08/reserve-seu-hotel-pela-internet/

https://www.viajenaviagem.com/2010/05/cuidado-com-a-sindrome-do-overplanning/

https://www.viajenaviagem.com/europa/europa-a-z

Cláudia Holder
Cláudia HolderPermalink

Paulo, eu concordo com André. Para que excursão se você pode se virar sozinho? Com o grupo, você corre o risco de passar pouco tempo em um lugar interessante (porque é hore de ir embora) ou muito tempo em uma atração que não lhe agradou (só porque está no roteiro). Dois dias em Londres?? Melhor nem ir. Pra curtir (não apenas ver) o mínimo são necessários pelo menos 5 dias inteirinhos. Não conheço esse hotel. Em Londres, já fiquei no base2stay, Darlington Hyde Park e Space Apart Hotel. Recomendo os três.

Monica A lamonato
Monica A lamonatoPermalink

andre

porrrrr favor Help!!!!

Estou quebrando a cabeça pra montar esse roteiro.
Por favor deem opinião, ficou assim:

18/12 Saõ paulo - Zurich
19/12 chegada 11:05 e partida de trem 14:40 para Salzburg (chegada à noite)
20 e 21/12 Salzburg
22/12 saida 9:00hs para Viena( chegada11:40)
23/24/12 Viena
25/12 saida para Zurich 22:25, chegada 7:20 de trem
26/27/Zurich
28/12 saida Zurich 9;00 para Berna, onde fariamos a base para visitar as outras cidades em passeios de 1 dia( depois com as dicas decidimos quais)
05/12 saida de Berna para Zurich onde pegamos o avião de noite.

Por favor, deixem suas opiniões, é muito importante pra gente definir se realmente ficou decente nosso roteiro.

brigadão

Monica

André L.
André L.Permalink

Oi,

seu roteiro está legal com um "senão": esse trem noturno Wien-Zurich. Troca por avião.

Além disso, mesmo que resolva ir de trem noturno, certifique-se MUITO bem de que haverá trens rodando dia 25/12. 25/12, 26/12, 31/12 e 1/1 são dias com muitos cortes na malha ferroviária.

Ricardo Freire
Ricardo FreirePermalink

O ideal é comprar passagem São Paulo-Munique//Zurique-São Paulo. Munique está a 1h30 de trem de Salzburgo.

Endosso a opinião do André sobre o trem noturno.

Monica A lamonato
Monica A lamonatoPermalink

Andre L
brigadão pela resposta.
Fiz as simulçãoes pela Raiuleurope, ainda não dá pra saber se tem trem nesses dias, está longe.
Vc acha que seria viavel alugar um carro em Berna??
vou dar uma olhada nas passagens de avião Viena-Zurich.
Brigadão
abç
Monica

Monica A lamonato
Monica A lamonatoPermalink

Gente

Tentei ver a passagem pra Munique, mas ficou bem mais caro.Conseguimos avião de Zurique pra Salzburg, ficou melhor que o trem.
Não consegui mais hotel( dentro do meu bolso) em Berna e Zematt, por causa do ano novo.
Fizemos algumas alterações, vejam o que acham:
No inicio ficou igual, no dia 28/12- Interlaken(tb foi dificil o hotel)até 01/01, visitando as redondezas
No dia 01 iriamos pra lauzane até dia 05/01, vamos ver se conseguimos a passagem de retorno por Genebra, senão o trem pra Zurich tem varios e relativamente barato.(2:30hs0.
será que assim tá legal, andre???
brigadão
boa semana pra todos
Monica

André L.
André L.Permalink

Ficou interessante. Os trens não estão disponíveis para depois de 14/12 ainda, que é a data semestral de mudança dos horários na Europa inteira (consulte lá por outubro, mas se quiser ter uma idea de preços e tempos de viagem, consulte uma data mais próxima).

Milevo
MilevoPermalink

Olá, Ricardo.

Grande post.

Antigo, porém muito útil.

Excelente descrição dos diferentes meio de transportes e em que situação usá-los. Muito explicativo e detalhado.

Em breve, será possível compartilhar dicas assim no Milevo, a nova rede social de viagens.

Esperamos você lá!

Abraços,

Equipe Milevo
@milevocom
milevo.com

Ednaldo
EdnaldoPermalink

Ricardo, parabéns pelo blog, acompanho já há algum tempo e tenho anotado diversas dicas.
Adquiri passagem para a Europa (eu e a esposa), com milhas, chegando em Berlin no dia 02/11/10 e voltando ao Brasil de Milão no dia 18/11/10. Pretendo dividir este período entre Alemanha e Itália.
Na Alemanha penso em ir de Berlin a Munique de carro, passando pelas cidades da Rota Romântica, permanecendo, ao todo, metade do tempo, ou seja, cerca de 8 dias neste trajeto.
Na Itália, minha intenção é ficar o restante do tempo em alguma cidade pequena da Toscana, e conhecer outras em volta, também com carro alugado.
O que vc acha do percurso e da divisão do tempo? Dá pra ir sem hotel reservado, já que não tenho idéia de quanto tempo permanecer em cada cidade em que resolver parar?
Não consegui decidir também que meio de transporte utilizar para o percurso Munique - Florença, se trem, carro ou avião? O que vc sugere?
Agradeço antecipadamente a você e aos colaboradores.
Abraços,
Ednaldo

Ricardo Freire
Ricardo FreirePermalink

Por favor leia os posts destas categorias, incluindo os comentários:

https://www.viajenaviagem.com/2010/07/europa-quantos-dias-em-cada-lugar/

https://www.viajenaviagem.com/category/alemanha/

(o post de Heidelberg e Frankfurt contém muitos roteiros)

https://www.viajenaviagem.com/category/toscana/

https://www.viajenaviagem.com/2007/04/italia-pra-aluna-da-carla/

(de carro recomendo escolher algum agriturismo entre Siena e Florença, para usar a auto-estrada como atalho para ida ou volta das estradas menores. Escrevo isso em pelo menos uma dezena de comentários.)

nati
natiPermalink

Ednaldo, estive na Toscana em janeiro (baixissima temporada) sem reservas e sem nenhuma dificuldade.

André L.
André L.Permalink

Já que vc estará de carro, pode fazer todo o trajeto com o mesmo. München-Firenze é uma jornada longa, mas muito bonita mesmo em auto-estradas. Vá via Innsbruck, Brennero, Verona, Bologna e Firenze.

Trem é mais demorado que o carro nessa rota, bem mais, e vôos de/para Firenze são complicadinhos. Se a devolução em outro país complicar seus planos, pegue um vôo conveniente para Venezia, Fiumicino (Roma) e Bologna e termine o trajeto de carro já na Itália.

Dá pra ir sem hotel reservado MAS vá sabendo quais são suas opções. Procure em sites como Bookng e Vener, que até fazem mapinhas com os hoteis da área, veja possíveis opções e faixas de preços e leve-a com você.

Persa Brasileiro na Provence Devo ou não alugar um carro para conhecer a Provence?

[...] Devo ou não alugar um carro para conhecer a Provence? “Estarei fazendo em breve a minha primeira viagem ao exterior. Pensei em ir de trem de Paris até Aix, pois gostaria muito de conhecer Nîmes antes de explorar o litoral, mas seria uma boa idéia alugar um carro para percorrer a região?”André.Oi André, venha de trem para a Provence, a não ser que encontre preços melhores nos vôos entre Paris e Marselha. Quanto a sua segunda pergunta vou responder usando um trecho de um texto – excelente – de Ricardo Freire do Viaje na Viagem com quem concordo plenamente no que se refere ao sul da França : “deixe para alugar o carro naqueles dias que você separar para explorar a Toscana, a Provence e a Côte d’Azur, Portugal (até Compostela), a Andaluzia, a Estrada Romântica alemã, a Sicília, a Costa Amalfitana, o vale do Loire, a Região dos Lagos italiana. Em vez de dormir um dia em cada lugar, divida a viagem em duas ou três bases, e perca-se pelos arredores.” O texto na íntegra que responde à pergunta “Europa: avião, trem ou carro?” Você lê aqui. [...]

Mauricio
MauricioPermalink

Ricardo, parabens pelo conteudo, de muita ajuda, o que voce recomenda no trecho Amsterdam/Munique? Onibus(euroline), trem, ou mesmo alugar um carro em Ams e devolver em Munique.São 2 adultos, estava pensando em fazer durante a noite, para ganhar o tempo do percurso, mas analisando seus posts vc não recomenda, dentro desses meios qual melhor custo/conforto?
Ha Braços
Mauricio

Viaje na Viagem
Viaje na ViagemPermalink

1) avião, acoplado à passagem transatlântica; 2) low-cost; 3) trem diurno; 4) ônibus; 5) trem noturno.

Ednaldo
EdnaldoPermalink

Nati e André, agradeço a vocês pela informação. Era o que eu estava precisando saber. André, estou avaliando a possibilidade de fazer o trecho Munique – Florença de trem, pois a taxa de retorno do carro é salgada. Fiz uma simulação na Hertz, pegando o carro em Berlin e devolvendo em Milão e só de taxa de retorno me cobram 505 Euros, sem contar a despesa de combustível e talvez uma diária de hotel. Duas passagens no trem noturno saem por 238 Euros na “Economy Double cabin” (sleeper), saindo às 21:03 e chegando às 06:18 hs, e ainda economizo uma diária de hotel. Parece ser mais negócio, mesmo perdendo o visual da paisagem, já que a viagem é à noite.
Grato pelas dicas.
Ednaldo

André L.
André L.Permalink

O problema é o cansaço de uma viagem noturna de trem... Se for o caso, vá de avião, e de dia. Voe até Milano, para onde há trocentos vôos, e de lá pegue um trem AV para Firenze (1h58 minutos apenas).

Thaise
ThaisePermalink

Olá,

Gostaria de informações sobre a melhor forma para ir de Munich a Paris? Estive pesquisando bilhete de trem noturno no site da RailEurope. Alguma outra indicação?

Obrigada, Thaise

Viaje na Viagem
Viaje na ViagemPermalink

Avião. Releia o texto para saber minha opinião sobre trens noturnos.

Helena
HelenaPermalink

Ricardo, gostaria de fazer Estambul/ Edirne/ Sofia de trem, pesquisei nos sites, descobri que é possivel, mas não encontrei informações de horarios, duração das viagens ou tarifas. Vc pode me ajudar ? Obrigada e parabéns pelo seu incansavel e valioso trabalho.

Viaje na Viagem
Viaje na ViagemPermalink

Há um trem noturno e direto entre Istambul (estação Sirkeci) e Sófia. Sai às 22h, chega às 10h30 (12h30 de viagem). Se quiser você pode descer em Edirne (passa às 2h30 da manhã).

Para ver horários o melhor site é http://www.bahn.de/international.

Não é possível comprar passagens nas ferrovias turcas pela internet. Compre ao chegar.

Ednaldo
EdnaldoPermalink

André, valeu a sugestão.
De avião partindo de Munique para Firenze só encontrei passagem cara e o vôo demorado, com escalas. Mas pesquisando achei um vôo direto de Stuttgart para Firenze, durando uma hora e meia, por 70 euros, na AirBerlin. E a distância de Munique para Stuttgart é de apenas 210 km, que pode ser feita de carro ou trem. Fica aí a dica.