Turquia: as dicas da Carla Tolosa

Ricardo Freire
por Ricardo Freire

Pamukkale

A querida Carla Tolosa, também conhecida como Carla2, esteve em junho de 2008 na Turquia. Durante doze dias, passeou por Istambul, Capadócia, Pamukkale e Éfeso (Kusadasi). Recentemente a Carla resumiu as dicas testadas durante a sua viagem para ajudar no planejamento da Mari Campos (que está no momento em Istambul) e da CarlaZ (que vai agora em setembro). Eu entrei no meio da conversa delas para pedir uma cópia desse precioso email, que repasso, com a devida autorização, para todos vocês.

Istambul

Fiquei quatro noites no Erboy Hotel, no bairro de Sirkeci; reservei pelo site Otel.com. Eu ficaria nesse hotel de novo só pela guest manager – um doce de pessoa, e resolveu nossa vida na Turquia, nos apresentando o Metin, que nos ajudou a montar o roteiro pelo interior (dados do Metin daqui a pouquinho). Ela se chama Ayse (pronuncia-se Aicha); seu email é ayse@sirkecigrouphotels.com.

Aconselho você a pegar um hotel em Sirkeci ou em Sultanahmet.

Quanto aos passeios, faça tudo que estiver no guia que você levar, e mais:

• Pegue o ferry-boat (no último píer, mais próximo da ponte) e fazer o passeio pelo Bósforo até o Mar Negro. O ferry vai parando em diversos pontos, mas a idéia é saltar na última parada, onde tem um castelo no ponto mais alto da vila. A subida é dureza, mas a vista compensa. Não esquecer de levar água!!!

• Às 20h tem um show de luzes e som na Mesquita Azul (é do lado que tem vários bancos do lado de fora). A dica é chegar cedo e ficar num restaurante muito agradável que tem em frente à mesquita (mesas no jardim), pois no intervalo tem um show dos dervixes rodopiantes – na verdade é meio fake, tem só 3 músicos (o original são 8 se não me engano) e apenas um dervixe. Mas se não der para ir até a cidade-sede deles (Konya, que fica na Capadócia, ao sul de Goreme e Ürgüp), pode ser um bom programa.

Depois de Istambul

O agente que montou toda a programação pelo interior da Turquia foi o Metin Koca, da Ensemble Travel. No pacote da Ensemble estavam inclusos: todos os trânsfers hotel/rodoviária/hotel, os hotéis (todos com café da manhã, e na Capadócia com 1 refeição), e os tours guiados na Capadócia e em Éfeso.

Capadócia

Pegamos um ônibus noturno na Nevtur de Istambul a Ürgüp (11 horas de viagem). Reservamos duas noites no Hisar Evi Cave Hotel (hotel na caverna) próximo a Uçhisar.

Nosso passeio de balão estava marcado para o dia seguinte. Custa entre 120 e 150 euros, mas conseguimos por 110 euros com a Ensemble Travel. Eles te pegam no hotel às 5h30 da matina, mas vale a pena. Às 8h você volta para o hotel, toma café da manhã, e sai para o tour pela Capadócia, incluindo visita à cidade subterrânea e aos "pombais".

No último dia fizemos outro tour, visitando as igrejas construídas nas rochas e uma loja de cerâmica em Avanos.

Os passeios na Capadócia foram feitos com a Agra Tour. O atendimento era péssimo (fomos mal recepcionadas), mas o guia que nos acompanhou era fantástico!!! O nome dele é Onur Koksuyer.

Pamukkale

De Ürgüp pegamos outro ônibus noturno com destino a Pamukkale. (A cidade maior perto chama-se Denizli.)

Ficamos uma noite no Hotel Koray. Vi num guia que é o melhor da cidade – a cidade é pequena e o hotel, simples, mas agradável.

Atenção: em Pamukkale, não compre a visita guiada aos terraços de travertino e à Hierápolis. Os terraços ficam a 10min de caminhada do hotel (a cidade é pequena), e subindo os terraços chega-se à Hierápolis. Leve roupa de banho para os terraços e a piscina termal em Hierápolis. Dá para fazer os dois em um dia. Fizemos no mesmo dia da chegada, pois no dia seguinte íamos sair cedo para o próximo destino.

Éfeso (Kusadasi)

Pegamos um ônibus logo depois do café da manhã para Selçuk (três horas de viagem).

Ficamos hospedadas duas noites em Kusadasi, num confortável hotel de frente para o mar Egeu, o Pine Bay Marina.  Kusadasi é meio Guarujá, mas é um bom passeio, mar bonito, bons restaurantes, ocidentalizada. Pôr do sol no mar, lindo.

No dia seguinte fizemos o passeio a Éfeso, uma das ruínas mais importantes (senão a mais importante) da Turquia. Ali viveram de 400 a 500mil pessoas.  Foi capital da província romana na Ásia (ou seja, durante o império romano, era a cidade mais importante depois de Roma). Não fica muito longe de Tróia, que nós não visitamos. Dizem que São João Batista, encarregado por Jesus de cuidar de sua mãe após sua “morte”, levou Maria para viver em Éfeso. Não exatamente na cidade, mas numa casa nas montanhas a uns 10 km dali. A Casa de Maria é famosa e pode ser visitada no mesmo dia das ruínas. Leve uma ou mais garrafinhas para trazer as águas que brotam de três fontes no local. Nesse mesmo tour visita-se o museu localizado em Selçuk e o templo de Artêmis (do qual só sobrou uma coluna visível; para o restante é necessário olho de arqueólogo).

No terceiro dia na região passamos o dia em Sirince, uma cidade grega no alto da montanha – pega-se um microônibus em Selçuk (na estação de ônibus), que leva uma meia hora. A cidade é encantadora, pequenininha, não tem carros, e tem várias lojinhas e tendas pelas ruas. Procure pela Igreja (Kilise), e tome algo ou almoce no terraço do Kilise Restaurant – prove os vinhos de frutas que eles fazem lá.

Voltando a Selçuk, pegamos o ônibus noturno para Istambul.

Observações gerais

1) As viagens em ônibus noturno são cansativas. Sugiro gastar um pouco mais e fazê-las de avião, ainda que os ônibus sejam de primeira linha, confortáveis, com banheiro a bordo, café, água, bolinho...

2) Junho já estava muito quente. Somente na Capadócia as noites eram frias, mas de dia muito sol.  Istambul e Selçuk (ruínas de Efeso): muito, muito, muito quentes. Para ir no verãozão, talvez seja melhor ter mais dias, para fazer tudo devagarzinho. (O dia que visitamos as ruínas estava fazendo 43ºC, e não tinha muita sombra, não...).

3) Pelo tour pelo interior, pagamos 450 euros (fora o balão). Os preços começaram em 740 Euros (com deslocamentos de avião), baixaram para 680, depois tiramos os aviões... Esse pacote incluiu: todos os hotéis, todos os ônibus, todos os transfers, os passeios com guia (todos da Capadócia, Éfeso) – os passeios incluíam o almoço, e todos os hotéis tinham café da manhã.

4) O passeio de balão é IMPERDÍVEL – tem que ir, ainda que custe caro. Vale cada centavo.

5) Lugares aonde não fui, mas acho que merecem ser visitados: Ankara ( a capital, afinal de contas...), Tróia, e um cruzeiro de 4 dias no Sul, próximo a Olympus. Também ficaria mais dias na Capadócia, para fazer as trilhas que dava para ver do balão.

6) Li num dos guias que quanto mais a leste e para o interior do Mar Negro, o país vai ficando menos turístico (tanto na infra-estrutura quanto na quantidade de turistas) e o islamismo é mais sentido. Por onde andamos, não era necessário cobrir a cabeça, com exceção das mesquitas. Também usamos shorts, camisetas regatas, sem problemas. E a região Leste do país não é das mais tranqüilas politicamente.

7) Quanto ao assédio dos homens: nada grave, mas acontece.  No primeiro dia entramos numa loja no Grande Bazar e o vendedor ficava se encostando no meu braço, pegando pela cintura para conduzir o meu olhar a outras coisas. Demorei a perceber que aquilo era uma forma desrespeitosa (tenho certeza que ele não faria isso com uma turca), pois nós, latinos, estamos acostumados ao contato físico, e encostar o braço realmente não me incomodava. Comecei a achar estranho aquela mãozinha boba na cintura. Depois disso fiquei mais esperta, mas nem todos são assim. Eles gostam muito de conversar, e acho que para eles também é algo inusitado, as nativas não ficam dando trela.  Eles adoram o Brasil e o futebol brasileiro. Alguém com alguma cultura futebolística (a minha é nula) vai fazer mais sucesso, seguramente.

Obrigadíssimo, Carla!

Leia também:

348 comentários

CarlaZ
CarlaZPermalinkResponder

Sabia que esse post ia sair logo!!!
Riq eu já vi um monte de coisas, mas não sei se já indico ou deixo pra depois (ou se acho na minha zona de favoritos hehehe)
Aonde também tem muita coisa de Istambul é no Drieverywhere (drieverywhere.eplixo.net)
Eu ia falar justamente desse Turkey Travel Planner, é ótimo, mesmo sendo um pouco difícil de navegar.

Ricardo Freire

Dri devidamente editada, obrigado.

Olha só: não acho a navegação do TTP confusa não, pelo contrário! O site é inteiro hiperlinkadinho por dentro, você dificilmente precisa voltar a um menu para se situar!

CarlaZ
CarlaZPermalinkResponder

Acho que foi por isso que achei ruim...nuca sei da onde eu vim e pra onde voltar hehehe
O e-mail do Metin que usei foi info@ensembletour.com mas achei ele meio ruim de roda e me cobrou o dobro do que acabei fechando e com 3 trechos de avião!

CarlaZ
CarlaZPermalinkResponder

E as fotos do Arnaldo de istambul? Não pode esquecer por nada!

Sylvia
SylviaPermalinkResponder

Este passeio de balão está na minha lista como um muuust grin (pendente )
Tem uma outra alternativa para os dervishes -derviches - dervish - que é na estação de trem http://www.istanbullife.org/whirling-dervish-ceromony-sirkeci.html

CarlaZ
CarlaZPermalinkResponder

Estou tão ansiosa pro balão que tenho até medo de não conseguir ir...

Carla2
Carla2PermalinkResponder

Carlinha, procure marcar o passeio de balão para o primeiro dia na Cappadócia. Assim, se acontecer de não poder fazer, devido a condições metereológicas, vc ainda pode tentar no dia seguinte. No mesmo hotel que eu estava estavam 2 argentinas que deixaram o balão para o dia seguinte: não foram, não tinha condições. Eles devolvem o $$, mas não vale a pena perder o passeio.

Emília
EmíliaPermalinkResponder

Sylvia, eu assisti em Sirkeci e gostei muito. Dizem que o melhor é ainda assistir no Mosteiro Mevlevi, em Galata, mas quando fui ele estava em reformas e não havia cerimônias.
Outra alternativa (que não testei), é entrar em contato com o pessoal da Les Arts Turcs (www.lesartsturcs.com) e tentar agendar uma visita a um mosteiro fora da cidade, com pouquíssimas pessoas atendendo à cerimônia. Mas não é algo com dia certo então é difícil se planejar.

Sylvia
SylviaPermalinkResponder

Quanto ao assédio , eu vejo extamente da mesma forma que a negociação de preços : é um traço cultural , neste caso , um exercicio do poder da sedução wink

Malu
MaluPermalinkResponder

Riq, vc pode me indicar o site da companhia de ônibus em Lisboa? Meu médico me pediu um help pois não encontrou um horário de trem, Lisboa-Fátima-Lisboa, compatível com seu retorno ao Brasil e quer tentar o ônibus. Não encontro nada no Google e ele precisa saber os horários dos ônibus nesse percurso.

Malu
MaluPermalinkResponder

Desculpe, o resto da mensagem não entrou. Era só para agradecer as dicas.

Ernesto, o  pato

Carla

Muito legal a viagem, valeu!

Paula Bicudo
Paula BicudoPermalinkResponder

Carla, que bacana esse post. Sabe que a Capadócia e a Turquia estão em posições privilegiadas na minha Wish List, então eu agradeço as dicas desde já. Sabe que o meu pai, que é um profundo conhecer da Biblía e católico fervoroso se emocionou muito com a casa de Maria ao visitá-la. Deve ser um lugar santo sim. Mas achei meio complicada a logistica da viagem, hahaha. Cettamene precisa de muita programação. De qualquer forma, parabéns pelo post.

Malu
MaluPermalinkResponder

Obrigadíssimo Riq. Já repassei a informação para o meu médico.
Carla, que viagem legal! Demais!!!

ig
igPermalinkResponder

flying high in capadócia:

http://is.gd/1FmTY

[ ]s

ig

Ricardo Freire

Uhuuu!

Carla2
Carla2PermalinkResponder

Ai, agora é que o Tommy não desencorpora mesmo!!! rsrs
E tem a querida Mari Campos postando de Istambul lá no http://viajeaqui.abril.com.br/blog/saia-pelo-mundo.shtml

Paula Bicudo, Sylvia, tem que ir mesmo - eu sei que tem vários lugares no mundo que são imperdíveis, mas se a Turquia ja faz parte da "wish list", comecem a programar! Paulinha, a logística não é complicada não, quando vc começar a se prepararpara a viagem grita help que a gente ajuda!

Ernesto, vc ia ficar orgulhoso de mim se me visse negociando a altura com os turcos!! Praticamente uma patinha econômica!!

Emília
EmíliaPermalinkResponder

Patinha econômica, rs...ótimo!

CarlaZ
CarlaZPermalinkResponder

Carla viu só...seu super e-mail agora é post! Eu já li taaaantas vezes o e-mail que já sabia tudinho...foi minha grande inspiração para montar o roteiro!

Carla2
Carla2PermalinkResponder

Ai, vou ficar corada!! eekops:

Ernesto, o  pato

Oba, estou fazendo escola!

Agora, na Turquia é assim mesmo, tem que gostar de pechinchar, é algo cultural....

Ernesto, o  pato

Legal saber que estamos influenciando - bem - a comunidade!!

E, a pechincha na Turquia é cultural, eles chegam até mesmo a se ofender se voce não der uma barganhada...

Eu fui, adorei e um dos lugares que eu gostaria de voltar... Achei nota 10 em termos de história, hospitalidade, simpatia do povo, além dos preços serem bem mais em conta do que na Europa.

Emília
EmíliaPermalinkResponder

Carla...perfeito o teu post, moça! Super detalhadinho e cheio de dicas bacanas. Meu deu mais vontade ainda de um dia explorar o interior: a Capadócia é um lugar sério na minha lista de lugares 'must go'.
Tem algumas coisas incríveis no interior...me lembro especialmente de uma região montanhosa ao leste próxima ao Mar Negro, Kaçkar, que eu vi numa revista da Turkish. Paisagens fantásticas! E Kars também atiçou a minha curiosidade depois de ler 'Neve', do Orhan Pamuk. E o Lago Van! Ai, ai...
Tem um site bacana com fotos de lugares menos explorados: http://www.tulpart.com/

Dri - EveryWhere

A Turquia eh um desses lugares que voce tem que voltar inumeras vezes ao longo da vida...
Me doi o coracao ler todas essas dicas e pensar que soh fui a Isntanbul!!

Mas tudo bem, eh a desculpa perfeita pra voltar mais vezes!

Abs
Dri Miller

Mari Campos
Mari CamposPermalinkResponder

Gente, e nao eh que o megasuperhiperultra arquivo da Carla2 rendeu um suuuuuper post??? Arrasou, pode ficar Tassia mrgreen

Essas dicas e as da Emilia (que suuuper pacientemente me ajudou a escolher hotel rs) e aqueles posts de fotos taaaaaao inspiradoras do Arnaldo me ajudaram super a viajar por Istambul. Eu amei tanto, mas tanto, que ja estou planejando voltar com tempo - e espaco na bagagem mrgreen - para fazer esse roteiro todinho, incluindo os outros lugares maravilhosos que a Turquia tem.

Mirella
MirellaPermalinkResponder

Ai que post tentador.... Super viagem....
A Turquia é um desses lugares que eu estou doida para conhecer...
E a foto é de matar!!!

Mirella
MirellaPermalinkResponder

Riq ou Galerinha,
Alguém por acaso tem alguma dica de onde ficar nas Rochosas?!
Seguinte... terei somente 2 dias e meio para curtir Banff e região na primeira semana de Agosto, é pouco, eu sei, mas melhor isso que nada, né?
A pergunta é... onde ficar para aproveitar mais? Banff ou Lake Louise ou ...???
Reservei esse hotel em Banff, Delta Banff Royal Canadian Lodge, mas quanto mais eu leio onde ficar, menos eu sei... pois quando os Canadenses ou Americanos dizem que Banff é muvucado no verão, eu não sei ao certo o quão animado é isso e se isso é chato ou legal...
Enfim... qualquer dica será mais que bem vinda.
Obrigada!!!

Alessandro A.
Alessandro A.PermalinkResponder

Excelente dicas! Nunca fui a Turquia, mas tenho muito vontade de conhecer. Já guardei tudo para uma futura viagem.

Carla2
Carla2PermalinkResponder

Dri, eu também penso assim quando não dá para fazer algo numa viagem: não tem problema, mais um motivo para voltar!!

Emília, obrigada! Você sempre ultra gentil!

Mari, na sua volta à Turquia vai ter um espacinho na mala p/mim? mrgreen

Silvia Oliveira - Matraqueando

Achei sensacional o relato. Estive em Istambul em 1999 (numa viagem de 30 dias que incluiu Egito e Israel). Mas como a Internet era dinossáurica e ainda não existia essa comunidade, deixei de fazer muita coisa... nem foto decente trouxe de lá. Agora planejo voltar com meu marido, que ainda não conhece a Turquia e fazer um tour só pelo país. As dicas vieram a calhar! Brigadim!

Marcio Nel Cimatti

Uau!! Que imagem, que lugar!!!

Fiquei com vontade de fotografar em Pamukkale

Carmem
CarmemPermalinkResponder

Ainda não li TODAS as dicas da Carla, mas já vou colocando as minhas. Estive por lá em 2004.
http://deunstempospraca.blogspot.com/search/label/turquia

Ricardo Freire

Incluído, Carmem!

Rafael R.
Rafael R.PermalinkResponder

Pessoal,
Também estou indo em setembro pra Turquia, em um roteiro bem similar a esse.
Alguém tem algum hotel em especial para me sugerir em Istambul? Queria poder seguir a recomendação do Arnaldo, mas tá fora do budget. Mesmo assim queria um hotel bacaninha.

Ricardo Freire

O Witti http://www.wittistanbul.com/ e o A'jia http://www.ajiahotel.com/ estão tanto na seleção do Mr. and Mrs. Smith quanto na do Tablet Hotels; o Tablet anuncia os dois a menos de 200 euros http://www.tablethotels.com.br .

Os dois estão à beira do Bósforo, então não sei o que isso atrapalha nos deslocamentos.

Em Sultanahmet, pesquei o Ibrahim Pasha no Concierge.com http://www.ibrahimpasha.com/ .

Emília
EmíliaPermalinkResponder

Riq, metendo a minha colher no meio da mistura: o A'jia é liiiindo...eu o vi por fora quando o ferry estava se aproximando da parada em Kanlica. Mas eu achei bem fora de mão, pois além de estar no lado asiático, fica mais ou menos no meio do Bósforo. Mas eu adoraria me hospedar na beira do estreito numa próxima vez, a paisagem é maravilhosa...
E gostei bastante da localização do Witti! Não sei como são os arredores, mas fica bem perto da Sultanahamet, para turistar, e do lado de Beyoglu e dos outros bairros mais 'in' para comer e sair à noite. Muito bonito o hotel também.

Ricardo Freire

Uia! Bom saber!

Rafael R.
Rafael R.PermalinkResponder

Muitíssimo obrigado pelas dicas pessoal.

luis r.
luis r.PermalinkResponder

há uns 2 anos, fiquei num hotel muito bacana e charmoso em sultanahmet, o empress zoe http://www.emzoe.com . localização é dez, bem perto do Four Seasons mas com preços muuuuuuito mais camaradas, vista bestificante no terraço, café da manhã no jardim, quartos com decoração "étnica"... vale cada euro (acho q uns 100 por casal)

Ricardo Freire

Também vou muito a cara desse hotel, Luis!

luis r.
luis r.PermalinkResponder

smile q legal! curti mt, mesmo na primeira noite, em q fiquei num quarto single + baratinho (ele era triangular, e tinha o banheiro no corredor (só meu, com chave particular, mas fora do quarto...). se ñ me engano, tem uma foto feita a partir do terraço do hotel, ultraemblemática, q abre ñ sei q guia, acho q aqueoe visual, q a folha republica.

Emília
EmíliaPermalinkResponder

Luis, fiquei muito chateada por não ter conseguido o Empress Zoe...tentei reservar com 6 meses de antecedência e já não tinha os quartos que eu queria.
Mas bom saber que foi testado e aprovado!

Patsy
PatsyPermalinkResponder

Carlinha, adorei!!! Super post!!!! Muitas dicas.
Esse é um país que nunca me atraiu de imediato, quem sabe mudo de idéia.

Olha o que eu lembrei.... café da livraria cultura, noite de autografos da Mari, você contando dessa história e eu a Liciana+Emilia rindo muito, mas muito, eu acho que fiz alguma brincadeira e estavamos todas alegres grin

lol
lembro direitinho, parabens,beijo moça! Saudades.

Malu
MaluPermalinkResponder

Sylvia, super obrigada pela dica. Meu médico acha o máximo esses meus amigos do VnV. Sou muito feliz por fazer parte dessa comunidade; vcs são o máximo!!!! lol

Carmem
CarmemPermalinkResponder

Ah, já li TUDIM...
Recordar é viver.
E quando fui nem ouvi falar do tal passeio de balão...

Isabel O., Portugal

Entre tantos posts não reparei se alguém falou num programinha nocturno curioso em Istambul - ir ao Pera Palas Hotel (construido para alojar os passageiros do Orient Express em 1892). Disse nocturno porque de dia já há tanto para fazer...
Os porteiros ao ver-nos olhar para o edifício levam-nos em visita guiada, esperando recompensa. Lá se conservam as suites da Agatha C, do presidente Ataturk... está velho mas faz parte daqueles hóteis míticos de todas as cidades. Fica perto de uma rua comercial cheia de boas pastelarias e muito animada à noite - Istikal Caddesi. (Zona de Beyoglu).
Eu sei que gostam de viajar de forma independente mas para quem n se importe de andar em grupo (ou queira mandar os pais), e quiser partir de Portugal, eu fiz um circuito que correu muitissimo bem, com um bom guia a falar português. O preço é muito acessível e andei por todos os locais que abordaram por aí. A agência é Pachatours.
Ainda em relação ao vestuário... Na primeira localidade onde parei para ver monumentos (Bursa)fizeram-me vestir uma saia meio nojenta e mal-cheirosa onde cabiam duas (sou minúscula), porque o meu vestido estava dois dedinhos acima do joelho. Para a parte de cima tinha levado um lenço/écharpe. A partir daí calças daquelas que se transformam em calções porque é um país muito quente.
Estou a um dia de ir correr França de carro. Levo as vossas indicações da Bretanha, Normandia(sim, dormirei dentro do M Saint-Michel conforme tantas recomendações, mas gostaria de mais qualquer coisinha sobre as praias do desembarque) e Vale do Loire.
Mas tenciono correr muita catedral gótica e vamos entrar por zona menos badalada por aqui - o Périgod Noir, onde se produz o fois-gras, se colhem as trufas. Vamos ficar na região de Sarlat-la- Canéda e fazer o vale do rio Dordogne. Por tudo o que li parece ter muito potencial para quem gosta da época medieval. Tb aí se situam as grutas de Lascaux, cujas pinturas rupestres estão em tudo o que é livro de História. Depois conto se vale a pena.

Ricardo Freire

Isabel, minha passagem por Istambul, há dez anos, foi meteórica -- e ainda assim tive tempo de cometer um erro grave: em vez de ir ao Pera Palas, fui jantar no Çiragan, que já deve ter sido um palácio mas se tornou um hotel de luxo totalmente sem sal (pelo menos estava assim em 1998).

Da minha experiência, também curta, pelo Loire, ano passado, te recomendaria pegar a direção de Villandry num dia bonito, para ver o jardim em seu momento mais espetacular.

Dos outros castelos cheios de estrelas no Michelin verde, visitei Blois, Chambord e Chennonceaux (em ordem crescente de "uau!"). Não entrei em Amboise nem em Azay-le-Rideau, e não senti falta; se tivesse tido mais tempo, teria me dedicado a seguir as placas para os castelinhos menores e obscuros -- nem tanto para entrar neles, mas para apreciar a paisagem e os vilarejos das estradinhas, que sempre são mais interessantes do que os das estradas mais importantes que levam aos castelões...

Bon voyage!

Emília
EmíliaPermalinkResponder

Isabel, no meu dia em Beyoglu segui para o Pera Palas, mas ele estava em reformas...estive lá em outubro do ano passado mas deve continuar por um tempo. Acho que o guarda da obra deve ter visto a minha cara de desapontamento pois me permitiu dar uma olhadinha no lobby. Se restaurarem com propriedade, vai ser um espetáculo!
Sobre as praias do desembarque, eu me lembro de ter visitado algumas ruínas ao longo da costa, mas um lugar interessante é Arromanches, com o museu do desembarque e restos do porto artificial que podem ser vistos da praia. Omaha beach é também ponto obrigatório, com o cemitério americano. E se tiver interesse, vale a pena ir a Bayeux, tão pertinho, ver a tapeçaria: http://www.tapisserie-bayeux.fr/
Já o Périgord...que invejinha! Essa é a região que eu mais adoraria conhecer em profundidade, uma área riquíssima...Se vc tivesse mais tempo, indicaria um guia muito interessante sobre a região, mas não deve ser muito fácil de encontrar: http://www.cadoganguides.com/guide.asp?BID=53&Dest=France
Bem, só posso te desejar boa viagem e depois pedir que nos conte tudo grin

Joana
JoanaPermalinkResponder

Ai que pena que esse post chegou com 3 meses de atraso pra mim... queria mt ter ido a outras cidades da Turquia que não só Istambul, mas como planejei tudo super em cima da hora (20 dias antes de embarcar ainda não tinha passagem!) não tive mt tempo de pesquisar. Essas informações de deslocamento, hotel, cidades no interior não são tão simples de achar - obrigada pelas dicas preciosas, meninas! Vou guardar pra próxima viagem à Turquia!

deiatatu
deiatatuPermalinkResponder

Eu me decepcionei muito com Tróia. Depois de Éfesus, é díficil depois se impressionar muito. Infelizmente muito de Tróia nao está mais ali e há também muitas excavacoes ainda.

Cristina
CristinaPermalinkResponder

Patsy, fico aliviada que não sou a única - "Esse é um país que nunca me atraiu de imediato, quem sabe mudo de idéia".

Carla2 esse post tá realmente show - tô quase incluindo na minha lista "um dia eu vou".

Interessante que Egito e Grécia sempre foram ou são must go...

wink

Carla
CarlaPermalinkResponder

Eu estou com vocês, meninas, a mim também a Turquia nunca atraiu de imediato, como vários outros lugares também... Mas acho interessante como, conforme vou lendo os relatos de quem esteve lá, e vejo as fotos, começa a brotar uma vontadezinha...

Carla, parabéns pelo post!!! wink

CarlaZ
CarlaZPermalinkResponder

Sabe que a Turquia também não me atraia...mas acho que me conquistou na hora certa...na hora que estava pensando no destino da próxima viagem...então acabou "furando a fila" de tantos destinos de sonhos antigos...

Carla2
Carla2PermalinkResponder

Obrigadíssima, xará!!

Mari Campos
Mari CamposPermalinkResponder

Rafael, eu fiquei no Acra Hotel http://www.acrahotel.com e simplesmente adorei tudo. Peguei uma promocao otima na edreams, em que o quarto saiu por menos da metade do preco oficial do hotel.
Eu conto algumas coisinhas aqui, se interessar:
http://viajeaqui.abril.com.br/blog/hotel-acra-istambul-testado-aprovado-182353_comentarios.shtml?7536578

Ricardo Freire

Acrescentei à lista, Mari! Quando é que o ViajeAqui vai instalar a ferramenta nova? É impossível linkar grupos de posts...

Isabel O., Portugal

Acabei de escrever um post grande e acho que perdi... A Net prega partidas chatas.
Agora só um resumo, pois estou a fazer malas.
Queria agradecer as dicas e os votos de boa viagem.
A Turquia realmente vale a pena porque o que tem para mostrar é muito diversificado, até do ponto de vista geológico. As mesquitas são lindas e visitáveis.
Até ao fim de Agosto...

ig
igPermalinkResponder

+ 1:

Grand Bazaar:

[6mb, melhor com fones de ouvido]

http://is.gd/1HALM

[ ]s

ig

Sônia Regina Fernandes da Costa

Gente,

acabei de chegar da Turquia.
a Turquia é maravilhosa!!!
paisagens como as cavernas da Capadoccia, as piscinas e cascatas de calcário de Pamukale, as ruinas de Éfeso valem qualquer viagem.
só tive problemas em Istambul com a agência que nos recepcionou e conhecemos muito pouco dessa cidade que me pareceu sofisticada, intrigante, interessante, meio mágica... terei que voltar!!!

bjs

sônia

CarlaZ
CarlaZPermalinkResponder

Oba! Você falou exatamente de tudo do meu roteiro! Vou em 22 dias!!! smile

CarlaZ
CarlaZPermalinkResponder

Oi Riq e trips, estava precisando de mais uma ajudinha...
Ainda não consegui entender direito esse passeio no Bósforo...eu vi que tem várias empress que fazem esse passeio e que dá pra fazer por conra...mas parece meio uma barca Rio-Niterói, é isso mesmo?
Será que alguém consegue dar o caminho das pedras?
Queria ir nesse castelo que a Carla falou...

Ricardo Freire

Parece ser isso mesmo, Carla. Pode-se fazer um passeio organizado ou simplesmente pegar o ferry de linha.

http://www.istanbul.info.tr/on-arrival/131-getting-around-by-boat.html

http://www.tripadvisor.co.uk/ShowUserReviews-g293974-d295190-r24380278-The_Bosphorus-Istanbul.html
(leia a primeira resenha)

CarlaZ
CarlaZPermalinkResponder

Valeu! Estou me entendendo melhor!

Emília
EmíliaPermalinkResponder

Carla, eu pesquisei o preço dos tours vendidos nas agências (cerca de 50 euros) e achei muito salgado comparado com os da IDO (ferries) (acho que eram 30 YTL). Fora que o circuito é mais restrito e o esquema um pouco excursão demais.
Eu escolhi ir até o Mar Negro, visitei o castelo, voltei de ônibus até Kanlica, onde almocei num lugar chamado Hivad Kasri (ou algo assim), um palacete art nouveau com um bom restaurante e vista e voltei ao pier a tempo de pegar o ferry de novo smile E não terminei em Eminonu, a última parada, mas desci em Besiktas e peguei um outro ferry para atravessar o estreito até Uskudar.
É um barcão com cadeiras um pouco desajeitadas, mas nada que impeça o aproveitamento do passeio wink

Rafael R.
Rafael R.PermalinkResponder

Carla, gostei muito da idéia do Arnaldo, de ir de barco e voltar por terra.
https://www.viajenaviagem.com/2009/07/turquia-as-dicas-da-carla-tolosa/#comments

Que dia você embarca?

Joao
JoaoPermalinkResponder

Carla,

Os terracos de Pamukkale estao secos???Li relatos super decepcionantes no Tripadvisor...vc pode me confirmar.

Sofia
SofiaPermalinkResponder

Eu também li em vários lugares que os terraços estavam secando. Mesmo assim decidi visitar o local. Acabei de retornar da Turquia e posso dizer que é um lugar incrível.
As águas dos terraços são controladas por registros. No topo do lugar dá para ver vários pontos registros de água. Os administradores do lugar abrem e fecham conforme entendem onde deve-se formar aquelas peças de calcário. Se eles não abrem a torneira para soltar a água, acabam ficando secos. Mas pode ter certeza de que onde eles abrem o visual é único. É bem a da foto da Carla.

Andrea
AndreaPermalinkResponder

Oi, pessoal!

Eu e meu marido estamos com a intenção de fazer uma viagem à Grécia e Turquia. Como não temos muito tempo e não temos experiência em viagens internacionais (preferimos conhecer um bocado do Brasilzão antes de nos aventurar além das fronteiras), estamos achando melhor comprar um pacote.

Vimos um no site da Agaxtur de 11 noites contemplando Atenas, com um pequeno cruzeiro (creio que pelas ilhas mais próximas)e algumas cidades da Turquia (Istambul, Ankara e Capadócia). Gostaria da opinião de vocês, de saber se apesar de compacto, vale a pena fazer.

Também gostaria de saber se vocês tiveram problemas de comunicação por lá. O pessoal fala inglês ou espanhol? Dá prá gente se virar?

Um abraço e obrigada!

Andrea

Ricardo Freire

Informe-se com a Agaxtur se o grupo é formado só por brasileiros ou se ela está vendendo lugares de um passeio organizado por terceiros. Eles também vão informar se o(s) guia(s) fala(m) português ou espanhol. (Acredito que no mínimo vão falar espanhol.)

Na rua você dificilmente vai encontrar quem fale espanhol, mas quem lida com turista vai falar um inglês básico. Em qualquer lugar do mundo onde haja turistas os vendedores e taxistas no mínimo sabem dar preços em inglês. No Brasil não é assim porque aqui o turismo internacional é praticamente inexistente; o mercado doméstico é que manda. Nos outros países eles precisam se adaptar aos turistas, e fazem isso com competência.

Você vai ver que viajar não é um bicho de sete cabeças. Sempre vai acontecer algum mico, mas normalmente são inofensivos e dão boas histórias na volta.

O roteiro da Agaxtur é enxuto, e isso é uma qualidade. A praga das excursões são os roteiros picados demais, em que você passa mais tempo no deslocamento do que nos lugares que foi visitar, só para dar a impressão de que você "conheceu" 360 lugares em 6 dias.

Rosa
RosaPermalinkResponder

Andréa, achei o pacote bem interessante e com preço atraente. Eu procuro viajar desempacotada, mas me interessei por esse pacote. Pena que é só até junho. Eu estou procurando um roteiro para o 2º semestre.

Ricardo Freire

Provavelmente a tabela de preços é até junho, ou haja uma interrupção na alta temporada julho/agosto. Informe-se com a operadora.

Andrea Jaguaribe

Oi, Ricardo!

Mais uma vez obrigada por sua atenção e rapidez nas respostas, o que achei muito legal.

Já temos o hábito de viajar pelo Brasil e curtimos muito conhecer bem os lugares, caminhar bastante e procurar as coisas peculiares de cada um. Por isso, quando viajamos, não ficamos presos ao roteiro do pacote e buscamos fazer o que temos vontade e com calma. Foi assim que descobrimos, por exemplo, a cidade de Penedo, em Alagoas, que não consta em nenhum pacote e é maravilhosa!

A coisa que mais detestamos é o tal do "passeio panorâmico": mal viramos o pescoço e a atração já se foi, sem que possamos explorá-la como se deve. Que frustração!

Por isso queríamos saber se o pacote da Agaxtur valia a pena. Não temos a expectativa de conhecer tudo ao mesmo tempo, porque ao final você viu tudo e não conheceu nada, mas de conhecer bem o que for relevante e dentro do possível.

Agora ficamos numa dúvida cruel: Aruba e Curaçao em maio ou Grécia e Turquia em Junho? Ai, que dilema! O que vocês fariam? Aceitamos sugestões!

Um grande abraço e um agradecimento especial à Rosa pelo comentário sobre o pacote! Espero que você consiga ir no 2º semestre!

Ricardo Freire

Os passeios em grupo são objetivos, não tem jeito.

Viajar por conta própria é muito melhor. Como você pode ver no texto da Carla, dá para conseguir assistência local em lugares mais difíceis, como a Capadócia.

Andrea Jaguaribe

Sem dúvida, viajando por conta própria a gente faz o que acha que deve e é muito melhor! Vamos analisar bem essa possibilidade e com as dicas fica bem mais fácil.

Um abraço!

Tamara
TamaraPermalinkResponder

Olá, Ricardo! Sou fã do site e sempre q viajo dou uma passadinha por aqui para ver as "boas" do lugar, pegar dicas e tal, mas estou em pleno dilema turístico e queria recorrer à sua experiência.
Me caso no final de setembro e estamos pensando em ir para a Grécia na lua de mel (finzinho de setembro e começo de outubro).
Começamos a desenhar um roteiro Atenas - Mykonos - Santorini para nove dias, mas estamos assustados com as movimentações políticas e econômicas no País. É um momento muito importante para mim e meu noivo e não queremos nos arriscar a viver um caríssimo programa de índio, nem passar perrengues por lá.
Nossa alternativa é Caribe. Não conhecemos Curaçao e Aruba então, se descartarmos mesmo a Grécia, escolheríamos esses destinos.
Queria saber sua opinião: vc manteria a Grécia mesmo nesse momento delicado do País?
Sei q é um pouco futurologia, q não tme como prever o q vai acontecer nos próximos meses, mas queria algum conselho.
Obrigada desde já

Ricardo Freire

Tamara, no que se refere ao turismo não há problema nenhum na Grécia, magina. Não confunda as manchetes do noticiário com a vida real. Mas eu não sei se iria no começo de outubro pras ilhas não, talvez as chuvas já tenham começado.

A época de chuvas em Aruba e Curaçao vai de outubro a dezembro. Essa época de chuva é bem menos chuvosa do que as épocas secas que conhecemos no Brasil, mas sempre é bom avisar porque talvez você perca algum tempo de praia.

Outubro e novembro são ótimos para o Nordeste.

Lisa
LisaPermalinkResponder

Oi Ricardo,

Vou para Istambul, Mikonos e Santorini em junho com minha mãe e irmã, estou muito confusa em procurar hoteis, pois não sei quais são os melhores locais para ficar hospedada. Isso, principalmente nas ilhas...Vocë pode me ajudar?!?
Em Istambul olhei o hotel W, que sempre é bem localizado, mas estou procurando alguma coisa um pouco mais em conta...Já que são muitos dias.
Outra coisa, termino a viagem em Paris, e quero muito ficar em Saint Germain, sabe de um hotel bacaninha e no meio do burburinho?
Abs, Lisa

Ricardo Freire

A melhor localização em Istambul é Sultanahmet.
Além das dicas deste post, veja as dicas da Emília em http://aturistaacidental.wordpress.com.

Nunca estudei direito os hotéis de St Germain, o bairro não é muito a minha praia. É possível isolar regiões da cidade em sites de resenhas como o http://www.tripadvisor.com .

Lisa
LisaPermalinkResponder

Nossa Ricardo, muito rapido vc!!!!
Brigadão. Vou olhar agora mesmo.
Sobre Paris a ultima vez fiquei em Saint Germain e gostei muito, isso faz 2 anos. Qual a sua dica?
Mais uma vez brigadão

Ricardo Freire

Volte pra lá, então. Eu também costumo me hospedar de novo em regiões de que eu gostei.

Ana
AnaPermalinkResponder

Oi Ricardo!! Acabei de voltar da Capadócia e estou escrevendo para acrescentar algumas dicas - melhor cidade para se hospedar Uchisar que fica à 20 min do aeroporto de Nevsehir (passagem aérea de última hora $270,00 na Turkish airlines mas dá p comprar mais barato com antecedência,meus amigos turcos/franceses me disseram que a passagem pode sair 60 a 100 dolares dependendo do dia da semana,de onibus demora cerca de 11 horas!!!)
Uchisar é uma cidade turística mas com características únicas- não tem muita lojinha (não é permitido),a lingua de turista é francês porque tem muito turco que mora na França e no verão na terra natal.Dá para fazer visitas em todas as cidades de onibus urbano - 2 liras turcas cerca de 1,70 real.A população é muito amistosa,diferente de Istanbul. Em Uchisar tem um guia maravilhoso chamado Mustafa(é fácil de encontrar usa cabelos longos,muitos colares e é muito conhecido na cidade porque nasceu lá)que te leva por trilhas incríveis onde existem igrejas do século V inacreditáveis.É preciso caminhar para conhecer os melhores lugares mas vale cada passo... Bom é isso. Um abraço - gosto muito do seu viajenaviagem.

Ricardo Freire

Obrigadíssimo, Ana!

Georgia
GeorgiaPermalinkResponder

Riq e trips, se alguém puder ajudar, gostaria de uma opinião sobre hotel em Istambul. Já li alguns depoimentos de que ficar perto do Bósforo é bom porque tem uma vista linda. Por outro lado, já vi o comentário de que pode ser beeem escuro à noite. Na minha pesquisa encontrei o hotel Amira em Sultanahmet que é lindinho mas fica muito pertinho do Bósforo. Vou ficar 8 noites em 2 períodos de 3 e 5 noites. Gostaria de saber a opinião de vcs a respeito da localização, principalmente. Fiquei pensando se Sirkeci seria mais adequado para explorar os outros pontos fora de Sultanahmet. O que vcs acham? Recebi do hotel Amira um rol de restaurantes indicados. Se alguém quiser eu posso mandar. (Quando fui para BsAs o hotel Mine me forneceu também um guia de restaurantes muito parecido com as indicações dos Destemperados. Então, quero acreditar que o guia do Amira também será interessante.)
Vou também para a Capadócia e fiz minhas reservas com uma agência local bem recomendada pelo TTP e pelo TA. Se alguém quiser uma indicação também posso fornecer o endereço. Obrigada a todos.

Ana
AnaPermalinkResponder

Georgia
Restaurante em Istanbul - Kosebasi Nisantasi end. Bronz Sok. 5 -comida da Anatolia muito boa,local agradável e muito bem servido.Não deixe de ir.
Reina Istanbul - Mualim Naci Ca. 54 fone 2595919 - IMPERDÍVEL fica na beira do Bósforo num bairro muito transado.

Georgia
GeorgiaPermalinkResponder

Ana, obrigada pela dica! Já tinha visto algo sobre o Reina. Vou lá sim!

Clarice
ClaricePermalinkResponder

Olha só Georgia, estou "botando" muita fé no Hotel Amira. Reservei quatro noites em setembro. Gostaria muito se pudesses me dar teu e-mail para trocar idéias.

Georgia
GeorgiaPermalinkResponder

Oi Clarice!
Anota aí: q ponto georgia arroba gmail ponto com

yara xavier
yara xavierPermalinkResponder

Andrea,

Creio que vc já foi viajar, mas meu comentário vale para todas as pessoas que estão pensando em ir para a Turquia. A única dificuldade que eu tive com o idioma foi quando a minha mãe pegou a mala errada na esteira de bagagem e só percebeu isso quando chegamos no hotel. Mas, graças a gentileza no consergiere, a recuperamos sem problemas. Ele escreveu um bilhete,em turco, claro, e lá fui eu ao aeroporto. Mostrei para um guarda na entrada, ele riu e me levou até outros 3 companheiros já dentro do aeroporto. Mostrei o bilhete para o primeiro deles e este também riu. Este mostrou o bilhetepara o que parecia ser o chefe, que ao ler, ficou furioso. Com gestos impacientes, me levou até o local onde estavam as malas perdidas. Recuperei a bagagem da minha mãe e a minha paz. Mas, até hoje, guardo o bilhete na esperança de encontrar alguém que entenda turco para traduzi-lo para mim.

Ricardo Freire

Põe no google translator!!!! Alguma coisa vai sair...

Ou escaneia/copia e manda pra mim no xongas arroba gmail ponto com que eu ponho aqui e aparece alguém na certa!

yara xavier
yara xavierPermalinkResponder

Legal! Vou tentar escanear - vai ser mais divertido ver a galera ajudando. Digo tentar, porque eu nem sei mais onde fica o scaner na agência. Bom eclipse para você.

Vanessa
VanessaPermalinkResponder

Pessoal,
alguem tem mais alguma recomendacao de agencia de viagem na Turquia.
Vamos para la em agosto e eu preciso fechar o roteiro/pacote.
Nao estou conseguindo contato com esta agencia que a Carla2 indicou.
Carla, vc fechou tudo antes ou so em Istanbul?
Obrigada,
Vanessa

Ricardo Freire

Veja no Turkey Travel Planner http://www.turkeytravelplanner.com/

Agosto tá BEM em cima da hora. Meia Europa vai pra Turquia nessa época.

Georgia
GeorgiaPermalinkResponder

Vanessa, tenta a Rock Valley. Escrevi para eles e fechei o meu roteiro para outubro numa rapidez incrível. A agência é bem recomendada no tripadvisor e no TTP. Também tentei as que o Riq indicou aqui no blog mas uma delas não respondeu a 2 e-mails e a outra não tinha (pelo menos anunciado no site) o que eu queria. Na Rock Valley me responderam no mesmo dia com um roteiro detalhado. fechei com eles um pacotinho para Capadócia Pamukkale e Efeso usando avião para todos os trechos. Eu os achei muito atenciosos e profissionais. Consegui com eles o que não consigo aqui em uma agência de turismo ao lado da minha casa onde já sou cliente. Aliás, preciso que alguém me indique um bom agente de viagem. Se precisar de alguma dica é só perguntar. O e-mail da Rock Valley é info@rockvalleytravel.com. Entra no site pra vc ver.

Atenção: Os comentários são moderados. Relatos e opiniões serão publicados. Perguntas serão selecionadas para publicação e resposta. Entenda os critérios clicando aqui.
Bóia de férias. Só voltaremos a responder perguntas que forem postadas a partir de 3 de junho. Relatos e opinões continuarão sendo publicados.
Cancelar