Cancún, Playa del Carmen ou Tulum? Todos! (Por Érica de Paula)

Ricardo Freire
por Ricardo Freire

Tulum, praia em frente ao La Zebra. Foto: Erica Arruda

Está em dúvida aonde ir na Riviera Maia -- se monta base em Cancún, em Playa del Carmen ou em Tulum? Pois a Érica de Paula passou quinze dias por lá e encontrou qualidades nos três lugares. E neste relato, feito para o Viaje na Viagem (obrigadíssimo, Erica!), ela revela como extrair o melhor do que cada uma dessas bases tem a oferecer.

Texto e fotos | Érica de Paula

Para retribuir todas as dicas que peguei aqui no VnV, fiz um breve (?) relatório com toques de quem passou 15 dias em lua de mel no México, dividindo a estadia entre Playa del Carmen, Tulum e Cancún.

Quando, há alguns meses atrás, manifestei meu interesse de me hospedar nos três lugares, me lembro do Riq responder que se eu gostasse de Tulum, certamente não gostaria de Cancún, e vice-versa. Concordo que o esquema de cada um é completamente diferente, mas, hoje, posso afirmar que sim, se você é uma pessoa eclética e de cabeça aberta, é possível curtir igualmente os três ambientes, por mais diferentes (e até opostos) que sejam!

De forma geral, enquanto Cancún te oferece um mar muito bonito (mas cujas bandeirinhas vermelhas estão sempre hasteadas e ninguém entra), o luxo do resort que você escolheu se hospedar, grandes shoppings e uma vida noturna badalada, Playa del Carmen tem um mar igualmente bonito (mas possível de entrar e curtir), opções de resorts luxuosos ou pousadas charmosíssimas e uma vida noturna igualmente animada (com filiais das duas maiores casas noturnas  de Cancún e a opção de curtir uma baladinha na areia da praia, nos clubes de praia que se transformam a partir das 23h).

Quinta Avenida, Playa del Carmen. Foto: Erica de Paula

E claro, Playa tem o que pra mim fez toda a diferença: a Quinta Avenida! Aquele lugar não existe...foram 10 dias por lá e eu não consegui cansar (falo por mim, não pelo meu marido, já que aquilo ali é o paraíso das mulheres). A cada dia, um restaurante, bar ou pub mais charmoso e interessante do que o outro, com aquela mescla de lojinhas de artesanato e grandes grifes. E o melhor de tudo: concentrados no mesmo lugar (os taxistas passam o dia inteiro encostados esperando alguém precisar deles, já que dá fazer praticamente tudo a pé).

Tulum não se pode comparar com nenhum dos dois. É como sair um pouco do mundo em que estamos acostumados e se refugiar num lugar paradisíaco, onde só existe você, a lua, os coqueiros, o mar azul, a areia branca, a margarita e os nachos mexicanos (claro).

Primeira parada: Playa del Carmen

Em Playa, nos hospedamos no resort Gran Porto Real, num sistema all inclusive que atendeu todas as nossas expectativas de atendimento, conforto e gastronomia (mesmo sendo vegetarianos). O resortão da mesma rede que fica ao lado (The Royal) é razoavelmente mais caro, mas não acredito que a diferença de luxo compense a diferença de preço. Na verdade até preferimos o nosso, mais colorido e mexicano, do que as imponentes construções de mármore do outro que, além de 5 estrelas, tem 2 diamantes (descobri essa informação quando, na minha inocência, resolvi perguntar para um funcionário de lá se nós do Gran Porto Real poderíamos usar os restaurantes do Royal. A resposta dele foi: "Me desculpe, mas é claro que não. Vocês tem apenas 5 estrelas. Nós temos 5 estrelas e 2 diamantes." Pode?!).

Playa del Carmen, em frente ao Gran Porto Real. Foto: Erica de Paula

No primeiro dia em que chegamos me dei conta de que os 7 dias que ficaríamos em Playa não seriam suficientes para descansar no resort, curtir a praia, a Quinta Avenida e fazer todos os passeios que queríamos (outra grande vantagem: todos os grandes atrativos turísticos da região ficam mais próximos de Playa do que de Cancún). Então, ligamos para o resort de Cancún onde havíamos feito uma reserva de 5 dias e diminuímos para 2, de forma a ganhar mais 3 dias em Playa (e claro, num sistema que não fosse all inclusive, para podermos aproveitar os restaurantes locais sem culpa).

Feito isso, passamos os 7 dias iniciais dividindo o nosso tempo entre comer, dormir, piscina, mar, comer e dormir. Também fomos à famosa Coco Bongo (que sinceramente eu não gostei, motivos no final do relatório), nadamos com golfinhos no Delphinus e mergulhamos em Cozumel com um guia nativo que depois nos levou (na brodagem total) no carro dele para conhecer o outro lado da ilha e todas as suas praias desertas (super recomendo esse cara, o nome é Jorge Pacheco e o telefone é 45/987-111-90-88, email scubatortuga@yahoo.com).

Saiu muito mais barato pegarmos o ferry para Cozumel por conta própria e contratar esse cara para mergulhar conosco do que contratar uma empresa que leva um grupo (eu não tinha experiência em mergulho com tanque e ele passou 40 minutos me ensinando tudo que precisava antes de mergulharmos, além de tudo ele fala e entende português razoavelmente bem). Digo isso porque, no caso dos grupos e das empresas de turismo, normalmente se faz apenas snorkel, todos os barcos param no mesmo ponto de mergulho e são pelo menos 50 pessoas tentando ver os peixinhos que, com esse volume de turistas, saem correndo pro outro lado da ilha.

A seguir: Tulum

La Zebra, Tulum. Foto: Erica de Paula

Depois fomos para Tulum e ficamos três dias no La Zebra, numa cabaninha literalmente na areia, a 20 metros do mar. O contraste foi grande, mas podemos dizer que adoramos a experiência. Imaginem uma cabaninha redonda que só cabe a cama, um pequeno armário e o banheiro, que é conjugado com o quarto (ou seja, se você está de casal e precisa usar o banheiro para fazer número 2, o outro é literalmente obrigado a ir brincar com os siris do lado de fora do quarto – que são muitos, por sinal, principalmente quando escurece). O restaurante do hotel é ótimo, embora seja um pouco caro. Aliás, por mais simples que tenha sido a nossa estadia lá, a brincadeira saiu proporcionalmente mais cara do que os grandes resorts de Playa e Cancún.  De qualquer forma, todos merecem conhecer Tulum. O mar consegue ser ainda mais azul, mais quentinho e mais gostoso de entrar, e nada paga a experiência de ter uma praia maravilhosa praticamente só para você e para os outros poucos turistas que lá existem (pelo menos na época que eu fui, e também porque as pousadas não comportam muitas pessoas). Lá perto também conhecemos dois restaurantes muito bons, que dá pra ir a pé: o Om (da pousada com o mesmo nome, que fica na beira da praia e tem pizzas maravilhosas e baratas) e o Bananas (restaurante da pousada Nueva Vida de Ramiro que fica do outro lado da rua).

Cenote Dos Ojos, Tulum. Foto: Erica de Paula

Nesses 3 dias, curtimos a praia e fizemos um mergulho no cenote Dos Ojos (não conheci os outros para comparar, mas gostei muito desse, e a experiência de mergulhar numa caverna com rio subterrâneo azul bebê é sempre muito interessante).  Nesse dia íamos também para Akumal mergulhar com as tartarugas em alto mar, mas começou a chover.

Ruínas de Tulum. Foto: Erica de Paula

Já ia me esquecendo das ruínas: as ruínas de Tulum são imperdíveis. Aliás, todas elas são: Tulum, Cobá e Chichén Itzá. Se puder, vá em todas. Cada uma te dá uma sensação completamente diferente do que foi a civilização maia. Lindas, lindas, lindas! Mas eu, que criança sonhava ser uma arqueóloga quando crescesse, sou suspeita pra falar.

Voltando a Playa

De Tulum fomos novamente para Playa, onde nos hospedamos no coração da Quinta Avenida, atendendo aos meus anseios mais “consumistas”, digamos assim. A pousada era a Lunata (recomendo), onde pagamos 85 dólares para ficar num quarto deluxe maravilhoso. Dessa vez, fomos ao famoso parque Xcaret (que apesar de soar “artificial” vale muito a pena, até pra quebrar a rotina da viagem) e para as ruínas de Cobá (tudo de bom, principalmente quando você se dá conta de que só foram descobertas cerca de 50 edificações das mais de 6.000 detectadas pela NASA no local. Ao longo da trilha você vê claramente “morros” em forma de construções piramidais que ainda não foram limpos e descobertos).

Finalmente: Cancún

Westin Lagunamar, Cancún. Foto: Erica de Paula

Finalmente, fomos para Cancún passar os dois dias que faltavam. Ficamos no resort Westin Lagunamar, cujas fotos na internet mostravam um piscinão que se fundia com o mar, mas que na verdade não se funde, era apenas ilusão de ótica (e eu que escolhi o hotel só por isso, sniif). Mas tudo bem, o hotel era maravilhoso mesmo, a piscina é ótima, tem duas jacuzzis quentinhas na beira da praia e não estava muito caro, além de ficar literalmente a 10 passos do shopping a céu aberto La Isla. Em Cancún, aproveitamos o primeiro dia para jantar no criativo e divertidíssimo Carlos’nCharlie’s (super recomendo) e no segundo fomos para Chichen Itzá e dedicamos a última noite para sair de verdade, no conhecidíssimo Señor Frogs (muito bom também).

 

Agora, algumas informações de ordem prática:

- Os biquínis das brasileiras chamam MUITA atenção. Com exceção das outras brasileiras, é claro, todas as mulheres usavam aqueles cuecões horríveis e enormes, cujas marquinhas devem ficar piores ainda. Para a tristeza do meu marido e meu constrangimento, onde eu passava todos diziam: é brasileira!!! Mas nem liguem, viva a diversidade cultural! Elas escondem porque não tem! wink

- Não vale a pena ficar num all-inclusive em Playa del Carmen, a não ser que você não pretenda sair muito do resort ou que a estadia seja longa como a minha, permitindo fazer de tudo um pouco. É quase um pecado não conhecer os restaurantes locais de lá.

- Pesquise MUITO os preços dos artesanatos e souvenirs. Todas as lojas vendem basicamente as mesmas peças, com uma diferença de preços absurda. A ponto da mesma tartaruguinha de obsidiana custar 800 pesos em um lugar e 200 em outro. Os mexicanos também são bons para negociar, principalmente se você é bom para dar uma chorada. Você consegue encontrar praticamente tudo nas lojas enormes “Hacienda Tequila” (tem 7 delas em Playa), e por um preço inacreditável. Não comprem nada antes de passar lá.

- Os preços de tênis, óculos de grife e etc. de Cancún são os mesmos dos EUA. Vale a pena investir.

- Porque eu não gostei da famooooosa Coco Bongo? Porque estava muito mais lotado do que a sua capacidade deve permitir, os garçons eram brutamontes te acotovelando para passar e nos intervalos das apresentações algumas turistas loiras, bêbadas e devassas subiam ao palco para dançar na maior baixaria. Mas as apresentações da casa até prometiam ser interessantes, não fiquei até o final para descobrir.

- Se você achou Tulum meio programa de índio pela minha descrição da cabana (que era ótima, na verdade), existem dezenas de outras opções de pousadas com um design diferente. E mais baratas também. Mas a praia só fica boa a partir do Km 5.

- Tanto em Playa quanto em Tulum, a cozinha dos restaurantes fecha 23h (os bares ficam até mais tarde). Por isso, não saia para jantar após as 21h que não dá tempo. E não espere vida noturna em Tulum. Até mesmo os lugares mais famosos por sua “vida noturna” fecham 23h. Lá é pra relaxar meeeeesmo.

- Seja o primeiro turista a chegar nas ruínas de Tulum, 8h em ponto. O sol e a quantidade de turistas que pipocam lá a partir de 10h são implacáveis. Já em Cobá, leve água, pois as caminhadas são longas. E em Chichén Itzá, vá de manhã, pois quando você se dá conta o parque está fechando sem você ter tirados todas as fotos por ter ficado comprando bugigangas do pessoal que fica vendendo artesanato lá dentro. Aliás, comprar artesanato dentro de Chichen Itza (dentro mesmo, no pé das pirâmides) sai mais barato do que no Mercado 28 (que eu não vi muita graça) e do que em qualquer outro lugar de Cancún. Por incrível que pareça. Eles vendiam várias peças por 1 dólar.

- Não precisa levar calça jeans. Pelo menos agora na época que eu fui. Levei 4 eu não usei nenhuma. Lá você mal consegue usar um shortinho de tanto calor, inclusive de noite. Nos shoppings, restaurantes e boates mais badaladas, as mulheres estavam todas de shortinho ou vestidinho e sandália rasteira. Aliás, nem pensar em salto alto. Você simplesmente não vai conseguir encontrar nenhuma ocasião que justifique seu uso, por mais que tente.

- Mergulhe em pelo menos um cenote. Vale a pena, e é uma experiência que você teria em pouquíssimos lugares do mundo, com a diferença que no México dá pra ficar imaginando os maias fazendo rituais e sacrifícios lá alguns séculos atrás.

- Fui atrás do buffet no La Parrilla que o Riq indicou no centro de Cancún, mas era terça, e o buffet funciona só de quinta a domingo. E para quem gosta de comida natural, lá pertinho (em Playa del Carmen também tem), tem o restaurante 100% Natural. Maravilhoso!

- Prepare-se para dar muitas propinas (gorjetas). Todos (até a moça que limpa o banheiro da rodoviária) esperam ganhar alguma coisa.

- E claro, prepare-se também para engordar pelo menos 1,5 kg.

Obrigado, Érica! Relato sensacional!

Leia mais:

275 comentários

Atenção: os comentários estão encerrados.

Marcie
MarciePermalink

Bárbaro o relato, Érica. Obrigada. E obrigada também por mostrar a certas pessoas o uso correto deste blog: leu, pesquisou, aproveitou e voltou pra dar feedback.
E Riq, gostei do novo banner que remete à página de NY, viu?! lol

Rosa
RosaPermalink

Concordo com o Ric, Érica: sensacional o seu relato. Obrigada!

Sylvia
SylviaPermalink

UAU ! Adorei lol lol

Dri
DriPermalink

Muito bom MESMO. Ainda mais vindo depois do tuturial all-inclusive do outro post! Ajuda e muito quem pensa em ir pro Caribe ou pra "qq lugar com praias de areias brancas e mar azul calcinha".

Eni
EniPermalink

Parabéns!
Fui apresentada ao blog pelo meu pai e desde então não consigo parar de procurar por dicas!

Eu e meu noivo estamos programando nossa lua-de-mel para Cancun (ou, pelo visto, Playa del Carmen) em junho de 2011. Com a história de gastos com a festa e com a casa, não poderemos gastar o quanto gostaríamos com a viagem... mas queríamos um lugar bacana, já que a lua de mel é única (assim esperamos! hehe). Assim, é mais interessante fecharmos esses pacotes em Cancun, para menos dias,e depois irmos para Playa ou ficarmos todos os dias em Playa (pensamos em uma semana, mais ou menos...), fechando passagem aerea e hotel por fora? É muita a diferença de preços entre as duas opções, em hotéis de padrões semelhantes?
Obrigada!

Ricardo Freire
Ricardo FreirePermalink

Só orçando/fuçando/simulando pra ver, Eni. Mas no fim das contas eu acho que você consegue um negócio melhor em Playa, sim.

Tem dicas de hotéis neste post:
https://www.viajenaviagem.com/2009/09/enquanto-isso-em-playa-del-carmen/

Eni
EniPermalink

É, pelo jeito é isso que farei mesmo... já procurei pelos hotéis que você indica no post e fiquei encantada com os "Mosquitos"!
Já vi que o negócio não é all inclusive, já que pretendemos passear bastante, conhecer ruínas, praias, cenotes e aproveitar bares e restaurantes.

Estou procurando pelas passagens e hotéis no http://www.expedia.com, como indicado por você em outros posts.
Desculpe a ignorância, já que sou praticamente leiga em viagens, mas é seguro comprar as passagens por aí?

Ricardo Freire
Ricardo FreirePermalink

Totalmente. Agora no Caribe comprei todas as minhas passagens por eles. Mas os grandes sites sites brasileiros também são seguros.

Pesquise no http://www.aquelapassagem.com.br para ver se as tarifas que você está encontrando são boas ou se vale a pena esperar mais um pouco. (Um agente de viagem também pode te ajudar com isso).

Lucia Malla
Lucia MallaPermalink

Eni, o Expedia é seguro, sim. Pode ficar tranquila. Eu já usei inúmeras vezes e nunca tive problemas.

Eni
EniPermalink

Obrigada!
Já tinha visto mesmo e fiquei encantada com os "Mosquitos"!!!
Eles têm café da manhã incluso? Vi que alguns não tem...

E desculpe minha ignorância, já que sou leiga em viagens, mas o 'expedia' é confiável para busca e compra de passagens?

Lucia Malla
Lucia MallaPermalink

Oops, minha resposta à vc Eni, saiu acima. #malladesbaratada

Ricardo Freire
Ricardo FreirePermalink

Sua pergunta tinha ficado presa no poço, mas eu já tirei e respondi aqui:
https://www.viajenaviagem.com/2010/08/cancun-playa-del-carmen-ou-tulum-todos-por-erica-de-paula/comment-page-1/#comment-83774

Se o café está incluso, só vendo na tarifa oferecida. Cada caso é um caso.

Eni
EniPermalink

Xiii... mandei duas vezes! Perdoname!!! hehehe...logo fico craque!

Ricardo Freire
Ricardo FreirePermalink

É que tinha ficado preso, você não tem culpa.

Lucia Malla
Lucia MallaPermalink

Gostei muito do relato da Érica. Bem detalhado mesmo. E preciso nas coisas mais importantes para essa viagem.
Eu tb acabei de voltar daquela região e acrescento: Yucatán, pra quem é viciado em água (como eu...), é um verdadeiro parque de diversões. Recomendadíssimo.
Fiz mergulho scuba no cenote Dos Ojos e snorkel no Gran Cenote. Ambos são lindos, gostei mais do Gran Cenote, pela possibilidade de snorkelar mais "dentro" da caverna. Estou preparando um post sobre, mas minha velocidade de postagem é tartaruga mode on, vc sabe, Riq... grin

Maryanne hotelcaliforniablog.wordpress.com

Fui pra Playa em junho e amei. Gostei bem mais do que de Tulum, onde estava um calor insuportavel. Dica sobre os "Mosquitos": fiquei no Mosquito Blue, pq a diaria era uns $ 60 a menos que o Mosquito Beach. Cjegamos la, o hotel é lindo, um charme, qto lindo, de frente pra piscina, e fomos informados que tudo acontecia no Mosquito Beach. Deveriamos ir ate la tomar cafe da manha e tinhamos direito a usar o beach club de la. Foi uma otima surpresa, alem do que achei a arquitetura do Blue bem mais legal que o Beach. Quer dizer, pagamos bem menos e usamos tudo o que os hospedes do Beach usam.

Vera Lúcia
Vera LúciaPermalink

Excelente. As informações são mais do que práticas.Obrigada.

Eni
EniPermalink

Humm, bom saber Maryanne!
Os preços que vem sendo divulgados são por pessoa ou para o casal? Como você também foi em junho, qual era o valor da diária?
Obrigada!

Rafael Carvalho
Rafael CarvalhoPermalink

Oi gente, muito bom o post. Acabei de voltar de lá, conheci todos esses lugares, inclusive Cozumel, que é imperdível e está ali do lado de Playa. Quem quiser dicas de um estilo mais mochilão (leia-se econômico), é só dar uma olhada no meu blog http://essemundoenosso.wordpress.com/2010/06/15/ahhh-o-azul-do-caribe/

Parabéns!

Érica de Paula
Érica de PaulaPermalink

Oi pessoal, que bom que gostaram do relato! Se tiverem alguma dúvida específica sobre algum detalhe da viagem, é só perguntar!

Eni, eu acho que compensa mais você ficar todos os dias em Playa, porque todos os atrativos turísticos que eles oferecem na região ficam mais próximos de lá do que de Cancún. Ou então vocês podem ficar 5 dias em Playa e os 2 últimos em Cancun, que já fica perto do aeroporto (daí vc aproveita um dia p/ ir em Chichen Itza e outro p/ conhecer a cidade, por ex). A diferença de preço entre hotéis equivalentes em Cancun e Playa existe (Cancun mais barato), mas não é nada tão significativo...ainda mais p/ poucos dias.

Eu fui em junho também, e o Mosquito Blue (que é maravilhoso e tenho recomendado para todos) estava com uma diária de 110 dolares o casal (o preço no balcão estava mais barato do que vimos no site).

Érica de Paula
Érica de PaulaPermalink

Poxa, eu escrevi uma resposta tão grande e depois de enviada vi que ela se perdeu! Será que vou ter que escrever tudod e novo? sad

Ricardo Freire
Ricardo FreirePermalink

Tinha ficado uma resposta presa no poço. Veja se é essa que apareceu agora.

Érica de Paula
Érica de PaulaPermalink

Isso! Muchas Gracias!! smile

Ignacio
IgnacioPermalink

Uau, esse post veio bem a calhar, estou decidindo minha lua de mel, justamente para esse destino e obviamente as dúvidas pululam em nossa cabeça e é facilmente aceitável que um viciado em viagem passe horas... dias... navegando por esses comentários anotando dicas, sugestões, roubadas e td mais que uma boa viagem deve conter.

Nossa idéia parece absurda, mas seria
Período 16/11 á 28/11

GRU/MIA/CUN - Estada de 4 noites no JW Marriott, quero reservar ao menos um dia para conhecer Chichen Itzá, mas ainda estou em dúvida se alugo um carro - há relatos de assaltos, sequestro, etc na estrada nada animadores - ou se vou de excursão. Sou um iniciante na prática do mergulho, mas esse post da Malla sobre mergulhos com os tubarões-baleia realmente acende uma lampadinha, como ela mesmo fala, rs...
Quem sabe.
Os outros dias iremos para NYC, (exigência da recém-esposa, Black Friday vai valer um post a parte) portanto vou dos 30 graus aos 0 em pouco mais de 12 dias.
Planejar a viagem é ás vezes tão bom qto viajar, por isso quem quiser me ajudar nessa visita veloz ao paraíso maia, façam-o por favor, desde já agradeço.
Um abraço
Ignacio

Ricardo Freire
Ricardo FreirePermalink

Chichén fica a 3 horas de viagem. É melhor tour organizado. Carro só valeria a pena se você fosse pernoitar em Valladollid ou Mérida.

Gabriel Dias
Gabriel DiasPermalink

Eu e minha esposa estaremos lá no mesmo período praticamente... de 17/11 até 21/11. Depois também iremos aproveitar a Black Friday, mas em Orlando.

Lucia Malla
Lucia MallaPermalink

Ignacio, em novembro os tubarões-baleia não estão mais lá, não conte com esse passeio. A época de vê-los pelo Yucatán é de junho a setembro.

Rapha Aretakis
Rapha AretakisPermalink

Que delícia de passeio! AMO o mar e esse azul convidativo é coisa de louco. Adorei o texto, parabéns!
:*

CarlaZ
CarlaZPermalink

Muito legal essa ideia! Adorei!
Ai ai preciso de ferias...

Eni
EniPermalink

Obrigada, Érica e Ricardo!
Pela prontidão, atenção e dicas super úteis!

Clarissa
ClarissaPermalink

Li seu post e revivi minha viagem, nossa cada cantinho lá eh unico, parabens, concordo com vc em varios aspectos..pretendo voltar mais vezes nakele paraíso. fui meio de mochila, mas compensa fazer tdo por conta msm, acha preço mt melhor, e ainda da pra alugar um carrinho la..mto bom. fui em todos 3 parques X..

Clarissa
ClarissaPermalink

tb nao gostei mto da Cocobongo, se qr balada the city eh mto melhor..agora se for espetaculo e uma imitaçao de broadway..eh cocobongo

Luciana Lessa
Luciana LessaPermalink

Esto indo dia 22 de Novembro agora de lua de mel e queria ficar no Riviera Princess que fica na Riviera Maya, é perto de Playa del Carme, quanto tempo? Alguém sabe se tem ônibus pra lá e qto tempo seria?
Obrigada!

Viaje na Viagem
Viaje na ViagemPermalink

O melhor a fazer é entrar em contato com o hotel.

Érica de Paula
Érica de PaulaPermalink

Oi Luciana! Não quero interferir na sua viagem, mas eu não ficaria em resorts que não se localizem dentro de Playa del Carmen mesmo, a não ser que vc só pretenda ficar no resort booooa do tempo e praticamente não curtir a vida noturna e a gastronomia local...é TÃO mais prático já ficar no coração do lugar (onde as coisas acontecem), e lá já tem tantas opções maravilhosas de hotéis, que não vejo porque se hospedar mais longe, sabe? Além do mais vc teria um outro gasto, que são os taxis...

Mas é só uma opinião...

smile

Gabriel Dias
Gabriel DiasPermalink

Alugar carro não é uma boa opção? Pelo que eu li carro é fundamental para se transportar por lá.

Ricardo Freire
Ricardo FreirePermalink

É uma boa opção. Mas se você ficar em Playa del Carmen não vai precisar do carro todos os dias. Só para fazer passeios fora da cidade.

Gabriel Dias
Gabriel DiasPermalink

Entendi. Mas aí é mais prático pegar o carro no aeroporto e devolvê-la lá também. Assim economiza-se o transfer in e out. E como o aluguel é barato não acho que tenha problema se usá-lo pouco. Na minha reserva para novembro ficou em U$25,00 a diária.

Viaje na Viagem
Viaje na ViagemPermalink

Mais seguro, e talvez mais estacionamento.

Gabriel Dias
Gabriel DiasPermalink

Seguro eu uso o do cartão de crédito. E no hotel o estacionamento é grátis. No resto ainda não sei, pois será minha primeira vez por lá. Você tem ideia de como é?

Ricardo Freire
Ricardo FreirePermalink

Depende do hotel. Não tô mandando você não alugar carro, só tô dizendo que quem fica em Playa pode considerar a idéia de só alugar nos dias em que quiser sair da cidade. Na cidade o carro é inútil.

Gabriel Dias
Gabriel DiasPermalink

Sim sim, eu entendi. Na verdade eu ficarei na Zona Hotelera.

Ricardo Freire
Ricardo FreirePermalink

Hehe, então vale a pena ficar de carro o tempo todo. E muito provavelmente você vai ter estacionamento grátis no hotel.

Gabriel Dias
Gabriel DiasPermalink

É grátis sim. Se não fosse eu pensaria duas vezes, pois estacionamento em hotéis costumam ser caros.

Ricardo Freire
Ricardo FreirePermalink

Pergunta capciosa: tem certeza que você quer usar o seguro do cartão no México? Lembre-se que acontecendo qualquer coisa primeiro você paga, depois vê o reembolso com o cartão.

Gabriel Dias
Gabriel DiasPermalink

Eu sei disso. O trânsito no México como é? Louco? Eu estou tendo uma experiência agora com o seguro do cartão de crédito, pois arranharam o carro alugado no estacionamento do hotel. Até agora não me cobraram e segundo a atendente pode ser que não cobrem. Eu relatei o arranhado. Se me cobrarem será bom para ver como o seguro irá se comportar...

Ricardo Freire
Ricardo FreirePermalink

Louco não é não. Mas você está mais à mercê de falcatruas do que nos EUA.

Gabriel Dias
Gabriel DiasPermalink

Mas o que você chama de falcatruas? Pode dar um exemplo? Eu andei me informando e até agora o que li de ruim é que os postos não aceitam cartão de crédito para pagamento da gasolina. Tem que ser em dinheiro vivo.

Gabriel Dias
Gabriel DiasPermalink

Entendi. Essas coisas realmente não tem como prever. Eu tive meu carro arranhado propositalmente por chave no estacionamento do hotel em Orlando. Em qualquer lugar essas coisas podem acontecer, infelizmente. Eu sou mais corajoso e tenho usado o seguro do cartão. Espero não me arrepender! Mas também só vou saber se é válido ou não usando-o.

Érica de Paula
Érica de PaulaPermalink

No meio da 5 avenida tem um lugar onde vc pega todos os ônibus que quiser para qualquer lugar turístico próximo (Cancun, Tulum, Akumal, todas as ruínas e todos os parques, etc). O ônibus tem um bagageiro ótimo e é completamente confortável, com Tv, ar condicionado, cadeiras reclináveis, etc. Eles saem de 30 em 30 minutos para praticamente todos os lugares, e o melhor de tudo, são super baratinhos...tipo uns 7 reais por pessoa! Eu não senti a menooooor falta de alugar um carro na minha viagem!

Érica de Paula
Érica de PaulaPermalink

Além disso, do aeroporto até Playa del Carmen nós pagamos 8 dólares por pessoa, indo nesse ônibus que falei (a empresa se chama ADO, e tem terminal de ADO em todas as cidades turísticas da região).

Gianna Soares
Gianna SoaresPermalink

Freire, estávamos programando uma viagem para Cancun em janeiro (com filho em idade escolar não há como escapar de viajar nessa época...!) mas quando nos deparamos com sua comparação: que Playa del Carmen está para Cancun assim como Arraial d'Ajuda está para Porto Seguro, lembramos imediatamente da deliciosa estadia em Arraial por conta de suas divertidas dicas sobre aquele pedacinho do paraíso (com direito a uma noite na Praia do Espelho e tudo...!), e decidimos que nosso destino tem que ser Playa del Carmen mesmo.
Como vamos com nosso filho de 10 anos, achei que o melhor era ficar num dos hotéis que você recomenda na matéria sobre o assunto, o Grand Porto Real, mas dando uma olhada rápida nos pacotes para lá parece que são limitados a 6 pernoites e gostaríamos de ficar pelo menos 10 dias por lá. Será que vale a pena tentar passagem e hotel por conta? o que você me indicaria? não tem um "desempacotando Cancun e arredores"não?
'brigadão, Gianna

Ricardo Freire
Ricardo FreirePermalink

Se você gosta de fuçar, desempacotado sempre é melhor.

Viviani
VivianiPermalink

Para chegar em Playa del Carmen saindo do Rio tem que pegar um voo pra Cancun e de lá um ônibus até Playa, é isso mesmo ou entendi errado? E alguém saberia onde posso descobrir o preço e os horários desse ônibus?

Muito obrigada!

P.S. Riq, tentei postar essa pergunta no perguntódromo, mas minha ignorancia não permitiu. Qual é o caminho das pedras? Thanks!

Ricardo Freire
Ricardo FreirePermalink

Rio-PDC: é isso mesmo. Dá pra ir pra Cancún via Panamá, Cidade do México ou Miami. Há ônibus a todo momento saindo do aeroporto para PDC.

O Perguntódromo é fechado para comentários. As perguntas que aparecem ali são selecionadas nos posts em que foram feitas. Assim as respostas ficam armazenadas no lugar em que podem ser consultadas.

Viviani
VivianiPermalink

Valeu Riq!!!

Viviani
VivianiPermalink

Pretendo fazer esse passeio para nadar com golfinhos no Delphinus e gostaria de saber (da Érica ou de alguém que tenha ido) a duração desse passeio. É só o tempo que a gente fica com os golfinhos (1 hora) ou tem mais alguma coisa pra fazer lá no Delphinus? E como é que se chega lá? Vi no site que eles tem um serviço de shuttle, mas o hotel que vou ficar não está na lista deles.

Desde já, agradeço a atenção de todos!

Viaje na Viagem
Viaje na ViagemPermalink

Você pode nadar com golfinhos também dentro dos parques Xcaret e Xel-Ha.

Érica de Paula
Érica de PaulaPermalink

Oi Viviani! Eu evitei comentar sobre esse assunto no meu relato p/ evitar polêmicas, mas como vc perguntou, vamos lá!!

Eu nadei com golfinhos há uns 13 anos atrás no Xcaret e agora de novo no Delphinus e infelizmente considerei as 2 experiências um pouco decepcionantes (para o tipo de expectativa de interação que eu tinha). Falo isso porque apesar da oportunidade de tocar um golfinho e ficar pertinho deles ser sempre muito interessante, são experiências extremamente artificiais. Os golfinhos só fazem única e exclusivamente o que os treinadores mandam, ou seja, aqueles movimentos sincronizados e anti naturais para aparecer bonito nas fotos e vídeos. Um golfinho na natureza nunca vai te dar beijinho no rosto e nem levantar você pelos pés para que vc nade com ele...

Eu, como amante dos animais e da natureza, me senti incomodada e até um pouco envergonhada de ter "patrocinado" essa indústria que cria os animais fora de seu habitat natural e os confina em pequenos (muito pequenos mesmo) tanques onde os coitados passam o dia inteiro fazendo a mesma coisa com centenas de turistas para ganhar peixe. Confesso que me arrependi...

Eu paguei um programa de 1 hora que era o mais caro que eles tinham esperando uma interaçõa maior, mas na prática vc entra em contato real com os golfinhos por no máximo 10 minutos, pois o grupo é grande e os golfinhos precisam fazer a mesma brincadeira com todo mundo até passar p/ a próxima. Então, quando vc menos espera, o tempo acaba e já tem um próximo grupo esperando pra entrar nos tanques (e lá vão os golfinhos fazer tuuuuuudo de novo).

Teve um dia que fiquei observando esse movimento no Xcaret, me deu uma vontade tão grande de chorar que mentalmente eu me desculpei com todos os animais ali presentes pela ignorância humana capaz de fazer isso com eles...

Mas enfim, essa é uma forma muito pessoal como eu encarei a experiência, com certeza muita gente fez a mesma coisa e adorou...se eu fosse de novo pra lá, iria p/ Akumal nadar com as tartarugas marinhas em alto mar ou então mergulhar com os tubarões baleia (também em alto mar), que são experiências mais autênticas e emocionantes!! Sem contar os mergulhos em Cozumel, onde vc entra em contato com toda a vida marinha natural do lugar...

Respondendo sua última pergunta, no Delphinus só tem o tanque dos golfinhos mesmo e uma lojinha, não tem mais nada p/ se fazer. Outra coisa é que eles cobram uma nota pelas fotos (25 dólares por foto) e não deixam vc levar sua máquina.

Boa viagem p/ você!! smile

Viviani
VivianiPermalink

Muito obrigada, Érica, não só por essa resposta, mas por todas as dicas que vc compartilhou com a gente!!!
Valeu mesmo!!!

Érica de Paula
Érica de PaulaPermalink

Riq, te mandei um email, vc recebeu?? Bjs

Carol
CarolPermalink

O Gran Porto Real fica próximo do burburinho do centro de Playa? Tipo... dá para ir a pé?!

Ricardo Freire
Ricardo FreirePermalink

Sim, está próximo ao trecho mais movimentado da Quinta Avenida.

Ficando em qualquer lugar em Playa dá para se virar a pé. (Em Playacar é que é necessário transporte para o centrinho.)

Carol
CarolPermalink

Obrigada pela resposta Ricardo!!!
Depois de Punta Cana este ano no Paradisus Palma Real, meu marido só quer saber do mar caribenho... bobo ele não é!!!! Rsrsrsrsrs

Luciana Campos
Luciana CamposPermalink

Gostaria de saber se vale a pena ir para Cancun em meados de novembro por causa da temperatura. Dá para aproveitar os passeios?
Obrigada

Gabriel Dias
Gabriel DiasPermalink

Eu irei smile

Viaje na Viagem
Viaje na ViagemPermalink

https://www.viajenaviagem.com/americas/caribe-a-z/cancun-ricardo-freire

Há link para temperaturas e chuvas e furacões.

Daniela
DanielaPermalink

Olá, Érica e Ricardo!!
adorei esse relato, tá mto prático!! ele me convenceu que Playa del Carmen é mais a minha cara, huauhahua.
Porém, tenho apenas uma dúvida: em Playa, na tal da 5a avenida, dá pra fazer compras de roupas de grife/óculos/etc de um modo tão vantajoso qto nos shoppings de Cancun?
brigada!

Ricardo Freire
Ricardo FreirePermalink

Cancún está a 70 km. Se você não gostar dos preços e achar que vale a pena passar um dia em Cancún só pra comprar óculos, é só ir. (Cada pergunta...)

Zé
Permalink

mrgreen

Érica de Paula
Érica de PaulaPermalink

Oi Daniela, eu comprei um óculos pra mim em Playa...não vi os preços de Cancun, mas acho que dá no mesmo...tava bem barato!

Já no quesito roupas, acho que em Cancun tem mais opções de grife!

Sabrina
SabrinaPermalink

Parabéns Ércica! Muitooo bommm!
Estamos indo em dezembro passar 10 dias em playa del Carmen, gostaria de saber, sobre o salto alto: "nem em uma balada de final de ano ele não terá utilidade?" Pergunto pq penso em levar uma sandália de saltos enormes.... e se for para apenas ocupar lugar na bagagem, vou investir em comprar uma rasteirinha mais "pomposa" para levar.

Obrigada e um beijo

Sabrina
SabrinaPermalink

Gostaria d emais uma informação: Sabem me dizer sobre a temperatura em cancun/Playa del Carmen em dezembro? Precisamos levar roupas para friu?

Obrigada

Ricardo Freire
Ricardo FreirePermalink

Não faz frio.

Érica de Paula
Érica de PaulaPermalink

Oi Sabrina, eu realmente acho que vc não vai precisar do salto,até porque as ruas (e a quinta avenida, principalmente) são todas irregulares, tipo de paralelepípedo, então fica impossível usar salto. Além do mais, quase todas as baladas boas ficam na praia ou na beira, então o pessoal vai mais roots mesmo. Se puder, invista nas rasteiras...eu passei 15 dias usando as 2 únicas rasteiras que tinha, praticamente. Leva uns shortinhos jeans e uns vestidinhos no joelho que vc não vai precisar de mais nada, principalmente se fizer o calor que fez qdo eu fui (em junho - era inconcebível usar calça, de tanto calor...).

Sabrina
SabrinaPermalink

Obrigada Erica... Realmente entao vou levar mais de uma rasteirinha... rsrs... e novamente parabens pelo seu blog! Eu criei um para mim para quando for escrever sobre a viagem e estou segindo o seu.... com certeza vou voltar aqui para contar como foi tudo e poder deixar dicas que possam auxiliar mais pessoas que irão para Cancun e demais localidades próximas, pois essas suas dicas foram nora 1.000! Um grande abraço a todos!

Eleuma
EleumaPermalink

Erica, o cenote dos ojos fica onde? qual o valor pra entrar no cenote? De cancun dá pra mim fazer todos os passeios( Tulum, Chichen Itza, X-caret, Cozumel) de onibus?

Ricardo Freire
Ricardo FreirePermalink

Clique nos links: são os textos em azul. Não dão choque. Se tivesse clicado, veria que o Dos Ojos fica entre Playa e Tulum.

Você pode fazer os passeios em tours organizados. De ônibus de linha é possível, mas demanda mais tempo, e Cancún está mais longe de tudo (menos de Chichén Itzá).

Anna Francisca
Anna FranciscaPermalink

Não é fácil. Meu tio já dizia quando via ou escutava algo "extraordinário": "Olhe que eu tenho andado, mas nesta estação nunca parei".

Raphael
RaphaelPermalink

Erica,

estou programando passar parte da minha lua de mel em cancun/cozumel, sendo 4 dias em cancun e 3 em cozumel. Gostaria de saber se é melhor pegar um hotel em cancun msm ou em playa. Pois pelo que vi pelos posts playa fica bem mais perto de quase todas as atrações. Além disso, gostaria de saber também se vale a pena alugar carro em cancun/playa. Em cozumel, pretendo mais ficar apenas para curtir o hotel/praia e mergulhar..

desde ja muito obrigado pela ajuda.

Ricardo Freire
Ricardo FreirePermalink

Playa é mais perto de tudo. Só precisa alugar carro nos dias em que for passear.

Raphael
RaphaelPermalink

Teria um hotel legal para me indicar??

Paula
PaulaPermalink

Olá

posso dar algumas informações
estive pelo Natal no México - Riviera Maya e a temperatura é razoável, é menos quente do que no Brasil, tem optimas prais (estive no Bahia Principe (complexo e adorei ), podem ir visitar a Playa del Carmen através do BUS pagando por volta de 3 Dólares por pessoa, as compras de relógios e ténis é mais barato, tem se de regatear para baixar os preços. tem lugares fantátiscos (parque temático ) X-carate ), não cheguei a ir a Cancun, estive de preguiça porque era um dia inteiro e tenho uma filhota que se tornava chata.

vanessa
vanessaPermalink

ola...gostaria de saber os horarios de onibus de cancun ate playa del carmen e vice versa.....sai de quanto em quanto tempo???? e comeca e terminam a q horas????
att
vanessa

Ricardo Freire
Ricardo FreirePermalink

Demora 1h (do aeroporto de Cancún) e 1h20 (do centro de Cancún-- rodoviária).

Do aeroporto:
http://www.travelyucatan.com/cancun_airport_to_playa_del_carmen_bus_schedule.php

Da cidade:
http://www.ado.com.mx

(consulte "Cancún, Q.R." e "Playa del Carmen, Q.R.") Há ônibus geralmente de meia em meia hora (menos, nos horários de pico), até à 0h30. A Rodoviária fica no centro, longe da Zona Hoteleira.

Fernanda
FernandaPermalink

Olá Ricardo, parabéns pelo site! Nota 1.000!
Estou planejando minha lua de mel e adorei este post da Erica. Nos identificamos muuuuito com o estilo da viagem!
Pesquisando passagens, me assustei com os preços: viajaremos em maio/2011 e estou encontrando passagens de 900 dolares por pessoa até mesmo com as dicas de aeromexico e copa.
Imaginei encontrar valores mais baixos, sabem me dizer se esta é a média mesmo?
Bjs!

Valéria
ValériaPermalink

Olá,
Estamos indo para Cancun essa semana, eu e uma amiga. Navegando pelo seu blog, adorei as informações;no entanto gostaria de saber quais sao as melhores boates para irmos em Cancun, ou algum link que falasse delas.
Abçs e obrigada,
Valéria

Érica de Paula
Érica de PaulaPermalink

Valéria, em Cancun todas as boates estão concentradas na mesma rua, então você não vai ter dificuldade em encontrar qual é a melhor naquele dia. Inclusive a rua é tomada por "promoters" que ficam te vendendo ingressos e querendo te convencer que a boate deles é a melhor. Mas as mais famosas são a Señor Frog's e Coco Bongo!