Cancún, Playa del Carmen ou Tulum? Todos! (Por Érica de Paula)

Ricardo Freire
por Ricardo Freire

Tulum, praia em frente ao La Zebra. Foto: Erica Arruda

Está em dúvida aonde ir na Riviera Maia -- se monta base em Cancún, em Playa del Carmen ou em Tulum? Pois a Érica de Paula passou quinze dias por lá e encontrou qualidades nos três lugares. E neste relato, feito para o Viaje na Viagem (obrigadíssimo, Erica!), ela revela como extrair o melhor do que cada uma dessas bases tem a oferecer.

Texto e fotos | Érica de Paula

Para retribuir todas as dicas que peguei aqui no VnV, fiz um breve (?) relatório com toques de quem passou 15 dias em lua de mel no México, dividindo a estadia entre Playa del Carmen, Tulum e Cancún.

Quando, há alguns meses atrás, manifestei meu interesse de me hospedar nos três lugares, me lembro do Riq responder que se eu gostasse de Tulum, certamente não gostaria de Cancún, e vice-versa. Concordo que o esquema de cada um é completamente diferente, mas, hoje, posso afirmar que sim, se você é uma pessoa eclética e de cabeça aberta, é possível curtir igualmente os três ambientes, por mais diferentes (e até opostos) que sejam!

De forma geral, enquanto Cancún te oferece um mar muito bonito (mas cujas bandeirinhas vermelhas estão sempre hasteadas e ninguém entra), o luxo do resort que você escolheu se hospedar, grandes shoppings e uma vida noturna badalada, Playa del Carmen tem um mar igualmente bonito (mas possível de entrar e curtir), opções de resorts luxuosos ou pousadas charmosíssimas e uma vida noturna igualmente animada (com filiais das duas maiores casas noturnas  de Cancún e a opção de curtir uma baladinha na areia da praia, nos clubes de praia que se transformam a partir das 23h).

Quinta Avenida, Playa del Carmen. Foto: Erica de Paula

E claro, Playa tem o que pra mim fez toda a diferença: a Quinta Avenida! Aquele lugar não existe...foram 10 dias por lá e eu não consegui cansar (falo por mim, não pelo meu marido, já que aquilo ali é o paraíso das mulheres). A cada dia, um restaurante, bar ou pub mais charmoso e interessante do que o outro, com aquela mescla de lojinhas de artesanato e grandes grifes. E o melhor de tudo: concentrados no mesmo lugar (os taxistas passam o dia inteiro encostados esperando alguém precisar deles, já que dá fazer praticamente tudo a pé).

Tulum não se pode comparar com nenhum dos dois. É como sair um pouco do mundo em que estamos acostumados e se refugiar num lugar paradisíaco, onde só existe você, a lua, os coqueiros, o mar azul, a areia branca, a margarita e os nachos mexicanos (claro).

Primeira parada: Playa del Carmen

Em Playa, nos hospedamos no resort Gran Porto Real, num sistema all inclusive que atendeu todas as nossas expectativas de atendimento, conforto e gastronomia (mesmo sendo vegetarianos). O resortão da mesma rede que fica ao lado (The Royal) é razoavelmente mais caro, mas não acredito que a diferença de luxo compense a diferença de preço. Na verdade até preferimos o nosso, mais colorido e mexicano, do que as imponentes construções de mármore do outro que, além de 5 estrelas, tem 2 diamantes (descobri essa informação quando, na minha inocência, resolvi perguntar para um funcionário de lá se nós do Gran Porto Real poderíamos usar os restaurantes do Royal. A resposta dele foi: "Me desculpe, mas é claro que não. Vocês tem apenas 5 estrelas. Nós temos 5 estrelas e 2 diamantes." Pode?!).

Playa del Carmen, em frente ao Gran Porto Real. Foto: Erica de Paula

No primeiro dia em que chegamos me dei conta de que os 7 dias que ficaríamos em Playa não seriam suficientes para descansar no resort, curtir a praia, a Quinta Avenida e fazer todos os passeios que queríamos (outra grande vantagem: todos os grandes atrativos turísticos da região ficam mais próximos de Playa do que de Cancún). Então, ligamos para o resort de Cancún onde havíamos feito uma reserva de 5 dias e diminuímos para 2, de forma a ganhar mais 3 dias em Playa (e claro, num sistema que não fosse all inclusive, para podermos aproveitar os restaurantes locais sem culpa).

Feito isso, passamos os 7 dias iniciais dividindo o nosso tempo entre comer, dormir, piscina, mar, comer e dormir. Também fomos à famosa Coco Bongo (que sinceramente eu não gostei, motivos no final do relatório), nadamos com golfinhos no Delphinus e mergulhamos em Cozumel com um guia nativo que depois nos levou (na brodagem total) no carro dele para conhecer o outro lado da ilha e todas as suas praias desertas (super recomendo esse cara, o nome é Jorge Pacheco e o telefone é 45/987-111-90-88, email scubatortuga@yahoo.com).

Saiu muito mais barato pegarmos o ferry para Cozumel por conta própria e contratar esse cara para mergulhar conosco do que contratar uma empresa que leva um grupo (eu não tinha experiência em mergulho com tanque e ele passou 40 minutos me ensinando tudo que precisava antes de mergulharmos, além de tudo ele fala e entende português razoavelmente bem). Digo isso porque, no caso dos grupos e das empresas de turismo, normalmente se faz apenas snorkel, todos os barcos param no mesmo ponto de mergulho e são pelo menos 50 pessoas tentando ver os peixinhos que, com esse volume de turistas, saem correndo pro outro lado da ilha.

A seguir: Tulum

La Zebra, Tulum. Foto: Erica de Paula

Depois fomos para Tulum e ficamos três dias no La Zebra, numa cabaninha literalmente na areia, a 20 metros do mar. O contraste foi grande, mas podemos dizer que adoramos a experiência. Imaginem uma cabaninha redonda que só cabe a cama, um pequeno armário e o banheiro, que é conjugado com o quarto (ou seja, se você está de casal e precisa usar o banheiro para fazer número 2, o outro é literalmente obrigado a ir brincar com os siris do lado de fora do quarto – que são muitos, por sinal, principalmente quando escurece). O restaurante do hotel é ótimo, embora seja um pouco caro. Aliás, por mais simples que tenha sido a nossa estadia lá, a brincadeira saiu proporcionalmente mais cara do que os grandes resorts de Playa e Cancún.  De qualquer forma, todos merecem conhecer Tulum. O mar consegue ser ainda mais azul, mais quentinho e mais gostoso de entrar, e nada paga a experiência de ter uma praia maravilhosa praticamente só para você e para os outros poucos turistas que lá existem (pelo menos na época que eu fui, e também porque as pousadas não comportam muitas pessoas). Lá perto também conhecemos dois restaurantes muito bons, que dá pra ir a pé: o Om (da pousada com o mesmo nome, que fica na beira da praia e tem pizzas maravilhosas e baratas) e o Bananas (restaurante da pousada Nueva Vida de Ramiro que fica do outro lado da rua).

Cenote Dos Ojos, Tulum. Foto: Erica de Paula

Nesses 3 dias, curtimos a praia e fizemos um mergulho no cenote Dos Ojos (não conheci os outros para comparar, mas gostei muito desse, e a experiência de mergulhar numa caverna com rio subterrâneo azul bebê é sempre muito interessante).  Nesse dia íamos também para Akumal mergulhar com as tartarugas em alto mar, mas começou a chover.

Ruínas de Tulum. Foto: Erica de Paula

Já ia me esquecendo das ruínas: as ruínas de Tulum são imperdíveis. Aliás, todas elas são: Tulum, Cobá e Chichén Itzá. Se puder, vá em todas. Cada uma te dá uma sensação completamente diferente do que foi a civilização maia. Lindas, lindas, lindas! Mas eu, que criança sonhava ser uma arqueóloga quando crescesse, sou suspeita pra falar.

Voltando a Playa

De Tulum fomos novamente para Playa, onde nos hospedamos no coração da Quinta Avenida, atendendo aos meus anseios mais “consumistas”, digamos assim. A pousada era a Lunata (recomendo), onde pagamos 85 dólares para ficar num quarto deluxe maravilhoso. Dessa vez, fomos ao famoso parque Xcaret (que apesar de soar “artificial” vale muito a pena, até pra quebrar a rotina da viagem) e para as ruínas de Cobá (tudo de bom, principalmente quando você se dá conta de que só foram descobertas cerca de 50 edificações das mais de 6.000 detectadas pela NASA no local. Ao longo da trilha você vê claramente “morros” em forma de construções piramidais que ainda não foram limpos e descobertos).

Finalmente: Cancún

Westin Lagunamar, Cancún. Foto: Erica de Paula

Finalmente, fomos para Cancún passar os dois dias que faltavam. Ficamos no resort Westin Lagunamar, cujas fotos na internet mostravam um piscinão que se fundia com o mar, mas que na verdade não se funde, era apenas ilusão de ótica (e eu que escolhi o hotel só por isso, sniif). Mas tudo bem, o hotel era maravilhoso mesmo, a piscina é ótima, tem duas jacuzzis quentinhas na beira da praia e não estava muito caro, além de ficar literalmente a 10 passos do shopping a céu aberto La Isla. Em Cancún, aproveitamos o primeiro dia para jantar no criativo e divertidíssimo Carlos’nCharlie’s (super recomendo) e no segundo fomos para Chichen Itzá e dedicamos a última noite para sair de verdade, no conhecidíssimo Señor Frogs (muito bom também).

 

Agora, algumas informações de ordem prática:

- Os biquínis das brasileiras chamam MUITA atenção. Com exceção das outras brasileiras, é claro, todas as mulheres usavam aqueles cuecões horríveis e enormes, cujas marquinhas devem ficar piores ainda. Para a tristeza do meu marido e meu constrangimento, onde eu passava todos diziam: é brasileira!!! Mas nem liguem, viva a diversidade cultural! Elas escondem porque não tem! wink

- Não vale a pena ficar num all-inclusive em Playa del Carmen, a não ser que você não pretenda sair muito do resort ou que a estadia seja longa como a minha, permitindo fazer de tudo um pouco. É quase um pecado não conhecer os restaurantes locais de lá.

- Pesquise MUITO os preços dos artesanatos e souvenirs. Todas as lojas vendem basicamente as mesmas peças, com uma diferença de preços absurda. A ponto da mesma tartaruguinha de obsidiana custar 800 pesos em um lugar e 200 em outro. Os mexicanos também são bons para negociar, principalmente se você é bom para dar uma chorada. Você consegue encontrar praticamente tudo nas lojas enormes “Hacienda Tequila” (tem 7 delas em Playa), e por um preço inacreditável. Não comprem nada antes de passar lá.

- Os preços de tênis, óculos de grife e etc. de Cancún são os mesmos dos EUA. Vale a pena investir.

- Porque eu não gostei da famooooosa Coco Bongo? Porque estava muito mais lotado do que a sua capacidade deve permitir, os garçons eram brutamontes te acotovelando para passar e nos intervalos das apresentações algumas turistas loiras, bêbadas e devassas subiam ao palco para dançar na maior baixaria. Mas as apresentações da casa até prometiam ser interessantes, não fiquei até o final para descobrir.

- Se você achou Tulum meio programa de índio pela minha descrição da cabana (que era ótima, na verdade), existem dezenas de outras opções de pousadas com um design diferente. E mais baratas também. Mas a praia só fica boa a partir do Km 5.

- Tanto em Playa quanto em Tulum, a cozinha dos restaurantes fecha 23h (os bares ficam até mais tarde). Por isso, não saia para jantar após as 21h que não dá tempo. E não espere vida noturna em Tulum. Até mesmo os lugares mais famosos por sua “vida noturna” fecham 23h. Lá é pra relaxar meeeeesmo.

- Seja o primeiro turista a chegar nas ruínas de Tulum, 8h em ponto. O sol e a quantidade de turistas que pipocam lá a partir de 10h são implacáveis. Já em Cobá, leve água, pois as caminhadas são longas. E em Chichén Itzá, vá de manhã, pois quando você se dá conta o parque está fechando sem você ter tirados todas as fotos por ter ficado comprando bugigangas do pessoal que fica vendendo artesanato lá dentro. Aliás, comprar artesanato dentro de Chichen Itza (dentro mesmo, no pé das pirâmides) sai mais barato do que no Mercado 28 (que eu não vi muita graça) e do que em qualquer outro lugar de Cancún. Por incrível que pareça. Eles vendiam várias peças por 1 dólar.

- Não precisa levar calça jeans. Pelo menos agora na época que eu fui. Levei 4 eu não usei nenhuma. Lá você mal consegue usar um shortinho de tanto calor, inclusive de noite. Nos shoppings, restaurantes e boates mais badaladas, as mulheres estavam todas de shortinho ou vestidinho e sandália rasteira. Aliás, nem pensar em salto alto. Você simplesmente não vai conseguir encontrar nenhuma ocasião que justifique seu uso, por mais que tente.

- Mergulhe em pelo menos um cenote. Vale a pena, e é uma experiência que você teria em pouquíssimos lugares do mundo, com a diferença que no México dá pra ficar imaginando os maias fazendo rituais e sacrifícios lá alguns séculos atrás.

- Fui atrás do buffet no La Parrilla que o Riq indicou no centro de Cancún, mas era terça, e o buffet funciona só de quinta a domingo. E para quem gosta de comida natural, lá pertinho (em Playa del Carmen também tem), tem o restaurante 100% Natural. Maravilhoso!

- Prepare-se para dar muitas propinas (gorjetas). Todos (até a moça que limpa o banheiro da rodoviária) esperam ganhar alguma coisa.

- E claro, prepare-se também para engordar pelo menos 1,5 kg.

Obrigado, Érica! Relato sensacional!

Leia mais:

275 comentários

Atenção: os comentários estão encerrados.

Sabrina
SabrinaPermalink

Olá, estou escrevendo para dizer que nossa viagem a Playa está próxima (23/12). Érica, liguei para o Jorge, que faz mergulho em Cozumel (peguei essa dica aqui), ele foi muitoo simpático, iremos fazer mergulho com ele com certeza. Queria agradecer pela dica. E mais uma coisa, quando voltarmos dessa linda experiencia de 10 dias entre Playa, Cancun, Chichen Tza, Tulun, Cozumel e Isla Murejes, quero pedir licenca p contar como foi tudo lá, e dar dicas para outras pessoas. Pois esse blog nos ajudou muito a programar nossos passeios.
Desejo a todos um feliz natal, e um prospero 2011. Ano que vem volto p contar como foi tudo. P.S. Eu e meu noivo estamos em Chihuahua, vamos ficar aqui até março de 2011. Tambem posso separar fotos daqui e mandar curiosidades de local. (se o dono do blog permitir claro). Um abraço a todos!

Osória
OsóriaPermalink

Olá Érica de Paula,tudo bem?

Poderia tirar uma duvida.

De forma geral, enquanto Cancún te oferece um mar muito bonito (mas cujas bandeirinhas vermelhas estão sempre hasteadas e ninguém entra).o que você está informando,pode ser mais clara?

Aguardo seu breve retorno,e desde já,agradeço.

Ricardo Freire
Ricardo FreirePermalink

A maior parte da costa da zona hoteleira está em mar aberto, com ondas. É freqüente o hasteamento de bandeiras vermelhas que, em todo lugar do mundo, significam perigo, não entre no mar.

A parte calminha da zona hoteleira fica no norte, onde estão os hotéis mais antigos. Ou então na ponta sul onde está o Club Med e é uma praia protegida.

Riviera Maia e Playa del Carmen têm praias mais calmas.

https://www.viajenaviagem.com/americas/caribe-a-z/cancun-ricardo-frerie

Carol Owen
Carol OwenPermalink

As duas vezes que fui a Cancun nas praias em frente ao JW e ao Ritz as bandeirinhas estavam vermelhas na maioria dos dias, no entanto entrei no mar pra dar uns mergulhos e nao senti que tava perigoso. Claro que as ondas incomodam um pouco, mas soh pra dar um mergulho e depois ir pra infinity pool do hotel pra ver aquele azul eh muito bom. Eu adoro playa, mas mar azul como o de cancun nao tem. Em Tulum fiquei no Hotel Azucar e recomendo pela experiencia rustica. Fiquei na cabana "lunamielera", mas mesmo assim eh bem rustico mesmo, agua no chuveiro um pouco salgada, sem ar condicionado. Bem a esperiencia Tulum mesmo. Valeu a pena, pois a praia eh linda, as ruinas tb e o Cenote dos Ojos eh bem legal tb. Tb tem uns restaurantes que valem a pena. Soh nao tomem a capirinha em lugar nenhum pois eh feita com rum. smile

Gabriel Dias
Gabriel DiasPermalink

Digo o mesmo. Fiquei hospedado no JW e entrei algumas vezes no mar em frente ao hotel, que mesmo com a bandeirinha vermelha não estava bravo. Havia sempre um salva-vidas por lá...
Mas eu estou acostumado com o mar do Rio de Janeiro, que nunca é calmo!

Sabrina
SabrinaPermalink

Olá Erica, volto para fazer mais algumas perguntas, vamos ver se podes me ajudar. Em Tulun, para mergulhar nos Cenotes, quanto tempo aproximadamente leva esse mergulho? precisa levar algum equipamento proprio? As aguas sao muito frias? Procuramos lá mesmo alguem ou alguma agencia para fazer o mergulho?

Um abraço

Érica de Paula
Érica de PaulaPermalink

Oi Sabrina, eu só fui no Dos Ojos, leva uma tarde inteira (ou manhã inteira) praticamente. O seu hotel pode te indicar empresas que façam o passeio, ou você pode escolher uma naquelas revistinhas turisticas que tem na cidade. Eles mesmos te oferecem equipamento. A água é bem fria sim, mas se você usar aquela roupa de mergulhador dá uma aliviada!

Sabrina
SabrinaPermalink

Olá Érica, muito obrigada por mais essa ajuda! Um grande abraço a todos, feliz Natal e um 2011 repleto de realizacoes!

México: Dicas de Cozumel e Playa del Carmen para Ana Paula

[...] Achei esse post ótimo falando de Playa del Carmen e lá o Riq Freire dá dicas de alguns hotéis como o Mosquito Beach, Mosquito Blue, Porto Real e o Royal Playa del Carmen. Tem também esse da Érica de Paula, que foi também a Tulum e Cancun. [...]

Ana Carolina
Ana CarolinaPermalink

Gente, gostaria de dizer que vocês são excelentes, e tiraram várias das minhas dúvidas, só restou uma... em março é uma época boa para ir à Playa e Cancún? Vou seguir a risca todas as dicas de vocês, mas gostaria de ir numa época em que possa aproveitar bem a viagem... Bjo!

Ricardo Freire
Ricardo FreirePermalink

Na página de Cancún há um link para chuvas mês a mês. Março é uma boa época.

Procure ler tudo o que há naquela página. Há muitas coisas que você (ainda) não pensou em perguntar e que está respondida lá, tanto nos textos quanto nos comentários. O site é self-service. Não espere que cada pequeno detalhe da sua viagem seja respondido por alguém.

Juliana
JulianaPermalink

Oí, Érica!
Estou programando um intercâmbio de 1 mês para outubro/2011 em Playa del Carmen, com possibilidade de estender + 1 semana para o turismo em Cancún e demais lugares da região.
Depois de ter lido seu relatório, simplesmente não vejo a hora de embarcar e curtir esta viagem!!
Obrigada! Beijos,

Marcelo Navarro
Marcelo NavarroPermalink

Fui para Cancun em novembro e quase me afoguei em frente ao Meliá.
A correnteza me levou para o fundo e só consegui voltar , pois me agarrei em umas bóias colocadas extrategiamente no mar .
Não aconselho pessoas que não nadam muito bem a se arriscar com as bandeirinhas vermelhas !!!

Gabriel Dias
Gabriel DiasPermalink

Acho engraçado as pessoas que querem criticar mas não tem coragem de usar o nome real.

Ricardo Freire
Ricardo FreirePermalink

E por isso merecem ser deletadas e bloqueadas para todo o sempre, amém.

Marcelo Silva
Marcelo SilvaPermalink

Coragem?

Não, não foi falta de coragem. Foi pura questão de "mensagem": "pega leve" na grosseria!

Mas e agora? Meu nome está aí e você vai fazer alguma coisa?

De qualquer maneira, reitero: "cada pequeno detalhe" é pura estupidez!!

Ricardo Freire
Ricardo FreirePermalink

Haha, eu tinha deletado o comentário direto nos bastidores do site, por causa da combinação pentelhação + pseudônimo.

Só agora que eu fui ver exatamente de qual resposta você estava reclamando.

Rapaz, você acha que AQUILO é grosseria? Você não me conhece quando eu dou piti.

Existe uma diferença entre blogueiro e agente de viagem. Ler antes de perguntar é o mínimo que se espera do leitor.

Se você não gostou do estilo aqui da casa, lamento. Felizmente o que não falta na internet são sites de viagem para fazer suas perguntas. Boa sorte.

Johnny Matos
Johnny MatosPermalink

Grande Ricardo, suas dicas são ótimas, já fui 02 vezes a Playa del Carmen, e tenho vontade de voltar mais umas mil...só que o mundo é grande e preciso conhecer outros lugares...você pode me dar uma dica de outro lugar no Caribe que siga o mesmo perfil de Playa?
Adorei os passeios a pé pela 5a avenida, restaurantes, barzinhos e as festas que rolam no Mamitas e no Kool.
Pretendo ir no carnaval agora, help-me!!!

A Bóia
A BóiaPermalink

Olá, Johnny! O Comandante elaborou um guia para que cada leitor possa descobrir qual a "sua" ilha no Caribe. O link está abaixo! Porém, acredito ser bastante importante você ver um outro post... "Não procure um lugar em outro"! smile

https://www.viajenaviagem.com/2010/04/pequeno-guia-para-descobrir-a-sua-ilha-no-caribe/

https://www.viajenaviagem.com/2011/01/nao-procure-um-lugar-no-outro/

Cintia
CintiaPermalink

Ola Ricardo! Parabens pelo site, mto mto util!
Vou p Cancun em julho com meu namorado, 8 noites, mas estamos pensando em ficar 4 noites em Cancun e 4 em Playa del Carmem...apos ler o relato da Erica. E passar um dia visitando Tulum, jah q nao tempos mais tempo e achamos cansativo "carregar malas"...Mas fiquei em duvida de como podemos fazer o tranfer de Cancun a Tulum, de onibus msm??
Abraco!!

Majô
MajôPermalink

Acho que meu comentário foi pro poço :roll:
Cintia, de Cancun para Playa, tem o ônibus da ADO que deixa você dentro da cidade. A rodoviária fica na 5a. Avenida, dá para ir a pé.
Em Playa há vans que saem do centro para Tulum, não lembro agora a rua onde fica o ponto final.
Mas, você pode alugar um carro, a estrada é ótima, uma reta.
Se você vai passar uns dias em Playa, deveria deixar para ir a Tulum de lá, fica +- 1h.

A Bóia
A BóiaPermalink

Alô, Majô! O Comandante fala tão bem de você, que eu preciso conhecê-la!

Dei uma olhadinha no poço e não vi comentário seu lá não. Deve ter se perdido no caminho entre o seu computador e o servidor, o danadinho!

Valeu pela resposta, você é um amor!

Majô
MajôPermalink

Haha Bóia você já é uma querida, vamos marcar um café wink
O Comandante é queridíssimo, adoooro mrgreen

Certamente tem ônibus da rodoviária para Tulum ! O Henrique que era nosso vizinho na pousada é que foi de van, ele disse que ficava a umas 2 quadras do Barrio Latino, não lembro o no. da rua.
Acabei indo de taxi que é barato. Mas, das ruinas para a praia, tem um booom trecho a pé, acho que o carro facilita.
Em Playa NÃO precisa de carro, tudo a pé.

A Bóia
A BóiaPermalink

Olá, Cíntia! Há ônibus tanto de Cancún quanto de Playa para Tulum. De Cancún eles saem da rodoviária, que fica no centro.

Gabriel Dias
Gabriel DiasPermalink

Eu alugaria carro. É barato e é muito fácil dirigir por lá. Ficar dependendo de transporte não vale a pena, principalmente quando se tem pouco tempo.

Alessandro A.
Alessandro A.Permalink

Eu também gosto do carro, pois você fica com mais liberdade e conforto. A única dica é ter dinheiro para abastecer, pois os postos não aceitam cartão de crédito.

Gabriel Dias
Gabriel DiasPermalink

Eu perguntei sobre isso na Hertz e falaram que os postos aceitam. Entretanto, por comodidade, comprei um tanque com eles e não pude comprovar.

Alessandro A.
Alessandro A.Permalink

Pode ser que tenha mudado, mas quando estive lá em jan/2009 não aceitava nem cartão de crédito e nem dólar. Passei inclusive um aperto por causa disso, pois estava voltando de Playa para Cancún a noite e não consegui abastecer. Parei em vários postos, mas como todos são da mesma bandeira, a regra era a mesma. Por sorte o meu tanque aguentou até Cancún, onde pude fazer o câmbio na recepção do hotel. Abasteci em Cancún e lá também só aceitava a moeda local.

Cintia
CintiaPermalink

Obrigada pessoal!!

Michele
MichelePermalink

Erica, tudo bem?
Vou com meu noivo em Julho para passar lua de mel. Adoramos suas dicas sobre Playa del Carmem e creio que vamos ficar por lá. Apenas para tirar a última dúvida, levando em conta que queremos um pouco de paz, tranquilidade e também um pouquinho de agitação por conta dos restaurantes, voce nos aconselha a ficar em Playa ou Cancun???
Beijos e obrigada pelas dicas!!!

A Bóia
A BóiaPermalink

Olá, Michelle! Para dormir à noite, evite os hotéis Deseo e Básico, que têm bares animados, e os hotéis nos arredores da rua 12.

O Mosquito Beach está fora da área de bares.

juliana Sucupira
juliana SucupiraPermalink

Oi Erica, parabéns pelo seu relato! Eu estava justamente pensando em ficar no Grand Porto Real de Playa del Carmem, mas lendo as "reviews" no trip advisor fiquei apavorada! Eu li sobre: Várias pessoas que chegam lá e não tem o quarto pedido, só categoria menor e não devolvem o dinheiro, etc, li muitos reclamando principalmente do barulho nos quartos, por conta do bar e pelas festas TODAS as noites, entre outras reclamações. Mas a pior foi sobre a praia, alguns disseram que é num trecho ruim, que tem pedras e um cheiro de peixe muito ruim de "cadáver", rsrs, por conta dos pescadores ali em frente. Como meu maior critério é a praia, a qualidade da água, quero mergulhar no mar!! será que você percebeu isso também no Porto Real? Obrigada desde já! Bjs
Juliana

Alice Matteoli
Alice MatteoliPermalink

Indo para Playa del Carmen agora ! Carnaval 2011 ! HELP ME!!

Estou indo com mais 2 amigas passar 7 noites em PLaya. Decidimos por Playa após várias dicas, tanto de amigos, quanto dos sites.
Já fuxiquei esse site todo e o do Gabriel tb. Vamos alugar carro e fazer o máximo por conta própria. Eis o rascunho do nosso roteiro:
1o dia - chegamos depois do almoço - curtir a praia no Mamitas ou Kool by Playa Tukan, e depois badalar pela 5a avenida
2o dia - Tulum + Akumal - de carro alugado
3o dia - Mergulho em Cozumel com loja de mergulho q vai em embarcaçaõ própria, sem precisar parar na ilha. tarde livre
4o dia - X caret ou Xel ha - (EIS A DÚVIDA!)
5o dia - Chinchen Itza passando em Vallidolid e no Cenote (Arrumar um guia local para as piramides!)
6o dia - Isla Mujeres e final do dia em Cancun para compras e jantar -
7o dia - Ruínas de Cobá ou Playa Paraíso, Paamal ou Maroma ??
8o dia - manhã livre, voo a tarde.

Temos as seguintes dúvidas que não conseguimos sanar mesmo lendo todos os posts:

1 - Aonde é a melhor relação custo x benefício para o nado com golfinhos??
já ouvimos falar que tem o nado no shopping la isla, que é mais barato. ou é melhor fazer em um parque, ou em isla mujeres, para melhor aproveitar o tempo que se está lá? Se formos nadar com golfinhos em outro lugar, nao vale a pena ir a isla mujeres, entao, ja´seria mais um dia livre para conhecer outro lugar diferente da muvucada-farofada!

2 - X-caret ou Xel-ha? como já vamos fazer mergulho, talvez fosse interesante o x-caret, justamente por ser mais "artificial" ?? e por ter o show típico à noite?

3 - Vai ser fácil um guia local em chichen itza para nos guiar? e tb para acharmos o cenote?

4- Dá para fazer tulum + akumal no mesmo dia, ou aconselhariam dividir?

5 - Alguma dica sobre as Playas de Maroma, Paraíso e Paamal??

6 - Pretendemos fazer as "noitadas" em Playa mesmo, pq deve ser bemmmm melhor, pelo menos para o nosso estilo. Mas queremos ir ao menos 1 noite em Cancun, será que rolam vans de madrugada ? ou ônibus? pq apesar de uma de nós não beber, vai ser cansativo voltar dirigindo de madrugada.

Bom, é isso. Desculpa se fui repetitiva em alguma pergunta. Aceito totalmente críticas e sugestões para o meu roteiro!

MUitíssimo obrigada!

Alice

A Bóia
A BóiaPermalink

Olá, Alice!

Se você vai ficar em Playa e um dos objetivos é curtir a noite, você não vai ter saúde para cumprir este programa!

Conselho de Bóia: chegue, estabeleça-se, curta praia, descanse do vôo. Tire um dia para ir a um parque. Tire outro para ir a Tulum.

Decida tudo por lá. Leia as sábias palavras do Comandante:

https://www.viajenaviagem.com/2011/02/passeios-reservo-agora-ou-deixo-para-quando-chegar/

https://www.viajenaviagem.com/2007/11/abaixo-o-maraturismo/

https://www.viajenaviagem.com/2010/02/o-turista-nunca-chega-2/

Luciana Bordallo Misura

Alice,

1 - se você vai a um dos parques (Xcaret ou Xel-ha) recomendo fazer o nado com golfinhos por lá mesmo. Eu preferi Xcaret a Xel-ha, Xcaret tem mais coisas pra ver e fazer do que Xel-ha. Mas não achei muita graça em nenhum dos dois, o show de Xcaret (noturno) é interessante.

2 - dá pra fazer Tulum e Akumal no mesmo dia (nós fizemos) mas é bem corrido. Eu separaria as duas e colocaria no 7o dia ao invés de Cobá e essas outras praias que são mais longe.

3 - Chichen Itza é bem longe e a menos que você vá a Valladolid na noite anterior, é melhor dedicar o dia inteiro a Chichen Itza. Nós não fomos justamente por causa da distância, é um dia corrido só pra conseguir ver tudo em Chichen Itza com o tempo de viagem. Que cenote especificamente você está querendo ver nesse dia?

4 - Isla Mujeres é um lugar ótimo pra curtir a praia maravilhosa, bem relax.

O nosso relato de viagem está aqui se você quiser ler mais sobre os dois parques (Xcaret e Xel-ha) http://luciana.misura.org/category/viajando/mexico/

Alice
AlicePermalink

Oi Luciana!!

Obrigada pela resposta! Deu uma olhada no seu blog! Adorei!!

O cenote é em Chichen Itza ou perto, as agencias levam nesse Cenote quando fecham o passeio com eles. LI em um desses posts em um dos blogs q nao é muito fácil de achar quando se vai sozinho de carro. E duas amigas q acabaram de chegar de lá disseram que é lindíssimo! Na volta, te falo como fiz pra achar!!

Bóia, obrigada tb!! sei que meu roteiro está intenso... mas é mais uma lista de preferencias do que algo a ser rigorasamente cumprido. Com certeza nao vamos conseguir fazer tudo e ainda sair a noite!!

Abs!

Luciana Bordallo Misura

De nada, boa viagem e na volta passa aqui pra contar como foi!

Érica de Paula
Érica de PaulaPermalink

Alice, acho que a Luciana respondeu bem suas dúvidas!! Não conheço as praias citadas e não sei sobre o transporte noturno de Cancun para Playa! Também concordo com a Boia em planejar menos com antecedência e deixar para decidir as coisas lá. Eu também gosto de planejar tudo, mas quando cheguei lá mudei completamente minha rota com base no que fui sentindo do local! Também prefiro Xcaret a Xel-Ha.

Juliana, não vi nada disso no Gran Porto Real e recomendo muito o resort! achei a praia ótima, e se tiver barcos de pescadores na frente basta vc andar 50m na própria praia que fica bem tranquilinho! Não senti cheiro nenhum, o mar era delicioso e, pelo menos na época em que fui, não tinha barulho no hotel! Nos sentimos perfeitamente atendidos em todas as nossas expectativas, sem contar a ótima localização!

Michelle, entre Cancun e Playa eu sempre vou recomendar Playa!! rs

Carla Baiana
Carla BaianaPermalink

Totalmente influenciada por esse post do comandante, parto amanha em direcao a Playa.
Obrigada a todo mundo aqui pelas dicas maravilhosas, especialmente a Erika e a Majo que, sem saber, planejaram minha viagem smile)
Ate mais!

Etiene Martins
Etiene MartinsPermalink

Olá,

antes de mais nada adorei as dicas tanto desse site quanto no viajenaviagem. Com toda a certeza me ajudaram mtoooooo. Eu pretendo ir em julho, mas confesso que não sei se arriscarei pois é o início das épocas dos furacões. Enquanto isso, montei um breve roteiro e gostaria de saber a opinião de voÊs.

Ficaria 10 dias em Playa Del CArmen onde visitaria:

Playa Del CArmen
Cozumel
Tulum
Akumal
Xel-ha ou Xcaret
Xplor ou Hidden Worlds
Chichen
Coba
Cenote dos Ojos

Já em Cancun eu ficaria 5 dias e visitaria:

Cancun
Isla Mujeres
Isla Contoy

Minhas dúvidas são:

1- Meu programa contempla as principais atrações ou estou esquecendo de algo?

2- Além do Cenote dos Ojos, tem outro que possam recomendar?

3- Vi nesses posts menção a esses lugares: Paamal , Maroma, Mamitas , Kool by Playa, Isla Holbox e playa paraiso. Algum vale mto a pena?

Desde já agradeço a atenção.

Obrigada,
Etiene

A Bóia
A BóiaPermalink

Olá, Etiene!

O objetivo de uma viagem não deve ser ticar todos os lugares que existem no mapa. Se você já está numa praia boa, qual a necessidade de ver tantas outras? Escolha a praia que faz mais o seu estilo, então selecione passeios pelo tipo de experiência -- um ou dois sítios arqueológicos, um ou dois parques temáticos, uma ou duas cidades coloniais.

José Marino F.
José Marino F.Permalink

Etiene, sugiro o Cenote azul que fica perto de Chichen Itza. é bem famoso pelo campeonato patrocinado pela Red Bull.
Xel Há é um aquário natural, bem diferente de Xcaret.
Já Xplor é mais indicado se gosta de esportes radicais. Se vai com criança nem vale a pena.
Sugiro também curtir alguns dias em Playa del Carmem. Tem muitos bares e locais interesantes.

Etiene
EtienePermalink

Oi Bóia. Tudo bom?

Aiii, eu não sei se sofro influência do meu signo, mas confesso que quando vou a um lugar quero conhecer Tudooooo! De qualquer maneira, esse guia é apenas para me dar um norte. Não sou de ficar presa até porque quero fazer as coisas com calma .

O intuito da pergunta era saber se o meu guia está contemplando os melhores lugares ou se tem algo imperdível que eu esqueci de colocar.

Obrigada.

José Marino F.
José Marino F.Permalink

Amigos, apesar de leitor assiduo do Blog esse é meu 1° post e como acabei de voltar da minha viagem a Cancun com minha namorada, vou dividir minhar impressões, dicas e algumas orientações.
Entrada no Mexico
Na imigração entramos com a autorização eletrônica e tudo foi bem tranquilo. O visto é dado para 180 dias e depois somos encaminhados as bagagens e alfandega, onde as malas passam por RX e se você for "sorteado" pode ter sua mala inspecionada pelo agente.
Cancun
Ficamos hospedados no Km 12.5 da Av. Kukulcan. Essa Av. "corta" a zona hoteleira que vai do aeroporto até o Km 22.5 e onde estão a grande maioria de hoteis e ressorts, baladas etc.
Fora da zona hoteleira Cancun me pareceu uma cidade grande como outra qualquer. Tem +/- 400.000 habs e normalmente ninguém nem chega a conhece-la completamente.

Dinheiro
O peso mexicano vale +/- 12 dolares mas o dollar é aceito em quase todos os lugares. O cambio para troca varia de 10.50 a 11.75.
Minha dica: se achar um cambio de 11.75 vale a pena trocar. Se vai utilizar o dolar, sempre pergunte a taxa de cambio pois se essa for muito baixa (10 a 11.25, por exemplo)vale a pena usar o cartão de crédito.
Sempre tenha em mãos uma calculadora pois o troco é dado em pesos e nem sempre encontra-se pessoas "corretas" nessas horas.

Hospedagem
Na zona hoteleira existem hoteis para todos os gostos e bolsos.
Ficamos no Park Royal Cancun no Km. 12.5. Um all inclusive mediano mas que atendeu nossas necessidades. A localização é ótima, Limpeza, refeições e gentileza dos atendentes excelente mas que peca em itens como
segurança, qualidade dos produtos All inclusive e o fato destes só estarem disponiveis somente das 8:00 ás 24:00hs, falta de frigobar nos quartos e Wi-fi somente na recepção do hotel.
Pesquise bastante. Existem boas opções.

Transporte
O sistema públlico de transporte funciona 24hs e é barato, seguro e vai da zona hoteleira até Cancun facilmente.
Aluguei um carro por quatro dias por US$ 90 na Hertz mas se procurar com calma pode-se achar melhores preços. A vantagem foi que ganhamos o nado com golfinhos (que custava US$ 99).
De carro fomos a Playa del Carmem (68 km), Tulum (130 km) e Xcaret (71 km).
Também fomos a Chichen Itza (203 km) mas utilizamos a agencia de turismo
Ps: Transportes públicos não aceitas dolares. Tenha pesos (moedas) em mãos.

Festas
As boates e bares famosos também estão na Av. Kukulcan, por volta do Km 9. As mais famosas são Coco bongo (mistura de show, circo e balada - a entrada dá direito a open bar e os shows vão até 2:00hs), Daddy´s, Hard Rock café, entre outros. É onde acontece a "bagunça" de Cancun.
Outras sugestões são Señor Frog´s, Outback (como o nosso), Planet Hollywood (no Shopping La isla)...
Dica: quase todos fornecem cupons de desconto para compras ou mesmo para comidas e bebidas e são facilmente achados. Sempre utilize-os.

Compras
Os shoppings principais da zona hoteleira são o La isla e o Kukulcan. Os dois estão bem pertos um do outro. O La isla é mais completo, como um shopping a ceu aberto dividido por canais. Algumas lojas Nike, Puma, CK, Zara, Planet Hollywood, Senor Frog´s, Apple store, Dufry etc. Tem muitos restaurantes bons, várias opções de locadoras de veículos mas quase não tem produtos eletrônicos.
O Kukulcan é mais novo mas parece mais caro e vazio. Tem lojas da Oackley, Harley, perfumes entre outros.
Dica: Se quer perfumes e óculos vá no Kukulcan. Se que tenis, roupas, bebidas vá no la Isla.
Os preços de Cancun são mais caros que nos EUA mas muito mais baratos que os nossos.

Passeios
Playa del carmem depois que li as sugestões do blog tornou-se um passeios obrigatório, e não nos decepcionou.
É um mistura de Praia do forte/Ba e Buzios/R, com mar típico do caribe mexicano, clima europeu e uma Av. central que merece destaque pelas opções de lojas, restaurantes e bares. Recomendo trocar alguns dias de Cancun.

Tulum é um parque arqueológico Maya no litoral do Caribe. O Mar foi o que mais nos impressionou pela beleza mas o passeio pelas ruinas também é interessante. Paga-se uma pequena taxa para entrar mas o passeio vale a pena.

Xcaret
Um dos famosos parques que nos recomendaram mas que inicialmente só fomos somente porque ganhamos o nado com os golfinhos.
Mas também nos surpreendeu pela gama de opções já que é uma espécie de Zoológico e aquario com inúmeros passeios (pagos) com peixes, tubarões, nado em rios subterraneos e varías outras opções. Tem praias naturais e vários bares e restaurantes.
A entrada pode ser simples ou Plus onde o diferencial é que você pode almoçar no parque (o almoço já vale a diferença) e tem toalhas, lockers e equipamento de mergulho que se quiser nadar nos rios, teria que alugar.
Vale a pena.

Chicken Itza
Parte cutural do passeios. As ruinas são muito interessantes e recomento fazer o passeio com guia já que a história sobre essas ruinas é muito interessante. A foto na pirâmide é clássica.

Quem precisar de dicas é só perguntar.
Abraços

Paulinha Moreira
Paulinha MoreiraPermalink

Adorei todas as dicas, estou indo à Playa no próximo dia 23, vou ficar 20 dias por lá, vou estudar na Enforex e também quero curtir esse lugar que parece maravilhoso (não vejo a hora), ficarei em casa de família. Alguém já foi para fazer Intercâmbio? Alguma outra dica??

Flavia Portinho
Flavia PortinhoPermalink

Oi gente!Eu moro em Boston e estou tentando comprar umapassagem p o Mexico,mas estou na maior duvida...Tinha certeza que iria a cancun,mas agora ja nao sei mais...Vcs falam tanto de Playa ,que ja estou comecando a gostar de la,mas ao mesmo tempo,tenho medo de nao ficar em Cancun e perder alguma coisa...smileAfinal de contas,onde e melhor?E perto um do outro?Eu quero um mar azul,boa comida,lojinhas...bom hotel...Po favor,alguem meajude,pq tenho que comprar meu pacote...Pretendo ir dia 29 de maio e ficar uns 6 dias...

Ricardo Freire
Ricardo FreirePermalink

É uma questão de estilo, Flavia. Cancún: hotelões + megadiscos + carro. Playa del Carmen: hoteizinhos + vida noturna animada mas não mega + andar a pé.

Siga a sua intuição, se você acha Cancún glamuroso vai firme, a cidade tem muitos fãs.

leonardo
leonardoPermalink

Olá, Érica! Tudo bem!

Em primeiro lugar, muito obrigado por suas preciosas dicas!!!

Eu e minha esposa vamos pra Cancún agora em Maio. Gostaria de saber duas coisas:

1- Golfinhos: em seu texto, vc fez menção ao Delphinus. No site dele diz que lá se pode fazer o Footpush (ser impulsionado pelos golfinhos). No seu caso teve essa atração? Um amigo que nadou com golfinhos no Xel-há falou de cerca de meia hora, e no site do Delphinus fala em 1 hora. Enfim, vc aconselha o Delphinus? A localização dele é próxima de alguma outra atração?

2- Playa del Carmen: vc indicaria outro hotel mais em conta, sem perder muito em qualidade? Pela proximidade, vc sabe se os passeios saindo dela são mais baratos que saindo de Cancún?

Obrigado e mais uma vez parabéns!!

Leonardo.

Érica de Paula
Érica de PaulaPermalink

Oi Leonardo! em algum momento na caixa de comentários eu escrevi o que eu realmente acho sobre nadar com os golfinhos. Veja se encontra! smile

No Delphinus eu comprei o de 1 hora mas não sei se vale a pena, pois essa hora é dividida com um grupo, então para cada brincadeira com o golfinho vc precisa esperar toda a fila de pessoas que está com vc participar, até chegar sua vez. Na prática, se vc fica com os golfinhos por 10 minutos é muito! Mas isso também acontece no de meia hora.

Em Playa tem muitos hotéis bons e mais baratos. Se vc não faz questão de luxo e nem de vista pro mar, o Lunatta (fiquei lá também) oferece um excelente custo benefício e fica muito bem localizado na 5 avenida e muito próximo da praia. Os hoteis na praia são tão ou mais caros que o Gran Porto Real (onde fiquei mais tempo). Também tem os Mosquitos (Beach e Blue) que são ótimos. O preço dos passeios é o mesmo, ficando em Playa você economiza no transporte, já que Cancun fica a 70 km das atrações e Playa fica a 5km!

Érica de Paula
Érica de PaulaPermalink

Caso você não encontre, eu vou colar aqui o que eu respondi para uma outra pessoa sobre os golfinhos:

Eu nadei com golfinhos há uns 13 anos atrás no Xcaret e agora de novo no Delphinus e infelizmente considerei as 2 experiências um pouco decepcionantes (para o tipo de expectativa de interação que eu tinha). Falo isso porque apesar da oportunidade de tocar um golfinho e ficar pertinho deles ser sempre muito interessante, são experiências extremamente artificiais. Os golfinhos só fazem única e exclusivamente o que os treinadores mandam, ou seja, aqueles movimentos sincronizados e anti naturais para aparecer bonito nas fotos e vídeos. Um golfinho na natureza nunca vai te dar beijinho no rosto e nem levantar você pelos pés para que vc nade com ele…

Eu, como amante dos animais e da natureza, me senti incomodada e até um pouco envergonhada de ter “patrocinado” essa indústria que cria os animais fora de seu habitat natural e os confina em pequenos (muito pequenos mesmo) tanques onde os coitados passam o dia inteiro fazendo a mesma coisa com centenas de turistas para ganhar peixe. Confesso que me arrependi…

Eu paguei um programa de 1 hora que era o mais caro que eles tinham esperando uma interaçõa maior, mas na prática vc entra em contato real com os golfinhos por no máximo 10 minutos, pois o grupo é grande e os golfinhos precisam fazer a mesma brincadeira com todo mundo até passar p/ a próxima. Então, quando vc menos espera, o tempo acaba e já tem um próximo grupo esperando pra entrar nos tanques (e lá vão os golfinhos fazer tuuuuuudo de novo).

Teve um dia que fiquei observando esse movimento no Xcaret, me deu uma vontade tão grande de chorar que mentalmente eu me desculpei com todos os animais ali presentes pela ignorância humana capaz de fazer isso com eles…

Mas enfim, essa é uma forma muito pessoal como eu encarei a experiência, com certeza muita gente fez a mesma coisa e adorou…se eu fosse de novo pra lá, iria p/ Akumal nadar com as tartarugas marinhas em alto mar ou então mergulhar com os tubarões baleia (também em alto mar), que são experiências mais autênticas e emocionantes!! Sem contar os mergulhos em Cozumel, onde vc entra em contato com toda a vida marinha natural do lugar…

Jussara
JussaraPermalink

Oi, Érica,
Muito bom o seu relato, me ajudou bastante na minha viagem, assim como todas as dicas e posts do Riq.

Sobre o nado com os golfinhos, antes de viajar eu tinha lido o seu comentário, e fiquei meio assim, já que tb amo os animais, e o que eles fazem não deixa de ser um tipo de exploração. Mas acabei nadando com eles, duas vezes. A primeira no Xel-Ha e a segunda em Cancún, num lugar da mesma rede.

Na primeira vez, no Xel-Ha, achei muito emocionante e fiquei bastante encantada. Eram dois golfinhos, e apesar de ter sido meio rápido(acho que os treinadores fazem tudo muito rápido, é meio maquinal), confesso que amei. A água que eles usam é a do mar, e acho que isso ajuda; diferentemente de outros lugares onde a água é da piscina (vi uma moça falando que preferiu nadar nesse lugar com piscina "pq a foto sai mais bonita").

Realmente, eles fazem mil vezes as mesmas coisas e ficam meio confinados, mas sei lá, pelo menos ali não correm risco de morrer numa rede de pescador. Observei bastante e não vi nenhum tipo de mau trato, eles parecem gostar muito dos treinadores e dos assistentes. Tb não há muitas exibições, e às 16h eles encerram as atividades com eles.

Já no *Delphinus de Cancún, fiquei um pouco mais incomodada. Dessa vez foi apenas um golfinho por grupo, já que tinha vários grupos no local. De cara percebi que o golfinho estava com um machucado embaixo da boca e fiquei com medo de machucá-lo, embora o treinador pegasse normalmente na boca dele. Tb percebi alguns "arranhões" na nadadeira, e fiquei pensando que em Cancún a rotatividade é maior. Achei o local barulhento, bastante movimentado, com quadra e piscina por perto. Durante o dia tudo bem, mas à noite não sei se é legal. Perguntei no final pq ele estava machucado na boca, e ele disse que não sabia, que talvez ele tivesse batido a boca no fundo, que ele havia aparecido assim outro dia. Mas que já estava sarando pq o ferimento estava maior antes. De todo modo, esse já é um golfinho nascido lá, juntamente com uma outra fêmea de 5 anos.

Enfim, fiquei mais encantada na primeira vez; na segunda, o machucado na boca dele e os arranhões na nadadeira me incomodaram. Tb fiquei pensando se isso de carregar e/ou empurrar as pessoas não os prejudica de alguma forma. Por outro lado, eles parecem ter uma relação muito boa com os treinadores, e só em perceber a presença do fotógrafo e do cinegrafista já ficam se exibindo (mesmo sem ninguém por perto). Não deixo de tirar sua razão e te entendo, tb fiquei incomodada. Mas no meu caso, eu não nado em alto mar, e essa experiência com eles, pra mim, foi única. Como eu já disse, fiquei encantada. O que me tranquilizou um pouco foi ver a ótima relação que eles têm com todos os funcionários. Acho que se fossem maltratados não seriam tão dóceis e amorosos, mesmo tendo sido adestrados.
Acho que não nadaria com eles de novo, mas não cheguei a me arrepender de ter nadado.

Abraços.

* em Cancún fiz um programa com apenas 4 pessoas, e a interação com o golfinho foi bem maior.

Érica de Paula
Érica de PaulaPermalink

Oi Jussara,

Claro que também fiquei encantada com eles, e não é todo dia que temos oportunidade de estar tão próximos desses serzinhos tão especiais! Mas eles são solícitos com os treinadores porque é a única referência que eles têm de segurança, comida, abrigo. Sabem que se não se comportarem assim não receberão comida (muitos dos truques são aprendidos à base de privação de comida). Não sabem o que estão perdendo em estar ali. Não sabem da sua condição de confinamento, principalmente os que nasceram lá. Sobre o risco de morrerem em redes de pescador em alto mar, eu acho que é um risco que eles correriam, caso tivessem a escolha. Todos nós fazemos essa escolha todos os dias. Estamos muito mais seguros ficando em casa, mas não deixamos de sair, conhecer pessoas, ir ao cinema, enfim, de viver, porque corremos mais riscos na rua do que em casa. É a mesma justificativa de quem prende pássaros em gaiolas.

Mas acho que falar sobre esse assunto não é o objetivo do site em que estamos, então prefiro encerrar a argumentação por aqui, risos! smile

Beijo grande!

Alice Matteoli
Alice MatteoliPermalink

olá! embora tardiamente cá estou eu para dar o depoimento de como foi a viagem para Playa! maravilhosa, é claro!
como fomos no carnaval, eu e mais 2 amigas, nao tivemos opcao senão fechar um pacote com agencia. ficamos no hotel Real Playa Del Carmen, all-inclusive. O quarto era bom, mas a água do banheiro parecia saloba! e a comida muuuito fraca. tinha quantidade mas não qualidade. enfim, nao tivemos escolha então foi ok! a localização era boa, tinha bikes para usar e era limpo.
como o voo saía de são paulo, foi uma verdadeira maratona! RIO-SP SP-CIDADE DO MÉXICO e CIDADE-CANCUN! e depois uma van até playa! chegamos mortas! Na volta então...melhor nem comentar.
AMAMOS PLAYA! era exatamente o que queríamos e foi uma pena só ficarmos 7 noites.. nao deu pra "relaxar" e curtir ...
1o dia - Tulum - se eu tivesse ido à chichen-itza primeiro nao teria ido a tulum... fomos de carro até tulum. chegando lá contratamos um guia local que foi excelente! explicou tudinho e num espanhol bem claro! nota dez! como choveu, nao fomos até a praia que tem próxima a tulum. como íamos no cenote dos ojos, resolvemos perguntar num quiosque de informação, aí fomos fisgadas e nos ofereceram um tal de hidden park! acabamos topando. o lugar é lindo, uma caverna (cenote) enorme ! só que eles te vendem como se fosse uma suuuper aventura e nao é nada disso, qualquer pessoa normal que nao tema agua fria faria esse passeio!
ah! na primeira noite fomos ao Blue Parrot! muito bom!!

2o dia - X-CAret - sinceramente, não recomendo para quem tem poucos dias e nao esteja com crianças. o parque é bonito sim, mas tem muitas atracoes que considerei infantis, como os animais, araras, macacos,etc (alô! eu moro no Brasil!) e o tem um riozinho no qual que se faz snorkel, que agora me fugiu o nome, que naõ tem 1 peixe sequer!!! fica toda aquela turistada embolada nadando no mesmo sentido num rio artificial e de ponto em ponto tem um sujeito fantasiado de guerreiro maia pra tirar foto com vc ! e claro pra vc comprar a foto depois! sem falar que a agua é gelida! e nao bate quase sol nesse riozinho.. o show noturno tb achei fraco, apesar do local ser enorme, achei monotono.. enfim.. preferi 1000 vezes XEl-ha!

3o dia- MAROMA - playa de maroma paradise, que fica dentro da entrada pra um resort. a praia é linda e foi eleita uma das mais belas do mundo pelo tripadvisor! realmente é muito linda e, melhor, vazia!! poucos turistas lá ! foi lá que fizemos Parasailing! vc fica pendurado num tipo de paraquedas e a lancha vai te puxando. o visual é incrível!! e a sensação tb é muito boa! apesar do medo, fui e achei muito tranquilo!! e depois ainda compramos as fotos! P.S . tudo lá é fotografado,e nao há quem resista a comprar pois ficam lindasssss

4o dia- XEl-ha - LLINDO!! foi lá que mergulhamos com os golfinhos! reservamos o horário na véspera, com o pessoal da agencia que ficava na recepcao do hotel, escolhemso o primeiro pra depois ficarmos livres pra curtir o parque. fizemos o FOOT PUSH! INCRÍVEL ! a experiencia com os golfinhos é maravilhosa! nao há quem nao faça aquela cara de bobo quando vê um! claro que compramos as fotos e o filme! dica: nao adianta tentar fazer o mergulho separado de quem está com vc para que cada um filme e fotografe o outro. as fotos vao sair de longe ! e vc nao vai resistir às fotos profissionais! é perda de tempo e de dinheiro tb, pq fazendo junto dá pra comprar 1 só cd e dividir com os outros! e lá eles negociam o preço ,dá pra chorar um desconto. foi isso que eu e minha amiga fizemos! de resto, xel-ha é lindo,é pra curtir, ficar dentro daquela água, fazer snorkel, descer o rio de boia (esse é de verdade!) e enfim..voltaria com certeza!

5o-dia Chichen-Itza - muito interessante. tb fomos de carro e contratamos um guia local lá. tb foi muito prestativo e eficiente! valeu a pena! depois seguimos direto para o cenote il-kil, que tem bem ao lado da entrada de chichen. MARAVILHOSO!! a agua tom azul petroleo ... lugar mágico! apesar de ja estar quase noite e estar friozinho, mergulhamos naquele lugar místico! imperdível tb!

6o- tentativa frustrada de mergulho com cilindro! eu e uma amiga fechamos com uma agencia pra mergulhar nos arrecifes de cozumel, mas como nao tínhamos o certificado, so poderíamos fazer o mergulho em playa mesmo. ok! depois de fazer toda a aula pratica na piscina e assinar uma papelada sobre riscos , eu me acovardei!! não me senti segura e acabei desistindo.. resultado, minha amiga foi sozinha e eu fui rodar playa de bike! passeio bem agradável.. mas a agencia de mergulho nao me devolveu nem a metade do $$ que paguei..puxa! enfim, nem sempre ganhamos né. Passamos o resto do dia na playa, no Mamitas e à noite fomos ao Cocobongo.
sobre o aluguel de carro - foi muito barato! e ainda dividimos por 3! as estrada são bem sinalizadas, porém... fomos achacadas 2 vezes por policiais! isso mesmo! um dia quando voltávamos de cancun e no outro na ida para chichen itza! ambos os guardas ficaram "na dúvida" se lavravam ou não o auto de infração, querendo saber como poderiam "resolver " a situação! foi REVOLTANTE! na primeira vez disseram que estávamos em alta velocidade e na segunda disseram que não diminuimos quando passamos pela blitz. tudo mentira. resultado, na primeira nao pagamos nada pq estavamos sem entender aquilo direito e fizemos tanta confusão que o carinha desistiu. mas na segunda tivemos que pagar U$ 10,00 para o infeliz. o cara se sujou por 10 dolares!!! o pior foi ficar naquela situacao no meio da estrada e "refém" daqueles marginais fardados... então, fica o alerta! cuidado e se forem 3 mulheres sozinhas, nao dirijam para muito longe!

CANCUN - fomos uma só noite para o shopping plaza caracol e depois pro senor frogs. o shopping é legal,mas em playa tem TUDO para compras! e esse senor frogs, terrível! entramos só pra jantar mas a música ja estava altissima, havia um animador de boate gritando (não existe coisa mais tosca que animador em boate!!) e aquela pirralhada americana se achando. pedi uma ceasar salad que estava muito sem gosto e os pratos das minha amigas tb não foram dos melhores. pra completar, na saída, um jato de ar que sai do chão, assim, do nada, levantou meu vestido e fiquei ali, literalmente "pagando calcinha" pra todo mundo. reclamei como uma mulher, depois veio o gerente que pediu mil desculpas e disse que la´é mesmo o quintal da garotada americana.. e me deu brindes da lojinha pra compensar.. situaçao bem desagradável. nao recomendo. achei cancun à noite uma vegas decadente... clima deprê total,ainda bem que nao me hospedeí lá.

Coco bondo de PLaya - bom, nao podíamos deixar de ir ao tal Coco-bongo, né.. mas fomos no de playa mesmo. o lugar é grande, fica bem cheio e é bem turístico! tb tem os mesmos jatos de ar mas só que ficam em cima de um "bar-palco" onde a galera sobe pra dançar, entao vc só vai ficar nua se estiver de vestido E em cima do palco. dá pra divertir, mas achei tão caída aquela coisa de encenação de filmes e ídolos americanos.. putz, afirmação da pátria alheia em pleno território.. over demais pra mim... muito coisa pra "ingles ver". mas a tequila realmente é de graça.. perdi a conta dos shots que tomamos! mas aindo prefiro o estilo de noitada do blue-parrot e outras que tem em playa na mesma rua

OS MEXICANOS - nunca vi povo mais bobo! por onde nós passávamos ele ficavam falando :"brasileña"... tipo embasbacados porque nunca viram mulher com curvas. um saco! até pq faziam isso até se estivesse nos atendendo em um bar, restaurante, loja! ficavam nos "encarando" com aquela risadinha... achando sei lá o que da gente... melhor nem citar aqui.

Taxback - separei todas as notas, peça sempre o taxback nas lojas! e no aeroporto de cidade do mexico, fui lá correndo e conseguir fazer sem problemas. agora estou aguardando creditarem o $$ no cartao!! ah! tirei copias das notas e de mais um bando de coisas mas nao pediram nada disso! enfim, precaucao nunca é demais!

Definitivamente recomendo PLaya! lindo lugar, dá pra ficar umas 2 semanas ali conhecendo tudo aos poucos!

p.s. não tinah visto a discussão aí sobre o enclausuramento dos golfinhos..mas quando estive em xel-ha, conversei com os treinadores e eles falaram que cada golfinho só faz tipo 3 dias de "programa" na semana, nos outros eles descansam.. e achei o parque bem calmo.. a area onde eles ficam nao parece tão pequena.. e me pareceu muito carinhosa a relacao dos treinadores com eles.. mas realmente nao é o habitat natural deles...mas isso é outro papo!

Muito obrigada pelas dicas! esse site é excelente!!! e já estou eu fuçando aqui de novo pois vou para a Europa agora em Junho! mas isso é conversa para outro post!

Abraços a todos!

Fer Teles
Fer TelesPermalink

Meu namorado e eu visitamos Cancun no final de março e as dicas da Erika foram muito válidas!

Chegando lá alugamos um carro na Hertz por $160 para 10 diárias (muito barato comparado ao Brasil). Mas não se iluda muito, porque este valor não inclui nenhum tipo de seguro. Se você quiser incluir seguro contra batida e roubo vai pagar no mínimo três vezes mais. No nosso caso resolvemos arriscar e deu tudo certo. A sinalização em Cancun é boa, até porque é difícil se perder num local onde existe uma única avenida e mais nada (como é o caso da zona hoteleira). Se quiser se aventurar ir para o centro da cidade, um papinho com os simpáticos mexicanos resolve (vale a pena visitar na cidade de Cancun o shopping Las Americas, preços muito bons!).

Apesar de termos alugado carro, pagamos um passeio para visitar Chichen Itza. Na verdade em duas pessoas apenas não compensa ir de carro, pois o pedágio é bem caro (cerca de $15 o trecho) e as agências de turismo tem a entrada dos pontos turísticos subsidiada pelo governo. Assim eles conseguem oferecer um preço bem legal e de quebra você ganha un guia que vai contar toda a história da civilização Maia. Só vale a pena ficar esperto com o tempo, porque o guia ocupa quase todo o tempo com as histórias e você acaba não conseguindo visitar todas as ruínas e tirar todas as fotos que gostaria.

Assim como a Erika, também não curtimos a famosa Coco Bongo. Você paga o olho da cara ($220 o casal) com a promessa de que a balada é open bar e num certo horário da noite aparecem umas meninas te oferecendo copinhos de 20ml de marguerita e afins. Como é open bar, você aceita (é claro!) e só depois de beber é que elas te contam que você precisa pagar $5 por copinho!!! As apresentações não tem nada de muito especial e não faltarão mulheres bêbadas disputando um lugar no palco para dançar exibindo seus vestidos micros.

Não deixem de visitar as ruínas de Tulum e o cenote dos Ojos. Ambos os lugares são tão lindos que você demora para processar quando vê. Prepare-se para tirar muitas fotos!!! Garanto que não vai se cansar de vê-las depois =)

E uma dica da Erika que VALEU MUITO A PENA foi a indicação do Jorge Pacheco como guia para mergulho. Não deixe de se hospedar uns dias em Playa del Carmen e quando estiver por lá pegue o ferry boat para Isla Cozumel. Meia horinha no ferry, um pouco de enjôo aqui, um pouco de enjôo ali, e você vai desembarcar no paraíso do mergulho. E digo isso porque em Cozumel você pode mergulhar com visibilidade de 20 a 30 metros! É sensacional!!! Meu namorado e eu nunca havíamos mergulhado antes com cilindro, mas a aula do Jorge sobre as regras básicas do mergulho sào suficientes para você chegar a 10 metros de profundidade (se sentir-se confortável para tal) e apreciar toda a beleza escondida sob aquelas encantadoras águas azul turquesa. Nós recomendamos muito o Jorge como guia, sem falar na pessoa boníssima que ele é e no carinho com que trata a nós, brasileiros. Mais uma coisa, você não terá qualquer dificuldade para entendê-lo pois ele fala português muito bem. Para os interessados, postamos no Youtube um video com fotos que o próprio Jorge tira durante os mergulhos. O video dá uma pequena idéia do que você pode encontrar lá embaixo, mas acredite: ao vivo e a cores é 1000 vezes mais bonito e mais impressionante do que as fotos são capazes de registrar. Segue o link:

http://www.youtube.com/watch?v=7SxkslqwJLM&feature=BFa&list=WL2E0B9D9EDA3B3A90&index=1

Há algumas outras dicas que, apesar de resumidas, vale a pena citar:

1) Prepare-se para dar muitas gorjetas! MUITAS GORJETAS MESMO!!! As pessoas se sentem ofendidas quando você não "agradece" pelos serviços prestados com gorjetas. E no final você já vai ter dado tanta gorjeta por obrigação que acabará dando-as por vontade própria.

2) Negocie os valores sempre. Peça muito desconto. Esteja preparado para dizer quanto vale aquilo que você está querendo comprar, porque muitas vezes os próprios vendedores vão te perguntar. E não deixe de dizer que é brasileiro. Só isso já vai reduzir o valor em 30% no mínimo.

3) Se alugar carro, cuidado com as rodovias. Nós fomos abordados por guardas rodoviários alegando que estávamos acima do limite de velocidade. Uma sirene começou a soar do nosso lado, como nos filmes policiais, e o guardinha mostrou a suposta velocidade excedida num radar de mão. Enquanto um fazia a multa, o outro chamou meu namorado de lado e negociou um valor "simbólico" de $60 para deixar a gente ir embora sem pagar a multa de $180. Triste realidade. Até no paraíso existe corrupção.

Sem mais para o momento, aproveitem muito o México!!!

Abraços!

Gabriel Dias
Gabriel DiasPermalink

Sobre o seguro você poderia ter usado o fornecido pelo cartão de crédito. Arriscar é altamente arriscado, pois no caso de problemas você terá tanta de de cabeça que irá se arrepender muito.
Muitos cartões oferecem o seguro gratuitamente.

Fer Teles
Fer TelesPermalink

Gabriel,

Aproveitando sua dica...
Você sabe dizer qual o procedimento para utilizar o seguro fornecido pelo cartão de crédito?
Será que o fato de ter um valor bloqueado no seu cartão devido ao aluguel já é suficiente para acionar o seguro se necessário, ou existe algum tipo de liberação/permissão que deve ser requerida previamente?

Obrigada!

A Bóia
A BóiaPermalink

Olá, Fer! É preciso ver com o emissor do seu cartão se o seu cartão específico oferece esse tipo de seguro e qual é a cobertura.

Tenha em mente que usando o seguro do cartão primeiro você paga tudo, depois vai pedir reembolso.

Já usando o seguro da locadora você só paga a eventual franquia.

Gabriel Dias
Gabriel DiasPermalink

Basicamente você deve recusar o seguro da locadora. O aluguel do carro deve ser pago INTEGRALMENTE com seu cartão de crédito. Na Hertz de Cancún bloquearam U$1.500 no meu cartão. Nos Estados Unidos e Europa sempre alugo e não fazem nenhum bloqueio sequer.
O cartão de crédito não oferece seguro contra terceiros. Se você desejar poderá solicitá-lo.

Netto
NettoPermalink

Olá, primeiramente devo agradecer ao Riq, falandodeviagem, Dani, Majo, Luciana misura, Alessandro aires , Érica e todos os
tripulantes pelas dicas. Li todas as dicas e foram muito valiosas. Mas escolhi postar aqui por ter sidoa a que mais se aproximou
da minha ida ao México.
Quando planejava essa viagem tb me deparei com a mesma dúvida, será msm difícil gostar desses tres lugares ao msm tmp ?
Bem, devo concordar que são três lugares beeem diferentes, mas se eu adoro a Barra da Tijuca, Buzios e São Miguel dos Milagres
ao mesmo tmp, pq não tentar ?
Enfim, fiquei 3 dias em cancun, 6 em playa e 2 em Tulum.
Cancun: Também fiquei no Westin Lagunamar, gostei bastante por alguns motivos: 1- Localização exatamente em frente ao La isla.
2- Os quartos são equipados com uma cozinha completa, td novinho o q facilitou o fato de não estarnos num all-inclusive. A
maioria dos hoteis sao all ou não oferecem nem café da manhã. No dia que chegamos aproveitamos o hotel e fizemos o parasailing,
(55 dolares em frente ao hotel ), bem legal pra quem tolera altura, a vista é mto legal lá de cima.
Fomos a Isla Mujeres, algumas o carro de golf ( 46 dolares ), demos uma volta na ilha e largateamos na punta norte e ficamos em
frente ao hotel indicado pelo Riq ( 180 pesos cama para dois com sombreira ), praia perfeita. Antes de voltar a cancun acertamos
o passeio do dia seguinte.
Fomos a Isla Contoy(70 dolares com td incluso) a partir de IM ( acho q dá pra contratar de cancun ). Fica a acerca de 40 min de IM
, chegando lá o guia faz uma apresentação num museu e da uma volta até o topo da ilha, depois ficamos na praia mais perfeita da
viagem, daquela dos seus sonhos. Uma arraia enorme e mansinha vem nessa praia todos os dias a tarde a anos, da pra acariciar e tudo.
Pra completar um almoço na praia, peixe grelhado, guacamole, td fresquinho, apesar de simples, a refeição mais saborosa da viagem.
Em playa, ficamos no mosquito blue, mais jovens europeus descolados, só achei o quarto um pouco simples pro nivel do hotel
a localização nao pode ser melhor, esquina da 5th avenida ( enorme "rua das pedras") com a 12th ( rua dos bares e boates ). O café
manhã é no mosquito beach ( frente mar ), além de usufruir do beach club do mosquito beach, q era mto bom. Um dia fui no mamitas
pra conhecer mas logo voltei pra MB que era bem mais tranquilo e confortável.
Cozumel :Ainda no Brasil liguei e combinei td com o Jorge Pacheco, ÓTIMA DICA, endosso a recomendação, fizemos o mergulho com cilindro,
sem duvidas é mto importante ter uma pessoa ao lado na primeira experiência, minha namorada teve uma certa dificuldade e ele teve toda
paciência. Pra ligar tem que trocar o 45 por 1 mas a a telefonista explica direitinho. DEpois do mergulho alugamos uma motoca(25 U$)
e fomos dar uma volta nas praias desertas do outro lado de cozumel, o q não recomendo ( A MOTO ) pq é trajeto é grandinho pra
velocidade da moto. Cozumel é beeeemmmmmm maior que Isla Mujeres, alugue um carro msm. As praias são linda mas pela velocidade da moto
e andar do tempo não deu pra percorrer todas.
Fomos ao Xplor ( se vc já passou dos 30 talvez não curta ): é mais de aventuras, basicamente tem 4 circuitos: Tirolesa ( muitas na
sequencia, dura cerca de 50 minutos terminando na água ). RAfting com as mãos num circuitos sob cavernas. Trilha com um quadriciclo
( fraquinho) e nado em rios sob cavernas, td bem feito , parece q aproveitaram as cavernas pre existentes e adaptaram ao parque.
Fomos ainda no xel-ha que é td natural, um enorme aquário, lindo recomendo a qquer idade. Pagamos 159 dolares nos dois parques, num
pacote na própria bilheteria do xplor

Netto
NettoPermalink

Fomos 1 dia pra Akumal, fizemos snokel na praia msm onde vimos tartarugas e arraias. DEposi seguimos a uma lagoa a 2 km da praia. ´
Na verdade é de água salgada que adentrou o territorio. Levamos o snokel alugado em akumal e devolvemos antes de ir embora.
Antes de deixar playa, fomos a maroma beach ( entrada maroma marine/paradise ) em direcao a cancun ( uns 10km ). Vc paga 10 dolares
por pessoa, chegando lá tem uma marina com diversos passeios, o lado direito é exclusivo dos hospedes de um hotel entao seguimos andando
pro lado esquerdo da praia que segue deserta e aguá cristalina. Junto com Isla contoy , as duas melhores praias da viagem.
Em Tulum ficamos no playa azul, cabana pé na areia, mas tinha cortinado, ventilador, cama grande e confortavel, água quente e energia
24hrs, sem grandes luxos mas esse é o espírito de Tulum msm, recomendo. Em Tulum só fomos as ruínas, tinhamos programado ir ao cenote
dos ojos e cobá mas fomos vencidos pelo ócio de Tulum.
CONCLUSÕES: Sem dúvidas é uma viagem que eu recomendo com louvor por unir beleza natural inquestionável aliado a prazeres da vida; bons
restaurantes, bares , vida noturna agitada e conforto. Os mexicanos parecem mto conosco ( nordestinos ), aS vzs enchem de tanto
oferecerem qquer coisa mas são bastante alegres e simpáticos. Se cancun tem a modernidade qse americana, o conforto dos resorts e o mar
mais azul da viagem, playa é bem mais descolada, com clima de balneário e gente bonita. Tulum é outra história, nem todos estão prontos
pra essa experiência, nós adoramos. Dormiamos de janela aberta sob o vento forte vindo do mar. Mas achamos 2 dias suficientes pra viver
sem alguns confortos. Ah, tudo muito seguro em todos os lugares em q passamos, deixavamos nossas coisas na areia sem medo nenhum.
Eu só acho mto cansativo pra quem fica só em cancun fazer tds aqueles passeios, q ficam ao lado de playa. Na minha modéstia opinião um
passeio já começa mal qdo se inicia com bons 100 km de distância. O que significa 3 hrs dentro de um carro. Pelo msm motivo não fui a
chicken tsa, 5 hrs de entrada ( 2 e meia cada trecho ) não dá pra mim não. Mas isso é de cada um, eu não curto mto estrada.
DE uma forma geral comemos mto bem, só tenham cuidado com a pimenta, se vc pedir um prato na aprte do cardápio mexicano, peça pra menarar
. Eu perdi dois jantares pela incapacidade de comer o prato que por sinal estavam bem gostosos,mas com aquele teor de pimenta nao rolava.
E olhe que eu curto pimenta.Mas não tem nada de parecido com a pimenta da comida baiana.
Vou citar algusn lugares que comi e fui mto feliz.
THAI(cancun): Restaurante tailandes no La isla, algumas mesas ficam sobre a lagoa em palhocas individuais sobre palafitas. FAça reserva pela
internet ( ponha na obs pra reserva sobre a lagoa ) e chegue uns minutinhos antes.Peça pra manerar a pimenta.
Season Bistro: Ao lado do mosquito beach, peça qualquer coisa e seja feliz, preço justo também.
100% natural(playa): Comida natural mto saborosa e sucos variados mto bons.
Bar e rest do Fusion Hotel (playa): beira mar, mesinhas baixas a luz de lampiões e tochas, rola umas bandas a noite. Mta gente parece vir
só pra beber mas jantamos lá e a comida estava perfeita. Atendimento rápido e eficiencte tb.
REst do Mezanine ( tulum): comida tailandesa mtttttoooooo boa, lugar frente ao mar, bem charmoso e preço bem resoável pelo conjunto da obra.
Casa de banana ( Tulum ): parrilha argentina mto boa so um pouco salgado $$$.
Acho que o nosso país tem mto a aprender com os mexicanos pra um dia aproveitarmos o q DEus nos deu de graça, é bem verdade que não temos o mar
do CAribe mas tb nosso turismo ainda parece pífio perto da nossa potencialidade pelo menos a nivel de Amércia do Sul msm.
Espero que tenha ajudado os trips.
Mais uma vez obrigado pela dica de todos.

Renato Maia
Renato MaiaPermalink

Olá Riq,
Vou para Cancun no próximo dia 20 e queria saber se é melhor fazer o câmbio para dolar mesmo ou para o peso mexicano? Digo isto pois me disseram que todo o troco é dado em peso e que eles aumentam o valor do produto quando cobrado em dolar.
Abs.

Renato

Gabriel Dias
Gabriel DiasPermalink

O melhor é realizar um saque com seu cartão de crédito/debito em um caixa eletrônico. Assim você terá moeda local e a cotação é ótima.

A Bóia
A BóiaPermalink

Olá, Renato! Esta é a fórmula do Ricardo Freire:
https://www.viajenaviagem.com/2010/10/dinheiro-x-cartoes-no-exterior-minha-receita/

Renato
RenatoPermalink

Valeu mesmo! ótimas dicas.

Pedro
PedroPermalink

Caros,
Seguindo a sugestao da Erica, ficarei no Gran Porto Real. Mas nao pretendo alugar carro. Voces sabem se eh seguro pegar taxi do aeroporto ateh Playa? Ha algum sistema de taxis oficiais? A tarifa eh fixa?
Abs.,
Pedro

A Bóia
A BóiaPermalink

Olá, Pedro! É tabelado e seguro. Deve custar 70 dólares. Há ônibus que saem do aeroporto às 10:30, 11:45, 12:45, 13:45, 14:45, 15:45, 16:45, 17:45, 18:45, 19:45 e 20:45. Custa 7 dólares.

Érica de Paula
Érica de PaulaPermalink

Oi Pedro, eu peguei um desses ônibus que a bóia indicou. Compensa bastante!

Tamar
TamarPermalink

Olá Érica!
Obrigada pelas dicas, estou entrando em contato com o Jorge via Facebook, espero que ele possa me ajudar lá!
Estou indo para o méxico em outubro e a principio iria por 5 dias a Cacun, mas os planos mudaram dps de ler muito sobre o local. Estou indo por 5 dias a Playa del Carmen!!!

Só que pelo que li, parece que se tem muita coisa pra fazer por lá e eu só tenho 5 dias, por isso gostaria de saber de vcs quais são os programas imperdiveis, coisas que realmente TÊM DE ser feitas em Playa!?? Eu sei que Tulum tá na lista com certeza... e também os golfinhos, mas aonde?? E os parques temáticos... e cozumel...? vou ou nao vou?? Me ajudem!! Por favor!!! rs

Meu objetivo é fazer coisas diferentes, que eu nao faria no Brasil. E tambem aproveitar do mar maravilhoso do caribe!!

Obrigada!!

A Bóia
A BóiaPermalink

Olá, Tamar! Não existem programas obrigatórios em lugar nenhum. O que existe é gosto pessoal. Estude as atrações, clique nos links, veja os preços, hierarquize o que você curte mais e então priorize esses programas.

silvia
silviaPermalink

Olá! Òtimas dicas.
Alguém sabe se criança de 5 anos pode nadar com golfinhos?

A Bóia
A BóiaPermalink

Olá, Silvia! É provável que seja necessária a presença de um adulto responsável pagante. Procure as orientações específicas do passeio a que pretende ir!

Erico Bertoldi
Erico BertoldiPermalink

Oi Érica,

Parabéns pela matéria. Eu e minha esposa estamos planejando uma viagem para Playa del Carmen para Maio/2012 e estamos nos baseando bastante nas suas dicas de hotéis e passeios.

Gostaria de tirar algumas dúvidas com você, se possível. Estamos pensando em ficar no The Royal. Ele fica próximo da 5ª avenida?

Pelas fotos do hotel, a princípio não achamos a praia em frente tão bonita. Será que foi só impressão nossa das fotos? Existem outras praias mais bonitas ali por perto, que possam ser alcançadas a pé?

Por último, como é os preços das coisas por lá? Restaurantes/bares/pubs da 5ª avenida, por exemplo, é muito caro ou é tranquilo?

Muito obrigado!
Érico

Érica de Paula
Érica de PaulaPermalink

Olá Erico. O The Royal fica exatamente ao lado do Gran Porto Real onde ficamos e é super perto da 5 avenida. Playa del Carmen é pequena, portanto, a praia é praticamente a mesma em qualquer hotel que vc ficar. Eu não achei ela feia não, muito pelo contrário. E tudo lá é tão pertinho, que se o trecho em que vcs estiverem não agradar basta caminhar uns minutinhos p/ estarem em uma área mais tranquila e bonita. Na frente do The Royal, é mais muvucado do que em outros trechos da praia, com muitos jovens, casais, casamentos (sim, mtos casamentos acontecendo todos os dias no meio da praia), mas é só andar um pouco que vocês encontram mais sossego. Os preços são bem justos, achamos bastante parecido com os preços que pagamos no Brasil, mas isso depende do restaurante escolhido (alguns obviamente são mais caros). Mas nada mto exorbitante não.

Boa viagem e aproveitem!

PaulaMRC
PaulaMRCPermalink

E ai Boia, estou me refazendo da viagem a Bariloche e querendo dicas para janeiro com as criancas...de 10 e 11 anos se é melhor ficar em Playa ou Cancun, considerando que se o hotel e all-inclusive e não pretendemos sair tanto para jantar para aproveitar o que esta incluso.

A Bóia
A BóiaPermalink

Olá, Paula! Em Cancún, se não for nas praias de cima ou no Club Med, a praia pode se apresentar perigosa. Para férias all inclusive, os resorts da Riviera Maia são mais indicados, porque a praia é mais calma e, quando você quiser sair para ir aos parques, eles estarão mais perto. Considere os Iberostar, Gran Bahía Príncipe, Grand Palladium e Paradisus da área.

Leia:
https://www.viajenaviagem.com/2009/09/cancun-como-escolher-seu-hotel/
https://www.viajenaviagem.com/2011/05/hoteis-em-cancun-playa-e-riviera-maia-relatos-dos-leitores/
https://www.viajenaviagem.com/americas/caribe-a-z/cancun-ricardo-freire

Mariana
MarianaPermalink

Olá Érica,

Adorei suas dicas.
Estou indo pra Cancun em lua de mel e nossos planos são 4 dias no all inclusive em playa (gostamos do secrets maroma pelas fotos e comentários vc conhece?) e 4 dias em hotel sem ser all inlcusive em cancun. Lendo sua matéria parece que seria melhor fazer o contrário. all inclusive e cancun e sem ser all inclusive em playa. É isso mesmo? queríamos aproveitar uns dias de all inclusive para descansar no hotel e uns dias para aproveitar restaurantes, passeios, compras, etc.. Muito obrigada! Mariana

Gabriel Dias
Gabriel DiasPermalink

Eu acho que all-inclusive não vale a pena em Cancún. Se você quer descansar, melhor pegar um all-inclusive em Playa. Cancún é uma cidade mais agitada, com diversas opções de passeios, compras e restaurantes, então você acaba ficando pouco tempo no hotel.

Érica de Paula
Érica de PaulaPermalink

Eu acho que faz mais sentido o All Inclusive em Cancun.

Cancun é agitado na vida noturna (boates, shoppings, etc), enquanto Playa tem muitisismo mais opções gastronômicas imperdiveis e todos os passeios mais famosos (os parques temáticos, ruinas, etc - com exceção de Chichen Itza) ficam mais perto de Playa, ou seja, vocês ficarão muito mais tentados a sair do hotel lá. Não conheço esse resort, mas se ficar em Playacar só vale a pena se o plano for um All Inclusive mesmo, pq é mais longe de tudo.

amanda
amandaPermalink

Erica, muitissimo obrigada por este post! Ele foi fundamental para mim. Segui boa parte das dicas e simplesmente adorei!!! beijos

Érica de Paula
Érica de PaulaPermalink

Que bom, Amanda, fico feliz!!

marcelo
marceloPermalink

Erica , depois de ler os posts , estou indo pra playa em outubro. Estou indo sozinho e queria aproveitar a praia, a noite e alguns passeios , tem algum hotel indicado , onde fica a galera mais festeira e socialvel??
obrigado

Érica de Paula
Érica de PaulaPermalink

Oi Marcelo, acho que pelo que vc está querendo os hotéis que se enquadram seria o Mosquito blue e o Deseo...

marcelo
marceloPermalink

Muito Obrigado Érica , o Mosquito Beach nao se enquadra tbm ??
Pensei que por ele ser na beira da praia , reunisse mais a galera .