Caracas: como é chegar, sair, trocar dinheiro e pegar táxi

Ricardo Freire
por Ricardo Freire

50 bolívares fuertes

Brasileiro costuma tirar de letra qualquer lugar com fama de inseguro -- afinal, estamos acostumados com insegurança em nas nossas grandes cidades. Mas em Caracas vale a pena uma dose extra de precaução. Não precisa entrar em pânico; basta seguir os conselhos mais papai-mamãe.

--> CHEGANDO EM CARACAS

--> O aeroporto

O aeroporto de Maiquetía fica a 30 km do centro de Caracas (entre 50 minutos e 1h30 de trajeto, dependendo do trânsito). Tem dois terminais, o internacional (remodelado) e o nacional (velhinho). Apesar de relativamente distantes entre si (pense aí nuns quinze minutos de caminhada), os dois terminais são unidos por um corredor interno. Não é preciso (= não é recomendável) sair do prédio para ir a pé de um aeroporto a outro.

--> Desembarque internacional

A ala de desembarque foi recentemente reformada e funciona como você está acostumado. Passe pela imigração, retire sua bagagem.

-->Desembarque doméstico

Se você vem de Los Roques e vai pegar o vôo de volta para o Brasil no mesmo dia (os vôos da Gol partem às 19h35; da TAM, às 21h45), não saia para o saguão de desembarque. Vire à direita no corredor que há antes da saída e siga em frente, que você vai dar no aeroporto internacional sem precisar sair do prédio. (Mas atenção: se você sair desse corredor para o saguão de desembarque, vai ter que fazer o caminho por fora do prédio.)

--> Trocando dinheiro

No câmbio paralelo, que é ilegal porém de uso generalizado, 1 dólar vale 10 vezes mais que a cotação oficial. Em todo lugar que atenda o turista você vai encontrar cambistas. Basta perguntar discretamente na recepção do hotel, por exemplo.

Um jeito de correr menos riscos é trocar com um contato previamente arranjado pela pousada ou pela agência que esteja à sua espera.

Assim que você emerge no saguão de desembarque será abordado por um exército de tiozinhos de crachá. Todos vão oferecer transporte (recuse: no, gracias) e câmbio.

Caso você realmente precise trocar dinheiro, atravesse o saguão para um canto mais discreto e aguarde as abordagens. Negocie antes. Deixe separada UMA nota de 100 dólares no bolso; assim você evita mostrar quanto dinheiro tem. (E com menos de 100 dólares a cotação já não seria interessante.)

Mas o melhor mesmo é não trocar nada, combinando um traslado com o seu hotel. (Caso seja apenas o pernoite para seguir no dia seguinte a Los Roques, há dois hotéis que oferecem traslado: o Eurobuilding e o Marriott. Leia mais adiante.)

--> Pegando táxi

Como eu expliquei no parágrafo anterior, ao aparecer no saguão de desembarque, cansado da sua viagem e arrastando sua mala de rodinhas, você vai ser abordado por senhores distintos de crachá que vão oferecer transporte (e, num segundo momento, câmbio). Nunca aceite transporte dessas pessoas. Existe uma quadrilha de bandidos atuando como taxistas piratas. Pegar um desses táxis é correr o risco de ser assaltado pelo caminho.

--> Leia mais: Anna, a policial brasileira assaltada num táxi pirata em Caracas

A boa notícia é: os caras são insistentes, mas não há nada que eles possam fazer ante um "no, gracias". Cruze o saguão. Um pouco antes da calçada exterior você encontrará, bem sinalizado, o guichê do táxi oficial.

Guichê do táxi oficial

Uma corrida até os bairros nobres de Caracas sai o equivalente a 30 dólares no câmbio que o turista consegue obter. Eu não tentei pagar com dólar (já tinha trocado dinheiro), mas não custa perguntar. Se aceitarem, maravilha, porque você se livra de fazer uma operação ilegal a descoberto num lugar perigoso.

Caso você vá para algum hotel da região do aeroporto, a corrida deve baixar para a metade (esqueci de ver a tabela oficial). Mas lembre-se de que os hotéis Eurobulding Express e Marriott Playa Grande oferecem traslado.

Mais uma vez vale desaconselhar chegar a Caracas à noite (vindo, por exemplo, do Caribe), quando você e sua bagagem ficam mais vulneráveis no trajeto aeroporto-cidade.

--> Los Roques sem pernoite em Caracas

Atualmente, a única maneira de não pernoitar em Caracas nem na ida, nem na volta, é voando Gol. (Informação de julho de 2014.)

Corredor entre os aeroportos

--> SAINDO DE CARACAS

--> Táxi para o aeroporto

Reserve o táxi com o seu hotel com antecedência; na hora pode não haver táxi especial disponível. Desde Caracas, espere pagar o equivalnte entre 30 e 40 dólares (do câmbio negro) pela tabela do hotel.

Estando na Caracas central, saia do seu hotel 4 horas antes do embarque do seu vôo. Sim, eu escrevi 4 horas antes do embarque do seu vôo. Eu já perdi um vôo em Caracas saindo com uma antecedência de três horas.

--> Taxa de embarque

Desde agosto de 2011, as taxas de embarque já vêm embutidas nas passagens. Não é mais necessário pagar a taxa no guichê, em bolívares.

Taxa de embarque nacional, 38 bolívares fuertes

--> Saindo de Los Roques para seguir viagem no mesmo dia para o Brasil

Venha no vôo da manhã. Eu sei, você vai perder um dia perfeito de praia. E vai amargar uma tarde inteira no aeroporto de Caracas. Mas não é bom depender do último vôo nem vir com tempo exíguo demais entre vôos.

--> Usando Caracas como base para ir a Aruba e Curaçao

Na grande boa? Faz isso não, camaradinha. Tem vôo direto do Brasil. Dá pra ir por Bogotá. Dá pra ir pelo Panamá. Para que se arrumar todo esse perrengue?

Leia também:

Caracas: onde ficar

Passeando: um dia em Caracas

Siga o Viaje na Viagem no Twitter - @viajenaviagem

Siga o Ricardo Freire no Twitter - @riqfreire

Visite o VnV no Facebook - Viaje na Viagem

Assine o Viaje na Viagem por email - VnV por email

109 comentários

douglas
douglasPermalinkResponder

O brasileiro precisa aprender a boicotar estes destinos que trazem grande tensão porque férias não é tensão, ate que eles possam resolver o problema complexo citado pelo Ricardo e tomarem as devidas providencias, o melhor é não ir existem praias boas no Brasil, que não são azuis, mas sâo verdes, mas tudo isso é uma questão de côr

Thayvid Fernandes

Concordo com vc !!
Fui a Caracas ano passado e fiquei sete dias. Os piores setes dias da minha vida !!! Como a cidade não é tida como uma capital turística as pessoas não são nada agradáveis com o turista. Já viajei por todos os países da america do sul e nunca me senti tão oprimido e desconfortável em um lugar como na Venezuela. Para todo canto que se vá te informam para não ir por conta da violência, embora eu não tenha me sentido ameaçado em nenhum momento. Para se ter uma ideia foi tirar fotos de frente pro palácio do governo e a polícia pediu pra apagar as mesmas dizendo que se eu quisesse ter fotos do lugar deveria buscar no site do governo.

Ernesto, o pato

Muito bom!

E, aproveitando para fazer um comercial:

Quem quiser um bom guia sobre como evitar ter sua mala furtada, leia nossa reportagem na Vaigem & Turismo deste mes!

Viajante Oficial

Esse Pato é tão econômico que omitiu o link. Qual o link Pato ?

Ernesto, o pato

Viajante

Não tem link, tem que comprar a Viagem & Turismo deste mes, com a capa Azul, desta vez a dica não foi tão economica....

Viajante Oficial

Por favor, alguém empresta a revista.

Mô Gribel
Mô GribelPermalinkResponder

Ernesto, eu li sua matéria! Parabéns!! Tá suuuuper bem escrita!

Lu Malheiros
Lu MalheirosPermalinkResponder

Que legal, Ernesto, parabéns!
Acho que não encaro Caracas sozinha, nem como escala para Los Roques sad

Ernesto, o pato

Lu

Los Roques é lindo, mas se estiver sozinha, va pela Colombia.

Acho tranquilo ir para Bogota sozinha. Para Caracas, não recomendo.

carolina
carolinaPermalinkResponder

Sabe que o que nós achamos de Caracas é o que a maioria dos americanos e europeus pensam do Brasil, não acho que devemos boicotar, devemos tomar cuidado e olhe lá. O que acontece é que aqui sabemos os esquemas, aonde ir, que horas ir em outra cidade não sabemos.

Se falta de segurança me fizesse boicotar lugares para viajar eu nunca mais iria a Salvador ou Fortaleza.

Viajante Oficial

Verdade Carolina. As cidades brasileiras não são diferentes de Caracas no quesito segurança.

Philipp
PhilippPermalinkResponder

Conversei com um amigo Venezuelano ontem que disse-me: "Caracas nao é diferente de Lima, ou Sao Paulo". O pessoal aqui fica assustado pois como voce bem descreveu, no Brasil sabemos dos esquemas.

Ernesto, o pato

Acho que a situação em Caracas é infinitamente pior para o turista do que Salvador ou Fortaleza. Lima é bem tranquila, no máximo voce corre um risco de um pequeno furto. A criminalidade na Venezuela tem por traço a violencia, sendo disparado o pais com maior numero de homicidios na America Latina.

Ricardo Freire

Pessoal, concordo com quem acha que muitos gringos pensem que o Brasil é exatamente assim.

Mas discordo veementemente que seja.

Para começar, não existe essa situação absurda do câmbio negro. Somos levados a praticar um ato ilegal. Percebam: eu estou blogando sobre esse ato. Recomendando um ato ilegal. Ensinando a burlar a lei. É muito feio.

Depois, em nenhum aeroporto do Brasil você é abordado por bandido de crachá agindo livremente. Há aliciadores de táxi pirata? Há. Mas nenhum tem crachá e te aborda na boca da saída do desembarque. (A propósito: até em Nova York tem taxista pirata aliciando passageiro que desembarca.)

O Brasil não é a Suíça, mas nem por isso é a Venezuela. Não conheço cidade grande brasileira onde, num bairro nobre, as lojas fiquem gradeadas depois das 6 horas, só com uma aberturinha para passar o dinheiro e a mercadoria (La Castellana, em Caracas, é assim).

Também não conheço nenhuma cidade brasileira em que seja perigoso pegar táxi que passe na rua. Um carioca ou soteropolitano paranóico pode até sugerir que você não pegue ônibus, mas não vai arregalar os olhos se você disser que pegou um táxi na rua.

Não acho que seja um lugar para ser riscado do mapa. Acho que dá pra ir tomando esses cuidados. E acredito que Los Roques valha esse perrengue todo -- senão nem blogaria sobre isso.

Mas daí a dizer que é igual ao Brasil, gente -- chega de autodepreciação, pelamordedeus.

Ricardo Freire

Aos que manjam inglês, sugiro acompanhar as dicas do Nelvin, que é um comentarista caraquenho do TripAdvisor. Ele oferece dicas ótimas e sensatas, recomendando todos os cuidados necessários mas estimulando a descoberta de Caracas pelo viajantes independente.

http://www.tripadvisor.com/members-forums/Nelven

Ernesto, o pato

100% de acordo.

Philipp
PhilippPermalinkResponder

Concordo, e para deixar claro, a conversa com esta amigo Venezuelano que há 5 anos mora nos EUA mas tem família lá disse foi que, em Caracas deve-se tomar cuidados assim como em Lima, São Paulo, México DF, etc. Não estou comparando, apenas costatando que o desconhecido pode também dificultar a situação, trazer ansiedade, etc.

E quanto as estatísticas, concordo que são ruins, mas para cada indivíduo, a situação é binária.

Já estou tendo "second thoughts" se deve mesmo ir a Los Roques ou procurar um canto mais "tranquilo", talvez San Blás...

douglas
douglasPermalinkResponder

Se a gente nâo qualificar o que tem, como a gente sempre faz, quem vai qualificar ou valorizar, eu preciso neste valioso site mais assunto Brasil

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Douglas! É o próximo objetivo do site. O Ricardo Freire vai passar os próximos meses editando todo o campo internacional atrasado, e depois se dedicará integralmente a construir o conteúdo Brasil grin

Thayvid Fernandes

Não achei a cidade tão violenta, embora os índices indicam ser uma das cidades mais violentas da américa do sul... o que não aconselho é ter a cidade de Caracas como destino. Povo te trata mal muito mal

Philipp
PhilippPermalinkResponder

Este Post caiu como uma luva pra mim grin

Minha unica duvida agora é, posso chegar ou por Miami as 09:30 ou por San Juan as 13:05, se nao houver problemas com este das 13:05, eu teria tempo suficiente para o desembarque e pegar o voo da tarde da Chapi Air ou vai ser apertado?

Ricardo Freire

É um pouco em cima do laço, Philipp.

Helder
HelderPermalinkResponder

Eu pessoalmente prefiro evitar lugares tipo a Venezuela por esses problemas. Pra mim se o país quer receber turistas ele que se preocupe em dar boas condições, não é o turista que deve se preocupar. E eu acredito que americanos e europeus realmente pensam o mesmo em relação ao Brasil. Até porquê se não pensassem talvez o Brasil não fosse mediocremente visitado como é considerando-se o absurdo potencial que temos.

RUY  LEITE
RUY LEITEPermalinkResponder

Ja estive em Maiquetia ( que nao e' Caracas)e nao tive problema algum...realmente tem assedio de taxistas ( e cambistas ) como em Congonhas, por ex., e fiz o trajeto a pe' por fora do aeroporto internacional ate' o domestico onde comprei as passagens para Los Roques...apenas nao dei atencao as abordagens...ignorei...e no saguao do aeroporto domestico fiz o cambio sentado na mesinha da lanchonete em frente da Avianca,,,realmente o caminho interno e' climatizado, mas, acho que nao tem problema algum...se a mala tiver rodinhas va'ate' o domestico e faca o cambio la'///abs

Viajante Oficial

Quem quiser boas dicas de Caracas veja o blog do Pepe Aldana, venezuelano autor do LA GUIA DE CARACAS.

BLOG AQUI:
http://laguiadecaracas.blogspot.com/

FACEBOOK AQUI:
http://es-la.facebook.com/pepeven

Viajante Oficial

Quem quiser OUTRAS boas dicas de Caracas veja o blog do Pepe Aldana, venezuelano autor do LA GUIA DE CARACAS.

BLOG AQUI:
http://laguiadecaracas.blogspot.com/

FACEBOOK AQUI:
http://es-la.facebook.com/pepeven

AS DICAS DO RICARDO FREIRE, COMO SEMPRE, SÃO IMPERDÍVEIS.

Igor
IgorPermalinkResponder

Pessoal,
Esse post veio a calhar. Vou para Los roques agora no carnaval com mais 3 amigos. Vou de TACA, que chega em Caracas as 02:20 da madrugada (qdo vi o preço da passagem nem pensei nessas coisas todas, alias, nem sabia q era tão "complicado" assim... heheheh)! E meu voo para Los Roques é as 9 da manhã do mesmo dia. Estou pensando em reservar o hotel Catimar (q fica proximo ao aeroporto) para não ficar esse tempo todo no aeroporto mofando. O Catimar tb tem transfer gratis aeroporto-hotel-aeroporto. Oq vcs acham?
Fiquei preocupado qto ao cambio. Provavelmente as 2 e meia da manhã não terá ninguem pra fazer cambio, né? Pelo jeito, só quando eu chegar de volta ao aeroporto pra pegar o voo pra Los Roques (lá pelas 8 da manhã)...
Enfim, fora todo o cuidado e atenção... mais alguma dica??

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Igor! Comunique-se com o hotel para ver se eles oferecem trânsfer de madrugada -- pode ser que não, viu? Mesmo que não seja grátis, aproveite para agendar um trânsfer.

Renata
RenataPermalinkResponder

Acabei de emitir 2 passagens de Caracas para o Rio com milhas Smiles e foi cobrada a taxa de embaque, ou seja, parece que agora está mesmo incluída na passagem, entretanto, o valor é bem mais alto do que era cobrado em Caracas antes. Paguei R$ 179,19 por pessoa só de taxa de embarque de Caracas pro Rio (daqui para lá foi R$ 69)!
Mais alguém comprou passagem para lá recentemente?
Enviei um e-mail para a Gol pedindo esclarecimento.

Segue o detalhamento das taxas para duas pessoas:
Adic de combustível R$ 10,36 x 2 = R$ 20,72
Taxa Aerop Internac - VE R$ 91,75 x 2 = R$ 183,50
Taxa Aerop Intl - VE R$ 76,46 x 2 = R$ 152,92
Taxa Extra - VE R$ 0,62 x 2 = R$ 1,24

Paulo
PauloPermalinkResponder

Renata,
Você pagou barato, até. A TAM está cobrando R$ 570,00 de taxa de embarque para Caracas (para duas pessoas). Achei que fosse pelo fato de ter comprado a passagem através de milhagens, mas simulei a compra sem milhas e o valor foi mantido.
Será que já é reflexo das privatizações dos aeroportos?

Carina-Senzatia

Nao li em nenhum lugar a possibilidade de fazer saque em dinheiro com cartao, seja crédito ou débito, em algum caixa automático no aeroporto de Caracas. Existe esta possibilidade?

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Carina! Deve existir, mas ao fazer qualquer transação com cartão você obterá cotação oficial, que é 50% mais baixa do que a do paralelo.

Carina-Senzatia

Nao tinha pensado nisto, Bóia! Obrigada pela dica! wink

Carina-Senzatia

Alguém tem ideia como funciona o cambio euro x bolivares? Eles aceitam bem euros na Isla Margarita? Ou seria melhor levar dólar?
Obrigada!! smile

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Carina! Há mercado paralelo para euros também, mas o dólar é mais valorizado.

Tem certeza de que você quer ir à Ilha Margarita? O mar não é lá muito caribenho. É azul marinho como no Brasil.

Alexandre
AlexandrePermalinkResponder

Olá, moro em Caracas e queria apenas fazer uma correção: não há ligação interna entre o terminal doméstico e o terminal internacional do aeroporto. Infelizmente, é necessário ir por fora. Por isso recomendo que o trajeto não seja feito à noite. No mais, apesar de todos os problemas de Caracas, deixo aqui meu testemunho: de todos os lugares do Caribe que já visitei, Los Roques é, de longe, o mais bonito deles.

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Alexandre! Só se fecharam esse caminho recentemente... em junho de 2011 estava lá grin

Renata Maia
Renata MaiaPermalinkResponder

Afinal, quais taxas devo pagar? A do aeroporto nacional e a taxa da ilha, é isso? A taxa da volta ao Brasil já está incluída nas taxas que eu paguei pra emitir o bilhete?

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Renata! Em princípio, as taxas já estão incoporadas a todas as passagens.

Eduardo Mazur
Eduardo MazurPermalinkResponder

Olá

Estou com 1.576,00 Bolívares Fuertes que sobraram da minha viagem.
Alguém tem interesse em trocar por US$? Isto evita o stress da primeira troca em Caracas!
Moro em Curitiba.
Contato: udemazur@hotmail.com
Eduardo.

Tatiana Braga
Tatiana BragaPermalinkResponder

Olá,

É necessário tomar alguma vacina?! É preciso passaporte?!

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Tatiana! Certificado internacional de febre amarela. A Venezuela só será membro efetivo do Mercosul em 31 de julho deste ano. Mas sempre recomendamos viajar com passaporte.

Danielle
DaniellePermalinkResponder

Olá,

A postagem da cotação é de fevereiro, vi no twiter que hoje esta U$ 1 X Bsf 9,3 no paralelo, esta correto?
Consigo trocar na recepção do hotel catimar? Consigo trocar em Los Roques?
Estou em dúvida de onde devo fazer a troca, o post não conseguiu resolver! ;(

Obrigado.

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Danielle! Em Los Roques é fácil fazer a troca. Normalmente também dá para fazer nos hotéis, fale com discrição.

Natalia
NataliaPermalinkResponder

Olá! Acabei de comprar as passagens para Los Roques no vôo da Gol (chega em Caracas às 14h30). A pessoa da pousada informou que podemos pegar o vôo para Los Roques às 15h30. É verdade? Estou vendo em vários lugares que teríamos que dormir em Caracas e só voar para Los Roques no dia seguinte! Qual é a verdade?

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Natália! Uma hora é tempo apertadíssimo de conexão. Durma perto do aeroporto e saia no primeiro vôo no dia seguinte.

Igor
IgorPermalinkResponder

Pessoal,

Fui pra Los Roques no carnaval deste ano. Um paraíso!!! Mas, para chegar lá, é preciso passar pelo aeroporto de Caracas. No meu caso, na ida, meu voo chegava de madrugada e o voo para Los Roques era as 9 da manha. Acabou nao valendo a pena pegar um hotel, e fiquei no proprio aeroporto com mais tres amigos. Foi bem tranquilo e passei do aeroporto internacional pro nacional pelo corredor interno q ja falaram aqui (pelo menos ate fev 2012 ainda existia!). Só uma dica: levem casaco! O aeroporto de Caracas é uma geladeira! Nunca passei tanto frio num aeroporto!
Troquei meus dolares pela cotação de 8.5! Mas quase me passaram a perna. ainda bem que eu estava atento e tinha lido bastante sobre o assunto em blogs e por aqui. A melhor dica que eu tenho pra dar é: tire foto das notas que vc vai trocar e preste bem atenção nelas! Qdo fui tirar as fotos, acabei decorando o inicio do numero de serie delas e como eu tenho a mania de guardar dinheiro no bolso, minhas notas (q eram novas) ficaram dobradas em 4 partes. Em menos de 2 segundos apos trocar, o cambista me mostrou um rasgo pequeno na nota e pediu para que eu trocasse a nota por outra. Na hora percebi o golpe, pois a nota tinha outro numero de serie e estava dobrada apenas no meio... ou seja, estava querendo me passar uma nota falsa. Se for trocar com cambista tem q estar bem atento! O meu amigo, que estava na hora comigo, nem percebeu nada.
O intuito de tirar as fotos é justamente lembrar como era a sua nota e o numero de serie dela.
Coloquei o relato deste dia e de toda a troca de dinheiro, bem como da viagem a Los roques, aqui: http://expressoprooriente.blogspot.com.br/2012/03/dia-02-1902-chegada-em-los-roques.html

pedro
pedroPermalinkResponder

ola gostaria d saber se precisa de passaporte para a Venezuela ? pois pretendo ir até a cidade de maracaibo no oeste da venezuela. obrigado

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Pedro! Em princípio você pode ir com o RG original. Mas recomendamos passaporte.

Leia:
https://www.viajenaviagem.com/2011/01/america-do-sul-rg-ou-passaporte/

Giskele
GiskelePermalinkResponder

Ola

Li muito suas respostas, me ecclareceram muita coisa!!!
Moro em manaus, e vou para venezuela de onibus! O trecho que vou fazer eh Manaus - Boa vista - Puerto la cruz - margarita
Porem de margarita nao consigo achar as respostas que procuro.

Segue minhas dúvidas, desculpe se nao vi alguma resposta parecida!! rs
1. Quero muito conhecer Los roques saindo de margarita, quanto custa em media a passagem para lá? quero procurar hospedagem la...
2. Ja sei que nao preciso de passaporte para margarita, mas e quanto a los roques? é necessario?? ( nao tirei ainda)
3. Essa pra mim eh a pergunta mais dificil...mas assim, para passar uns 10 dias sem luxo mas com conforto incluindo as passagens de ida e volta para los roques, quanto vc acha que eh necessario em R$ para levar?? sei que isso eh relativo mas tenho medo de levar pouco e ficar presa la srrsrs
4. Devo trocar R$ aki por dolar? ou eles trocam R$ por bls?

Olha Agradeco a qualquer resposta que voce puder me esclarecer. smile

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Giskele! Infelizmente não temos informações sobre Puerto La Cruz e Margarita. Mas o câmbio não deve ser diferente: deve-se levar dólar e procurar o cãmbio negro.

Los Roques, assim como Margarita, fica na Venezuela. Não há requerimentos diferentes quanto à identidade.

Não sabemos de ligações entre Los Roques e Margarita; pode ser que a Aerotuy faça a linha aérea. Caso contrário, é necessário ir a Caracas.

Não temos idéia de quanto custa estar em Margarita. Para Los Roques, consulte o post de pousadas.

Telma cavalcanti

Olá! viajei muitas vezes para Venezuela em Caracas! Fui abordada muito bem por eles. tive ajuda de muitos por não saber falar espanhol muito bem. tenho òtimas lembranças e considero Caracas e outras cidades vizinhas como: barquisimeto, carora muito lindas! Consegui muitos amigos, apesar de acharem que eu era do Rio de Janeiro por ser mulata. Adoro Venezuela!

Ana Carolina Corso

Vou para Los Roques em fevereiro. Alguém sabe quanto está a cotação atual do dólar no cambio negro no aeroporto ? E em los roques?

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Ana Carolina! Parece que o paralelo está em torno de 17 bolívares fuertes. No aeroporto estão pagando 12.

Dionísio
DionísioPermalinkResponder

A pousada La Cigala me informou 23 na semana passada.

claudia valeria

fui pra margarita saindo de manaus do dia desessete de janeiro a trinta de janeiro e quero ajudar alguem que precise de informacoes que eu tenha...
abracos

Victor
VictorPermalinkResponder

Oi, Cláudia!

Estou querendo ir pra Isla Margarita agora no fim de setembro pra passar umas 4 noites. O que vc achou de lá? Vale à pena? Que outras cidades vc conheceu na Venezuela? Vc tb foi à Los Roques? Em que hotel vc ficou em Margarita? O que tem pra fazer lá? Como vc chegou lá? Passou por Caracas? Foi de avião ou de ferry?

Se possível, gostaria que vc me respondesse tb por e-mail: vcqueiroz@hotmail.com

Desde já agradeço pela atenção

Aline
AlinePermalinkResponder

Evite a Venezuela na semana santa, a semana toda mesmo.
Desde a sexta-feira anterior ao domingo de ramos.
O aeroporto nacional e os terminais rodoviários ficam uma loucura!
Tipo cartazes dizendo que eles não fazem lista de espera e a funcionária com uma lista de espera enorme nas mãos!
Agora se for só uma escala no aeroporto internacional, aí não tem problema.

Aline
AlinePermalinkResponder

Tem dois hotéis ECONÔMICOS que já fiquei quando tive que esperar voo pro dia seguinte em Caracas, eles ficam em Catia La Mar, são SIMPLES, mas com ar condicionado (não sei se tem café da manhã, pois sempre saí antes), dá pra reservar daqui do Brasil pela internet sem pagamento antecipado (leve a reserva impressa). São eles: Hotel Catimar (fica mais longe, esse reservei pela internet)e Hotel La Parada (esse peguei na hora por duas vezes, fica mais perto do aeroporto, se assemelha a um pousada). Eles fazem o transfer de graça do aeroporto-hotel-aeroporto, é só combinar antes.

Alvaro Torrejon

boa noite,

Estou indo para los roque dia 04.03 e minha dúvida é, quanto eu levo de dolares para ficar tranquilo? irei com a minha esposa na lua de mel e onde eu troco os dolares? alguma recomendaçào?
obrigado

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Alvaro! Leia sobre Los Roques a partir desta página:

https://www.viajenaviagem.com/americas/los-roques-ricardo-freire

Dionísio
DionísioPermalinkResponder

Se eu entendi bem, em Los Roques o ideal (mais em conta $$$) é fazer câmbio paralelo lá mesmo e pagar a pousada com bolivares furtes? É isso? Obrigado pelas dicas!

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Dionisio! É mais tranqüilo fazer câmbio na ilha, porque você pode fazer com segurança na pousada ou no doleiro indicado pelo pousadeiro.

Dito isso, a maioria das pousadas cobra em dólar. Caso a sua pousada cobre em bolívares, você pode fazer o câmbio na ilha.

Dionísio
DionísioPermalinkResponder

Então vai depender muito da quantidade de bolivares que a pousada cobrar. De repente, nem valerá fazer a pena cambiar moeda para pagar.

Orlando
OrlandoPermalinkResponder

Existe hoje disponível voo da TAM que chega as 5:40 em Caracas..
com este vôo é possível evitar a noite em Caracas??

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Orlando! Sim! Veja este post que acabamos de publicar: https://www.viajenaviagem.com/2013/04/los-roques-sem-pernoite-caracas/

mrgreen

Dionisio
DionisioPermalinkResponder

Mas tem casa de cambio odicial no aeroporto?

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Dionisio! Tem. Prepare-se, porém, para muita burocracia. Quando foi em 2003, o Ricardo Freire usou a casa de câmbio oficial. O funcionário estava dormindo durante o expediente e precisou ser acordado.

Dionísio
DionísioPermalinkResponder

Pois fiquei pensando: se a recomendação para quem vai a Los Roques é trocar poucos dólares no aeroporto de Caracas, "perde-se" muito pouco dinheiro optando-se pelo câmbio oficial. Acredito que valha a pena, é como pagar para não se incomodar, ou pagar para não ceder a abordagens hostis, para não ter medo de ser preso, pra não ter que cambiar dentro do banheiro etc.

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Dionísio! É umas grin

Paulo
PauloPermalinkResponder

Sua ideia é boa Dionísio. Porém, se o viajante já tem o transfer combinado previamente - o que recomendo MUITO -, normalmente a pessoa que o está aguardando indica alguém confiável para cambiar. De qq modo, acho desnecessário trocar mais do que 100 dólares no aeroporto, pois usará menos que isso para pagar todas as taxas para ir e/ou entrar em Los Roques.
Uma vez naquele paraíso, aí o viajante pode cambiar na pousada ou cacifar outro local que ofereça a melhor cotação - sem todo aquele perrengue do aeroporto.
Abraços!

Dionísio
DionísioPermalinkResponder

De maneiras que talvez não seja tão necessário assim se submeter aos cambistas na chegada a Caracas...

amanda
amandaPermalinkResponder

Vou em maio/2013 para los roques. Meu voo chega de manha em caracas, entao vou no mesmo dia para los roques, sem pernoitar em caracas. Fechei tudo com o giorgio da pousada acquamarina. Mas o que me preocupa é como trocar os dolares no aeroporto de caracas. Tenho medo de dar problema. Para trocar no cambio oficial, tem uma casa de cambio no aeroporto de caracas? Ou eu pagaria as taxas de embarque para los roques e de entrada no parque em dolar mesmo? As dicas do ricardo sao demais. Virou meu guia de viagens. smile

Caroline
CarolinePermalinkResponder

Olá,

voltei de Los Roques em maio. A taxa de embarque já estava incluída na passagem, porém, houve um reajuste no valor (agora paga-se 55 bolívares)e tive que pagar apenas a diferença no aeroporto!
Quanto a troca de dinheiro, eu cambiei apenas US$100,00 no paralelo e durou a semana toda que eu fiquei em Los Roques!

Vanessa
VanessaPermalinkResponder

Oi Ricardo,
Tive uma conexão em Caracas e tinha decidido ficar no Marriott Playa Grande pois li no site que tinha transfer incluso. Alguns dias antes mandei um email confirmando minha reserva e se realmente tinham translado. Para minha surpresa eles não fazem esse tipo de serviço e que eu deveria pegar taxi. Fiquei bem chateada e decidi por uma outra pousada que apesar de não chegar aos pés da qualidade desse hotel, pelo menos faziam esse serviço. O nome é Café Mar, que foi recomendado por um outro Hotel que havia escolhido mas nao tinha vaga, Catimar, que tambem fazem o serviço de translado incluso. o café mar é muito simples, limpa, wifi, toalhas e roupa de cama, sem café da manha, mas com uma padaria na rua de trás, que por sinal é na rua do Marriott. Gostei do atendimento da recepcionista que foi muito paciente pois não falo espanhol e com os motoristas que fizeram meu translado.
E outra coisa que acho importante mencionar, o cambio nao destroca a moeda/bolívar. Se for preciso trocar dinheiro é melhor trocar bem proximo do que irá precisar, pois eu troquei a mais e acabei tendo que comprar coisas no duty free que nao precisava.
Fica dica.
Obrigada pela atenção.

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Obrigada pelo feedback, VAnessa! Vamos corrigir. Mas asseguramos que à época do texto o hotel oferecia o serviço. (O Ricardo Freire se hospedou lá.)

Victor
VictorPermalinkResponder

Estou indo à Venezuela com um amigo agora no final de setembro para passar 2 semanas. Bolamos um roteiro que seria assim:

1 noite em Caracas (na chegada)
1 noite em Mérida
2 noites em Puerto Ordaz
5 noites em Isla Margarita
1 noite em Caracas (na saída)
2 noites no bus-cama no trajeto Caracas/Merida/Caracas

O que vcs acham desse roteiro?

Incluí Mérida, pois parece ser uma cidade universitária bem agradável e é onde está um dos maiores teleféricos do mundo.

Como não é uma viagem de casal, optei por Isla Margarita ao invés de Los Roques. Ou vcs acham que Los Roques não é só pra casal e que é muito melhor do que Isla Margarita?

Tive que por Puerto Ordaz no roteiro pq meu amigo nasceu e morou lá até os 4 anos de idade e agora ele quer visitor a cidade natal dele!

Este roteiro não é definitivo! Aceito e preciso de ajuda!!!

Obrigado!

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Vitor! Ilha Margarita é um destino de praia com praias bonitas mas nada diferentes das que você acharia no Brasil. Já Los Roques tem o tom de mar mais bonito que você pode encontar no Caribe.

Estou compartilhando sua pergunta no Perguntódromo. Havendo resposta, aparecerá aqui.

Carla
CarlaPermalinkResponder

Victor, tudo o que conheci da Venezuela (fora uma noite de hotel perto do aeroporto em Maiquetía) foi Los Roques - e arrisco dizer que é pecado deixar o arquipélago de fora em qualquer viagem pelo país. Los Roques não é só para casal, não - eu mesma fui com amigos, e vimos vários grupos de pessoas na mesma situação. Passei 3 noites, que foram suficientes para mim. Mas conversamos com pessoas que passaram uma semana ou mais - tudo depende do seu gosto por sol, mar, praia, mergulho... wink

Luciana
LucianaPermalinkResponder

Victor, acabei de voltar de Los Roques. É o paraíso na terra. Fiquei 8 noites e já estou planejando o meu retorno. Não é um destino só para casais. Na minha pousada tinham muitas pessoas q faziam kitesurf e estava sozinhas, tinha tb um alemão sozinho. Conheci muitos grupos de amigos. Tem alguns bares e vi uma boate. Fui, mas sentia sono cedo devido aos dias de sol, mar, mergulhos e snorkel. É imperdível! O lugar mais lindo que já vi, e olha que já estive em 3 ilhas do Hawaii, Grécia, Califórnia e Menorca. Não deixe de ir!

Lia
LiaPermalinkResponder

Olá Vitor!
Caracas é uma cidade grande e urbana, com todos os tipos de problemas que cidades assim tem.
Merida é uma cidade colonial, com o maior teleferico, mas quando fui estava fechado, sugiro verificar as datas de funcionamento, pois a viagem entre Caracas e lá é bem longa e cansativa. Apesar de interessante não tem muitos atrativos.
Trocaria fácil Isla Margerita por Los Roques, mas 5 dias acho muito.
Puerto Ordaz não conheci.
Minha sugestao é ir a Calama, visitar o Salto Angel, maravilhoso.
E já que é pra dar pitaco minha sugestão de roteiro seria.
Dormir em Caracas (se der pra evitar melhor) -Los Roques - Puerto Ordaz (é possivel que haja voo direto, se não até iria por Isla Marguerita - tem que pesquisar) - Calama (unica forma de acesso é por avião) - Caracas.

nedjma
nedjmaPermalinkResponder

Isla margarita é interessante, mas as praias de Los Roques são mil vezes mais bonitas... mas não é lugar de baladas, se é o que te interessa

Regina
ReginaPermalinkResponder

Oi a todos. Duvida de hospedagem em Caracas, me ajudem?

Comprei passagem Brasil Caracas, já tenho pousada em Los Roques, mas agora soube que por falta de lugar Caracas - Los Roques terei que passar 1 dia e meio em Caracas.

Para o pernoite inicial, havia reservado o hotel MIRAMAR. Agora fico na duvida se mantenho o MIRAMAR ou não.

Questões:
Ouvi dizer que a região é perigosa a qualquer hora, a praia nem tão linda, mas tem um bom custo x benefício e fica próximo ao aeroporto para quem não gosta de acordar cedo, tem restaurante, piscina...

Não tenho pretensões de city tour de 24h em Caracas quero mesmo é chegar logo em LR.

MIRAMAR ou não MIRAMAR? Palpites, considerações, dicas?

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Regina! Realmente a praia nessa região não é convidativa, não. Leve um bom livro, aproveite a piscina do hotel.

marcio
marcioPermalinkResponder

tenho 15 mil bolivares. alguém sabe como posso trocar no Brasil?

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Marcio! Rapaz, você pode até tentar vender para alguém que esteja indo à Venezuela, mas fora isso não existe mercado para moedas fracas no Brasil não.

Paulo
PauloPermalinkResponder

Caríssima Boia,
Estou pesquisando voos para Caracas pela TAM, mas parece que eles vão extinguir o voo direto GRU-CCS (eu não encontro datas em março próximo, p.ex.), deixando o voo a cargo da LAN, com escala . Você (ou o comandante) sabe de algo?

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Paulo! Não estamos sabendo, não. Mas a sua suspeita faz sentido; março já está aí e deveria ser possível reservar pelo site.

Luana
LuanaPermalinkResponder

Olá,

Eu e minha família estamos planejando nossa viajem para as férias de junho de 2014, e estamos certos de que Los Roques é de longe a melhor opção!!

Porém não vi até o momento comentários a respeito de crinças na ilha. Vocês viajantes recomendam essa viajem a famílias com crianças?

Pretendo ficar 10 dias na ilha, ouvi falar bem da Pousada Guaripete. Alguém sabe se os quartos comportam 2 adultos e duas crianças?

E completando o post anterior, estou também tentando cotar passagens pela TAM para Caracas e infelizmente não estou conseguindo, alguém sabe se a CIA não está mais operando neste trecho?

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Luana! Outro leitor já tinha indicado que não há vôos para Caracas no site da TAM a partir de março, mas não há nenhuma notícia a respeito do fim da rota.

Cada família conhece suas crianças. Se seus filhos se contentam com praia sem aditivos (piscina, tobogágua, recreação), você pode considerar.

Contacte a pousada sobre acomodações.

Valdeck Almeida de Jesus

Little Brother Venezuela ou Abobrinhas para um Grande Best Seller

Nenhuma viagem começa e termina nos pontos de começo e fim. Cada ponto pode ser um recomeço ou um fim e vice versa. Viajar a Venezuela, para mim, nunca esteve em meus planos, até o dia que conheci um amigo de Trinidad Y Tobago, que morava na Venezuela. De tanto ele me falar das belezas do país, fiquei com vontade de fazer um passeio rápido pela nação de Hugo Chaves. Eu não estava a fim de arriscar uma viagem tão longa para me encontrar com ele em Caracas ou em outra localidade mais distante.

Combinamos, então, que nos encontraríamos na fronteira, na localidade chamada Santa Elena de Uairen. E assim fizemos. Viajei com milhas de avião até Manaus e, de lá, até a capital de Roraima, Rio Branco, depois mais outra viagem até a fronteira. Não achei nenhuma graça naquela paisagem amazônica. Eu nasci e cresci numa cidade de porte médio e depois me mudei para Salvador, a terceira maior cidade brasileira. Estar no meio do mato, num lugarejo que não tinha nada para se vir, não me agradou em nada. Nos encontramos e nos despedimos em seguida. Nunca mais nos vimos, a não ser através da internet. Isso faz muitos anos, acho que uns dez ou mais.

Não perdemos contato e eu, em minha busca por novidade, sempre, acabei encontrando outros caminhos para matar a curiosidade. Eu acho que o globo terrestre pode ser comparado a um Grande Big Brother Mundial. Estamos interconectados com todos e, ao mesmo tempo, isolados. Minha estadia no Cumberland Hotel, em Caracas, por exemplo, também pode ser comparada a um programa desses, mas, como estou sozinho e não estou sendo visto por telespectadores de lugar algum, nomeio este momento de Little Brother Venezuela. Como estou escrevendo minhas impressões, dou o subtítulo Abobrinhas para um grande Best Seller, parodiando Renata Rimet e nossas conversas salvas do Messenger (finado) e do Facebook (futuro finado). Colecionamos bate papos para transformar em literatura de primeira classe. E quem diria, uns dez anos depois, estou de volta a terras venezuelanas.

Os planos de vir, entretanto, foram acalentados por um ano. Em 2012 resolvi novamente conhecer a Venezuela, e conheci, pela internet, um morador de Caracas. Talvez a capital fosse mais atrativa e, agora, já estava com mais vontade e coragem de conhecer países latinos, após ter viajado para La Habana (Cuba), em 2002, e Cartagena de Indias, na Colômbia, em 2013. Aproveitei o impulso e comprei passagens e reservei hotel em Caracas, por uma semana. Chegado o dia, sexta-feira, 13 de dezembro de 2013, parti rumo à outra aventura.

Do trabalho para casa correndo, terminar de arrumar a bagagem e seguir para o aeroporto de Salvador. No meio do caminho, uma chuva torrencial, quase sem ver a pista. De súbito a chuva termina, faltando cinco quilômetros para o aeroporto. Carro estacionado, check-in realizado, espera pelo voo atrasado e, finalmente, nos céus. Ou quase.

Já no aeroporto de São Paulo, após um voo turbulento... Refeição: um copo de água com gelo, uma cerveja com gelo e um pão com queijo (sugestão do Chef): R$ 18,00 (dezoito reais). Com cartão de crédito, não tem preço... Descobri que o céu era um pouco mais acima.

PS: Ainda tenho muito por escrever. A temporada é grande e as expectativas também.
Valdeck Almeida de Jesus

luiz henrique queiroz

Ola, vou para Venezuela em maio(Los Roches),mas estou um pouco apreensivo com a situacao do Pais.faco uma pernoite no Hotel Ole caribe alguem conhece ? parece que e proximo ao aeroporto Caracas. alguem sabe como esta o cambio atual ? Terei alguma dificuldade em cambiar na ilha?
Agradeco antecipadamente.
Luiz Henrique

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Luiz Henrique! Nâo há dificuldade em entrar na ilha. Peça para a sua pousada em Los Roques agendar trânsfers. Eles saberão dizer quanto está o câmbio.

Sy
SyPermalinkResponder

Olá!

Sempre venho aqui para decidir qualquer viagem.Essa viagem que fiz a Los Roques praticamente surgir devido ao blog do Ricardo, pois não decido nenhuma viagem sem passar aqui.Li tudo que tinha e pesquisei muito.O destino que foi difícil. Tive muitos problemas, mas valeram a pena! Recomendo muito mesmo..Só tenho a agradecer por ter conhecido esse lugar mágico.
Gostaria de deixar aqui os meus relatos, pois fiz o mais detalhado possível para ajudar as pessoas a chegarem nesse paraíso.
Espero que realmente possa ajudar
http://viajandocomsy.com.br/los-roques-venezuela/
http://viajandocomsy.com.br/los-roques-venezuela-2/

http://viajandocomsy.com.br/los-roques-venezuela-3/

Obrigada
Sy

Eriksen
EriksenPermalinkResponder

Em novembro vou para Caracas. Está perto a data de saída. Apesar de nao ter feito a escolha correta, pergunto: comprei a passagem até Caracas. Pretendo passar uns 3 dias lá e aí viajar para Aruba. Não estou conseguindo comprar a passagem aqui do Brasil. Por nenhuma empresa, nem pela Insel air.. O que devo fazer? Quanto irei pagar aproximadamente? Se alguem puder ajudar obrigado.

Neftalí
NeftalíPermalinkResponder

Oi Eriksen. A Venezuela não é um país normal. Devido às restrições cambiais, há cada vez menos companhias aéreas operando no país. Além disso, as passagens aéreas para países vizinhos costumam estar esgotadas por vários meses, já que é um dos poucos fatores que possibilitam a compra de dólares no câmbio oficial. Resumindo, você até pode conseguir passagem para Aruba, mas vai custar o mesmo que um Rio X Paris, por exemplo. Já que você vai estar na Venezuela, avalie fazer turismo por aí mesmo (Los Roques, Isla Margarita, etc...)

Neftalí
NeftalíPermalinkResponder

Oi Eriksen, comece a avaliar passear dentro da Venezuela (Los Roques, Margarita) já que é complicado e caro comprar passagens internacionais na terra chavista. Você pode até conseguir, mas eu diria que uma passagem de Caracas a Aruba vai custar o mesmo que uma Rio X Paris.

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Eriksen! A Insel Air não voa a Caracas. O trecho Caracas-Aruba pode ser comprado pela Gol, que opera duas vezes por semana.

Urânia
UrâniaPermalinkResponder

Boa tarde!
Gostaria de saber se comprando a passagem aérea de Caracas para Brasília é possível pagar mais barato em Bolivares?

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Urânia! Não é uma manobra que valha a pena.

Fernando Silva

Para visitar Caracas precisa de visto ou apenas a carteira de identidade serve?

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Fernando! Você não precisa de visto. A gente acha mais recomendável viajar com passaporte, embora o RG seja aceito. Leia: https://www.viajenaviagem.com/2011/01/america-do-sul-rg-ou-passaporte

cristiane
cristianePermalinkResponder

bom dia, estou doente na venezuela em Maracaibo e estou tentando ir para caracas de onibus executivo que dizem ser perigoso,como faço para ir para o brasil de forma mais rápida e segura?

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Cristiane! Dá para ir de avião também a Caracas. OU, se não quiser passar por Caracas, compre uma passagem de Maracaibo ao Brasil via Panamá pela Copa.

Angel
AngelPermalinkResponder

Olá, pretendo conhecer Los Roques em setembro, embarco 04/09 e fico até 25/09.
Acho muito tempo para ficar em um lugar só, então e como tenho duas opções de entrada Bogota e Caracas, pensei em aproveitar para conhecer outros lugares por perto.
Sendo assim, gostaria de solicitar dicas de roteiros pelas duas regiões, com preços baixos, de ônibus ou de carro.
Outro fator importante....qual a temperatura nessa época??

Obrigada!!!

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Angel! Para saber sobre temperatura/chuvas, consulte nosso Praiômetro - https://www.viajenaviagem.com/2012/10/praiometro-nordeste-caribe
Para Bogotá: https://www.viajenaviagem.com/destino/bogota
Para Caracas: https://www.viajenaviagem.com/destino/caracas

Ricardo Braga
Ricardo BragaPermalinkResponder

Prezado(a) Angel,
A Venezuela é um lugar muito interessante para se passar 21 dias. Pode-se visitar Caracas ( e os municípios que a compõem), Mérida, Morrocoy, Mochima, a Gran Sabana, além de Margarita e outros cantos. Pelo menos, são os locais que recomendaria. Uma pitada de história mesclada com natureza.
Ah sim, Los Roques é o lugar mais caro da Venezuela e é para se ficar no máximo 2N/3 dias. Acredite, a Venezuela é um destino fantástico! Grande abraço e aproveite sua viagem.

cleusa venancio

as taxas de embarque para caracas estão absurdas

Atenção: Os comentários são moderados. Relatos e opiniões serão publicados. Perguntas serão selecionadas para publicação e resposta. Entenda os critérios clicando aqui.
Bóia offline! Vamos continuar aprovando comentários, mas a Bóia só volta a responder perguntas que forem feitas depois de 10 de abril de 2017. Obrigado pela compreensão.
Cancelar