Onde comer em Curaçao

Ricardo Freire
por Ricardo Freire

Mundo Bizarro, Curaçao

Come-se bem em Curaçao. A cena gastronômica não é dominada por franquias de redes americanas, como em Cancún ou Aruba.

Se você não está hospedado no centro, sair do hotel para comer vai dar um pouco de trabalho -- você vai ter que ir de carro ou aumentar sua conta em até 30 dólares de táxi --, mas vai ser um programa bacana.

Nos restaurantes, espere preços parecidos com os de restaurantes do mesmo nível no Brasil.

Para economizar, aventure-se pelas ruelas do centrinho de Punda, onde estão os restaurantes mais baratos (mas é uma região mais agradável de dia do que de noite).

Os hotéis fora do centro sempre têm restaurantes, normalmente funcionando com sistema misto de buffet e à la carte.


Visualizar Restaurantes em Curaçao em um mapa maior

Os nativos, e também os turistas holandeses e (poucos) americanos, jantam cedo. Todos os restaurantes já têm serviço de jantar às 18h, e as cozinhas normalmente não aceitam pedidos depois das 22h.

--> MUNDO BIZARRO

Mundo Bizarro, Curaçao

Escondidinho em Pietermaai (um bairro colado ao centrinho de Punda que quer virar o "Quartier Latin" da ilha), este é, na minha opinião, o restaurante mais charmoso de Curaçao. A decoração é de bagunça superproduzida, misturando antiques, quinquilharias e muito kitsch. O menu é variado -- satê de frango com molho de amendoim, duas ou três massas, costeleta de cordeiro, peixes -- e a carta de vinhos tem rótulos portugueses por menos de 25 dólares. O lugar também funciona como bar e serve snacks. Onde: Niewstraat, 12 - Pietermaai Smal (Punda). Abre: todos os dias para almoço, happy hour e jantar. Música ao vivo: sexta das 17h às 19h. Reserve: (5999) 461-6767. Site: clique aqui.

Outras ótimas pedidas na área são o Kome (Johan van Walbeeckplein 6, tel. 5999/465-0413; abre de 3ª a sábado das 18h às 22h), o Ginger (Schoonesteeg 1, tel. 5999/512-5777; abre diariamente a partir das 17h) e o pequenino bar Miles Jazz Café (Nieuwestraat 42, tel. 5999/520-1358). Um pouco mais adiante, já perto do hotel Avila, o Fishalicious serve bons peixes e frutos do mar (Lootstrat 1, tel. 5999/461-8844; abre de 2ª a sábado das 18h às 22h).

--> FORTE RIF

Forte Rif, Curaçao

É o lugar mais fácil de sair para jantar: um forte restaurado, que hoje funciona como anexo ao hotel Renaissance e ao novo terminal de cruzeiros. Por ali, entre lojas, estão instalados restaurantes, bares, sorveterias e um Starbucks. O estacionamento é fácil e grátis no prédio-garagem do hotel.

Pelo menos um dos restaurantes funciona ali desde muito antes da reforma do forte: o Bistro Le Clochard, tido como o mais refinado -- e certamente o mais caro -- da ilha (tel. 5999/462-5667; aberto diariamente para almoço e jantar; terraço à beira-canal aberto para drinks também à tarde; site oficial aqui).

Ema-Tei, CuraçaoOs outros restaurantes são mais prêt-à-porter, como o bom japa Ema-Tei (tel. 5999/465-5890; aberto diariamente para almoço e jantar). Entre os bares há uma franquia do Sopranos, encontrado em outras ilhas, que se tornou um sports bar. Onde: ao lado do hotel Renaissance, em Otrobanda.

Horário do Forte: diariamente; alguns restaurantes podem fechar domingo ou segunda.

--> DE GOUVERNEUR

De Gouverneur, Curaçao

De Gouverneur, CuraçaoInstalado no segundo andar de um casarão histórico em Otrobanda, oferece o cenário mais encantador de Willemstad -- sobretudo se você conseguir uma mesa na varanda, com vista para o canal e o skyline colonial de Punda. O que mais gosto no cardápio é que traz pratos tradicionais da cozinha local, como a sopa de banana (recomendo!), o keshi yená (queijo recheado com frango e ameixa) e o karni stoba (carne ensopada). Onde: De Rouvilleweg 9 (beira-canal em Otrobanda). Abre: todos os dias das 10h às 22h30. Reserve: (5999) 462-5999. Site: clique aqui.

--> JAIPUR

Jaipur, Kurá Hulanda, Curaçao

Instalado na "piscina ecológica" do hotel Kurá Hulanda (entre pedras e árvores), é um lugar agradabilíssimo para jantar ao ar livre. A noite para ir é a da quinta-feira, quando acontece o buffet pan-asiático, com pratos indianos, indonésios e tailandeses. (Se bem que, na minha última passada, acho que o buffet estava sendo servido todas as noites; dê uma ligadinha para confirmar.) Onde: Hotel Kurá Hulanda, Otrobanda. Abre: terça a domingo das 18h às 23h. Reserve: (5999) 434-7001. Site: clique aqui.

--> CENTRINHO DE PUNDA

Frango com nasi goreng (arroz frito à moda indonésia)

Punda, a metade de Willemstad oposta a Otrobanda (e portanto oposta ao forte Riff e ao hotel Kurá Hulanda), funciona como o centro comercial de fato da capital.

Marsche Bieuw, Curaçao

A experiência antropogastronômica mais notável da área é almoçar no Mercado Velho, ou Marshe Biew. São 6 cozinhas independentes que funcionam à sua vista; você pode dar uma olhadinha nas panelas antes de pedir. Excelente lugar para experimentar a cozinha local, superinfluenciada pela culinária indonésia (via Suriname). Detalhe: você senta em mesas coletivas; é um lugar freqüentado pelos curacenhos. Abre: de 2ª a 6ª para almoço.

As ruazinhas de pedestres mais ou menos atrás da loja Penha (Heerenstraat e transversaizitas) são uma mina de restarantezinhos genéricos para traçar uma pizza ou massa ou uns tacos mexicanos a preços módicos. Mas não deixe para ir muito tarde, porque essas ruazinhas internas do centro morrem ao anoitecer; por ali tente jantar no horário dos holandeses, antes das 19h.

A beira-canal de Punda é pontilhada de cafés e bares com mesas no deck sobre a água. Valem para beber, mas a comida não compensa.


Punda também tem o seu equivalente ao Forte Rif, o Waterfort, com vários restaurantes à beira do mar aberto (foto abaixo). Por ali o restaurante mais indicado parece ser o italiano Scampi (aberto diariamente a partir das 17h).

Waterfort, Punda, Curaçao

Mais para dentro de Punda, instalado num deck sobre o canal no Waaigat, fica um restaurante bem bacaninha, freqüentado pelos nativos: o Pampus, de cozinha franco-caribenha. Tem música ao vivo às sextas e sábados à noite (tel.: 5999/465-5071).

--> TEMPO DOELOE

Se você estiver hospedado em algum dos hotéis de Paradera (Marriott, Hilton, Floris, Clarion) e não quiser nem jantar no hotel nem ir ao centrinho, suba ali pertinho ao Tempo Doeloe (diga: Tempo Dulu), um bonito restaurante de culinária indonésia. É o lugar mais próximo da área turística onde você pode experimentar o rijstaffel, o banquete indonésio completo, com um monte de pratinhos que acompanham o arroz (rijstaffel -- diga réistáfel -- significa "mesa de arroz"). Onde: Condomínio La Vista, Piscadera. Abre: terça a domingo das 18h às 23h. Reserve: (5999) 461-2881. Site: clique aqui.

--> ZUIKERTUIN MALL & REGIÃO

O Mundo, Curaçao

Afastada do centro histórico e das praias fica uma região em que a classe média alta de Curaçao vive, trabalha e se diverte. O shopping Zuikertuin, construído em torno de um casarão histórico, é uma das referências da região. Eu não tive tempo de experimentar, mas minha antena indica que eu ia adorar jantar n'O Mundo, restaurante de comida contemporânea viajada. O ambiente é ideal para variar do tema colonial-tropical onipresente; dá também para descolar uma mesa no terraço (abre de 2ª a sábado; telefone: 5999/738-8477).

Sambal, CuraçaoGrand Café de Heeren, CuraçaoAsia de Cuba, Curaçao

Outro lugar interessante do shopping é o Sambal, uma deli indonésia que também serve pratos no local; aproveite as mesas sob a árvore, no pátio em frente (abre diariamente até as 21h). Para tomar um chope e conhecer holandeses que trabalham na ilha, aproveite o concorrido happy hour do Grand Café de Heeren. .

Um outro ponto de referência na região (mas bem antes do shopping, para quem vem de Willemstad) é o restaurante-balada Tu Tu Tango (Kaya Jongi Mensing 18, Zeelandia; tel. 5999/461-7888). Ambiente chiquezinho, acho que não se deve esperar muito da comida, mas as noites de sexta e sábado são fervidas.

--> JAN THIEL

Razoavelmente longe do centrinho, jantar aqui vale a pena só para quem está hospedado por lá ou no Hyatt. Há três restaurantes, todos com ambiente bem cenografado: o Zanzibar (café, cozinha leve), o Zest (mediterrâneo), abertos todos os dias, e o Tinto (carnes argentinas), aberto de terça a sábado à noite (reservas: 5999/747-0633).

Leia também:

12 praias em Curaçao (públicas, particulares e de hotéis)

Página-guia de Curaçao no Viaje na Viagem

Siga o Viaje na Viagem no Twitter - @viajenaviagem

Siga o Ricardo Freire no Twitter - @riqfreire

Visite o VnV no Facebook - Viaje na Viagem

Assine o Viaje na Viagem por email - VnV por email


10 comentários

Claudia
ClaudiaPermalinkResponder

Estive no Brakeputt meimei. Cada dia da semana a noite era um prato diferente. Estivemos no dia da lagosta. Muito boa a comida e o ambiente. Diferente, muito bacana.

Outra dica é o café da manhã que tomávamos todo dia no Dowe Egberts, no Front Rif, uma delícia!

Carlos
CarlosPermalinkResponder

Quando estive lá em setembro do ano passado, fiquei hospedado no Renaissance e almoçei em um restaurante do forte, que não lembro o nome, mas era no segundo andar e comi um prato de espagueti com frutos do mar, delicioso. O preço não era muito caro, mas a cerveja era bem carinha.

Daniel
DanielPermalinkResponder

Muito legais as dicas. Acabei de ficar uns dias em Curaçao e gostei muito do De governeur.
Acrescentaria o Fishalicious à lista, perto do hotel Ávila: local agradável para jantar e frutos do mar deliciosos. O Le Clochard é bom e tem uma bela vista, mas o custo/beneficio nao é dos melhores. Vale a pena ir de dia à Jan Thiel e pegar uma das cadeiras de praia em frente ao Zest ou Papagayos e à piscina de borda infinita. Essa parte funciona como um beach club bacana, com gente bonita e boa música.

Fabiana
FabianaPermalinkResponder

Estive em dez 12 e recomendo o Ginger em Pietermaai, proximo ao Mundo BIzarro. Patio ao ar livre, gastronomia caribenha com toque asiatico. Fica a dica do delivery para levar ao hotel. Uma delicia o tempero.

Maicon
MaiconPermalinkResponder

Gostaria de algumas dicas de lugares para um bom café da manhã pois estarei lá agora em abril/2013 e no hotel que vou ficar não tem café incluído na diária.

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Maicon! Se não quiser pagar 20 dólares no buffet do café da manhã do seu hotel (é um bom investimento, você pode compensar almoçando levinho), passe num supermercado e compre coisas para comer de manhã. Normalmente os hotéis têm cafeteira no quarto.

SAMIRA
SAMIRAPermalinkResponder

Qual a média de preços das refeições (almoço e jantar)?
Indicam algum perto do Kura Hulanda?

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Samira! Todos os restaurantes do Forte, mais os do Kurá Hulanda e o Gouverneur ficam perto do Kurá Hulanda. Pense em pagar preços um pouquinho, quase nada, menores do que no Brasil para a mesma categoria.

Leia:
https://www.viajenaviagem.com/2011/03/quanto-vou-gastar-em-alimentacao/

Rosemary
RosemaryPermalinkResponder

Bom dia. Qual é o valor médio de uma refeição em Curacao?

Atenção: Os comentários são moderados. Relatos e opiniões serão publicados. Perguntas serão selecionadas para publicação e resposta. Entenda os critérios clicando aqui.
Bóia offline! Vamos continuar aprovando comentários, mas a Bóia só volta a responder perguntas que forem feitas depois de 10 de abril de 2017. Obrigado pela compreensão.
Cancelar