Cinque Terre em um dia: de trem, de barco e a pé

Ricardo Freire
por Ricardo Freire

Corniglia

Corniglia; ao fundo, Manarola

Estive em Cinque Terre -- os míticos cinco vilarejos encravados na costa lígure, tombados pela Unesco e revelados aos não-italianos pelo Rick Steves -- em outubro de 2011. Duas semanas depois, chuvas torrenciais provocaram desmoronamentos e causaram interdições no parque. Em princípio eu estava guardando este post para quando todo o parque -- em especial a cidade que achei mais encantadora, Vernazza -- estivesse perfeitamente visitável. Mas depois de ouvir neste outro post a opinião dos trips (incluindo alguns que passaram por lá recentemente), achei que valia a pena prestar esse serviço para quem quer incluir Cinque Terre no seu circuito italiano ainda este ano, mesmo com Vernazza em obras.

O que eu fiz

Montei base em La Spezia, imediatamente ao sul das Terre. Gostei muito, explico adiante por quê. Percorri as Cinque Terre de três maneiras: de trem, a pé e de barco.

Monterrosso; estação de trem

Monterosso

O trajeto completo de trem, parando em todas as Terre, leva 29 minutos entre La Spezia e Monterosso (a viagem expressa, sem paradas intermediárias, leva menos de 15 minutos). Não é uma viagem panorâmica: o trem vai por dentro da montanha quase todo o tempo, com poucas aberturas para o Mar da Ligúria (pegue a janelinha da esquerda no sentido La Spezia-Riomaggiore-Monterosso, ou a janelinha da direita no sentido Monterosso-Riomaggiore-La Spezia). O trem deve ser usado apenas para cortar caminho -- só vale mesmo a pena como ida ou volta de  um percurso de barco ou a pé (quando as trilhas reabrirem, claro).

Sentiero Azzurro (n. 2) entre Vernazza e Corniglia

Sentiero Azzurro; entre Vernazza e Corniglia

Percorri também a pé quase toda a trilha principal, conhecida como Sentiero Azzurro ou Sentiero Numero 2 -- digo "quase" porque o trecho Corniglia-Manarola estava interditado, em manutenção. E quer saber? Achei muito esforço pra pouca vista. A trilha é um deslumbre nas imediações dos vilarejos, permitindo contemplar (e fotografar) as Terre de ângulos bacanérrimos. Mas o miolão entre as cidades mais afastadas -- aqueles intermináveis 60, 75, 90 minutos que você caminha sob o sol -- rende muito pouco em termos de deleite visual; é mais para quem está na vibe trilheira. Para turistas mais vagais como eu, recomendo roubar no jogo e fazer só o comecinho/finzinho de cada trilha (tipo os primeiros 15 minutos), retornando ao vilarejo assim que acabar o fator "uau!". A exceção à regra é o trecho Manarola-Riomaggiore, a Via dell'Amore, que nem chega a ser uma trilha -- é um passeio.

(É bom lembrar que atualmente estão abertos apenas dois trechos do Sentiero Azzurro: o trecho entre Monterosso e Vernazza, e a Via dell'Amore entre Manarola e Riomaggiore.)

Barco aproximando-se de Riomaggiore

Perto de Riomaggiore

Finalmente, fiz o percurso inteiro de barco (parando ainda em Portovenere, a "sexta" Terre). E achei o mááááximo.

A partir desta experiência, aí vai a minha recomendação para fazer o filé das Cinque Terre num dia de percurso.


Visualizar Cinque Terre e arredores em um mapa maior

O que eu recomendo

Durma na região para aproveitar bem o dia. Mais embaixo eu listo todas as possibilidades, mas para fazer esse roteirinho aqui o ideal é montar base em La Spezia (saindo de outras localidades serão necessárias pequenas adaptações).

Compre um 5 Terre Card (€ 5), que dá direito a percorrer os trechos abertos do Sentiero Azzurro (incluindo a Via dell'Amore de que ninguém abre mão) e também permite usar o serviço de ônibus interno do parque (uma mão na roda para ir da estação de Corniglia até a cidade, que a pé fica 365 graus morro acima). Caso saia de La Spezia, de Levanto ou de alguma das Terre, compre logo um 5 Terre Card Train (€ 10), que além do que o 5 Terre Card proporciona também dá direito a transporte ilimitado de trem ilimitado entre La Spezia, as Cinque Terre e Levanto durante todo o dia (é ótimo para voltar na última hora ao vilarejo de que você mais gostou). Os cartões podem ser comprados nas estações de La Spezia, Levanto e nas Cinque Terre.

Atenção: sempre confira os horários dos trens, prestando atenção às estações em que param. Veja horários no site da Trenitalia (consulte sempre para a mesma semana).

 1. TREM a Corniglia

Corniglia

La Spezia a Corniglia de tremCorniglia é a Terre do meio -- são duas pra lá, duas pra cá. Mas não é por isso que eu começaria por ela. É que Corniglia é a única das Terre onde o barco não pára. De La Spezia até lá o trem leva 14 minutos. Da estação ferroviária você toma um ônibus até a vila (incluído no Cinque Terre Card) ou sobe 365 degraus.

Pela dificuldade de acesso, Corniglia é a menor e também a menos visitada das Cinque Terre. O que é ótimo: assim você começa seu périplo pelo vilarejo menos afetado pelo turismo. Mande fazer um panino no minimercado da praça e aprecie a vista de Manarola.

CornigliaCornigliaCorniglia

Corniglia

2. TREM de Corniglia a Monterosso

Monterosso

Monterosso

Corniglia a Monterosso de tremMonterosso, na extremidade norte do parque, é o vilarejo mais espalhado dos cinco, graças à larga praia de areia que se estende da estação até o centrinho. A viagem desde Corniglia leva 7 minutinhos.

A praia é a mais amigável da região; é para cá que você voltará caso tenha um dia sobrando para descansar à beira-mar.

O centrinho é bastante simpático, mas sofreu com os desabamentos; pode ser que você encontre ainda algo sendo reconstruído.

Aproveite que o trecho do Sentiero Azzurro entre Monterrosso e Vernazza acaba de ser liberado ao público (desde 3 de abril de 2012), e percorra os primeiros 15 minutos de trilha.

É subida, mas vale a pena: é a melhor vista de Monterosso que você pode ter.

Monterosso al MareMonterossoMonterosso

Monterosso

3. BARCO de Monterosso a Vernazza e Manarola

Vernazza

Vernazza

Monterosso-Vernazza-Manarola de barcoProcure no centro o píer onde atracam os barcos do Consorzio Maritimo 5 Terre. O serviço funciona entre abril e novembro.

Localize o stand da cia. e compre uma passagem até Portovenere (€ 25 o ticket válido o dia inteiro, € 27 sábado ou domingo, € 17 o "afternoon ticket", válido apenas à tarde). O barco faz a rota Monterosso-Vernazza-Manarola-Riomaggiore-Portovenere (e volta). O ticket do dia inteiro (ou da tarde) dá direito a descer e reembarcar em todas as paradas. Caso você não queira ir até Portovenere, pode comprar só o ticket one-way de € 10,50 que dá direito às três paradas dentro das Terre (Vernazza, Manarola e Riomaggiore). À tarde também é possível comprar o one-way com direito a duas paradas, por € 9.

Vernazza

Vernazza

VernazzaVernazzaVernazza

Vernazza

Barco passando por Corniglia

Prestes a passar por Corniglia

Eu achei o percurso marítimo muitíssimo mais bonito do que as trilhas -- e incomparavelmente mais agradável grin Num dia ensolarado, aposto que este vai ficar como um dos passeios de barco mais memoráveis do seu currículo... Há sete viagens diárias (oito no fim de semana); veja os horários aqui.

Manarola

Manarola

De Monterosso a Vernazza o barco leva 10 minutos. Em 2012 quem descer em Vernazza ainda pegará a cidadezinha em reconstrução. Não tenho idéia de como estão as fachadas do portinho (o mais charmoso da classe); ainda assim, deve valer a pena caminhar 10 minutos morro acima, na direção de Monterosso, para tirar umas fotos do ângulo mais bonito.

De Vernazza a Manarola são 20 minutos, passando ao largo de Corniglia (que fica no alto, lembra? Você começou seu passeio por lá).

4. A PÉ de Manarola a Riomaggiore, pela Via dell'Amore

Via dell'Amore

Via dell'Amore; Manarola ao fundo

Manarola-Riomaggiore a péManarola é pequena, porém íngreme. Na praça principal, no alto, você encontra a igreja de San Lorenzo, que é de 1338.

A Via dell'Amore é praticamente uma avenida costeira para pedestres. Daria para ser percorrida em 20 minutos, mas leva mais tempo porque você vai querer tirar muitas fotos -- das duas cidadezinhas, dos penhascos, e sobretudo dos inúmeros cadeados deixados por lá por casaizinhos in love.  A origem do caminho é interessante: foi construído nos anos 20 como uma via auxiliar de segurança para obras de ampliação da galeria ferroviária entre as duas vilas. Terminada a obra, o caminho permaneceu e começou a ser usado pelos moradores. O resto é história -- e declarações de amor...

Via dell'Amore

Via dell'Amore

Via dell'Amore

Via dell'Amore

Via dell'AmoreVia dell'AmoreVia dell'Amore

Via dell'Amore

O calçadão termina exatamente sobre a estação de trem de Riomaggiore -- mas de maneira nenhuma encerre sua visita ali. A cidadezinha se esconde para lá da estação e é adorável, espremidinha na montanha, com escadarias, vielas cobertas e o portinho mais pitoresco das Terre.

Riomaggiore

Riomaggiore

RiomaggioreRiomaggioreRiomaggiore

Riomaggiore

Caso Riomaggiore seja sua última escala, fique até o pôr do sol -- há cafés e bares próprios para aproveitar o momento. Tendo apenas um dia, no entanto, eu abriria mão do pôr do sol pela próxima etapa do passeio.

5. BARCO a Portovenere

Embarque em Riomaggiore

Riomaggiore-Portovenere de barcoFreqüentemente descrita como "a sexta Terre", Portovenere é uma cidade medieval que floresceu em torno de um castelo que hoje funciona como museu de arte contemporânea.

É sensivelmente menos visitada do que as Cinque Terre.

O barco leva 35 minutos desde Riomaggiore, contornando um costão imponente e desabitado até alcançar o vilarejo, escondidinho na boca da baía de La Spezia, voltado para o sul.

O lugar é um centro produtor de pesto; se estiver no fim da sua viagem, taí um bom souvenir smile

Portovenere também é um bom destino para um passeio de dia inteiro, já que de lá, entre abril e novembro, é possível fazer passeios de barco a ilhotas próximas.

Chegando a Portovenere

Chegando a Portovenere

Portovenere

Portovenere

PortovenerePortovenerePortovenere

Portovenere

6. BARCO OU ÔNIBUS a La Spezia

Portovenere-La Spezia de barcoO barco a La Spezia tem poucos horários, leva 20 minutos e custa € 4. Compre no stand de vendas no portinho.

É possível também ir de ônibus local, que tem mais horários.

A pegadinha é que você precisa comprar a passagem no posto de turismo Pro Loco. Custa € 1,45.

O barco deixa você no porto, de onde precisa caminhar entre 10 e 15 minutos até a estação de trem.

O ônibus leva até a estação.


Visualizar Cinque Terre e arredores em um mapa maior

Onde ficar

As Cinque Terre podem ser visitadas num dia a partir de uma série de localidades. Também é possível dormir numa das Terre, evidentemente. Minha dica é que, não importa a base que você escolha, você passe duas noites -- desta maneira, pode dedicar um dia inteiro ao passeio, sem perder tempo com deslocamento até as Terre, nem o stress de seguir viagem no mesmo dia.

O bate-volta de Florença não é recomendável. São duas horas e meia de trem ou de carro em cada sentido; um passeio com cinco horas totais de deslocamento é um sacrifício.

Em La Spezia

La SpeziaLa SpeziaLa Spezia

La Spezia

Montei base em La Spezia, cidade portuária imediatamente ao sul de Cinque Terre, a meia hora de trem de Riomaggiore, e ligada às Terre também por barco (via Portovenere). A cidade não tem nada de especial, mas foi exatamente por isso que gostei da experiência mrgreen

Explico: por ter ficado todos o restante dos meus 30 dias pela Itália em cidades grandiosas e/ou fofinhas, foi interessante passar duas noites numa cidade quase não-turística. Cheguei num início de noite, usei o dia seguinte para passear pelas Terre, dormi uma segunda noite na volta. Me hospedei no My One Hotel, bastante confortável (prédio novo, estacionamento grátis, bom café da manhã e internet incluídos). Seu único defeito é não estar muito perto da estação. Para quem não está de carro, é mais negócio se hospedar perto da estação, em hotéis como o Firenze e Continentale, Venezia ou Mary. Jantei muito bem nas duas noites -- uma no excelente bistrô Osteria della Corte, outra na generosa (e baratíssima) cantina La Nuova Spezia.

Como chegar a La Spezia

  • La Spezia está a 42 minutos de trem de Pisa, 1h05 de Gênova, 1h20 de Lucca (via Pisa), 2h10 de Florença, 3h10 de Milão, 3h40 de Roma,  4h50 de Veneza.De carro são 78 km desde Lucca, 85 km desde Pisa, 112 km desde Gênova, 150 km desde Florença, 220 km desde Milão, 365 km desde Veneza e 410 km desde Roma.

Nas Cinque Terre

Riomaggiore

Riomaggiore

A hospedagem nos cinco vilarejos é composta por hotéis bastante básicos, pensões e bed & breakfasts. Pesquise no Booking por hotéis em Monterosso, Vernazza, Corniglia, Manarola ou Riomaggiore. Note que muitos lugares em Monterosso e em Vernazza ainda não reabriram (confira a situação de Monterrosso aqui e a de Vernazza aqui).

Como chegar às Cinque Terre

  • Monterrosso está a 14 minutos de trem direto de La Spezia, 1h04 de Gênova, 1h10 de Pisa, 2h25 de Florença.Também é possível chegar às Terre de carro: todas as cidadezinhas são ligadas a uma estrada que passa no alto da montanha. Há bolsões de estacionamento fora das cidades. Monterrosso está a 33 km de La Spezia, 44 km de Portovenere, 100 km de Gênova, 115 de Lucca, 120 km de Pisa, 190 km de Florença, 230 km de Milão e 470 km de Roma.

Em Portovenere

Portovenere

Portovenere, a "sexta das Terre" é a melhor alternativa da região para quem quer mais conforto do que o oferecido pelas cinco cidadezinhas, mas não está a fim de encarar La Spezia. A Luisa do Arquivo de Viagens recomenda esta opção. Pesquise também hotéis em Portovenere no Booking.

Como chegar a Portovenere

  • A cidade está ligada a La Spezia pelo ônibus local 11/P, que em 25 minutos vai do centro histórico de Portovenere à estação central de La Spezia. A passagem, de € 1,45, precisa ser comprada no posto de informações Pro Loco. Entre abril e outubro há também barcos -- seis ou sete por dia, a € 4.Veja o tempo de viagem de trem a La Spezia desde diversas cidades um pouco mais acima, no tópico La Spezia.Note que de novembro a março não há transporte de barco às Cinque Terre; hospedando-se neste período em Portovenere você teria que estar de carro ou ir a La Spezia para pegar o trem.

    De carro Portovenere está a 14 km de La Spezia, 92 km de Lucca, 97 km de Pisa, 125 km de Gênova, 165 km de Florença, 235 km de Milão e 445 km de Roma.

Nas cidadezinhas ao norte das Cinque Terre

Na costa entre Gênova e Monterosso há várias cidades que podem servir de base para o passeio às Cinque Terre -- sempre no mesmo esquema: duas noites, chegando no fim do primeiro dia e aproveitando o segundo sem stress de precisar seguir viagem no mesmo dia. Dessas cidades também dá para dar um pulinho no outro destino cobiçadíssimo da costa lígure, Portofino.

Levanto está a meros 4 minutos de trem de Monterosso; Deiva Marina, a 12 minutos; Rapallo (onde a Lena ficou), a 35 minutos; e Santa Margherita Ligure, o mais importante balneário da região, a 40 minutos.

No verão é possível ir às Cinque Terre de barco, partindo de Portofino e Deiva Marina.

Pesquise no Booking por hotéis em Levanto, Deiva Marina, Rapallo e Santa Margherita Ligure.

Como chegar às cidades entre Gênova e as Cinque Terre

  • De trem, Santa Margherita Ligure está a 22 minutos de Gênova (2h20 de Milão, 3h20 de Florença); Rapallo, a 3 minutos de Santa Margherita Ligure; Deiva Marina, a 1h06 de Gênova e 3h30 de Milão).De carro, Santa Margherita Ligure e a vizinha Rapallo estão a 5 km de Portofino, 30 km de Gênova, 70 km de Monterosso, 165 km de Milão, 211 km de Florença e 224 km de Nice, na França.

Em Gênova

Hospedar-se em Gênova implica em perder uma hora para ir e outra para voltar do seu passeio em Cinque Terre. Mas se Gênova estiver nos seus planos, montar base por lá faz todo o sentido. (A Carmem e a Ana fizeram isso.) Além de ser uma cidade bacanérrima (pelo que contam; nunca fui), você ainda pode tirar meio dia para dar um rolezito por Portofino, ali perto. Veja dicas de hospedagem em Gênova no Booking; a Carmem e a Ana ficaram no Continental e dão ótimas dicas de restaurantes aqui.

Como chegar a Gênova

  • De trem, Gênova está a 1h30 de Milão, 1h35 de Turim, 3h11 de Nice, 3h15 de Florença, 4h50 de Veneza e 4h50 de Roma.De carro, Gênova está a 37 km de Portofino, 145 km de Milão, 170 km de Turim, 195 km de Nice, 230 km de Florença, 410 km de Veneza e 510 km de Roma.

Preços de 2011.

Leia mais:

Os carros desta viagem são alugados com todos os seguros pela Mobility Cars.

O grupo Pestana e as Pousadas de Portugal apoiam esta viagem.

O Mondial Travel é a assistência viagem oficial do #viajenaviagem no projeto Europa de carro.

581 comentários

Alberto
AlbertoPermalinkResponder

Olá! Vou ficar 2 semanas na Itália (em meados de Outubro) com minha esposa. Vamos nos basear nos seguintes lugares (nesta ordem): Veneza (2 noites), Florença (3 noites), La Spezia (1 noite), Santa Margherita Ligure (1 noite), Roma (3 noites), Capri (1 noite) e Positano (2 noites).

Minha pergunta: é melhor alugar carro a partir de Florença até o final da viagem ou só em Florença e em Sorrento na ida para Positano? Pergunto isso, pois tem alguns trechos que são inevitáveis de barco (Capri a Sorrento) e de trem (5 Terre). Obrigado!

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Alberto! Por favor não duplique perguntas em posts diferentes. Respondemos no post Giro pela Itália.

Juliana
JulianaPermalinkResponder

Olá, gostaria de saber se outubro é uma boa época para visitar a cinque terre ou se chove bastante?
Um abraço e obrigada.
Juliana

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Juliana! Quanto mais cedo você for no mês, melhor.

Vinicius Peres

Bom Dia

Sabes me informar se tem guarda-volumes na Estação La Spezia Centrale?

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Vinicius! Tem, sim!

Ana Scarpelli
Ana ScarpelliPermalinkResponder

Olá! É muito cansativo eu partir de carro de Florença para visitar Cinque Terre e voltar no mesmo dia à noite?
Abraços

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Ana! É sim. Você vai se cansar em Cinqueterre, vai ser brabo encarar 3 horas para voltar pela estrada.

Vinicius Peres

Olá, Boia mais uma dúvida, calma que já estão acabando minhas dúvidas, estou cogitando em ficar hospedando em um dos 5 vilarejos de Cinque Terre, porém vou de trem e quero saber se tem taxi nas estações de trem para me levar ao hotel.

Obrigado

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Vinicius! Tem não. Os carros param fora dos vilarejos, é preciso ir a pé. Mas você deverá achar carregadores na estação.

Camila
CamilaPermalinkResponder

Isso não é verdade. Em Monterosso tem carro na estação de trem, e leva você até a base do Hotel Porto Roca, você vai precisar caminhar muito pouco pra chegar até o hotel. Nos demais não sei informar, porque fiquei hospedada nesse, que é o maior dos 5 vilarejos.

Simone
SimonePermalinkResponder

Olá,
Estarei em Milão e de lá vou fazer Cinque Terra. Depois de realizar várias simulações no site TrenItalia decidi ficar na cidade de Riomaggiori. Já até reservei lá (2 noites) e comprei a passagem de trem de Milão até La Spezia Centrale. No entanto, não consegui encontrar os horários para os trens de lá até Riomaggiori. Achei esquisito pois a volta (Riomaggiori-Milao) tem varios horários e a distância em minutos entre as duas cidades (Riomaggiori-La Spezia) é super pequena, 8 minutos. Além disso no 5 Terra Card Trem que faz este trajeto me parece que é ilimitado, correto? Então, deveria aparecer pelo menos uma opção de horário.
Estou preocupada pois meu hostel diz atender só até 19hrs. E chego em La Spezia em torno de 17hr. Apesar da distância ser minima não quero ter que me deparar com o fato de não ter transporte ou pagar muito caro para isso.
Desta forma, minha pergunta é a seguinte: você sabe me dizer onde ver os horários de trem de uma cidade a outra no Cenque Terre sem ser no site TrenItalia? Existe isso? Outra coisa, esse Card Trem é ilimitado por um dia só, certo? Mas eu teria a opção de chegar lá e comprar na hora os trechos? Pra mim seria melhor já que chego no fim de tarde.
Muito grata!

-- A.L.
-- A.L.PermalinkResponder

Esses trechos regionais ainda não entraram no sistema para datas em junho devido à mudança semestral de horários.

Todavia, há vários trens, sim. Esses são os horários para a próxima terça-feira, por exmeplo (La Spezia Cle. => Riomaggiore)à tarde:

15h03, 15h10, 15h58, 17h, 17h10, 17h20, 17h59, 18h10, 19h20, 20h (etc.)

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Simone!

Complementando o A.L.: dá para comprar o trecho na hora. O Cinque Terre Card vale por um dia, mas na hora em que você chegar é provável que o stand não esteja mais funcionando (e de todo modo, não seria interessante comprar só para uma viagem).

Liliana Simões

Simone você sabe me dizer quando pagou de trem de milão para la spezia centrale?
Obrigado

Katia Cardoso
Katia CardosoPermalinkResponder

Oi Ricardo, só para contribuir com informações fresquinhas, acabei de estar agora em Cinque Terre em 23/05/13. A Via Del amore está fechada devido a desabamentos das chuvas de verão do início do ano. Uma pena! Abraços

Bertrand Oliveira

Olá, viajantes!
Acabei de chegar de 5 terres. As trilhas estão interditadas.

Taise
TaisePermalinkResponder

Pessoal,

Acabo de chegar em sarzana, perto de la spezia, para uma viagem de alguns dias pelas 5 terre. Alguém pode confirmar a info de que a villa del amoré esta fechada? Obrigada,taise

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Taise! Abaixo está o link do parque nacional. Neste instante, só o trecho Vernazza-Monterosso está aberto. Mas é possível visitar de trem e de barco.

http://www.parconazionale5terre.it/sentieri_parco.asp

Mauricio Olivieri de Lima

Estive em Cinque Terre em final de maio passado e segui a proposta do Ricardo de fazer tudo em um dia. No geral gostei do roteiro, mas eu achei um pouco corrido, principalmente se incluir Portovenere no roteiro. Fiquei em La Spezia, como recomendado e apesar da cidade ser bem sem graça, ela serviu o propósito de ser ponto de apoio. Comprei o Cinque Terre Card na estação ferroviária e peguei o trem para Corniglia. Fiz a visita a Corniglia e depois a Monterosso com tranquilidade, mas você tem que ficar atento porque em Monterosso, onde inicia a viagem de barco, eles não circulam entre 12:10 e 14:30 (hora do almoço). Pegando o barco das 14:30, como eu fiz, o tempo de estada em Vernazza, Manarola e Riomaggiore é bastante reduzido (menos de 1 hora em cada cidade), se você tiver a intenção de ir para Portovenere, porque a ultima partida do barco de Riomaggiore é às 17:30. Eu optei por não ir a Portovenere de barco e voltei para La Spezia de trem. De lá peguei meu carro e fui conhecer Portovenere. O dia ensolarado e de mar calmo foi espetacular e a única frustação foi não poder trilhar a Via della Amore, que permanece fechada. Se eu voltasse a Cinque Terre de carro, provavelmente optaria por ficar em Portovenere, que é bem mais simpática. La Spezia só para quem for de trem. Acho praticamente impossível fazer o roteiro do Ricardo num bate e volta, vindo de Florença, Siena ou outra cidade da Toscana. O ideal na visita a Cinque Terre é perambular pelas ruelas, sentar num café ou restaurante, curtir o visual, sem pressa.

Vale a pena ir para Gênova? | Blog da Flá Oliveira

[...] azul), você pode fazer esse roteiro que parece bem bonito até Cinque Terre (veja esse blog aqui) e para a esquerda (pontilhado rosa), você pode conhecer Mônaco. Então, quando em Gênova, [...]

Vale a pena ir para Gênova? | Blog da Flá Oliveira

[...] azul), você pode fazer esse roteiro que parece bem bonito até Cinque Terre (veja esse blog aqui) e para a esquerda (pontilhado rosa), você pode conhecer Mônaco. Então, quando em Gênova, você [...]

Marivane
MarivanePermalinkResponder

Não tenho perguntas sobre Cinque Terre, já visitei em 2006, e estou retornando este ano, só tenho elogios pelas dicas do Ricardo Freire.
Parabéns pela ordem e simplicidade na suas dicas, elas facilitarão a nossa viagem.
Abraço e obrigada.

Marcia Rossini

Oi,vou p Italia em julho e vou de trem de Milão á Rapallo e de la gostaria de ir a Portofino. Qual a maneira mais facil? Há taxi na estação de Rapallo? Será que é caro ate Portofino?

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Marcia! Vá até Santa Margherita Ligure, de onde há ônibus de linha (dois ou três por hora) a Portofino.

Luciane
LucianePermalinkResponder

Olá!!!
primeiramente parabéns pelo conteúdo muito bom.
O Hotel que você ficou em La Spezia - My one Hotel, você diz ser um pouco afastado da estação, então gostaria de saber se é fácil achar lugar para deixar/estacionar o carro próximo a estação?
Grata.

Reynaldo
ReynaldoPermalinkResponder

Olá Bóia

Em alguma resposta anterior, não lembro se foi nesse post, você sugeriu a um leitor que ele fosse de La Spezia até Lucca ou Pisa de trem e lá alugasse um carro para seguir viagem. Eu estou pesquisando aluguel de carro pegando em La Spezia e devolvendo em Roma e não estou conseguindo.

Saio de La Spezia para Siena (faço os passeios da Toscana sugeridos por vocês) e depois Assis e Roma e queria fazer esse percurso de carro.

Em La Spezia eu vou ter dificuldades para alugar o carro ? A melhor opção seria parar em Lucca ou Pisa e pegar o carro lá ? Ou seria melhor ir direto para Siena de trem e pegar o carro em Siena ?

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Reynaldo! Alugue o carro com antecedência. Se não conseguir agência em La Spezia, tente em Viareggio ou Lucca, que são as cidades mais próximas.

Reynaldo
ReynaldoPermalinkResponder

OK, Bóia. Obrigado.

Anna
AnnaPermalinkResponder

Ricardo,
Parabéns pelo artigo de Cinque Terre. Já estive lá, mas vc apresentou dicas valiosas para o turista. Retornarei e aproveitarei as suas dicas. Obrigada!

Manu
ManuPermalinkResponder

Olá, não ficou claro para mim se há ônibus entre cada uma das 5.

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Manu! Não há. Seria burrice fazer de ônibus os trechos que dá para fazer de trem ou barco. Só vale a pena fazer de ônibus o único trecho que não é servido por trem.

Maria Elizabeth dos Santos Gomes

Olá Bom dia!

Enviei ontem um email mas acho que não seguiu, sobre a dificuldade que estou tendo para finalizar a compra on-line seja pela TRENITALIA, seja pela Eurorail do bilhete Milão centrale para Monterosso. Dá mensagem de erro que aparentemente seria quando migra do site do trem para a empresa de crédito.
Poderia me dar alguma dica?

Beth

Rita de Cássia Pellegrini Almeida

Olá Bóia,

Vou para a Itália no período de 27/02 a 15/03/2014, pois é o único em que posso viajar. Vou fazer Nápoles, Roma e subir até Florença, passando por Siena e Pisa, depois Veneza e termino em Milao. Mas quero ir à Cinque Terre antes de Veneza ou de Milão. Tudo de carro. Pergunto: Vale a pena ir até lá nesse período, já que os passeios de barco não acontecem? Costuma chover muito e fazer muito frio nas Terres nessa época? Devo ir antes de chegar em Veneza ou depois de Veneza e antes de Milão? Obrigada. Abraços.

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Rita de Cássia! Passeios ao litoral no inverno costumam ser tristes. Em Cinque Terre seu carro será inútil, você terá que usar o trem e caminhar no frio e contra o vento.

Carla Tores
Carla ToresPermalinkResponder

Olá. Peguei muitas dicas neste post para nossa viagem. Passamos por Gênova e montamos base em Levanto. Estávamos acompanhados de nossa bebê de 1,5 ano. Deixei o relato completo no meu blog: http://filhinhosdamamae.blogspot.com.br/2013/07/liguria-italia-relato-de-viagem-genova.html, talvez possa ajudar. Abraços.

Amanda
AmandaPermalinkResponder

Olá Bóia, vamos lá... sei que não é recomendável, mas farei uma loucura e gostaria da ajuda de vocês:

Eu e meu marido chegaremos em Gênova dia 28/09, pernoitaremos e seguiremos para o Cinque Terre. Até aqui, ok.
O problema é que temos que fazer check in antes de deixarmos o hostel em Gênova, irmos até o Cinque Terre, voltar para pegar nossas bagagens e de lá seguirmos até Florença. Tudo de carro.
Nâo queremos passar pela Liguria sem ir até o Cinque Terre ao menos um dia (ou quase um dia).

Pensei em irmos de carro até La Spezia, pegarmos o trem e irmos conhecendo. Meu medo é : deixar nossas bagagens guardadas no Hostel...
Vocês saberiam informar se haveria algum serviço de guarda de bagagens em La Spezia? Para não precisarmos retornar à Gênova e depois voltar tudo de novo????

Precisamos de ajudaaa!!

Desde já agradeço.
smile

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Amanda! Segundo este site, há depósito de bagagem na estação de La Spezia.

http://www.stazionidelmondo.it/laspeziacentrale.htm

Amanda
AmandaPermalinkResponder

Outra dúvida: há duas estações de trem em La Spezia Centrale e La Spezia Migliarina?
De qual delas sai o trem para o parque?

gratissima!
wink

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Amanda! Centrale.

Amanda
AmandaPermalinkResponder

Obrigada!!! Pelas duas respostas! Esse site realmente é uma bóia de salvação! wink

José Carlos
José CarlosPermalinkResponder

Oi Bóia,
Estou programando uma viagem especialmente para curtir 5 Terre, no final de setembro.
Gostaria de uma informação, para curtir 5 Terre quantos dias voce sugere ?

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, José Carlos! Neste post o Ricardo Freire mostra como dar um rolê pelas Cinque Terre num dia inteiro, pernoitando já na véspera na região. Um dia suplementar pode ser dedicado a Portovenere e a voltar na Terre que você mais curtiu. Mais um dia pode rolar um passeio a Santa Margherita Ligure e Portofino, ou então a Gênova. E você também pode simplesmente curtir alguns dias de praia em Monterosso, se o clima permitir.

roselicordeiro

Olá Ricardo,gosto do seu jeito prático de conduzir as pessoas aos lugares que sonham ir, deixo uma dica de um lugar na Toscana,onde o mar também se revela de forma impactante e o fotografo Andrea De Maria registrou belamente, que é o Argentario. Divulgo aqui o eBook "Argentario - Retrato de uma Costa revelada"
https://itunes.apple.com/us/book/argentario-unveiled-coast/id654933819?l=it&ls=1
Abraços, obrigada, Roseli

João Rosa
João RosaPermalinkResponder

Meus caros... Entre 25 e 27 de julho/13 estive nesse paraíso chamado Cinque Terre, e pude estar presente dentro de cenários maravilhosos: fui até as 5 vilas. Infelizmente, a Via dell`Amore (Riomaggiore-Manarola) encontrava-se fechada. Não houve divulgação desse fato na mídia. Parece que estão escondendo para não influenciar o turismo. Mesmo assim, valeu muito a pena.
Fiquei duas noites e um dia inteiro. Foi muito pouco. Minha dica: Quem quiser de fato conhecer o local, deve reservar, no mínimo, dois dias inteiros e muito fôlego para as andanças, além de se hospedar em uma das vilas. O Cinque Terre card é essencial. (10 Euros).

Bernadete Salvadori

Ola Ricardo,
Estareifazendo um roteiro que termina em Milao dia 21.09.2013 e reservei 3 nts em Milao pois pretendo conhecer Cinque Terre, realmente estou apaixonada pelos comentarios e dicar, mas como estareiu em um hotel em Milao quero saber o que vc me sugere..para ir e voltar para Milao e fazer o passeio em 2 dias...ou em um dia dä para fazer um bom passeio.
F
Deve sair de Milao de trem cedinho? e voltar a noite...será que tem trem de volta..estou arrependi de ter reservado hotel em Milao.sao 3 diarias em Milao..21.22.23.09 dia 24 embarco de voltao que me sugere para aproveitar bem o tempo..?

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Bernadete! Como está no post, recomendamos dormir nas redondezas de Cinque Terre (no seu caso, pode ser em Santa Margarita Ligure em vez de La Spezia) para começar o passeio cedo. Se você vier de Milão no mesmo dia, não vai ter tempo para o circuito completo.

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Bernadete! O último trem direto de Monterosso a Milão sai às 19h04 e chega às 22h.

Bernadete Salvadori

Desculpe mais uma pergunta,,Sera que para retornar de Cinque terre para Milao ha trens a noite? assim da para aproveitar bem o dia todo e quanto tempo gastarei de Milao utilizando trem até a parada mais proxima .

Sônia Fengler

Acho melhor ir por milão, é o que vou fazer tem um trem mais rápido.

E os hotéis na cinqueterre são muito caros, e os baratos são ruins também.

Rosane
RosanePermalinkResponder

Olá, Ricardo. Gostaríamos de incluir as Cinque Terre e teríamos 2 dias. Porém, como estaremos na região no início de novembro, a dúvida é se vale a pena nessa época, em função do clima. Em caso positivo, pensamos em ficar em Portovenere e fazer os passeios com mais calma. O que vc acha? Nessa época do ano, vamos aproveitar o passeio?
Estaremos com um carro. Qual a melhor forma de organizar as visitas às Terre?
Obrigada.

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Rosane! Quem responde é A Bóia. O problema de novembro é que não funcionam mais os passeios de barco. E o clima pode estar mais para o cinzento, e certamente estará frio.

Kelly
KellyPermalinkResponder

Olá, estarei em Gênova no fim da minha viagem da Itália, rumo a Paris.
Qual a melhor forma de transporte (e empresa) para ir de Gênova a Paris? E o tempo que leva?
Obrigada,
Kelly

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Kelly! De trem são mais de 10 horas, com baldeações. Vá de avião. A low-cost Vueling faz a rota.

Robson
RobsonPermalinkResponder

Eu praticamente ganhei uma passagem de ida por milão e volta por roma de tão barato que foi.

Serão 14 dias.

O problema são os deslocamentos já estive em londres e lá é muito mais fácil de se locomover do que na itália.

Meu foco é ver coisas sobre o cinema.

De milão vou a torino na mole anttoneliana depois quero conhecer veneza e já vou a firenze só para ver pisa de lá já vou a roma para ver o cinecittà.

Quero conhecer a cinqueterre também me falaram que é melhor ir por milão, pois de firenze serão duas baldeações.

Gostaria de saber se é factível este percurso que estou fazendo e não quero ficar na base do pula pula.

Obrigado.

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Robson!

O post traz todas as informações para chegar a Cinque Terre, por favor releia com a devida atenção.

Leia também:
https://www.viajenaviagem.com/2007/04/italia-pra-aluna-da-carla/

Cleny Sillo
Cleny SilloPermalinkResponder

Olá, Ricardo.
Vou para Porto Venere de 8 a 16 de Setembro para o casamento do meu filho. Vc poderia me informar qual o clima que vou encontrar lá nessa data? Obrigada.
Abs

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Cleny! Quem responde é A Bóia. É o fim do verão, estará ainda quente. Leve agasalho leve caso passe uma frente fria.

Francisco
FranciscoPermalinkResponder

Prezado Ricardo,
Estarei terminando meu roteiro pela Itália em Gênova, chegando em 09/11/13, para embarcar de navio em 10/11/13. Qual a melhor região para se hospedar, considerando o embarque no Porto? Grato

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Francisco! Há uma boa zona hoteleira entre a estação de trem e o porto. Considere hotéis como Grand Savoia, Vittoria e Nuovo Nord.

Gloria Mayer
Gloria MayerPermalinkResponder

Olá Francisco, vamos tbem fazer a travessia e reservamos o Vittoria. Boa viagem!!!

Karina
KarinaPermalinkResponder

Olá, vou para Itália no dia 09 de novembro de 2013 e volto no dia 24 de novembro, gostaria de saber se nesse período vale a pena visitar a Cinque Terre. Achei o local lindo e queria saber se nessa época faz muito frio ou se ainda é possível aproveitar as praias. Qual a temperatura média?

Grata,

Karina

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Karina! Faz muito frio, não é possível aproveitar as praias e não há serviço de barco nesta época. Você leu o texto?

-- A.L.
-- A.L.PermalinkResponder

Karina, não dá pra aproveitar praia, não. Mas os vilarejos continuam lá, várias trilhas abertas se não chover muito, e bonitos como sempre. Mas contem com tempo frio (ou seja, roupas quentes, nada de pele exposta).

Camila
CamilaPermalinkResponder

Somente uma correção. O texto diz "A hospedagem nos cinco vilarejos é composta por hotéis bastante básicos, pensões e bed & breakfasts." Na verdade existem também bons hoteis nos vilarejos. Estive nas Cinque Terre e fiquei hospedada no Porto Roca em Monterosso (http://www.portoroca.it/). Recomendo demais! É um hotel muito confortável, fica em cima de um morro (acima da trilha) e os quartos tem varandas em cima do Mediterrâneo. Fabuloso!

Carolina Garcia

Oi Ricardo! Estou em viagem de lua de mel pela europa, seguindo as dicas daqui viemos para La Spezia e passamos o dia na praia em Monterosso! Perfeito, estou encantada! À noite jantamos na Osteria La Spezia, indicada por você e um dos garçons fez a maior festa quando falei que era brasileira e que fui parar lá atraves da recomendacao do seu blog! Parabens pelo trabalho e pelas dicas! Ajudam demais! Sucesso para vocês! Abs smile

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Carolina! Que bacana! Obrigado por nos contar grin

Liliana Simões

Boa tarde Boia
queria ir conhecer milao e ir conhecer 5 terres, poderia me dizer em que estação devo ficar? e o preços dos bilhetes de trem? obrigado

Fernanda Coelho

Pessoal

Estarei em La Spezia de 22/10 à tarde até 24/10 pela manhã. Será que conseguirei fazer o passeio de barco no dia 23?

Se não tiver barco, vale à pena ir a Portovenere dia 22 de tarde? Sairemos de Florença de trem, mas ainda não decidimos o horário.

Obrigada desde já pela atenção.

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Fernanda! Entre no site da cia. de navegação para saber a extensão da temporada neste ano. O barco de La Spezia a Portovenere funciona o ano inteiro.

Fernanda Coelho

Oi Bóia! Então, não achei o timetable dos meses do ano...achei a mesma informação do post, ou seja, que os barcos funcionam até outubro e encontrei os horários.

De todo modo, obrigada pela ajuda! Meu roteiro está seguindo todas as dicas encontradas aqui, o trabalho de vocês é sensacional.

Fernanda Coelho

Estamos na Itália e as dicas de vocês estão sendo preciosas!

Gostaria só de avisar que o caminho Villa Del'Amore está fechado devido a deslizamentos e que não há barcos porque tem chovido bastante na região.

De todo modo, tivemos um dia ótimo por lá, valeu muito à pena para dar uma pausa antes de Roma. Abração.

Myrian Bianco
Myrian BiancoPermalinkResponder

Oi Boia. Vamos para Gênova no dia 05/11/2013. Gostaria de saber o clima de lá, e se é possível visitar 5 terres e redondezas em 4 dias. Vamos nos hospedar em Gênova pois pegaremoso navio no dia 10/11.Se possível mande algumas dicas, é a nossa 1ª viagem para a Itália.
Obrigado desde já pela atenção.

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Myrian! Estará frio e um pouco chuvoso.

Leia:
https://www.viajenaviagem.com/2007/04/italia-pra-aluna-da-carla/

Gloria Mayer
Gloria MayerPermalinkResponder

olá Myrian, vamos fazer o mesmo roteiro seu. Vamos a Milão depois a Genova e Brasil. Uma boa viagem para nós.

Valter, Mayra e Nina

Caro Ricardo, boa noite.

Primeiro, obrigado pelas dicas; todas muito úteis.
Note-se, no entanto, que o caminho Manarolo / Riomarggione encontra-se interditado em virtude de desabamentos.
Por oportuno, digo-lhe que o Sr. Luciano da "Tratoria de La Nuova Spezia" mandou saudações.

Nossas saudações,
Valter, Mayra e Nina.

Maiara
MaiaraPermalinkResponder

Oíi
Estou indo agora em dezembro para Milão..
vou ficar 10 dias por lá, por isso queria descer de trem até o Vaticano passando por Genova ou Florença, voce acha que vale a pena?
Também me interessei pelas 5 Terres, mas pelo que eu entendi, não funciona nessa época do ano , correto?
Thanks Boia!

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Maiara! O que não "funciona" é o passeio de barco. As Cinque Terre estarão lá. O tempo frio e possivelmente chuvoso é que não ajudará às caminhadas, que são o forte do lugar.

Se você tem 10 dias na Itália, aqui vai uma sugestão:
https://www.viajenaviagem.com/2012/03/roteiro-9-dias-europa/

Giselia Silva
Giselia SilvaPermalinkResponder

Ola, Ricardo, estou em Firenze, tem um tourdeum dia, de onibus. vale a pena? Estou sozinha e a ho que para ir de grem vai ficar muito puxado e so tenho um dia para fazer o passeio.

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Giselia! Quem responde é A Bóia. A recomendação do Ricardo é a que está no post. Chegar no fim do dia em La Spezia, dormir por lá, fazer as Terre com calma no dia seguinte, dormir mais uma vez antes de prosseguir viagem.

ester luchini cunha

pessoal,

estamos em viagem na itália durante este mês eno roteiro original passaríamos duas noites por cinque terre para depois ir para toscana. acontece que já estívemos na costa amalfitana e estamos achando que serámuito parecido.
Estou com aimpressão correta? vale a pena ir a cinque terre mesmo assim?

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Ester! É completamente diferente. Mas a época ideal de visitar já passou. Vá entre maio e iniciozinho de outubro.

Gabriela
GabrielaPermalinkResponder

Oi,
Acabei de chegar em Cinque terre ,mesmo que já não seja a época iideal resolvi arriscar porque já estive
aqui antes de barco e vale muito a pena...Só para atualizar
o post que por sinal tem ótimas dicas:
O Cinque terre train Card agora custa 12 euros e vale do momento que é convalido (na estação-La spezia) até meia noite;
E ele também da direito a usar o ônibus que te leva
da estação de Corniglia ao centro...
Amo suas dicas Roberto
Bjs

Gabriela
GabrielaPermalinkResponder

Ah no post anterior esqueci de falar que a via dell'amore ainda
encontra-se fechada...

Ana Paula
Ana PaulaPermalinkResponder

Adorei o post sobre Cinque Terre! Visitei 3 das 5 ano passado em Maio, fui de carro e consegui ir somente em 3 para as outras as estradas estavam interrompidas pela inundação e deslizamentos que ocorrerão, uma pena. Mesmo assim vale muito a pena a visita!

Pricilla Telles

Oi bóia,

Também seguindo a dica de vocês passei em 5terre.
Fui de Bordeaux para Génova de trem noturno (nunca mais faço isso, pois foi um pesadelo... Não sabíamos que a nossa mala deveria ser bem pequenina para dormir no trem e ficamos sem ter onde dormir no trem por conta da nossa mala 15kg - duas malas). Passado o pesadelo chegamos Gênova para pernoitar, no dia seguinte alugamos um carro (que na Itália achamos pela metade do preço do que nos foi cobrado em Paris para ir ao vale do loire e depois bordeaux) e seguimos para Portofino e de lá para 5Terre, para ao final seguir para Siena por 4 noites.
Como é novembro infelizmente os passeios de barco em Portofino e monterosso não estavam mais disponíveis nessa época do ano... Mas como fez sol dia 05/11 os passeios foram fantásticos... Ficamos com gosto de "queremos voltar naquelas localidades na primavera ou verão".
Nunca tinha ouvido falar em 5terre até ver a dica do site do Ricardo... Vocês são fantásticos!!
Bjs e obrigada!!!

Pricilla Telles

Oi Bóia,
Ontem escrevi como foi minha experiência em 5terre e elogiei vocês ... Só que pra minha surpresa não consta mais aqui... Vc toletou ou deu algum bug no blog?!!!
Pricilla Telles

Patrícia
PatríciaPermalinkResponder

Olá, Bóia,
Seguindo a sugestão do post, montei meu roteiro para ficar um dia inteiro visitando as Terre: chego em um dia à noite, ficaria passeando o dia inteiro, e no dia seguinte rumaria para Milão, de carro, com calma, com voo de retorno partindo de Malpensa às 18h. Pois bem, acabo de receber um comunicado da Cia. Aérea de mudança de horário de voo, ao invés das 18h, o voo agora parte às 11h20. Alguma sugestão: dá para sair cedinho (mesmo) de carro (ou trem) de La Spezia e chegar com segurança em Malpensa para pegar voo às 11h? Ou tem algum trem que parta de La Spezia ou outra cidade próxima tarde e nos deixe em Milão apenas para dormir? Estou sem saber como resolver o problema criado pela cia. aérea. Obrigada pela ajuda.

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Patricia! Sempre durma na véspera na cidade onde você vai pegar seu vôo de volta. Qualquer outro arranjo será extremamente estressante e acabará com seus dois últimos dias de viagem.

Atenção: Os comentários são moderados. Relatos e opiniões serão publicados. Perguntas serão selecionadas para publicação e resposta. Entenda os critérios clicando aqui.
Bóia de férias. Só voltaremos a responder perguntas que forem postadas a partir de 3 de junho. Relatos e opinões continuarão sendo publicados.
Cancelar