Foi prejudicado pela Pluna? Como estão resolvendo seu caso?

Ricardo Freire
por Ricardo Freire

Pluna

Dois dias depois de anunciada a "suspensão de vôos por tempo indeterminado", a situação da Pluna parece ainda pior. O que se depreende do noticiário -- tanto no Uruguai quanto no Brasil -- é que a empresa caminha para a liquidação.

Segundo a Folha de S. Paulo, o governo uruguaio não assumirá o resgate da companhia; a prioridade é reconectar o país à malha aérea mundial, e não manter uma cia. aérea de bandeira nacional.

Assim como aconteceu com a Varig, o fim das atividades da Pluna se dá no início da temporada de férias, causando um momento de caos aéreo para turistas. O jornal uruguaio El País estima em 5.000 os uruguaios ilhados em aeroportos do exterior, sem vôos.

No Brasil a Pluna tinha se tornado uma espécie de low-cost para Buenos Aires e Santiago, levando passageiros de Brasília, Rio, São Paulo, Curitiba e Porto Alegre que não se importavam com a conexão em Montevidéu.

O último comunicado oficial informa que a cia. vai dar prioridade à situação dos que estão fora de seus destinos de origem e tinham viagem de volta programada até o dia 9 de julho. Depois disso tratará do caso de quem ainda não viajou.

Citado pela Folha de S. Paulo, o Procon recomenda que os consumidores que tenham comprado passagens não usadas com cartão de crédito contactem a administradora para estornar as transações. Quem comprou por agência de viagem deve procurar a agência para reembolso.

O call-center da Pluna no Brasil é (11) 3711-9158.


Você foi pego nesse rolo? Conseguiu falar com a Pluna? Como estão tratando o seu caso? Compartilhe com a gente, por favor!

Siga o Viaje na Viagem no Twitter - @viajenaviagem

Siga o Ricardo Freire no Twitter - @riqfreire

Visite o VnV no Facebook - Viaje na Viagem

Assine o Viaje na Viagem por email - VnV por email


220 comentários

Monique
MoniquePermalinkResponder

omprei minha passagem por Pluna, para o dia 28 de junho e com volta para dia 10 de julio. Com a ideia de realizar uma viajem, um passeio a Buenos aires argentina.
Viajei a Buenos aires, no dia 28 de junho com a empresa Pluna, que realizou o seu serviço. Tomei conhecimento no site da pluna , e por meios de comunicação que a tal empresa " PLUNA" havia cancelado seus voos. Indicando aos passageros que estavam em retorno ao seu pais , chamar a tais telefones. Realizei a chamada, depois de horas de espera, conversei com uma atendente que se apresentou como: Gabriela logo apos gabriela haver desligado a ligação, retornei a ligação e falei com uma atendente no qual se apresentava como : Patrícia. Patricia me indicou que fosse ao aeroporto no dia 20 de julho, que supostamente viajaria por uma outra empresa, GOL . Que a gol estaria fazendo voos para os passageiros prejudicados com a PLUNA. Me dirigi até o aeroporto no dia 10 de julho , aeroporto de Buenos aires (aeroparque) com a espera de voltar a casa, como havia planejado e com o serviço que havia requerido, a tal empresa Pluna.
Isso não ocorreu e tampoco não realizei o retorno a casa, não haviam mas lugares. Essa era a satisfação na qual me informavam . Gastei tempo, e dinheiro. Imaginando que no minimo depois de todo esse transtorno voltaria a casa, e isso não ocorreu, então cheguei a conclusão que as informações nas quais me davam as atendentes era uma mentira. Liguei novamente na noite do dia 10 de julho por volta das 7hs da noite, me indicaram novamente a ir ao aeroporto no dia seguinte : 11 de julho, com afirmação que estaria viajando por a empresa GOL com o voo: G3 7679 as 11hshs50 . Me encaminhei novamente ao aeroporto com a esperança de retorno a casa, e não pude novamente realizar esse retorno. Tentei informações e explicações com o guiche, pluna no qual haviam 5 atendentes da empresa. Com os seguintes nomes: Aguirre veronia, Avila luciana, Alliani Carlos fernando, Luiz de Robertis e Cristina medina. Tentei explicações, devolução do meu dinheiro, por um serviço não prestado, ou ao menos, uma passagem em outra empresa para voltar a casa. E nada foi feito. Absolutamente nada. Sem ter aonde ficar, tive que realizar uma chamada em um telefone emprestado, para um amigo que vivia em buenos aires, para que me empreste algum dinheiro para que me mantenha, até que meu problema seja resolvido, depois me dirigi a embaixada Brasieleira em busca de uma indicação para resolver o problema. Com isso, minha familia ficou em estado de preucupação, sem poder tomar alguma atitude que seja. E eu a passageira da empresa " pluna" tentando me manter em um pais no qual não é o meu.Sem dinheiro, e acomodação.

Resumindo, espero que seja tomada as devidas atitudes diante a essa empresa aerea, tenho todos os papeis, de compra e voo. E todos os nomes e pessoas na qual eu busquei soluções.
Os gastos com passagem, taxi, comida,hotel, telefone e claro o transtorno causado na minha e na vida de minha familia, espero que me indenizem os danos, materiais e morais. E ainda espero uma solução ao me caso.

Vou entrar um processo, quem estiver interessado: niquinha.soares@hotmail.com

Nelson
NelsonPermalinkResponder

Gente.
Como todos, já fiz vários contatos com o escritório da Pluna em São Paulo e me informaram que não há novidades. Inclusive eles estão somente com o telefone funcionando, nem os computadores com os sistemas de viagem estão operando. Busquei contato com a operadora Visa, pois comprei as passagens diretemente no site da Pluna. Por várias vezes as operadoras do Call center da Visa, pessoas que recebem treinamento para responder perguntas como se fossem Faqs, informaram que para cancelar a compra deveríamos ter uma carta da Pluna ou a própria empresa enviar uma correspondência determinando o ressarcimento das parcelas. Todas as vezes informamos que a empresa tinha fechado as portas e que, portanto, se tratava de quebra de contrato. Mas elas só sabiam responder a mesma coisa. Nossa mais recente tentativa foi através do gerente do nosso banco, o BB, para sensibilizá-lo e ver se ele consegue falar com alguém mais humano (não robotizado) dentro da Visa, e buscar uma solução para o nosso caso. Talvez isto desperte a direção dos cartões para terem uma solução a todos.
Enquanto isto, acompanho as notícias aqui e também no El País, principal jornal de Montevideo. E, elas não são nada boas. Vejam o link. http://www.elpais.com.uy/120711/pnacio-651241/nacional/estado-no-asumira-deuda-de-pluna-con-70-000-pasajeros-por-us-7-/
Mas acho que sim, daque a pouco teremos que fazer uma ação coletiva contra Pluna, operadores de crédito e Governo Uruguaio.

Sabrina
SabrinaPermalinkResponder

Tb estou com problemas, tentei entrar com pequenas causas, mas falaram no forum q nao da.... queria reaver o dinheiro gasto e os danos morais... Se tiverem soluções, entrem em contato por favor: sa0909@uol.com.br

Alex Queiroz
Alex QueirozPermalinkResponder

Comprei um pacote voando Pluna pela americanas viagens em fevereiro desse ano para viajar em 06/07 retornando em 09/07. Iria comemorar meu aniversário em Buenos Aires.

12 horas antes do meu voo me enviaram um e-mail informando que eu seria reacomodado em outra cia aérea devido ao cancelamento do voo. Entrei em contato no telefone informado no e-mail e a única opção que me deram foi de não viajar. Segundo eles, serei reembolsado pelos bilhetes não utilizados num período de 60 a 120 dias. Tentei fazer a troca por outro pacote, porém não teve acordo. Enfim, questionei quanto ao meu reembolso da hospedagem já que comprei um pacote fechado. Me informaram que iriam checar com o hotel a possibilidade de devolução do valor integral, mas que não garantiam. Achei um absurdo. Já se passou maus de uma semana e até agora só me dizem que o hotel ainda não informou.

Além da frustração de uma viagem desfeita, ainda nem sequer tenho certeza se serei realmente ressarcido.

Já conversei com um advogado que me aconsehlou a aguardar o prazo do reembolso e então após o mesmo entrar com uma ação judicial por perdas e danos e danos morais.

A Americanas não deu suporte algum ao problema. Os atendentes parecem uns robôs e só sabem repetir as mesmas informações.

Luciano Fernandes

No meu caso, ja viajei pro Chile...comprei pela Decolar.com e só fiquei sabendo que a Pluna Faliu quando ja estava no Chile, o que faco agora? a minha volta foi prejudicada? existe algum codigo de defesa do consumidor ao qual eu possa recorrer ou devo ja contatar minha familia que nem sonha com uma coisa desta.O meu retorno esta marcado para 3 de agosto com conexao com a TAM. e agora?

FABIO
FABIOPermalinkResponder

Sei que o Procon de Porto Alegre já multou a Pluna em R$ 400 mil. Eu já entrei com uma queixa no Procon, na Anac e no Juizado do aeroporto. Temos que pressionar por uma solução. Pelo menos enquanto o escritório em São Paulo estiver aberto, porque depois que fechar, eles não receberam mais notificações administrativas ou judiciais. Quanto mais vítimas procurarem seus direitos, maior a possibilidade de acordo.

Ligia
LigiaPermalinkResponder

Fábio boa noite! Amanha vou ao Procon também, mas o que devo levar para entrar com a causa?

Nelson
NelsonPermalinkResponder

Gente.
Lendo novamente o El País, publicaram notícia informando que a Pluna abriu um endereço de email - reclamos@flypluna.com - para que as pessoas afetadas com o problema escrevam e contem sua estória. Já passei email e aguardo algum retorno. Pelo lado da Visa, consegui que uma pessoa sensível entendesse o problema e vamos conseguir cancelar a compra.

Jorge
JorgePermalinkResponder

Boa noite,
a Pluna alterou o comunicado no site www.flypluna.com e inseriu esse e-mail: reclamos@flypluna.com para reclamações.

AKeller
AKellerPermalinkResponder

Adquiri as passagens (2) para Santiago em Abril/2012 com previsão de embarque para o proximo dia 18/07, por cerca de R$ 2.000,00.
Pagamento via cartão crédito VISA (Banrisul).
Para não perder as reservas de hoteis e toda a parte terrestre que já foi paga, tive que comprar mais 2 passagens para Santiago pela TAM ao preço de R$ 5.000,00 (150% a mais!!!!)
Ao ligar para a operadora do CC, me orientaram a escrever uma carta (manual e enviada via fax) com os dados da compra e o motivo de querer o cancelamento/reebolso dos pagamentos.
Pediram um prazo de 90 dias para dar uma solução.

Qto a PLUNA (Poucos Loucos Usam Nossas Aeronaves!!!)
se tiver algum processo coletivo para entrar contra eles,
sou parceiro!

Livia
LiviaPermalinkResponder

Pessoal comprei a viagem pelo viajanet pacote para o Chile com viagem marcada para outubro e passagem pela PLUNA.
Como todos super chateada pelo o que aconteceu.
Como fizemos a compra pelo Viajanet o cartão não quer cancelar a compra.
O Viajanet disse que solicitou devolução mais demora de 30 a 120 dias e ainda não abriram devolução de diarias de hotel/ taxas aeroportuarias up grade de categoria.

Topo entrar com um processo coletivo tambem.

Pessoal, contem suas experiencias, sei que este esta sendo um ponto de referencia para muita gente... não adianta ficar só lendo...

Estou na espera, ja mandei email para deus e o mundo e vou entrar com solicitação no PROCON se alguem tiver mais novidades, conte

Chris
ChrisPermalinkResponder

Comprei passagens aereas pelo próprio site da pluna, via boleto bancário. Tinha me programado para viajar dia 12/08 com retorno para 22/08. Já enviei e-mail para admdocumental@mintur.gub.uy
e para 'reclamos@flypluna.com querendo algum posicionamento, mas não obtive retorno algum. Moro em Recife, e já estou com as passagens para São Paulo compradas. Imaginem minha tristeza. Como não tenho a quem solicitar cancelamento, já estou me preparando para assumir o prejuizo dos valores das passagens. Estou tentando comprar com outra c&A novas passagens, afinal o que vou fazer 10 dias em SP??? Sem falar nas despesas com o hotel em Santiago que já paguei.Não sei se vai adiantar muito, mas estou juntando alguns documentos, e-mails e etc para entrar com uma ação judicial.

AKeller
AKellerPermalinkResponder

Ao pessoal de Porto Alegre:
O PROCON está dando acessoria e vai exigir
das empresas de CC a devolução dos valores pagos:

www.portoalegre.rs.gov.br/procon

Não tá morto quem peleia!!!

Carlos Mauricio Moura Farjoun

Fiz uma reclamação no Reclame Aqui e estou postando em tudo que é canto da internet para que todos saibam como o "respeito" que o Submarino Viagens tem por seus clientes. Se era para ser deixando na mão por eles, deveria ter comprado direto da Pluna, pelo menos teria economizado a comissão paga ao Submarino Viagens.

http://www.reclameaqui.com.br/3216400/submarino-viagens/submarino-viagens-recusa-se-a-realocar-passageiros-da-pluna/

Em março deste ano, comprei uma passagem para ir para Buenos Aires no feriado de 12 de outubro pela Pluna através do Submarino Viagens. Fiz isto com tanta antecedência para garantir uma boa tarifa em uma data procurada, como são todos os feriados.

Recentemente, a Pluna encerrou suas operações. Ao procurar o Submarino Viagens para ser reacomodado num voo de outra empresa, como prevê o 8º, I da resolução 141/2010 da ANAC, fui informado que o Submarino não está reacomodando os passageiros, apenas está fazendo o reembolso e que este demora entre 60 e 120 dias, num claro desrespeito à resolução da ANAC.

Sou prejudicado por este desrespeito, pois agora que a antecedência está muito menor, as passagens encareceram e eu teria que arcar com um custo muito maior para comprar outra passagem.

Em 3 de março eu comprei do Submarino Viagens uma PASSAGEM. Pois entendo que ele tem a obrigação de me transportar até o meu local de destino na data escolhida previamente por mim. De nada adianta devolver meu dinheiro em 60 ou 120 dias, pois não conseguirei estar na data em que desejo na capital argentina com este valor.

O Submarino Viagens entrou em contato comigo, porém em nada mudou sua posição. Disse que não me realocaria e que reembolso em 60 a 120 dias apenas. A atendente me pressionou a solicitar o cancelamento, dizendo que não há outra opção, sob ameaça de que não receberei meu dinheiro de volta se não cancelar. Quando eu disse que relataria aqui que ela estava me obrigando a cancelar, ela disse que não estava obrigando (!). Por isso, desconfiei da atitude dela e não solicitei o cancelamento e irei procurar assistência jurídica para saber de todos os meus direitos.

RECOMENDO A TODOS QUE NÃO CEDAM À PRESSÃO DE CANCELAR, PROCUREM SE INFORMAR SOBRE SEUS DIREITOS ANTES, O SUBMARINO QUER QUE TODOS SOLICITEM O CANCELAMENTO E ESPEREM DE 2 A 4 MESES PARA SEREM REEMBOLSADOS PELA PLUNA.

SE VOCÊ CANCELA, CONCORDA COM OS TERMOS DE CANCELAMENTO QUE DETERMINAM QUE VOCÊ TEM QUE ESPERAR A COMPANHIA FALIDA PLUNA TE REEMBOLSAR.

Lembrem-se que pelo CDC o Submarino Viagens é SOLIDARIAMENTE RESPONSÁVEL por ressarcir o consumidor. Se você cancela, transfere esta responsabilidade apenas para uma companhia aérea ESTRANGEIRA E FALIDA.

Helida B
Helida BPermalinkResponder

Olá Carlos. Li o seu comentário e concordo totalmente com você. Também comprei passagens aéreas pelo Submarino Viagens com muita antecedência. As passagens foram compradas no início de março e a viagem marcada para o feriado de 7 de setembro, destino Buenos Aires. Já entrei em contato duas vezes com a Submarino Viagens questionando quais são as alternativas e soluções que eles tem a nos oferecer no intuito de minimizar os impactos nos itinerários dos passageiros (pois é assim que eles estão divulgando) e a única alternativa (e não solução) é o reembolso entre 60 e 120 dias. Também discordo disso, se a resolução 141 da ANAC prevê que temos direito a reacomodação em outra companhia aérea, eu acho que deveremos brigar sim pela reacomodação, portanto estou tentando de todas as formas garantir que a minha viagem seja realizada dentro dos orçamentos previstos.

Aclaudia
AclaudiaPermalinkResponder

A resolução da anac obriga o transportador e nao fala de agencias intermediárias.

Quem co-responsabiliza e o código de defesa do consumidor.

A portaria referida só se aplica a companhia aérea

Mari
MariPermalinkResponder

carlos, entendo sua indignação, mas o que está ocorrendo é que nenhuma cia. está aceitando os endossos da Pluna por medo de não receber, mesmo... então o problema todo é basicamente a situação da Pluna...

Amanda Menger
Amanda MengerPermalinkResponder

Oi pessoal, alguém recebeu resposta por este e-mail novo, o reclamos@flypluna.com? Já enviei duas vezes e ele está retornando. Tinha viagem marcada para Santiago, nesta terça-feira, saindo de Porto Alegre, mas não há nenhuma informação sobre reacomodação ou devolução do dinheiro. A situação é absurda. O governo uruguaio decidiu fechar a empresa sem prever como ficariam os consumidores. Atitude irresponsável.

Rafael
RafaelPermalinkResponder

nao.. essa resposta nunca vai vir!
isso ai foi uma piada pra eles ganharem tempo!!!

Elisabete F. Amaral

Saudações!

Embarquei para Buenos Aires no dia 1.º de julho e já tivemos problemas com atraso de duas horas para o voo até Montevideo no aeroporto de Guarulhos. Em Montevideo, na conexão, mais um atraso da Pluna (4 horas, sem notícias e sem direito sequer a um copo de água. Na sala de embarque os preços são abusivos. No dia 07/07, houve o falecimento de uma pessoa da família lá em Buenos Aires. Fui ao Aeroparque ( Buenos Aires) no dia 09/07, com esperança de trocar minha passagem e ser embarcada em outra companhia. Lá fui informada que eles poderiam me embarcar dentro de uma hora pela TAM. Acontece que estava sem bagagem e sem meus cartões bancários. Na bolsa só a passagem, Rg e documento de imigração. Como voltar assim, uma semana antes do previsto, ou seja, dia 15/07/2012. Os funcionários da Pluna do Aeroparque foram gentis e pareciam temerosos, pois disseram que estão trabalhando dia a dia e sequer sabem sobre o futuro de seus empregos e pagamento de salários. Resumindo, eu teria que manter plantão todos os dias com bagagem e tudo a cada dia até que aparecesse um voo. Isso implicaria em gastos com táxis, alimentação e o "fim das férias". Decidi, então, comprar passagem de ônibus para chegar hoje pela manhã. Saí quinta- feira à tarde e cheguei a São Paulo hoje pela madrugada. perdi três dias de férias e nem pude ficar junto aos meus familiares nessa semana de luto. Comprei as passagens com boletos. Vou entrar em contato com a Agencia de Viagens e tentar suspender 50% do valor a ser pago, inclusive taxas de embarque. Se não resolverem vou a um Juizado de Pequenas Causas. Tenho todas as passagens de ônibus com os respectivos valores e um papel que a PLUNA me entregou em Buenos Aires. Há alguém nessa situação?

Grata pela atenção!

Elisabete

Júlia F. Marcelo

Olá pessoal,

eu como a maioria aqui, estou decepcionada e revoltada com essa situação. Simplesmente está um jogo de empurra tanto por parte da Pluna quanto por parta da ANAC. A Pluna disponibilizou um telefone ao qual você depende de um milagre para alguém te atender, e quando atendem falam que você deve mandar o e-mail para o reclamos@flypluna.com Fala sério né...o email já está visível no site, não precisa uma atendente ficar falando isso...esperava que ela fosse resolver meu problema e não trocar 6 por meia dúzia. Daí bora fazer nossa parte e denunciar a empresa que não está cumprindo com as exigências...liga pra ANAC e pow, outra decepção...a resposta da ANAC é para entrarmos em contato com a empresa (sim, isso eu fiz) ou procurar seus direitos na justiça =O...mas a ANAC não é a responsável pela fiscalização daqueles que não cumprem as regras??? Pois é...pelo visto não serve para nada mesmo. O email foi enviado e agora é rezar para uma santa alma resolver meu problema até o dia 24/07. Simplesmente revoltante!!!!

Advocacia Especializada

Será que ninguém ainda pensou em ingressar com pedido liminar em ação cautelar de arresto ou sequestro perante a Justiça Federal para manter em território brasileiro uma ou mais aeronaves que se encontrem aqui pousadas até a efetiva satisfação dos débitos apurados nas ações indenizatórias? Formem um grupo grande e contratem um escritório de advocacia. Os gastos com honorários e despesas também serão indenizados.Sorte! rsc5@hotmail.com

Aclaudia
AclaudiaPermalinkResponder

Pois e o raio caiu de novo na minha cabeça. Ano passado foi o vulcão e minha ida para bariloche foi frustrada e acabei aceitando reembolso da aerolineas após 4meses.

Tinha passagem para o Chile pela pluna e novamente perdi.

O barato saiu muito caro, pois optei pluna porque era menos da metade do preco da Tam. Minha agente de viagem bem que tinha desaconselhado a nao ir de pluna, mas o bolso gritou mais alto e...... Perdi

E segundo a minha agente a pluna tinha 13 aeronaves das quais 6 em leasing e 7 próprias que vão a leilão e tudo esta em Montevidéu . No Brasil tudo e terceirizado e nao tem bens próprios, tudo locado.

As acoes de cobrança devem ser abertas no Uruguai contra o governo.

Para quem nao se lembra ate 2007 a pluna era da varig e quando ela faliu o governo reestatizou.

Ela sempre foi problemática segundo a minha agente de viagens e ela aconselhava usar outra companhia para evitar problemas como este

catiele Lima
catiele LimaPermalinkResponder

Olá, pessoal. Estou na mesma situação. Comprei via Boleto Bancário e não consigo contato algum com a Pluna.Sou a favor de entrarmos com uma ação conjunta. E aí, o que vocês acham? Interessados favor postar aqui pra começarmos essa mobilização!

Aclaudia
AclaudiaPermalinkResponder

Fiz uma pesquisa e acho que uma ação aqui no Brasil nao e viável. Um advogado que consultei me alertou que alguns espertos estão propondo abrir ação aqui apenas com intuito de lucrar mais com a gente.

Segundo ele mesmo que se ganhe uma causa aqui a ação de cobrança deve ser executada no Uruguai e quem sabe o custo disso e o tempo.

Eu optei por aguardar o reembolso e ficar com o prejuízo do dano moral. Afinal a passagem custou R$700 reais e uma ação custaria muito mais que isto.

Nessa hora o Procon esta bem omisso.

Livia
LiviaPermalinkResponder

Pessoal, dê uma conferida nesta noticia> http://www.panrotas.com.br/noticia-turismo/mercado/nascimento-anac-deveria-%E2%80%9Cpagar-a-conta%E2%80%9D-no-caso-pluna_79812.html

Ele esta certo. se não devolverem os valores deveremos entrar com um processo contra a ANAC que não previu um seguro pela quebra da companhia e também sabia do caso que não estava bem das pernas e deixou a comercialização correr solta.

O processo tem que ser contra a ANAC. Multar uma companhia falida? e o dinheiro vai para onde? Para os passageiros que não. è um absurdo!

A. L.
A. L.PermalinkResponder

A ANAC não tem como obrigação avaliar a saúde financeira de empresas aéreas, apenas aspectos de segurança. Essa tese daquele colunista blogueiro é estapafúrdia e tem como objetivo "livrar a cara", por assim dizer, das agências de viagem que terão de assumir o prejuízo.

Luciana Casarotto Martins

Galera, sexta passada a ABECS foi notificada pelo Procon e orientou que as operadoras de crédito fizessem cancelamentos e estornos.
Ontem liguei pra VISA pedindo estorno das parcelas pagas e cancelamento das parcelas ainda não pagas. Apenas precisei enviar um e-mail com os comprovantes das passagens, que eram só pra Setembro.
Hoje pela tarde os valores já estavam estornados na fatura do cartão de crédito.
Continuem tentando. Se não der, vão ao Procon da cidade de vocês. O Procon de Porto Alegre me ajudou nisso!

Marco aurélio

Nossa pelo jeito somos muitos na briga contra a Pluna e as operadoras de cartões. Meu voo seria amanha as 08:45 rsrsr só sonho mesmo, tudo reservado, uma lua de mel esperada a alguns anos. Já paguei 02 parcelas do cartão e tem mas 03 a serem pagas referentes as passagens.Gostei da noticia que nossa amiga Luciana Casarotto Martins postou e gostaria de mais informações.A luta agora é cancelar estas cobranças e depois tentar um extorno que eu acho que vai ser um processo mas complicado. será mesmo que vamos conseguir alguma coisa...Se fosse uma empresa nacional acho que seria mas facil. Vamos continuar na luta.

Luciana Casarotto Martins

Marco Aurélio, quando eu ainda estava brigando com a Visa e não queriam me estornar nada, o que me disseram é que a única forma de eu tentar estorno seria após a data do meu voo (que agora é o seu caso). Aí a sugestão que me deram era entrar com pedido de desacordo comercial por serviço não prestado (já que a pluna não te realocou, nem te estornou), aí vc deve enviar a documentação para a Visa e o seu banco irá avaliar o caso. Como é o caso da Pluna, eles devem estar estornando todos os pedidos.. Liga pra tua operadora de crédito e vê isso com eles.

Ana Paula Bonotto

Comprei minha passagem para Montevidéu em 21/05 por meio de boleto bancário. A confirmação veio para meio e-mail em 23/05 com o valor pago e o identificador do vôo. Minha ideia era de sair em viagem em 14/12/12 e retornar a Porto Alegre (minha origem) em 23/12/12. A Pluna faliu. Entrei em contato com a empresa em 10/07/12 e fui informada que, naquele dia, havia ocorrido uma reunião entre os donos da PLUNA e o Governo uruguaio e que até aquele momento os atendentes não haviam recebido maiores orientações. A única coisa que informaram era de que a prioridade estava sendo a de repatriar à origem os passageiros que haviam viajado. Me foi sugerido que ligasse 1 ou 2 dias depois quando já haveria nova orientação. Na data sugerida retornei a ligação e não consegui falar com ninguém. Havia uma mensagem solicitando que a chamada fosse retornada mais tarde. Acessei a página da empresa no sábado (14/07) e, por e-mail que lá consta, reencaminhei a confirmação de minha compra e relatei a minha situação. Sigo aguardando o contato da PLUNA para comigo. Consultei o PROCON de Porto Alegre-RS e este me orientou a buscar o judiciário. Sinto muito a omissão do PROCON. Já consultei um advogado e creio que vou ter que entrar na justiça.

João Filho
João FilhoPermalinkResponder

Chris, Catiele e Ana Paula, também fiz a compra através de boleto bancário (Rio - Buenos Aires). Quando soube da falência, liguei para para o Procon, que me mandou ligar para a ANAC, que me mandou ligar para o Procon, que então mandou ligar para o Juizado Especial da minha região. Lá fui informado que eles não tratam de causas de falência e me mandaram no Núcleo de Defesa do Consumidor. Lá, após 5 horas de espera, fui informado que minha renda não dava o direito deles pegarem meu caso (ou seja, quanto mais imposto você paga neste país, menos direitos você tem), e que eu tinha que contratar um advogado particular. Agora, ter mais gastos pra entrar com uma causa quase impossível de receber (mesmo que ganhe a causa)??? Talvez entrar contra a ANAC seja mais viável mesmo! O que vocês estão pensando em fazer?

Cristiane
CristianePermalinkResponder

Boa noite à todos,

Estou em Buenos Aires, com retorno previsto para o dia 19/07 se a Pluna ñ estivesse falida. Fui a Embaixada Brasileira, para saber se tinham alguma posição pois assim como eu vários amigos estão na mesma situação sem saber o que fazer. Infelizmente ñ tive nenhuma informação na embaixada, e ñ deram nenhuma posição ou seja se vire se quiser retornar ao Brasil. Passei também no consulado e foi a mesma coisa, fiquei revoltada! Brasileiros abandonados em Buenos Aires sem nenhuma resposta do nosso governo Brasileiro,inadimissível!
Fui ao guiche da Pluna e simplesmente me deram um e-mail para registrar a reclamação! Um absurdo!!
Como tenho que voltar para o Brasil acabei tendo que comprar outra passagem pela Gol, gastando um dinheiro que ñ tenho.
Agora é voltar e entrar com os processos para tentar reaver o dinheiro pago a Pluna e os danos morais!
Estou indignada!

Aclaudia
AclaudiaPermalinkResponder

Na semana passada a Pluna conseguiu embarcar a minha tia e os meus 3 primos um deles de colo num vôo da gol! Nao deu nem pra ver o duty free, foi direto pro avião com a funcionaria da gol escoltando eles.

Foi um sufoco pois eles estavam há mais de 5 horas aguardando uma providencia e sem lanchinho nem nada. De repente mandaram pegar as malas e sairam correndo para o checkin da gol e foram embarcados

Nao tem mais esta opção no aeroparque? Quer dizer que agora quem esta no meio da viagem sif...?

Eduardo
EduardoPermalinkResponder

Caso abram processo coletivo, podem contar comigo.
Estou na mesma situação. Passagens compradas pelo site, sem posição da empresa, pequenas causas disse que não é o caso, pois envolve uma empresa internacional...Tô quase desistindo destas passagens

Eduardo
EduardoPermalinkResponder

Caso abram processo coletivo, podem contar comigo.
Estou na mesma situação. Passagens compradas pelo site, sem posição da empresa, pequenas causas disse que não é o caso, pois envolve uma empresa internacional…Tô quase desistindo destas passagens ekhater@yahoo.com

Fernando Padilha

Tambem comprei pelo site e paguei pelo boleto. foram 4 passagens para o dia 21/07 com volta dia 28/07 para Buenos Aires. Estou disposto a entrar na justiça porem tenho dúvidas se na justiça Brasileira resolveria alguma coisa.

Graciele
GracielePermalinkResponder

No dia 14.05.2012 comprei três passagens aéreas da empresa pluna compradas na empresa Americanas Viagens, com data de embarque para o dia 29.07.2012 de Córdoba- Argentina a Curitiba-Brasil, uma passagem é minha, pois estou aqui na Argentina por meio de intercâmbio de graduação e por meio de um programa do governo (CAPES), onde tenho uma bolsa para arcar com despesas de passagens, alimentação e estadia, já estão completando 6 meses e meu retorno tem que ser o mais breve possível, pois estou com visto de turista e fiz a renovação por mais 90 dias que é somente permitido renovar uma vez.
As outras duas são para duas meninas do mesmo programa que eu de um convênio entre as duas universidades, vão estar no Brasil por 4 meses. Receberam um bolsa de governo argentino para gastos, com passagens, estadia e comida. Bom esse dinheiro disponibilizado tanto para mim quanto para elas, parte foi investido nessas passagens.
Já no dia 29.06.2012 recebo uma notificação de alteração de itinerário e no email me pediram para entrar em contato por chat, feito isso expliquei a situação, sobre visto, sobre estadia, sobre tudo, porém me davam apenas opções ruins, como não tinha muito que fazer optei por alterar as passagens para o dia 01.08.2012.
No dia 06.07.2012 recebi um comunicado por email que o vôo havia sido cancelado e que deveria entrar em contato novamente, porém esse deveria ser feito por telefone. Chamei o por telefone a empresa (ligação internacional), depois de cansativas horas de espera me atenderam e me disseram que a empresa Pluna não teria previsão de retornar a trafegar, que eu devia aguardar ou pedir o reembolso, como não havia muito o que fazer devido a situação em que me encontro, optei pelo reembolso que só sai com 120 dias.
Nesse momentos que você se dá conta da tamanha falta de respeito com o consumidor, caso não seja feito o reembolso, sem dúvidas vou buscar meus direitos na justiça.

Rafael Zanuto
Rafael ZanutoPermalinkResponder

Amigos, estou com o mesmo problema, a Visa não quer cancelar a compra que eu nem paguei. Mas uma dica é entrar em contato com o Procon. Eles já tomaram atitudes, como está no site deles http://www.procon.sp.gov.br/noticia.asp?id=3106. Acho que em breve, teremos novidades.
Espero ter ajudado.
Rafael

Luciana Casarotto Martins

Rafael, entrei em contato com o procon de Porto Alegre, enviei os documentos por e-mail e depois eles encaminharam o meu e-mail à ABECS (sexta-feira). Na segunda-feira, liguei novamente pra Visa e já consegui o estorno das parcelas pagas e o cancelamento das parcelas não pagas. Tenta ver algo com a ABECS pq aí eles comunicam a Visa e as coisas devem andar mais rápido.

Luciana Casarotto Martins

Galera, como já consegui o estorno com a Visa, se alguém quiser uma ajuda, me mande e-mail (lucianacasarotto@gmail.com)
Mas fica a dica: entrem em contato com o Procon da sua cidade. E tentem reembolso pela operadora de crédito, é mais fácil do que com a Pluna..

Lorena
LorenaPermalinkResponder

Alguém conseguiu falar nesse telefone, o (11) 3711-9158?! To tentando ligar e nem chama!

Christiano
ChristianoPermalinkResponder

Consegui estorno com a Amex, das passagens da pluna q eu tinha comprado (voos para 03/08 e volta 12/08 e compra em 20/05, pagamento em 20/06), diretamente no site e cuja fatura já estava paga. Liguei no 0800 e depois, conforme orientações da amex mandei um email com a cópia da página inicial do site da Pluna, dos bilhetes e notícia de um outro site de que a empresa havia falido. Deu certo.
Recebi um crédito na minha fatura do mês que vem, com estorno inclusive do IOF.
Já comprei outras passagens para dias próximos ao original pela TAM (quase o mesmo valor, mas tava subindo muito rápido).

Recomendo que tentem contato com os cartões de crédito informando que a empresa JÁ DECLAROU que não está mais operando. É um direito do cliente o estorno, considerando que o serviço não foi e não será prestado.

Acho q a única dificuldade é se a Adm. de cartão já havia repassado o valor à Pluna.

Boa sorte a todos!!!!

Jonathas
JonathasPermalinkResponder

Viajem marcada pro dia 29 de Agosto.. Não sei oq fazer! Comprei pelo site no cartao de credito porem em uma unica parcela, a qual foi paga no dia 10 de julho.. DESCOBRI ONTEM TODA ESSA INFELICIDADE...

vou aguardar mais alguns dias pra ver no vai dar!

Juliano
JulianoPermalinkResponder

Estou nessa também ! Eu e mais 4 amigos compramos um pacote Buenos Aires / Montevidéu por uma agência de viagens de SP, a WebViagens, voando Pluna ! Entrei em contato com o pessoal da agência desde o ocorrido e estão pedindo para nós esperarmos que estão tentando uma possível realocação, está havendo uma negociação segundo eles, com a TAM e LAN para reacomodar os passageiros prejudicados pela falência da Pluna ! Espero que resolvam da melhor e rapida forma possível ! A viagem está marcada para embarque em 11/08/2012 e retorno 17/08/2012. Alguém conseguiu ser realocado em algum vôo ?? Boa sorte para nós !!

Ana Azevedo
Ana AzevedoPermalinkResponder

Pessoal acredito que temos que entrar com ação contra Anac e Pluna, devemos documentar e entrar em grupo bem grande quem quiser entrar estamos em 8 pessoas, estou em Campinas SP e preparando a Ação contra estes dois, A Anac deve fiscalizar as empresas, assim deve tambem ser chamada para nos ressarcir, mande email, atendimento@lbmimoveis.com.br

Dennis Oliveira

Galera, comprei no dia 02/07 pelo site em boleto bancario, paguei o boleto no dia 04/07- R$1800,00 6 passagens! O boleto nem no nome da Pluna estava e sim no nome de uma tal de GLOBAL COLLECT. Liguei na pluna no dia 04 antes de pagar e e relatei o nome do boleto. A atendende da Pluna confirmou que era aquilo mesmo. RESULTADO: Paguei, nao recebi QUALQUER INFORMAÇÂO SOBRE MEUS VOOS e a empresa faliu. Abri uma causa no PROCON SP contra a PLUNA e a GLOBAL COLLECT, aguardando os 30 dias do PROCON, mas acho que perdi R$1800,00... Estou a disposição para qualquer coisa em grupo Processo, ação o que for contra quem for... Trabalho feito um camelo veio pra perder R$1800,00 de bobeira não. dennis.roots@hotmail.com

Samantha
SamanthaPermalinkResponder

Olá, a todos.

Comprei uma passagem pela Pluna em 3 de fevereiro para uma viagem de 5 a 12 de julho, a empresa quebrou no meio de minha viagem. Fiquei no Aeroparque de Buenos Aires sem assistência em com informações conflitantes entre o guichê da Pluna e o telefone. De qualquer forma fiquei no chão com meu esposo e tivemos que comprar uma viagem de volta pela Aerolíneas Argentinas. Não tínhamos dinheiro e precisei emprestar um cartão de crédito do Brasil para conseguir fazer a operação, nossa volta custou quase R$ 2000,00 e pelo visto não vamos conseguir nada da empresa. Ainda pago minha viagem que foi planejada com antecedência justamente por não contar com muitos recursos financeiros. Além desse prejuízo, tenho o prejuízo emocional, que não terá preço...

Luis Ricardo
Luis RicardoPermalinkResponder

Minha namorada e eu compramos ida 05/07/2012 e volta 11/07/2012 para Santiago por USD 1050. Na ida ja começaram os problemas. Fui fazer o check in online no dia 03/07/2012 e vi que o voo estava cancelado, entrei em contato com o call center e eles me ofereceram um voo no mesmo dia, que chegaria em Santiago de noite e outro no dia anterior que chegaria a tarde. Me interessei pelo do dia anterior, mas falei para atendente para não confirmar que eu ia entrar em contato com o hotel para mais uma diária e depois eu retornaria. Ela disse ok, mas meia hora depois ela mandou a reserva. Detalhe, não tinha conseguido a diária para chegar em Santiago um dia antes. Entrei em contato denovo e eles falaram que para fazer a troca eu tinha que pagar multa e a diferença da passagem. Desliguei o telefone e retornei no outro dia, dia do voo que eles marcaram sem minha autorização, e eles fizeram a troca sem custos e ainda falaram que a volta até então estava confirmada para dia 11 mesmo. Já no Chile, faltando dois dias para nossa volta, fiquei sabendo por alguns brasileiros que a Pluna tinha falido. Entrei em contato pelo call center no dia 10 e eles falaram que nós teriamos que comparecer no dia 12/07 às 02:30 para voltar pela gol. O voo que eles me venderam estava marcado para 08:55 do dia 11, falei que isso custaria mais uma diária e a atendente me disse que a companhia não era responsável por isso. Detalhe, ela não fez minha reserva pela gol e isso me deixou desconfiado. No dia 11, entrei em contato denovo e atendente me informou que nós deveriamos sair do Chile por conta própria. Tive que pagar RS 2500 ( mais cara que a ida e volta juntas da pluna ) para poder voltar nesse voo de 02:30 do dia 12, porque todos os outros voos estavam lotados e esse só tinha 3 lugares disponíveis, não tinha outro jeito. Quando cheguei no Brasil, liguei para operadora do cartão e consegui cancelar o pagamento que vai ser creditado na próxima fatura. Agora estou estudando entrar na justiça contra a falida Pluna, não sei como isso funciona, já que a companhia fechou as portas. Mas o descaso foi enorme, pagamos caro para voltar(na sorte, porque só tinham 3 lugares), tivemos que deixar nossas malas no quarto de um casal de brasileiros, estourei meu cartão de crédito, custos com ligação e raiva que passei com as atendentes.

jacieli lorenzatto

TO me sentindo roubada, traida,humilhada, uma otaria ! planejei e paguei pelas ferias dos meus sonhos levando 2 filhos e marido para ver a neve e tive que ficar em casa, e sem empregada ,pois tinha dado folga a ela durante o periodo da viagem (que nao aconteceu). no aeroporto me trataram com descaso quando dizia que eu era passageira da pluna e tentava encontrar uma informaçao sobre o que fazer.um jogo de empurra. todos tirando o seu da reta. afinal,de quem e a responsabilidade? a minha eu cumpri honestamente pagando 5mil reais a vista.Que revolta!

CYNTIA ANTUNES

Companheiros,

Passei por todo esse estres também ao chegar no aeroporto de Santiago e simplesmente não ter como embarcar. Não hávia ninguem para dar informações e o jeito foi pagar quase R$1.000,00 por passagem para ir até SP pela LAN.
Alguém vai entrar com ação coletiva? vamos nos organizar para isso??? Quais as medidas necessárias? Estou dentro!!!!

TABATA
TABATAPermalinkResponder

Gente, estou no mesmo barco que vocês, passagens pagas via boleto pelo site, viagem marcada para 25/08 e sem respostas... já mandei mil e-mails sem retorno nenhum e no telefone não consigo mais contato. Já ativei o Procon e a Anac sem retorno. Quem for entrar com processo coletivo estou dentro! me retornem no email tabata.dumont@gmail.com

abs

Lucas Cronemberger

Comprei passagens de ida e volta pela Pluna para Buenos Aires em março, e na véspera da viagem soube da falência da empresa. Não consegui contato telefônico e o e-mail que eles deram para reclamações ninguém responde. A viagem já está perdida, mas não me conformo com esse descaso!

Ia entrar no Juizado de Pequenas Causas mas pensando bem o ideal é fazer parte de uma ação coletiva contra a Pluna! Alguém já viu isso?? lucascmm@yahoo.com.br

Lukass Oliveira

Olá a todos, infelizmente essa crise da Pluna prejudicou muitas pessoas, comprei minhas passagens e fevereiro, fiz reservas em hotéis e no dia do embarque descobri no aeroporto que meu voo estava cancelado. Fiquei muitos frustado na hora. Por sorte eu havia comprado minhas passagens através da CVC, eu não fechei pacote, apenas comprei as passagens avulsas e reservei o hotel. A cvc foi responsável e me deu toda uma acessoaria no aeroporto. Me colocaram em um voo da TAM que saiu 2 horas mais tarde. Graças a Deus deu tudo certo, ida e volta by TAM. Pra mim a CVC foi muito boa, deu todo o apoio necessário.

Raquel Silva
Raquel SilvaPermalinkResponder

Gente, também estou na mesma situação e topo uma ação coletiva!
Mais ainda do que uma ação somente contra a Pluna, talvez uma contra a Submarino viagens. Minha viagem estava agendada para o dia 17 por motivos de trabalho, ninguém avisou nada, no guichê não tinham atendentes, no tel de SP e do RJ ninguém atendia. A Submarino só mandou um e-mail ridículo dizendo para eu entrar em contato para ser realocada. No mesmo dia, quando entrei em contato, disseram que não tinha como colocar em outro vôo mas, era para eu cancelar a compra e receberia o reembolso em até 120 dias, fique na mão né ... tive que comprar outras passagens!
Bom, topo a ação conjunta! Quem estiver disposto é só avisar

Genário Martins

Também fui prejudicado, comprei 2 passagens com antecedência de meses para Santiago-CHL no DECOLAR.COM, eles não me realocarm em outro voo e só me ofereceram o reembolso entre 30 e 120 dias. Falar com a PLUNA, só para loucos, ninguém consegue. Resultado, tive que comprar outras passagens para não perder a estadia e estou pagando duas viagens ao mesmo tempo. Vou esperar o reembolso e depois vou procurar a justiça, a agência de viagem é solidária nesse caso.

Elizangela Estrich Borba

A revolta maior é pelo descaso que a empresa Pluna desmereceu seus clientes, sem dar apoio, orientação, padrão de qualidade, segurança e confiabilidade em suas operações. Fiz também uma compra a vista para Buenos Aires no dia 10 de julho a 14 de julho, a para meu esposo minha filha e eu passarmos as férias em Buenos Aires, valor de 2.147,00, quando fiquei sabendo que a empresa tinha falido e ainda continuava a vender passagens, fiquei surpresa pois não fomos notificados por email, nem por telefone, nenhum responsável na companhia aérea entrou em contato com seus clientes,ficamos sabendo através de notícias, em seguida ligamos para pluna e nenhum momento cancelaram nosso voo, sempre diziam que era para aguardar pois estavam cancelando até o dia 9 de julho, neste dia, anterior ao nosso embarque ligamos novamente e o atendente nos disse que ainda não tinha posição nenhuma, resolvemos então a se dirigir ao aeroporto pois foi nos dito também que caso não tivesse vôo pela Pluna iríamos pela Gol, chegando no aeroporto, o guichê da pluna sem atendente, completamente fechado, quando ligávamos para a pluna só a atendente Bruna que recebia a ligação e dizia que estava sem sistema, isto era as 6h da manhã e nos pediu para dirigir ao guichê da Gol, que por sua vez as atendentes da Gol disseram que se não tivessemos um numero de reserva não poderíamos embarcar, concordo com a empresa Gol pois seria mais uma vítima da empresa Pluna, dirigímos para a ANAC, que por sua vez só pode registrar nossa queixa, já era 12h, e nada resolvido, detalhe: eu grávida, meu esposo com diabetes elevado, pelo stress, cansaço e preocupação comigo e minha filha, decidimos então que não perderíamos nossa reserva em Buenos Aires muito menos nossas férias, como não pudíamos pagar o dobro do que já pagamos, decidimos ir até a rodoviária e comprar passagens de ônibus mesmo, 23 horas para chegar, uma diária a mais para pagar, mais o retorno desconfortante, e o dinheiro que iríamos gastar a mais por lá precisei pagar em passagens. Agora tento contato nenhum telefone atendem, emails que mandamos a empresa Pluna não respondem, é desumano o tratamento que estão fazendo com seus clientes. Estamos também entrando com processos e espero ser resolvido o quanto antes.

Elizangela Estrich

elisabeth
elisabethPermalinkResponder

que raiva!
alguém já conseguiu reembolso?
adiantou algo mandar email para: reclamos@flypluna.com ?

Isabella Freitas

Também estou na mesma situação! Comprei pra setembro/12 e até agora não recebi nenhuma resposta por e-mail e o telefone deles nem chama. Descaso total! Prejuízo e indignação!

Também toparia uma ação coletiva! Meu e-mail: isajewel@hotmail.com

Luciana Andrade Rodrigues

Estou na mesma situação. Comprei um pacote através de uma agência (Agência de Turismo Brasil) e até agora tudo permanece incerto. Amanhã irei ao Procon sem muita esperança de ser ressarcida.

Enguer Charão

Alguem teve algum tipo de resposta apos ter mandado email para a Pluna explicando sua situacao (absurdo)? Parece que o site da Pluna ta fora do ar, o que e desanimador. Deveriamos saber quem acionar, pois está parecendo que a Pluna "foi embora" do Brasil. Alguem da area do direito poderia, por favor, orientar?

Joana Darc Menezes

Proponho uma ação reclamando nossos direitos. Fui informada que o Governo do Uruguai tinha participação de 25% na empresa Pluna. Se houver uma açlão coletiva, sou uma mais das prejudicadas, pois tive de pagar 900,00 reais por uma passagem de volta a Buenos Aires, que já havia sido paga à vista através do site da Pluna, via cartão de crédito. Meu email: joanadarmenezes@gmail.com

Atenção: Os comentários são moderados. Relatos e opiniões serão publicados. Perguntas serão selecionadas para publicação e resposta. Entenda os critérios clicando aqui.
Bóia de férias. Só voltaremos a responder perguntas que forem postadas a partir de 3 de junho. Relatos e opinões continuarão sendo publicados.
Cancelar