De Munique a Garmisch e Füssen, by Vladimir

Mariana Amaral
por Mariana Amaral

Neuschwanstein

Acompanhamos o planejamento da viagem do Vladimir à Europa desde o comecinho – foi quase um ano de troca de figurinhas com A Bóia e com os nossos tripulantes. Os trips foram fundamentais para que ele conseguisse fazer opções entre pontos turísticos para um bate-volta de carro a partir de Munique. Subir qual montanha, Wank ou Zugspitze? Ir ao palácio Linderhof ou passear por Oberammergau? Quanto tempo dedicar ao castelo de Neuschwanstein? Veja quais foram as escolhas do Vladimir, usando as dicas dos leitores:

A partir do post do André Lot – Valeu, André! – preparei um bate-volta saindo de Munique, que foi considerado por mim e minha namorada, a Jô, o melhor de nossos 21 dias pela Europa.

Sei que o Viaje na Viagem não incentiva fazermos muitas coisas num mesmo dia, mas esse dia foi muito planejado e pesquisado. O intuito principal era ver os Alpes. Se não conseguíssemos chegar ao castelo Neuschwanstein não haveria problema, pois o mais importante estava no começo do passeio – os Alpes!

Era uma sexta-feira de céu azul, dia 15 de junho de 2012. Havíamos chegado de Paris na noite anterior e fomos dormir cedo.

Às 7h15 chegamos na Hertz da Hauptbahnhof (estação central de trem de Munique). Entreguei os documentos da reserva que havia feito por telefone no Brasil, pegamos as chaves, as informações de como e onde buscar o carro e tomamos café na estação. Às 8h pegamos o carro num prédio ao lado da estação e colocamos o pé na estrada.

Autobahn

Foi bem tranqüilo sair da cidade e acelerando a mais de 150km/h na Autobahn. Chegamos em Garmisch-Partenkirchen antes de 9h30. Mesmo a 150km/h, muitos carros e motos passavam pela gente sem tomar conhecimento. O alemão pisa fundo! Impressionante!

Estar na estrada e ver os Alpes aparecendo no horizonte e se aproximando já valia o passeio!

Garmisch-PartenkirchenGarmisch-Partenkirchen

Garmisch-Partenkirchen

Garmisch-Partenkirchen é cercada de montanhas e muito agradável. Chegando lá, pagamos 1h de estacionamento e fomos dar uma volta no centrinho. Havia uma feirinha, onde compramos salames, queijos, pães, cerejas francesas e damascos. Tudo de primeira qualidade e um pessoal muito simpático.

Então, seguindo o conselho de uma trip do VnV, a Joana, optamos por subir no Wank, em vez do Zugspitze. O Wank pode não ser o ponto mais alto da Alemanha, mas tem a vista mais bonita. De lá, vemos toda a cordilheira do Zugspitze. O lugar é grande, muitas trilhas para passeios e fotos sensacionais!

TeleféricoWankWank

Teleférico | Montanha Wank

O passe para o teleférico custou 13 euros por pessoa e foi fantástico. Exatamente o que procurava: paisagem! Não havia neve, nem gelo, mas uma vista deslumbrante! Ficamos um bom tempo à toa curtindo aquele cenário e o ar puro.

Wank

Wank

Vista do Zugspitze

Descemos por volta das 13h. Do bondinho, ouvi um som de sinos familiares. Comecei a procurar no chão e eis que surge uma dúzia de vaquinhas da Milka. Quer cenário melhor? Fica a opção!

Pegamos o carro no estacionamento do Wank e seguindo o conselho de outra trip, a Evelyn, seguimos para Oberammergau.

Parada a caminho de Oberammergau

No caminho, paramos numa das inúmeras paradas para lanches que existem na beira das estradas da Alemanha. Lembram daquelas compras na feirinha? Pois é, almoçamos elas, perto de outras pessoas que faziam a mesma coisa. Atrás da parada passava um riacho com a água do degelo das montanhas! Imaginem uma água transparente? É mais!

Riacho perto de Oberammergau Oberammergau

Riacho | Oberammergau

Essa parada onde lanchamos/almoçamos fica logo antes da entrada de Oberammergau.

Entramos em Oberammergau às 14h15, passeamos pela cidade que é famosa pelas casas pintadas, visitamos sua igreja e bebemos um café no centrinho, onde comemos um dos melhores doces que já experimentamos até hoje, feito de tangerina e chantilly.

Castelo de Neuschwanstein

Castelo de Neuschwanstein

Por volta de 15h15 seguimos para a última parada, o Castelo de Neuschwanstein. Chegamos por volta das 16h30. Paramos o carro no estacionamento e subimos de ônibus – não pode seguir de carro. A intenção era apenas conhecer o Castelo por fora, pois havia outros castelos para conhecer durante a viagem. Chegando no alto, fomos até a ponte Marienbrücke curtir aquele visual e tirar muitas fotos. Descemos tranquilamente pela trilha, compramos alguns ímãs e pegamos o carro.

Plantação de morangos

Plantação de morangos

Antes, quando estávamos chegando no Neuschwanstein, vimos uma plantação de morangos com uma placa do tipo “colha e pague”. Na volta, resolvemos conferir e a Jô ficou doidinha com a brincadeira. A moça da entrada nos dava uma caixinha e podíamos colher a vontade a 3 euros/kg.

Plantação de morangos

Comemos os melhores morangos de nossas vidas, é saboroso demais! Tudo isso com o Neuschwanstein ao fundo… foi ou não foi um grande dia de céu azul?

Autobahn

Às 18h30 pegamos o caminho de volta para Munique, por uma outra Autobahn. A Jô veio dormindo e eu pensando no dia maravilhoso que curtimos juntos.

Chegamos em Munique e fui em busca de um posto de gasolina. Não tem nenhum perto do centro. Fui me informando até encontrar um. Chegando, não sabia colocar gasolina sozinho, que vexame , pedi ajuda e logo apareceu uma alma bondosa… Paguei 34 euros em gasolina com o cartão de crédito dentro do posto e às 20h30 entregamos o carro. Tudo exatamente conforme o planejado. Que sorte!

Mapa: bate-volta de Munique a Garmisch e Neuschwanstein

Mapa do bate-volta

Algumas considerações:

1ª. Aluguel do carro: no site da Hertz diz que a loja da Hauptbahnhof fica aberta das 7h às 21h de 2ª à 6ª, e de 9h às 17h aos sábados e domingos. Acontece que você pode devolver o carro de madrugada. Quando fiz o aluguel, planejei entregar o carro até as 21h, mas poderia entregar a qualquer hora, pois no edifício-garagem onde entregamos o carro tem uma gaveta/cofre para depositarmos as chaves. Se for fazer isso, peça para eles mostrarem exatamente onde fica a gaveta/cofre, pois é um pouco escondida.

2ª. Os alemães pisam fundo! Mesmo nas estradas secundárias, de mão dupla, o pessoal acelera.

3ª. Oberammergau ou o Linderhof: escolhemos Oberammergau por achar que o Linderhof tomaria mais tempo. Os caminhos são parecidos, mas diferentes. Fica a opção!

4ª. Pesquisa de trajeto: fiz minhas pesquisas de trajeto pelo Google Maps e o ViaMichelin. Fiz isso antes de viajar e não levei nada impresso. As estradas são muito bem sinalizadas. Só pedi informação na saída de Munique e para encontrar um posto quando voltamos.

5ª. Os alemães que encontramos em nossa viagem foram atenciosos e muito gentis. Eu e Jô aconselhamos a Alemanha para todos!

Muito obrigado ao Viaje na Viagem. Abraços e boas viagens!

Nós que agradecemos, Vladimir!

Mas o Viaje na Viagem adverte: esse roteiro só foi possível porque foi feito de carro (de trem não daria tempo), era verão (dias longos, estradas sem neve) e não havia o desejo de visitar o castelo por dentro. Ainda achamos que fica mais redondinho dividir o passeio em dois dias smile

Leia mais:

87 comentários

Marcelo | Alemanha! Por que não?

Perfeito o seu dia, Vladimir!

Muito bem pesquisado, que bom que deu tudo certo. E como a Mariana escreveu, o passeio fica melhor em dois dias, até porque daria tempo de conhecer o outro castelo, o Hohenschwangau.

E apenas um comentário, a respeito de seu item 2 acima: realmente o povo por aqui pisa fundo, mas nunca recomendo tentar copiar sem a devida prática... e o pessoal anda em velocidade alta, mas apenas quando é possível e permitido, e nao em qualquer lugar.

Nas estradas de mao dupla o limite de velocidade é 100km/h, entao se vc encontrou alguns apressadinhos, foram excecao à regra.

Dani Polis
Dani PolisPermalinkResponder

Eu fui de trem pra Neuschwanstein, e concordo muitíssimo que não dá mesmo pra fazer duas coisas ao mesmo tempo de trem, especialmente se você vai entrar no Castelo. Pra mim, ir pra Fussen e não entrar em Neuschwanstein é como ir à Paris e não subir na torre Eiffel. Mas é extremamente pessoal, claro.

Quando eu fui era outono, e a temperatura já castigava. Eu conto um pouquinho da minha experiência aqui: http://www.danipolis.com.br/2012/05/fussen-o-verdadeiro-castelo-da.html

Mas lá com certeza vale a visita smile É um dos lugares mais lindos que já vi na vida!

Vladimir
VladimirPermalinkResponder

Oi, Dani!!!

Como a gente ia visitar:

- O "imperdível" RESIDENZ , em Munique. Que não é um castelo, mas, um Palácio/museu.
http://www.residenz-muenchen.de/englisch/residenc/index.htm

- e o Castelo HOHENSALZBURG, em Salzburg,
http://www.salzburg-burgen.at/en/hohensalzburg/

, não fizemos questão de conhecer o Neuschwanstein por dentro. O objetivo principal desse dia era ver os Alpes e suas Belíssimas Montanhas e garanto que nos esbaldamos.

Depois vou fazer uma visita no seu site.

Valeu,
Vladimir.

Dani Polis
Dani PolisPermalinkResponder

Vladimir, olá!

Tá certo, cada um escolhe as prioridades e ganha motivos pra voltar, né? É aquela história, vamos pra uma viagem e ganhamos motivos para voltar!

Beijos smile

Marcos Vinicius

O Vladimir podia disponibilizar umas fotos desse céu azul com morangos e castelos smile

Vladimir
VladimirPermalinkResponder

Oi, Marcos!

É só a Mariana me dizer como faço pra enviar, que terei prazer em mandar fotos. Inclusive, dos morangos mais vermelhos que já viu até hoje!!! smile

Abraço.

Vladimir
VladimirPermalinkResponder

Oi, Boia!
Boa tarde!

Estou querendo mandar algumas fotos desse dia! Como eu faço?

Se puder, responde pelo meu e-mail:
vladimirbento@gmail.com

Imagino que você não publicará esse comentário e aguardo uma resposta de vocês!

Obrigado,
Vladimir.

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Vladimir! Mande as fotos sem editar para redacao arroba viajenaviagem ponto com . Obrigadíssima!

Marcelo (Álbum de Viagens)

O castelo de Neuschwanstein e o Zugspitze são atrações que merecem entrar em qualquer roteiro na Baviera. Caso o tempo em Garmisch esteja encoberto ou chuvoso, sugiro esticar mais 20 minutos pela estrada ou ferrovia e conhecer Mittenwald, uma cidadezinha pitoresca quase na fronteira com a Áustria. Descrevi a minha visita a ela no post do blog Álbum de Viagens:
http://albumdeviagens.blogspot.com/2012/06/mittenwald-violinos-e-fachadas-nos.html

Cristina
CristinaPermalinkResponder

Vladimir, obrigada pela dica do morango! Você viu alguma observação quanto a fechar entre Novembro e Fevereiro?

Outra questão para os trips - quanto tempo para visitar o Castelo Neuschwanstein? Sei que pode dentro é tão brega quanto o Palácio da Pena em Sintra, mas queria estimar o tempo e não achei essa informação em blog nenhum.

Vladimir
VladimirPermalinkResponder

Oi, Cristina!

Creio que entre Novembro e Fevereiro os campos devem ficar cobertos de neve.

Até para fazer esse passeio de carro deve ser difícil - veja o comentário da Mariana, acima. Eu fui numa época sem neve e onde tem luz do sol até às 22h.

Sobre o tempo gasto para ver o Neuschwanstein!
Nós ficamos na região por aproximadamente 2h. O tempo aproximado, no castelo, desde que deixamos o carro no estacionamento foi de menos de 1h30min. Pegamos o ônibus até lá em cima, fomos na ponte Marienbrücke, tiramos fotos, descansamos um pouco, descemos a pé pela trilha e compramos imãs nas lojinhas de souvenirs. Na plantação ficamos por aproximadamente 20min.

Para entrar no castelo veja o link que a Mariana colou acima.
https://www.viajenaviagem.com/2010/12/passo-a-passo-como-ir-de-munique-ao-castelo-de-neuschwanstein/

Sobre o "Brega"! Posso garantir que o famoso estilo Rococó que é conhecido por ser brega, também é MUITO BACANA e BONITO. Acredite!!! Em Munique tem a ASAMKIRCHE que a gente fica "horas" apreciando e também o TEATRO CUIVILLES. No Teatro Cuivílles a sensação é de estar dentro de um Filme, vai por mim, é de deixar de boca aberta, em minha opinião!!! Você combina a visita ao Teatro Cuivilles com o Residenz (o Residenz, em minha opinião, vale por uma visita no interior de um castelo).

Qualquer ajuda que precisar, pode contar comigo.

Obrigado,
Vladimir.

Cristina
CristinaPermalinkResponder

Bóia, fiz 2 perguntas que cairam no limbo. Resgate para mim please!

Cristina
CristinaPermalinkResponder

Obrigada Bóia!

Vladimir
VladimirPermalinkResponder

Oi, Mariana Amaral e Equipe do Viaje na Viagem!!!

Fiquei muito surpreso, quando abri o e-mail diário de vocês e vi que meu comentário, havia virado um post.

É impossível negar que estou MUITO, MUITO FELIZ!!!!

Fico Feliz em saber que outrss pessoas podem se beneficiar deste relato, Feliz em ver que sabem quem eu sou e confiam que este é um relato verdadeiro e confiável, Feliz por poder coloborar com este site que tanto colabora em minhas viagens e de tantas outras pessoas no Brasil e no mundo!!!

Mais uma vez MUITO, MUITO OBRIGADO.
Vladimir.

Marco Aurélio

Há um blog sobre offenburg e freiburg na floresta negra?

Marcelo (Álbum de Viagens)

Marco,

Há alguns posts publicados no blog Álbum de Viagens sobre a Floresta Negra. Segue o link para o post específico de Freiburg:
http://albumdeviagens.blogspot.com/2012/05/freiburg-joia-da-floresta-negra.html

Rafael
RafaelPermalinkResponder

Muito bom o relato.

Em um tour estive em Munique por três dias este ano, cidade linda e relativamente próxima (em um raio de 150km heheheh) de MUITA coisa e cidades interessantes.

Como fomos de trem pra lá e pra cá, realmente o ritmo é mais devagar que com carro e não vi tudo que queria ter visto; numa próxima ida pra lá irei alugar carro para bate-e-voltas.

Concordo com a observação da simpatia do povo alemão, de todos os países que fomos na Europa, os austríacos e os alemães (principalmente do interior) eram simples e prestativos. Até fizemos amizade com alguns alemães que simplesmente sentavam na nossa mesa na Hofbräuhaus como se fossem mesas coletivas - hábito muito comum. Fica a vontade de conhecer mais e mais, tem muita coisa boa escondida no interiorzão da Alemanha e arredores. A região da Bavaria (Bayern) é top. grin

Abs.,

Evelyn
EvelynPermalinkResponder

Olá, Bóia, tentei comentar este post mas não consegui!!!! Tem como recuperar meu comentário?

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Evelyn! Não localizei o que você comentou! Pode enviar novamente? Obrigada!

Evelyn
EvelynPermalinkResponder

ok, obrigada, Bóia, mas continuo sem conseguir... diz que meu comentário é repetido ://

Evelyn
EvelynPermalinkResponder

Vladimir! Parabéns pelo seu relato!!!!! Já está nos meus favoritos!!!! Fico muito feliz por ter acompanhado um pouco o planejamento desse roteiro explêndido!!!! Mais uma vez, parabéns!!!

Vladimir
VladimirPermalinkResponder

Oi, Evelyn!

Obrigado pelas palavras e Obrigado de coração pelas dicas! smile

Valeu,
Vladimir.

americo
americoPermalinkResponder

Uma dica para os brazucas:

Morei nos EUA e bem antes de existirem estes GPS de carros, usava um software da Microsoft para GPS. Existe uma versao para a Europa que se chama Autoroute. O aplicativo pode ser baixado no site da empresa, completamente funcional por 60 dias de demonstracao.

Qual o hardware necessario:
- um notebook
- um GPS com alimentacao USB
- Um inversor para usar o carregador do notebook no carro, pois com toda certeza a bateria do computador nao tera autonomia para a viajem toda.

Qual a vantagem:
- Com eh um software instalado em um computador, eh bastante completo com informacoes bem detalhadas dos locais de interesse e hoteis por exemplo.
- Duvido que algum smartphone ou GPS alugado ofereca o mesmo conforto ou capacidade de processamento de um computador

Onde comprar um GPS com USB? Procure algo como "GPS dongle". Uma das marcas mais consagradas eh a "PHAROS". O kit vendido pela Microsoft, por exemplo, eh deste fabricante.

Carolina
CarolinaPermalinkResponder

Pessoal, irei para Munique agora em Julho e será minha primeira vez na Alemanha. Aceitos dicas de hospedagem na cidade e sobre Dachau.
Aliás, uma dúvida: irei de Munique para Stuttgart, posso usar o BayernPass? Alguém tem dicas de Stuttgart?

Obrigada!

Um abraço,

Carol.

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Carolina! Stuttgart não fica na Baviera. (Bayern quer dizer Baviera.)

Leia sobre hotéis em Munique:
https://www.viajenaviagem.com/2011/08/hoteis-em-munique-os-relatos-dos-leitores/

Leia sobre Stuttgart no Alemanha por que não: http://www.alemanhaporquenao.com .

Jorge
JorgePermalinkResponder

Olá Vladimir
Parabéns pelo post.
Estarei locando um carro em Berlim pela HERTZ e devolvendo-o na Hauptbahnhof em Munique. Como você fez isto recentemente, 09/2012, ajudaria bastante saber como você fez para encontrar o local de entrega do seu carro, pois visualizando a Bahnhojplatz pelo Google Maps, o local parece bastante movimentado, além do que será o meu primeiro contato com a cidade.
Obrigado.
Um abraço,
Jorge

Caso outro tripulante disponha desta informação e quiser compartilha-la agradeço antecipadamente.

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Jorge! Não alugue um carro sem levar daqui um GPS com o mapa da Alemanha carregado.

Marcelo | Alemanha! Por que não?

Olá Jorge,

Quando morei em Munique, três anos atrás, a entrega de carros alugados era ao lado da Hauptbahnhof, perto da entrada da rua Arnulfstrasse.

Nao acredito que tenha mudado.

Vladimir
VladimirPermalinkResponder

Oi, Jorge!

O local de entrega é desse lado que o Marcelo está falando, na Arnulfstrasse, talvez na própria.

No google maps, qdo vc lança Arnulfstrasse, o "A" aponta no meio dela, só que o edifício garagem fica bem mais próximo a entrada da Estação.

Também testei, no google maps, "Hertz Munique" e apareceu Elisenstrasse, 3. Pode ser!!! O importante é saber que é daquele lado da Estação e próximo à entrada da mesma. Pelo que lembro eu saí da Estação e andei para a esquerda e esquerda de novo... mas a Elisenstrasse mostra que eu teria andado para a esquerda e direita... pode ser...

Telefone da Hertz 0800 701 7300.

O edifício garagem é de todas ou quase todas as empresas de aluguel de carro. Não sendo exclusivo da Hertz, o que facilita ainda mais!

Outra dica é que, quando vc estiver entrando na cidade encha o tanque para entregar o carro, pois, não tem nenhum posto na região da estação! Caso contrário, vc vai chegar perto da entrega e vai ter que sair para procurar um posto!

Ótima Viagem,
Vladimir.

Jorge
JorgePermalinkResponder

Olá Boia, Marcelo e Vladimir
Muito obrigado pelas dicas e informações.
Assim que retornar conto como foi.
Abraços
Jorge

Sylio
SylioPermalinkResponder

Ola Vladimir,
Como é a questão da língua nestes lugares menores? Eles falam inglês ou você fala alemão?
Abraços
Sylio

Vladimir
VladimirPermalinkResponder

Oi, Sylio!

Meu inglês é um pouco melhor do que "the is on the table"! Foi suficiente para me virar bem!!!

Obrigado,
Vladimir.

Sylio
SylioPermalinkResponder

Oi Vladimir,
Obrigado pela sua resposta anterior.
Uma outra pergunta: em Munique qual o bairro bom para um turista ficar? Um local com restaurantes, bares e atrações que possam ser visitados a pé.
Obrigado
Sylio

Vladimir
VladimirPermalinkResponder

Oi, Sylio!

Fiquei próximo à estação, que é próximo ao Centro Histórico - Altstadt. É lá que eu ficaria novamente sem sombra de dúvidas. Dá pra ir a pé para o Centro e fica próximo do metrô e bonde.

Para citar um exemplo, no dia que fomos para Salzburg, saímos do hotel para a estação a pé, sem pressa, 30 min antes da partida do trem. Quando voltamos, tomamos um banho, tiramos um cochilo e fomos curtir a Altstadt, a noite, a pé.

Valeu,
Vladimir.

Sylio
SylioPermalinkResponder

Vladimir,
Muito obrigado pela dica e um grande abraço.
Sylio

Cássia
CássiaPermalinkResponder

Olá!
Apareceu ontem a oportunidade de ir a Alemanha por uma semana. Farei um curso em Tuttlingen por 3 dias, e consegui m ausentar do trabalho por mais 5 dias no máximo. Estou planejando visitar Munique. Viajo dia 27/4 e volto dia 05/5. Como esta o clima e temperatura nesse período. Da pra passar 3 dias em Munique e dois últimos dias em algum outro lugar. Qual vcs indicam?
Obrigada!

Cássia
CássiaPermalinkResponder

Outra coisa!
Da pra me virar bem com inglês? Nao sei nada de Alemão, tenho um guia de conversação, mas meu inglês e fluente.
Obrigada!

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Cássia! A Alemanha é um dos países mais visitados do mundo; se tanta gente se vira sem saber alemão, você deve conseguir também grin

Munique é uma ótima base para fazer bate-voltas. Você pode ir também a Garmisch-Partenkirschen, a Salzburg e a algum ponto da Rota Romântica, como Rothenburg-ob-der-Tauber.

Carol/SC
Carol/SCPermalinkResponder

Olá!
Vim aqui para agradecer as informações deste e de outros posts que contribuíram muuuito para nossa viagem para a Europa em maio deste ano.
Quem está pensando em ir a Munique, não vai se arrepender. A cidade é linda, limpa, segura, o povo é simpático e você pode tomar muita, mas muita cerveja sem culpa.
Ficamos 05 dias. Alugamos um apartamento pelo AirBnB e deu super certo, o apartamento era ótimo, a uns 07 minutos a pé da Marienplatz e com uma estação de metrô na porta, excelente.
Alugamos carro por 02 dias: em um fomos ao castelo de Neuschwanstein, que é muito bonito. O passeio pelo interior é curto, mas vale a pena entrar sim. Depois da descida, tomamos um café com strudel na cafeteria do hotel muller (uma delícia), caminhamos até o lago (não lembro o nome) e ficamos um bom tempo lá, lindo, parece cenário de filme! (Obs: você pode usar o banheiro do hotel muller mesmo sem consumir nada, é lindo e limpo, muito melhor que o banheiro pago que existe ao lado da fila do ônibus para subir ao Neuschwanstein, pode entrar no hotel sem medo e se dirigir aos toilletes; tem uma mesinha onde você pode deixar umas moedas se quiser pelo uso do banheiro).
Voltamos a Munique e ainda deu tempo de ir até o Olympiapark dar uma volta.
No outro dia bem cedo fomos ao Zugspitze, e foi um passeio simplesmente maravilhoso, recomendo fortemente. Desde a paisagem no caminho até lá, o trenzinho que você pega para subir, a vista deslumbrante e a neve, o bondinho para descer chegando no lago Eibsee, é lindo demais!
Por fim, não deixem de ver o Residenz, em Munique. O palácio é muito lindo. Por dentro, ele é muito mais bonito que o Palácio de Versailles, um luxo. Só não tem jardins wink
Abraços!

Vladimir
VladimirPermalinkResponder

Oi, Carol!!!

Desde que este relato virou post, era justamente esse tipo de comentário que esperava ouvir algum dia!!!

Muito Obrigado de Coração,
Vladimir.

Jorge
JorgePermalinkResponder

Olá Vladimir, Boia e Marcelo.
Acabei não podendo comentar como foi a devolução do carro da HERTZ na Hauptbahnhof, pois decidi que seria melhor optar por uma loja que não ficasse tão no centro da cidade, porém fosse encontrada facilmente. Dentre as opções, escolhi a HERTZ que fica na Ingolstaedter Strasse.

No dia da devolução, bastante cansado, depois de visitar os dois castelos de Fussen e de pegar trânsito pesado principalmente na chegada a Munique por volta das 18:00 horas, concluí que a escolha não poderia ter sido melhor: O acesso foi fácil, a recepção muito mais ágil que a de Berlin, a loja estava próxima do meu hotel (5 min de taxi) e praticamente ao lado de um posto de combustível, algo raro, pelo menos nos últimos 40 km da rodovia que liga Fussen a Munique.
abraços.

Celia
CeliaPermalinkResponder

Vou para Alemanha em nov. Estou lendo bastante o blog e curtindo o monte de informações e dicas legais de todos. Vou fazer a rota romantica, ficar uns dias em Munique tbem e seguirei para Praga.
Gostaria de visitar uma cervejaria daquelas da rota da cerveja e gostaria de escolher uma , pela disponibilidade de tempo. Li um pouco da rota da cerveja saindo de Munique, 255km, mas não tenho tempo para fazê-la completa.para escolher uma visita, qual vcs sugerem? O que vcs acham do mosteiro em Kelhein? Irei no inverno, será que vale a pena?

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá Celia! Vamos compartilhar sua pergunta no Perguntódromo. Havendo resposta, aparecerá aqui.

Vladimir
VladimirPermalinkResponder

Oi, Celia!

A Natalie fala de uma visita as fábricas de cerveja HOFBRAUHAUS e PAULANER, nos comentários desse post:

https://www.viajenaviagem.com/2013/02/stadtgrundungsfest-festa-em-munique/

Lá você encontra um link de outro site!

Manda Ver!!! Em Munique até minha mulher que não é de beber, tomou todas!!! smile

Lembre que já deve estar bem frio, em Munique, em Novembro! Aproveite os preços da C&A e KARSTAD!!! Comprei um casaco que todos acham irado, tipo couro, por 29euros!

Ótima Viagem,
Vladimir.

Celia
CeliaPermalinkResponder

Oi!
Aguardarei a resposta....
Obrigada!

Célia Grossi
Célia GrossiPermalinkResponder

Oi Vladimir,
Ja vi este post , mas pensei em escolher um fora de Munique numa das cervejarias , pois já vou na HB.
E não consigo encontrar nenhuma citação de alguém que já tenha feito o passeio( apesar de ja ter lido a rota das cervejas no Alemanha porque nao, muito bom por sinal!
E como estou indo no frio , fico com receio de me aventurar.
Obrigada pela dica do casaco!

Marcelo | Alemanha! Por que não?

Olá Célia,
Como você leu o post sobre a Rota da Cerveja (apenas uma delas, por sinal), você já encontrou lá várias citações de quem realmente fez o passeio! wink

E, como sempre frisamos lá no site, o inverno não é a melhor época para visitar as cidades menores, seja em Rota da Cerveja, ou Estrada Romântica, ou qualquer outro lugar.
As cidades pequenas são muito alegres e acolhedoras durante o final da primavera até o final do verão; durante o resto do ano, várias das principais atrações estão fechadas, ou com horários bem reduzidos.

E Kelheim não é diferente: durante o verão você pode visitar a cidade, visitar o mosteiro e a cervejaria na beira do Danúbio, subir até o Befreiungshalle sem congelar, ver espetáculos de falcoaria no castelo Riedenburg, etc.

É possível sim visitar a cervejaria em novembro, mas aviso desde já que o ideal seria visitar cervejarias em cidades maiores, onde as opções para fugir do frio são muito maiores.

No caminho entre Munique e Praga, por exemplo, você pode ir a Regensburg, ou Nuremberg, ou Bamberg (um pouquinho fora da rota), ou a Pilsen (já na Rep. Tcheca).

Divirta-se!

Rita Elaine
Rita ElainePermalinkResponder

Olá, estou planejando uma viagem em junho. Gostaria de fazer o roteiro de Munique a praga passando pela rota romântica. Gostaria de algumas dicas de quanto tempo em cada cidade e que transporte utilizar. Tenho 10 dias. Obrigada

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Rita! Fique quatro dias em Munique. Vá de trem a Nuremberg, monte base ali para bate-voltas a cidadezinhas da Rota Romântica; fique dois dias. Vá de ônibus a Praga (3h30), fique quatro dias, volte de Praga. Compre passagem aérea Brasil-Munique//Praga-Brasil .

Isabela Fernandes

Que dia invejavel! Fiquei babando aqui. Vou para munique (e praga e berlim) em junho, e por coincidencia, estarei em munique no fim de semana da "Stadtgründungsfest" deste ano! Adorando as dicas.

Vladimir
VladimirPermalinkResponder

Valeu, Isabela!!!
Só posso dizer que vc encontrá uma cidade muito Animada e Fantástica!!!
Sem querer criar mais expectativas... Aproveita e Ótima Viagem,
Vladimir. grin

Maíra
MaíraPermalinkResponder

Olá!
Onde fica essa plantação de morango??
Estou indo para Fussen em maio e fiquei com água na boca. Quero
Passar colher uns baldes!
Um abraço,
Maíra

Vladimir
VladimirPermalinkResponder

Oi, Maíra!!!
Pelas fotos vc pode ter uma boa noção de onde fica! Veja a posição do Castelo ao fundo!
São poucas estradas por ali, então não tem muito mistério! Acho que será bem fácil encontrar!
Eu vi quando estavamos indo de Garmisch e Oberammergau para o Castelo! Fizemos a visita e voltamos um pedacinho de nada para esse passeio incrível!!! A Jô, que já estava um pouco cansada, ficou toda animadinha!!! smile As vezes acho que foi a parte do Dia que ela mais gostou...hahaha, brincadeira! Foi Garmisch-Partenkirchen!
Veja, terá que estar de carro!
Vi que escreveu a algum tempo, então torço para que veja minha resposta a tempo!!!
Ótima Viagem,
Vladimir.

Carolina
CarolinaPermalinkResponder

Vladimir,
Sensacional esse post!

Meu marido e eu faremos esse roteiro saindo de Munich na semana que vem. Ficamos com uma dúvida em relação aos estacionamentos. Vocês comentaram que deixaram no estacionamento do Wank. Onde fica? E os tickets, foram comprados lá ou pela internet?
Muito orbigada!

Vladimir
VladimirPermalinkResponder

Oi, Carolina!!!

Primeiro fomos até a cidade de Garmisch! Não lembro se pedi alguma informação para chegar no Wank! O Wank fica em Partenkirchen! As duas cidadelas viraram uma só, tanto que é conhecida como Garmisch-Partenkirchen! Ali é pequeno e tudo é perto, não terá dificuldade nenhuma em encontrar!

O estacionamento fica na boca do caixa, que fica junto do bondinho! Do lado direito do caixa tem a entrada do bondinho e do lado esquerdo tem um bom banheiro, que foi bem útil... Comprei o ticket na hora, não é cheio como uma Torre Eiffel, nem o Museu do Vaticano smile
Vai tranquila e se possível volta aqui para deixar suas dicas para os trips!

Em Munique visite a Asamkirche (15 minutos) e a dupla Teatro Cuivilles/Residenz (3 à 4 horas).

Ótima Viagem,
Vladimir.

Vladimir
VladimirPermalinkResponder

Carolina!

Em Garmisch, deixamos o carro na rua, colocamos as moedas e pagamos por 1 hora de estacionamento, daí pegamos o carro e fomos até o Wank! No Wank o estacionamento é gratuito!

Em Oberammergau, paramos na rua e não havia nenhum tipo de cobrança no local que paramos!

No Neuschwanstein, ao se aproximar do pé da subida, verá o estacionamento, acho que foi 5 euros!

Como falou "estacionamentos" na sua pergunta, achei melhor falar de todos logo! smile

Obrigado,
Vladimir.

Rafael J.B
Rafael J.BPermalinkResponder

Olá Bóia.

Eu e minha namorada temos apenas 4 dias em Munique (1 da chegada à noite, 2 dias completos e mais 1 dia de saída à tarde para Berlim), nas seguintes datas:
2/8 - Chegada 17:00h.
3/8 e 4/8 - Munique.
5/8 - Saída p/ Berlim 18:55h - Air Berlim (já comprado).

Estamos com vontade de conhecer Füssen e gostaríamos de uma dica se vale a pena tirar um desses dias de Munique e ir para lá, sacrificando um dia e ficando apenas com um dia completo para Munique mais o dia da saída.

Vale a pena? Ou vocês acham que ficaria muito chato ir pra Munique e aproveitar apenas 1 dia completo?

Se puder ajudar fico grato.
Obrigado.

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Rafael! Em princípio é pouco tempo, mas você pode deixar para decidir quando chegar lá. Ao fim do primeiro dia de turistagem você saberá se falta muito ou não a ver em Munique. Caso tenha avançado bem, vá a Füssen. O Bayern Ticket não varia o preço.

Paulo Costa
Paulo CostaPermalinkResponder

Olá, desde já obrigado pelas informações, anotei muitas dicas legais que vi aqui. Uma dúvida, é viável fazer bate e volta de Munique para Breguenz que fica as margens do lago Bodense, tenho curiosidade de conhecer está cidade da Áustria, mas não sei a distancia de Munique.
Pretendo fazer de trem. Obrigado.

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Paulo Costa! Não se presta a bate-volta, Bregenz está a 3h20 de trem de Munique, com uma baldeação.

Se você quer poder dizer que foi a Áustria, vá a Salzburg, está a 1h30 de Munique.

Paulo Costa
Paulo CostaPermalinkResponder

Olá Bóia, Salzburg e Hallstat na Áustria já estavam nos planos, gosto de conhecer cidades pequenas, diante da distancia de Bregenz, vou mudar os planos,ficar alguns dias na região do lago, e aproveitar para conhecer Lindau, Konstanz e Meersburg. Valeu.

Natalie Soares

Salzburg é uma gracinha de cidade wink

Fiz um bate-volta saindo de Munique e foi bem legal (mas fiquei com vontade de conhecer mais um pouco da Áustria)

http://sundaycooks.com/2013/05/13/ir-a-salzburg-saindo-de-munique/

Paulo Costa
Paulo CostaPermalinkResponder

Oi Natalie Soares, um dia de Salzburg vc acha que é o suficiente para conhecer a cidade? ou fica faltando muita coisa para ver? Grato.

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Paulo! Quem responde é A Bóia.

Claro que com mais tempo você pode visitar mais atrações, e se montar base em Salzburg, ainda fazer viagens aos arredores.

Mas passar um dia rodando pelo centro histórico é um passeio redondo.

Vladimir
VladimirPermalinkResponder

Oi, Paulo!

Eu fiz como Bate-Volta de trem de Munique!

Pegamos o trem das 9h ou 9h30, chegamos por volta das 11h!
Voltamos no trem das 18h!

Da estação, pegamos um ônibus até o Centro Histórico. O õnibus passa em frente a Casa de Mozart, que tinha fila! Não visitamos a casa porque não houve tempo!

Chegando no Centro Histórico, passeamos um pouco, tiramos fotos junto a estátua de Mozart, junto aos cavalos "louros" e subimos no Castelo!!!

Ficamos cerca de 3h30 lá em cima do Castelo Hohensalzburg! É lógico que dá para visitar em muito menos tempo, mas, eu e minha mulher gostamos tanto daquele clima e visual que ficamos passeando pra lá e pra cá, descansamos, minha mulher tirou um cochilo, ficamos apreciando a paisagem, fizemos a visita (é curta) pelas dependências e descemos pela trilha!

Chegando lá em baixo, compramos os famosos chocolates e seguimos para o Palácio Mirabel! Passeamos pelos jardins e já era hora de voltarmos para a estação!

Pegamos um táxi e voltamos!

Se eu não estivesse com hora para voltar teria ficado mais tempo!!! Mas,...

Posso dizer porém que com um dia aproveitamos o Melhor de Salzburg!

Abaixo, o Vídeo do Bate-Volta Munique - Salzburg - Munique:
https://www.youtube.com/watch?v=DZni1SAezRg

Abaixo, o Vídeo do Dia deste post:
https://www.youtube.com/watch?v=KJswiAJo6R4

Abraço e Ótima Viagem,
Vladimir.

Paulo Costa
Paulo CostaPermalinkResponder

Olá Boia obrigado mais uma vez.

Vladimir vi suas postagens com minha esposa e adoramos, deve ter sido fantástico, coisas marcantes na vida. Parabéns e muito obrigado.

Mauro
MauroPermalinkResponder

Passei por aí também, e fui pra Lindehof, que é imperdível. Falei um pouco sobre, vejam:
http://guiadasviagensboas.blogspot.com.br/2014/06/os-castelos-do-rei-louco.html

Cilene MArques

Estamos planejando conhecer a Alemanha em setembro, mas estou achando dificuldade em encontrar as épocas do ano correspondentes ao clima (primavera, verão, outono e inverno). Sera que alguém pode me ajudar? adorei este site, bjs e obrigada!

Vladimir
VladimirPermalinkResponder

Em Setembro vc ainda pega tempo ameno por lá!!! Vai estar começando a esfriar!
Procure mais informações no site weather.com
Setembro é fim de verão e início de outono na Europa!!!
Ótima Viagem,
Vladimir.

Daiana
DaianaPermalinkResponder

Esperando ansiosa pelos próximos roteiros do Vladimir!!! Já li nos comentários que ele visitou mais castelos! Quero tudo! Vou estar em Munique em Fevereiro e adoraria mais sugestões! Abraços a todos

Vladimir
VladimirPermalinkResponder

Oi, Daiana!!!

Em Munique a Dupla Teatro Cuiviles/Residenz vale por uma visita no interior de um Castelo!!! Imperdível de tão bacana e interessante que é!!!

Para ver com calma separe uma tarde ou manhã inteira!!!

Outro Castelo que visitei perto foi o HohenSalzburg, em... Salzburg!!! É um bate-volta Sensacional para fazer de trem desde Munique!!! Diria que ír a Salzburg também é Imperdível!!! Nós ficamos umas quatro horas la em cima no Castelo, a Jô dormiu no banquinho, andamos pra lá e pra cá, descemos a pé pela trilha, fomos até o Parque Mirabel e quando vimos já estava na hora de voltar para Munique, com vontade de ficar mais!

Aproveitaaaa e Ótima Viagem,
Vladimir.

Sandra Vassalo

Estou organizando minha viagem em maio Budapeste/Viena/Salzburgo/Munique. Estas informações foram muito válidas para mim. Vou pegar as dicas. Obrigada

Vladimir
VladimirPermalinkResponder

Valeu, Sandra!!!

Fico Feliz em saber!

Budapeste está na minha lista! smile Tenho amigos que fizeram Budapeste, Viena, Praga e Berlim e todos foram unânimes em considerar Budapeste o melhor da Viagem!!!

Ótima Viagem!

Carlos
CarlosPermalinkResponder

Fala Vladimir,

Sei que faz um tempão que fez a viagem, mas gostaria de saber uma opinião sua, pretendo fazer o mesmo roteiro só que no sentido inverso, o que você acha?

Vladimir
VladimirPermalinkResponder

Oi, Carlos!

Dá perfeitamente, basta não ficar enrolando no castelo, o mesmo vale para o caso de começar por Garmisch-Partenkirchen!

A estrada indo de Munique para Garmisch é muito bonita, pois vemos as montanhas de longe. Pelo que lembro o visual não é tão bacana na outra estrada, mesmo eu tendo visto com os alpes ficando pelo retrovisor!

Manda Brasa!!!! Ótima Viagem!!!

Rafael Xavier
Rafael XavierPermalinkResponder

Bom demais o roteiro!!! Vlad, estou me planejando para ir de carro com esposa e filha (3 anos) a partir de Munique a Garmish, depois a Oberammergau e depois Fussen. Em Fussen quero ir no castelo (por fora) e dormiremos na cidade. Segue as minhas dúvidas:

1 - Consigo fazer isso tudo num único dia em meados de outubro aproveitando a luz do dia? Lembrando que vou dormir em Fussen.

2 - Garmish posso ficar quanto tempo? 2h? Além do centro tem o Wank pra conhecer mas não sei se perderei tempo subindo, ainda mais no frio e com criança. Como já vou no Ninho da Aguia então não sei se fico só na cidadezinha dando umas voltas.

3 - Oberamerggau gastou quanto tempo? 1h? Foi fácil estacionar?

4 - Quero muito que minha filha colha morangos e será que você se lembra do local? Vi que comentou que era na estrada antes do castelo, mas é fácil de ver ou se tem placas?

Obrigado e parabéns!

Vladimir
VladimirPermalinkResponder

Oi, Rafael!

Vamos lá!!!

1- Eu cheguei na Hertz da Hauptbahnhof de Munique às 7h e as 8h já estava saindo da cidade! Saímos de Füssen/Castelo, por volta das 18h. Pelo que vi, o sol se põe às 18h18, no dia 20/10. Dá tempo!

2- Eu fiquei um bom tempo, mas dá para fazer rapidinho!!! Como era nossa principal e mais desejada parada, fizemos tudo sem pressa. Chegamos por volta de 9h30, pagamos uma hora de estacionamento, no centrinho, demos uma volta, fizemos compras na feira e fomos para o Wank! Antes das 11h já estávamos lá em cima, onde ficamos relaxados! Se deixasse passaríamos o dia deitados na grama! smile Lá o estacionamento é de graça, só paga a subida! Eu considero que vale a pena subir, mas do estacionamento do Wank já dá para tirar umas fotos legais... fica a dica! De qualquer forma, é com vocês! Bom! Saímos de Garmisch por volta das 13h30! Como vê, fiquei 4h, mas era minha prioridade! Por mim ficaria o dia todo por lá e teria feito o Zugspitze, também!!! Ano que vem já está programado e estarei lá, em Maio para um pernoite e o Zugspitze! Não desmerecendo o Wank que foi Fantástico!!!

3- Oberammergau! Nem 1h! Em cerca de 40min, estacionamos, demos uma volta, passamos pela Igreja, tiramos as fotos de algumas casas pintadas e tomamos um expresso com um doce de chantilly e tangerina Sensacional, que me arrependo de não ter fotografado, mas acho que é o único café do centrinho!!! Foi bem fácil estacionar em todas as paradas do dia!

4- Tem que saber primeiro se será uma época com morangos!!! Vindo pela estrada, sentido Garmisch-Füssen, você vai passar em frente a esse local, que tem um mini-casinha (um barraco) e uma placa vermelha escrito "Colha e Pague" em alemão, óbvio, hehe!!! Impossível não ver!!! Logo, se não perceber nenhuma placa por lá, é porque está parado mesmo!

Manda Brasa!!!!

Ótima Viagem,
Vladimir.

Rafael Xavier
Rafael XavierPermalinkResponder

Obrigado pelas dicas! Analisei bastante e acho que vamos apenas para conhecer as cidades mesmo pois minha filha vai curtir mais o jardim do palácio Linderhof do que o frio dos alpes. Se a época não for de morangos eu parto de Linderhof para Fussen, pois disseram que a estrada percorre o lago austríaco em uma paisagem linda. Como vamos apenas tirar fotos do castelo em Fussen e não vamos entrar, acredito que dará tempo já que vamos pernoitar lá.
Obrigado Vlad!!!

Paula Spínola

Vladimir,

Obrigada pelas dicas. Acabei de voltar e gostaria só de fazer um adendo: fomos em Wank e em Zugspitze e adoramos as duas, mas não tem nada a ver uma com a outra. Quase segui a dica que você seguiu, de que só ir em Wank basta e que a única desvantagem é não poder dizer que foi no pico mais alto da Alemnaha, mas não é verdade. Zugspitze foi um dos lugares mais bizarros (no bom sentido) que eu já fui, subir de teleférico acima das nuvens. Então eu aconselharia ir nos dois,
Começando por Wank que é menos impressionante.

Beijos!

Vladimir
VladimirPermalinkResponder

Valeu, Paula!!!

Super Bem-Vindo, seu adendo!
O mais legal do Wank, sem dúvida é a paisagem e vista do Zugspitze, mas, o próprio Zugspitze, sem dúvida é mais radical e emocionante! Em Maio/2015, estarei lá em cima!!! smile
Que bom que as dicas ajudaram!!!
Muito Bom receber seu feedback!

Obrigado,
Vladimir.

André
AndréPermalinkResponder

Vladimir explicou bem e as outras pessoas tambem agora é só ir para lá. Valeu a todos.

Rosangela Oliveira

Garmisch e Füssen... partiu!!!

João
JoãoPermalinkResponder

Boa noite, Boia. Andei pesquisando de como ir de fussen a garmisch e vi que na grande maioria dos horários há um ônibus que vai de Fussen a Reutte in Tirol e um trem regional desta cidade para garmisch. O bayern ticket cobre esses dois meios? Não consegui ver se ele cobre ônibus entre cidades ou apenas o trem e, como o trem regional sai de uma cidade na Áustria, tenho dúvidas se o bayern ticket cobre a viagem. Obrigado

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, João! Segundo este thread do TripAdvisor, o Bayern Ticket cobre o trem mas não esse ônibus de Füssen a Reutte.

https://www.tripadvisor.com/ShowTopic-g187316-i951-k7374065-Fussen_to_Garmisch_Partenkirchen_On_Bayern_Ticket-Fussen_Swabia_Bavaria.html

Vladimir
VladimirPermalinkResponder

Então,... Maio chegou e eu fui no Zugspitze!
Só uma palavra: Imperdível!!!
Agora, em junho visitei o Jungfrau e o comparativo é que o Jungfrau é mais panorâmico, pois levamos 2h30 para ir e outras 2h30 para voltar.
Lá em cima, na neve, apesar das atrações do Jungfrau, a parte de pissr na neve mesmo não fica nada a dever... minha opinião. ..

Atenção: Os comentários são moderados. Relatos e opiniões serão publicados. Perguntas serão selecionadas para publicação e resposta. Entenda os critérios clicando aqui.
Bóia offline! Vamos continuar aprovando comentários, mas a Bóia só volta a responder perguntas que forem feitas depois de 10 de abril de 2017. Obrigado pela compreensão.
Cancelar