Noronha: para onde vai a outra taxa

Ricardo Freire
por Ricardo Freire

Trilha para o Mirante do Sancho

Como se sabe, desde 22 de setembro de 2012 há uma nova taxa a ser paga ao visitar Fernando de Noronha.

Além da taxa de preservação, cobrada ao chegar -- de R$ 68,74 por dia de permanência (fevereiro/2017) -- agora há também uma segunda taxa, ou melhor, um ingresso para visitar a área do parque nacional marinho. Custa R$ 99 para brasileiros e R$ 198 para estrangeiros e é válida por 10 dias (maiores de 60 anos, menores de 12 anos, pesquisadores em serviço e moradores e seus parentes em primeiro e segundo graus estão isentos; preços de fevereiro/2017).

A início da cobrança da taxa/ingresso coincidiu com a entrega dos primeiros melhoramentos pela nova concessionária da visitação do parque, a Econoronha -- subsidiária da Cataratas S.A., que há 14 anos presta o mesmo serviço no parque nacional do Iguaçu.

A nova taxa, numa ilha já tão cara para o turista, provocou aquilo que antigamente se descrevia como "uma grita generalizada". Estive na ilha a convite da Econoronha, da administração da ilha e da Associação de Pousadas para ver o que está sendo feito e ouvir as explicações oficiais.

Qual a diferença entre a nova taxa e a antiga?

A taxa de preservação -- aquela que a gente paga ao chegar -- tem esse nome todo ecológico, mas não vai para o parque. É incorporada ao orçamento distrital para manutenção "urbana" da ilha; não contribui para a verba de manutenção do parque marinho.

A "nova" taxa na verdade já existia. Todos os passeios realizados dentro da área do parque nacional marinho (passeios de barco, mergulho, plana-sub, Navi) já incluíam em seu preço a taxa de ingresso ao parque. A nova taxa consolida essas cobranças pulverizadas num ingresso só -- e, isso sim é novidade, estende a cobrança aos que freqüentam a área do parque mesmo sem entrar no mar.

Sancho

Praia do Sancho

É possível ir a Noronha e não pagar a nova taxa?

Sim. Além dos visitantes isentos (maiores de 60 anos, menores de 12 anos, pesquisadores em serviço, moradores e seus parentes em primeiro e segundo graus), você pode escapar de pagar o ingresso limitando sua visita às praias fora do parque nacional marinho: Cachorro, do Meio, Conceição, Americano, Boldró, Bode e Cacimba do Padre.

(Saiba, porém, que as praias do parque -- Baía dos Porcos, Sancho, Leão, Sueste e Atalaia -- são o filé da ilha.)

Onde se paga a taxa? Onde se consegue a isenção?

O ingresso pode ser pago em três locais: no Centro de Visitantes da pracinha do Projeto Tamar, na vila do Boldró; na praça do Flamboyant, na entrada da Vila dos Remédios; e no PIC Golfinho-Sancho, no acesso às trilhas do Mirante dos Golfinhos e do Mirante do Sancho.

Dá para pagar em dinheiro (real, dólar ou euro) ou cartão (débito ou crédito). Você é fotografado e a sua foto fica armazenada no cartão de ingresso, que é magnético, e é lido pelas catracas (por isso o ingresso é intransferível).

Centro de VisitantesO ingressoO ingresso

Centro de visitantes | ingresso

A isenção só pode ser obtida no Centro de Visitantes da praça do Projeto Tamar, na Vila do Boldró. O visitante isento também ganha um cartão magnético com a foto armazenada.

O ingresso pode ser pago pela internet no site da Econoronha -- mas de todo modo será necessário ir até um posto para emitir o cartão com foto, então não vejo muita vantagem...

Então quer dizer que privatizaram o parque de Noronha?

Eu já usei essa palavra, mas não é correta. O parque continua administrado pelo ICMBio, o braço do Ibama responsável pela administração dos parques e outras unidades de conservação nacionais.

O que licitaram foi a coordenação da visitação -- ou seja, tudo o que envolve o turismo dentro da área do parque. A concessionária é subordinada ao ICMBio.

A favor das autoridades, diga-se que a vencedora da licitação tinha um grande case no currículo: a visitação ao parque do Iguaçu é extremamente bem organizada (basta comparar com a organização do parque argentino para ver que os caras sabem o que fazem).

E que melhorias já fizeram com a taxa?

As primeiras obras foram feitas durante um ano antes do novo ingresso começar a ser cobrado. A Econoronha declara o investimento de R$ 10,6 milhões.

O primeiro conjunto de benfeitorias a ser entregue foi o do PIC (Posto de Informação e Controle) do Golfinho-Sancho, construído onde havia antes um quiosquinho, na entrada para as trilhas do Golfinho e do Sancho. O piso do estacionamento ganhou um revestimento feito com material reciclado.

PIC Golfinho-Sancho

PIC Golfinho-Sancho

Só passa pela roleta quem tem o ingresso ao parque comprado. O posto tem lanchonete, armários, banheiro, chuveiros, aluguel de acessórios de praia e mergulho e lojinha de souvenirs.

LanchoneteLojinha

Lanchonete | Lojinha

ArmáriosChuveirosAluguel

Infra do PIC

Mapa das trilhas

Mapa das trilhas

Ali estão as obras mais vistosas da primeira fase do projeto: as trilhas ao Mirante dos Golfinhos (de 940m, saída pela esquerda) e ao Mirante do Sancho (340m, saída pela direita) ganharam uma passarela suspensa feita de "madeira ecológica" (um compensado de plástico reciclado com aspecto e consistência de madeira).

Trilha do GolfinhoTrilha do GolfinhoTrilha do Sancho

Sinalização

Passarela

Trilha-passarela ao Mirante dos Golfinhos

Mirante dos Golfinhos

Mirante dos Golfinhos

Mirante do Sancho

Mirante do Sancho

O percurso é todo sinalizado e adaptado para cadeirantes. Ficou uma beleza.

(Não mexeram, porém, na escadinha por dentro da pedra.)

Dois Irmãos

Vista do Mirante Dois Irmãos

Do Mirante do Sancho a passarela continua em direção ao Mirante Dois Irmãos (os dois disputam o título de mirante mais bonito de Noronha). Infelizmente a passarela acaba dez metros antes do que deveria, por problemas com o Iphan, que ainda não autorizou sua instalação por haver ruínas de um forte por ali. (Meu pitaco: é um absurdo o Iphan -- que não evita que nossos centros históricos desabem embaixo de nossos narizes -- embargue essa obra por causa de vestígios de um forte que mal se percebem. Brincar de arqueologia às custas dos cadeirantes?)

Trilha Golfinho-Sancho

Trilha Golfinho-Sancho

Entre o Mirante dos Golfinhos e o Mirante do Sancho a trilha de chão beirando a falésia foi restaurada e mantida em condições rústicas (ou seja, sem acesso para cadeirantes). Eu nunca tinha feito essa trilha, porque sempre fui aos dois mirantes em ocasiões separadas; o Mirante dos Golfinhos normalmente é visitado antes do café da manhã -- daí você volta à pousada e, caso retorne ao Sancho, já vai direto na trilha mais curta. Mas adorei conhecer esse caminho: ele proporciona uma oportunidade única de ver três postais de Noronha juntos no mesmo quadro: a praia do Sancho, os Dois Irmãos e o Morro do Pico.

Vista da trilha Golfinho-Sancho

Vista da trilha Golfinho-Sancho

Tanto para entrar como para sair do posto você passa pela lojinha da Econoronha, que é a outra fonte de receita da concessionária. Foram criadas logomarcas das principais praias de Noronha, que estão sendo aplicadas em souvenirs. (Na estação do Projeto Tamar da Praia da Forte também é assim.)

Que outras obras foram feitas?

Um segundo PIC já foi inaugurado, na praia do Sueste. O PIC da praia do Leão -- que será 100% sustentável, com água proveniente da captação de chuvas, energia gerada por meio eólico-fotovoltaico e reaproveitamento total de resíduos -- ainda não foi instalado por causa de questões com o IPHAN acerca de resquícios de uma construção histórica por ali.

O gerenciamento de resíduos sólidos de todo o parque também está a cargo da concessionária.

Ei! Você não vai falar mal da taxa? Vendido!

Desculpe decepcionar você, mas o fato é que gostei muito do que vi e ouvi. Comparo a chegada da concessionária de visitação à abertura de Noronha às pousadas de luxo/charme, no início da década passada.

Conforme eu tinha previsto na época, as novas pousadas acabaram influenciando toda a cadeia de serviços da ilha. Noronha ficou um lugar muito mais agradável mesmo para quem não se hospeda nessas pousadas.

Acredito que os experimentos e boas práticas da Econoronha dentro do parque nacional acabarão incorporados também pela Noronha "urbana". A partir do momento em que tudo dentro do parque seja 120% padrão primeiro mundo e sustentável, vai ficar cada vez mais difícil tolerar a enjambração fora dele.

Amigos: cara é a latinha de Skol a R$ 10 no Duda Rei.

Trilha Sancho-Dois Irmãos

Leia mais

123 comentários

Rossana Santana

Olá, gostaria de fazer uma correção! O ICMBio órgão gestor das unidades de conservação federais ( Parques, Estações Ecológicas, Resex, etc), não licitou a Coordenação de visitação do Parque Nacional Marinho Fernando de Noronha. A licitação foram de serviços de apoio à visitação: cobrança de ingresso, lanchonete e loja de souvenirs.

araliany
aralianyPermalinkResponder

Olá! Amooo praia,o mar e tenho muita vontade de conhece Noronha. Agora eu queria saber é se eu só posso conhcer as prais filés se pagar a taxa? não posso ir de ônibus e chegar ao mirantes para vê-las. Quem não paga não tem acesso? E não podemos tomar banho de mar nas praias filés? Muito obrigada!

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Araliany! Sem o ingresso você não tem acesso aos mirantes. Mas não vai ser a economia deste ingresso que vai tornar a viagem barata. Desencane, pague o ingresso e aproveite Noronha plenamente.

vera lucia
vera luciaPermalinkResponder

as praias tem barzinhos, cadeiras, enfim infra-estrutura? As praias pagas tem que pagar a taxa diariamente, ou ela é valida por um período? AS praias são distantes da vila, tem Ônibus, taxi ou dá para ir á pé? qual a praia mais movimentada?

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Vera! Dê uma lida neste post para ter uma noção das praias: https://www.viajenaviagem.com/2014/01/noronha-roteiro-praias/

Camila
CamilaPermalinkResponder

A taxa foi para R$ 81,00 para brasileiros!

Raphael Santos

Excelente tópico! Parabéns! Informações muito úteis...

Apenas para atualizar:
- A taxa de preservação por dia passou a ser R$51,40;
- A taxa para acesso ao parque foi para R$81 para brasileiros.

José Bueno
José BuenoPermalinkResponder

Olá, pode informar se é possível pagar a taxa de preservação ambiental(diária) na chegada e com cartão de crédito, ou só cash ou internet? Obrigado

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, José! Pode pagar com cartão na chegada, sim.

Marisa Andrade

seus comentários, entre tantos e tantos que eu li e reli, foram os mais práticos e objetivos e que me ajudaram muito a obter as respostas que procurava. quero agradecer de coração pela ajuda e apoio. Estaremos em Noronha, o paraíso na terra, como costumo chamá-lo nos próximos dias e usaremos muitas das suas dicas. Agradeço a Deus o presente que Ele nos deu, A lua cheia em Noronha!!!

Welton
WeltonPermalinkResponder

Olá meus amigos, Estou indo no final de outubro/2015 para FN. Preenchendo, no final de agosto, o cadastro no link do governo de PE http://www.noronha.pe.gov.br/ , para SIMULAÇÃO DO VALOR DA TAXA DE PRESERVAÇÃO AMBIENTAL, obtive um valor de 205,00 para 5 dias (41,00/dia). Pergunto se o valor baixo é devido a antecipação e se depois de pagar a taxa tenho um prazo limite para ir a FN.

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Welton! Esta é uma outra taxa. Além da taxa de preservação, você paga a taxa de entrada no parque, se quiser entrar no parque.

SAMUEL NASCIMENTO BARBOZA

Eu e minha esposa visitares Fernando de Noronha, somos maiores de 60 anos, portanto isentos do pagamento da taxa de preservação. Qual deve ser nosso procedimento?

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Samuel! Todos os passageiros passam pelo controle na chegada. Se você tiver direito, será isentado.

Não há nenhum controle no check-in.

Isabel Salvador

Muito boa

Neftalí
NeftalíPermalinkResponder

Que xenófoba a cobrança da taxa em dobro para estrangeiros...Mais um motivo para um turista desistir de conhecer o Brasil.

Renata
RenataPermalinkResponder

Muito interessante esse post.. só fiquei com uma dúvida, a taxa de preservação é por pessoa ou por família?

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Renata! É por pessoa. Se fosse por família, a gente teria escrito "por família".

Maria Laura Biaco Gonçalves

Bom dia!! Parabéns pelo post, estaremos em Noronha nos próximos dias e suas dicas tem nos ajudado muito. Só tenho uma dúvida : a taxa da Icmbio tem validade de 10 dias corridos. Se eu pagar pela internet com antecedência, a validade começa a ser contada a partir do dia que eu efetuar o pagamento ou a partir da minha chegada na ilha? Obrigada

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Maria Laura! Pagar pela internet poupa pouco trabalho. Você terá que ir aos mesmos lugares onde são vendidos os ingressos e trocar o seu voucher pelo ingresso. O ingresso vale por 10 dias a partir do momento em que é retirado.

Fabiana
FabianaPermalinkResponder

Boia - tudo bem?
estou indo para Noronha no dia 22/Abril, permaneço por 5 dias na ilha - estou tentando pagar a taxa de preservação mas o site oficial apresenta erro. Tem algum outro canal para pagamento desta taxa antecipadamente?
Ate mais
Fabi

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Fabiana! Está muito em cima para pagar online; como tem feriado no meio, mesmo que o sistema estivesse funcionando você poderia ter problemas. Pague ao chegar (a fila dos que pagam in loco hoje em dia já é menor do que a dos que já chegam com a taxa paga).

Marcelo Silveira

Comprei um pacote na CVC para ir para Fernando de Noronha nos dias 25 a 29/06, e neste pacote foi me cobrado 325,00 de taxas pelos 5 dias, ou seja, 65,00 por dia. Pergunto: Este valor ja esta incluso todas as taxas?

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Marcelo! Simulando no site oficial da ilha com chegada dia 25 e saída dia 29, a taxa de permanência sai R$ 257 (4 dias, não 5). O ingresso do parque marinho custa R$ 89 e vale por 10 dias. O total seria R$ 346.

Nestor
NestorPermalinkResponder

Sou estrangeiro, mas com visto permanente no Brasil, tenho que pagar taxa mais cara ??

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Nestor! Estrangeiros residentes no Brasil pagam ingresso de brasileiro, desde que tenham RNE categoria PERMANENTE.

https://www.parnanoronha.com.br/vendas/vendaonline.aspx#tab-brasileiros

ilda guedes
ilda guedesPermalinkResponder

Estive esta semana na ilha de Fernando de Noronha, e realmente é maravilhoso!!!.Boas estruturas nas praias e parques. porém percebi que em várias ruas o alfalto está 100% danificado, muito buraco, muita água suja escorrendo no meio das ruas, muito lixo , muito entulho, muito pernilongo.. Acho que os habitantes da ilha mereciam uma cidade bem estruturada, limpa. as casas pintadas e bem coloridas.

Maria Tereza
Maria TerezaPermalinkResponder

Plenamente de acordo. Isso sim é um comentário humano. Estive varias vezes nesta Ilha antes de todas esta burocracias mafiosas e ao ler seu documentário, me assustei. Na época medados dos anos 86 - 90, já estava acontecendo este problema de decadencia ´com os moradores e a infraestrutura, ou seja, piorou com os anos dando espaço para os mafiosos desfrutaren da Ilha e ignorando os seus moradores, que Vergonha! Coisa de primeiro mundo?

Milena Maia
Milena MaiaPermalinkResponder

Estarei em Noronha de 14 a 16-09-2017. Ao preencher o formulário hoje, dia 30-08-2017, percebo ao imprimir o boleto, que a data de vencimento está para dia 13-09-2017. Haverá problemas? pois pretendo pagar esse boleto na chegada no aeroporto.

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Milena! O boleto vale para pagar antecipado. Na chegada a Noronha você não vai precisar de boleto, só do formulário de entrada preenchido.

cristiane de araujo

Fui preencher o formulário da taxa de preservação e não consta campo para numero do voo, no entanto, quando prossigo com o preenchimento aparece um numero de voo que não é o meu.
Já aconteceu isso com alguém??
Obrigada

André
AndréPermalinkResponder

Bom dia. Vi que eles alugam guarda sol. A gente pode levar abrigo de praia (aquelas tendinhas dobráveis que você coloca na areia pra se proteger do sol)? Queria fazer isso no Sancho. Desde já agradeço.

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, André! Não há restrição para isso. Mas você vai ter que passar com essa tendinha por uma fenda estreita, com escada, na descida e na subida.

A falésia sempre sombreia alguma área da praia, não se preocupe.

eliana
elianaPermalinkResponder

Olá, adorei essa matéria mto boa as informaçôes, foi mto útil para mim. bjs

Antonio Teixeira de Andrade

Estive em Fernando de Noronha em Dez de 2014 e tenho a impressão que estava isento de algumas taxas em função da minha idade. Estarei novamenteaí em março de 2019, tenho 67 anos e gostaria de saber o que eu tenho que pagar de taxas para 4 diárias.

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Antonio! Maiores de 60 anos não pagam a taxa de uso do parque, mas pagam a taxa de permanência na chegada.

http://www.noronha.pe.gov.br/turPreservacao.php

Atenção: Os comentários são moderados. Relatos e opiniões serão publicados. Perguntas serão selecionadas para publicação e resposta. Entenda os critérios clicando aqui.
Bóia offline! Vamos continuar aprovando comentários, mas a Bóia só volta a responder perguntas que forem feitas depois de 10 de abril de 2017. Obrigado pela compreensão.
Cancelar