Óperas e concertos na Europa: com que roupa eu vou?

Mariana Amaral
por Mariana Amaral

Ópera de Frankfurt

Ópera de Frankfurt

Ternos e vestidos longos não costumam entrar na mala de quem pretende bater perna pela Europa. De viagem marcada para maio a Budapeste, Viena e Praga, a Rosemari incluiu no roteiro alguns espetáculos de música e pergunta: é exigido traje formal para assistir a concertos e óperas?

A Cris teve a mesma dúvida em dezembro, e as respostas dos leitores foram ótimas. Principalmente a do Fabio, que encarou a Staatsoper de Viena de calça jeans mesmo:

Fui de calça jeans e minha esposa foi com uma calça da North Face (super esportivo). Não tínhamos outra roupa (comprei os ingressos enquanto esperava meu vôo aqui no Brasil), e ninguém merece ficar carregando roupa só para um dia, tipo "jantar do capitão". O pessoal local se arruma mesmo, mas os turistas vão com o que têm (vi vários com calça jeans). Se você se sentir bem de calça jeans no meio de um monte de gente com roupa de pele, smoking, etc., vá com fé.

Ou seja: barrado, ninguém é. E o público cativo de orquestras e companhias de ópera dessas cidades está, sem dúvida, mais do que habituado a compartilhar as platéias dos teatros com turistas. Mas, para não se sentir muito deslocada, vale incluir na mala um vestido básico que possa ser usado em mais de uma ocasião. Foi o que a Cris acabou fazendo:

Eu fui a três óperas nessa minha viagem: em Munique, em Viena e em Berlim. Eu segui a recomendação dos outros viajantes e levei um “pretinho básico”, bem simples, com o qual eu fui às três apresentações. Como o frio estava bem forte, eu vestia uma blusa térmica e outra blusa de microfibra preta por baixo. Também usei uma meia calça de fleece (tecido quentinho, tipo uma flanela) e outra de fio 150 por cima, também preta. Usei acessórios como echarpes de seda e brincos de pérola. E em nenhum lugar eu me senti deslocada por causa da roupa. Só senti calor, na verdade, porque duas meias calças é dureza dentro do teatro, que fica um calorão com a calefação!

O “dress code” depende de cada casa de ópera: em Munique, na Bayerische Staatsoper, tem gente que vai com plumas e paetês, mas também tem gente que se veste de forma mais simples, mas arrumada, e ainda tem quem vá de calça jeans também. Em Viena, eu não fui à Staatsoper, mas sim à Volksoper, que é um local bem mais simples, mais afastado do centro, e onde também as pessoas se vestem de forma bem mais simples. Muita calça jeans, sem problemas. Na Staatsoper de Viena eu fui apenas no tour e eu fiz a pergunta do dress code para a guia, e ela disse que não teria problema em ir de calça jeans, mas o ideal seria ir um pouco mais arrumada.

E finalmente em Berlim, eu fui à Deutsche Oper Berlin, que é um ambiente mais despojado, mas ao mesmo tempo bem elegante. Isto é, lá não vi quase ninguém de plumas e paetês, mas as pessoas vão bem arrumadas, sim, com roupas clássicas, tipo vestido e terno (mas, igualmente, também tem gente de calça jeans, mas mais os homens).

Enfim, eu acho que com “pretinho básico” aliado a uns bons acessórios não tem como errar, além de você não precisar levar toda uma parafernália de roupa apenas para ir à ópera, já que você pode usar o vestido em outras ocasiões, como jantas em restaurantes.

Um detalhe que talvez você não vá precisar, por ir na primavera, mas que eu acho uma informação útil: como nevava muito, eu acabei indo à primeira ópera em Munique com minha bota para neve, com goretex, que é uma “belezura” emn termos fashion, haha. Mas aí eu observei como as pessoas locais fazem: elas vão com suas botas de neve super esportivas, e ao chegarem na ópera, tiram essas botas e calçam sapatos sociais que levam em uma sacolinha. Colocam as botas na sacolinha e as deixam na chapelaria junto com seus casacos. No final do espetáculo, na saída, trocam o calçado, colocando novamente a bota de neve. Que idéia brilhante, como eu não tinha pensado naquilo? Nas duas óperas seguintes, em Viena e em Berlim, eu fiz o mesmo que eles, levando meu sapato tipo sapatilha preta com detalhes em dourado numa sacolinha, trocando-o ao chegar no teatro.

Obrigada pelo relato, Cris! Imagino que calça social e camisa estejam de bom tamanho para os rapazes. Não sou rapaz, mas calça social foi a minha escolha para ir assistir à Filarmônica de Berlim, e me senti confortável.

Aproveito para dar mais uma dica: quem tem curiosidade de assistir a uma orquestra ou ópera, mas viaja com os tostões contados, pode procurar por apresentações populares ou didáticas, que normalmente acontecem pela manhã e são mais descontraídas e baratas. Há também casas que liquidam ingressos de apresentações regulares no dia do espetáculo (last minute tickets) ou vendem entradas descontadas para quem tope assistir ao espetáculo de pé (standing room tickets). Visite os sites oficiais e clique na seção de ingressos para ver todas as informações.

Leia mais:

27 comentários

Mariana
MarianaPermalinkResponder

Fiz exatamente assim quando fomos tbm em Viena e Budapeste. Levei um vestido preto de malha, que já tinha usado em uma ópera em Roma ano passado, com blusa térmica por baixo, meia térmica e meia calça por cima... só que em um dos dias estava chovendo, acabei indo de bota montaria pra não molhar os pés... nos outros dias fui de sapatilha...
Tem gente de todo jeito mesmo...mas ninguém te barra e ninguém fica te encarando...
Só um detalhe. Em Budapeste, praticamente nos obrigaram a deixar casacos na chapelaria... então eu estava com um trench coat e tive que deixar guardado... acho que é porque nossos lugares não eram vips...
Meu marido foi de calça jeans, tênis (não é de corrida), camisa, e blazer.

Maura
MauraPermalinkResponder

Estive no La Scala. Tinha gente vestida de todo jeito... Sempre leve um pretinho básico com sapatilha de verniz que cai muito bem.

Kathleen Macedo

Uau, eu adorei este post, muito útil. Olha pessoal, eu li um relato de um casal que foi à Opera de Viena (site mochileiros) e eles falavam exatamente sobre isso. Ela usou um vestido preto, eles se arrumaram um pouco mais, e ela até fez um comentário bem simpático e humilde justificando por terem se arrumado: "a gente é pobre, mas é limpinho". Acho que as pessoas devem se vestir respeitosamente e de acordo com a ocasião. É uma questão de valorizar o local onde se está indo. Que peso extra uma calça social masculina simbolizará em uma mala? E um vestido preto simples, porém elegante?

Acho bacana sim, se arrumar um pouco, faz com que você entre no clima do evento. Moro em Belo Horizonte e, no final de semana passado, teve o show do Elton John e achei o máximo que as pessoas foram bem arrumadas (até mais do que acho que deveriam). Valorizaram o evento e o artista.

Ah, estou indo neste ano para Viena, vou à Staatsoper e pretendo, sem muito luxo, dar sim uma arrumadinha a mais no visual!

Raphinadas
RaphinadasPermalinkResponder

Kathleen Macedo,

Adorei seu comentário, e concordo com ele do fundo coração. Uma calça social na mala não mata ninguém, e pode ser útil em mais de uma ocasião. Também acho que não é apenas o mais apropriado, é um gesto para valorizar a ocasião e todos que trabalharam para fazer daquele momento algo único, enfim, mostra que é especial para você. Ir a ópera não é como ir ao cinema, e isso é muito bom. Diferenças são positivas, e cada momento tem seu lugar, hora e vestimenta apropriada.

Querer usar calça jeans para todos os eventos é como passar os dias só querendo comer cheeseburguer.

abraços.

Carmem
CarmemPermalinkResponder

Uma vez, em Cartagena, o teatro nos surpreendeu com uma sessão inesperada. Improvisamos belíssimos trajes com nossas saídas de praia. wink

Lili-CE
Lili-CEPermalinkResponder

Hahaha! Que ótimo, Carmem!

Clara
ClaraPermalinkResponder

Adorei esse post, super útil.

Jimmy Duarte
Jimmy DuartePermalinkResponder

Quando estivemos em Firenze, em 2011, fomos a Opera St. Mark’s Anglican Church - Fantástica e super divertida. Não é uma ópera comum (chata)… lá os cantores são super engraçados e fazem a plateia cantar junto e tudo o mais. Com certeza umas das coisas mais legais que fizemos em Firenze. O traje - despojado.

Tina
TinaPermalinkResponder

Qual o site para comprar os tickets para Opera St. Mark’s Anglican em Firenze ??

Kiss

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Tina! Compre aqui:
http://www.classictic.com/it/st.mark_s_church__duetti_d_opera/12624/156660/

Tina
TinaPermalinkResponder

Tks, Bóia!
Kiss

eva
evaPermalinkResponder

Eu gosto muito, então já fui a óperas, balés e concertos na Europa, Russia, EUA... e vejo turistas com jeans, sem nenhum problema. Eu gosto de levar uma roupa especial para essas ocasiões, sempre algo simples, leve e que não amasse.

Vale lembrar que algumas apresentações especiais exigem dress code específico, mas estará sempre escrito no ingresso e nas chamadas publicitárias.

Lili-CE
Lili-CEPermalinkResponder

Eu fui uma vez para um balé na Opera Garnier, mas foi tranquilo, pois tinha levado um terninho preto de trabalho, comprei um casaquinho com um pouco de brilho na Zara e me senti bem, mas tinha gente muito arrumada. Era outono e estava muito frio, o que faz com que as pessoas pareçam sempre muito elegantes. Em Dubrovnik, no festival de verão,as árias eram apresentadas ao ar livre e muitos turistas estavam de bermuda. O lugar em que vi gente mais arrumada foi no Lincoln Center, também numa ópera, fui de vestido simples. Acho que uma peça dessas preta sempre resolve.

Gustavo - Viajar e Pensar

Estive ano passado no Bolshoi em Moscou e a maioria estava muito bem vestido. Era um dia bem frio, nevando.
A maioria dos homens de Terno e Capote, mulheres de vestidos e casaco de pele, calçavam botas e ao adentrar no tearo colocavam os salto alto. Bonito de ver Dress Code das Russas.
Me senti muito bem de Blazer, camisa e calça de veludo.
Acho legal levar algo bonito e dentro do padrão do lugar, se for no Bolshoi vc se sentirá melhor bem vestido, vai por mim.
@GusBelli

Joana
JoanaPermalinkResponder

Eu já estive no Lincoln center de sapatilha e uma saia preta (e uma blusa bem normal). Meu marido foi de jeans, assim como nossos amigos - mas a gente estava nos lugares mais baratos do Met. Tinha gente de todos os tipos e eu não me senti mal.
Em Munique, quando eu ainda morava lá, fui a um concerto no Prinzregentheater. Como era comecinho de outono e estava quente, eu fui com um vestido simples (da H&M) e sapatilha. Fui depois do trabalho e meu amigo estava de jeans. Alemães são super tranqüilos com essas coisas e ninguém nem te olha.
Já passei em frente à ópera de Munique várias vezes à noite, e via uma mistura grande de pessoas. Algumas muito arrumadas e outras de jeans e tênis.
Em Viena fui a um concerto (de manhã) de jeans e camiseta. Tinha gente vestida como eu, mas também tinha gente bem arrumada. Achei tranqüilo e não me senti "oprimida".
Eu normalmente não faço esforço pra me arrumar em viagens. Quando eu por sorte tinha algo decente, eu colocava, mas acho que eu incorporei o jeito alemão de não ligar muito pra isso.
Claro que se a pessoa quer, vai fundo, porque ópera é um lugar que dificilmente você estará arrumado em excesso. Sempre tem uma pessoa cheia de jóias e casacos de pele. Mas acredito que turistas têm "passe livre" pra roupas. A exceção são os eventos de gala. Mas nesses acho que a diversão é se arrumar mesmo. Como Eva comentou, se for o caso estará escrito no convite.

Isis
IsisPermalinkResponder

Oi! Me ajuda!
Estarei daqui a 10 dias em Buenos Aires, e pretendo ir ver a Opera Carmem no teatro Colon, mas sinceramente nunca fui ver uma, então não sei que roupa eu devo usar?? Você sabe me dizer que roupa os turistas costumam ir, pois é obvio que quem é da cidade vai bem mais arrumado né!?

Pensei em por uma calça ou saia social preta e uma blusa de tecido fino e uma echarpe ou um sobretudo preto básico e sandália de salto ou um escarpam preto, o que acha? Ou compro um vestido preto básico, nem curto mas também não longo? Dai caprichar na maquiagem/cabelo e usar acessórios. E meu namorado como deve se vestir, calça social e camisa e sapato e um blazer?

Vamos ficar 15 dias entre a Argentina e o Uruguai não quero ficar levando muita roupa. principalmente esse tipo de roupa mais formal que é algo que não costumo usar no dia a dia, principalmente em viagens! rsrs...

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Isis! Boas escolhas. Saia e blusa são suficientes; calça social e camisa também!

Eloa
EloaPermalinkResponder

Adorei esse post.
Adoro viajar de navio, e levar roupa para noite formal é um porre. Já boicotamos essa noite proposital em um cruzeiro pelo caribe. No ultimo levamos roupa e nos arrependemos, afinal a maioria vai de calça jeans.
Mas sempre que viajo leva uma sapatilha com muito brilho e uma blusa preta cheia de brilhos também, que combina com todas as parte de baixo.

Cirlene Carnielli

Estou indo para Budapeste, Viena e Praga com minha filha de 6 anos.
Gostaria de saber se é possível entrar numa ópera com ela? Crianças são aceitas????
Grata
Cirlene

Ana Audun
Ana AudunPermalinkResponder

Eu acho que depende da Opera não me lembro de ver crianças em nenhuma que eu já fui a não ser as que são destinadas a elas, melhor entrar do site da que vc quer ver e checar a faixa etária.

Henrique Fernandes

Estive em novembro de 2012 em NYC e resolvi ver uma opera no metropolitan opera house, e fiquei muito na duvida como ir...em conversa com um amigo que já está mas acostumando com a cidade e sua vida cultural, me disse que não teria problema em ir de Jeans, mas que fosse arrumado, então comprei um colete preto, camisa branca e gravata preta também, jeans e sapato tipo social. Claro que nada disse era necessário, vi muita gente mal vestida e simples, também vi senhoras que até tiaras usavam. Vá como você se sentir melhor, e use um pouco do bom senso, afinal de contas que você não está indo ver um show da banda calypso....

gica
gicaPermalinkResponder

vamos, eu e meu marido assistir ao "fantasma da ópera" em NY no início de maio. estou em dúvida sobre o que vestir, principalmente o traje masculino.
vc pode dar alguma dica?

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Gica! Dá para ir de jeans, não tem problema.

Enaldo Soares
Enaldo SoaresPermalinkResponder

Assistimos eu e minha namorada a ópera La Traviata no Gran Teatre Liceu de Barcelona há algumas semanas atrás. 95% das pessoas presentes estavam com roupas leves de sábado à noite (mesmo porque às 20h estava um baita sol e fazia mais de trinta graus). No anfiteatro havia alguns senhores de terno ou blazer e algumas senhoras de longo, mas me pareceu um pouco destoado. Mesmo na Plateia havia adultos com bermudas e tênis. Acho que não há por que se preocupar com dress code, pelo menos no verão.

alba lilia pinkusfeld

Fui assistir a dois concertos em Londres , um no Barbican Center e outro no Royal Albert Hall, fiquei muito preocupada com o que vestir mas vi de tudo. Homens de smoking a calça jeans, e mulheres do longo bordado a roupa que chegou de andar o dia todo.

Patrícia Costa

Fui ontem na Opera de Viena. Consegui comprar a entrada para a area que ficamos em pé (standing aerea) chegando as 17h horas na fila. Sobre o dress code, realmente tinha gente vestida de todo jeito, mas no dia anterior nós fomos SIM barradas até mesmo para comprar ingresso nesta mesma aérea! O senhor que controlava a fila para a compra do ingresso informou que minha cunhada não poderia sequer comprar pois estava com uma calça jeans com aqueles desgastes propositais, sendo que havia outra camada de tecido por baixo, o que não mostrava parte alguma da pele dela. Logo em seguida ele retirou um rapaz que também estava na fila usando bermuda! Mas acredito que seja critério de cada funcionário, pois ontem já havia várias pessoas entrando com calças mais rasgadas que a da minha cunhada! Então, fica a dica, vá com o que tem, mas de preferência o mais tradicional possível!

Daniel Valentim

Bom dia. Post legal... quando vou para Europa em especial, me preocupo bastante com as roupas, em especial para espetáculos. Não é só o fato se sentir-se bem, há um respeito aos artistas que se vestem de maneira exemplar. Obrigado pelas dicas

Atenção: Os comentários são moderados. Relatos e opiniões serão publicados. Perguntas serão selecionadas para publicação e resposta. Entenda os critérios clicando aqui.
Bóia offline! Vamos continuar aprovando comentários, mas a Bóia só volta a responder perguntas que forem feitas depois de 10 de abril de 2017. Obrigado pela compreensão.
Cancelar