Portugal: às praias do Algarve, com Carla Tolosa

Mariana Amaral
por Mariana Amaral

Ponta da Piedade, Algarve

| Ponta da Piedade |

A Carla Tolosa, que é tripulante de carteirinha, curtiu o verão europeu no sul de Portugal. Ficou durante um mês no Algarve, explorando a região de praia em praia, de falésia em falésia.

Seu relato é um guia delicioso da área, com impressões sobre atrações e praias em seis concelhos: Lagos, onde montou base; Portimão; Vila do Bispo; Aljezur; Albufeira e Lagoa. Quer conhecer qual foi a praia preferida da Carla? Vai por ela:

Acho que uma das coisas mais prazerosas de uma viagem é a surpresa. Se surpreender positivamente com algum lugar te faz achar que aquela viagem foi realmente fantástica. Para o viajante que gosta de planejar suas viagens nos mínimos detalhes, pode ser que se perca esse elemento surpresa. Afinal, ele já leu todos os posts sobre os destinos, já chafurdou nas revistas de viagens, já leu todas as reviews do TripAdvisor e, claro, já até passeou por lá com a ajuda do Google Street View. Outro fator que, na minha opinião, atrapalha um pouco a surpresa, é a expectativa. Às vezes já ouvimos tanto falar de um lugar, já lemos tanto sobre como o lugar é bacana, que chegamos lá com as mais altas expectativas. E pra nossa desilusão, o lugar não era tudo aquilo.

Por esse motivo eu tento não ter grandes expectativas antes de uma viagem. E também nunca planejo demais, nem pesquiso demais (mas isso é por ser completamente atrapalhada e deixar tudo pra última hora, confesso). Acho que o máximo de pesquisa que eu consigo fazer é sobre os hotéis, pra poder escolher, e os meios de transporte (às vezes nem isso, deixo pra descobrir quando chegar ao destino).

Aí eu resolvo passar um mês na região do Algarve, Portugal, no início do verão. Já tinha lido posts em blogs, já tinha ouvido falar muito de lá. Que é lindo, etc., etc.. A idéia era explorar as praias, e neste caso minha expectativa era baixíssima – experiências anteriores com praias européias me fizeram acreditar que, para quem conhece as praias do Brasil, é muito difícil se encantar com qualquer outra.

E aí vem a surpresa! Teria que escrever um livro pra tentar descrever meu encantamento com as paisagens, as praias, o mar, as pessoas e as comidas que encontrei no Algarve. Claro que além da baixa expectativa e do planejamento zero, o que muito contribuiu para esse encantamento foi o verão. Eu adoro verão, e na Europa ele é ainda mais especial. Você percebe um alto astral no ar, as pessoas felizes, parece um clima de festa permanente. E isso ajuda muito a gostar do lugar, claro.

--> LAGOS

Lagos, Algarve

[Lagos]

Lagos foi o meu QG, e onde eu pude explorar um pouco mais. A cidade é pequena, com um centro histórico muito lindinho, cheio de lojinhas, bares e restaurantes. Ainda tem um bom pedaço da muralha de pé. Apesar de pequena, a cidade tem tudo pra uma estadia super confortável – supermercados, farmácias, bancos, correios, enfim, uma ótima estrutura. Tem também uma Marina, se você for com seu iate mrgreen

Praia do Porto de Mós, Algarve

Praia do Porto de Mós, Algarve

[Praia do Porto de Mós]

Praia do Porto de Mós: minha praia preferida em Lagos! Com uma extensão razoável, ela tem uma infra-estrutura no início com bares, estacionamento e serviço de espreguiçadeiras com sombra. É aqui que fica o restaurante Campimar, o melhor que eu fui em Lagos – comida boa, ambiente bacana e não muito caro. Andando em direção à outra ponta, a praia vai ficando mais vazia e mais estreita, sempre limitada por uma falésia linda. Aqui também encontrei a água do mar em tons de verde e azul, e transparente. Nesse dia já deu até pra tomar um banho de mar.

Praia da Luz, Algarve

[Praia da Luz]

Praia da Luz: a preferida de 11 entre 10 ingleses. Apesar de ser uma praia urbana, quase toda acompanhada por um calçadão (numa das pontas não tem mais calçadão, só uma falésia maravilhosa!), eu gostei bastante dessa praia. Dá pra caminhar de uma ponta à outra (numa ponta, a falésia, na outra, rochas sobre o mar onde tinha gente tomando sol e pescando). Passear no calçadão também é supergostoso. Enfim, uma praia que vale a pena conhecer.

Praia de Dona Ana, Algarve

Praia de Dona Ana, Algarve

[Praia de Dona Ana]

Praia de Dona Ana: praia pequena, e numa localização que deve deixá-la super lotada. Eu fui num final de tarde e já não tinha tanta gente, acredito que no meio do dia deva ser quase impossível achar um lugar pra estender a toalha. Mas vale a visita. É super lindinha, com a mesma fórmula: falésias de um lado e águas transparentes de outro.

Ponta da Piedade, Algarve

Ponta da Piedade, AlgarvePonta da Piedade, Algarve

[Ponta da Piedade]

Ponta da Piedade: praticamente não há praias, só as falésias. O interessante aqui é que o tempo e a erosão criaram uma série de grutas. É um delicioso passeio de barco, ou de caiaque – entrar e sair das grutas é mesmo bacana. O acesso pode ser feito a partir da zona mais central de Lagos, onde diversas operadoras de turismo oferecem o passeio em barco ou em caiaque, ou então de carro até a ponta da piedade, onde tem um farol. Ali tem uma escadaria imensa até o mar, e por ali ficam barcos à espera de turistas.

Meia Praia, Algarve

[Meia Praia]

Meia Praia: eu olhava e pensava: mas a praia é bem grandinha, porque chamam de meia praia? Descobri: é pra não chamar de meia-boca. Na minha opinião, uma praia super normal, sem atrativo nenhum. Paralela à praia corre uma estrada de ferro (sim!), mas da praia não se vê, pois entre elas há um cordão de dunas baixas. Mas nem as dunas tornam a praia mais interessante. O que é bacana na Meia Praia é a cor do mar. Não sei se ela varia com a lua, ou com os meses, mas nas duas vezes que estive ali a água era de um azul lindo, e transparente.

--> PORTIMÃO

A 15 minutos de carro de Lagos, é uma cidade maior, com bastante estrutura, como hotéis, supermercados, shoppings, hospital, etc. É super turística, cheia mesmo. Mas tem restaurantes bacanas, e a praia principal, a praia da Rocha, apesar de urbaníssima, é bem bacana. Ao longo da praia tem uma rua cheia de lojinhas e restaurantes, e uma feirinha hippie à noite. A praia tem bares com cadeiras e guarda-sóis de aluguel quase em toda sua extensão. É uma praia de tamanho médio. A falésia numa das pontas, com alguns testemunhos (testemunhos são restos da falésia que não foram erodidos e ficaram isolados do corpo principal) na praia e no mar, mais a água azul clarinha, fazem o charme da praia.

--> SAGRES (VILA DO BISPO)

Sagres, Algarve

Sagres, AlgarveSagres, Algarve

[Sagres]

Fica na ponta da Europa. Eu sempre me emociono nos lugares que têm alguma relação com as grandes navegações e a chegada dos europeus na América e no Brasil. Apesar da Escola de Sagres não ter funcionado aqui e sim em Lagos, o nome do lugar já provoca uma cosquinha no cérebro, não? O que tem aqui é a Fortaleza de Sagres – importante forte que defendia o "fim do mundo".

Sagres, Algarve

Hoje a fortaleza é um belo local de visitação, com mirantes incríveis da costa e do mar, que não sei se pelo vento que fazia, me pareceu assustador e cheio de monstros, como diziam os gregos. Mas a fortaleza não é só mirantes e pedra velha – há inúmeras espécies vegetais interessantes, com totens explicando cada uma delas, e também sobre a avifauna local.

Além da fortaleza, pode-se visitar o cabo de São Vicente, ou ainda curtir alguma praia, todas muito procuradas por surfistas.

--> ODECEIXE (ALJEZUR)

Odeceixe, Algarve

Odeceixe, Algarve

[Odeceixe]

Fui a Odeceixe em busca de praia, e antes de chegar lá, me deparei com um povoado lindinho e com as ruas todas enfeitadas pra festa de Santo António. Fica a dica: junho tem festa de Santo António com decoração super caprichada em Odeceixe.

Odeceixe, Algarve

A praia também é bacana – tem um rio bem largo que desemboca na praia. Tinha alguns surfistas, mas pouca gente, pois a água ainda estava muito fria.

--> ALBUFEIRA

Albufeira, Algarve

Albufeira, Algarve

[Albufeira]

A praia é bem urbana, e como quase todas, acessível por uma loooooonga escada – ou pelo elevador numa das pontas.

Albufeira, Algarve

Eu não peguei praia aqui, preferi flanar pela cidade antiga, que é uma gracinha. Cheia de lojinhas, bares e restaurantes. Muito agradável. Super vale a visita.

--> CARVOEIRO (LAGOA)

Carvoeiro, Algarve

Carvoeiro, Algarve

[Carvoeiro]

Se eu tivesse que escolher só um lugar pra ficar no Algarve, seria em Carvoeiro. A cidadezinha é uma graça, tem uma ótima infraestrutura, e as melhores praias dentre as que conheci. A praia do Carvoeiro é urbana, pequena, tem uma parte de onde saem bananas-boat e barcos de passeio, mas ainda assim é bem aconchegante. Eu gostei bastante.

Praia do Paraíso: é bem pequena, e no horário que eu fui a maré estava alta, e portanto o trecho de areia era bem pequeno. Tinha bem pouca gente, o que eu acho ótimo. Pra chegar à praia tem que descer uma bela escadaria, e a única estrutura por perto é um restaurante (que me pareceu bem legal, tem uma ótima vista, mas eu só pude apreciar um delicioso suco de laranja), que fica na parte de cima. Na praia mesmo não tem nada.

Praia do Vale das Centelanas: logo na entrada da praia (cujo acesso pode ser por uma loooooonga escada ou por uma rua que chega bem perto a impressão não é muito boa. Tem um bar e uns barcos na areia. Os barcos parecem de pesca, mas os vi chegar com turistas. Mas aí é só "virar a esquina" na falésia, e a praia fica legal. De novo a combinação falésia + mar verde/azul transparente.

Praia do Carvalho, Algarve

[Praia do Carvalho]

Praia do Carvalho: de longe minha praia favorita! Com a mesma fórmula falésia + mar verde/azul transparente, ela consegue ser mais linda e pitoresca que as outras. Começa pelo acesso à praia. Ela só seria acessível por barco, se alguma boa alma não tivesse tido a idéia de escavar uma escadaria dentro da rocha. A princípio dá medinho de descer, escuro, sei lá. Mas vale muito a pena.

Praia do Carvalho, Algarve

Praia do Carvalho, Algarve

No mar, em frente à praia, restou um testemunho da falésia, fazendo com que à primeira vista a gente pense estar em Phi Phi.

Outra coisa que me chamou a atenção no Algarve foi o alto aproveitamento do verão e da natureza que há ali. Fora as praias mais desertas, nas mais cheias há um sem-fim de atividades de lazer: passeios de barco, banana-boat, para-sailing, passeios de balão, mergulho, e muitas outras.

Praia da Luz, Algarve

[Praia da Luz]

Ou seja: no Algarve todo mundo encontra sua "praia" – seja fazer topless numa praia mais selvagem, seja encher os dias com atividades.

Me encantei tanto que vou voltar. Espero continuar me surpreendendo.

Praia do Carvalho, Algarve

Que linda viagem, Carla! Obrigada pelo relato!

Leia também:

Algarve pro Francisco

Siga o Viaje na Viagem no Twitter - @viajenaviagem

Siga o Ricardo Freire no Twitter - @riqfreire

Visite o VnV no Facebook - Viaje na Viagem

Assine o Viaje na Viagem por email - VnV por email

103 comentários

Atenção: os comentários estão encerrados.

Luiz Maiato
Luiz MaiatoPermalink

Gosgei das referências mas como conheço bem o algarve senti falta de algumas praias:
Praia dos Arrifes, São Rafael, Benagil, Barril, Marinha, Rocha e Quarteira.
Melhor parar por aqui a lista e interminável.
O Algarve é o lugar!!!!

Luiz Maiato
Luiz MaiatoPermalink

Nao disse que iria esquecer de algumas, Praia do camilo com o espetacular restaurante O Camilo, Praia dona ana, Praia da Oura e etc etc etc

Nathalia Pestana
Nathalia PestanaPermalink

Ola ,
Eu e meu marido vamos passar 17 dias em Portugal e queiriamos muito conhecer o Algarve , porém vamos no final de abril . Alguém sabe se mesmo nessa época do ano terei como aproveitar o local . Acho que praia não conseguirei ir .

A Bóia
A BóiaPermalink

Olá, Nathalia! Você deve pegar tempo bom, mas não terá muito ânimo para pegar praia.

nayana
nayanaPermalink

estou indo a Portugal em outubro, vale a pena ir passar uns dias no Algarve?

A Bóia
A BóiaPermalink

Olá, Nayana! Vá à praia na Europa entre junho e setembro, evitando agosto.

paulo aguiar
paulo aguiarPermalink

Olá, quais os meses fora do tumulto europeu e quantos dias se deve ficar no Algarve? Adorei a matéria...

A Bóia
A BóiaPermalink

Olá, Paulo! Vá em junho ou setembro. Fique quantos dias você puder dispor para descansar na praia.

Rosana
RosanaPermalink

Estivemos em Portugal em setembro/2017 e conhecemos de Lisboa a Porto. Voltaremos em novembro 2018, ficaremos 10 dias. Apesar do tempo apertado, gostariamos de conhecer Algarve e Ilha da Madeira. E logico uma passadinha em Porto (amamos esse lugar...)
Acha que conseguimos fazer essa loucura? Ilha da Madeira fica muito fora? Como distribuiria esses 10 dias?

A Bóia
A BóiaPermalink

Olá, Rosana! Em novembro estará frio e cinzento no Algarve. Dá para voar do Porto a Funchal.

Juliano Miranda
Juliano MirandaPermalink

Estarei em Portugal entre o final de Janeiro e início de Fevereiro de 2019. Tenho planos de ficar 2 noites na região de Algarve, nesta época vale apena? Para se aproveitar 3 dias e duas noites onde posso ficar hospedado? Desde já agradecido. Sempre escuto seus quadros na BandNews Fm rs... Abraços.

A Bóia
A BóiaPermalink

Olá, Juliano!Vá à praia na Europa entre junho e setembro, evitando o tumulto de agosto. No inverno lugares de praia ficam desoladores.

Ana Elisia Rodrigues
Ana Elisia RodriguesPermalink

Oiê, vou ficar hospedada em albufeira no mês de novembro, o que vcs aconselham a fazer nessa época por lá, já que a temperatura não estará alta.
Ficarei do dia 09 a 13/11 quando retorno para Lisboa.
Obrigada

A Bóia
A BóiaPermalink

Olá, Ana Elisia! Não é uma época indicada para estar na praia.

Juliano Miranda
Juliano MirandaPermalink

Neste período vc recomenda visitar que regiões considerando que ficarei 14 dias no País de 29/01 a 12/02.

A Bóia
A BóiaPermalink

Olá, Juliano! Vá a todas as regiões de Portugal que quiser e puder, só não perca seu tempo com o Algarve no inverno.

Andrea
AndreaPermalink

Boa noite. Como ir de Sevilha para regiao do algarve, trem ou ônibus? Qual melhor cidade para ficar ,sendo que depois vou para Lisboa de trem?

Daniela
DanielaPermalink

Olá mais uma vez!
Entendi que o Algarve não vale muito no mês dezembro, mas por uma questão de facilidade na hospedagem (cortesia) tinha pensado em fazer de lá minha base para conhecer o Sul de Portugal e esticar até Sevilha...é furada?

A Bóia
A BóiaPermalink

Olá, Daniela! Na nossa opinião, não vale a pena. Você estará a duas, três horas de viagem dos lugares interessantes para visitar. Algarve é para ver as paisagens (isso dá até para fazer no inverno, se o tempo estiver bom, mas em dois dias você viu tudo) e pegar praia.

Renata
RenataPermalink

Olá! Estou programando ir a Portugal no verão e passar cerca de 15 dias no Algarve.
Se eu escolher um único ponto de acomodação por exemplo em Portimão, consigo visitar toda essa Costa retornando todos os dias a Portimão?
Ou melhor trocar o lugar de pernoite?

A Bóia
A BóiaPermalink

Olá, Renata! Para aproveitar o filé do Algarve, divida a estada entre Lagos e Albufeira. Para visitar o Algarve inteiro, pode ficar uns dias também em Tavira.

Veja:
https://www.viajenaviagem.com/2018/07/roteiros-portugal/#algarve

WILSON SCAPPINI
WILSON SCAPPINIPermalink

Iremos para o Algarve entre 11 e 19 de setembro. Como pretendemos conhecer de Sagres a Tavira (de carro), pensamos em ficar apenas em um local - procuramos sempre alugar um local para podermos interagir com os costumes locais - e estamos na duvida entre Lagos e Carvoeiro. O que voce sugere?

A Bóia
A BóiaPermalink

Olá, Wilson! O filé das praias do Alentejo está entre Lagos e Albufeira, Carvoeiro sendo o ponto mais central desta região.

Leia:
https://www.viajenaviagem.com/2018/07/roteiros-portugal/#algarve