St.-Barth com estilo, por Bruno Vilaça

Mariana Amaral
por Mariana Amaral

Hotel Christopher

Hotel Christopher

O querido Bruno Vilaça é sócio da agência Superviagem, a mais-mais de Vitória, e usou as férias para conhecer melhor St.-Barth e a hotelaria da ilha. Ficou muitíssimo bem impressionado, e resenhou para o Viaje na Viagem os hotéis em que esteve e mais gostou.  Os preços não são exatamente plebeus -- mas, como o Bruno, você pode desfrutar de uma melhor relação luxo x benefício viajando fora da temporada. Saiba mais sobre hospedagem, praias e badalação em St.-Barth na carona do Bruno:

Texto e fotos | Bruno Vilaça

Em agosto resolvi aproveitar uma excelente promoção da Copa Airlines para St. Maarten e passar uns dias de férias na adorável St.-Barth, ali do lado, que entra ano, sai ano e nunca sai de moda. Voltei maravilhado! Também pudera, esse pedaço da França no meio do Caribe é a perfeita definição do viver bem!

Pra começar, vou ser categórico em afirmar: é o lugar mais charmoso do Caribe. smile Ponto.

Praia Colombier

Colombier

Em um outro post, o comandante Riq fez uma definição que beira à perfeição:

Saint-Barthélemy (por extenso, mas também vista por aí como St. Barts, St. Bart’s e St. Barths) é um dos melhores lugares do mundo para brincar de ser rico. E St.-Barth não é preciso aparentar; basta estar. A saber: St.-Barth não tem prédios verticais, não tem hotéis enormes, não tem estrutura para atender a grandes navios de cruzeiro, não tem shoppingões. Você pode vasculhar a ilha de cima a baixo, e não vai encontrar um pingo de mau gosto.

Eu concordo! St.-Barth é o crème de la crème do Caribe e vale (muito) cada centavo (de euro) gasto.

St.-BarthHotel GuanahaniHotel Isle de France

St.-Barth | Hotel Guanahani | Hotel Isle de France

Linda como poucas, badalada na medida e sofisticada sem ser metida, o segredo da ilha está em ser exuberante em cada detalhe, sem deixar de ser low-profile (para aqueles que assim querem). Não à toa, também é a ilha favorita dos ricos e famosos, celebridades e wannabes. Durante o inverno do Hemisfério Norte é pra lá que todos fogem. St.-Barth bomba entre o Natal e a Páscoa, mas se puder evite essas datas.

Além de a baixa temporada ter as melhores ofertas, a ilha é bem melhor aproveitada nessa época. Tudo é mais fácil e agradável com o sossego, que se torna a palavra de ordem por ali no resto do ano. Mas fique atento que tudo por lá fecha em meados de agosto e só reabre no fim de outubro por causa das tempestades. E não é modo de falar, tudo fecha as portas mesmo! Os hotéis, os bares, as lojas, os restaurantes. Tudo, tudo! Esse ano era quase impossível conseguir um hotel aberto de 25/08 a 15/10. Fique ligado!

Por motivos profissionais, eu dividi meus dias em três hotéis diferentes (e visitei vários outros), para assim poder entender melhor o “esquema” da ilha. E sim, a hotelaria de St.-Barth é um deslumbre, pequenos hotéis cheio de bossa fazem a fama desse pedaço mais famoso das Antilhas Francesas. Poucas vezes na vida vi hotéis com padrão de serviço tão elevado e tanto charme por metro quadrado.

Mas também é verdade que não há muitas opções, o preço não é dos mais convidativos e reservar com muita antecedência é mais do que recomendado, mas pode ter certeza que todo esforço (e gasto) vai ser muito bem recompensado.

Esses foram os meus favoritos, vem comigo:

Hotéis em St.-Barth

Praia do hotel Guanahani

Guanahani

O Guanahani é o maior hotel da ilha e com a melhor estrutura de lazer. Membro do The Leading Hotels of the World, é ideal para famílias e oferece duas belas praias exclusivas para os hóspedes.

Hotel Guanahani

Hotel Guanahani

Guanahani | Bangalô com piscina privativa

Os quartos são coloridos e elegantes, além de bastante espaçosos – alguns têm até piscina privativa, um luxo. Está entre os preferidos pelos brasileiros, com razão. O restaurante Bartoloméo é um dos hot spots da ilha, mas minha melhor refeição foi uma lagosta escolhida no aquário e servida em uma mesa montada na arrebentação da praia. Demais! O SPA by Clarins é imenso, e sua piscina pode ser usada livremente pelos hóspedes que querem mais privacidade. Oferece ainda um centro náutico bastante completo, com equipamentos não-motorizados incluídos no valor da diária, que esse ano começava em € 390 (apto duplo, em baixa temporada).

Hotel Christopher

Christopher

Hotel ChristopherA piscina mais fotogênica que você já viu está no Christopher: uma opção de hospedagem jovem, mais low-profile e de extremo bom gosto.

Os quartos são modernosos, e contemplam sempre algum tipo de vista pro mar. A categoria deluxe terrace tem uma chaise na varanda perfeita para apreciar o pôr do sol, além de um linda jacuzzi no meio do quarto.

A falta de acesso direto para a praia é recompensada pela bem treinada equipe no bar da piscina – que eu já falei que é um deslumbre, né? O Christopher também tem como ponto forte seu criativo restaurante. Comandado pelo brasileiro Lucas Leonardi, semanalmente promove o Tuesday in Brazil Festival, que serve de feijoada a pão com mortadela. Genial! Diárias a partir de € 360.

Hotel Le Sereno | Foto: divulgação

Le Sereno | Foto: divulgação

Já o Le Sereno foi uma grata surpresa e seu nome já diz tudo: despojado, clean, mas cheio de detalhes elegantes e sofisticados – ele captura bem a energia e o clima sereno da ilha. Todas as 36 suítes oferecem uma vista sensacional do mar turquesa de Grand Cul-de-Sac, mas também possui vilas com 4 quartos e 650m² no total (!). Seu restaurante é bem badalado e aberto ao público. Foi considerado pela Wallpaper Magazine “the hottest place in St.-Barth” e entrou recentemente para o The Leading Hotels of the World. Diárias começando em € 495.

Hotel St.-Barth Isle de France

St.-Barth Isle de France

Saint-Barth Isle de France

O conglomerado de luxo LVMH (leia-se Moët et Chandon, Louis Vuitton) acabou de comprar o Saint-Barth Isle de France, e o que já era bom deve ficar ainda mais sofisticado – e caro. Uma graça com apenas 39 quartos, localizado em Flamands, uma das praias mais tranqüilas da ilha e com mais fácil acesso a Colombier. O café da manhã south french style é divino. Aliás, todo o hotel tem um clima francesinho super charmoso e você se sente em uma casa de praia em St.-Tropez.... Enfim, um verdadeiro achado que logo estará nos holofotes do mundo, pode apostar. Tarifas (ainda) começando em € 670.

Mas nem só das mordomias dos hotéis vive St.-Barth... É muito duro ter que largar o dolce far niente, mas há muita vida (e beleza) lá fora.

Restaurantes, clubes de praia e baladas

Boa gastronomia também é que não falta. Uma boa pedida é o badalado Bagatelle, a descolada brasserie com estilo chic francês, que é sucesso em NY e tem sua segunda casa em St.-Barth.

Restaurante Bagatelle

A capital Gustavia é uma graça, com dezenas de mega-iates ancorados em sua marina, ruas cheias de lojas charmosas, restaurantes bacanas e muita gente linda circulando.

Gostei também do restaurante Bonito, com ambiente casual e uma cozinha bem inventiva. Já o Le Select é o boteco pé-sujo oficial da cidade, uma verdadeira instituição local e parada obrigatória.

A poucos passos dali está Shell Beach, a praia mais urbana e central de St.-Barth, pequena e com o melhor bar de praia, o DõBrazil: uma sociedade de um ex-tenista francês, casado com uma brasileira, que oferece ótimos drinks e petiscos. Vale a visita, especialmente no fim de tarde.

Shell Beach

Shell Beach

Mas as minhas praias favoritas foram as rústicas, selvagens e tranqüilas: Gouverneur, Colombier e Salines Plage.

Praia Gouverneur

Gouverneur

Praia Colombier

Colombier

Nikki BeachJá a praia de St.-Jean concentra a badalação diurna da ilha. Passando pelo esnobe Eden Rock, é o mítico Nikki Beach que bomba: ótimo som, comida leve e uma completa estrutura de praia. Encare a fila (e o olhar crítico da hostess) e garanta seu lugar no meio do fervo. Passei uma tarde bem agradável por ali.

A noite mais emblemática acontece no Le Ti, uma taverna com clima de cabaré que tem as festas mais animadas (e quentes) de St.-Barth. Os hits do momento se misturam com músicas francesas tradicionais, criando um clima gostoso e bem inusitado. Dizem que sua adega é a mais completa do Caribe, com champanhes que vão até € 30 mil (!). Eu fiquei só no meu mojito de € 17, que na comparação me pareceu uma pechincha. grin

Bruno Vilaça em St.-Barth

Bruno Vilaça em St.-Barth

Aluguei um carrinho, passei em uma das muitas delicatessens da cidade, abasteci minha bag-freezer com um bom rosé e demais acepipes, e aproveitei muito bem os meus dias livres nessa ilha apaixonante. Vá por mim, St.-Barth é paixão garantida!

Obrigada pelo super relato, Bruno!

Leia mais:

28 comentários

Bruno Vilaça
Bruno VilaçaPermalinkResponder

Merel e Riq, obrigado pelo carinho e generosidade. smile É sempre um prazer estar aqui!

Mirella (@mikix10)

Avê Maria... e nem perguntou se a gente queria ir na mala com você!
Pronto, acho que achei uma ilha do Caribe pra chamar de minha... eu quero!!!!!
bjin e lindo post

Mari Campos
Mari CamposPermalinkResponder

Humpf! Vive perguntando quando viajaremos juntos e pra essas nao me chama... razz Arrasou, Brunito!!! Amei o relato e as fotinhos <3

Philipp
PhilippPermalinkResponder

Muito legal o relato. St Barth realmente é um lugar e$pecial!

Apenas um detalhe ambas fotos que dizem ser Salines na verdade são de Colombier wink

Bruno Vilaça
Bruno VilaçaPermalinkResponder

Tem razão Philipp, saiu errado mesmo! Valeu!

Lisa
LisaPermalinkResponder

Vontade louca de ir correndo para St Bath, espero em breve poder conhecer essa ilha linda, de preferencia usando essas dicas do Brunosmile

-- A.L. (Dois Mapas)

Excelente relato. Dá vontade de ir viajar para lá agora!

Lea Dorf
Lea DorfPermalinkResponder

Post delícia, Bruno! Tenhos amigos que foram p st barth e nunca mais voltaram... Agora entendo bem o por quê!

Denya
DenyaPermalinkResponder

Bruno, maravilha!!! Agora estou aqui morrendo de vontade de praia e preciso ainda encarar um inverno italiano...ai, ai. BAcio de Firenze, Denya

Carlos César
Carlos CésarPermalinkResponder

Ser rico deve ser bom, só que custa caro. O hotel mais barato custou € 360 por dia. Estou indo para lá agora, só que não.

Carmem
CarmemPermalinkResponder

Ai que vontade que dá! wink

Lu
LuPermalinkResponder

Parabéns pelo relato, Bruno. É de dar água na boca! Pena q o $$ ñ esteja sobrando, señ ia passar o réveillon por lá! St Bart está na minha wish list, mas, por causa do acesso ñ ser mto fácil e direto, acabo deixando prá lá. Mas, talvez porisso mesmo é q continue sendo um lugar tão exclusivo!!
Como vc foi de St Marteen prá lá?
Em termos de localização, qual dos seus htls preferidos é melhor e pq?
Bjs,
Lu

Bruno Vilaça
Bruno VilaçaPermalinkResponder

Fui com o aviãozinho da Windward, num voo emocionante de 15 minutos. grin Custou coisa de US$50 por trecho. A localização dos hotéis pouco importa, a ilha é pequena e vale a pena escolher o pela estrutura, padrão e $ que cada um oferece.

Lu
LuPermalinkResponder

Valeu, Bruno!!

Luciana Betenson

Adorei Bruno! Beijos,

Próxima Trip - Erika

Muito legal. Quem $abe será o próximo destino no Caribe grin !!

Bárbara Rizk
Bárbara RizkPermalinkResponder

Bruno Vilaça arrasou!

Renata Cabral
Renata CabralPermalinkResponder

Boa noite , Bruno Vilaça

Estamos programados para ir a Sínt Maarten no começo de dezembro .
Queremos passar umas duas noites em St Bath .
Soube que tem opção de barco ou avião .
Saberia falar dos preços de cada um?
E horários de saída de ambos ?
As saídas são diárias ?
Se puder nos ajudar , seria muito bom!
Muito obrigada, desde já!

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Renata! As saídas são diárias.

Nesta página você encontra os links para os transportes para St. Barth e pode orçar:
https://www.viajenaviagem.com/americas/caribe-a-z/st-maarten-st-martin-ricardo-freire/st-maarten-st-martin-links-e-posts

Mari Vidigal (ideias na mala)

Belo Post!!! Descreveu a ilha com perfeição e me deixou morrendo de saudades.

Lili-CE
Lili-CEPermalinkResponder

Ilha incrível. Acompanhei no insta, mas com o relato ficou melhor ainda!

Majô
MajôPermalinkResponder

St Barth tá na minha lista faz tempooo, desde que o comandante nos apresentou.
Mas, Brunim, estes hotéis são o que há de lindeza e charme. E,que praias !
Um dia, chego lá wink
Post tá lindão mrgreen

Carol PTZ
Carol PTZPermalinkResponder

De grande ajuda o seu post, Bruno!
Vou casar em 23 de agosto e estávamos considerando bastante a possibilidade de ir para Saint Barths, principalmente pelos preços reduzidos por ser baixa temporada. Nossa ideia seria passar a última semana de agosto lá.
Fiquei um pouco assustada com a informação de que tudo fecha em meados de agosto. Eu sabia que a ilha fechava, mas esperava que na última semana de agosto ainda fosse possível ir a restaurantes, bares e atrativos locais. Sabemos que o Hotel que procuramos tem reservas para esta data. Você sabe se as atrações da ilha realmente já estarão fechadas na última semana de agosto?
Obrigada,
Carol

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Carol! Alguma coisa deve abrir, mas tenha em mente que é o mês em que os lugares que dão férias coletivas dão férias coletivas.

Georgia
GeorgiaPermalinkResponder

Tenho que comer muito feijão!

larissa
larissaPermalinkResponder

olá! otimo post, muito detalhado! maio é uma boa epoca? quanto custa a passagem sp-st martenn em media?

existe algum hotel bom nao pratique preços tao salgados?

obrigadaa

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Larissa! Para dicas de como gastar pouco em St.-Barth, veja: https://www.viajenaviagem.com/destino/st-barth/

Você pode pesquisar preços de passagens em sites como o Kayak ou Submarino Viagens.

Maio é uma boa época para ir a St. Maarten ou St. Barth. Para saber mais, veja o nosso Praiômetro: https://www.viajenaviagem.com/2012/10/praiometro-nordeste-caribe/

Carmen
CarmenPermalinkResponder

Eu fui em Fev.15 e volto Fev.16.Um paraíso caro mas,todo paraíso tem seu preço alto.Estamos apaixonados pela Ilha.
Anguilla é outra preciosidade do Caribe.Pc cuidada pelo governo local mas,com praias entre as mais belas do mundo.Vale a pena conhecer e amar.
instagram: carmenpartyforkids tenho várias fotinhas das viagens.As ultima são das férias no Hawaii(Oahu ,Kauai) e St-Tropez,França.Passem lá,é aberto,abs

Atenção: Os comentários são moderados. Relatos e opiniões serão publicados. Perguntas serão selecionadas para publicação e resposta. Entenda os critérios clicando aqui.
Bóia offline! Vamos continuar aprovando comentários, mas a Bóia só volta a responder perguntas que forem feitas depois de 10 de abril de 2017. Obrigado pela compreensão.
Cancelar