Tailândia: no Triângulo do Ouro, frutas e flores onde havia ópio

Mariana Amaral
por Mariana Amaral

Agricultor no Royal Project Ang Khang

Agricultor na estação do Projeto Real de Ang Khang

Não precisa ser muito observador para encontrar na Tailândia evidências da adoração do povo ao seu rei. Nas avenidas, os grandes painéis com a figura de Bhumibol Adulyadej podem até parecer propaganda, mas fotos suas em restaurantes, lojas e painéis de táxi não deixam dúvidas: para os tailandeses, o Rama IX é como um pai.

Rei da Tailândia

Bhumibol Adulyadej, o Rama IX

Um de seus feitos de maior popularidade é conhecido por Royal Project. Iniciado em 1969, recuperou áreas utilizadas para a produção ilegal de ópio na região do Triângulo de Ouro, ao norte do país.

Ang Khang

Doi Ang Khang, ao norte da Tailândia

O rei comprou terras, investiu em pesquisa e criou ali centros para o plantio de flores, frutas e legumes que até então não eram produzidos na Tailândia. Aos agricultores foram oferecidas condições melhores de trabalho, e assim a produção de ópio no país caiu de 200 toneladas para menos de 2, com o passar dos anos.

Royal Project em Doi Ang Khang

Royal Project em Doi Ang Khang

tailandia-royal-project-ang-khang9

Royal Project em Doi Ang Khang

Visitamos a Estação Real de Agricultura de Doi Ang Khang, na fronteira com Mianmar, em um bate-volta puxado com tour particular, saindo de Chiang Mai (são 170km de estrada, e boa parte do trajeto, montanha acima). Nosso guia foi o Kukiat Klinhom (email: cpncnx@hotmail.com), um mocinho tailandês muito simpático que fala espanhol e inglês.

Royal Project em Doi Ang Khang

Royal Project em Doi Ang Khang

Os jardins da estação dão um belo passeio. Vale a pena ficar para o almoço. O restaurante é simples, baratíssimo e serve deliciosos pratos -- da horta para a mesa!

Restaurante no Royal Project Ang Khang

Restaurante no Royal Project Ang Khang

Restaurante do Royal Project Ang Khang

Cogumelos fritos e tempura no restaurante do Projeto Real

A estação também tem um café e uma lojinha fofa:

Loja e café no Royal Project Ang Khang

Loja no Royal Project Ang Khang

Bonecas de tribos tailandesas

No nosso dia nas montanhas também conhecemos as simpáticas senhoras da tribo palong e espiamos Mianmar do outro lado da cerca.

Mulheres da tribo palong

Mulheres da tribo palong

Mianmar

Mianmar

Uma melhor idéia é pernoitar na região, aproveitando para complementar o tour com outras atrações pelo caminho. Uma opção é o inusitado projeto Elephant PooPooPaper Park, que não sai da temática sócio-ambiental. mrgreen (É uma estação de reciclagem de fezes de elefante, que são transformadas em papel!)

Restaurantes como o Blue Elephant e hotéis como o Mandarin Oriental apóiam o Projeto Real, comprando flores e alimentos. Produtos que usam matérias-primas vindas dos centros estampam orgulhosamente um selinho do Projeto Real na embalagem.

Loja do Royal Project em Suvarnabhumi

Loja do Royal Project em Suvarnabhumi

No aeroporto Suvarnabhumi, em Bangkok, existe uma loja só com produtos assim. Café, biscoitos, chás, pimentas e molhos, sucos, nozes de macadâmia e muitas outras delícias. São lembrancinhas que carregam história e um sabor de melhores tempos para a Tailândia.

Mariana viajou a convite da Embaixada Real da Tailândia.

Leia mais:

4 comentários

Jackie
JackiePermalinkResponder

Poxa Vida, não sabia desse tour. Visitei o Triângulo Dourado porque tenho interesse acadêmico em narcotráfico (e também pq é uma região culturalmente muito rica). Fiquei encantada com o ótimo Hall of Opium, passamos uns 4 dias na região, de carro, fomos até o Laos e conheci, como queria, a pequena vila de Mae Salong. Mas nunca tinha ouvido sobre esse tour. Que bom que a Embaixada está promovendo a Tailândia no Brasil e incluiu destinos tão bacanas qt o Norte no roteiro.
abs,

Danilo
DaniloPermalinkResponder

Boia,
onde eu encontro os links da viajosfera? Foram retirados com a mudança no site?

obrigado

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Danilo! No site novo a Viajosfera deu lugar ao Linkódromo. wink

Pedro R.
Pedro R.PermalinkResponder

Que interessante, nunca tinha ouvido falar desse projeto. Vai entrar para a próxima viagem, com certeza!

Atenção: Os comentários são moderados. Relatos e opiniões serão publicados. Perguntas serão selecionadas para publicação e resposta. Entenda os critérios clicando aqui.
Bóia offline! Vamos continuar aprovando comentários, mas a Bóia só volta a responder perguntas que forem feitas depois de 10 de abril de 2017. Obrigado pela compreensão.
Cancelar