Tailândia: o que você precisa saber antes de viajar

Mariana Amaral
por Mariana Amaral

Koh Phi Phi Don

Koh Phi Phi Don

Já sei. Tudo começou assim: um amigo que voltou do Sudeste Asiático apaixonado pela Tailândia. Depois veio a primeira ida a um restaurante tailandês, aquele novo, que ninguém parava de comentar. E aí um dia reprisou “A Praia” na tevê. Você jogou no Google, e descobriu um monte de blogs falando sobre Koh Phi Phi. Pensando nas próximas férias... por que não a Tailândia?

Somos realmente cada vez mais brasileiros desembarcando em Bangkok, ajudando a engrossar as polpudas estatísticas do turismo no país. A Tailândia recebe mais de 20 milhões de turistas estrangeiros, anualmente (no Brasil, damos as boas vindas a apenas 6 milhõezinhos, só).

Wat Yai Chai Mongkol, Ayutthaya

Wat Yai Chai Mongkol, Ayutthaya

Mas não seria muito caro? Muito longe? Muito difícil de planejar?

Fazendo as contas, uma viagem à Tailândia pode custar mais ou menos o que custaria uma viagem à Europa – e tem ainda aquele toque extra de aventura. O preço da passagem transcontinental é inegavelmente alto, mas por lá é tudo tão, tão, tão barato (enfatizei o bastante?) que o valor final da viagem não assusta tanto assim.

Muito longe? Bem... é muito longe mesmo. Mas isso só vai incomodar, de fato, na volta ao Brasil, na hora de lidar com o jetlag. mrgreen

Wat Arun, Bangkok

Wat Arun, Bangkok

Quanto ao planejamento, a parte mais difícil mesmo é decidir o roteiro. As possibilidades são tantas! Mas procure resistir aos itinerários pinga-pinga. Invista tempo em cada parada e desfrute com serenidade – essa, uma grande virtude dos amáveis tailandeses.

Quando ir

Fábrica de guarda-chuvas de papel em Bo Sang

Bo Sang

A melhor época para visitar a Tailândia é de novembro a março, durante o inverno, que equivale ao período mais seco (e também à alta temporada). Se não for às montanhas, pode deixar o casaquinho em casa: o inverno tailandês tem temperaturas lá pelos 30 graus.

A época a se evitar vai de julho a outubro, especialmente por quem planeja ir às praias. As monções causam temporais ainda mais severos do que as nossas chuvas de verão.
Nos demais meses, os atrativos são preços mais baixos e menos turistas. Abril é o mês mais quente do ano.

É esperado que o fluxo de turistas diminua um pouco nos próximos tempos, por conta do recente golpe de estado. A Autoridade de Turismo da Tailândia afirma que a situação no país é tranquila, e relatos de turistas garantem o mesmo. O toque de recolher acaba de ser suspenso.

Visto, passaporte e vacina

Posto de controle de saúde, aeroporto de BangkokPosto de controle de saúde, aeroporto de Bangkok

Aeroporto Suvarnabhumi, Bangkok

O turista brasileiro é dispensado de visto para visitar a Tailândia, e pode permanecer no país por até 90 dias. O passaporte deve ter no mínimo 6 meses de validade.

É preciso estar vacinado contra a febre amarela para embarcar. (Não por risco de pegar lá, mas porque a doença ainda existe aqui.) O certificado internacional é exigido no check-in no Brasil e também deve ser apresentado ao chegar, após o desembarque. Tome a vacina pelo menos 10 dias antes da viagem, para garantir sua validade e evitar encrencas.

Como chegar

Aeroporto de Bangkok

Aeroporto Suvarnabhumi, Bangkok

Air France, KLM, Lufthansa, British Airways e Emirates voam do Rio de Janeiro a Bangkok com uma conexão. De São Paulo partem vôos de todas essas, também com uma conexão, e ainda da Swiss, Turkish Airlines, Etihad e Qatar Airways. São dois vôos longos, e viajar com uma cia. aérea bacana faz uma boa diferença. Eu voei de Turkish Airlines, classe econômica, e gostei bastante do serviço, embora o avião que faça o trajeto mais comprido (um Airbus A340-300, entre São Paulo e Istambul) seja sensivelmente menos confortável do que a aeronave do trajeto mais curto (um Boeing 777-300ER, entre Istambul e Bangkok). Na ida, até que tudo bem, mas na volta é um downgrade que pesa.

Deslocamentos internos

Thai Airways

Thai Airways

Entre cidades próximas o deslocamento pode ser feito de ônibus ou trem, mas quando for possível ir de avião, vá de avião. Os preços são bons e há diversas companhias para escolher. Eu voei de Thai Airways – ou, como diria o Riq, a Singapore da Tailândia. Os vôos foram confortáveis e pontuais, e a companhia tem a vantagem de fazer parte da Star Alliance. Além dela, a Bangkok Airways é conhecida pelos mimos aos passageiros, e low-costs como a Air Asia e a Nok Air servem de alternativa econômica para quem viaja com pouca bagagem.

O que visitar

Royal Palace, Bangkok

Royal Palace, Bangkok

Bangkok, Chiang Mai, Krabi e Koh Phi Phi são um pacote básico para uma primeira vez na Tailândia. É uma viagem que cabe em 18 dias, de forma confortável, e em que se pode explorar um pouco do norte (Chiang Mai) e um pouco do sul (Krabi e Koh Phi Phi), além da alvoroçada capital tailandesa.

Mergulhadores vão gostar das Ilhas Similan; baladeiros, de Koh Phangan; amantes de história, de Sukhothai e Ayutthaya. O mais bacana de uma viagem pelo país é justamente aproveitar as curtas distâncias para visitar regiões diferentes e os seus contrastes.

Wat Phra Sri Sanphet, Ayutthaya

Wat Phra Sri Sanphet, Ayutthaya

Entre as principais atrações estão o Grande Palácio Real, em Bangkok; os elefantes, em Chiang Mai e Chiang Rai (ainda que uma atração um bocado controversa); as ruínas de Ayutthaya e Sukhothai; as muitas praias e ilhas ao sul; os templos budistas, grandiosos ou pequeninos, por toda parte; a surpreendente culinária tailandesa.

Moeda e câmbio

Notas de baht

Notas de baht

A moeda tailandesa é o baht. Na cotação de junho de 2014, 1 dólar vale 32 baht.

Fazer câmbio é fácil. Os bancos SCB e TMB têm guichês de câmbio por toda parte, com cotações bastante próximas (veja aqui e aqui). Bilhetes de 50 e 100 dólares valem um pouco mais para troca do que as notas miúdas.

Hotéis, restaurantes e lojas aceitam cartões, mas é bom ter dinheiro vivo para usar nas compras de valor mais baixo. Sobre saques de caixa eletrônico são cobradas tarifas entre 150 e 180 baht.

Transporte

Tuk-tuk em Bangkok

Tuk-tuk

Os táxis são baratos na Tailândia. Cuide apenas de pedir que o relógio seja ligado (em inglês, “taximeter” ou “meter”), já que alguns motoristas preferem tentar negociar o preço da corrida. Tenha à mão o nome e o endereço do destino escritos no alfabeto tailandês, e também o endereço do seu hotel, para voltar. Os folclóricos tuk-tuks podem custar mais caro do que os táxis. Combine o preço antes de subir e evite aqueles passeios que incluem paradas pelo caminho – o motorista pode insistir para que você visite uma ou duas lojas de parceiros.

Rio Chao Phraya, Bangkok

Rio Chao Phraya, Bangkok

Em Bangkok, aproveite o metrô de superfície Skytrain e os ferries que atravessam o rio Chao Phraya para escapar do trânsito.

Alugar carro não é a melhor das idéias em um lugar onde se dirige na mão inglesa e o idioma não é nada familiar.

Reembolso de IVA

Reembolso de imposto

Guichê do aeroporto Suvarnabhumi

Na hora das compras mais “sérias”, leve o seu passaporte e fique atento ao selinho azul de VAT Refund for Tourists (VRT) pelas vitrines. Nestas lojas, turistas têm direito a reembolso de imposto nas compras de valor superior a 2.000 baht (por cada compra, sem somar notinhas). Vale a pena pedir: são 7% de volta, que já cobrem o IOF mrgreen O reembolso é recolhido no aeroporto. Não despache as compras antes de ir ao guichê; é preciso mostrar os itens ao fiscal

Comunicação e costumes

Massagistas tailandesas

Massagistas tailandesas

Os tailandeses são muito cordiais com os turistas e não economizam nos sorrisos. Devolva a simpatia saudando como um tailandês: junte as palmas das mãos, curve-se ligeiramente e cumprimente dizendo sawatdee ka (se você é mulher) ou sawatdee krap (se você é homem).

Em locais turísticos será fácil encontrar quem fale inglês, e os cardápios muitas vezes vêm com traduções ou figurinhas.

Faz um calor tremendo na Tailândia, mas os tailandeses não têm hábito de usar roupas curtas, decotadas ou cavadas. Para visitar os templos, homens devem usar calça comprida e blusas com manga. Mulheres devem usar calça comprida, saias ou vestidos com comprimento abaixo do joelho, e blusas com manga. Caso a sua roupa seja inadequada para entrar no local, será necessário alugar uma echarpe ou sarongue.

É solicitado que se tire os sapatos, também.

Monges em Chiang Mai

Monges em Chiang Mai

95% dos tailandeses são budistas. Tire fotos dos monges, dos templos e junto às imagens de Buda de maneira respeitosa. Trate as imagens do rei Bhumibol Adulyadej e de sua família com o mesmo respeito – ele é como um pai para os tailandeses.

Despesas

Asiatique, Bangkok

Asiatique, Bangkok

Os preços assustam na Tailândia – são tão baixos que a gente nem acredita.

As diárias no Ibis mais bem localizado de Bangkok ficam na casa dos 100 reais. Massagens nos pés por meia hora, 15 reais. Um bom almoço, até menos. Lembrancinhas podem custar centavos.

Não por acaso, a Tailândia é um paraíso para os mochileiros. Mas também permite algumas extravagâncias difíceis de bancar em outros países. Aproveite!

Regent Phuket Cape Panwa

Regent Phuket Cape Panwa

Mariana viajou a convite da Embaixada Real da Tailândia.

Leia mais:

67 comentários

Wagner Martins

Daqueles posts pra guardar pra vida! Sensacional =)

Sylvia
SylviaPermalinkResponder

Perfeito Merel !! Favoritado e reenviado
para os que estão indo no final do ano.

Lu
LuPermalinkResponder

Parabens, Merel!! Relato completissimo! De dar agua na boca!!
Bjs

Lore
LorePermalinkResponder

Concordo com 100% do post, fui no Reveillon de 2012/2013 e pude ver que a Thailandia é tudo isso e muito mais. E Realmente, o valor total da viagem ficou igual a viagem a Europa, isso ficando em hotéis muito melhores. Vale muito a pena! Bjs.

Lu Malheiros
Lu MalheirosPermalinkResponder

Excelente, Merel! Vontade de voltar! smile

Mari Campos
Mari CamposPermalinkResponder

que post e que fotos liiiiiindas! Amei, amei, amei. Deu mais saudades ainda da Tailãndia, xará :*

Marcie
MarciePermalinkResponder

Fiquei com vontade de voltar... wink

Margareth d'Oliveira d'Avila

Como é a comida? Muita apimentada? É um do lugares que tenho vontade de conhecer.

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Margareth! A cozinha tailandesa é apimentada. Se não come pimenta, escolha restaurantes de comida ocidental.

Schnaider ferreira

Para mergulhadores ou para quem quer tirar a carteirinha de merguhador super vale ir para ko tao, a Meca do mergulho lá! Várias escolas oferecem certificação padi por usd 300,00 + 4 dias de acomodação em dorms inclusa!
Em Bangkok, quando for pegar o barco, notar que há barcos públicos e barcos p turistas. Os públicos são mais baratos e mais rápidos. Os de turistas um pouco mais caro e vai mais devagar p pessoal aporovietar a vista.
Não se assuste com hotéis de luxo, sempre vale a pena cotar, mtas vezes terão grandes supresas e poderão ficar num hotel animal por um preço super acessível!
Já em março o calor começa a pegar e até abril cada dia eh mais quente que o outro ... As seven eleven que estão por toda parte são oásis p se estar qndo o calor aperta!
Não deixem de fazer aula de culinária tailandesa se tiver chance, ótimas escolas em Bangkok e em chiang mai, sendo que as de chiang mai tem preços mais acessíveis.
Evitem ficar em hotéis na kao san road, essa rua eh um caos apesar de ser super famosa entre os mochileiros.

Andréia Meireles

Gostei muito de suas dicas. Principalmente da possibilidade de fazer cursos de culinária por lá. Gosto muito de cozinhar, e aprender a fazer comida tailandesa seria uma ótima pedida na minha viagem.

Caroline
CarolinePermalinkResponder

Sobre a vacina, ela é necessária apenas para os que entrarem no país com passaporte brasileiro? Os que possuem passaporte italiano precisam comprovar que tomaram a vacina?
Eu tomei a vacina contra febre amarela em 2009, mas meu namorado não sabe se tomou ou não. Ele tem passaporte italiano e estaremos em Paris antes de embarcar para Tailândia. Minha dúvida é se ele pode entrar no país sem o certificado internacional.

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Caroline! Em princípio, portadores de passaporte europeu não precisam da vacina. Mas um agente de imigação mais chatinho pode perguntar onde ele mora, e se ele responder que mora no Brasil, talvez venha com a exigência.

julia vincent
julia vincentPermalinkResponder

Olá, Mariana!
Excelentes suas dicas como sempre!
Estou planejando fazer um trabalho voluntário com crianças em Ayutthaya. Infelizmente apenas 1 mês (minhas férias do trabalho). Mas como já estarei lá e nunca fui...acha que nos finais de semana consigo fazer viagens curtas como conhecer praias?
Além disso,não encontro contatos de brasileiros que fizeram, se você tiver e puder me indicar agradeço muito. A princípio farei com a ONG Global Acrossroad.
Bjs!

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Julia! As praias mais famosas da Tailândia estão mais ao sul. Você vai precisar pegar avião, mas é capaz de conseguir bons preços nas low costs.

isabel
isabelPermalinkResponder

Olá,
Gostaria de saber quantos dias seriam necessários para fazer uma viagem bem proveitosa à Tailândia, dividindo entre as praias do sul, Bangock e o norte.
Obrigada

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Isabel! É uma viagem em que vale investir uns 20 dias. Em uma versão pocket, 15 dias.

Teresa Cristina

Olá Mariana,
Obrigada pelo seu post, sempre muito claro e objetivo. Estou programando a minha viagem e tenho uma dúvida: é melhor ficar em Krabi ( 3 dias) e de lá partir para as praias ( bate e volta) ou seria mais prático ficar em Phi Phi ? Tenho receio do tempo que se perde com as idas e vindas e de ser muito cansativo.
Abç e obrigada,
Teresa

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Teresa! A gente discutiu essa questão do bate-volta a PhiPhi x ficar em PhiPhi neste post, dê uma olhadinha (incluindo os comentários):

https://www.viajenaviagem.com/2014/08/phi-phi-tailandia-praia-dicas

CANDIDA ALCANTARA

Amei! Parabens pela materia nao vejo a hora de ir! smile

Paula Augot
Paula AugotPermalinkResponder

Estou com uma viagem prevista para a Tailândia em dezembro mas eu não moro no Brasil, será que ainda assim vão pedir comprovante de vacina? Posso atestar que moro numa área sem risco de febre amarela...É que não tenho o comprovante de vacina e não irei ao Brasil antes de ir pra Tailândia, ou seja não tem nem como pedir...

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Paula! Se o seu país de residência não está na lista da OMS, você teoricamente não precisa da vacina. Mas esteja preparada com comprovante de residência e prova de que não passou por zonas tropicais nos últimos trinta dias.

Caso não queira passar por nenhum aborrecimento, procure uma clínica privada de vacinação e vacine-se.

Paula Augot
Paula AugotPermalinkResponder

Muito obrigada bóia!

Patrícia Ferreira

Excelente post. Obrigada. Já estão nos meus favoritos.
Gostaria apenas de tirar uma duvida, maio e junho tb são meses muito quentes? Não é um bom período para ficar lá por um mês?

Obrigada desde já.
Abs.

Luiz Pandolfi
Luiz PandolfiPermalinkResponder

Estive na Tailândia com minha esposa durante de 5 a 22 de dezembro passado, com pernoites em Bangkok, Chiang Mai, Krabi e Ko Phi Phi. Aproveitei demais as informações do Viaje na Viagem e de outros blogs na Internet, especialmente o 360 Meridianos. Muito obrigado mesmo. Aproveito para deixar algumas impressões minhas, que podem ser úteis porque atualizadas recentemente: achei comida tailandesa, taxi e hospedagem na Tailândia, especialmente em Bangkok, realmente barato. Comida tailandesa é fácil encontrar um prato por algo em torno de 20 reais. Taxi, fora aqueles que não querem ligar o taxímetro, eram pelo menos um terço dos preços do Brasil (moro em Brasília). Hospedagem paguei uma média de 350 reais a diária, mas ficando em hotéis sensacionais que no Brasil, na Europa ou nos EUA não dava pra sonhar ficar 15 dias em hotéis deste padrão. O restante do preço na Tailândia, entretanto, está semelhante ao Brasil ou um pouco mais caro. A cerveja local mais barata, em um boteco ou restaurante variava, de R$ 5,00 a R$ 12,00, sendo o mais barato comprando de um carinha com um isopor no meio da rua (No 7 eleven, pequeno supermercado, saia por R$ 3,00). Compras, pode esquecer, preços de roupas ou eletrônicos apenas ligeiramente mais baratos do que no Brasil, quando não mais caros. Deslocaamentos no metro por volta de R$ 3,00. Enfim, adorei a Tailândia, mas é preciso retificar o senso comum de que uma viagem pra lá hoje em dia é uma pechincha, porque com o atual câmbio e o número crescente de turistas deixaram os preços pelos menos para nós, brasileiros, semelhantes àqueles praticados no restante dos destinos turísticos tradicionais (EUA, Europa e Brasil). Abraços, e feliz 2015 a todos.

Vicente
VicentePermalinkResponder

Boa tarde Luiz, sou de brasília também e estou indo para Tailandia dia 19/03 e voltando dia 01/04! Vou passar 4 noites no Shangri la em bangkok e 7 noites em Phi Phi no Zeavola. Gostaria de saber sobre a moeda que você mais usava e quanto gastava por dia o casal. Se tiver mais alguma dica.. agradeço! Obrigado e um abraço.

Salete
SaletePermalinkResponder

Olá galera d Viaje preciso de uma super orientação de vcs!
Vi num revista uma matéria sobre stopover e decidi ira para Tailandia,e Dubai, mas para minha tristeza li aqui que em Agosto é um péssimo mês devido a fortes chuvas sad . Por favor me digam se é tãoooo ruim assim e se possível me deem um indicação de viagem em Agosto que não seja Europa pois achei muita cara. Bjos e agradeço Salete

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Salete! Chove muito na Tailândia por esse período. Se puder trocar de idéia sem prejuízo, é melhor deixar a viagem para uma época mais propícia. Peru, Aruba, Curaçao, Los Roques, Barbados, Cartagena, África do Sul, Canadá, Fernando de Noronha, Bonito, Jalapão e Lençóis Maranhenses são alguns destinos ótimos para essa época do ano.

claudia souza
claudia souzaPermalinkResponder

Outubro é uma boa época para ir para a Tailândia? Acham que dá para fazer Tailândia e Bali em 21 dias? Abraços e parabéns pelo site.

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Claudia! É o fim da época chuvosa na região de Krabi. Meados de novembro é uma época melhor.

Veja roteiros:
https://www.viajenaviagem.com/2014/11/sudeste-asiatico-itinerarios-comentados

JAMILE
JAMILEPermalinkResponder

Gente, vou para a Tailândia na próxima semana e estou apreensiva com a tensão política que voltou à tona, com a explosão de bombas em shopping de Bangkok no dia 1/2/15. Alguém por lá ou em vias de ir bem informado sobre a questão?

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Jamile! Vale acompanhar as notícias, mas parece um ato isolado, pelo noticiário.

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Jamile! Vale acompanhar as notícias, mas parece um ato isolado.

Lu Malheiros
Lu MalheirosPermalinkResponder

Jamile,
Como a Bóia disse, parece um ato isolado. Ano passado, estive em Bangkok em fevereiro, no auge das manifestações políticas e foi tudo tranquilo; só não ficamos nas regiões onde os manifestantes estavam acampados.
Você pode acompanhar pelo blog e/ou twitter do Richard Barrow que mora lá http://www.richardbarrow.com/
Boa viagem a Tailândia é linda!

JAMILE
JAMILEPermalinkResponder

Obrigada Boia e Lu Malheiros (seu blog foi de grande ajuda no planejamento desta viagem, que inclui Camboja, Malásia, Cingapura e Dubai). Na volta compartilho dicas. Abraços!

sandra
sandraPermalinkResponder

Obrigado pelas informações. No momento preciso saber se quem não pode tomar a vacina da febre amarela, pode entrar na Tailândia. Tenho alergia, e esta vacina não poderei tomar. Existe alguma alternativa de entrar no país sem o certificado?

Vera Lucia
Vera LuciaPermalinkResponder

Fui convidada a ir a Tailândia, não falo bem inglês, será q da p se virar? Gostaria de dicas p aproveitar o máximo. Obrigada.

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Vera! Eles também não falam bem inglês grin

Estude bastante o que você vai visitar, chegue preparada e com espírito esportivo para um ou outro mico grin

Denise
DenisePermalinkResponder

Oi Bóia!! Tudo bom??
Gostaria de saber se no blog alguém já relatou sobre a entrada na Tailândia com o certificado de isenção de vacinação ( uso uma medicação que não permite tomar a vacina da febre amarela). Eles são obrigados a permitir a entrada do turista portando o certificado?
Obrigada!!

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Denise! Não temos nenhum caso relatado aqui. Há um post sobre isso:

https://www.viajenaviagem.com/2013/01/vacina-contra-febre-amarela-certificado-de-isencao

Philipp
PhilippPermalinkResponder

Denise, em geral, nenhuma autoridade de imigração é "obrigada" a autorizar a entrada, mesmo se o visitante tiver visto. O certificado para você é o seu "comprovante de vacina, mas novamente mesmo alguém com vacina pode tecnicamente ser negada a entrada no país. Sinceramente, acredito que a probabilidade de negarem seja muito pequena, e nada que uns 30 minutos extras de "conversa chata" resolva.

No seu lugar, eu teria tudo preparado para a chegada (não me pediram a vacina nas duas vezes que estive lá) e assumiria o pequeno risco.

Andreia
AndreiaPermalinkResponder

Realmente a tailândia é um dos países mais fantastícos que existe ,viajei 8 vezes e conheço guase todo o país ,praias ,ilhas paradisíacas! Lá tem um pouco de tudo.. Pra quem gosta das baladas e da agitaçao das noitadas phuket e pattaya sao os lugares certos. Pra quem adora fazer compras bankok é perfeito. simplesmente inesquecível!

Filipe
FilipePermalinkResponder

Olá, Bóia! Muito obrigado pelo excelente post. Apenas queria entender melhor por que mesmo os preços sendo tão acessíveis como foi citado no texto, equipara-se ao custo de uma viagem a Europa (também citado)? Se não for demais, você poderia "desenrolar" essa questão para eu entender melhor? É que o orçamento pra viagem de final de ano não está tão folgado e estava tratando a Tailândia como uma opção mais econômica em relação a Europa, mesmo considerando o alto custo das passagens. Muito obrigado desde já.

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Filipe! Orce a hospedagem, você já vai ter uma base. Comida pode custar baratíssimo ou caríssimo, dependendo de onde você escolhe para comer. É impossível avaliar quanto uma pessoa vai gastar em alimentação, depende de inúmeros fatores: gosto, hábitos, onde estará hospedado. Mas todo mundo acaba se adaptando ao orçamento disponível, aqui, na Europa ou na Tailândia.

MarthA
MarthAPermalinkResponder

Ola Gostaria de saber se preciso de visto para os emirados arabes, pois vou fazer um voo de Sao Paulo para Bangkok pela Etihad e vai ter uma conexao de 3 horas em Abudabi

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Martha! Não é necessário visto se o passageiro não sai do aeroporto, como é o seu caso.

Pedro @viajecompedro

Realmente, principalmente no quesito "gastos", a Tailândia é quase imbatível. Sem contar que a culinária local é das melhores do mundo.

Excelente post, Mariana!

Roberta
RobertaPermalinkResponder

Bom dia, boia/comandante!!!
Estou planejando uma viagem para a Tailândia saindo de GRU em dezembro (e com stopover em Dubai) e encontrei as passagens pela Emirates por cerca de R$2850 já com taxas.
Vocês acham que o preço está bom ou será que pode baixar mais?

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Roberta! Está bastante barato.

Edilene
EdilenePermalinkResponder

Parabéns, ótimas dicas! Irão ajudar sobremaneira na minha viagem para Tailândia. Muito obrigada!

Daniel
DanielPermalinkResponder

Ola,
Alguem sabe ate quando o royal palace ficara fechado com a morte do rei??
Um abraço a todos!

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Daniel! O palácio reabre para visitas dia 21 de outubro.

Marilda Lopes
Marilda LopesPermalinkResponder

Fiquei super animada com esse post, estou me organizando para 2017, tenho certeza que assim como outras viagens organizadas por aqui, essa também será bem sucedida.

Leonardo Souza

Eu e minha esposa acabamos de voltar da Tailândia e escrevemos um guia bem legal com quanto gastamos, onde ir e algumas dicas importantes: http://escarlatte.com/tailandia/

Joao
JoaoPermalinkResponder

Pessoal,
Estive em dez/16 na Tailândia. O pais é super seguro, mas fica a dia: cuidado com os taxistas, cai em dois golpes: 1- colocaram um pano no taximetro e chegando no local estava marcando 530 THB (um absurdo para os padrões locais) o segundo foi parecido com o golpe de Buenos Aires, o taxista trocou a nota de 1.000 THB que eu dei por uma de 100 e disse que eu dei errado. Usem UBER, além de seguro é ainda mais barato.

Gusttavo
GusttavoPermalinkResponder

Ei Mariana,

Estou embarcando do reino Unido, e vou utlizar o meu passaporte italiano e minha esposa o brasileiro.

Vc sabe me dizer se ainda sim teremos q tomar a vacina de febre amarela obrigatoriamente? A de tetano, hepatite e malaria e obrigatorio??

obrigado e parabens pela pagina!!!!

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Gusttavo! Ao usar o passaporte brasileiro, a chance de pedirem a vacina contra febre amarela é muito grande, mesmo chegando do Reino Unido. Nenhuma outra vacina é exigida; vacine-se se achar que precisa para se imunizar.

Neusa Oliveira

Conhecer a Tailândia antes de partir .
Meu primeiro contato com esse país foi através da aravilhosa CULINÁRIA..meu paladar se encantou com a riqueza do sabor .Não conseguia identificar o que era mas a harmonia de gosto era incrível parecia uma sinfonia perfeita .
Parti então para buscar o que era aquilo.
Me apaixonei pela descoberta .
Me apaixonei pela cultura e pelo país.
Descobri a riqueza dos templos .de como eles podem ser tão sensíveis sem precisar de palácios Ricos mas tradições de seu povo .gentis em conservar humildade
Meu sonho .visitar a Tailândia

Victor Carvalho

Usem Uber, Tuk Tuk não compensa o preço para turista e Taxi tem risco de golpe.
Pelo que eu lembro o Uber saindo do Aeroporto tem um preço Fixo. Fui em 2016.

Victor Carvalho

Usem Uber, Taxi tem risco de golpe e Tuk Tuk não compensa o preço para turista.
Pelo que eu lembro o Uber saindo do Aeroporto tem um preço Fixo. Fui em 2016.

Marília Borges

Excelente post! Passei 3 semanas da minha Lua de Mel na Tailândia num roteiro bem parecido, em novembro de 2014 e sinto saudades todos os dias. Algumas contribuições da minha parte:
- O golpe de Estado do exército foi dado em maio de 2014. fiquei bem preocupada mas ao chegar lá, tudo estava normal. inclusive achei a Tailandia um país extremamente seguro e tranquilo.
- Etihad não voa mais Brasil, se não me engano
- Andamos de Tuk Tuk só à noite para evitar que os motoristas ficassem parando nos comércios. Aliás recomendo usar muito o barco no Chao Phraya e o Sky Train. O transito é caótico e a comunicação com taxistas não é das melhores
- Os elefantes sofrem muito com os passeios. Por favor não façam!!! ao invés disso, em Chiang Mai, procurem o Elephant Nature Park. Lá vocês podem interagir com os elefantes (alimentar, dar banho, tirar fotos) sem agredi-los. Todos os elefantes do local foram resgatados de maus-tratos. Impossível sair de lá sem se sensibilizar com a causa.
do mais, só posso dizer: você precisa ir para a Tailandia!

Matheus Rodrigues freire

Gostei muito desse post tirou todas as minhas dúvidas obrigado

Felipe Suleiman Saoud

Olá Boia,

Tenho uma dúvida quanto ao meses de Abril e Maio. Tenho férias a partir do dia 16 de Abril e pretendo passar ao menos 20 dias pela Tailândia. Não encontro recomendações para essa época, mas também, não há indícios que inviabilizam a viagem. O que me diz? Quanto ao calor, chuvas... Muuuuito obrigado!

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Felipe! São meses de transição. Abril está no fim da estação seca, e maio já pode ser o início da estação chuvosa.

Um excelente guia para consultar para o Sudeste Asiático é o Travelfish. Veja o que eles indicam em abril e maio:

https://www.travelfish.org/weather/thailand/april

https://www.travelfish.org/weather/thailand/may

Juan Diego Soares Fortunato

Excelente matéria, simples e objetiva !

Silvia Esteves molina

Amei as dicas.. .sensacional...parabens...aprendi muita coisa..meu próximo destino
Valeu

Atenção: Os comentários são moderados. Relatos e opiniões serão publicados. Perguntas serão selecionadas para publicação e resposta. Entenda os critérios clicando aqui.
Bóia offline! Vamos continuar aprovando comentários, mas a Bóia só volta a responder perguntas que forem feitas depois de 10 de abril de 2017. Obrigado pela compreensão.
Cancelar