Art Basel, a feira de arte contemporânea da Suíça que ganhou o mundo

Natalie Soares
por Natalie Soares

Art Basel a arte contemporânea na Suíça

Todo ano, no início de dezembro, uma mostra de arte contemporânea agita Miami Beach: os hotéis lotam (com diárias salgadas), os melhores restaurantes ficam difíceis de reservar, acontecem grandes shows, festas bacanas pipocam por toda parte. É a Art Basel, que desde 2002 vem ajudando a mudar o perfil de Miami -- e hoje é o evento que marca o início da alta temporada na cidade.

É possível que muitos brasileiros já tenham visitado a Art Basel em Miami sem perceber que se trata de um, digamos, spin-off da feira original, fundada em 1970 na cidade suíça da Basiléia (Basel, em alemão e inglês). A iniciativa foi de três galeristas -- Trudi Bruckner, Balz Hilt e Ernst Beyeler (da Fundação Beyeler) -- e não demorou muito para se tornar a meca do mercado de arte europeu. Depois de se impor também nas Américas, em 2013 a Art Basel partiu para a conquista da Ásia, passando a acontecer também em Hong Kong.

Art Basel a arte contemporânea na Suíça

Durante a semana da feira, que acontece sempre em junho, a Basiléia se torna a capital mundial da arte contemporânea, atraindo galerias, colecionadores, curadores de museus e aficionados de todo canto. Paralelamente à exposição, a Art Basel oferece uma programação intensa com filmes, eventos, mostras paralelas, shows e até mesmo cardápios inspirados na arte.

Art Basel a arte contemporânea na Suíça

Com o ticket na mão e em frente ao enorme pavilhão, quase fui arrastada pelos entusiastas e curiosos que chegavam animados à feira. Não sabia direito o que ia encontrar e a cada nova sala, a cada nova instalação, eu era transportada para lugares surpreendentes. Aos poucos, a Art Basel se mostrou um programão até mesmo para quem, como eu, não é muito familiarizado com esse universo.

Art Basel a arte contemporânea na Suíça

A mostra também conta com uma área exclusiva para debates com artistas e curadores convidados. É só entrar e logo você estará presenciando bate-papos acalorados sobre a arte da América Latina ou novos movimentos vindos da África, entre outros temas.

Art Basel a arte contemporânea na Suíça

Tem também um espaço dedicado à venda de revistas e livros de arte do mundo inteiro. Dica camarada para quem quer comprar um presente especial.

Art Basel a arte contemporânea na Suíça

Duas áreas da Art Basel me impressionaram mais: o Unlimited e o Galleries sector.

Galleries sector: dê o seu lance

Art Basel a arte contemporânea na Suíça

O Galleries sector é a alma da feira e traz uma incrível variedade de pinturas, desenhos, esculturas, instalações, gravuras, fotografias e vídeos feitos por mais de 4.000 artistas. Gostou de uma obra? Você pode dar um lance em uma das peças que podem chegar a casa de até 6 milhões de obamas.

Unlimited: performances e arte fora de escala

Art Basel a arte contemporânea na Suíça

Art Basel a arte contemporânea na Suíça

Na definição da organização, o Unlimited é um espaço dedicado a “projetos que transcendem o clássico art-show”, reunindo enormes esculturas, pinturas, projeções, instalações de ampla escala e performances ao vivo como a do Julius von Bismarck que queria falar sobre o nosso mundo cada vez mais egocêntrico.

Tour guiado

Art Basel a arte contemporânea na Suíça

Uma maneira interessante de mergulhar na Art Basel é participando do tour guiado oferecido pela própria organização do evento. Geralmente ele acontece durante todo o período de abertura do pavilhão e é feito em inglês, alemão, francês, italiano e espanhol, este último somente com reserva antecipada. Os guias são historiadores e críticos de arte.

Art Basel a arte contemporânea na Suíça

Parcours

Art Basel a arte contemporânea na Suíça

Com a intenção de levar a arte para as ruas e estimular a interação com a população, durante a Art Basel a Basiléia se transforma e antigos espaços são tomados por instalações contemporâneas cheias de ideias, novos conceitos e muita crítica social.

Nesse ano o Brasil foi muito bem representado no Parcours, com obras do Vik Muniz e do Adriano Costa.

Art Basel a arte contemporânea na Suíça

O evento proporciona vários walking tours pela região da Münsterplatz e da catedral, liderados por guias especializados que contam mais sobre a vida e a obra dos principais artistas que montaram seus trabalhos ao ar livre. O tour dura cerca de 1h30, custa 25 francos suíços e pode ser reservado nos stands de atendimento ao visitante da Art Basel. Apenas se certifique de que as explicações serão em inglês. Os horários podem variar de acordo com a programação de cada ano.

Art Basel a arte contemporânea na Suíça

Art Basel a arte contemporânea na Suíça

Art Basel a arte contemporânea na Suíça

Natalie viajou a convite de Switzerland Tourism e Atout France.

Leia mais:

Nenhum comentário, deixe o primeiro!

Atenção: Os comentários são moderados. Relatos e opiniões serão publicados. Perguntas serão selecionadas para publicação e resposta. Entenda os critérios clicando aqui.
Bóia offline! Vamos continuar aprovando comentários, mas a Bóia só volta a responder perguntas que forem feitas depois de 10 de abril de 2017. Obrigado pela compreensão.
Cancelar