Como voar a Barbados depois do fim dos vôos diretos da Gol, em setembro

Ricardo Freire
por Ricardo Freire

Como voar a Barbados
Semana passada, depois de uma reunião com o Turismo de Barbados, a Gol anunciou a suspensão do vôo direto semanal de São Paulo a Bridgetown. O último vôo acontecerá dia 28 de agosto. E depois disso, como voar a Barbados?

A rota mais curta vai ser via Bogotá: a Avianca voa a Barbados duas vezes por semana, às quartas e sábados, com conexões convenientes para quem sai de São Paulo e Rio. Quem sai de Fortaleza, que tem um vôo direto semanal a Bogotá todo sábado, só pode aproveitar a conexão na volta. Na ida seria preciso ir por São Paulo ou Rio, ou dividir a estada, ficando quatro noites em Bogotá.

A outra rota conveniente é via Miami, de onde a American voa diariamente a Barbados. No entanto, é preciso ter visto americano válido, porque não existe trânsito internacional nos Estados Unidos -- você obrigatoriamente passará pela imigração ao desembarcar em território americano.

Caribe: como ficaram as rotas desde o Brasil

A partir de 2010, com a valorização do real, a Gol construiu uma senhora malha aérea caribenha. Inicialmente usando Caracas como hub, depois complementando ou evoluindo para vôos diretos, a Gol chegou ter rotas simultâneas para Aruba, Curaçao, St. Maarten, Barbados e Punta Cana. A Gol ensaiou até mesmo transformar a República Dominicana (primeiro em Santo Domingo, depois em Punta Cana) no seu hub internacional, de onde distribuiria passageiros em vôos para os Estados Unidos e outros pontos do Caribe. Durante alguns meses, o esquema foi tentado nas rotas a Miami e Orlando.

Então veio a desvalorização do real e a crise no Brasil, que atingiu as cias. aéreas em cheio. A estrutura foi pouco a pouco a desarmada. As rotas a St. Maarten e Curaçao já tinham sido desativadas há bastante tempo. O fim dos vôos à Flórida via República Dominicana foi anunciado simultaneamente ao término da rota a Aruba. Depois do encerramento do vôo a Barbados -- que era patrocinado pelo turismo do país -- só restam os vôos diretos a Punta Cana, três vezes por semana, saindo de São Paulo. (A Latam também voa direto a Punta Cana, três vezes por semana, mas saindo de Brasília.)

Caso você tenha passagem comprada a Barbados pela Gol, entre em contato para receber o reembolso ou trocar por uma outra passagem da cia. (Para ser acomodado em outra cia. que leve a Barbados você vai precisar entrar na Justiça.)

Quais são hoje, então, as rotas mais curtas para os destinos caribenhos que a Gol apresentou ao Brasil?

Atenção: dependendo da sua cidade, podem ser necessários pernoites em Bogotá ou na Cidade do Panamá.

Aruba

  • com a Insel Air saindo de Manaus (escala em Curaçao)
  • com a Avianca saindo de São Paulo, Rio ou Fortaleza (conexão em Bogotá)
  • com a Copa saindo de Manaus, Recife, Brasília, Belo Horizonte, Rio, São Paulo e Porto Alegre (conexão na Cidade do Panamá)

Curaçao

  • com a Insel Air direto de Manaus
  • com a Avianca saindo de São Paulo, Rio ou Fortaleza (conexão em Bogotá)
  • com a Copa saindo de Manaus, Recife, Brasília, Belo Horizonte, Rio, São Paulo e Porto Alegre (conexão na Cidade do Panamá)

St. Maarten

  • com a Copa saindo de Manaus, Recife, Brasília, Belo Horizonte, Rio, São Paulo e Porto Alegre (conexão na Cidade do Panamá)
  • com a American saindo de Rio, São Paulo, Brasília e Belo Horizonte (conexão em Miami)
  • com a Insel Air saindo de Manaus (conexão em Curaçao)

Barbados

  • com a Avianca saindo de São Paulo, Rio ou Fortaleza (conexão em Bogotá)
  • com a American saindo de Rio, São Paulo, Brasília e Belo Horizonte (conexão em Miami)

Punta Cana

  • com a Gol, direto de São Paulo
  • com Latam, direto de Brasília

Leia mais:

3 comentários

@fabteixeira
@fabteixeiraPermalinkResponder

Comandante, uma pequena colaboração. Além dessas aí ainda tem a Surinam Airways, que tem vôos diretos de Belém para Paramaribo com conexão para alguns destinos do Caribe (destaque para Aruba e Curaçao). O problema é que a cia não vende passagens com saída de Belém no seu site (?), mas se consegue comprar em sites de algumas agências, como a Viajanet. Inclusive vi um preço meio maluco quando consultei agora pra ver se ainda vendiam lá. BEL-CUR-BEL por US$207 (+ taxas) indo dia 15/07 e voltando 22/07

Christina
ChristinaPermalinkResponder

Eu fiz a rota com a American Airlines, foi realmente muito conveniente dar uma paradinha básica de alguns dias em Miami, adoro! Apenas um aviso pra quem vai de executiva: o voo que peguei entre Miami e Barbados é feito numa aeronave menor e não tem uma classe executiva. Embora o embarque prioritário permaneça, são apenas alguns assentos mais confortáveis na parte dianteira da aeronave. De qualquer forma foi bom porque o avião estava lotado nos dois trechos, eu não imaginava que era uma rota tão utilizada pelos moradores de Barbados, a maioria a bordo. O horário de retorno ao Brasil pela American após o voo de Barbados não era muito conveniente, teria de esperar muitas horas no aeroporto, então planejei ficar também uns dias em Miami na volta e fiquei num hotel mais próximo do aeroporto, o que não foi nenhum sacrifício, algumas "comprinhas" de última hora no Dolphin Mall foram bem vindas.

Darío Neves
Darío NevesPermalinkResponder

É uma pena o fim deste vôo direto. Fui duas vezes a Barbados, utilizando milhas com condições muito boas. Não vai ser tão simples, mas definitivamente irei a Barbados novamente!

Atenção: Os comentários são moderados. Relatos e opiniões serão publicados. Perguntas serão selecionadas para publicação e resposta. Entenda os critérios clicando aqui.
Bóia offline! Vamos continuar aprovando comentários, mas a Bóia só volta a responder perguntas que forem feitas depois de 10 de abril de 2017. Obrigado pela compreensão.
Cancelar