Napa Valley, Califórnia: vinícolas e pé na estrada nas dicas do Fernando

Viaje na Viagem
por Viaje na Viagem

castello di amorosa napa valley

Que tal incluir uma rota de vinhos na sua road trip pela Califórnia? O Fernando e a Laura, que já emprestaram pra gente muitas dicas de viagens de carro -- pelo Tennessee, pela Provence e Côte d’Azur, pela África do Sul e pela Turquia -- agora dividem por aqui seu roteiro pelas vinícolas de Napa Valley. Se você tem planos de viajar de carro entre San Francisco e Los Angeles, veja como uma paradinha em Napa pode fazer a sua viagem ainda mais prazerosa:

Texto e fotos | Fernando Mihalik

Eu e minha mulher Laura estivemos passeando por 12 dias pela Califórnia, partindo de Los Angeles em direção a Napa Valley, passando, rapidamente, pela bela San Francisco, e retornando depois a LA. A ideia era conhecer Napa Valley e proximidades. Fizemos tudo de carro, ficando em hotéis previamente reservados.

Para isso, utilizamos muitas dicas do Viaje na Viagem, e aproveito para dar as nossas impressões sobre a viagem, feita em janeiro de 2016, portanto no inverno de lá.

santa cruz california

Santa Cruz

Na ida subimos rumo norte pela Pacific Coast Highway, passando por San Luis Obispo. Ficamos hospedados em Santa Cruz, ao sul de San Francisco, em um hotel pequeno, moderno e super charmoso, estilo B&B, o Rio Vista Suites.

tiburon the lodge

Tiburon

No dia seguinte ficamos na charmosa Tiburon, uma vila bem aconchegante, que fica do lado norte da baía, bem de frente à cidade de San Francisco. É um lugar muito gostoso para se passar um ou dois dias, apenas passeando pela rua principal e arredores, aproveitando para curtir a bela vista. Ficamos apenas 1 dia, hospedados no The Lodge at Tiburon, hotel muito simpático e acolhedor, com um bom restaurante.

santa rosa california

Santa Rosa

Em seguida rumamos até Santa Rosa, sem ser pelo litoral, como planejado, porque chovia muito forte. A viagem até lá durou menos de duas horas.

Santa Rosa já fica em Sonoma Valley, mais antigo, maior, mas menos badalado que Napa Valley, e ainda possui mais vinícolas. O centrinho da cidade é simpático, dá pra passear um pouco.

Jantamos em um restaurante afastado do centro, muito conhecido, e que nós adoramos: o Willi's Wine Bar (404 Old Redwood Hwy, tel. 707/526-3096). O atendimento foi muito bom e simpático, e a comida, deliciosa – experimentamos um menu degustação com seis vinhos diferentes da região. Tudo muito bom!

Em Santa Rosa ficamos hospedados no Sandman Hotel, tipo motel de beira de estrada, daqueles típicos dos EUA, simples, espaçosos e eficientes.

charles m schulz museum california

Charles M. Schulz Museum

No dia seguinte nos surpreendemos com a visita ao simpático Charles M. Schulz Museum (2301 Hardies Ln, tel. 707/579-4452), embora não sejamos muito ligados à turma do Charlie Brown e Snoopy. Pode-se dispensar menos de duas horas para conhecer esse pequeno museu, erguido em uma construção de bela e simples arquitetura, e ainda visitar a pista de patinação no ginásio ao lado, onde há uma lanchonete.

Em seguida fomos até Napa Valley, passando pela cidade de Sonoma.

napa california

Napa

Chegando à cidade de Napa, notamos que ela é uma cidade maior do que imaginávamos, com boa infraestrutura de turismo e vários (ótimos) restaurantes no centro.

Ficamos em um hotel muito aconchegante, de pequeno porte, daqueles que parecem B&B onde o dono e sua esposa comandam as coisas, e no final da tarde oferecem biscoitos feitos na hora, para você desfrutar com o chá de cortesia. Foi o Best Western Elm House Inn, localizado a cerca de 2 km do centro.

Passamos três dias passeando por Napa Valley, visitando as vinícolas e jantando em bons restaurantes. Fizemos os passeios por nossa conta, degustando apenas um pouco de vinho, sem participar de tours. Subimos pela Silverado Trail até Santa Helena e Calistoga, para visitar o Old Faithful Geyser, e descemos de volta pela Santa Helena Highway, a estrada 29. Não fizemos o passeio de trem por recomendação de algumas pessoas, e não voamos de balão.

Para comer, há boas opções de lanches para o almoço e piqueniques, como no Dean & Deluca (607 St Helena Hwy, tel. 707/967-9980), que fica na estrada em Santa Helena, ou mesmo em algumas lanchonetes que você encontra por lá. Os restaurantes em Napa Valley a que fomos e recomendamos foram o Bouchon (6534 Washington St, tel. 707/944-8037), em Yountville, e os restaurantes TORC (1140 Main St, tel. 707/252-3292) e Allegria (1026 1st St, tel. 707/254-8006), em Napa (este último, menos caro, e não fica nada a dever aos outros dois, mais requintados). Os preços dos restaurantes não são baixos, mas a qualidade é muito boa. Em vários restaurantes é recomendável fazer a reserva com antecedência (use o Opentable, é fácil), até daqui mesmo.

A bonita cidade de Yountville é muito pequena e abriga bons restaurantes, e fica muito perto de Napa. Vale a pena conhecê-la também.

Vinícolas em Napa Valley

beringer vinicola napa valley

Beringer

De uma forma genérica, a maioria das vinícolas em Napa Valley são bonitas, algumas muito imponentes.  Para escolher, é difícil. Dentre as que visitamos destacamos o Castello di Amorosa (4045 St Helena Hwy, tel. 707/967-6272), que chama a atenção pelo visual e não vende vinhos em lojas, a Beringer (2000 Main St, tel. 707-257-5771), que está entre as mais conhecidas e mais bonitas, a Robert Mondavi (7801 St Helena Hwy, tel. 707/226-1395), também em lindas instalações, e a Louis M. Martini (254 St Helena Hwy, tel. 707/968-3362), mais simples, que tinha vinhos que eu já conhecia e admirava. Vale a pena também entrar para visitar a Domaine Carneros (1240 Duhig Rd, tel. 707/257-0101) e a Sterling (1111 Dunaweal Ln, tel. 800/726-6136).

Na verdade, são tantas, que se você visitar duas vinícolas de manhã e duas vinícolas à tarde está de bom tamanho para quem gosta de vinho, mas não é um grande conhecedor. Os vinhos da região têm personalidade e são muito bons, em especial os tintos.

Não fiz nenhuma reserva antecipada para as degustações nas vinícolas; como minha viagem foi em janeiro, fora da alta temporada, achei que daria para fazer as visitas sem problemas. Todas estavam bem tranquilas, exceto uma, a Black Stallion (4089 Silverado Trail, tel. 707/253-1400), que estava recebendo um ônibus de turistas, e estava um pouco cheia; nela, nós entramos, demos uma visitada e saímos, como também em algumas outras, porque beber em todas não dá.

Embora a região seja repleta de produtores de vinhos, o preço deles para nós, brazucas, é um pouco salgado.

Quanto a beber e dirigir, eu perguntei a algumas pessoas nos hotéis, restaurantes, lojas e mesmo nas vinícolas, e as respostas eram que eu não teria problema se bebesse pouco (e não fizesse besteiras no trânsito). Assim, procurei ser comedido. Nos dias que passei por lá, não tomei vinho no almoço e só fiz degustação em uma vinícola de manhã e em outra durante a tarde, tomando muito pouco vinho em cada degustação. No jantar, dividia uma garrafa com minha mulher, sem problemas.

Balanço final

napa california

Napa

Valeu a pena conhecer a região de Napa. Ela é muito bonita e dotada de excelente infraestrutura. Viajar por conta própria é tranquilo. O inverno não é muito frio, e isso não atrapalha a viagem. Pena que o tempo que dispúnhamos não permitiu que visitássemos Sonoma Valley, nem Russian River, que produzem muitos vinhos e apresentam lugares bonitos e restaurantes recomendados. Fica para uma próxima vez.

Super obrigado, Fernando! Que delícia de viagem!

Leia mais:

7 comentários

Priscilla
PriscillaPermalinkResponder

Fui em JUN 2014 e fiquei apenas 2 dias em Napa e queria ter ficado mais! smile Recomendo visitar a propriedade e degustar os vinhos do Chateau Montelena e almoçar/petiscar no Bounty Hunter, além de servirem muitos vinhos em taça, fazem um frango assado na lata de cerveja muuuito bom! wink

Valerie
ValeriePermalinkResponder

Essa viagem está na minha lista. Conheci a Califórnia até San Francisco, que é uma das minhas cidades preferidas americanas, e pretendo fazer o norte desse estado em breve. Gostei muito do post pelas dicas ótimas, mas uma pergunta de curiosa: por que não fazer o passeio de trem?

Fernando Mihalik

Valerie
A minha opção por não fazer o passeio de trem levou em conta alguns aspectos, em especial o preço e o fato de me sentir preso ao programa em vez de poder percorrer por conta própria a região. Mas esse passeio sai todos os dias de uma estação perto do centro de Napa - o Wine Train.

André
AndréPermalinkResponder

Gostaria de saber se existe o serviço da Uber no Napa Valley, pois não queria dirigir após provar alguns vinhos. Ou caso contrário algum serviço de motorista no meu próprio carro já que vou estar de carro alugado

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, André! Para simular a disponibilidade e os preços de corrida com Uber em qualquer lugar do mundo, basta entrar no aplicativo e colocar a origem e o destino desejados.

Cristine
CristinePermalinkResponder

Olá!
Sempre quis visitar Napa Valley!
Estamos indo final do mês que vem para San Francisco e pretendia visitar a região... mas agora com esse incêndio...
Saberia me dizer onde eu poderia conseguir informações sobre as visitações às vinícolas? Se serão canceladas ou não... talvez ainda seja muito cedo para saber, né... ainda não conseguiram controlar o fogo.
De qualquer maneira, obrigada!

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Cristine! Procure o site e o Facebook das vinícolas que você queria visitar.

Atenção: Os comentários são moderados. Relatos e opiniões serão publicados. Perguntas serão selecionadas para publicação e resposta. Entenda os critérios clicando aqui.
Bóia offline! Vamos continuar aprovando comentários, mas a Bóia só volta a responder perguntas que forem feitas depois de 10 de abril de 2017. Obrigado pela compreensão.
Cancelar