Que moeda levar para 50 países

Ricardo Freire
por Ricardo Freire

Que moeda levar para 50 países

Todo mundo sabe que viajar com dinheiro vivo evita pagar o IOF dos cartões. O que muita gente não se dá conta é que, se não comprar a moeda certa (ou se fizer câmbio no lugar ou no momento errado) pode acabar tendo um prejuízo de 10%, 15%, 20% -- muito maior do que os 6,38% do IOF do cartão.

Este post mostra qual é a melhor moeda para levar aos países que você vai visitar.

Se preferir, clique para ir direto ao destino desejado:

O raciocínio por trás de cada recomendação está destrinchado nesses tópicos (você vai encontrar atalhos para esses itens ao longo do texto):

  • Que moeda levar para 50 países

Que moeda levar para 50 países

  • Que moeda levar para a África do Sul?

  • Não leve reais para a África do Sul. O real não tem procura nem boa cotação no país
  • Não compre rands no Brasil (veja por quê)
  • Compre dólares no Brasil (mas saiba as pegadinhas das casas de câmbio no exterior)
  • Minha recomendação: faça um cartão pré-pago em dólar (eu explico a vantagem aqui)

África do Sul | 70 dicas | Roteiro de carro 1 | Roteiro de carro 2 | Todos os posts

  • Que moeda levar para a América Central? (geral)

  • Não leve reais para a América Central. O real não tem procura nem boa cotação nesses países
  • Não compre moedas centro-americanas no Brasil (veja por quê)
  • Compre dólares no Brasil e troque pela moeda local no país (mas saiba as pegadinhas das casas de câmbio no exterior)
  • Minha recomendação: faça um cartão pré-pago em dólar (eu explico a vantagem aqui)

A dica vale para toda a região, menos para o Panamá (leia aqui).

América Central | Guatemala pelo Luciano | Guatemala pela Sylvia |

  • Que moeda levar para a Argentina?

  • Não compre pesos argentinos no Brasil (veja por quê)
  • Exceção: o peso argentino tem boa cotação nas casas de câmbio do centro de Foz do Iguaçu e em cambistas argentinos de Bombinhas ou Búzios
  • No verão, leve reais para a Argentina: a procura pelo real valoriza a nossa moeda, que nessa época fica mais vantajosa que o dólar
  • No inverno, só leve reais se não quiser ter trabalho de comprar dólar no Brasil -- mas saiba que o dólar, bem comprado no Brasil, renderá mais lá
  • Faça câmbio nas agências do Banco Nación do aeroporto Ezeiza (aberta 365 dias, 24 horas) ou do aeroporto Aeroparque (aberta 365 dias, das 6h à meia-noite), que não varia a cotação de acordo com o dia ou o horário. Se não conseguir trocar no aeroporto, troque nas corretoras da calle Sarmiento, em dia de semana, no horário bancário (veja detalhes aqui)
  • Lembre-se que ao pagar hotel com cartão de crédito ou cartão pré-pago internacional você ganha isenção de 21% de IVA (o ICMS deles). Esses 21% superam em muito o IOF de 6,38% brasileiro e certamente cobrem uma eventual variação cambial (se você usar cartão de crédito)

Argentina | Buenos Aires | Mendoza | Bariloche | El Calafate | Ushuaia

  • Que moeda levar para a Austrália?

  • Não leve reais para a Austrália. O real é uma moeda fraca e não tem bom valor de mercado na Austrália
  • O dólar australiano é uma moeda forte e pode ser comprado no Brasil
  • Para ver se vale a pena comprar direto dólar australiano na sua cidade ou se é melhor comprar dólar americano e trocar na Austrália, use esta fórmula

Austrália | Sydney | Melbourne | Byron Bay | Hunter Valley | Hamilton Island

  • Que moeda levar para a Bolívia?

  • Não compre bolivianos no Brasil (veja por quê)
  • Você pode levar reais para a Bolívia, mas provavelmente terá melhor rendimento de se comprar dólares no Brasil e trocar lá por bolivianos (mas saiba as pegadinhas das casas de câmbio no exterior)
  • Minha recomendação: faça um cartão pré-pago em dólar (eu explico a vantagem aqui)

Bolívia | Uyuni via La Paz | Bloqueios em Uyuni |

  • Que moeda levar para o Camboja?

  • Não leve reais para o Camboja. O real não tem procura nem boa cotação no país
  • Não compre riels cambojanos no Brasil (veja por quê)
  • Compre dólares no Brasil e troque por riels no Camboja (mas saiba as pegadinhas das casas de câmbio no exterior)
  • Em Siem Reap você poderá usar o dólar diretamente no comércio
  • Um cartão pré-pago em dólar é uma ótima pedida (eu explico a vantagem aqui)
  • Pegadinha: ao fazer gastos com cartão no Camboja, verifique se a maquininha está programada para cobrar na moeda local ou em dólar. Algumas máquinas convertem automaticamente para a moeda do país do cartão -- e pela lei brasileira, quando há uma cobrança em reais no exterior, o banco não aprova a transação. É preciso pedir para que a máquina cobre na moeda local ou em dólar

Camboja | Sudeste Asiático: o roteiro da Sylvia | Sudeste Asiático: 13 itinerários |

  • Que moeda levar para o Canadá?

  • Não leve reais para o Canadá. O real é uma moeda fraca e não tem bom valor de mercado no país
  • O dólar canadense é uma moeda forte e pode ser comprado no Brasil
  • Para ver se vale a pena comprar direto dólar canadense na sua cidade ou se é melhor comprar dólar americano e trocar no Canadá, use esta fórmula

Canadá | Canadá sem visto | Canadá de leste a oeste | Todos os posts

  • Que moeda levar para o Caribe? (geral)

  • Não leve reais para o Caribe. O real é uma moeda fraca e não tem bom valor de mercado na região
  • O dólar americano é corrente em toda a região (e o euro, nos territórios franceses). Leve dólares americanos (ou euros para os territórios franceses) e você não vai sequer precisar fazer câmbio

A dica vale para toda o Caribe, menos para Cuba (leia aqui).

Caribe | Descubra sua ilha | Punta Cana | Aruba | Curaçao | Índice

  • Que moeda levar para o Chile?

  • Não compre pesos chilenos no Brasil (veja por quê)
  • No verão, leve reais para Santiago: a procura pelo real valoriza a nossa moeda, que nessa época fica mais vantajosa que o dólar
  • No inverno, só leve reais se não quiser ter trabalho de comprar dólar no Brasil -- mas saiba que o dólar, bem comprado no Brasil, renderá mais no Chile
  • Não leve reais para o Atacama ou Lagos Andinos. Prefira levar dólares (ou troque seus reais no centro de Santigo, em dia de semana, antes de ir para o interior). Leia sobre as casas de câmbio de Santiago aqui
  • Lembre-se que ao pagar hotel em dólar vivo ou com cartão de crédito ou cartão pré-pago internacional você ganha isenção de 19% de IVA (o ICMS deles). Esses 19% superam em muito o IOF de 6,38% brasileiro e certamente cobrem uma eventual variação cambial (se você usar cartão de crédito)

Chile | Santiago | Atacama | Lagos Andinos | Torres del Paine | Primeira viagem |

  • Que moeda levar para a China?

  • Não leve reais para a China. O real não tem procura nem boa cotação no país
  • Não compre yuans no Brasil (veja por quê)
  • Compre dólares no Brasil e troque por yuans na China (mas saiba as pegadinhas das casas de câmbio no exterior)
  • Um cartão pré-pago em dólar é uma ótima pedida (eu explico a vantagem aqui)
  • Pegadinha: ao fazer gastos com cartão na China, verifique se a maquininha está programada para cobrar na moeda local ou em dólar. Algumas máquinas convertem automaticamente para a moeda do país do cartão -- e pela lei brasileira, quando há uma cobrança em reais no exterior, o banco não aprova a transação. É preciso pedir para que a máquina cobre na moeda local ou em dólar
  • Que moeda levar para a Colômbia?

  • Não compre pesos colombianos no Brasil (veja por quê)
  • Você pode levar reais para a Colômbia, mas fará seu dinheiro render mais se levar dólares e trocar por pesos colombianos lá (veja o 'relato cambial' da minha viagem à Colômbia)
  • Minha recomendação: faça um cartão pré-pago em dólar (eu explico a vantagem aqui)
  • Habilitar o seu cartão de banco para fazer saques no caixa eletrônico será vantajoso se você usar os caixas do Bancolombia ou do Banco de Bogotá e fazer saques de 600.000 pesos de cada vez (veja aqui)

Colômbia | Colômbia pelo Victor Hugo | Cartagena pela Miriam | Bogotá pela Sylvia

  • Que moeda levar para a Croácia?

  • Não leve reais para a Croácia. O real não tem procura nem boa cotação no país
  • Não compre kuna croata no Brasil (veja por quê)
  • Compre euros ou dólares no Brasil e troque por kunas na Croácia (mas saiba as pegadinhas das casas de câmbio no Leste Europeu)
  • Um cartão pré-pago em dólar ou euro é uma ótima pedida (eu explico a vantagem aqui)

Croácia | Croácia pela Mirian | 1ª viagem ao Leste Europeu | Adriático de moto |

  • Que moeda levar para Cuba?

  • Não leve reais para Cuba. Você não vai conseguir trocar a moeda
  • Dólares são taxados em 10% ao fazer câmbio por CUCs (pesos cubanos conversíveis). O melhor é levar euros
  • Cartões são aceitos em agências e alguns estabelecimentos, mas leve euros vivos para se garantir

Cuba | Havana | Casas particulares | Dicas desempacotadas | Cuba pelo Marco

  • Que moeda levar para a Dinamarca?

  • Não leve reais para a Dinamarca. O real é uma moeda fraca e não tem bom valor de mercado na Dinamarca
  • A coroa dinamarquesa é uma moeda forte e pode ser comprada no Brasil
  • Para ver se vale a pena comprar direto coroa dinamarquesa na sua cidade ou se é melhor comprar euro ou dólar e trocar na Dinamarca, use esta fórmula
  • Não deixe de levar um cartão (de crédito, de débito ou pré-pago) habilitado para uso no exterior. Você vai precisar do cartão para situações corriqueiras como compra de passagens ou corridas de Uber. Alguns estabelecimentos no norte da Europa não aceitam mais dinheiro vivo

Dinamarca | Copenhagen | Odense | Todos os posts |

  • Que moeda levar para Dubai (Emirados)?

  • Não leve reais para os Emirados. O real não tem procura nem boa cotação na região
  • Não compre dirhams dos Emirados no Brasil (veja por quê)
  • Compre dólares no Brasil e troque pelas moedas locais dos emirados (mas saiba as pegadinhas das casas de câmbio no exterior)
  • Um cartão pré-pago em dólar é uma ótima pedida (eu explico a vantagem aqui)
  • Pegadinha: ao fazer gastos com cartão nos Emirados, verifique se a maquininha está programada para cobrar na moeda local ou em dólar. Algumas máquinas convertem automaticamente para a moeda do país do cartão -- e pela lei brasileira, quando há uma cobrança em reais no exterior, o banco não aprova a transação. É preciso pedir para que a máquina cobre na moeda local ou em dólar

Dubai | Dubai pela Mariane | Dubai pelo Bruno | Dubai pelo Ygor | Todos os posts |

  • Que moeda levar para o Egito?

  • Não leve reais para o Egito. O real não tem procura nem boa cotação no país
  • Não compre libras egípcias no Brasil (veja por quê)
  • Compre dólares no Brasil. Você vai poder usar os dólares diretamente nas agências e no comércio e/ou trocar por libras egípcias no Egito (mas saiba as pegadinhas das casas de câmbio no exterior)
  • Um cartão pré-pago em dólar é uma ótima pedida (eu explico a vantagem aqui)

Egito | Segurança | Dicas da Sylvia | Ramadã | Dicas dos leitores |

  • Que moeda levar para o Equador?

  • Não leve reais para o Equador. O real não tem procura nem boa cotação no país
  • A moeda corrente do Equador é o... dólar. Compre dólares no Brasil e leve para o Equador

Equador | Quito | Equador pela Vera | Quito pelo Júnior | Todos os posts

  • Que moeda levar para os Estados Unidos?

  • Não leve reais para os Estados Unidos. O real não tem procura nem boa cotação no país
  • Para os Estados Unidos, leve dólares
  • Caso você já tenha outra moeda forte (euro, libra etc.) e queira usar esse dinheiro na viagem, não troque no Brasil. Leve os euros, libras etc. para os Estados Unidos e troque por dólares lá

Estados Unidos | Nova York | Orlando | Miami | Califórnia | Las Vegas | Compras |

  • Que moeda levar para a Europa (zona do euro)?

  • Países que adotam o euro: Alemanha, Áustria, Bélgica, Chipre, Eslováquia, Eslovênia, Espanha, Estônia, Finlândia, França, Grécia, Holanda, Itália, Irlanda, Letônia, Lituânia, Luxembugo, Malta e Portugal
  • Não leve reais para a zona do euro. O real não tem procura nem boa cotação no país
  • Para os países da zona do euro, leve euros
  • Caso você já tenha outra moeda forte (dólar, libra etc.) e queira usar esse dinheiro na viagem, não troque no Brasil. Leve os dólares, libras etc. para a Europa e troque por euros lá (mas veja as pegadinhas das pegadinhas das casas de câmbio no exterior)
  • Não deixe de levar um cartão (de crédito, de débito ou pré-pago) habilitado para uso no exterior. Você vai precisar do cartão para situações corriqueiras como compra de passagens ou corridas de Uber. Alguns estabelecimentos no norte da Europa não aceitam mais dinheiro vivo

Europa | Itália | Paris | Lisboa | Amsterdã | Praga | Andaluzia | Índice Europa |

  • Que moeda levar para a Hungria?

  • Não leve reais para a Hungria. O real não tem procura nem boa cotação no país
  • Não compre florins húngaros no Brasil (veja por quê)
  • Compre euros ou dólares no Brasil e troque por florins na Hungria (mas saiba as pegadinhas das casas de câmbio no Leste Europeu)
  • Um cartão pré-pago em dólar ou euro é uma ótima pedida (eu explico a vantagem aqui)

Hungria | Budapeste | 1ª viagem ao Leste | Budapeste pela Ali | Todos os posts |

  • Que moeda levar para a Índia?

  • Não leve reais para a Índia. O real não tem procura nem boa cotação no país
  • Não compre rúpias indianas no Brasil (veja por quê)
  • Compre dólares no Brasil e troque por rúpias indianas na Índia (mas saiba as pegadinhas das casas de câmbio no exterior)
  • Um cartão pré-pago em dólar é uma ótima pedida (eu explico a vantagem aqui)

Índia | O caminho das pedras | Todos os posts |

  • Que moeda levar para a Indonésia?

  • Não leve reais para a Indonésia. O real não tem procura nem boa cotação no país
  • Não compre rupias indonésias no Brasil (veja por quê)
  • Compre dólares no Brasil e troque por rupias indonésias na Indonésia (mas saiba as pegadinhas das casas de câmbio no exterior)
  • Um cartão pré-pago em dólar é uma ótima pedida (eu explico a vantagem aqui)
  • Pegadinha: ao fazer gastos com cartão na Indonésia, verifique se a maquininha está programada para cobrar na moeda local ou em dólar. Algumas máquinas convertem automaticamente para a moeda do país do cartão -- e pela lei brasileira, quando há uma cobrança em reais no exterior, o banco não aprova a transação. É preciso pedir para que a máquina cobre na moeda local ou em dólar

Indonésia | Sudeste Asiático: o roteiro da Sylvia | Sudeste Asiático: 13 itinerários |

  • Que moeda levar para a Islândia?

  • Não leve reais para a Islândia. O real não tem procura nem boa cotação no país
  • Não compre coroa islandesa no Brasil (veja por quê)
  • Compre euros ou dólares no Brasil e troque por coroas islandesas na Islândia (mas saiba as pegadinhas das casas de câmbio)
  • Um cartão pré-pago em euro ou dólar é uma ótima pedida (eu explico a vantagem aqui)

Islândia | Islândia pela Mirna | Islândia imperdível |

  • Que moeda levar para Israel?

  • Não leve reais para Israel. O real não tem procura nem boa cotação no país
  • Não compre shekels israelenses no Brasil (veja por quê)
  • Compre euros ou dólares no Brasil e troque por shekels em Israel (mas saiba as pegadinhas das casas de câmbio)
  • Um cartão pré-pago em euro ou dólar é uma ótima pedida (eu explico a vantagem aqui)

Israel | Israel pela Malu | Israel pelo Vitor | Dicas dos leitores |

  • Que moeda levar para o Japão?

  • Não leve reais para o Japão. O real é uma moeda fraca e não tem bom valor de mercado no Japão
  • O yen japonês é uma moeda forte e pode ser comprado no Brasil
  • Para ver se vale a pena comprar direto yens na sua cidade ou se é melhor comprar dólar e trocar no Japão, use esta fórmula

Japão | Japão pela Miriam | Câmbio no Japão | Japão: 2 palitos | Todos os posts|

  • Que moeda levar para Jordânia?

  • Não leve reais para a Jordânia. O real não tem procura nem boa cotação no país
  • Não compre dinares jordanianos no Brasil (veja por quê)
  • Compre euros ou dólares no Brasil e troque por dinares na Jordânia (mas saiba as pegadinhas das casas de câmbio)
  • Um cartão pré-pago em dólar ou euro é uma ótima pedida (eu explico a vantagem aqui)

Jordânia | Dicas dos leitores |

  • Que moeda levar para o Marrocos?

  • Não leve reais para o Marrocos. O real não tem procura nem boa cotação no país
  • Não compre dirhams marroquinons no Brasil (veja por quê)
  • Compre euros ou dólares no Brasil e troque por dirhams no Marrocos (mas saiba as pegadinhas das casas de câmbio)
  • Um cartão pré-pago em dólar ou euro é uma ótima pedida (eu explico a vantagem aqui)

Marrocos | Roteiro pelo Marrocos | Hotéis exóticos | Dicas dos leitores |

  • Que moeda levar para o México?

  • Não leve reais para o México. O real não tem procura nem boa cotação no país
  • Não compre peso mexicano no Brasil (veja por quê)
  • Compre dólares no Brasil e troque por peso no México (mas saiba as pegadinhas das casas de câmbio no exterior)
  • Minha recomendação: faça um cartão pré-pago em dólar (eu explico a vantagem aqui)

México | Cancún | 48h na Cidade do México | Roteiro pelo México | Todos os posts |

  • Que moeda levar para a Noruega?

  • Não leve reais para a Noruega. O real é uma moeda fraca e não tem bom valor de mercado na Noruega
  • A coroa norueguesa é uma moeda forte e pode ser comprada no Brasil
  • Para ver se vale a pena comprar direto coroa norueguesa na sua cidade ou se é melhor comprar euro ou dólar e trocar na Noruega, use esta fórmula
  • Não deixe de levar um cartão (de crédito, de débito ou pré-pago) habilitado para uso no exterior. Você vai precisar do cartão para situações corriqueiras como compra de passagens ou corridas de Uber. Alguns estabelecimentos no norte da Europa não aceitam mais dinheiro vivo

Noruega | Bergen | Geiranger | Oslo | Fiordes | Todos os posts |

  • Que moeda levar para a Nova Zelândia?

  • Não leve reais para a Nova Zelândia. O real é uma moeda fraca e não tem bom valor de mercado na Nova Zelândia
  • O dólar neo-zelandês é uma moeda forte e pode ser comprado no Brasil
  • Para ver se vale a pena comprar direto dólar neo-zelandês na sua cidade ou se é melhor comprar dólar americano e trocar na Nova Zelândia, use esta fórmula
  • Que moeda levar para o Panamá?

  • Não leve reais para o Panamá. O real não tem procura nem boa cotação no país
  • A moeda corrente do Panamá é o... dólar. (Localmente é chamado 'balboa', mas todas as cédulas correntes são de dólar). Compre dólares no Brasil e leve para o Panamá

Panamá | 40 dicas | Todos os posts |

  • Que moeda levar para o Paraguai?

  • Não compre guaranis no Brasil (veja por quê). A exceção são as casas de câmbio do centro de Foz do Iguaçu, que têm boa cotação para guaranis
  • Você pode levar reais para o Paraguai, mas no comércio vai fazer melhor negócio com dólares vivos

Paraguai | Roteiro pelas Missões |

  • Que moeda levar para o Peru?

  • Não compre nuevos soles peruanos no Brasil (veja por quê)
  • Você pode levar reais para o Peru, mas fará seu dinheiro render mais se levar dólares e trocar por soles no Peru
  • Minha recomendação: faça um cartão pré-pago em dólar (eu explico a vantagem aqui)

Peru | Roteiro 9 dias | Lima | Cusco & Valle Sagrado | Machu Picchu |

  • Que moeda levar para a Polônia?

  • Não leve reais para a Polônia. O real não tem procura nem boa cotação no país
  • Não compre zlotys poloneses no Brasil (veja por quê)
  • Compre euros ou dólares no Brasil e troque por zlotys na Polônia (mas saiba as pegadinhas das casas de câmbio no Leste Europeu)
  • Um cartão pré-pago em euro ou dólar é uma ótima pedida (eu explico a vantagem aqui)

Polônia | Dicas dos leitores | Auschwitz pela Silmara | 1ª viagem ao Leste |

  • Que moeda levar para o Reino Unido?

  • Não leve reais para o Reino Unido. O real é uma moeda fraca e não tem bom valor de mercado no Reino Unido
  • A libra esterlina é uma moeda forte e pode ser comprada no Brasil
  • Para ver se vale a pena comprar direto libra esterlina na sua cidade ou se é melhor comprar dólar ou euro e trocar no Reino Unido, use esta fórmula. Atente, porém, para as pegadinhas das casas de câmbio da Europa

Reino Unido | Londres | Liverpool | Edimburgo | Highlands | Dublin | De carro |

  • Que moeda levar para a República Tcheca?

  • Não leve reais para a Polônia. O real não tem procura nem boa cotação no país
  • Não compre coroas tchecas no Brasil (veja por quê)
  • Compre euros ou dólares no Brasil e troque por coroas tchecas na República Tcheca (mas saiba as pegadinhas das casas de câmbio no Leste Europeu)
  • Um cartão pré-pago em euro ou dólar é uma ótima pedida (eu explico a vantagem aqui)

República Tcheca | Guia de Praga | 1ª viagem ao Leste Europeu |

  • Que moeda levar para a Rússia?

  • Não leve reais para a Rússia. O real não tem procura nem boa cotação no país
  • Não compre rublos no Brasil (veja por quê)
  • Compre euros ou dólares no Brasil e troque por rublos na Rússia (mas saiba as pegadinhas das casas de câmbio no Leste Europeu)
  • Um cartão pré-pago em euro ou dólar é uma ótima pedida (eu explico a vantagem aqui)

Rússia | São Petersburgo pela Marcie | São Petersburgo pelo Lemuel |

  • Que moeda levar para a Suécia?

  • Não leve reais para a Suécia. O real é uma moeda fraca e não tem bom valor de mercado na Suécia
  • A coroa sueca é uma moeda forte e pode ser comprada no Brasil
  • Para ver se vale a pena comprar direto coroa sueca na sua cidade ou se é melhor comprar euro ou dólar e trocar na Suécia, use esta fórmula
  • Não deixe de levar um cartão (de crédito, de débito ou pré-pago) habilitado para uso no exterior. A Suécia se encaminha para ser a primeira 'cashless society' (sociedade sem dinheiro de papel) do planeta. Muitíssimos estabelecimentos não aceitam mais dinheiro vivo
  • Que moeda levar para a Suíça?

  • Não leve reais para a Suíça. O real é uma moeda fraca e não tem bom valor de mercado na Suíça
  • O franco suíço é uma moeda forte e pode ser comprado no Brasil
  • Para ver se vale a pena comprar direto franco suíço na sua cidade ou se é melhor comprar euro ou dólar e trocar na Suíça, use esta fórmula. Atente, porém, para as pegadinhas das casas de câmbio da Europa
  • Alguns estabelecimentos aceitam euro, mas a cotação oferecida nem sempre é boa

Suíça | 30 roteiros | Suíça alemã | Suíça francesa | Montanha | Suíça italiana |

  • Que moeda levar para a Tailândia?

  • Não leve reais para a Tailândia. O real não tem procura nem boa cotação no país
  • Não compre baht tailandês no Brasil (veja por quê)
  • Compre dólares no Brasil e troque por baht na Tailândia (mas saiba as pegadinhas das casas de câmbio no exterior)
  • Um cartão pré-pago em dólar é uma ótima pedida (eu explico a vantagem aqui)
  • Pegadinha: ao fazer gastos com cartão na Tailândia, verifique se a maquininha está programada para cobrar na moeda local ou em dólar. Algumas máquinas convertem automaticamente para a moeda do país do cartão -- e pela lei brasileira, quando há uma cobrança em reais no exterior, o banco não aprova a transação. É preciso pedir para que a máquina cobre na moeda local ou em dólar

Tailândia | O básico | 5 templos | Phi Phi | Dicas da Sylvia | Praias | Todos os posts |

  • Que moeda levar para a Turquia?

  • Não leve reais para a Turquia. O real não tem procura nem boa cotação no país
  • Não compre liras turcas no Brasil (veja por quê)
  • Compre euros ou dólares no Brasil e troque por liras na Turquia (mas saiba as pegadinhas das casas de câmbio na Europa)
  • Um cartão pré-pago em dólar ou euro é uma ótima pedida (eu explico a vantagem aqui)

Turquia | Turquia de carro | Turquia sem pacote | Dicas da Carla | Todos os posts |

  • Que moeda levar para o Uruguai?

  • Não compre pesos uruguaios no Brasil (veja por quê)
  • Exceção: o peso uruguaio tem boa cotação nas casas de câmbio de Rivera e Chuí, no Rio Grande do Sul
  • Você pode levar reais para o Uruguai o ano inteiro. Em Punta del Este e Colonia del Sacramento, você não vai precisar nem fazer câmbio -- o real é aceito no comércio a cotações razoáveis
  • Ao pagar restaurante com cartão de crédito ou pré-pago você terá 9% de devolução do IVA, o que compensa o IOF brasileiro

Uruguai | Roteiros pelo Uruguai | Montevidéu | Punta del Este | Colonia |

  • Que moeda levar para a Venezuela?

  • Não compre bolívares no Brasil (veja por quê)
  • Leve dólares para a Venezuela e troque no câmbio paralelo
  • Não use cartão na Venezuela. A cotação será a oficial, que é 25 vezes maior do que o dólar paralelo

Venezuela | Los Roques |

  • Que moeda levar para o Vietnã?

  • Não leve reais para o Vietnã. O real não tem procura nem boa cotação no país
  • Não compre dongs vietnamitas no Brasil (veja por quê)
  • Compre dólares no Brasil e troque por dongs no Vietnã (mas saiba as pegadinhas das casas de câmbio no exterior)
  • Um cartão pré-pago em dólar é uma ótima pedida (eu explico a vantagem aqui)
  • Pegadinha: ao fazer gastos com cartão no Vietnã, verifique se a maquininha está programada para cobrar na moeda local ou em dólar. Algumas máquinas convertem automaticamente para a moeda do país do cartão -- e pela lei brasileira, quando há uma cobrança em reais no exterior, o banco não aprova a transação. É preciso pedir para que a máquina cobre na moeda local ou em dólar

Vietnã | Sudeste Asiático: o roteiro da Sylvia | Sudeste Asiático: 13 itinerários |

Menu | 50 países | Moeda forte | Moeda fraca | Real | Casas de câmbio | Pré-pago |

  • Países de moeda forte

Se você vai viajar para um país de moeda forte, vale a pena comprar a moeda do país aqui no Brasil.

O que é moeda forte?

Moedas fortes são basicamente as moedas dos países ricos. Essas moedas são comercializadas internacionalmente, mantendo seu valor.

São moedas que dá para guardar no colchão como poupança. Se você recebesse uma herança do exterior e tivesse, por exigência testamental, que manter toda fortuna debaixo do colchão por 5 anos antes de gastar ou investir, em que moeda você preferiria receber a bolada? Em dólar, euro, franco suíço? Ou em reais, pesos mexicanos ou rands sul-africanos? Pronto. Aí você entende a diferença entre as moedas fortes (que você guardaria no colchão) e as fracas (que você tentaria transformar em moeda forte o mais rápido possível).

Quais são as moedas fortes?

Dólar americano, euro, libra, franco suíço, dólar canadense, yen japonês, dólar australiano, dólar neo-zelandês, coroa dinamarquesa, coroa norueguesa, coroa sueca.

Dá para comprar todas essas moedas no Brasil?

Dólar e euro, e provavelmente libra, têm grande disponibilidade e podem ser comprados em todas as grandes cidades a boa cotação. Se você vai viajar para os Estados Unidos, para a zona do euro na Europa ou para o Reino Unido, pode comprar direto dólar americano, euro e libra, respectivamente, sem medo de prejuízo.

Comprar as outras moedas (franco suíço, dólar canadense, yen japonês, dólar australiano, dólar neo-zelandês, coroa dinamarquesa, coroa sueca e coroa norueguesa) vai depender da disponibilidade de papel-moeda nas casas de câmbio da sua cidade. A disponibilidade da moeda, por sua vez, influencia a sua cotação. Por isso, antes de comprar essas moedas fortes menos comuns, é preciso verificar se a cotação na sua cidade está justa. Veja no próximo item.

Como saber se a cotação de uma moeda forte na minha cidade é boa?

A principal dúvida de quem vai para países de moeda forte (como Suíça, Suécia, Canadá, Japão) é: compro direto a moeda do país ou levo dólar ou euro e faço câmbio de novo lá?

Para saber a resposta dessa pergunta, é preciso investigar se a moeda do país em questão está negociada a uma boa cotação na sua cidade.

Como saber se vale a pena comprar uma moeda forte

  • (1) Pesquise a menor cotação do dólar ou do euro em reais na sua cidade
  • (2) Pesquise a menor cotação da moeda desejada em reais na sua cidade
  • (3) Divida a cotação do dólar ou do euro em reais pela cotação da moeda desejada em reais
  • (4) Pesquise no site Oanda.com a cotação internacional da moeda desejada frente ao dólar ou ao euro

Caso a cotação da moeda desejada na sua cidade seja até 5% mais alta que a cotação internacional, valerá a pena comprar direto na sua cidade. Porque se você comprar euro ou dólar e for fazer novo câmbio no país da viagem, você perderia algo parecido com esses 5% na casa de câmbio.

Exemplo prático 1

No dia 30 de abril de 2018, valia a pena comprar yens japoneses em São Paulo ou seria melhor comprar dólares e fazer novo câmbio por yens no Japão?

Vamos à pesquisa.

Que moeda levar para 50 países

(1) Pesquisando num site comparador de cotações de casas de câmbio, descobri que a menor cotação do dólar na cidade era de R$ 3,66, já com IOF de 1,1%.

Que moeda levar para 50 países

(2) Em seguida, apurei que a menor cotação do yen na cidade era R$ 0,0346, já com IOF de 1,1%.

(3) Dividindo a cotação do dólar em reais (3,66) pela cotação do yen em reais (R$ 0,0346), descobri que em São Paulo, naquele dia, 1 dólar estava valendo 105 yens.

Que moeda levar para 50 países

(4) Em seguida, fui ao Oanda.com pesquisar a cotação internacional do yen frente ao dólar no mesmo dia. Descobri então que, no mercado interbancário, 1 dólar valia 109 yens.

A diferença entre as duas cotações era de 4 yens -- cerca de 4% de diferença.

Veredicto: naquele dia, valia a pena comprar direto yens para viajar ao Japão, já que seria difícil perder menos do que 4% numa casa de câmbio japonesa (vale lembrar que a cotação do Oanda é a interbancária; nas casas de câmbio sempre vai ser menos vantajosa).

Exemplo prático 2

No dia 30 de abril de 2018, valia a pena comprar coroas suecas em São Paulo ou seria melhor comprar euros e fazer novo câmbio por coroas suecas lá na Suécia?

Vamos à pesquisa.

Que moeda levar para 50 países

(1) Pesquisando num site comparador de cotações de casas de câmbio, descobri que a menor cotação do euro na cidade era R$ 4,39, já com IOF de 1,1%.

Que moeda levar para 50 países

(2) Em seguida, apurei que a menor cotação da coroa sueca na cidade era R$ 0,46, já com IOF de 1,1%.

(3) Dividindo a cotação do euro em reais (4,39) pela cotação da coroa sueca em reais (0,46), descobri que em São Paulo, naquele dia, 1 euro estava valendo 9,54 coroas suecas.

Que moeda levar para 50 países

(4) Em seguida, fui ao Oanda.com pesquisar a cotação internacional da coroa sueca frente ao euro no mesmo dia. Descobri então que, no mercado interbancário, 1 euro valia 10,56 coroas suecas.

A diferença entre as duas cotações era de 1,02 -- mais de 10% de diferença.

Veredicto: naquele dia, valia a pena comprar euros e fazer novo câmbio por coroas suecas na Suécia, porque a cotação da coroa sueca em São Paulo não era vantajosa.

Neste caso, fazer um cartão pré-pago em dólar ou euro e levar para a Suécia também seria uma boa alternativa. Leia sobre isso aqui.

Vai comprar moeda forte? Pesquise antes!

  • Se você vai comprar moeda forte para economizar 5,28% de IOF (o papel-moeda tem IOF de 1,1%), faça direito. Pesquise a menor cotação da moeda na sua cidade. Há sites que fazem esse tipo de comparação, como o Melhor Câmbio. A variação é grande.

Menu | 50 países | Moeda forte | Moeda fraca | Real | Casas de câmbio | Pré-pago |

  • Países de moeda fraca

Se você for viajar para um país de moeda fraca, não vale a pena comprar a moeda do destino aqui no Brasil.

Na imensa maioria dos casos, é melhor comprar moeda forte (dólar ou euro) no Brasil e trocar pela moeda local depois de chegar.

Em alguns poucos casos você pode ou deve levar reais e fazer câmbio depois de chegar (leia aqui).

Quando for viajar a um país de moeda fraca, considere fazer um cartão pré-pago em moeda forte (dólar ou euro) para evitar usar casas de câmbio -- leia mais aqui.

O que é moeda fraca?

Moedas fracas são aquelas que o mercado não considera suficientemente seguras para fazer reserva de valor. São moedas que você não guardaria no colchão.

A comercialização dessas moedas é mais especulativa, com uma diferença muito grande entre as cotações de compra e venda. Quem compra pagando bem mais do que a moeda vale, e quem vende acaba recebendo bem menos do que a moeda vale.

Quais são as moedas fracas?

São as moedas de todos os países que não estão na listinha das moedas fortes logo acima.

Ou seja: peso argentino, peso chileno, peso uruguaio, peso mexicano, peso colombiano, sol peruano, rand sul-africano, baht tailandês, coroa tcheca, florim húngaro, kuna croata, lira turca, dirham marroquino, rúpia indiana, o yuan chinês...

Se a economia da China é tão poderosa, por que o yuan é moeda fraca?

Apesar da China ser a segunda maior economia do mundo, o yuan não é tido como moeda forte, por causa da pouca confiabilildade do sistema financeiro chinês. Ainda não dá para guardar yuan no colchão.

Dá para comprar todas essas moedas no Brasil?

Sim, é possível comprar comprar muitas dessas moedas no Brasil. Mas não -- não compre!

Como eu mencionei dois tópicos atrás, as moedas fracas são comercializadas pelo mercado com um grau mais alto de especulação. A diferença entre as cotações de compra e venda de uma moeda fraca são bem maiores do que a diferença entre as cotações de compra e venda de uma moeda forte.

Por exemplo: em São Paulo, numa mesma corretora, a diferença entre as cotações de compra e venda do dólar costuma ser de uns 5%. Mas quando a moeda é, por exemplo, o peso mexicano, a diferença entre as cotações de compra e venda, numa mesma corretora, pode chegar a 25%.

Ou seja: não se iluda com as cotações aparentemente baratíssimas de moedas como peso chileno, colombiano ou argentino. Essas moedas estão sempre supervalorizadas nas casas de câmbio brasileiras. A verdade é que a casa de câmbio tem margem maior quando vende moeda fraca do que quando vende dólar. Repetindo: a casa de câmbio ganha mais dinheiro (em cima de você) quando vende essas moedas que você acha baratinhas.

Exemplo prático

Que moeda levar para 50 países - Chile

Em São Paulo: 1 real = 151 pesos

No dia 30 de abril, a cotação mais vantajosa do peso chileno encontrada em São Paulo, com 1,1% de IOF, era de 0,0066 peso por real (1 real = 151 pesos).

Pesquisando no Oanda, a cotação interbancária do dia apontava que o peso chileno valia 0,0056 real (1 real = 178 pesos). Descontando o IOF, dá uma diferença de 15%.

Peso chileno no Chile

Em Santiago, no mesmo dia: 1 real = 168 pesos

Mesmo que você considere a cotação interbancária irreal, basta comparar com a cotação do real no mesmo dia em casas de câmbio de Santiago: 168 pesos por real (praticamente 10% mais vantajosa do que comprar no Brasil).

O que fazer, então?

Ao viajar para um país de moeda fraca, você pode:

  • Comprar moeda forte (dólar ou euro) no Brasil e trocar pela moeda local depois de chegar
  • Fazer um cartão pré-pago em moeda forte (dólar ou euro) -- é a minha recomendação, porque você evita as pegadinhas das casas de câmbio. Eu explico melhor aqui
    • Levar reais para os países em que isso pode valer a pena (veja detalhes aqui)

    Menu | 50 países | Moeda forte | Moeda fraca | Real | Casas de câmbio | Pré-pago |

    • Para onde posso levar reais?

    Você pode levar reais para quase todos os países da América do Sul (com exceção de Equador e Venezuela).

    Mas isso não quer dizer que você deva levar reais para todas as suas viagens no continente. Fora do Cone Sul, em lugares como o Peru e a Colômbia, é preciso garimpar a melhor cotação entre as casas de câmbio para não perder dinheiro.

    Vai por mim: você fará um melhor negócio levando dólares, tanto para o Peru quanto para a Colômbia.

    Exemplo prático

    Na minha viagem à Colômbia fiz todos os experimentos possíveis de câmbio. Comprar dólares no Brasil fez meu dinheiro render 7% mais em Bogotá, 5% mais em Cartagena e 10% mais em San Andrés do que se tivesse levado reais.

    Você pode ver o relato completo aqui.

    Mas o dólar está tão caro, vale a pena comprar mesmo assim?

    O dólar é a moeda que regula o mercado cambial do planeta. Quando o dólar aumenta aqui, provavelmente aumente no Peru e na Colômbia também (ou seja, os dólares que você compra mais 'caro' no Brasil acabam rendendo mais soles no Peru e mais pesos na Colômbia).

    E se a valorização do dólar for restrita ao Brasil, tenha certeza que no mesmo instante o real vai desvalorizar no Peru e na Colômbia, para ajustar o valor à cotação do dólar. O mercado cambial é interligado: não há escapatória.

    Onde vale a pena levar reais: Buenos Aires, Santiago e Uruguai (no verão!)

    Nossos vizinhos do Cone Sul são os melhores mercados para você trocar reais.

    Sobretudo no verão, quando há muita procura por reais por viajantes argentinos, chilenos e uruguaios que vêm ao Brasil de férias.

    No verão, levar reais para Buenos Aires, Mendoza, Santiago e ao Uruguai como um todo é mais vantajoso do que levar dólares ou cartão pré-pago.

    No inverno, porém, quando os brasileiros viajam em massa para Argentina e Chile, o real desvaloriza sensivelmente, e levar dólar fica mais vantajoso.

    Há outras pegadinhas, também. Leia os tópicos de Argentina, Chile e Uruguai.

    Menu | 50 países | Moeda forte | Moeda fraca | Real | Casas de câmbio | Pré-pago |

    • Casas de câmbio: quais são as pegadinhas?

    Todo mundo sabe de cor os pontos baixos dos cartões de crédito e cartões pré-pagos. Mas pouca gente se dá conta de que usar casas de câmbio pode trazer um prejuízo maior do que os 6,38% de IOF.

    Não existe uma 'cotação oficial'

    Cada casa de câmbio é livre para fixar as suas cotações. Por isso é melhor fazer câmbio em ruas onde haja muitas casas de câmbio, para aproveitar a concorrência.

    Casas de câmbio situadas em aeroportos (veja a exceção de Buenos Aires) costumam ter as piores cotações.

    Casas de câmbio que funcionam à noite e nos fins de semana também pioram sensivelmente as cotações fora do horário bancário.

    Casas de câmbio de lugares pouco povoados (Atacama) ou com excesso de turistas (Bariloche, Cancún) tendem a oferecer cotações piores do que as das capitais dos seus países.

    Cotação de compra x cotação de venda

    As casas de câmbio não são ONGs. Elas vivem de comercializar dinheiro -- comprar mais barato e vender mais caro. Todas as tabelas de casas de câmbio têm duas cotações: a de compra e a de venda. É fácil confundir as duas.

    Quando você vai comprar uma moeda no Brasil, o que vale é a cotação de venda (a cotação pela qual a casa de câmbio está vendendo essa moeda para você).

    Quando você vai vender seus dólares ou reais fora do Brasil, o que vale é a cotação de compra (a cotação pela qual a casa de câmbio está comprando seus dólares ou reais).

    É sempre o contrário do que a gente pensa, não? Na dúvida, saiba que a cotação que nos cabe no momento é sempre a pior (mais alta na hora que a gente precisa comprar, e mais baixa na hora em que a gente precisa vender).

    Cotações enganosas

    Na Europa é muito comum as casas de câmbio anunciarem cotações enganosas. Isso acontece sobretudo no Leste Europeu e em pontos turísticos.

    Funciona assim: você está em Praga, e a casa de câmbio anuncia no painel uma cotação excelente para trocar seus euros por coroas tchecas. Você entra na fila e, quando chega a sua vez, fica sabendo que aquela cotação existe, mas só é válida para quantias superiores a 10.000 euros. Para quantias menores, a cotação é outra.

    Antigamente também tinha o golpe da comissão -- o painel anunciava uma cotação ótima, mas daí na conta final subtraída de uma comissão não-informada. Mas isso agora está em desuso.

    Vai usar casa de câmbio? Tenha uma estratégia pensada

    Para não perder dinheiro com casa de câmbio, programe sua chegada num dia de semana e dedique a primeira tarde (ou a primeira manhã) a fazer o câmbio num local onde haja concorrência de casas de câmbio, durante o horário bancário.

    Se for chegar na sexta-feira à noite ou no fim de semana, troque na casa de câmbio do aeroporto apenas o mínimo essencial.

    Se você chegar num fim de semana e não dispuser de nenhuma manhã livre para fazer câmbio, será mais jogo levar cartão pré-pago (eu explico por que aqui).

    Menu | 50 países | Moeda forte | Moeda fraca | Real | Casas de câmbio | Pré-pago |

    • Quando vale a pena usar cartão pré-pago?

    Os cartões pré-pagos (tipo 'travel money') carregados com moeda forte (dólar ou euro) são uma ótima alternativa para quem vai viajar para um país onde, se levasse dinheiro vivo, precisaria usar casas de câmbio.

    Por quê?

    Cartões pré-pago oferecem as melhores cotações

    Cartões carregados em dólar ou euro convertem seus gastos em moeda local por uma cotação próxima à interbancária, que é melhor do que a das melhores casas de câmbio. Mesmo com os 6,38% de IOF (que você paga ao comprar a moeda no Brasil), o resultado final fica compatível com o que você conseguiria enfrentando a fila da casa de câmbio.

    Digamos que, comparado com as melhores casas de câmbio (aquelas que ficam no centro da cidade, em ruas com muita concorrência), o rendimento final do pré-pago (já computado o IOF) vai ser uns 2 a 3% inferior ao do dinheiro vivo.

    Em compensação, comparado com casas de câmbio de aeroporto, de pontos turísticos ou de shoppings, que funcionam à noite ou no fim de semana, ou localizadas no interior, o cartão pré-pago vai render mais. Com o pré-pago você evita ter que trocar seu dinheiro a cotações extremamente desfavoráveis (quando dá para perder uns 10 ou 15% sem perceber).

    Você não precisa de uma estratégia de câmbio

    Com cartão pré-pago você não precisa planejar o dia e a hora da chegada só para fazer câmbio. Não precisa perder nenhum passeio só para poder ir segunda de manhã na rua das casas de câmbio. Não carrega bolos de dinheiro na doleira durante toda a sua viagem.

    O cartão pré-pago oferece a mesma cotação, não importa onde ou quando você faça o gasto ou o saque. A cotação não vai variar entre a capital e o interior, entre o aeroporto e o shopping, entre o horário comercial e o fim de semana.

    E, ao contrário do cartão de crédito convencional, o pré-pago congela o dólar no momento da compra da moeda. Você não corre o risco de variação cambial. É como comprar dinheiro vivo e carregar num cartão.

    Você só precisa ter dois cuidados:

    • Fazer uma pesquisa para comprar o seu cartão pré-pago na corretora que ofereça a menor cotação parar o dólar ou o euro
    • Ao fazer saques, sacar o máximo possível por operação, para diluir a tarifa de uso do equipamento, que é fixa

    Pegadinhas do cartão pré-pago

    Não existe meio de pagamento perfeito. Todos terão suas limitações.

    Essas são as dos cartões pré-pagos:

    • Não servem para alugar carro (é preciso um cartão de crédito convencional)
    • Podem causar bloqueios temporários no seu saldo quando você faz check-in no hotel ou abastece em posto de gasolina
    • Atrelam você a uma corretora ou banco (não é possível carregar com moeda em outra instituição)
    • Se você não gasta tudo o que carregou, tem que vender o saldo ao banco ou corretora por uma cotação bastante inferior à que você comprou

    Menu | 50 países | Moeda forte | Moeda fraca | Real | Casas de câmbio | Pré-pago |

    Índice de países | África do Sul | América Central (geral) | Argentina | Austrália | Bolívia | Camboja | Canadá | Caribe (geral) | Chile | China | Colômbia | Croácia | Cuba | Dinamarca | Dubai | Egito | Equador | Estados Unidos | Europa (zona do euro) | Hungria | Índia | Indonésia | Islândia | Israel | Japão | Jordânia | Marrocos | México | Noruega | Nova Zelândia | Panamá | Paraguai | Peru | Polônia | Reino Unido | República Tcheca | Rússia | Suécia | Suíça | Tailândia | Turquia | Uruguai | Venezuela | Vietnã

    Leia mais:

    40 comentários

    Camila
    CamilaPermalinkResponder

    Mais mastigado que isso, impossível. Favoritado!

    Ana Paula
    Ana PaulaPermalinkResponder

    Maravilindo!!! Obrigada <3

    Juby Pedrosa
    Juby PedrosaPermalinkResponder

    Esse já era meu post favorito do blog, sempre recorro a ele antes de uma viagem!!! A atualizacao e inclusao do video ficou ainda melhor!! Parabens!!

    Fiquei apenas com uma dúvida... Achei q o cartão pré-pago cobrasse uma taxa para cada saque no exterior, principalmente quando o saque é em outra moeda que não dolar. Essa info que eu tinha está errada/desatualizada?

    Outra pegadinha comum de casa de cambio eh cobrar comissões e taxas o que faz com que a cotação fique ainda pior e dificuldado ainda a comparação de cotação de uma casa de cambio para outra.

    Obrigada!!!!

    A Bóia
    A BóiaPermalinkResponder

    Olá, Juby! A taxa de saque é fixa, por isso recomendamos fazer sempre o maior saque disponível.

    Patricia Luck
    Patricia LuckPermalinkResponder

    Me preparando para viagem à Escandinávia com as crianças, esse post caiu perfeitamente! Que Nossa Senhora da Cotação me ajude!

    Camila
    CamilaPermalinkResponder

    Sugestão pro site: fazer um menu só para esses guias gerais didáticos (sem destino específico). Onde possamos clicar e ver todos de uma vez, sem ter que pesquisar o tema.

    Beto
    BetoPermalinkResponder

    Um pequeno detalhe sobre o Panamá. As notas são todas em dólar americano mesmo. Mas as moedas podem ser americanas ou em balboas (sim, o Panamá tem a sua própria divisa também); são do mesmo tamanho. Inclusive há moedas em balboas de valor igual a US$1. Claro que ninguém fora do Panamá usa balboas, então lembrar de gastar todas as moedas em balboas por lá mesmo, onde elas tem valor igual às em dolar.
    Não consigo lembrar com certeza como fica a coisa das moedas no Equador (o outro país dolarizado na região), mas acho que é similar ao Panamá.

    cristina
    cristinaPermalinkResponder

    Olá Ricardo. Tenho uma dúvida: estarei voltando de Portugal com uma escala de 4 horas em Zurich. Posso usar euros no aeroporto, ou só cartao de crédito(uma vez que não terei franco suíco)?

    A Bóia
    A BóiaPermalinkResponder

    Olá, Cristina! Quem responde é A Bóia. Aceitarão euros, talvez não por uma boa cotação.

    Cristina
    CristinaPermalinkResponder

    Obrigada. Abraços

    Fernando Miranda

    Uma duvida: o valor que sobra no cartao pre-pago fica la “pra sempre”? Ou depois de algum tempo o cartao perde a validade e o dinheiro some? Abraço

    A Bóia
    A BóiaPermalinkResponder

    Olá, Fernando! Cada cartão tem seu regulamento. Em todos você pode reaver o saldo, vendendo o resíduo para o emissor (a uma cotação inferior à que você comprou, igual ao que seria numa casa de câmbio). Alguns cartões cobram uma taxa anual de 'manutenção', e então uma hora o dinheiro acaba e o cartão é extinto. Veja as condições do seu ao comprar.

    Katalin Zanello

    Adoraria de ter maiores informações sobre câmbio e o uso de moedas na Rússia, em vista da Copa que se aproxima.....há algo previsto?

    A Bóia
    A BóiaPermalinkResponder

    Olá, Katalin! Vale o que está no item Rússia... eu levaria cartão pré-pago em dólar, as casas de câmbio vão deitar e rolar em cima dos turistas do futebol.

    Cumbicão
    CumbicãoPermalinkResponder

    Para Cuba, levamos uma mistura de euros e dólares canadenses e deu super certo, já que assim como o euro, o dólar canadense é uma moeda forte e bem cotada lá já que os canadenses são um dos maiores públicos lá em termos de turistas.
    Olhando todos os demais destinos para os quais já fui e que vocês citam acima, concordo plenamente com as dicas de que moeda levar.

    Luiz Antonio Mendes

    Vou para Vancouver, vale apena comprar o dólar Canadense com dólar Americano lá quando chegar?
    Ou trocar o dólar Americano aqui (Rio de Janeiro) e comprar o Canadense?

    A Bóia
    A BóiaPermalinkResponder

    Olá, Antonio! Use a fórmula explicada no texto para ver se já não vale a pena comprar dólar canadense aí no Rio mesmo.

    https://www.viajenaviagem.com/2018/05/que-moeda-levar-para-50-paises/#formula

    Paula
    PaulaPermalinkResponder

    Tenho uma dúvida:
    Estou indo viajar no mês que vem para o Peru e Colômbia e estou assustada com a grande aposta do dólar e com muita dúvida de que dinheiro levar. Ao comprar o cartão pré-pago tenho que carregá-lo em dólar ou euro pois não há como carregá-lo em pesos ou soles. Porém as casas de câmbio cobram além do IOF uma taxa de 5,34conversão do dólar para moeda local em cada uso do cartão. Além disso é cobrado uma semestralidade no cartão no valor de 15 dólares.
    Ainda sim comprar o cartão vale a pena?
    Obrigada!!

    A Bóia
    A BóiaPermalinkResponder

    Olá, Paula! Não entendi o que são esses 5,34. Você pode transcrever o texto exato das regras do cartão?

    Livia
    LiviaPermalinkResponder

    Compensa levar euros pro Chile (Santiago)? Tenho alguns que sobraram da última viagem, por isso pergunto.
    Obrigada!

    A Bóia
    A BóiaPermalinkResponder

    Olá, Livia! Dá para levar, sim. É moeda forte, sempre tem boa cotação. Troque em dias de semana na calle Agustinas no centro ou na Pedro de Valdivia em Providencia.

    Julia
    JuliaPermalinkResponder

    Oi, tudo bem? Vou para os EUA em outubro e achei, em casas de câmbio, um tal de "dólar caruda". A cotação dele é melhor simplesmente por ser uma moeda antiga. Pelo o que pesquisei, parece que a cédula antiga é aceita normalmente nos EUA (apesar de ser barrada em outros países). Sabem me dizer se dá pra usar normal mesmo nos EUA? Procurei aqui no blog mas não achei nada sobre esse tema! Obrigada! smile

    A Bóia
    A BóiaPermalinkResponder

    Olá, Julia! Aceitação normal, inclusive em outros países.

    Julia
    JuliaPermalinkResponder

    Obrigada, Bóia!! smile Em tempos de dólar alto, qualquer centavo ajuda no orçamento!

    tony zineski
    tony zineskiPermalinkResponder

    Vou passar 3 meses nos Estados Unidos, seria conveniente levar um cartão de débito ou sacar o dinheiro no banco do brasil (onde tenho conta).

    A Bóia
    A BóiaPermalinkResponder

    Olá, Tony! Veja os limites de saque internacional da sua conta. Na maioria das vezes não é igual ao saldo, e pode ser bem reduzido. Um cartão pré-pago é sempre um ótimo plano B, já que pode ser carregado à distância.

    Ao fazer saques, retire sempre pelo máximo disponível na máquina, para diluir a tarifa de uso do equipamento. Evite as maquininhas que estão em lojas, elas são mais caras e têm limite mais baixo por operação. Prefira sacar em caixas automáticos de bancos.

    Dolar canadense turismo

    Adorei o conteúdo, muito esclarecedor!

    Aécio Oshiro
    Aécio OshiroPermalinkResponder

    Uma opção que eu e minha esposa utilizamos e que está saindo mais barato que dolar e/ou euro em espécie é o envio internacional pela Western Union. Retiramos no país de destino em moeda local e levamos um cartão de credito para emergências ou caso nossos gastos estrapolem a quantia enviada

    flaviobbb
    flaviobbbPermalinkResponder

    Eu ja olhei essa opção, mas confesso que a tarifa deles é altíssima. E o cambio não é dos melhores....

    A Bóia
    A BóiaPermalinkResponder

    Olá, Flavio! É por isso que a gente não indica. As pessoas são tão focadas em fugir do IOF que esquecem todos os outros fatores -- taxas que não são do governo, cotações desvantajosas...

    flaviobbb
    flaviobbbPermalinkResponder

    Pessoal, blz....

    Sai errado a informação sobre o REINO UNIDO..... Constou Australia, acho que vocês queriam falar Inglaterra.

    Abs

    Parabéns

    Que moeda levar para o Reino Unido?
    Não leve reais para o Reino Unido. O real é uma moeda fraca e não tem bom valor de mercado na Austrália
    A libra esterlina é uma moeda forte e pode ser comprada no Brasil
    Para ver se vale a pena comprar direto libra esterlina na sua cidade ou se é melhor comprar dólar ou euro e trocar no Reino Unido, use esta fórmula. Atente, porém, para as pegadinhas das casas de câmbio da Europa

    A Bóia
    A BóiaPermalinkResponder

    Obrigada, Flavio! Corrigindo já.

    Renata Sueitt
    Renata SueittPermalinkResponder

    Parabéns! Adorei! Vou compartilhar com meus amigos viajantes!!

    Rita
    RitaPermalinkResponder

    Que
    Moe levar para Praga?

    A Bóia
    A BóiaPermalinkResponder

    Olá, Rita!

    Está no índice, mas eu copio aqui para você.

    https://www.viajenaviagem.com/2018/05/que-moeda-levar-para-50-paises/#republicatcheca

    PAULO ROBERTO
    PAULO ROBERTOPermalinkResponder

    Qual a melhor moeda devo levar para buenos Aires para fazer câmbio? Real ou dólar? O período é no fim do mês de julho.

    Mariana Iglesias

    Olá, viajarei em setembro para a Croácia, mas farei um stopover em Madrid. Gostaria de saber se dá pra comprar Kuna Croata em Madrid. Se sim, é melhor comprar em Madrid ou em Zagreb mesmo?

    A Bóia
    A BóiaPermalinkResponder

    Olá, Mariana! Leve dólares ou euros e troque por coroas na Croácia.

    Fábio
    FábioPermalinkResponder

    Lembrando também uma pequena desvantagem do cartão pré pago são eventuais taxas de inatividade que o cartão cobra. Tive um que me cobrava USD 5 a cada 6 meses inativos. No final das contas acabei vendendo por uma cotação bem fraca pra não perder o resto do dinheiro. Pra quem viaja sempre, tranquilo...mas.....

    Atenção: Os comentários são moderados. Relatos e opiniões serão publicados. Perguntas serão selecionadas para publicação e resposta. Entenda os critérios clicando aqui.
    Bóia offline! Vamos continuar aprovando comentários, mas a Bóia só volta a responder perguntas que forem feitas depois de 10 de abril de 2017. Obrigado pela compreensão.
    Cancelar