Alerta: hotéis de NY cobram taxas para receber compras

Outlet nos EUA

Muita gente sabe que fazer compras online para mandar entregar no hotel costuma ser bastante vantajoso. Se você sabe exatamente o que quer, pode pesquisar os preços em diversos sites. Em muitos casos economiza o imposto de vendas estadual, e invariavelmente não perde seu precioso tempo das férias metido em lugares nada divertidos como megastores ou outlets.

Só que é tanta gente se aproveitando disso, que alguns hotéis resolveram endurecer o jogo.

Semana passada levei um susto com o relato da Débora sobre o Radisson Martinique, um hotel de Nova York próximo à Times Square. O hotel está cobrando 100 dólares por pacote recebido. 100 dólares! É um claro recado: não queremos que você mande entregar compras no nosso hotel, estimado hóspede.

A provar que o assunto é quente e importante, anteontem o Artur Andrade, diretor de redação do Panrotas, comentou exatamente esta prática no seu blog Sem Reserva, em meio ao resumo de sua última passagem por Nova York. Excelente jornalista que é, o Artur considera também as razões do outro lado do balcão para adotar essa política. Sites como a Amazon separam suas entregas por fornecedores; se você puser no carrinho três marcas diferentes na mesma compra, serão três pacotes. Nem sempre os nomes das reservas batem com os nomes dos pacotes. Os hotéis estão precisando criar departamentos para gerenciar esse serviço; há hotéis com 600 pacotes parados. (Leia a íntegra aqui.)

Isso não quer dizer que todos os hotéis estejam operando como o Radisson Martinique — nem exclui a possibilidade de algum hotel ou rede descobrir que este é um grande nicho de mercado e que vale a pena prestar esse serviço na faixa para seus hóspedes. Mas é preciso dar o sinal de alerta: não mande entregar compras sem saber qual é a política do seu hotel.

Vale a pena seguir o conselho do Gabriel Dias, comentarista assíduo aqui do VnV e dono do excelente Falando de Viagem, que recomenda mandar um email para o hotel perguntando se pode receber compras (mencione que elas podem ser entregues com uma semana de antecedência à sua chegada). Guarde a resposta como um documento válido. (Leia a íntegra do post do Gabriel aqui.)

E você? Fez recentemente compras pela internet e mandou entregar num hotel dos Estados Unidos? Rolou taxa ou algum stress? Dê o nome a todos os bois, please!

Siga o Viaje na Viagem no Twitter@viajenaviagem

Siga o Ricardo Freire no Twitter@riqfreire

Visite o VnV no FacebookViaje na Viagem

Assine o Viaje na Viagem por emailVnV por email

94 comentários

Boa tarde!
Alguém conuece e recomenda algum serviço de recepção de encomendas em NY?
Explico: uma amiga está indo a ny e me trará algumas encomendas, porém, onde ela se hospedará não recebe encomendas.
Se houver algum endereço para o qual eu possa enviar e as encomendas sejam recebidas e retiradas posteriormente pela minha amiga, neste local,
facilitaria demais a minha vida.
Alguém conhece algo nesse sentido?

Estive semana passada no Element Times Square (311 West 39th.Street) e as compras da Amazon, vieram em 3 pacotes diferentes e foram colocadas direto no meu quarto, gratuitamente.

Estive em julho no The One (pertinho do prédio da ONU) e não cobraram nada para receber as encomendas.

    BOa Tarde Lu Aquino,
    em qual hotel você ficou hospedada em NYC?
    Estou procurando um hotel para receber meus pacotes do site amazon.
    obrigada,
    Giuliana

Pessoal, alguem sabe se o hotel Park Central ( 870 7th Av) cobra por pacote?
Alias, é um bom hotel para se hospedar?
Estou indo com minha esposa semana que vem e nao o conheço.
Obrigado

Atenção: Os comentários são moderados. Relatos e opiniões serão publicados se aprovados. Perguntas serão selecionadas para publicação e resposta. Entenda os critérios clicando aqui.