Nova York

Viagem ao centro da Terra
Ricardo Freire
por Ricardo Freire

Outras cidades têm cartões-postais e monumentos. Nova York também: o skyline de Manhattan, a ponte do Brooklyn, a estátua da Liberdade. Mas o Empire State não tem aqui a mesma importância da Torre Eiffel em Paris. A moça com a tocha na mão é um ícone, não é assim nenhum Coliseu.

Porque Nova York não está nos cartões-postais: está na rua.

A gente bate perna em Nova York não em busca de beleza, mas à procura de energia. Nova York está ligada na tomada, e o grande barato é estar exposto à sua vibe.

A maior novidade da ilha é a transformação do trecho entre Chelsea e Meatpacking, entre as ruas 30 e 12 Oeste, com o surgimento do High Line Park -- um jardim suspenso, plantado numa espécie de Minhocão abandonado, que tornou este ponto tão valorizado quanto o entorno do Central Park.

Mas o hype não mora mais só de Manhattan: na outra margem do rio East, o Brooklyn é o endereço de alguns dos bairros mais badalados do momento, como Williamsburg.

Minha dica: mesmo que seja a sua primeira vez na cidade, dê uma escapadinha dos luminosos de Times Square, das vitrines da Quinta Avenida e do verde do Central Park para dar uma espiadinha nessa outra Nova York.

617 comentários

Cris
CrisPermalinkResponder

Boa tarde! Há algum hotel em Nova Iorque que cobre só a taxa de resort? Estou procurando um hotel mas estou vendo que o total das taxas é maior que as diárias ? obrigada!

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Cris! "Resort tax" é uma taxa extra, cobrada por alguns hotéis. É somada à diária.

Fernando Scotelaro

Parabéns pelo blog. As dicas são de ouro!
Uma dúvida: viajaremos com nosso filho de 12 anos. Como é a questão do acesso de menores a bares e restaurantes - pode parecer uma pergunta meio óbvia mas no Brasil, tirando eventos específicos que estabelecem idade de 18 para entrar, no geral, estando conosco, ele entra em qualquer lugar. Se quisermos, por exemplo, visitar um rooftop ou um pub...enfim, lugares que vendem bebidas alcoólicas (não me refiro à baladas, obviamente...).

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Fernando! Haverá sim restrição de acesso a bares e rooftops.

Maria Lucia Schiavo

Bóia, procede a informação de que a American Airlines não terá voos diretos Rio -NY a partir de abril? Obrigada

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Maria Lucia! Sim. A Delta vai voar direto a partir de dezembro, durante o verão.

Maria Lucia Schiavo

Obrigada, Bóia!

Guilherme
GuilhermePermalinkResponder

Oi, Boia!

Encontrei alguns quarto bem interessantes (limpos, grandes, baratos), pelo Airbnb, em Washington Heights. Vi que fica a uns 20/25 minutos de Midtown. O que você acha da região?

Ah, é a minha segunda vez em NY. Da primeira fiquei na rua 44.

Obrigado!

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Guilherme! Não existe região ruim em Manhattan. Mas existem regiões longe... essa é uma delas. Avalie se você quer sair todo dia e só voltar depois do jantar.

Renata Fernandes

Seu blog é fantástico, adoro as dicas!!!
Pretendo pegar um táxi do aeroporto ao hotel em Manhattan, estaremos em 3 adultos e uma criança de 6 anos, com 1 mala grande e 4 pequenas, além das bagagens de mão, será que o táxi comporta? Em caso de não caber as malas,posso facilmente mudar a estratégia de transporte para o Shuttle na hora mesmo?

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Renata! Comporta sim.

Guilherme
GuilhermePermalinkResponder

Olá, Boia!
Primeiramente parabéns pelo excelente blog - o melhor! -
Pretendo ir de Toronto a NYC. A princípio a ideia seria alugar um carro para fazer a viagem aproveitando o caminho e, então, devolver em NYC, mas não encontrei nenhuma agência que permita a devolução na cidade americana, assim teria que ficar com o carro durante a estadia em Manhattan, para depois voltar a Montreal (cometi o erro de comprar ida e volta para mesma cidade). Como o local que vou hospedar (proximidades da W65th St) não tem garagem, teria que deixa-lo na rua e/ou em estacionamento. Tem uma noção do preço médio que gastaria por dia para deixa-lo parado em estacionamento? Ou, melhor, se essa ideia de ir de carro é uma "fria!"? Obrigado!

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Guilherme! Se você quer fazer uma viagem de carro, voe de Toronto a Boston, alugue um carro, viaje pela Nova Inglaterra, devolva o carro em Boston, voe ou vá de trem a Nova York.

https://www.viajenaviagem.com/2013/02/nova-inglaterra-de-carro-roteiro-dicas/

Heron
HeronPermalinkResponder

Fala Guilherme! Eu fiz algo parecido em 2017. Aluguei um carro direto no site da Alamo, retirei em na loja em 200 Wellington St W (que na verdade era uma loja da National Rent a Car, parceira deles), cruzei a fronteira e entreguei o carro na cidade americana de Buffalo, no aeroporto. A placa do carro era americana. Paguei umas taxinhas a mais, mas funcionou pra mim porque deu pra passar em Niagara on The Lake, Niagara Falls, cruzar a fronteira e ainda assistir um jogo do Buffalo's Bills nos EUA. Eles permitem entregar o carro no aeroporto de NYC. Agora, se pretende ficar com carro, saiba que estacionamento em Manhattan é uma fortuna! A média é de 50 dólares por dia, até mais. Com sorte, vai achar por 35 em algumas quebradas, mas é difícil. Pra ficar de carro de forma economica, ou até gratuita, só em New Jersey. Já fiquei por lá e usava o carro por lá. Quando vinha a Manhattan, pegava um onibus que em 20 min me deixava na ilha por cerca de 5 dolares. Ah! Para ir de carro de NJ para NYC tem pedágio no tunel. Cerca de 15 a 20 dolares. Boa sorte!

Vitor
VitorPermalinkResponder

Bóia estou indo para NY em junho, e ouvi dizer que neste mês os museus tem entrada gratuita. Procede essa informação?

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Vitor! No dia 11 de junho, museus ao longo do Central Park (entre eles, Met e Guggenheim) vão ter entrada liberada das 18h às 21h.

https://www.centralpark.com/events/museum-mile-festival/

Bóia de férias. Só voltaremos a responder perguntas que forem postadas a partir de 3 de junho. Relatos e opinões continuarão sendo publicados.
Cancelar