Check-list de viagem

Check-list de viagem, parte 1: providências para tomar antes de marcar viagem

Check-list de viagem

Check-list para não perder viagens

Você está preparado pra fazer uma viagem internacional amanhã? É melhor fazer um check-list. Neste post (e na continuação, que sai na semana que vem), vou enumerar todos os itens que precisam ser conferidos para evitar perrengues e viajar melhor.

Para começar, 5 coisas que você precisa providenciar mesmo antes de ter a viagem marcada. E no próximo post, 6 itens para checar na semana de embarcar.

Check-list: antes de marcar viagem

Muita gente espera até ter uma viagem marcada para só daí providenciar, de última hora, uma série de coisas indispensáveis para viajar. Algumas providências, porém, podem — melhor: devem — ser tomadas quando você nem marcou a viagem.

Estando com tudo OK, pode aparecer qualquer viagem inesperada de última hora, que não vai ter problema.

1 | Passaporte

Passaporte é o documento essencial do viajante. Sem passaporte você só viaja dentro do Brasil e para mais 9 países da América do Sul.

Se você ainda não tem passaporte, faça já. Porque quando você precisar tirar seu passaporte com pressa, pode faltar papel, pode haver dificuldade de agendamento… já aconteceu várias vezes nos últimos anos, sob todos os presidentes.

E se você tem passaporte, me diga uma coisa: você sabe quando quando o seu passaporte expira? Então descubra agora. Porque se faltarem 8 meses para o seu passaporte expirar, já dá para tirar um novo. (Caso já esteja cadastrado na Polícia Federal, você vai receber um aviso por email da própria PF, quando faltarem 8 meses, para tirar um passaporte novo!)

Por que tanta antecedência?

É preciso renovar o passaporte com antecedência porque a maioria dos países exige que o seu passaporte tenha validade por pelo menos 6 meses a contar do dia da entrada no país. Assim, se no dia 1º de janeiro você quiser entrar no Reino Unido, no México, na Turquia ou na Tailândia, o seu passaporte precisa estar válido por mais 6 meses — ou seja, até 1º de julho.

Já na Europa continental, os 29 países do Espaço Schengen têm uma regrinha diferente: seu passaporte precisa ter 3 meses de validade para além da data prevista para sair do Espaço Schengen. Ou seja: se no dia 1º de janeiro você quiser entrar em Portugal ou na Alemanha, e a sua passagem de saída do Espaço Schengen está marcada para o dia 1º de fevereiro, então o seu passaporte precisa estar válido até 1º de maio.

Os países da América do Sul também exigem 6 meses de validade — mas se o seu passaporte estiver pra vencer dá pra entrar com o RG original. De todo modo, eu recomendo que você use o passaporte mesmo na América do Sul, tem um vídeo em que eu explico por quê, veja aqui:

Exceções à regra da antecedência: EUA e Canadá

Essa regrinha de xis meses de validade tem duas exceções: os Estados Unidos e o Canadá.

Nos dois países você pode entrar com passaporte prestes a vencer, contanto que o seu visto esteja válido. Mas o agente de imigração sempre vai conceder uma permanência que obrigue você a sair do país antes do passaporte vencer.

Assim, se no dia 1º de janeiro você entrar nos Estados Unidos ou no Canadá e o seu passaporte vencer no dia… 10 de janeiro, por exemplo, você vai ganhar permissão para permanecer por no máximo até esse dia.

E se você estiver adiando renovar o passaporte por causa do visto americano que você tem no passaporte atual, não se preocupe: o visto americano não perde a validade original mesmo se você precisar tirar um passaporte novo. Enquanto o seu visto americano estiver válido, você viaja com os dois passaportes: o passaporte expirado, que contém o visto americano válido, e o passaporte novo. Só quando o visto americano antigo estiver para expirar é que você precisa renovar o seu visto americano.

Mas atenção: isso só vale para o visto americano. O visto do Canadá expira com o seu passaporte.

E por falar em visto americano, vamos à providência número 2:

2 | Visto americano

O visto americano é outra providência que você pode tomar sem ter nenhuma viagem marcada. Essa é uma recomendação do próprio consulado americano: primeiro obtenha o seu visto, depois marque a viagem.

OK, o formulário do visto pede um hotel ou um endereço nos Estados Unidos. Mas você pode preencher com o endereço de um hotel (ou de uma pessoa) numa cidade que você pretende visitar de fato quando for para lá.

Com visto americano válido, você pode planejar sua viagem com calma e aproveitar promoções.

Pedir o visto sem viagem marcada também é interessante porque algumas pessoas têm problemas por causa de homônimos, gente com o mesmo nome que o seu que já se meteu em confusão nos Estados Unidos, e isso faz com que o pedido entre em processo administrativo, que pode demorar meses. Então encaminhe seu pedido agora que você não precisa viajar, para estar tudo certinho quando você viajar.

Sem falar que visto americano no passaporte pega muito bem quando você for passar pela imigração na Europa. Além de dispensar a obtenção o visto canadense – com visto americano válido, você pode simplesmente tirar uma autorização eletrônica chamada eTA. Veja os detalhes neste post.

3 | Febre amarela

Outra providência que, se possível, deve ser tomada mesmo sem viagem marcada é tomar a dose integral da vacina contra febre amarela e emitir o certificado internacional de vacinação. (Mas atenção: a dose fracionada, aplicada em alguns estados, NÃO dá direito ao certificado.)

Cada vez mais países estão exigindo a vacina de brasileiros, e a vacina precisa ser tomada pelo menos 10 dias antes da viagem, senão você não embarca.

Se no seu estado não estão exigindo passagem aérea pra aplicar a dose integral, aproveite e vacine-se o quanto antes. Se você precisar apresentar passagem pra se vacinar com a dose integral, lembre-se de se vacinar tão logo tenha a passagem na mão.

Para saber detalhes como que países estão exigindo a vacina e para saber como emitir o certificado de isenção, caso você não possa se vacinar, leia aqui ou assista ao vídeo:

4 | Acessórios de viagem

Outra coisa que é mais sossegado fazer sem a pressão da viagem é renovar o seu equipamento.
Não está na na hora de comprar uma mala nova? (Tamanho M, por favor!)

E adaptador universal de tomada, você tem? E um hub USB, pra carregar celulares e apetrechos da turma usando uma tomada só do quarto?

E a doleira, você não tava pensando em comprar uma novinha?

E casaco para o frio, você tem? Compre uma dessas jaquetas de penas que são bem quentinhas e não pesam nada.

Você compra tudo isso com mais calma e fazendo melhor negócio longe da correria da reta final da viagem. Se você for se dando esses presentes aos pouquinhos ao longo do ano, quando for viajar vai estar com o kit zero bala.

5 | Dólares

Se você vai viajar para o exterior e não quer sofrer os efeitos da instabilidade cambial, vá comprando dólares aos poucos.

Ou euros, se você for para a zona do euro na Europa. Ou libras, se você for para o Reino Unido.

Para os outros lugares do mundo, poupe em dólar mesmo. Ao comprar dólar ou euro aos pouquinhos, fazendo uma poupança a prestação pros seus gastos de viagem, você dilui os efeitos da instabilidade cambial e mantém o seu poder de compra.

5.1 | Para quem não viaja com dinheiro vivo

Se você não gosta de viajar com dinheiro vivo (eu não gosto), pode fazer essa poupança num cartão pré-pago.

Mas veja bem: pesquise a corretora com a menor cotação da sua cidade e faça o pré-pago com ela. Cada cartão pré-pago só pode ser recarregado com moeda comprada da corretora ou do banco onde você comprou.

Leia mais:

Novo passaporte brasileiro com 10 anos de validade

49 comentários

O Check list deve constar na hora de sair de casa. Não adianta passaporte e visto válidos se você esquecer em casa. Achei que nunca aconteceria comigo.
Cheguei no Check in do Buquebus de Bs As para Colônia e …. passaporte ficou no hotel e sem tempo de ir buscá-lo. Foi uma frustração.

Aprovado, gostei de poder contar com sua excelente ajuda para facilitar minhas viagens pois tenho 80 anos e fico insegura para algumas providencias p garantir uma viagem tranquila.Obrigada serei sua leitora assídua

Ola Ricardo, ouço sempre que posso vc na bandnews.
Hoje quero comentar contigo a viagem que fiz à Espanha, muito diferente das viagens que vc recomenda.
Fiquei quase 1 mês na Espanha, mas desse 1 mês, ficamos 10 dias baseados em Palência. Não ficamos no centro da cidade (que fica bem perto), mas um ótimo hotel na beira da estrada. Como fomos em julho e eu com duas crianças, uma das necessidades era uma piscina….. nesse hotel “Europa” tem.
Em Palência há uma catedral, que chamam a “virgem reconocida”, mais de 1000 anos construída, linda e nada perde às mais lindas que já vi. Como não faz parte do circuito “turístico” até missa eu assisti.
Bem, como disse, nossa base era Palência, durante os dias que ficamos lá, cada dia íamos numa direção diferente, e na maioria das vezes por estradas interiores, então passávamos de cidade em cidade, entravamos em castelos, catedrais romanas e góticas, comíamos na Plaza Mayor que tem em todo lugar, portanto, vivíamos cada lugar.
Meus filhos gêmeos na época tinham 11 anos, adoraram.
No caminho para Palência, partindo de Madrid, paramos em Tordesilhas, onde tem um museu espetacular sobre o tratado e um centro histórico bastante bem preservado. Fomos em caves históricas.
De Palência fomos as seguintes cidades:
Carrion de Los Condes (ponto de parada para o caminho de Santiago) um centro histórico divino.
Fromista que tem uma maravilhosa catedral
PInel de Abajo
Simancas onde está o arquivo geral da Espanha – num castelo espetacular
Burgos
Madrigal de las altas torres onde fomos no convento das Madres Agustinas – onde nasceu Isabel – maravilhoso
Villafuerte
Villacazar de Sirga.
Sassamon
Villadolid – onde tem um museu maravilhoso e uma catedral lindíssima conhecida como La Antigua (lá pudemos ver a diferença de uma cidade universitária – tinha jovens da china e muitos europeus.
Medina del campo – onde há o castillo de la mota – lindo
Baltanas – Encima de Esguerra – Cevico Navero
Penafiel – onde tem uma fortaleza espetacular (um castelo militar com um maravilhoso museu) e uma catedral lindissima – Penâfiel quer dizer a pedra fiel ao reino então tem muito significado.
Em um dos dias fomos à Vila Romana La Olmeda (espetacular – recomendo muito) e a Vila Romana La Tejada (um pouco mais simples, mas muito legal tb)
Na volta para Madrid, paramos em Avila, nem preciso falar……. espetacular.
Nos outros dias, fizemos o circuito normal, Toledo, Sevilha, Barcelona, Escorial, etc………… viagem inesquecível… pretendo voltar à Espanha, mas quero fazer igual em Portugal e nos Países Nórdicos.
Abraço

Alguns amigos que viajam com frequência tem preferido usar cartão de crédito, especialmente quando vão para países com moedas que exigem mais de uma troca.
Alegam segurança e que efetuais perdas na dieferenca cambial entre a compra e pagamento da fatura e IOF são compensadas porque
– você paga taxa na casa de câmbio para trocar
– tem IOF (embora menos que o CC)
– você perde na compra de real para dólar/euro e de dólar/euro para a moeda local
– o dólar cobrado no cartão é mais barato que o da casa de câmbio.
Será que tem sentido?

Oi Boia, vou viajar para a Europa em abril/19 e passarei por Paris, Madri e Londres. Preciso renovar meu passaporte que tem validade até 17/nov/19? Estarei em Londres entre os dias 18/04 a 24/04.

Obrigado.

    Olá, Vladimir! Para entrar no Espaço Schengen, seu passaporte precisa estar válido até 24 de julho de 2019 (3 meses após a data de saída informada). Para a Inglaterra basta estar válido durante a sua permanência. Quando você voltar, já vai estar na época de renovar o seu passaporte brasileiro.

Boa Tarde,

Preciso de ajuda rsrs.
Estou planejando um Mochilão pela Europa em agosto de 2019. Vou com meu namorado, vamos ficar 30 dias, passaremos por 7 países. Mas o que tem tirado meu sono são os documentos para passar pela imigração. Estamos dividindo os custos da viagem; então alguns comprovantes de hospedagem estão no nome dele e outros no meu nome, como comprovar que temos hospedagem para todo o período? Podemos passar juntos?

Outra duvida é sobre o comprovante de subsistência, quando sairmos do Brasil já vamos com passagens de ida e volta, hospedagens e locomoções internas pagas. O valor que levaremos será para alimentação, passeios e compras. Vou levar extrato financeiro da minha conta, meu cartão de credito (limite bom) e estou tentando abrir uma conta no N26 para transferir a maior parte do valor para lá e claro levar uma quantia em dinheiro. Minha duvida é sobre os comprovantes do meu namorado; não poderemos utilizar extrato da conta dele e também não tem cartão de credito. Também estamos tentando abrir uma conta no N26 para ele, mas o valor que mandaremos não é suficiente comparado com o mínimo que eles podem pedir na imigração. Posso de certa forma ser responsável financeiro por ele? Utilizando meus comprovantes para mostrar que ele terá como se manter? Pq somando os nossos comprovantes juntos conseguimos o mínimo necessário, só que grande parte estará em meu nome, como o cartão de credito. E não consigo colocá-lo como adicional.

Me ajudem por favor, preciso resolver essas questão para continuar com o planejamento.. kkk

    Olá, Carl! Mesmo que vocês não consigam passar juntos (não custa tentar), basta que os dois tenham cópias de todas as reservas. É muito raro chegarem a pedir provas de fundos, mas se um estiver bancando parte da viagem do outro, não há problema. Com passagem de volta, hotéis e seguro-saúde a chance de implicarem é mínima.

Ricardo, gostaria de agradecer a vc pelas dicas de viagem à Europa(as series de vídeos estão no youtube). Todas foram super-importantes: check-list, tamanho da mala(levei uma de mão em pleno outono p/20 dias), vodafone(aeroporto de Lisboa), uso ou nao do cartao de credito, enfim, seus vídeos foram e são obrigatorios p/quem não quer passar por perrengues viajando.
Ah, tenho uma pra vc: qndo cheguei em Paris comprei o Navigo, um passe para usar por 7 dias metrô, onibus, trem(RER) qntas vezes eu quisesse… valeu muito a pena.
Obrigada e abraços!!

Atenção: Os comentários são moderados. Relatos e opiniões serão publicados se aprovados. Perguntas serão selecionadas para publicação e resposta. Entenda os critérios clicando aqui.