Chegando no aeroporto à noite

Vai chegar tarde da noite ou de madrugada no aeroporto? Não invente: pegue um táxi

Chegando no aeroporto à noite

Quer economizar o táxi do aeroporto até o seu hotel? Muitas cidades oferecem bom transporte público entre o aeroporto e o centro da cidade, por uma fração do preço da corrida de táxi.

Para que a alternativa seja interessante, porém, é preciso que pelo menos duas dessas três condições:

  • Você já conhece a cidade e seu transporte público
  • Você está com pouca bagagem (uma mala P ou M e uma bolsa/mochila)
  • Você chega de dia

Ou seja: se você não conhece a cidade, mas está viajando com pouca bagagem e chega de dia, OK: você pode passar algum perrengue numa baldeação, ou no trecho final entre saltar do transporte público e chegar ao hotel, mas tem o horário a seu favor.

Ou ainda: se você vai chegar à noite, mas já conhece a cidade e seu transporte público, também está valendo: caso haja transporte público funcionando no horário da sua chegada, você tem experiência para chegar até o destino sem maiores percalços.

Agora: se você não conhece a cidade e está chegando num horário impróprio, são duas condições que tornam desaconselhável a empreitada de chegar ao hotel por transporte público. Tarde da noite, e de madrugada, a freqüência do transporte público diminui (quando não é simplesmente interrompida). Baldeações ficam mais complicadas. E o trecho final entre descer do último transporte público e encontrar o seu hotel será sofrido e marcado por sensação de insegurança. Você sabe qual é a saída do metrô que dá mais perto do hotel? Você sabe se essa saída fica aberta até tarde? Você se vê arrastando mala às 11 da noite ou meia-noite ou duas da madrugada por ruas que podem estar ermas, e ainda por cima carregando seu passaporte e seu dinheiro no corpo?


Vai por mim: Europa
Vai por mim: Europa

Muita gente não pensa nesses detalhes e aparece aqui perguntando “qual é a melhor alternativa para sair do aeroporto às 10 da noite/meia-noite/duas da manhã?”. É o táxi.

Meio-termo: trem até o centro, táxi do centro ao hotel

OK, existe uma opção intermediária. Se o aeroporto fica muito longe da cidade e existe uma boa linha de trem que funciona a noite toda — é o caso, por exemplo, de Munique e Amsterdã, ou mesmo Milão (que tem trens até a meia-noite), dá para pegar o trem até a estação central e lá tomar um táxi (ou Uber) para o hotel.

Se não existir essa alternativa, você também pode reservar a primeira noite num hotel próximo ao aeroporto; normalmente, oferecem traslado grátis de ida e volta. No outro dia de manhã você vai à cidade de transporte público.

Em qualquer outro caso, cacife o táxi. É a melhor decisão a tomar.


Como enxugar roteiro
Menos é mais

  • 5 passos para enxugar o roteiro da sua viagem (e viajar melhor e mais barato)

Dinheiro curto? Capriche (ainda mais) no planejamento

Quando você viaja com orçamento muito apertado, precisa investir mais tempo na montagem do itinerário. Verifique com atenção o horário de chegada e de partida para evitar o trajeto aeroporto-cidade ou cidade-aeroporto entre 10 da noite e 6 da manhã.

Vôo cedinho? Durma no aeroporto na véspera

Caso o seu vôo saia cedinho, o melhor é reservar a última noite num hotel próximo do aeroporto, mesmo que você tenha dinheiro sobrando para o táxi. Faça check-out no hotel da cidade, deixe a bagagem no depósito do hotel, aproveite a cidade até a noite; daí volte ao hotel, pegue a bagagem e vá para o aeroporto, de onde deve haver transporte grátis para seu hotel da última noite.

Dê-se ao luxo

O meu livrinho Viaje na Viagem: Auto-Ajuda para Turistas, de 1998, tinha um capítulo intitulado ‘Dê-se ao luxo’.

Nele eu dizia: sempre chegue ao seu hotel de táxi — senão desde o aeroporto, pelo menos desde o primeiro ponto onde seja necessário fazer baldeação no transporte público. ‘Acrescente esse gasto ao preço da passagem, e você não vai sentir’. Continua válido 🙂

Leia mais:


Hotel de aeroporto

52 comentários

Prefiro viajar à noite para chegar ao destino pela manhã.
Como dificilmente saberei alguma coisa sobre o transporte público do destino, alugo um carro no próprio aeroporto ou, se vou ficar pouco tempo na região, pego mesmo é um táxi.
Já não estou com idade para grandes aventuras.

Oi Pessoal, em Milão tem a Terravision. Eles oferecem serviço de shuttle de ambos terminais até à estaçao central de trens de Milão. Eu sempre uso o serviço deles, já usei em Milão, Roma, Turim, Bergamo e Dublin, segue o link: http://www.terravision.eu/italiano/airport_transfer/bus-aeroporto-fiumicino-roma/?noredirect=it_IT&af=751224&cm=485
Abraços,

    Eu usei esse transporte e me atendeu perfeitamente e achei bem em conta… e meu hotel era pertinho da estação, então foi ótimo.

Costumo ser intransigente no quesito ‘Chegar à cidade de boa’ e sempre contrato um serviço porta à porta que se segue a um longo voo. Se diluir esse custo pelo preço total da viagem ele deixa de ser importante e o arrastar de malas pela floresta do lobo mau é substituído por um banho quente e uma cama confortável.
Vão por mim, e viajem na viagem!
SergimPeninha

Isso mesmo Juliana…também costumo procurar na internet transfer privado que são mais baratos que táxi. Tem que procurar bastante pois os preços variam muito. Além da opção do Uber mencionada no site. E tem também os transfers compartilhados. Na Austrália e Nova Zelândia são a melhor opção e ficam no próprio aeroporto. Superfácil de achar. Abraços

Ops! Embora as simulações de trajeto no site do Malpensa Express mostrem todas as saídas para o centro de Milão somente a partir do Terminal 2, há um desenho mostrando que os dois terminais são ligados pelo próprio trem, o que torna a coisa bem mais fluida.

Outra alternativa, que às vezes custa menos que o taxi, é pagar um transfer particular! Tem vários sites na internet. Com preço pré combinado, ou mesmo pago no site com cartão. Fiz isso no aeroporto de Atenas, chegamos as 11:30 da noite, e o motorista da van já estava lá na saída do desembarque com plaquinha e tudo!

Estou avaliando se vale a pena mesmo em Milão, porque pelo que vi no Google Maps e no site do Malpensa Express (http://www.malpensaexpress.it/en), quem chega via Latan pelo Terminal 1 tem que migrar para o Terminal 2 (distante), depois pegar o trem (13 € x 2 pax) até o centro (estação Cardona) e finalmente um táxi até o hotel. Complicado depois de um vôo internacional!

    Não achei a distância do T1 pro T2 tão longa assim (fiz o trajeto inverso, chegando de trem e indo pegar um vôo da Latam para o Brasil). Nem se compara com JFK por exemplo. E o trem pode te deixar na Milano Centrale onde tem vários hotéis nos arredores (sem necessidade de táxi). Aliás, nos arredores da Cadorna tb tem vários hotéis, logo, valeria a pena sim. Até pq Malpensa fica longe pra caramba da cidade. Aposto que na hora que vc descobrir qto custa um táxi nesse trecho, vai desistir…rs.

    Custa entre 95 a 100 Euros, hehe… Eu preferi pegar o táxi, embora o hotel fosse bem perto da Estação Central. Mas estávamos em 3 pessoas, chegando de um voo internacional com conexão em Frankfurt (o que por sinal, já te obriga a uma super caminhada, com direito a trenzinho monorail para trocar de terminal).

    O Malpensa Express pára em ambos os terminais, tanto no T1 quanto no T2.
    O táxi em Milão é preço fixo, se minha memória não falha, 95euros. Malpensa é bem longe do centro e lá vale muito a pena fazer Malpensa Express + Taxi partindo de Cadorna ou Centrale.

Oslo e Stockholm são dois destinos onde a dica de ir de trem expresso até a cidade e combinar com táxi para chegadas noturnas funciona bem, até porque táxi para esses aeroportos é caríssimo.

    Em Olso, eu usei o ônibus da SAS, que é bem confortávevel, tipo ônibus intermunicipal, com bagageiro para malas, wifi à bordo e que tem paradas estrégicas tanto na estação central quanto nos princiais hotéis do centro da cidade (como os das redes Thon e Scandic). O preço regulava com o do trem expresso.

    Fiquei em um hotel bem no centro, bem em frente a uma das paradas deses ônibus da SAS, na esquina da Rosenkranz Gate e da Rua Grensen. icou super tranquilo sair e voltar para o aeroporto, pois eu sequer precisei caminhar com a mala da estação central até o hotel.

    Por sinal, o aeroporto é suuuuper longe do centro de Oslo. Eu sequer posso imaginar quanto custaria um táxi até o meu hotel, Suponho que seria uma fortuna, já que Oslo parece ser a cidade mais cara do universo! O ônibus da SAS foi uma ótima alternativa, mas com ressaltou o texto, eu precisei fazer meu “dever de casa” antes da viagem e pesquisar muito para combinar o transporte de ônibus com um hotel com preço factível, hehe…

    P.S. não é necessário ter viajado com a SAS para pegar o ônibus. O ticket pode ser adquirido direto com o motorista, ao entrar no veículo, sendo possível pagar até com cartão de crédito.

    Um táxi de Gadermoen até o centro de Oslo vai custar de NOK 800 a NOK 1200 dependendo do dia, trânsito etc. (Isso dá € 72 – € 108 aproximadamente).

    A vantagem do trem expresso é que a viagem até a estação central dura metade do tempo do ônibus…

Olá! Terei um longo tempo de conexão, 11h, de Paris a São Paulo. O que faço para não morrer de tédio?

    Olá, Sonia! Se for à noite, a única decisão adulta e sensata é reservar um hotel próximo ao aeroporto. Se for de dia e você não tiver bagagem de mão, pode passear na cidade. Se tiver bagagem de mão, vai ter que usar o guarda-volumes da Gare du Nord.

    Se for Guarulhos, tem um shopping próximo, que oferece transporte do aeroporto até o shopping e vice-versa. Não lembro o nome, mas dá uma busca na internet.

    Vou à Europa em agosto, e devo ir de TAP. Tenho de escolher entre sair de Amsterdam às 6:15, pra pegar o voo LIS-BSB às 09:30, ou sair à tarde de AMS, e dormir em Lisboa, pra pegar o voo no mesmo horário no dia seguinte.
    Na segunda opção, tenho duas possibilidades: sair de AMS umas 19h e chegar em LIS umas 21h ou sair de AMS umas 15h, chegar em LIS umas 17h. Acho que se chegar em LIS 21h fica mais complicado conhecer Lisboa, mas se chegar às 17h,acredito que dê.
    Será que valeria a pena pegar esse voo que chega mais cedo em LIS para aproveitar um pouco da cidade (seria meu último dia de viagem)?

    Olá, Vinicius! Não ache que vai dar para “conhecer” uma cidade nessas circunstâncias. Chegando mais cedo você terá direito a uma saída noturna em Lisboa, e isso poderá ser agradável. Mas não substituirá jamais uma viagem a Lisboa.

    Bóia,
    com certeza, seria só um “cheirinho” de Lisboa, hehehe.
    Estou na dúvida entre madrugar no aeroporto de AMS (o voo sai 6:15) ou “só dormir” em Lisboa (no caso do voo que chega lá às 21h).
    Obrigado!

    Passei por isso recentemente e garanto: chegando às 21h você não vai ver nada, no máximo vai ver o arredores do seu hotel. Com o desembarque, a espera pelas malas e o transporte (conte aí um tempo para entender o sistema), você vai chegar no hotel às 22h30 ou mais. Chegando às 17h você tem a chance de dar uma voltinha mínima à noite, Vinícius.

    Sônia, já fiz esse tipo de conexão duas vezes. Como a conexão e longa você pede para despachar sua malas até o destino final e fica apenas com uma mochila e um sapato bem confortável! Vc pode comprar o passe de paris por um dia e ir do aeroporto para o centro de Paris de trem. Na primeira vez visitei a catedral de Notre Dame e comprei os ingressos antecipadamente para visitar a Torre Eiffel. Enfim, fique tranquila que sua conexão não será tediosa e você poderá desfrutar um pouquinho da cidade luz!

    Oi Sonia, a dica dele é boa! Faça isso em Paris! vc pega o trem , desce no Arco do Triunfo, dá um rolê no Champs Elyseés e depois volta pro aeroporto! Eu fiz e foi uma delicia!

Atenção: Os comentários são moderados. Relatos e opiniões serão publicados se aprovados. Perguntas serão selecionadas para publicação e resposta. Entenda os critérios clicando aqui.