Como alugar apartamentos de temporada no exterior (Parte 2)

Conselhos úteis:

lisboa1

Entenda a cidade

Para ter sucesso em sua busca, é preciso pesquisar antes sobre a cidade para onde vai viajar. Uma eventual má localização acaba comprometendo todos os pontos positivos que um apartamento possa ter. Jogue o endereço do apartamento no Google Maps (mesmo que o site não forneça o número exato do prédio) e confira a distância do centro e do metrô. Veja se a linha é interessante no site UrbanRail, que traz todos os metrôs do mundo.

Quanto mais tempo, mais barato

Em muitas agências, a diária fica mais em conta a partir de sete dias de permanência – e cai ainda mais se você ficar 14 ou 28 noites. Isso acontece porque a taxa de intermediação das imobiliárias costuma ter um teto, barateando as permanências longas.

Quer economizar ainda mais?

Durma na sala. A economia mais dramática em comparação a hotéis acontece quando você viaja em grupo e aluga um apartamento com sofá-cama na sala. Leve em conta, porém, as conseqüências de dividir um pequeno banheiro entre muitos ocupantes.

Internet é mais importante do que TV

amsterda3

Prefira apartamentos com banda larga instalada; eles são cada vez mais comuns. Leve um laptop e você vai poder conferir todos os seus trajetos, comprar ingressos e passagens, reservar horários de visita em museus, checar a meteorologia e falar pelo Skype com o pessoal que ficou no Brasil.

Pegadinhas da chegada

barcelona3

O momento mais delicado de toda a operação é a chegada. Hotéis sempre têm recepção, sofá, lugar para guardar as malas; já a sala de espera de um apartamento de aluguel é a calçada ao relento. O check-in se torna, forçosamente, um encontro com hora marcada. Como aviões (e até trens) atrasam, normalmente combina-se que o inquilino ligue para o proprietário ou agente assim que tiver chegado e desembaraçado sua bagagem. Para isso você vai precisar levar seu celular ou comprar um cartão telefônico ao chegar – e se entender numa língua estrangeira ao telefone (fique tranqüilo: seu interlocutor está acostumado). Se você pretende usar transporte público para chegar ao apartamento, peça por email instruções detalhadas de percurso – por exemplo: não basta saber em que estação descer; é preciso saber qual saída da estação tomar.

Viva o slow travel

novayork5

Alugar apartamento diminui naturalmente o ritmo da sua viagem. A primeira tarde é perdida no reconhecimento do terreno: é preciso entender os eletrodomésticos e sair às compras para estocar a geladeira e o armário. Você vai ficar em casa muito mais tempo do que ficaria num hotel – caprichando no café, fazendo uma ou outra refeição, ou ainda esperando a chuva passar.

Aproveite: esta é a oportunidade que você tem de escapulir da overdose de museus e monumentos e lugares recomendados (pela mídia, pelos amigos) que atormenta nossas viagens. Todo apartamento de aluguel vem com um anexo fascinante e desconhecido: um bairro. Familiarizar-se com as redondezas é tão interessante quanto destrinchar um museu.

Lembra como quase todos os restaurantes e cafés próximos a hotéis parecem artificiais e turísticos? Pois todos os restaurantes e cafés próximos a seu apartamento vão parecer autênticos. É provável que você desista de fazer incursões gastronômicas complicadas, quando pode resolver tudo perto de casa.

Ficando mais tempo numa mesma base, você pode fazer passes vantajosos de transporte público. Pode espalhar as visitas a museus e monumentos ao longo da estada – ou concentrar as obrigações em poucos dias, tirando os outros para apenas flanar. Quer mudar de ares? Pegue um trem e passe um dia numa cidade próxima, sem carregar malas nem perder tempo achando hotel.

Pegadinhas da saída

londres4

Não programe a sua partida para muito cedo – algumas agências se recusam a mandar inspetores antes das 8 da manhã, e você vai ter dificuldade de reaver sua caução. Veja no seu contrato se a luz e o telefone são cobrados à parte; se forem, você vai precisar ter dinheiro trocado para acertar a conta. Se o seu trem ou avião só partir tarde da noite, informe-se antes onde pode deixar as malas; são raríssimas as agências que se oferecem para guardar malas até mais tarde.

Você vai sentir saudades de hotel quando…
– Chegar à porta do prédio e a pessoa encarregada de trazer as chaves atrasar
– Subir três andares de escadas com malas
– Precisar lavar a louça do café
– Descobrir que a toalha não secou desde o último banho
– Sujar o chão da cozinha
– Chegar de um dia na rua e encontrar a cama desarrumada

Você não vai sentir saudades de hotel quando…
– Encher a geladeira e a despensa com frutas finas, queijos e vinhos a preço de supermercado
– Não precisar colocar “Do not disturb” na porta
– Ficar lendo na sua sala numa manhã gelada e chuvosa
– Brincar de chef com ingredientes de primeiro mundo
– Chamar uma pizza tarde da noite
– Tiver um pátio, um terraço ou uma varanda sem pagar uma fortuna por isso

Leia mais:


madri31

65 comentários

Ola Ricardo , td bem? Queria alugar meu apto na época da Copa e agosto , onde poderia colocar seguramente ? Em qual site ?

Olá Ricardo e equipe.
Gostaria de dicas atualizadas de NY para uma viagem em setembro/213. Cidade que não conhecemos, só no EUA Miami e Orlando. Mas como surgiu uma oportunidade vou com meu marido e filho (adulto). Preciso de dicas de passeios, museus (gostamos muito)e das cidades em volta. Iremos alugar um carro. Já li as dicas de aluguel de temporada, estou fazendo contato. Ficaremos no mínimo 5 dias e realmente damos mais valor a Internet (conexão com tudo e todos) do que a TV. Obrigada. Aguardo.

Oi Ricardo.Fiquei abismado com o comentário desta senhora Elizabeth! Ela tem mais é que ficar no apartamentozinho em Copacabana e parar de “andar neste mundão de Deus”.Diz que vc é pago para informar (eu não sabia)e que ninguem presta!Ainda bem que em Copacabana não existem terroristas, traficantes (???) nem tráfico de mulheres – se houvessem, ela saberia o pq de tantos cuidados tomados por lá. Tem gente que nem assiste novela – uma atual, mostra às claras o problema das brasileiras que são mandadas para lá.Pelo visto, ela não tem tempo para ler jornais e menos ainda, revistas .É realmente uma alienada dos problemas do mundo,mas com muito dinheiro para viajar pelo mundão e depois reclamar. QUE PRAZER MAIS BESTA !!!

    Tem cada louco nesse mundo…é melhor deixar pra lá e sim, aproveitarmos as oportunidades que temos aqui no VnV.

Sinceramente falando conheço um bocado de cidades deste mundão de Deus,e vc. falou uma coisa certíssima:enquanto que os preços das passagens aéreas baixaram,os hotéis com a bolha americana subiram.Me hospedei em um Hotel Mercure em A’dam por 70 euros a diária em maio de 2008,bem situado,conheço A’dam como o Rio(tudão)e o preço hoje é de 140 euros,o mesmíssimo hotel.
Agora vou ter que ficar quebrando a cabeça nesta droga de NET(sacal)e quiçá quebrar a cara quando chegar lá.
Uma coisa é certa:barato demais(tanto faz hotel ou apê,o Santo tem obrigação de desconfiar(São Tomé).
Só numa olhadelazinha que dei em Nova York,fiquei chocada com as ditas “cabeças de porco”.Fiquei com a nítida impressão que copiaram de Copacabana,bairro que minha mãe mora,e que quando chega a temporada entre o Reveillon até o Carnaval,a gente só vê “durista”.Tipo 10 pessoas dentro de uma kitinet.Simplesmento “favelas” de concreto.No prédio da minha mãe,de tantos problemas,foi proibido este tipo de negócio em reunião de condomínio.Quer ganhar dinheiro fácil,sem incomodar os outros que tb. pagam condomínio vai pró “calçadão” ou então trabalhar no Banco do BR.E acabou a farra.
Vc. poderia ser um cara mais legal,já que é pago prá isto e já ir na dica boa.Estes gringos são muito nojentos,racistas e preconceituosos,e agora que botaram o Brasil na vitrine do mundo,e mais uma crise que na Europa não é crise droga nenhuma,e sim um “acerto de pontas” e não contas,inventaram uma crise pró povão de lá entrar em pânico coletivo(o famoso inconciente coletivo).Descobrí que o melhor visto prá entrar naquela Paris chatésima é uma bela jóia no pescoço.A’dam tb. me deu nojo nesta minha última viagem,vindo de Praga.Aliás,antes de entrar no avião apressada em Paris,no CDG,3 policiais me pararam com só 3 metralhadoras,e o piloto me esperando prá dar linha na pipa,prá Praga.Nunca falei tanto palavrão em toda a minha vida,pq. pensei que qq.1 daqueles animais mal treinados,poderiam me partir no meio com suas máquinas.Metralhadoras após o primeiro disparo tem que ter muito braço prá parar.Vc. falou,falou,falou,mas as dicas boas e seguras ficam com vc. e a sua trupe.Agora aquí vai uma dica boa e segura prá brasileiro de primeira viagem,deslumbrado,e em tempos de terrorismo,e racismo associado ao preconceito:só tem 2 aeroportos da Europa que respeitam o tal acordo de Mastrich,sei lá tanto faz como se escreve:Amsterdam e Frankfurt.O resto te tratam como terrorista,traficante,”piranha”,e por aí vai….
De novo,vc. que é pago prá isto poderia ser mais legal com a NOSSA RAÇA!Valeu “playboy”!Abs. and a nice trip!

Muito bom esse post. Estivemos em Paris este ano (com nosso bebê) e alugamos um flat na Opera, por 4 dias acho que pagamos 400 Euros. Paguei pelo paypal e não tivemos problemas. O local era simples, mas funcional, bem arejado; gostei muito da experiência.
Alugamos pela centre paris, que apesar de não serem muito gentis, não dificultaram nada. Esse é o link do apartamento que alugamos: http://www.centreparis.com/short-term-r … om_74.html) Gostei da localização, tinha um metrô a poucos metros, mercado perto, ia andando para todo lugar.

Além de Paris, visitamos Amsterdam (e daytrip a Keukenhoff e Maastricht), Bruxelas e Brugges. Deixei o relato completo no mochileiros.com: http://www.mochileiros.com/amsterdam-bruxelas-bruges-e-paris-meu-amor-nosso-bebe-e-eu-13-dias-t73628.html

Ola

Gostaria de ficar um mes em Washington D.C e depois mais para conhecer penso em passar uma semana em Austin ( Texas) e uma semana em San Francisco na California . Voce conhece um site uma imobiliaria que trabalha com esteas ciddades ?

obrigado

Roberto

Oi Ricardo
Tenho uma duvida seria, estamos algando um apartamento no mesmo esquema em NY. Encontramos o apartamento no HomeAway.com
Como que funciona a questao da imigracao nos EUA? Porque geramente eles perguntam aonde vamos ficar e geralmente se mostra a reserva do hotel. Obrigada mesmo!

    Olá, Maria! Não tem problema; você vai mostrar um comprovante de aluguel do apartamento assim como mostraria a reserva do hotel.

Atenção: Os comentários são moderados. Relatos e opiniões serão publicados se aprovados. Perguntas serão selecionadas para publicação e resposta. Entenda os critérios clicando aqui.