Curaçao: os coloridos casarões de Scharloo

Scharloo, Curaçao

Das várias ilhas do Caribe que já visitei, Curaçao só perde para Cuba no quesito arquitetura. A beira-canal de Punda com seus predinhos holandeses pintados em cores quentes tropicais é o cartão-postal da ilha — mais usado do que qualquer foto de praia.

Mas meu pedaço favorito do centro histórico não é esse. Na verdade fica fora do caminho do visitante; é fácil você sair da ilha sem ter passado por lá.

Falo do bairro de Scharloo, que fica pra dentro de Punda, longe do canal e do caminho da praia.

Scharloo, Curaçao

Scharloo consiste basicamente em uma rua, a Scharlooweg, que foi ocupada no início do século XX por ricos comerciantes judeus de origem sefaradita.

Scharloo, Curaçao

Em vez de replicar a arquitetura holandesa de predinhos altos e estreitos, eles adaptaram casarões italianos aos trópicos.

Scharloo, Curaçao

Não podemos ver seus pátios internos, mas um passeio pela rua revela uma fachada mais bonita que a outra.

Scharloo, CuraçaoScharloo, CuraçaoScharloo, Curaçao

Pintados em cores vibrantes — e sempre diferentes do vizinho –, os casarões formam um conjunto lindíssimo. Sinto por Scharloo a mesma afeição que devoto a Bo Kaap, na Cidade do Cabo, e ao Cerro Alegre em Valparaíso.

Scharloo, Curaçao

Depois de passar um tempo abandonados, foram restaurados e hoje funcionam como sedes de empresas.

Scharloo, Curaçao

É fora de mão para ir a pé; Scharloo não está nem no centrinho histórico de Punda (onde fica a Sinagoga e a rua do comércio) nem no bairro quase-beira-mar de Pietermaai (onde está o restaurante Mundo Bizarro). Mas se você estiver de carro (e Curaçao sem carro é um problema), atravesse o canal pela ponte e entre no centro de Punda, que você chega lá.

View Scharloo, Curaçao in a larger map

Não são umas belezurazinhas?

Scharloo, Curaçao

Leia mais:

7 comentários

Dica anotada! Estou indo para lá em novembro.

Você recomenda alguma locadora de automóveis em especial? Deixei uma reserva com a Avis, por via das dúvidas.