Cumuruxatiba

Salve simpatia
Ricardo Freire
por Ricardo Freire

Guia de Cumuruxatiba

Cumuruxatiba é um achado para quem procura uma pousada pé na areia sem preços altos. Também é perfeita para curtir praia com distanciamento social. Veja neste guia prático de viagem a Cumuruxatiba:

O que esperar de Cumuruxatiba

Cumuruxatiba: praia à sombra da amendoeira

Sossego, praia mansa e sombra de amendoeiras

Em plena segunda década do século 21, Cumuruxatiba permanece um segredo. Quem é habituê não troca por nada: Cumuruxatiba tem praia gostosa à sombra de amendoeiras, boas pousadas e restaurantes com preços simpáticos. Mesmo no verão, Cumuru (é como todo mundo chama) está a salvo das multidões que tomam conta de outras praias do Sul da Bahia. E o que é melhor: é o destino da região com maior número de pousadas pé na areia (e com diárias que não assustam).

Os últimos 30 km de estrada de terra são a barreira que impediu Cumuruxatiba de ser loteada, conservando o clima pacato do vilarejo e a beleza de suas praias. Cumuru é urbanizada na medida certa: quem quer pegar praia com serviço se hospeda na vila; quem prefere praia selvagem -- perfeitas para o distanciamento social -- escolhe uma pousada fora do centro.

Venha e fique à vontade: Cumuru está livre da afetação que é marca registrada de outras praias da região. Basta chegar para se enturmar.

Quando ir

Cumuruxatiba: temperatura e chuvas mês a mês

Cumuruxatiba: temperatura e chuvas, mês a mês

Dá praia o ano inteiro em Cumuruxatiba. À diferença do restante do Nordeste, o Sul da Bahia não apresenta nenhuma estação particularmente chuvosa. As chuvas são bem distribuídas ao longo do ano -- de modo que você deve pegar sol e alguma chuva, não importa quando vá.

No meio do ano os dias são um pouco mais curtos, e você não precisará ligar o ar condicionado à noite. Do Réveillon ao Carnaval as pousadas lotam e os preços ficam menos camaradas -- mas ainda assim, bastante encaráveis.

Entre julho e novembro, a região ganha uma outra atração: as baleias jubarte. Há passeios de observação de baleias que saem de Cumuruxatiba.

No verão o mar costuma ficar mais azul.

Voltar | Topo

Quantos dias ficar em Cumuruxatiba?

Cumuruxatiba: caminhada na praia central

Vá sem pressa

Cumuruxatiba não é uma base de passeios: é um lugar para curtir praia. Pela dificuldade de acesso, não pense em ficar menos do que 3 noites. O ideal é ficar entre 4 e 7 noites.

Voltar | Topo

Como chegar a Cumuruxatiba

Como chegar de avião

Aeroporto de Teixeira de Freitas

O aeroporto mais próximo de Cumuruxatiba fica em Teixeira de Freitas

Cumuruxatiba é um distrito de Prado. Não há aeroporto no município, mas há duas possibilidades na região.

O aeroporto mais próximo é o de Teixeira de Freitas, que está a 110 km (2h de estrada). A Azul retomou os vôos, via Belo Horizonte, em 16 de novembro de 2020.

O aeroporto que recebe mais vôos é o de Porto Seguro, a 230 km (4h de estrada).

Voltar | Topo

Como ir do aeroporto a Cumuruxatiba

Aeroportos de Teixeira de Freitas e Porto Seguro

Aeroportos de Teixeira de Freitas e Porto Seguro

Chegando por Teixeira de Freitas

O aeroporto de Teixeira de Freitas está localizado no início da estrada que leva a Alcobaça e Prado. Do aeroporto de Teixeira de Freitas a Cumuruxatiba são 110 km, dos quais 30 km são de terra. O percurso leva 2 horas.

De táxi

Há um ponto de táxis no aeroporto, mas não vigora nenhuma tabela oficial. Você pode negociar sua corrida de táxi do aeroporto de Teixeira de Freitas a Cumuruxatiba por R$ 280.

De trânsfer

Sua pousada pode arranjar um trânsfer do aeroporto de Teixeira de Freitas a Cumuruxatiba por R$ 250 a R$ 300.

De carro alugado

É possível sair do aeroporto de Teixeira de Freitas com carro alugado.

À saída do estacionamento você vira à direita, na direção de Alcobaça. Depois de 51 km (na rotatória), você vira à esquerda na BA 001, na direção de Prado, que fica 21 km adiante.

Depois de Prado, você tem duas opções para seguir a Cumuruxatiba. A distância é praticamente igual por qualquer um dos trajetos, com cerca de 30 km em estrada de terra. O caminho pela costeira é mais bonito, mas o que vai por dentro é um pouco mais rápido.

Pela BA 001 (costeira)

Se você tiver tempo e disposição e o dia estiver bonito, pegue a continuação da BA 001, que sai ainda dentro do perímetro urbano de Prado e leva a Cumuruxatiba pelas praias da orla norte de Prado. Neste trajeto há um trecho de 10 km com vários momentos panorâmicos, quando a estrada chega muito perto da entrada de algumas praias. No total, o trajeto fica 7 km mais curto do que o pela estrada de Cumuruxatiba (descrita abaixo), mas o tempo de viagem pode ser maior: a costeira é uma estrada mais acanhada e tem trânsito local de veranistas de Prado indo e voltando das praias.

Pela estrada de Cumuruxatiba

O percurso mais rápido e desimpedido é pela estrada de Cumuruxatiba, que tem saída 5 km depois do fim do perímetro urbano de Prado, e se encontra com a BA 001 costeira 20 km adiante. Este é o caminho que eu escolheria se estivesse chegando do aeroporto, cansado da viagem.

Chegando por Porto Seguro

Do aeroporto de Porto Seguro a Cumuruxatiba são 230 km -- os últimos 30 km em estrada de terra. O percurso leva 4 horas.

De táxi

Para corridas para fora de Porto Seguro, o preço é combinado. Para Cumuruxatiba, espere pagar entre R$ 500 e R$ 600. O ponto fica em frente ao portão de desembarque.

De trânsfer

Sua pousada pode arranjar trânsfer do aeroporto de Porto Seguro a Cumuruxatiba por preços entre R$ 450 e R$ 550.

De carro alugado

É possível sair do aeroporto de Porto Seguro já com carro alugado.

São 62 km até Eunápolis, onde você vira à esquerda na BR 101 e segue por mais 92 km até Itamaraju. Ali você sai à esquerda, atravessa a cidade e, 38 km depois do fim do perímetro urbano, vira à esquerda na estrada de Cumuruxatiba. Dali serão mais 31 km em estrada de terra até Cumuru.

Voltar | Topo

Vale a pena alugar carro em Cumuruxatiba?

Ponta do Corumbau, a 55 km de carro

Alugar um carro, seja em Teixeira de Freitas, seja em Porto Seguro, deve sair mais em conta do que o trânsfer de ida e volta a Cumuruxatiba.

Um carro será útil se você se hospedar numa das praias fora da vila, e também caso queira fazer passeios às praias próximas, como Barra do Caí, Corumbau ou as praias da orla norte de Prado.

Como viajar de carro a Cumuruxatiba

Cumuruxatiba está a 1.415 km de São Paulo, 1.000 km do Rio de Janeiro, 475 km de Vitória, 820 km de Belo Horizonte, 1.530 km de Brasília e 680 km de Salvador.

Vindo do Sudeste, saia da BR 101 em Teixeira de Freitas, siga até Prado e, 5 km depois do fim do perímetro urbano de Prado, vire à direita na estrada de Cumuruxatiba. Esses últimos 30 km são percorridos em estrada de terra.

Vindo do Nordeste ou do Centro-Oeste, saia da BR 101 em Itamaraju. Atravesse a cidade e, 38 km depois do fim do perímetro urbano, vire à esquerda na estada para Cumuruxatiba. Dali serão 30 km em estrada de terra até Cumuru.

Veja os itinerários detalhados a Cumuruxatiba na página Como viajar de carro ao Sul da Bahia:

Voltar | Topo

Onde ficar em Cumuruxatiba

Pousada Areia Preta, Cumuruxatiba

Redes no jardim da Pousada Areia Preta

Cumuruxatiba é pródiga em boas pousadas pé na areia. Se estiver sem carro -- ou se curtir dar uma saidinha noturna sem se preocupar com estrada e estacionamento -- hospede-se na vila. Caso prefira uma praia mais vazia, e queira o conforto de jantar à noite na própria pousada, escolha uma pousada na praia.

A Bóia recomenda: onde ficar em Cumuruxatiba

Clique nos nomes em azul para ver os detalhes das pousadas

Pé na areia na vila:
Areia Preta (sem rua entre a pousada e a praia)

Conforto no Rio do Peixe:
Rio do Peixe (manutenção & serviço)
Pousada Maré (novinha, piscinão)
Pousada Ingá (bela decoração)
Pousada Mandala (vegetação e piscina)

Para economizar:
Villa Cumuru (vila)
Pousada das Cores (Rio do Peixe)

Em família ou em turma:
Casas de temporada

Pousadas na vila

Pousada Areia Preta

Pousada Areia Preta, Cumuruxatiba

Pousada Areia Preta

Para quem quer se hospedar na vila, a Pousada Areia Preta oferece a melhor localização. Além de ser super central, é verdadeiramente pé na areia: não passam carros entre a pousada e a praia. Se o seu quarto for térreo, você estará a 50 passos da areia (ocupando um dos quartos no segundo andar, vai precisar descer uma escada, mas sua vista será mais panorâmica). A frente de praia é toda gramada e tem nichos com espreguiçadeiras, esteiras de taboa e almofadas de chita, à la Praia do Espelho. Na areia, cabanas recobertas por tecido, à la Caraíva. Os quartos são compactos mas têm equipamentos novos. O café da manhã é ótimo, assim como o seu repique no café da tarde. Há uma piscina, nos fundos. Nota 9,5 no Booking (maio/2020).

Hotel Cumuruxatiba

O Hotel Cumuruxatiba ocupa um grande terreno de frente para o mar. Tem duas alas: a "standard", de chalés térreos, e a "luxo", num bloco de dois andares de frente para a piscina. Os quartos são amplos: têm 28 m² na ala standard e 32 m² na luxo. A piscina é maior da vila. O café da manhã é servido na praia, onde fica o restaurante/barraca de praia do hotel. Outro diferencial: o hotel tem sua própria operadora de passeios. Nota 8,5 no Booking (maio/2020).

Pousada Villa Cumuru

A Villa Cumuru é das pousadas mais tradicionais da vila. Está ali desde a década de 90 -- seu nome original era Vereda Tropical. O jardim de vegetação vistosa faz jus ao nome antigo, e é complementado por um gostosa piscina. Os quartos estão em chalés distribuídos pelo terreno. A pousada tem duas saídas: para a praia, no trecho das melhores barracas, e para a ruazinha principal da vila, no trecho de mais movimento. Sem nota no Booking (maio/2020).

Pousadas fora da vila

A praia do Rio do Peixe, a 3,5 km da vila, é um pólo de hospedagem à beira-mar. A praia tem dois trechos, divididos pela foz do riachinho. O trecho sul (Rio do Peixe Pequeno) tem pousadas mais em conta. O trecho norte (Rio do Peixe Grande) concentra as pousadas com mais conforto.

As pousadas estão listadas em ordem geográfica, do sul para o norte.

Rio do Peixe Pequeno

Pousada Uai Brasil

A Uai Brasil tem instalações simples e uma piscina de fibra. A frente de praia tem sombra densa de amendoeiras, funcionando como guarda-sóis naturais. Sem nota no Booking</a (maio/2020).

Pousada das Cores

Num terreno compacto mas muito bem aproveitado, a Pousada das Cores tem quartos e ambientes sociais pintados em cores alegres e muito bem-mantidos. Não tem piscina. Tem uma barraca de praia aberta a não-hóspedes. Nota 9,4 no Booking (maio/2020)

Pousada É

O diferencial da Pousada É é ter a piscina rente à praia. A ambientação dos quartos e das áreas sociais poderia ser mais charmosa. Nota 9,2 no Booking (maio/2020).

Praia do Rio do Peixe Grande

Pousada Mandala

Pousada Mandala, Cumuruxatiba

Pousada Mandala

Aberta em 2000, a Pousada Mandala foi a pioneira da praia do Rio do Peixe Grande e ajudou a definir o perfil mais upscale desse trecho. Por estar junto à foz do riacho, sua praia parece privativa. Há quartos térreos e também duplex. A piscina é cercada por vegetação. Sem nota no Booking (maio/2020).

Pousada Ingá

Com ambientes arejados e bons móveis, a Pousada Ingá, aberta em 2012, tem os ambientes sociais mais interessantes do pedaço e uma piscina que não é devassada para a praia. A curiosidade é uma suíte 'casa na árvore', toda de madeira. Nota 9,5 no Booking (maio/2020).

Pousada Maré

A Pousada Maré é a mais nova entre as pousadas à beira-mar de Cumuruxatiba: foi aberta para o verão de 2019. Os quartos são amplos, com varanda espaçosa (e vidros verdes). A piscina é grande; a vegetação ainda precisa 'pegar'. Para quem gosta de tudo novinho, é a pedida. Nota 9,3 no Booking (maio/2020).

Pousada Rio do Peixe

Aberta em 2003 por um casal que freqüentava Cumuru desde 1993, a Pousada Rio do Peixe é, desde a inauguração, uma referência em bom serviço. Os quartos têm bom espaço e equipamentos super renovados. Há uma gostosa sala avarandada e espreguiçadeiras sob a sombra de árvores. Da piscina vê-se o mar. Nota 9,8 no Booking (maio/2020)

Casas de temporada

Para quem vai em turma ou quer privacidade, uma casa de temporada em Cumuruxatiba é uma boa opção.

É possível encontrar, verificar disponibilidade, saber preços e alugar essas casas sem burocracia na página de casas de temporada em Cumuruxatiba no Booking.

Depois de fazer a reserva você terá um canal de contato com o dono da casa e poderá combinar detalhes de abastecimento e, caso precise, algum serviço. A vila tem mercados Os supermercados mais próximos ficam em Prado.

Voltar | Topo

Onde comer em Cumuruxatiba

Sempre ligue antes de ir a um restaurante em Cumuruxatiba, para se certificar de que esteja aberto. Muitos restaurantes fecham fora de temporada. Se você pretende jantar, informe-se de antemão na recepção da sua pousada quais restaurantes devem estar abertos à noite.

Mama África

Restaurante Mama África, Cumuruxatiba

Mama África

Aberto em 1999, o Mama África foi o primeiro restaurante de Cumuruxatiba com pretensões gastronômicas que iam além da culinária regional. Num cardápio enxuto, a chef angolana Dolores Lameirão consegue dar uma breve volta ao mundo, servindo bacalhau (em três versões), camarões com pegada asiática (com shoyu e gengibre) e filés de sotaque francês (com manteiga Café de Paris ou ao molho de cogumelos morilles) e posta de peixe à indiana (com curry e frutas). Se eu fosse você, escolhia o prato que a chef trouxe de seu país: muamba de Benguela (peixada à angolana com legumes). Faça reserva e venha sem pressa: a proposta do restaurante é slow food.
Mama África | R. Corina Medeiros, 5 - Morro da Fumaça | Tel. (73) 3573-1319 | Facebook

Ucanto da Cigana

Cumuruxatiba: restaurante U Canto da Cigana

U Canto da Cigana

Além de ser o mais charmoso entre os restaurantes da Praia do Píer (e servir também de barraca de praia), o Ucanto da Cigana serve ótimas massas, feitas com pasta Garofalo importada (em porções individuais). Há opções ortodoxas, como o rigatoni all'amatriciana, o spaghetti à carbonara e o spaghetti ao nero di seppia com camarões e lulas -- e um delicioso spaghetti com lambretas, o mais baiano dos moluscos. Moquecas, picanha e arroz de polvo (todos em porções para duas pessoas) completam o cardápio.
Ucanto da Cigana | Praia do Píer | Tel. (73) 99835-8479 | Facebook

Restaurante do Hermes

Verdadeira instituição de Cumuruxatiba, o Restaurante do Hermes funciona à beira-mar desde 1996. O menu cobre todos os clássicos praianos: moquecas, bobó, arroz de polvo, camarão na moranga, peixe frito -- e, de quebra, oferece um exótico jambalaya (arroz com camarão, peito de frango e lingüiça, à moda da Lousiana). Para carnívoros, filé com fritas. A maioria dos pratos vem em porções para até 3 pessoas.
Restaurante do Hermes | Praia do Píer | Tel. (73) 3573-1155 | Instagram

Samburá Duzé

Restaurante Samburá Duzé Cumuruxatiba

Samburá Duzé

Bem no coração da vila, o Samburá Duzé ataca em todas as posições: é bar, restaurante e ponto de encontro da cidade (incluindo fora de temporada). O menu de petiscos tem sotaque mineiro, com direito a especialidades como moela, jiló empanado e pastel de angu. Na parte de comidas, há PFs individuais e moquecas e bobó para dividir.
Samburá Duzé | Av. 13 de Maio, na pracinha | Tel. (73) 3573-1040 | Facebook

Peixin

Aberto apenas na temporada, o Peixin Cumuruxatiba é a filial do tradicional restaurante a quilo de Prado. É daqueles quilos de qualidade, onde dá para repor a falta de saladas e legumes do dia a dia das férias.
Peixin Cumuruxatiba | R. Santo Antônio, em frente à praça | Tel. (73) 3573-1348 | Facebook

Catamarã

Instalado na beira de uma falésia, o Catamarã tem vista panorâmica para a Praia da Areia Preta e a costa no caminho de Prado. Para começar, peça os camarões-rosa empanados. Prossiga com o aclamado arroz de polvo do lugar -- ou então alguma das moquecas.
Catamarã | Altos da praia da Areia Preta | Tel. (73) 3573-1124 | Facebook

Cores e Sabores

Mais caseiro, impossível: o Cores e Sabores funciona no quintal da casa dos proprietários. Pergunte pelas moquecas do dia, escolha um dos peixes ou peça a especialidade da casa: o budião festivo, peixe local grelhado e acompanhado por rodelas de abobrinha gratinada e arroz de passas e nozes.
Cores e Sabores | R. Santo Antônio, 20 | Tel. (73) 3573-1407

Batataria e Pizzaria da Paula

Comfort food para o jantar: a Batataria da Paula faz batatas recheadas em dois tamanhos, com 15 sabores diferentes (quatro queijos; calabresa; lagosta; vegana). As pizzas podem ser individuais ou para dividir; há a opção de massa sem glúten. De sobresa, petit gâteau.
Batataria e Pizzaria da Paula | Av. 13 de Maio, 638 | Tel. (73) 99101-5575 | Facebook

Gelato Café

No centrinho de Cumuru -- e funcionando apenas na temporada -- o Gelato Café faz as vezes de bar e sorveteria. Tem sundaes, milk shakes, sandubas, saladas, massas, cervejas especiais e, ocasionalmente, música ao vivo.
Gelato Café | R. Antônio Climério dos Santos, 91 | Tel. (73) 3573-1319 | Facebook

Voltar | Topo

O que fazer em Cumuruxatiba

A Bóia recomenda: o que fazer em Cumuruxatiba

Clique nos nomes em azul para ver os detalhes das atividades

→ Curta as praias

→ Visite a Barra do Caí

→ Faça um passeio de barco à Ponta do Corumbau

→ Faça avistamento de baleias

Praias de Cumuruxatiba

Cumuruxatiba

Praia do Píer

Em comum, as praias de Cumuruxatiba têm a baixa densidade demográfica. Você só vai encontrar alguma muvuca do Réveillon ao Carnaval, no entorno das barracas das praias centrais -- mas nada remotamente comparável com qualquer outro destino da região.

No geral, Cumuru tem um mar mais azulado que a vizinha Prado -- mas a água só fica super-azul depois de períodos longos de estiagem no verão. A maior parte das praias é protegida por recifes que acentuam o movimento das marés: durante períodos de lua cheia e de lua nova, a praia fica quase seca por algumas horas, para depois o mar avançar até fazer quase toda a areia desaparecer.

Outra característica comum entre as praias de Cumuru são as amendoeiras, que dão sombra da praia do Píer até o Rio de Peixe.

Praias centrais

Praia da Vila, Cumuruxatiba

Praia da Vila

O centrinho de Cumuru está à beira-mar. Quem se hospeda na vila pode ir a pé para a praia mesmo se a pousada não for estritamente pé na areia.

Além da sombra de amendoeiras e do vaivém das marés, a Praia da Vila tem um pólo de restaurantes que funcionam também como barracas de praia. Como são feitos de alvenaria e têm cozinhas corretamente equipadas, proporcionam um serviço de qualidade. (Veja uma seleção deles na seção Onde comer).

Praia do Píer, Cumuruxatiba

Praia do Píer

À esquerda (norte) da área mais concorrida das barracas fica um trecho conhecido como Praia do Píer. Seu nome vem do portentoso píer de madeira que avançava mar adentro, construído nos anos 50 para escoar as jazidas de areia monazítica. Depois de desativado, nos anos 60, foi se deteriorando até se tornar uma ruína fotogênica.

Cumuruxatiba: maré baixa

Recifes na Praia do Píer

As praias centrais são protegidas por recifes que formam piscinas naturais na maré baixa.

Praia do Rio do Peixe

Praia do Rio do Peixe, Cumuruxatiba

Praia do Rio do Peixe

A 3km da vila, a Praia do Rio do Peixe é intercalada por riachos. O primeiro trecho é conhecido como Rio do Peixe (ou Rio do Peixe Pequeno), e o segundo, como Rio do Peixe Grande. É uma praia freqüentada quase exclusivamente pelos hóspedes das pousadas e proprietários de casas à beira-mar. Amendoeiras ocupam toda a orla.

Há poucos acessos públicos à praia. Uma boa base para passar um dia é a barraca de praia da Pousada das Cores, que é aberta a não-hóspedes.

Praia do Moreira

A Praia do Moreira é a mais bem-desenhadas das praias de Cumuru: uma enseada emoldurada por um morro baixo recoberto de verde e por uma parede de falésias, e delimitada por pedras nas duas extremidades. As pedras do canto direito avançam mar adentro e formam piscinas naturais na maré baixa.

Não há barracas de praia na Praia do Moreira. Na alta temporada pode haver algum ambulante vendendo coco e bebidas.

Devido à grande variação das marés (sobretudo durante as luas cheia e nova), a Praia do Moreira é daquelas que podem 'sumir' na maré alta, quando o mar avança até cobrir toda a areia. Por isso, deve ser visitada apenas na maré baixa.

Não há acesso fácil: de carro, são 7 km por estrada de terra a partir da vila, com os últimos 400 metros em trilha de areia. O estacionamento, no alto do morro, está a 3 minutos a pé da areia. Também é possível chegar a pé, mas somente na maré baixa: são 3 km pela areia a partir da Praia do Rio do Peixe Grande.

O horário da maré baixa varia diariamente. Para saber quando aproveitar a Praia do Moreira, veja o nosso post-tutorial sobre a tábua das marés.

Praia da Barra do Caí

Praia da Barra do Caí

Barra do Caí

A Barra do Caí é tida como o primeiro ponto de desembarque da esquadra de Pedro Álvares Cabral. Ali os portugueses mantiveram o primeiro contato com os nativos, antes de seguir para o norte e interromper a viagem em Porto Seguro. Para além da curiosidade histórica, a Barra do Caí tem uma paisagem marcante: uma falésia no canto direito (sul) e a foz do serpenteante riacho Caí no canto esquerdo (norte). Por causa da foz do rio, o mar é normalmente turvo.

O acesso à praia é pelo restaurante Glória, que funciona pé na areia, ao pé da falésia. São 17 km por estrada de terra.
Restaurante Glória | Barra do Caí | Tel. (73) 99148-6872 | Facebook

A Barra do Caí está no roteiro dos passeios de barco à Ponta do Corumbau.

Praia da Japara Grande

12 km ao sul de Cumuruxatiba, pela estrada de terra para Prado, a Praia da Japara Grande é toda protegida por um paredão de falésias. Um riozinho desemboca no meio da praia, proporcionando banho de água doce. Há um bar/restaurante pé na areia.

Passeio à Ponta do Corumbau

Ponta do Corumbau

Ponta do Corumbau

A praia do Corumbau é uma das mais fotogênicas do Sul da Bahia -- costuma disputar com a Praia do Espelho o título de mais bonita da região. De areia clara e mar (quase sempre) azul, é um passeio que vale a pena ser feito num dia bonito.

Há duas maneiras de fazer o passeio.

O melhor programa é ir de barco. Verifique na vila ou com sua pousada se há saída prevista para algum dia durante a sua estada, e reserve sua vaga. No caminho você avista a Barra do Caí e tem uma parada para megulho nos recifes Carapeba ou Itacolomi. O preço médio é de R$ 150 por pessoa.

Ir de carro também é perfeitamente possível, e não depende de formação de grupo. São 55 km por estrada de terra -- 1h20 em cada direção.

Leia mais sobre a Ponta do Corumbau e onde comer em Corumbau.

Avistamento de baleias

Entre julho e outubro a costa baiana é visitada pelas baleias jubarte. Apenas operadoras credenciadas podem fazer o passeio. Verifique na vila ou com a sua pousada se há saídas previstas durante a sua estada e reserve sua vaga. Os passeios costumam custar R$ 100 por pessoa.

Voltar | Topo

Passeio a Abrolhos

O Parque Nacional Marinho do arquipélago de Abrolhos fica na região de Cumuruxatiba. Você pode aproveitar sua viagem para mergulhar em Abrolhos.

Não recomendamos os passeios do tipo bate-volta: são muito cansativos e proporcionam pouco tempo no local. Abrolhos vale a pena se você tem de 2 a 4 dias disponíveis e quer mergulhar com cilindro: neste caso, encaixe-se numa saída live-aboard.

As embarcações para Abrolhos partem de Caravelas, a 80 km de Cumuruxatiba (30 km em estrada de terra). Veja mais detalhes no nosso Guia de Prado.

Voltar | Topo

16 comentários

Lena
LenaPermalinkResponder

Oiê!
Uma amiga me pergunta se é seguro ir de carro sozinha de São Paulo para o sul da Bahia. O post que sugere este percurso de carro está fechado para comentários. Por isso pergunto aqui.
Á parte os problemas com buracos e caminhões, é uma estrada segura? Algum problema relevante?
Gratíssima!

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Lena! A BR 101 é bastante movimentada. A dica é rodar somente de dia.

Raquel Oliver
Raquel OliverPermalinkResponder

Olá !
Eu respeito muito esse site ! Ajuda muito.
Gostaria de saber se tem ônibus de Teixeira de Freitas até Prado no sul da BAhia.
Sei q Teixeira é uma cidade polo naquela região, ma BR 101, e eu vou parar nela para pernoitar.

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Raquel!

Sim, a rota é feita pela Expresso Brasileiro. O trajeto leva 2h. São 5 saídas diárias. A primeira às 5h40, a última às 16h30.

Carlos Estevão Leite Cardoso

Amigos(as),
É possível combinar Comuruxatiba com Caraíva? Ou seja, montar base em Comuruxatiba e fazer um bate-volta à Caraíva (de barco).

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Carlos! Se não houver passeios disponíveis a Caraíva de barco, você poderá fretar um barco, tanto para passeio, quanto para traslado entre os dois vilarejos. Sua pousada pode ajudar na empreitada.

Mingo
MingoPermalinkResponder

Bom dia amigos!
Estou planejando uma viagem de carro saindo de São Paulo no final do ano, porém ainda não decidimos qual roteiro faremos.

A dúvida estão entre duas rotas:
Estrada Real MG - Diamantina / Paraty
Sul de BA - Caraiva, Corumbau, Cumuruxatiba, etc.

A questão é esta, caso vcs possam me ajudar:

Vale a pena faze a Estrada Real de Diamantina até Paraty em janeiro, por causa das chuvas? As estradas são boas?

Estou bastante interessado em ir para o sul da Bahia seguindo as prais de SP (Acredito ser a BR 101). A situação dela é boa? Muito perigoso o percurso? No retorno pretendemos voltar por MG.

Qual das duas viagens vcs acreditam ser a mais legal para fazer em Janeiro/2020?

Agradeço desde já! Desculpe tantas dúvidas!

Obrigado!

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Mingo! Deve chover em Minas, deve fazer sol no sul da Bahia em janeiro. A 101 não é uma estrada homogênea, o estado da pista vai variar por trecho, e a informação de hoje não vale para janeiro porque chuvas e obras de manutenção podem ocorrer. Mas sempre está trafegável.

Mingo
MingoPermalinkResponder

Obrigado!!!!!

Marta
MartaPermalinkResponder

Ola Boia
Estou programando viajar no final de janeiro/20 pra Cumuru.Chegarei em Porto Seguro e pretendo pegar transfer direto. É viavel financeiramente essa proposta? Vc teria indicação de empresa que faz esse transfer?
Agradeço

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Marta! Sua pousada em Cumuru deve ter indicação. A Pradotour faz esses trânsfers (73) 3021-0336.

Natalie Nick
Natalie NickPermalinkResponder

Olá, boa tarde!
Gostaria de saber como é o sinal de telefone na região e se as pousadas costumam ter um bom wifi.
Obrigada

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Natalie! Todas pousadas têm wifi. A qualidade vai variar de pousada para pousada, e também pode variar conforme a lotação da pousada. Em algumas o wifi pega na área social e não nos quartos. Na página da pousada no Booking você pode verificar a avaliação do quesito wifi pelos hóspedes.

Quanto à telefonia celular, vale a pena ligar para a pousada e perguntar quais operadoras pegam na cidade. Cidades pequenas nem sempre têm sinal de todas as operadoras.

Gabriela Calsavara

Que post bom. Poderia me ajudar, estou querendo ficar uns dias em Cumuru em outubro, lá sempre tem barco indo para Corumbau? A estrada de terra de Cumuru a Corumbau é boa? Depois penso dar a volta em ir para Trancoso e conhecer Caraíva. Você acha q rola esse roteiro?

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Gabriela! A estrada entre Cumuru e Corumbau não é ótima, mas é encarável.

Fora de feriados, em Cumuru, você provavelmente vai ter que fretar um barco para passear.

Em Caraíva os passeios de barco compartilhados são mais comuns, porque normalmente há mais público.

Veja nosso guia do Sul da Bahia para ver todos os deslocamentos e passeios possíveis:

https://www.viajenaviagem.com/guia-de-praias-sul-bahia/

Ana Paula Madeira

Tem passeio de lancha + buggy até Caraiva.
Ótima opção para passar o dia em Caraiva
www.cumurumagicaltour.com.br

Atenção: Os comentários são moderados. Relatos e opiniões serão publicados. Perguntas serão selecionadas para publicação e resposta. Entenda os critérios clicando aqui.
Atenção: Bóia de férias. Só voltaremos a responder perguntas que forem postadas a partir de 23 de novembro.
Cancelar