Inhotim

Inhotim

Guia de Inhotim

Veja neste guia prático de viagem a Inhotim:

O melhor passeio que você ainda não fez“: foi assim que eu defini Inhotim na minha primeira visita, há alguns anos. De lá pra cá, porém, Inhotim deixou de ser um mero passeio, para se tornar um destino em si.

Com o crescimento do parque e a impossibilidade de ver tudo numa visita só, viajar a Inhotim agora envolve a tomada de mais decisões. Quantos dias visitar? Onde ficar — em Belo Horizonte ou nos arredores do instituto? Qual é o melhor roteiro para dar conta das galerias mais importantes? Aposto que, da última vez que você precisou planejar tanto a visita a um parque, você estava na Flórida 😀

Vai por mim: a melhor estratégia é ir com muito tempo (dois dias, se você for um leigo em arte como eu) e pouco roteiro. Quanto menor for o seu conhecimento prévio das obras e galerias, maior será a sua surpresa e o seu encantamento. (Há boas descrições do background de cada obra e artista, além de monitores a postos para dar todas as explicações que você possa querer.) E quando você não está focado apenas em ir atrás do artista X ou da galeria Y, você percebe melhor o que há no caminho — um jardim botânico que já valeria a visita mesmo sem toda essa arte.

Ainda estou para encontrar alguém que se diga decepcionado com Inhotim. Todo mundo vai com expectativas altíssimas e volta deslumbrado. Inhotim se comunica tanto com o connaisseur de arte contemporânea quanto com o mais por-fora dos leigos (presente!). Você sai do parque com apenas uma dúvida: eu estava mesmo no Brasil?

Inhotim na pandemia

O Instituto Inhotim voltou a abrir dia 7 de fevereiro.

A abertura está limitada a 6ª, sábado, domingo e feriado. Apenas 500 visitantes (10% da capacidade total) podem entrar a cada dia.

Os ingressos precisam ser comprados online.

Inhotim: quando ir

Inhotim

Não há época ruim para ir ao Inhotim.

Mas é bom saber que chove mais entre novembro e fevereiro — algo entre 200 e 300 mm por mês. As chuvas de verão (trombas d’água no fim da tarde) são responsáveis por boa parte desse volume. Março e outubro são meses intermediários, com chuvas entre 100 e 200 mm. Em qualquer um desses meses, leve capa de chuva e uma bolsa impermeável para guardar sua câmera.

Os meses mais secos são os do meio do ano, entre maio e setembro, quando praticamente não chove. Nesses meses faz frio de manhã e vai esquentando ao longo do dia, embaixo do sol. Nesses meses, a mochilinha será necessária para guardar o agasalho que você usará no começo do dia e vai querer tirar mais para o fim da manhã.

Uma ótima estratégia de viagem para combinar o Inhotim com Belo Horizonte e as cidades históricas é a seguinte:

– Passe o fim de semana em Belo Horizonte: os hotéis estão mais em conta no fim de semana, todos os museus funcionam, o trânsito estará fluido. Deixe para alugar carro ao sair da cidade, na segunda.

– Durma na 2ª e na 3ª em Ouro Preto: graças à estudantada, a cidade não morre durante a semana (na 2ª os museus estarão fechados, mas a Mina da Passagem em Mariana estará aberta)

– Na 4ª vá direto ao Inhotim (são duas horas de viagem desde Ouro Preto) e deixe as malas no guarda-volumes para não perder tempo com check-in de hotel. Faça uma segunda visita na 5ª.

– 6ª de manhã, siga a Tiradentes (200 km pela Fernão Dias, seguindo depois por São Tiago). Volte domingo a Belo Horizonte (280 km até Confins).

Passagens mais baratas para Belo Horizonte no Kayak

Encontre seu hotel no Booking

Faça seu Seguro Viagem na Allianz Travel

Alugue carro em Belo Horizonte na Rentcars em até 10 vezes

49 comentários

Sou suspeito quando falar MG, sou um apaixonado por quase TDS os municípios ,adoro MG vou me programar pra ir a Inhotim.abcs.

No feriadão de Corpus Christi, vou visitar Minas Gerais pela primeira vez (se o corona deixar). Serão quatro dias e pensei em dividí-los em 2 p/ BH, 1 para Inhotim e 1 para Ouro Preto.

Meu plano inicial era ir para Inhotim na sexta feira, por ser em teoria mais vazio (o feriado é na quinta e eu chego em BH as 10h da manhã. No entanto, estou pensando em alterar essa visita para sábado, em função da 1h a mais de funcionamento.

O que será que vale mais a pena? 1h a menos com um pouco menos de gente ou 1h a mais e densidade demográfica grande?

Vale a pena abrir mão de ouro preto pra fazer 2 dias em inhotim? ou o contrário?

Obrigada!

    Olá, Isabora! Dois dias em Inhotim valem a pena se você estiver hospedada por perto. Mas talvez seja difícil conseguir hospedagem de apenas uma noite durante um feriado.

Atenção: Os comentários são moderados. Relatos e opiniões serão publicados se aprovados. Perguntas serão selecionadas para publicação e resposta. Entenda os critérios clicando aqui.