Serra da Capivara

Índice de posts
Ricardo Freire
por Ricardo Freire

Serra da Capivara no Viaje na Viagem

Serra da Capivara de avião: a Miriam testou o vôo

Guias de São Raimundo Nonato mantêm o parque aberto à visitação!

Serra da Capivara: senta que lá vem pré-história

Miniguia: Serra da Capivara (com Petrolina e Teresina)

14 comentários

patricia
patriciaPermalinkResponder

Ola Ricardo, fomos ao Parque Nacional da Serra da Capivara - adoramos. Consultamos as dicas do seu site e a indicação do guia - deu tudo certo. Valeu !!!

Ana Gabriela Fontoura

Olá Ricardo,
Adorei o post!
A Serra da Capivara é um lugar incrível, onde se pode conhecer mais sobre a Caatinga, entre outros temas, e toda a riqueza desse bioma exclusivamente nosso, brasileiro. No blog Paneiro de Postais (paneirodepostais.blogspot.com) escrevi um texto sobre minha experiência lá. Se tiver um tempinho, ficarei feliz com sua leitura e comentários.
Obrigada! Abraços

Luciana Cavalcante

Muito obrigada pelas dicas. O lugar é incrível ...é impressionante como não ficamos sabendo de um destino assim no turismo de massa. Até quem não é chegado em arqueologia ficaria fascinado.

Ana Pontes
Ana PontesPermalinkResponder

Olá, estive na Serra da Capivara no período de 27/12/2015 a 1/1/2016 com marido e filha de 7 anos. Fizemos 3 dias de passeios pelo Parque da Serra da Capivara e 1 dia na Serra da Confusões. Os lugares são incríveis e valem demais a visita. São lugares que devem ser visitados por todos e me deixaram cheia de orgulho do nosso país.
Infelizmente, a infraestrutura deixa MUITO a desejar. Ficamos hospedados no Hotel Serra da Capivara e a experiência não foi boa. O Hotel está praticamente abandonado. O serviço deixa a desejar e a limpeza é péssima. A cidade de São Raimundo Nonato não tem atrativos para depois dos passeios, assim o Hotel seria um bom refúgio o que infelizmente não aconteceu.
O Parque Nacional é deslumbrante, todos os passeios são lindos e repito que valem à pena, mas a cidade e sua hotelaria têm que melhorar muito. A expectativa é de que comecem a receber voos ainda neste ano no aeroporto que foi inaugurado, mas tenho a impressão que infelizmente o turista que ali chegar vai penar.
Como li em comentário anterior, a impressão que se tem é que os locais não estão interessados no turismo.
Fiz viagem de carro de Brasília até o Delta do Parnaíba atravessando todo o estado do Piauí que tem belezas naturais incríveis, mas talvez a pior experiência no que diz respeito a acomodação tenha sido no Hotel da Serra da Capivara.
Todos os outros lugares onde me hospedei o serviço era bom e dentro da expectativa.
Volto a dizer que o lugar é maravilhoso, mas tem que melhorar para receber o turista.
Abraços

Ana Paula Figueiredo

Oi Ana
Estive com a família neste hotel entre 23 e 26 de janeiro. O atendimento foi muito bom e foram bem cordiais. O café da manhã foi simples, os quartos também o são. Não encontrei este aspecto de abandono, e a limpeza também não deixou a desejar, que bom, né?
Também ficamos deslumbrados com o Parque Nacional da Serra da Capivara.

Bernadete
BernadetePermalinkResponder

Agradecemos as dicas e informações sobre o Parque Nacional da Serra da Capivara. Visitamos o Parque e o Museu do Homem Americano no mês de agosto de 2016 e aprendemos um bocado sobre a arte rupestre, a caatinga, a fauna e as formações geológica-geomorfológicas da região. Conforme a sua indicação, contamos com o apoio do guia Wilk Amorim Lopes (wilkamorimlopes@hotmail.com). Valeu, a experiência foi marcante.

Ana Paula Figueiredo

Estive com meu esposo e filho em janeiro de 2017, bem no dia que o Museu do Homem Americano estava recebendo políticos para estabelecer as novas diretrizes de gestão do parque, o que parece ser uma boa notícia para a cidade.
A visita ao parque é muito especial para aqueles que gostam de aventura e natureza. Nosso guia foi o Rafael (https://www.facebook.com/rafael.ribeirodemorais.9?ref=ts&fref=ts) e ele nos proporcionou explicações muito claras, apresentou sítios incríveis além de contar muitas histórias do local e das 'gentes' dali. Recomendo também.

José Júnior
José JúniorPermalinkResponder

Alguém teria informações sobre o funcionamento do parque no perído do carnaval?

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, José! Entre em contato com os guias do parque, em princípio o parque abre todos os dias, mas você precisa de um guia para entrar:

https://www.facebook.com/somostodoscapivaras1/

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, José! Entre em contato com os guias do parque, em princípio o parque abre todos os dias, mas você precisa de um guia para entrar:

https://www.facebook.com/somostodoscapivaras1/

José Júnior
José JúniorPermalinkResponder

Valeu Bóia!

Ana Paula Figueiredo

A visita ao Parque Nacional da Serra da Capivara foi uma aula de história natural, biologia, de humanidades e de Brasil. Imagine que ali foi fundo de mar, e os conglomerados de rochas são a testemunha. As pinturas rupestres, outras testemunhas do homem que ali viveu e conviveu (pelo menos 7000 anos bp): cenas de dança, brincadeiras, holocaustos, caça, parto, beijo, sexo, contagens, aves e animais. Há nelas a vontade de mostrar a dinâmica das cenas vividas e isso é de muita beleza. A paisagem vale os litros de água que se deve levar a cada ida a um boqueirão ou sitio. Hidrate-se!
Voamos de São Paulo à Petrolina na sexta de noite, passeamos por Petrolina (PE) e Juazeiro (BA) atravessando o Rio Francisco de barco (R$1,50). Fizemos o passeio do Vapor do vinho (com a experiência da eclusa da Barragem de Sobradinho e banho no lago). Alugamos um carro na segunda-feira e conhecemos Casa Nova, Remanso (Pilão Arcado, Sento-Se as cidades da música - O sertão vai virar mar, dá no coração
O medo que algum dia o mar também vire sertão) e após uns 300 km estávamos em São Raimundo Nonato (PI) para no dia seguinte visitar o Parque Nacional da Serra da Capivara. O parque está recebendo turistas e você deve contratar o guia previamente. Nós fizemos isso quando da reserva do hotel - Hotel Serra da Capivara. Sugeriram-nos o Rafael (https://www.facebook.com/rafael.ribeirodemorais.9?ref=ts&fref=ts) e foi muito bom, contou-nos sobre a flora, a fauna, a história e explicou-nos direitinho os detalhes daquele lugar - recomendo.
Foram dois dias intensos de caminhadas, trilhas, sítios e boqueirões. Chegamos bem cedo no parque, e as 9:00 já estávamos no sitio (arqueológico) dos Rodrigues, onde há desenhos das Capivaras. O Sol foi ilumina o paredão e é um espetáculo. Almoçamos no restaurante do albergue e depois vimos a produção da cerâmica. Conheci o Sr Nivaldo e o Sr Antonio, que nos explicou o processo de produção da cerâmica. Que delícia de conversa! Não deixe de fazer o passeio noturno no Boqueirão da Pedra Furada. A iluminação mostra detalhes incríveis das pinturas. No outro dia acordamos muito cedo: vimos o Sol Nascer no Parque, e vimos a pedra furada lá embaixo. Foi um espetáculo! Tomamos o café da manhã no restaurante da Paula. Com direito a tapioca, cuscuz, carne de sol, suco de acerola e muita conversa boa (Bairro do Mocó). Mais um dia de muitos sítios arqueológicos, muitas paisagens, fizemos um 'almoço de trilha' junto ao único olho d' água do parque. Levamos uma caixa térmica (isopor) no carro, que mantinha a água gelada e as frutas fresquinhas. Deu super certo!
Esta é uma viagem onde a aventura fala bem alto e registra na memória momentos inesquecíveis deste país. Voltamos para Petrolina para pegar o voo de volta.... mas quem sabe um dia voltamos?!
Se você gosta de aventura... é para você!

Gustavo Burlamaqui

Olá Bóia, Seria legal fazer menção a quem tenha interesse de ir a Serra da Capivara desde Teresina a passar e permanecer por um dia em Oeiras. Primeira capital do estado com um enorme arquivo arquitetônico, religioso, folcórico e cultural da época colonial. A cidade é uma mistura de colonial com art decò dos anos 40. Conhecido como cidade dos loucos e poetas ( pelo existência de inúmeros casamentos co-sanguíneos na época colonial), tem eventos culturais todos mês. O secretário cultural do município é meu primo, e te afirmo, tem toda uma estrutura como vboms hoteís, guias turísticos treinados para receber turistas com as mais inusitadas histórias. Além de ter o céu mais baixo do mundo, pois a cidade está cercada de morros, e a ilusáo de ótica à noite é incrível.

Vanessa Borges

Que maravilha de relato! Obrigada!

Atenção: Os comentários são moderados. Relatos e opiniões serão publicados. Perguntas serão selecionadas para publicação e resposta. Entenda os critérios clicando aqui.
Bóia offline! Vamos continuar aprovando comentários, mas a Bóia só volta a responder perguntas que forem feitas depois de 10 de abril de 2017. Obrigado pela compreensão.
Cancelar