Re

Nosso rico dinheirinho: quanto o real desvalorizou frente a cada moeda

Re

Passei esta manhã brincando de descobrir, no Oanda.com, o tamanho da desvalorização do real frente às moedas dos principais destinos turístico internacionais visitados pelos brasileiros.

Em resumo, a situação é a seguinte: bora pra Europa — ou pra Colômbia! (Melhor ainda: pra Rússia.)

Usando a ferramenta de histórico cambial do Oanda, pesquisei os últimos seis meses de diversas moedas contra o real.

1-oanda

O resultado é sempre um gráfico como este aí de cima, mas para não fazer um post tipo papiro egípcio, vou publicar só o quadrinho-resumo. Blz? Flw vlw.

América do Sul

Cone SulNo Cone Sul o real perdeu bastante poder de compra nos últimos seis meses: um pouco abaixo de 30% na Argentina. no Uruguai e no Chile. No Peru, a dsvalorização foi um pouco menor que 25%. Na Bolívia, que não coube no chart, a desvalorização foi praticamente idêntica à do dólar: 34%.

A barbada do continente é a Colômbia, cuja moeda também está derretendo: o real perdeu só 4% do seu poder de compra.

O que vale a pena levar para a América do Sul? Dólar ou real?

A vantagem de levar reais é só fazer uma operação de câmbio.

Mas essa vantagem só se confirma se você encontrar fciidade para trocar o real por umacotação justa. É fácil trocar reais no Uruguai, relativamente fácil em Buenos Aires e Bariloche, e possível trocar em Santiago, Lima e Bogotá. A cotação não é boa em aeroportos e fora das capitais (incluindo Cartagena).

A vantagem de levar dólar, mesmo em mercados que trocam reais, é poder fazer câmbio com mais facilidade e maior garantia de uma boa cotação.

América do Norte

América do Norte

A mãe de todas as desvalorizações é a desvalorização frente ao dólar. O dólar está se valorizando contra a maioria das moedas. O tombo do real é que tem sido maior: quase 34% nos últimos seis meses.

Contra o dólar canadense e o peso mexicano, nossas perdas ficaram em 18%.

(Mas como ambas moedas desvalorizaram um pouco frente ao dólar — em torno de 13%) o dólar caro que você compra hoje vale no México ou no Canadá 13% mais do que valia há 6 meses.)

Europa

Europa

Agradeça à Grécia: graçasao embate entre o novo governo e as autoridades econômicas européias, o euro perdeu 17% do valor frente ao dólar. Desta maneira, o real acabou perdendo apenas 14% nesses seis meses, Para aproveitar, escolha os paises da zona do euro com custode vida mais baixo: Portugal, Grecia, Espanha e… Alemanha.

A libra está 22% mais cara que há 6 meses; o franco suíço, 30% (praticamente acompanhando o dólar), A Escandinávia stá se comportando mais ou menos como o euro, com alta moderada (mas os preços lá em cima são… lá em cima).

LesteNo resto da Europa o real desvalorizou um pouquinho mais que vontra o euro, mas destinos como Repúbica Tcheca, Hungria, Croácia e Turquia continuam atraentes porque os peços são menores que na Europa desenvolvida.

Mas a grande pechincha é a Rússia: o ublo vai tão mal, que perdeu 13% frente ao nosso combalidinho real.

Outras regiões

Ásia

O baht tailandês, o dong vietnamita e o yuan chinês acompanharam o dólar, valorizando mais de 32%. O rand da África do Sul e o yen japonês valorizaram abaixo de 25%.

Oceania

Na Oceania, o dólar australiano subiu menos que o neozelandês.

Leia mais:

53 comentários

Olá,
Quem foi ultimamente para a Colômbia e como estão os preços por lá? Como eu moro na região norte pra mim fica melhor entrar na colombia por letícia( fronteira com o Brasil no amazonas) e pegar um vvo em letícia para cartagena ou st andrez e voltar por Bogotá ( por milhas)

    Olá, Artur! O peso colombiano também se desvalorizou bastante (20%) nos últimos 90 dias. Colômbia e Peru são os países menos caros para brasileiros atualmente.

No início de fevereiro de 2015, fiz uma simulação de compra de duas passagens para a Europa no mês de setembro/2015:
Rio / Berlin, na ida e retorno de Praga para o Rio de Janeiro, com duração de 15 dias de viagem. O preço mais favorável nessa simulação foi de R$ 5.130,00 para duas pessoas no site do e-dreams.
Hoje, essa mesma simulação saiu por R$ 6.600,00.
Comecei a fazer simulações para Rio-Madri e Barcelona-Rio e ficou em torno de R$ 5.700,00.
Como só poderei tirar férias em Setembro, a América do Sul passou a ser uma terceira possibilidade, deixando a Europa para outro momento. Isso, caso não aconteça alguma promoção até setembro para a Alemanha ou Espanha.
Está difícil viajar com o dólar nesse preço.

Atenção: Os comentários são moderados. Relatos e opiniões serão publicados se aprovados. Perguntas serão selecionadas para publicação e resposta. Entenda os critérios clicando aqui.