Europa: onde faço imigração e onde pego a bagagem?

Barajas, Madri

Muita gente viaja à Europa em vôos com conexão e fica na dúvida de onde (e quantas vezes!) vai passar pela imigração.

A resposta é: uma vez só. Onde? Na maioria das vezes, no aeroporto de chegada — a não ser que você tenha o Reino Unido ou a Irlanda como ponto de escala ou destino final.

E onde você retira as bagagens? Normalmente, no destino final.

Veja caso a caso:

Voando ao Espaço Schengen, com conexão no Espaço Schengen

Com exceção de Reino Unido, Irlanda e alguns países do Leste Europeu, a maioria dos países europeus faz parte do Espaço Schengen, que aboliu suas fronteiras. Por isso os vôos entre esses países são considerados “domésticos”; não há imigração nem carimbos.

Países que fazem parte do Espaço Schengen

    Alemanha – Andorra – Áustria – Bélgica – Dinamarca – Eslováquia – Eslovênia – Espanha – Estônia – Finlândia – França – Grécia – Holanda – Hungria – Islândia – Itália – Letônia – Liechtentstein – Lituânia – Luxemburgo – Malta – Mônaco – Noruega – Polônia – Portugal – República Tcheca – San Marino – Suécia – Suíça – Vaticano

Países que NÃO fazem parte do Espaço Schengen

    Albânia – Belarus – Bósnia – Bulgária – Chipre – Croácia – Irlanda – Macedônia – Moldova – Montenegro – Reino Unido – Sérvia – Romênia – Rússia – Turquia – Ucrânia

Assim, se você vai voar a Paris com conexão em Madri, ou a Barcelona com conexão em Zurique, ou a Praga com conexão em Frankfurt, ou a Atenas com conexão em Paris, a sua imigração vai ser feita no aeroporto da chegada.

Você passa pela imigração, seu passaporte é carimbado e você então está admitido na Europa. Aí é só procurar o portão de embarque do vôo seguinte, que vai ser “doméstico”; ao passar pelo controle de segurança, você vai precisar mostrar o passaporte, mas só para provar que você é o dono da passagem. Ninguém vai mais lhe perguntar nada.

Sua bagagem segue do Brasil direto para o destino final; confira no recibo colado no canhoto do seu cartão de embarque.

Voando ao Espaço Schengen com conexão fora do Espaço Schengen

A coisa muda um pouco de figura caso você vá a Paris ou Zurique ou Amsterdã ou Lisboa ou qualquer lugar da Europa continental com conexão em Londres.

Como o Reino Unido (assim como a Irlanda) não faz parte do Espaço Schengen, você não fará imigração em Londres. Você nem sequer vai sair da área de trânsito internacional: vai descer do avião e já pode procurar o seu novo portão de embarque.

A imigração será feita apenas no destino final, já no Espaço Schengen. Sua bagagem vai direto pra lá; confira o recibo colado no canhoto do seu cartão de embarque.

Voando para um destino que não pertença ao Espaço Schengen com conexão no Espaço Schengen

Neste caso o processo é invertido: se o seu destino final for alguma cidade do Reino Unido ou da Irlanda, você não sairá da área de trânsito internacional do aeroporto da conexão (Lisboa, Frankfurt, Madri, Paris, Amsterdã, Zurique — qualquer um). Você vai descer do avião e já vai poder procurar o portão de embarque do novo vôo.

Sua imigração será feita apenas quando você desembarcar no destino final no Reino Unido ou na Irlanda.

Sua bagagem seguirá direto do Brasil até o destino final; confira o recibo colado no canhoto do seu cartão de embarque.

Voando à Irlanda com conexão no Reino Unido

Reino Unido e Irlanda têm acordo de livre trânsito entre seus cidadãos. Por isso não existe trânsito internacional entre o Reino Unido e a Irlanda.

Traduzindo: se você vai a Dublin com conexão em Londres, não terá como ficar na área de trânsito internacional, porque os vôos para Dublin saem da área doméstica.

Logo, você vai fazer duas imigrações. A primeira, na Inglaterra. Daí vai reembarcar para a Irlanda na área doméstica. E ao chegar à Irlanda vai ter que novamente passar pela imigração, por não ter passaporte britânico nem irlandês.


Documentos necessários para a imigração

  • Seu passaporte precisa ter validade de 3 meses APÓS a data de término da viagem. Se faltar menos do que isso para o seu passaporte expirar, não vão deixar você embarcar no Brasil.

Tenha organizados numa pasta:

  • Passagem de volta
  • Reservas de hotel para todo período (no caso de aluguel de apartamento, contrato ou recibo de pagamento)
  • Carta-convite, caso vá ficar hospedado em casa de familiares ou amigos. Nesta carta-convite o anfitrião deve explicar que vai receber você por X dias e indicar o endereço na Europa. Essa carta não precisa mais ser registrada em delegacia ou cartório, mas deve ser assinada, escaneada, e enviada por e-mail
  • Seguro-assistência com cobertura de 30.000 euros
  • Dinheiro ou extratos de cartões de crédito e débito (tipo VTM) comprovando que você tem 65 euros/dia para se manter na Europa. Este limite é individual.
  • Não é necessária nenhuma vacina para ir à Europa.

Deslocamentos dentro do Espaço Schengen

Caso o seu itinerário de viagem cubra vários países do Espaço Schengen, não se preocupe, todos os deslocamentos serão considerados domésticos e você não precisará fazer imigração. Em compensação, não ganhará nenhum carimbo a mais no passaporte…

Deslocamentos entre o Espaço Schengen, Reino Unido e Irlanda

Caso a continuação da sua viagem leve você do Espaço Schengen ao Reino Unido ou Irlanda ou países do Leste fora do acordo, você voltará a fazer imigração na chegada a cada viagem. Mantenha aquela pastinha organizada.

Dá pra passar junto na imigração?

Familiares passam juntos. Amigos podem até tentar, mas na maioria das vezes não vão deixar.

E quem tem passaporte europeu?

Caso você tenha dupla cidadania, o procedimento adequado é sair do Brasil e voltar ao Brasil com seu passaporte brasileiro; entrar na Europa e sair da Europa com seu passaporte europeu.

Leia mais:

Passagens mais baratas para a Europa no Kayak

Encontre seu hotel no Booking

Faça seu seguro de viagem na Mondial Assistance

Alugue de carro na Europa com a Rentcars em até 12 vezes e sem IOF

Passeios e excursões na Europa com a Viator

833 comentários

Olá, novamente preciso de ajuda.
Vou comprar:
Vou rio-roma direto
Volto madri- rio com conexão em roma- faço imigração em madri? Preciso pegar as malas em roma ? Ou ou é só descer e me dirigir ao portão de embarque- já estarei com o check in feito ? Tenho 2 h de intervalo em roma, será suficiente ?
Ou
Rio- roma com conexão em madri- imigração em madri, as malas seguem direto para roma ? Desço, faço a imigração e me dirijo ao portão de embarque? Qual a margem de tempo segura, este aeroporto é imenso,
Obrigada

    Olá, Cristina! Na volta, se a sua passagem for vinculada, as malas vêm direto para o Rio. O passaporte será carimbado no país do último embarque. Isso está bastante bem explicado no texto.

Desculpa!(por favor leia as perguntas anteriores antes de fazer uma igual).Obrigada!

Boa tarde !
Oi vou agora para Espanha,mas vou fazer imigração em Lisboa,quero saber se você que posso ter algum problema??
Não e a primeira vez que viajo na Europa!
ps:vou fazer conexão em Lisboa vou ter que esperar mais ou menos de 6 horas …:\

    Olá, Andrade! Como já recomendamos a dezenas de leitores antes de você (por favor leia as perguntas anteriores antes de fazer uma igual), organize numa pasta todos os seus documentos.

Atenção: Os comentários são moderados. Relatos e opiniões serão publicados se aprovados. Perguntas serão selecionadas para publicação e resposta. Entenda os critérios clicando aqui.