Gripe nos Estados Unidos: precisa vacina? Onde tomar?

Antigripais

Guest blogger | Marcie Grynblat Pellicano, do Abrindo o Bico

Quando começaram a aparecer perguntas sobre a estação de gripe nos Estados Unidos e as vacinas disponíveis, perguntei à Marcie, dona do excelente Abrindo o Bico (o mais descolado dos blogs sobre Nova York), se estava pensando em escrever sobre o assunto. Só que em vez de escrever e publicar lá no AoB, ela embrulhou com papel de presente e mandou pra minha caixa postal. Estou abrindo na frente de vocês:

Vacina ou não, eis a questão…

Começo dizendo que nunca tomei a vacina da gripe. Por dois motivos: primeiro, porque nunca me resfrio; gripe, então, a cada morte da barata. Segundo, porque — tolamente que seja — me recuso a aceitar que faço parte dos grupos de risco: anciões em geral e pessoas com problemas respiratórios em particular. O problema é que me encaixo perfeitamente nesse último contingente. Do primeiro, ainda estou longe. Tá bom, medianamente longe. 😉

De qualquer maneira, vamos aos fatos: a acreditar nos jornais, que há duas semanas não falam de outra coisa, a coisa aqui está preta. Estatisticamente, dizem eles, é o pior virus dos últimos anos. Quer dizer, o que provocou mais mortes e internações. E os “tele-médicos” de plantão continuam a recomendar a vacina. Apesar de já estarmos quase na metade do inverno, eles afirmam que o shot ainda pode ser importante.

Só que a recomendação é para quem mora aqui, não para quem esteja de passagem. Por que não? Bom, na minha opinião, pelo seguinte: a vacina demora duas semanas para fazer efeito. E a eficácia dela está em torno de 62%. Portanto, a não ser que você esteja vindo para uma longa temporada, a picada vai ser inútil. Sem falar de uma eventual reação, que também pode atrapalhar sua viagem: mal estar, resfriado, essas coisas.

Dou uma informação concreta: minha filha, que teve um problema recente de saúde, está aqui comigo. Por precaução, consultei o médico pra saber o que fazer quando ela pegar minha gripe. Ah, sim, tinha esquecido de dizer: escrevo estas mal traçadas linhas em plena flu. Na cama! Bem, ele recomendou não tomar a tal da vacina. Nem ela nem eu nem ninguém. Segundo ele, o medicamento é baseado no vírus do ano passado e, portanto, ineficaz para este novo inimigo.

Pegando carona no mantra de nosso Comandante (na CNN é sempre pior!) o que eu recomendaria aos viajantes é tomar algumas precauções: por exemplo, um prudente Tamiflu na mala. A rigor, não poderia, mas pode. Mesmo porque por aqui está em falta. Exato, em falta. Ou vocês pensam que o problema só acontece no Bananão?!?. Além do Tamiflu, ou no lugar dele, sugiro você trazer também seu analgésico preferido. Ou comprar aqui. Além, é claro, de litros de Purell.

Mas se, mesmo assim, você decidir tomar a vacina, nenhum problema: qualquer Duane Reade ou Walgreens da vida pode aplicá-la. O shot, que é no braço, custa 30 obamas e dispensa receita.

Minha recomendação final: divida por 10 tudo o que você tem lido ou ouvido sobre a flu e venha tranqüilo. Cabeça concentrada no que de fato interessa: aproveitar esta cidade maravilhosa e tudo o que ela tem a oferecer. Ignore a gripe! Assim, quem sabe, ela também ignore você.

Obrigado, Marcie! E melhoras pra você e pra pimpolha!

Leia mais no Abrindo o Bico:

Times Square vai ganhar barricadas anti-terroristas

Chelsea, agora com wifi grátis em todo o bairro (um oferecimento Google)

Restaurant Week de Nova York vai até 8 de fevereiro; veja onde aproveitar

Campbell’s Apartment, um bar que funciona num apartamento

Rá! Dos 12 restaurantes do ano do NY Times, 5 foram citados no Abrindo o Bico!

Funciona: um app para chamar táxi

Até março: Matisse no Metropolitan (e em fevereiro entra o Impressionismo)

Siga o Viaje na Viagem no Twitter@viajenaviagem

Siga o Ricardo Freire no Twitter@riqfreire

Visite o VnV no FacebookViaje na Viagem

Assine o Viaje na Viagem por emailVnV por email


64 comentários

Eu até tomaria a vacina sem problemas, se a encontrasse… Infelizmente aqui em Osasco/SP e região a previsão é de começar a chegar nas clínicas a partir da segunda quinzena de fevereiro. Minha viagem é dia 18/02 e vou para Las Vegas, fazendo escala em Washigton e NYC… Lendo todos os comentários, vou adotar a prática da vitamina C até lá e comprar uns remedinhos pra levar na bolsa, caso aconteça algo… Torcer pra tal gripe nao gostar de cassinos! kkkk

Embarcarei para Orlando no dia 19/02/2013 com meu marido e dois filhos de 13 e 15 anos, mas gostaria de me certificar se a imigração está exigindo a vacina conra gripe para entrar no país?
Obrigada!

Daniela,

Obrigada por sua resposta. Vc pode me mandar seu email pra irmos conversando, eu tomei a vacina aqui do Brasil tem 2 semanas. Eu embarco dia 11-02 e gostaria de até lá, ir trocando idéias com vc. Minha amiga mora em Tampa e disse que lá está tranquilo. Obrigada

    Daniela, você poderia por favor informar onde encontrou a vacina? Eu tentei em vários lugares e nada!

    Obrigada!!!!

    Érica,

    Acabei de tomar no HRAS da 608 Sul (L2), Centro de Vacinação, ao lado da emergência pediátrica, sem custos. O último dia de validade é hoje, se der tempo passa lá e toma.

    Abs,
    Marconi

Oi gente,
Estou indo para Miami e Cancun no carnaval, com meus filhos de 5 e 6 anos, vamos comemorar o aniversario da mais velha.
Aqui em Brasília, não tem vacina em nenhuma clinica, nem na Imonucentro.
Achei em Anápolis, na VACINE Av. São Francisco, 251 Telefone – (62) 3324 6133.
A validade é até dia 31/01/2013
Eles despacham via Sedex.
Qualquer farmacêutico ou auxiliar de enfermagem pode aplicar.
Minha família tomou ontem.
Todos os cuidados devem ser tomados, boa alimentação, vitamina C, remédios que melhorem a imunidade, como Leucogen ou Bronxo-Vaxom.
Lavar as mãos com freqüência, usar toalhinhas umedecidas e álcool gel.
E é claro a sua farmacinha, com os remédios para gripe e outras coisas. Eu sempre levo anti-alérgico, pois meu filho é alérgico, e já passamos alguns sustos em viagens.
Mas o melhor é se prevenir e aproveitar, e pedir a Deus que abençoe e proteja!
Um abraço
Andrea

Alcool gel e 2 capsulas de alho sem odor por dia sao minha receita para evitar gripes.
http://www.amazon.com/Odorless-Garlic-1000-Twin-Pack/dp/B001QRZ0LK/ref=sr_1_1?ie=UTF8&qid=1359141135&sr=8-1&keywords=odorless+garlic

Tomo todos os anos a vacina, mas ainda assim peguei a gripe corrente no inicio da temporada em Dezembro. Agora que provavelmente estou imune ate a proxima temporada serao apenas resfriados pequenos, principalmente se tivermos semanas frias como a atual: NYC esta parecendo Chicago.

Lembro que no auge da H1N1 fui para o Chile a trabalho por quase 3 meses e muitos amigos e familiares que moram no Brasil ficaram super preocupados comigo. Tomei os cuidados normais, me alimentei e dormi bem (apesar que dormir bem para mim e’ dormir mais de 5 horas) e nada aconteceu comigo.

Na minha opiniao, nao e’ preciso se desesperar, tomem as medidas profilaticas necessarias mas sem exageros. Como a Marcie bem colocou dividam por 10 tudo que virem nos meios de comunicacao, eles sao vendedores de noticias e e’ muito mais facil vender o sensacional.

Daniele,
Vc já teve mais alguma informação de quem está em orlando? Tb estou com viagem marcada pra Florida no carnaval, e não sei se me arrisco.

    Carina, até agora tive informações bem desencontradas. Ainda não me decidi. A maioria das pessoas falam que está tranquilo, e que basta tomar as precauções necessárias. Só uma pessoa me disse que viu um grupo de turistas asiáticos usando máscara. As outras disseram que lá não estão fazendo alarde, mas não sei até que ponto há interesses comerciais envolvidos (eu sou muito desconfiada). Falei com pessoas que levaram seus bebês, que estão acompanhadas de idosos… Mas vez ou outra aparece a notícia de alguem que voltou gripado. Pode ser que seja normal, pq está mais frio mesmo. Quando fui em 2011, de uma dia para o outro a temperatura baixou bastante e o meu marido ficou bem mal. Enfim, estou tomando vitamina C com zinco, me alimentando bem, e acompanhando as notícias… Meu clínico e minha obstetriz dizem que eu só não posso ir tensa e com medo… Na semana da viagem eu decido o que vou fazer. Bjs.

Estou com viagem marcada, com um grupo de pessoas, em pleno Carnaval. A entidade que está nos levando para a Flórida recomendou (não exigiu) a vacinação. Ao mesmo tempo deu todas as recomendações e explicações descritas no release lá em cima.

Algumas pessoas do grupo correram atrás da vacina aqui em SP e, em praticamente todas as clínicas, não há mais medicamentos disponíveis. Aliás, se encontrar, prestem bem atenção no prazo de validade, pois elas são do ano passado!

Eu tomei a vacina no começo de 2012. Não quero me preocupar com a gripe, porém não vou dar mole ao azar e estarei sempre com o álcool gel nas mãos. Prevenção é o melhor remédio.

Melhoras, Marcie! Beijos pra Ju.

Pessoal, estou com viagem para Orlando marcada para o dia 06/02, mas estou grávida e muito preocupada, pq vacina não adiante, e mesmo q adiantasse, eu não encontro a versão livre de adjuvante, que é a indicada para gestantes, e nesse estado, além da resposta imunológica ser mais lenta, não posso usar qq medicamento.
As informações q tenho recebido de quem está aí são desencontradas. Hoje mesmo falei com 2 pessoas q estão em Orlando. Enquanto uma disse que fez um frio de não poder tirar o casaco, a outra disse que está fazendo calor e ela está de sortes o tempo todo.
A médica disse que eu poderia viajar tomando certos cuidados, mas eu não sei se vale a pena arriscar nesse momento tão delicado.

Olá a todos!

Estamos com viagem marcada para NY dia 07/02. Compramos há um tempão, gosto muito do site e gostei da reportagem, porém gostaria de compartilhar com vocês o seguinte caso.
Uma amiga acabou de voltar de Orlando (dia 21/01) e adivinhem… pegaram a gripe ela + filhos + marido. Ficamos quase meia hora no telefone hoje. Ela foi com o seguro de saúde do Cartão de Crédito e, para minha surpresa, não conseguiu atendimento. O marido tentou entrar em contato com a central de atendimento do cartão de madrugada e após várias transferências, NADA. Então entraram em contato com a gerência do hotel e após quinze minutos uma médica (segundo a minha amiga mais parecia uma astronauta de “tão protegida”) os atendeu, passou vários remédios, inclusive antibióticos e o tão falado Tamiflu, comprado no Walgreens, mediante contato da médica com a farmácia. Preço, oitocentos obamas, fora o susto e-n-o-r-m-e. O que ela me disse é que o vírus ataca o sistema respiratório de forma muito rápida, causando bronquite e pneumonia. Ele teve bronquite.
Olha, já peguei um monte de receitas, inclusive do remédio homeopático na foto acima – Oscillococcinum, e tals. Mas o relato da amiga me deixou baqueado. A pergunta que fica, será que vale a pena? Vale o risco? Evitar locais de grande aglomeração fazendo turismo em NY? Acho que vou pedir o traje espacial da médica emprestado… PS: tomamos a vacina antigripal.
Abraços

    Olá, Gustavo! O que podemos dizer é: use álcool-gel. Fale com o seu médico, é melhor do que pegar opinião na internet.

    Olá Ricado, um prazer falar contigo. O causo é que vamos eu a mulher e dois filhos, um de oito (seria um presente de anivérsário para ele) e uma de três que chupa o dedo…
    O meu médico passou um remédio para começar a tomar antes da viagem para aumentar a imunidade, já o pediatra da pequena sugeriu pra cancelarmos. 50%
    Vou aguardar mais um pouco, tenho até o dia 4/02 pra cancelar o hotel.
    Parabéns pelos videos (visa e hoteis.com).
    Abrs

    Gustavo, se você me permite… não cancele sua viagem, não! Vocês já estão tomando alguns cuidados, e já sabem que têm que lavar bastante as mãos. Divirtam-se e curtam a viagem, sem stress.

    Quanto ao Tamiflu, só uma informaçãozinha: a razão pela qual minha filha não pode tomá-lo é que ele contém álcool. Não sendo, portanto, recomendado para crianças, também.

    O Oscillococcinum é sensacional, e é homeopático. Acho suficiente, principalmente se vocês já tomaram as vacinas.

    Olá, Marcie

    Muito obrigado pela força. E vocês, estão bem?
    Minha esposa nem pensa em desistir, hehehe. Ai de mim.
    Gostaria de deixar registrado uma dica que meu médico me passou, uma fórmula da Weleda chamada Previgrip, três gotas à noite, três dias antes e durante a viagem.
    Também entrei em contato com a Visa, e no caso da minha amiga, como ela tinha cobertura, vai ser reembolsada. Entretanto, para quem não tem cobertura no cartão recomendo que façam um seguro de saúde.
    Por fim, encontrei uma espécie de Anvisa dos EUA com informação da gripe, segue o link para monitoramento. A boa notícia é que os casos estão diminuindo.

    http://www.cdc.gov/flu/weekly

    Um forte abraço,
    Gustavo

Atenção: Os comentários são moderados. Relatos e opiniões serão publicados se aprovados. Perguntas serão selecionadas para publicação e resposta. Entenda os critérios clicando aqui.