Hotéis na Alemanha e Alsácia pra Lu

Rothenburg ob der Tauber (foto: Deia Tatu)
Rothenburg ob der Tauber (foto: Deia Tatu)

A Lu está planejando uma viagem de carro pelo sul da Alemanha até a Alsácia, saindo de Munique. E pede dicas de hotéis em Munique; Rothenburg-ob-der-Tauber; Füssen, perto do castelo de Neuschwanstein; Lago Constance (Bodensee),  na tríplice fronteira Alemanha-Áustria-Suíça; e Colmar, na Alsácia francesa. Ela também aceita sugestões de cidadezinhas para passar pelo caminho.

É um roteiro muuuuito bonito, que vale a pena guardar no seu no banco de idéias de viagem pela Europa.

Começo pelos meus pitacos. Quando fui a Munique da última vez, em 2006, fiquei no Four Points, um hotel básico-business super ajeitadinho atrás da estação. Por ali há um hotelzinho simpático budget-design, o Elefant.  Com um pouquinho (não muito) de bala na agulha dá para ficar no Anna Hotel, que fica a meio caminho (tipo três quadras, perfeitamente percorríveis com malas de quatro rodinhas) entre a estação e a Marienplatz. No verão uma boa localização é o bairro de Schwabing, onde fica a muvuca não-turística de Munique (e que bordeja o Englischer Garten); por ali eu tentaria o Carlton-Astoria.

Um excelente ponto de partida para descobrir todos os hotéis de um vilarejo no interior dos países da Europa Central é o HRS, um site de reservas alemão descoberto, testado e recomendado pelo GiraJorge.

Para ver caminhos, eu recomendo (se é que você já não fuçou) testar a opção “sightseeing” do Via Michelin, que sempre dá itinerários ainda mais caprichados que os “recommended”.

A Déia Tatu, do Direto da Alemanha — de onde eu peguei a foto que ilustra este post — tem ótimos posts sobre a Rota Romântica, Rothenburg-ob-der-Tauber, Dinkelsbühl e Würzburg.

Deixe suas dicas também, bitte!

201 comentários

Riq, só p/sua info: a diferença da diária do Elefant p/o Anna é o triplo – de 65 p/180 euros. Acho que fico c/o Elefant, que me pareceu bem simpático.

    Sem surpresa, Lu. O Elephant está no limite entre albergue e hotel de verdade; é uma alternativa rejuvenescida e bem-humorada a hotéis basicões (e nem todo mundo gosta, como você pode ver no TripAdvisor, onde as opiniões são bem divididas — normalmente ama-se ou odeia-se).

    O Anna é todo estilosinho. Eu achava que estivesse um pouco mais em conta, mas quando disse que era só um pouco mais caro estava me referindo aos outros hotéis, não ao Elephant, que é superbudget.

Em Munique, uma sugestão de hotel é http://www.hotel-am-viktualienmarkt.de/hotel/index.php , bem localizado, perto da Marienplatz e do mercado. Estive lá em 2006 e o preço era honesto. É familiar, café da manhã bacana, muito limpo. O porém: não tem elevador. Em Colmar, você pode tentar o hotel da rede Logis de France http://www.logis-de-france.fr/uk/index.htm , Beausejours http://www.beausejour.fr/fr/notre-hotel.html; não é no centrinho da cidade, mas de carro é perfeito; tem um jantar, uma espécie de menu-degustação, interessante. De Colmar é possível fazer um passeio de carro por pequenas cidades no entorno, a “rota do vinho” da Alsácia. É lindo! Algumas delas: Rikewhir, Hunawhir, Ribeauvillè.

Lu, não esqueça Würzburg e Bamberg, que são lindas e tombadas pela UNESCO.
Quanto a bases, Rothemburg é uma excelente pedida, especialmente ficando dentro da muralha, porque à noite os turistas vão embora e você tem a cidade toda pra você.
Eu já fiz a rota romântica duas vezes, uma dormindo perto de Bamberg, Rothemburg, depois Füssen e Garmish-Partenkichen; outra (a jato) ficando em Würzburg, Rothemburg (sou fã de carteirinha), e Heidelberg. São lindas, todas.
Quanto a hotéis, fiquei em Rothemburg (duas vezes) no Klosterstübe http://www.klosterstueble.de/ISY/ que é super bem situado – e não deixe de provar a cerveja que eles vendem no restaurante. Em Würzburg, ficamos no Dorint Novotel http://www.accorhotels.com/gb/hotel-5362-novotel-wurzburg/index.shtml , por 87 euros (via Otel.com), super moderno e com café ótimo. Em Füssen, ficamos no Hotel Müller http://www.hotel-mueller.de/our_hotel.html , que tem quartos com vista para o castelo. Não recomendo o hotel que fiquei em Heidelberg, não. E em Munich, ficamos no Hotel Uhland http://www.hotel-uhland.de/enwelcome.html , a 80,50 euros o quarto standard, com banheiro, e café. Não são hotéis muito metidos a besta, mas são bem situados.
Boa viagem!

Gente, estou até emocionada c/este post prá mim!!!! Desde já, agradeço toda tripulação pelas dicas! Ñ sabia que o via Michelin tinha a opção sightseeing. Vou já começar a fuçar e visitar a Deiatatu, que tb ñ conhecia.

Maestro Billy, Heildelberg está nos meus planos sim, mas ñ como cidade base, estaria no deslocamento entre a floresta negra e Rothenburg odt. VC acha Heidelberg melhor p/pernoitar que Rothenburg odt? Vou ver a sua alternativa p/Fussen qq dúvida, te falo.

Caso alguém saiba de algum trajeto legal p/fazer de bike tb pode sugerir.

    O Via Michelin também tem roteiros de bike!
    É no mesmo menu onde tem “sightseeing”. Fica na coluna da direita da página de entrada, na base da página.

Obrigada Riq por mencionar o meu blog 🙂 é sempre uma honra poder ajudar :))
Além das cidades da Rota Romântica do meu blog eu recebi umas dicas quentíssimas de quem conhece bem a regiao falando muuuito bem das cidadezinhas de Nördlingen, Landsberg am Lech e Augsburg. Assim q conferir, com certeza as posto no meu blog.

Ricardo,sou seu fã ha muito,e qual nao foi meu desespero qdo nao vi o blog la no viajeaqui(pode falar!?).Parabens pelo blog nova geraçao!se puder,da uma olhada no meu blog http://algazarradaviagem.zip.net ,que comecei mas nao terminei,onde descrevo minha viagem ao Uruguai,onde qse todas as dicas peguei com vc!
Grande abraço(sou seu fã incondicional!).

Lu,
Eu não tenho nenhuma dica de hotel para te dar, mas se você gosta de pão de mel e biscoitos amanteigados eu sugiro que procure pelos da marca Schmidt (Lebkuchen-Schmidt). A fábrica é em Nuremberg e há lojas em Frankfurt, não sei no resto do país. Eles até entregam no Brasil, mas o frete é caro. O site é http://ww2.lebkuchen-schmidt.com/eng_index.php
Boa viagem!
Abç,

Também adorei Heidelberg. Fiz a visita ao castelo e comi no restaurante que está lá dentro, fazia muito frio e o creme de batatas estava delicioso!

Quase esqueci.
Se puder dar uma passada de pelo menos 1 dia/ 1 noite em Heidelberg, vale também muito a pena. O castelo é um dos mais bonitos da região, tanto de dia quando à noite. É uma cidade universitária desde 1500. Beeeem interessante.

Lu,
Fiz mais ou menos esse caminho/passeio em minha Lua de Mel, no ano de 2001.
Rothenburg é bacana, e os hoteis dentro das muralhas são bem legais. Só tome cuidado pois a cidade “fecha” as 22 horas e fica tudo no escuro. Interessante. Mas alguns lugares ficam abertos lá dentro.
No caso de Füssen, fizemos algo um pouco diferente. Ficamos em Graswang (perto de Oberamergau http://www.graswang.de , que é mais perto de Linderhof. Nessa estrada que sai de Graswang para o Linderhof, se vc seguir adiante, passará pela Austria e voltará para a Alemanha, pertinho de Neuschwanstein. Esse passeio é MUITO válido pois vc passará pelo PlanSee, uma das vistas mais incríveis que tivemos nessa viagem. Mas acorde cedo para esse passeio (sem parar no Linderhof, faça isso na volta).
Boa viagem !
Billy.

Atenção: Os comentários são moderados. Relatos e opiniões serão publicados se aprovados. Perguntas serão selecionadas para publicação e resposta. Entenda os critérios clicando aqui.