Hotel das Cataratas: renasce uma estrela

Vista da Suíte Cataratas

Esta semana a revista americana Condé Nast Traveler anunciou sua Hot List 2010, com uma seleção de 134 novos hotéis ao redor do planeta. O Brasil emplacou três novidades: o Uxuá Casa Hotel, uma coleção de casas no Quadrado de Trancoso; o Tivoli Mofarrej, de São Paulo,  segunda incursão dos portugueses do grupo Tivoli ao Brasil (a primeira foi na Praia do Forte), desta vez repaginando um hotel de luxo a uma quadra da avenida Paulista; e o Hotel das Cataratas, de Foz do Iguaçu, em sua mais nova encarnação, agora sob a administração do grupo Orient-Express. Em dezembro do ano passado eu fui a Foz a convite do Hotel das Cataratas e me impressionei com o que vi — ainda mais à luz do que eu conhecia da vida passada do hotel, quando pertencia à rede Tropical, da Varig.  O texto abaixo (atualizado agorinha) foi originalmente publicado na minha coluna Turista Profissional, que sai todas as terças no suplemento Viagem & Aventura do Estadão.

Espreguiçadeiras de plástico na piscina. Mesas de plástico ao lado da churrasqueira. Cortinas de plástico rosa e paredes azul-turquesa no banheiro. Colchões antigos. Ar condicionado barulhento. Assim era o Hotel Tropical das Cataratas na primeira vez em que me hospedei por ali, em maio de 2005.

A piscina antiga

O serviço era atencioso e simpático, as diárias não pesavam no bolso, mas o hotel claramente não estava à altura do lugar onde fica: dentro do Parque Nacional do Iguaçu, a poucos passos das cataratas.

Caducada a concessão anterior, por pouco o hotel não escapou de fechar para sempre. Havia um movimento em Foz do Iguaçu para que o prédio se tornasse um museu ou centro de visitantes.

A nova licitação foi adiante e, em maio de 2007, o hotel foi cedido por vinte anos para o grupo Orient Express — o mesmo que opera o mitológico trem de luxo e também é dono, no Brasil, do Copacabana Palace.

A reforma começou em seguida — mas o hotel nunca chegou a ser desativado. Toda a equipe recebeu uma segunda chance e os hóspedes tiveram o (duvidoso) privilégio de ver o hotel ser transformado à sua frente; durante alguns meses, isso significou não poder freqüentar a piscina.

Que, a propósito, ficou assim:

A piscina nova

A piscina nova

Em outubro, ainda sem o spa e a recepção concluídos (um inverno inesperadamente chuvoso atrasou as obras), o grupo Orient Express hasteou sua bandeira. Renascia o Hotel das Cataratas.

A fachadaO acesso aos anexos mais novos ganhou detalhes para tornar a aparência mais antigaPara chegar ao restaurante da piscina você passa pelo jardim

Para quem conheceu o hotel na fase decadente, é fácil ver onde estão sendo gastos os US$ 57 milhões da reforma. Os apartamentos eram assim, segundo o meu arquivo implacável:

Apartamento antigo do Hotel Tropical das Cataratas

Ficaram assim:

Um apartamento do Hotel das Cataratas, hoje

Todos foram reconstruídos internamente para abrigar banheiros mais confortáveis. Os azulejos parecem que estão ali desde antes do hotel existir, mas foram desenhados especialmente para a reforma.

Banheiro do Hotel das Cataratas

Banheira!

A área das piscinas não destoa mais do conjunto do hotel — assim como as alas mais novas, que ganharam detalhes para parecerem contemporâneas da porção original do prédio. E tudo está ficando muito mais classudo do que jamais foi.

Restaurante da piscina; área externa

É um belíssimo trabalho — de certa maneira, até mais bem-sucedido do que o realizado pelo grupo no Copacabana Palace. Enquanto no Copa é difícil trazer de volta o glamour de um Rio que não existe mais, no Hotel das Cataratas o Orient-Express pôde inventar um padrão que nunca houve por ali.

Jogo americano

Não se trata de um luxo desmedido — não é assim que se faz um hotel no meio da selva (ou, vá lá, de um parque nacional). Mas o Hotel das Cataratas é elegante na medida: o suficiente para nos lembrar o tempo todo o privilégio que é estar hospedado de frente para as Cataratas do Iguaçu. Substitua as cataratas por Pirâmides ou Taj Mahal e o efeito seria exatamente o mesmo.

Na recepçãoVista da Suíte CataratasFrutas e flores no quarto

As primeiras quedas podem ser avistadas da Suíte Cataratas ou da varanda do bar do térreo. Melhor do que a vista, porém, é ter acesso aos mirantes a qualquer momento. Antes do parque abrir, por exemplo: caminhar até a Garganta do Diabo, sem a companhia das multidões, é possivelmente a atividade física mais bonita que você vai ter oportunidade de fazer na vida. Se não quiser ser tão saudável, aproveite na volta o champanhe do bufê do café da manhã.

Surubim e alcachofras, criação de Russo

O restaurante ao lado da piscina funciona no sistema de buffet — à noite, com churrasco. O restaurante principal só foi inaugurado no início deste ano, com conceito e o cardápio assinados por Russo, o pupilo dileto de Laurent Suaudeau, que se esmerou em criar receitas que aproveitem o potencial dos peixes de rio da região, como o surubim e o pacu. (Infelizmente Russo sofreu um ataque cardíaco no início de abril e veio a falecer.)

Salada de entradaMerengue & geléia de mentaNo buffet

Além da reforma do hotel, o grupo vai investir US$ 7 milhões no parque – uma das primeiras obras será enterrar toda a fiação aparente. Parte da verba está sendo investida no Projeto Carnívoros do Iguaçu, que espalhou câmeras pela mata para identificar os hábitos de onças pintadas, pumas e outras espécies que habitam o parque.

Location, location, location

As tarifas camaradíssimas de soft-opening  já se foram, mas as diárias começam em razoáveis US$ 360, com café da manhã. Comer no hotel, porém, não custa pouco — o buffet da noite sai R$ 90 por pessoa. Ainda assim, acho que é um hotel para pôr na lista das extravagâncias a fazer enquanto o real esteja valorizado (e antes dos holofotes se voltarem para o Brasil por conta da Copa 2014).

Leia mais:

43 comentários

Boa Tarde por gentileza eu gostaria de um orçamento para2013, para 2 pessoas com meia pensão e com o valor do restaurante,por favor incluindo atividades e a visita no Iguaçu obrigado espero seu email de retorno.
Obrigado
Nayhara Alves de Oliveira

    Olá, Nayhara! Somos um site independente! Consulte o Hotel das Cataratas!

Olá Ricardo! Amei o Hotel das Cataratas! Todos os funcionários são muito atenciosos e eu me senti uma rainha sendo mimada o tempo todo com toalhinhas geladas na piscina, refrescos de limão, espetinhos de frutas. A comida do restaurante tb de primeira. Fiquei encantada com a qualidade dos pães, especialmente os croissants leves e saborosos. As sobremesas são um show a parte. Tudo muito caprichado. A academia tb atende bem aos que querem se exercitar. Vale a estada. A única coisa que fiquei um pouco incomodada foi com um pouco da confusão do pessoal que organiza os passeios, mas deu tudo certo no final. Obrigada pela dica! Visitarei sempre o seu site pq é um lugar onde podemos encontrar muitas informações e dicas importantes. Valeu!

Oi Ricardo,

Vc saberia me dizer quais as opções que eu teria para almoço e jantar perto do hotel? Ou teria que fazer todas as refeições lá mesmo? E quanto gastaria lá?

Obrigada

    Olá, Andrea! Aqui quem responde é A Bóia, assistente do Ricardo Freire.

    A única opção para almoço próximo é o próprio restaurante do parque, que tem preços palatáveis.

É maravilhoso ver êsse hotel sendo preservado. Passei minha lua de mel, há 36 anos atráz, nas lindas acomodações desse recanto maravilhoso. Dormir ao som das aguas caindo e acordar com êsse visual não tem como apagar da memória. Revi as fotos ainda esses dias e me bateu uma indescritivel saudade. Eu e meu marido estamos indo rever as cataratas no final deste mes e matar a saudade, pelo menos do visual do hotel, já que hoje as tarifas estão um pouco salgadas.
Agradecida por me fazer dar uma vltinha gostosa ao passado.

Pessoal, alguém sabe me dizer se o Hotel das Cataratas oferece estrutura para receber crianças? Kids club, piscina infantil, play ground?
Obrigado!!!

    Olá, Eduardo! O Hotel das Cataratas conta com uma piscina infantil, mas não tem estrutura de recreação ou parquinho para crianças. Com todos os passeios e a natureza em volta, talvez isso seja dispensável 🙂 Veja mais no site http://www.hoteldascataratas.com.br/

Ok Ric! Cataratas escolhida! Valeu pelo empurrão!! ps: A Kelly minha esposa trabalhou com você na pré-história da W/ggk e manda um beijo….

    O Loi deve ser ótimo também! Só tava dizendo que a diferença de preço tem alguma base 🙂 Dá um beijo na Kelly!

Oi Pessoal! Quero passar o reveillon lá em foz. Alguém já passou? Estou entre o Cataratas ($$$$) e o Loi na Argentina ($$). É impressionante a diferença de preços, como sempre, os hotéis brasileiros ficam pirados no reveillon…. Abraços a todos e pro Ric!

    No caso Hotel das Cataratas x Loi, a piração não é fruto só dos preços brasileiros de Réveillon. São dois hotéis de categoria, proposta e localização distintas. É de se esperar que um hotel em frente às cataratas seja mais caro do que um mero hotel de selva…

Estou planejando minha segunda viagem a Foz e dessa vez pretendo priorizar as cataratas, e estou pensando em me hospedar nesse hotel em setembro. Fiquei encantado com a possibilidade de caminhar até os mirantes antes da abertura do parque. E após o encerramento do parque, às 17 horas, é possível aos hóspedes visitar os mirantes ? Funciona alguma coisa à noite dentro do parque além do hotel ? Numa noite de lua cheia, por exemplo, podemos acessar os mirantes ? É iluminado ? E perigoso ?

    Dá pra ir até as cataratas sim. Acredito que não seja iluminado não. Perigoso não é. Em época de lua cheia o parque abre uma noite para o público, mas nas demais fica só para os hóspedes do hotel. Não há nada funcionando dentro do parque depois do horário de funcionamento a não ser o hotel. O hotel tem restaurante.

    Obrigado pela resposta Ricardo. Cogitei ir para o hotel do lado argentino, o Sheraton. Mas, pelo que me informei, ele ainda está em reforma (merecida!), inclusive com aquelas marteladas barulhentas insuportáveis o dia todo. Sem chance.

Nossa, esta foto aérea dá a real dimensão do hotel e do privilégio de se hospedar nele. É uma extravagância que deve mesmo valer a pena. BEijos.

Atenção: Os comentários são moderados. Relatos e opiniões serão publicados se aprovados. Perguntas serão selecionadas para publicação e resposta. Entenda os critérios clicando aqui.