Japão: dois palitos

Saída de escola em Asakusa, Tóquio
[Saída de escola em Asakusa, Tóquio]

O Japão é um destino desafiador mesmo para o viajante experimentado. Não há a proteção dos passeios em grupo da China nem a estrutura voltada para o turismo de massa da Tailândia. Mas o choque cultural faz parte da diversão: não existe no mundo lugar mais seguro para se sentir momentaneamente perdido. Aí vai um combinado de dicas para começar a planejar a sua viagem.

Kaiten-zushi
[Kaiten-zushi]

CARO? NÃO NECESSARIAMENTE

Se você abrir mão de certos luxos ocidentais – como quarto espaçoso de hotel e corridas de táxi – e se dispuser a comer como um japonês de classe média, sua estada no Japão pode ficar mais em conta do que na Europa. Redes de hotéis voltadas para o viajante a trabalho, como a Toyoko Inn, oferecem quartos pequenos mas bem-resolvidos, com banheiro e café da manhã (japonês) por menos de US$ 100. Restaurantes pequenos e sem preço na porta podem levar à falência; em compensação, dá para se virar com pouca grana nos sushis de carrossel (kaiten-zushi), nos restaurantes especializados em udon (sopas) e nas galerias de alimentação das grandes lojas e estações de metrô (experimente o kari-raisu, arroz com curry acompanhado de frango ou carne, que é o PF do almoço do japonês). Economizando no dia a dia, dá para fazer extravagâncias pontuais.

kyoto
[Kyoto]

COMECE POR KYOTO

A antiga capital imperial é pequena e facilmente navegável por um estrangeiro. Kyoto entrega de cara tudo o que você espera encontrar no Japão; é a melhor introdução ao país que você pode ter. Se você desembarcar em Narita (Tóquio), são 3h30 de viagem em trem-bala; descendo em Osaka (conveniente para quem viaja via Europa ou Dubai), dá 1h30. Kyoto também serve de base para passeios bate-e-volta a Nara (50 min.) e Hiroshima (1h30).

 

O passe
[O passe]

FAÇA UM JAPAN RAIL PASS

É a maior barbada da viagem: pelo preço de uma ponte aérea São Paulo-Rio, você pode cruzar o Japão de trem-bala. O Japan Rail Pass de 7 dias consecutivos custa US$ 300; o de duas semanas, US$ 475. Estude o Japan-Guide.com para descobrir destinos pouco conhecidos (dica: procure Mount Koya e Shirakawa-go); depois consulte os horários de trem no Hyperdia.com.

 

Ryokan
[Ryokan]

HOSPEDE-SE NUM RYOKAN

Se você só puder fazer uma extravagância, que seja essa: hospedar-se uma noite num ryokan, o hotel tradicional japonês. Você vai dormir no tatâmi, tomar banho à maneira japonesa e ter um banquete trazido à noite ao seu quarto. Custa entre US$ 200 e US$ 400 – o que provavelmente custaria só o jantar para dois num restaurante de luxo. Escolha e reserve no site JapaneseGuestHouses.com.

 

Cosplay em Harajuku, Tóquio
[Cosplay em Harajuku, Tóquio]

TERMINE EM TÓQUIO
Deixe o burburinho de Tóquio para o final, quando você já estiver mais escolado. Como regra geral, desencane de achar qualquer lugar que não seja um templo, um parque ou uma loja de departamentos se você não tiver instruções detalhadas de percurso – e um mapa, com endereço em japonês, para pedir auxílio aos nativos. Os hotéis Toyoko Inn mais bem-localizados da cidade são os de Ikebukuro e Shinagawa.

Hakone
[Hakone]

VÁ A HAKONE

Acompanhe a previsão do tempo e aproveite o primeiro dia ensolarado de sua temporada em Tóquio para fazer o circuito de Hakone, um parque a 1h30 de trem. Você vai andar de trem, barco (na verdade, uma caravela bem folclórica) e teleférico – e, num dia claro, vai ter uma das mais belas vistas do Monte Fuji.

Da minha página Turista Profissional, publicada toda terça no caderno Viagem & Aventura do Estadão.

Leia também:

Todas do Japão no Viaje na Viagem

Curtindo  o Japão, por Reginaldo Okada

82 comentários

Quem vai para o Japão não pode deixar de incluir Hiroshima no roteiro. A cidade é linda e tem muito mais para contar do que só uma história triste sobre a bomba atômica.
Este vídeo do Youtube mostra o que tem de legal para fazer na cidade e nos arredores:
https://www.youtube.com/watch?v=gLLJYEn4TWI

Parabéns pelo post, Ricardo. Os comentários também estão sendo muito úteis para o planejamento da minha viagem.

Nesse post de 2009 voce falou que os hotéis Toyoko Inn mais bem-localizados da cidade são os de Ikebukuro e Shinagawa.

Porem em 2011 inaugurou um Tokoyo inn em Shinjuku. Creio que esse seja o melhor localizado agora, voce concorda? To na duvida entre reservar nele ou no Shinagawa.

http://www.toyoko-inn.com/e_hotel/00078/

Obrigada

Olá Ricardo
estou indo ao Japão de férias no final de setembro e vou ficar duas semanas.

Estou tentando começar meu roteiro, mas com tantos lugares lindos e coisas interessantes que estão aparecendo nas minhas pesquisas não consegui nem começar!rs…

Para começar penso em Toquio, Kioto e Hiroshima. Depois pretendo ver os lugares interessantes ao redor de cada lugar.

Quantos dias vc acha que devo ficar em cada lugar? Levando em conta as visitas aos arredores?

Desde já muito obrigada!
Juliana

    Olá, Juliana! Aqui quem responde é A Bóia. Releia o post, este é o roteiro que o Ricardo Freire indica. Infelizmente não temos como confeccionar roteiros individuais. Se puder, passe quatro dias em Kyoto, de onde é possível fazer bate-voltas a Nara e Hiroshima. Reserve pelo menos quatro dias para Tóquio.

    Oi Boia
    muito obrigada pela sua resposta. Li o post da Dani e consegui começar meu roteiro.

    Obrigada

maravilhaaaaa…vou ficar esperando esse post dele sim…se possível, me avise no meu e-mail particular que retransmito para centenas de santistas que conheço e que estão desesperados por dicas pra o Japao
minha passagem ta comprada ja…vou dia 09 e volto dia 19/12, para Tokyo…mas to pensando em nem ficar la, ir direto para Kyoto de trem bala
seguindo os conselhos do Ricardo…estou bolando a primeira fase da viagem (até 14/12, dia do primeiro jogo em Toyota), tendo como base a Cidade de kyoto, de lá partindo para varias cidades, inclusive para Toyota…
depois, no segundo jogo (dia 18/12 em Yokohama), permaneer baseado em Tokyo
bem…estarei ancioso esperando esse post
e se possível me contate diretamente por [email protected]
abração

    Olá, Alexandro! Não respondemos nada por email, desculpe! Fique ligado e volte sempre 😀

Ola Ricardo
estou indo para o Japão em dezembro, exatamente para ver o Santos FC no mundial da Fifa…e se Deus quiser trazer a terceira estrela…rsrs
seguinte…tenho acompanhado mto suas dicas e como vou por sem aocmpanhar excursões, vou acompanhá-las…chego no dia 10/12 em Narita e ja pretendo partir para Kyoto, e de la fazer os bate-volta sugeridos…para no final da viagem…passar o fds do dia 17 e 18 em Tokio, pois retorno no dia 19
ocorre que acabei de saber que a estréia do Santos se dará numa cidade chamada Toyota, no dia 14…
vc sabe se la tem trem bala? conheceu la? tem ideia de qual seria a melhor cidade para estar baseado perto de Toyota…pq estou achando que esta Cidade so vale a pena no dia do jogo mesmo…
o que vc pensa…
qual roteiro me sugere..
sendo que depois do dia 14, tenho q ir em direção a Yokohama…já que a final é la no dia 18/12 (domingo)…vale a pena ficar la o so no dia da partida mesmo
grato desde ja
aguardo retorno

    Olá, Alexandro! Aqui quem responde é A Bóia, assistente do Ricardo Freire para perguntas.

    Infelizmente o Ricardo Freire não tem tempo para elaborar roteiros individuais.

    Mas felizmente o assunto é importante, e você acaba de dar a idéia a ele para um post 😀

    Caso você ainda não tenha comprado a passagem, tente chegar por Osaka, assim você já estará do ladinho de Kyoto.

Atenção: Os comentários são moderados. Relatos e opiniões serão publicados se aprovados. Perguntas serão selecionadas para publicação e resposta. Entenda os critérios clicando aqui.