Japão que moeda levar

Enquete: que moeda você levou para o Japão?

Japão que moeda levar

O Diego está planejando uma viagem para o Japão e pediu um help na caixa de comentários. Quem foi recentemente ao Japão e pode comentar sobre sua experiência com dinheiro, cartões de crédito, cartões de débito, casas de câmbio e caixas automáticos?

Antes de deixar sua pergunta, o Diego fez o dever de casa e vasculhou a internet em busca de informação atualizada. Parti da pesquisa dele para escrever o texto básico deste post. Conforme forem chegando os relatos dos viajantes, eu vou encorpando o texto.

Cartões de crédito e débito no Japão

  • Cartões de crédito e débito não são universalmente aceitos no Japão. Hotéis e lojas maiores (e muitos táxis) aceitam, mas todo o pequeno comércio, hotéis de menor porte, ryokans e a maioria dos restaurantes trabalham apenas com dinheiro vivo
  • Poucos caixas automáticos funcionam com cartões estrangeiros. O jeito mais fácil de localizar um caixa automático interligado ao sistema internacional é nas lojas da rede 7-Eleven, que normalmente têm caixas. Para ver a localização das lojas, clique aqui
    Os Correios japoneses também têm caixas automáticos que funcionam com cartões estrangeiros. O Banco Postal inclusive tem um app que indica o caixa automático mais próximo (clique aqui)
  • Nem todos os caixas, porém, funcionam à noite (então é melhor sacar de dia)

Vale a pena fazer saque em caixa automático no exterior?

Em princípio, sim. A cotação que você consegue no caixa automático é bem próxima da cotação interbancária — melhor do que a da casa de câmbio, e sem variar conforme o dia ou o horário do saque ou a localização do caixa automático. (Já casas de câmbio oferecem cotações diferentes em dia útil e no fim de semana, durante horário bancário e fora do horário bancário, no aeroporto e no centro da cidade.)

A incidência do IOF de 6,38%, porém, ‘come’ a vantagem da cotação (mas ainda assim pode morder menos do que uma casa de câmbio que ofereça uma cotação muito ruim).

A maior pegadinha dos caixas automáticos são as tarifas bancárias. Há uma tarifa de saque, cobrada pelo seu banco brasileiro, e uma tarifa de uso do equipamento, cobrada pelo banco local dono do equipamento. Essas tarifas costumam ser fixas. Por isso, ao fazer saques em caixa automático, saque sempre a quantia mais alta possível, para que as tarifas se diluam.

Dinheiro vivo: levo dólar ou yen?

(Desculpem os revisores, eu digo ‘yen’ e ‘yens’. ‘Ienes’ não é de Deus.)

Se você prefere viajar com dinheiro vivo, ou se quer sair do Brasil com uma reserva de yens para chegar sossegado, saiba que, pelo menos em São Paulo, está valendo a pena comprar yens.

Ontem, dia 17 de janeiro, refiz uma pesquisa que deu resultados bem parecidos aos da última vez que eu tinha feito.

Primeiro, verifiquei a cotação interbancária entre dólar e yen no site da Oanda. Ontem, 1 dólar estava valendo 110 yens na cotação interbancária.

Então, pesquisei num site de comparação de cotações de casas de câmbio a cotação do dólar em São Paulo. A menor cotação deu R$ 3,37 (já com IOF de 1,1%). Pesquisei no mesmo site a cotação do yen, e 1 yen estava valendo 0,0313 reais (já com IOF de 1,1%). Dividindo 3,37 por 0,0313, vi que em São Paulo 1 dólar comprado na melhor cotação estava valendo 107 yens. Ou seja, menos de 3% de diferença com relação à cotação interbancária. Excelente. Com essa diferença, não vale o perrengue de comprar dólar e perder tempo no Japão procurando casa de câmbio com cotação melhor. Já vale a pena comprar yen direto.

Para saber se na sua cidade (ou no momento da sua viagem) compensa mais comprar dólar ou yen, refaça esses quatro passos:

  • Veja a cotação interbancária na Oanda
  • Verifique a menor cotação do dólar na sua cidade
  • Verifique a menor cotação do yen na sua cidade
  • Divida a cotação do dólar em reais pela cotação do yen em reais
  • Se der uma diferença de até 5%, compre yen

Onde trocar dólar por yen no Japão

Caso você já tenha os dólares (ou euros, ou libras) ou seja mais negócio comprar dólar na sua cidade, você vai precisar trocar por yens no Japão.

Nesse caso, faça seu câmbio enquanto estiver numa cidade grande. É difícil encontrar casas de câmbio em lugares menores. Tenha em mente que as cotações são melhores durante a semana, no horário bancário, e pioram à noite e nos fins de semana (nas casas de câmbio que eventualmente abram à noite e em fins de semana).

Clique para encontrar casas de câmbio de quatro redes no Japão:

Não leve reais para o Japão (a não ser que você vá vender para alguém interessado em vir para o Brasil e acerte de antemão uma cotação intermediária que seja interessante para os dois lados).

É seguro andar com dinheiro vivo no Japão?

Quando estive em Tóquio, em 2005, a cena que mais me impressionou foi no metrô. Num horário que não era de pico (e por isso consegui observar), um homem sentado na minha frente tirou um envelope da pastinha e abriu. Era um envelope de dinheiro. E o homem começou a contar o dinheiro. Tranqüilamente, dentro do metrô. Esse é o nível de segurança de Tóquio.

De todo modo, não carregue seu dinheiro em bolsas ou na bagagem, porque você pode perder ou extraviar.

Não há problema em pagar coisas baratinhas com notas grandes. No Japão, todo mundo tem troco ninguém reclama de trocar.

Como foi sua experiência com dinheiro e cartões?

Conte pra gente, e ajude este post a ficar mais útil para quem vai ao Japão:

  • Você levou yens? Foi fácil/vantajoso comprar na sua cidade?
  • Você levou dólares? Enfrentou algum perrengue para trocar? Alguma dica de cocheira?
  • Usou seu cartão do banco ou pré-pago para saques? O limite de saques era adequado? Funcionou bem nos caixas da 7-Eleven ou do Correio? Qual é o seu banco e a bandeira do seu cartão?
  • Conseguiu usar cartão de crédito no Japão?

Super domo arigatô!

Leia mais:


Japão que moeda levar

60 comentários

Estive no Japão em fevereiro/2020 e cheguei pelo Aeroporto de Narita, onde foi encontrada a melhor cotação para troca. 1 dólar valia 109 ienes. Em todos os outros locais visitados a conversão tinha pior cotação.

Concordo, tenho um bolsinha tipo pochete que dá para ficar na cintura por dentro da calça sem atrapalhar, fiz isso no Chile e deu bem certo,agora quem tem milhões fica difícil

Atenção: Os comentários são moderados. Relatos e opiniões serão publicados se aprovados. Perguntas serão selecionadas para publicação e resposta. Entenda os critérios clicando aqui.