Toronto: subindo na CN Tower

CN Tower, Toronto

Nesta viagem eu resolvi parar de me estressar com a previsão do tempo. Não sei se foi sempre assim, mas me parece que os caras são pessimistas profissionais. Se houver 30% de possibilidade de chuva, o que aparece no desenhinho da previsão? Chuva. Hmpf. Previsão assim não é previsão: é a informação do pior cenário. Assim, até eu.

Pois não é que ontem Toronto amanheceu sem uma nuvem sequer no céu? Mesmo desencanado etc. resolvi consultar a previsão do tempo para ver quando é que o pior cenário poderia se instaurar. E não é que o pior cenário era sol, sol, sol, sol e mais sol, sem nenhuma possibilidade de chuva? Ueba! Dia melhor impossível para subir à CN Tower. Certo? (Até porque o pior cenário do dia seguinte era chuva a partir do meio da manhã.)

Até a inauguração do Burj Dubai a CN Tower era a torre mais alta do planeta. Hoje é apenas a mais alta do Ocidente. Guinness Book à parte, ela é o Cristo Redentor de Toronto, o marco que você procura no horizonte.

A localização é bem no centro da cidade, perto do lago e a poucas quadras da Union Station, a estação ferroviária.

A estrutura tem 553 metros, mas os observatórios ficam em alturas menos vertiginosas. O primeiro mirante (“Look Out level”) está a 346 metros do chão. O segundo (“Sky Pod”), a 447 metros. (O observatório-padrão do Burj Dubai fica a 452 metros.)

Há três restaurantes: o 360, que é rotatório e caro, e fica um pouco acima do primeiro nível (a 351 metros); o Horizons e o Far Coast Café,  que comem dois cantos preciosos no Look Out level.

Você escolhe entre três tipos de ingresso:

Observation Experience leva apenas ao Look Out level (23 dólares canadenses; crianças, 15 dólares canadenses)

Observation Experience Plus dá direito também ao Sky Pod (29 dólares canadenses; crianças, 25 dólares canadenses)

– Total Experience também inclui um filme em 3D e uma “movie ride” à la Epcot Center (35 dólares canadenses, todas as idades)

Pois bem. Fui todo pimpão no meu dia perfeito para subir à CN Tower e… ao comprar o ingresso, fui informado que o Sky Pod (o nível de observação mais alto) estava fechado devido ao vento.

Aaaaaaaaaaaaah…….

Bem. Como no dia seguinte a previsão do pior cenário era bem ruinzinha, subimos assim mesmo.

CN Tower, Toronto

O elevador leva 1 minuto exato para subir até o Look Out level. O mirante tem dois níveis. Um, envidraçado — e que não oferece os 360º da vista por causa do restaurante e do café.

No andar inferior há uma varanda de 360º sem vidros, mas gradeada. (Achei que as fotos ficaram melhores com as grades do que com o reflexo do vidro do andar de cima).

CN Tower, Toronto

CN Tower, Toronto

Antes de descer você ainda pode sentir a vertigem de caminhar sobre o chão de vidro vendo a calçada 350 metros lá embaixo.

CN Tower, Toronto

CN Tower, Toronto

Desejo muito sol e pouco vento quando você for!

Leia mais:

28 comentários

Oi…Como fazemos para usufruir da cervejinha free no Steam Whistle? É só levar o ingresso da CN Tower, chegar lá e pedir?? rsrsrs

    Olá, Sarita! Para ganhar a cerveja grátis no Steam Whistle, é preciso fazer o tour.

Olà
O restaurante 360* da C N Tower é caro, mas vc não paga para subir e tem acesso a tudo.
A dica é ir no final do dia e aproveitar a vista noturna da cidade.
Outra dica é assistir um jogo de futebol americano na Universidade de Toronto, em Yorkville, além de ser de graça vc vai se sentir como se fosse um local.
Adorei Toronto

Amigos, iremos, eu e minha mulher em agosto 2013 para o Canadá. Pensamos em comprar um pacote de 11 dias mais por comodidade que por outra coisa. Como o pacote se inicia sempre aos domingos, gostaria de uma dica: o início é em Toronto e o fim em Montreal. Penso em ir 3 dias antes ou depois para aproveitar mais a viagem. A pergunta: vou antes e fico em Toronto ou fico mais 3 dias no final em Montreal? Onde teremos mais opção de diversão? Lembro que temos 62 e 53 anos, portanto nossa diversão não pode ser muito radical. Agradeço pelas dicas

    Olá, Gladstone! Há quem curta mais Toronto, há quem prefira Montreal. Leia sobre as duas cidades e siga seu coração.

A questão da previsão do tempo é realmente interessante. Além de passar na tv 24h, até no metrô de Toronto tem televisões com a previsão do dia. Mas sabe que depois de um mês que passei lá eu me afeiçoei a isso?

Preciso confessar que fiquei um pouco decepcionada com a vista da CN Tower. Estava hiper empolgada para ir lá e considero que fiz programas melhores. O que mais valeu na torre, pra mim, foi o chão de vidro; tenho foto do pé, deitada no vidro, sentada, etc.

Como mencionou a Vera Lucia, o ICE WINE é imperdível. Não deixe de experimentá-lo ou comprá-lo para trazer. No freeshop do Aeroporto de Toronto eu achei.

Este parece ser um vício da meteoroligia em quase todo canto, eles morrem de medo de não prever chuva e chover mas não parecem se preocupar tanto em prever chuva e não chover, acho que supõem que a população prefere assim também, que é melhor ter uma surpresa boa (previsão de chuva e não chover) do que ruim (chover sem previsão). No RJ tem previsão de chuva para quase todos os dias do ano em alguns sites (wundergorund é um deles), previsão de sol sem culpa só quando o tempo está “firmaço”.

Pessoal
Queria dicas de hoteis em Toronto…
Ou pelo menos em que região se hospedar.
Valeu

    Olá, Andrea! O Ricardo Freire esteve lá há pouco e fará um post em breve sobre o assunto.
    Podemos adiantar que o lugar mais descolado é West Queen West, onde estão os hotéis-butique Drake e Gladstone.
    Mas hospedando-se em Downtown você estará bem localizada para tudo.

Eu tenho um mico pra contar sobre a CN Tower, hehe

Fui pra lá no fim de tarde pra pegar o por do sol e as luzes da cidade acendendo e comer algo no 360.

Depois de algumas fotos, seguimos em direção ao restaurante.

Consegui uma mesa bem localizada, mas, enquanto comia, notei que o negócio não girava de jeito nenhum. Pensei logo: justo no dia que venho esse troço tá com problema!!!

Chamei um garçom e perguntei o que tava acontecendo. Só aí descobri que estava no Horinzons e não no 360… hehehe

Tava até estranhando pq o preço da comida não era alto como diziam sobre o 360!

Mesmo assim valeu pena, rendeu mais um mico pra contar!

Foi nesse chão de vidro que me senti mau (vertigem, tonteira?) só viemos saber que estava com uma TVP – Trombose Venosa Profunda quando fomos avisados pelo médico que fez os exames após constatar minha perna esquerda inchada.
Bem, não era isso que queria falar e sim de uma Gaivota que ficou parada na ponta de um poste a 2 metros da minha pessoa e ao tirar a máquina fotográfica (tirei a foto) ela cuspiu na lente e foi embora. Foi sensacional.

Atenção: Os comentários são moderados. Relatos e opiniões serão publicados se aprovados. Perguntas serão selecionadas para publicação e resposta. Entenda os critérios clicando aqui.