Nova York: uma caminhada por Village, Soho e Lower East Side

Prince St., Soho

Quando os néons e LEDs de Times Square começarem a cansar a vista e você precisar tirar uma folga das multidões das calçadas de Midtown, é a hora de passear em Downtown. Na parte baixa de Manhattan os prédios são baixos e a densidade demográfica é mais encarável. E se você é desses/dessas que curtem garimpar lojinhas diferentes, bares e cafés transadinhos, talvez não queira nunca mais sair daqui…

Este é um roteirinho para começar entre o meio e o fim da manhã. Sem muitas paradas, em duas horas tá tudo feito. Mas se você se entusiasmar, um dia inteiro não será o suficiente.

Greenwich Village

Washington Square, Village

Comece na Washington Square, uma praça com status de parque que fica no final (ou melhor: no início) da 5a. Avenida, à altura do que seria a rua 8 (mas no Village as ruas não são numeradas). É fácil de reconhecer pelo arquinho do triunfo bem em frente à 5a. Avenida. A New York University (diga sempre NYU — “enuaiú”) tem seu campus principal nas redondezas, então a praça está sempre animada.

Washington Square, Village

Washington Square, Village

Desde os anos 60 o Village é um reduto alternativo em Manhattan. Hoje a boemia do bairro já migrou para o East Village (para lá da Broadway, em direção à 3a. e 2a. Avenidas). O lado mais bonitinho é o West Village (melhor visitado num passeio combinado com o Meatpacking District; vou fazer um post sobre isso).  Mas esse miolinho histórico é superdivertido de percorrer, pois conserva lojinhas, cafés e restaurantes cheios de personalidade.

Greenwich Village, Nova York

Thompson esquina Houston

Dê uma voltinha pelos quarteirões ao sul da praça (do lado oposto ao do arco do triunfo) e use a Thompson ou a Sullivan como eixo para atravessar a Houston e chegar ao Soho.

Soho

Prince St., Soho

Soho é a abreviatura de “south of Houston” — ou seja, ao sul da rua Houston (diga: Ráuston) que você acabou de atravessar. O bairro surgiu no meio do século 19, com prédios que faziam uso de estruturas de ferro fundido. Nos anos 70, decadente, o lugar foi adotado por artistas, que inventaram ali o conceito de “loft”. No fim dos anos 80 se tornou endereço de galerias de arte e grifes de vanguarda.

Prince St., Soho

Prince St., Soho

Hoje em dia o Soho tem um comércio mais convencional, com lojas de rede e restaurantes comportados. Mas continua um lugar interessante para passear e ver vitrines. Use a Prince como eixo principal e bata em revista as transversais e paralelas.

Nolita

Broadway no trecho entre Soho e Nolita

Cruze a Broadway (que neste trecho está cheia de lojas que oferecem marcas como Levi’s e Converse a preços parecidos com os dos outlets) e em três quadras você chega a Nolita (“North of Little Italy”). Nas ruas Mott e (sobretudo) Elizabeth você vai encontrar lojinhas, restaurantinhos e barzinhos no estilo que encontraria no Soho de quinze anos atrás.

Noho

Prince St., Nolita

Elizabeth St., Nolita

Querendo aproveitar a viagem para dar um rolezinho por Little Italy, é só andar uma ou duas quadras para a direita. (Na esquina de Mott e Spring fica a Lombardi’s, primeira pizzaria de Nova York.)

Bowery

Bowery visa de Prince

A Prince termina na Bowery, uma rua onde não param de abrir lugares da moda. Um endereço que se mantém é o DGBG, primeiro restaurante de Downtown de Daniel Bouloud, especializado em lingüiças e hamburgers).

Lingüiças no DBGB, Bowery, Nova York

Deve ser por isso que eu cruzei acidentalmente por ali com nossos foodies prediletos, os destemperados Diogo e Rê.

Bowery, Nova YorkDiogo e Rê dos Destemperados

Fica também na Bowery o modernoso New Museum — este cubo assimétrico brancão da foto mais acima (visto da última quadra da Prince).

Lower East Side

Segunda Avenida

Use a Stanton como seu novo eixo. Cruze a segunda avenida e seja bem-vindo ao Lower East Side.

Lower East Side, Nova York

Abreviado como LES (mas nunca pronunciado desta forma), o Lower East Side é um antigo reduto de imigrantes que vem se transformando vertiginosamente. A noite de lá já é uma das mais animadas de Manhattan. De dia vale a pena caçar lojinhas independentes, com pit stops para reabastecimento no café ou barzinho que lhe apetecer.

Lower East Side, Nova York

E se quiser terminar a caminhada com um programa cultural, reserve antecipadamente uma visita guiada ao Tenement Museum, que reproduz as condições de moradia dos imigrantes do início do século 19.

O clássico do bairro é a Katz’s (Ludlow esquina E Houston), gigantesca deli judaica cujo que serve o melhor pastrami da cidade.

Leia mais:

90 comentários

Riq,
Vou para NYC dia 7/10 pela segunda vez esse ano pois eu e meu marido ficamos fascinados por essa cidade!Graças a vc, suas dicas, e claro, as dicas de quem te segue, minha viagem tem tudo para ser incrivel! Estou viciada em ler as novidades que vc posta! Nunca mais saio de férias sem antes checar suas sugestões! Parabens!

@ Naila Soares
em outubro vou a NY e vou ficar na West 77th Street (num ap) fico no primeiro quarteirão que é ao lado no Museu de Historia Natural, em frente ao Central Park, na volta dou dicas!

Agora tô agoniada: tem 4 dias que cheguei de NYC e já tô querendo voltar!!! O post mais os comentários dão para mais 1 semana na Big Apple, OMG!!!

Riq, nota mil esse passo a passo! Já explorei o lado Village e Soho. Desta vez explorarei também o LES. Com dicas várias (suas, dos comentários daqui e tantos outros blogs) já tinha marcado alguns pontos do caminho, mas esse mapinha ficou show.
Obrigada!

Riq e trips,
Posso detalhar? (meu TOC)

SoHo:
Marc Jacobs Special Items – 403-405 Bleecker St x Perry St.
Pechinchas Marc Jacobs!

Village:
Prédio Friends – Bedford x Grove st.
Prédio Carry (Sex&City) – St Luke´s Place – Houston st – vila de 15 casas do séc.XIX.
Isaacs-Hendricks House – 77 Bedford st – Casa + antiga, de 1799 (a de esquina). Ao lado: Casa + estreita de NY (2,9m) – 75 ½ Bedford st – construída em 1893, onde era um beco. Na frente tem um restaurante brasileiro!
Grove Court – Christopher St x Sheridan Sq – de 1854.

Washington Square Park:
Era pântano, virou cemitério e depois parque. Na construção do parque 10mil esqueletos foram exumados. Em 1819 era usado para duelos e execuções públicas na forca. O elmo da forca está no extremo noroeste. O atual Arco do Triunfo(1895), que cruza a 5th ave, substituiu um de madeira feito em comemoração do centenário da posse de George Washington. Aqui está a árvore mais antiga de NY (carvalho).

Nas cercanias há algumas lojas de vinhos californianos, entre eles o Chateau Montelena.

Este passeio foi o que eu mais gostei de NY!

Iremos em agosto…no “dia 5” do nosso roteiro, programei assim:

– Manhã: Café no Murray’s Bagels, High Line Park, Chelsea Market, prédio de Friends*
– Almoço: Pommes Frites e/ou Mamouns e/ou Katz’s
– Tarde: Washington Square Park, Village, Soho, Lower East Side

É possível encaixar “tudo isso” num dia (hardcore) de caminhada? :o)

    Se o objetivo for só andar do ponto A ou B, dá sim. Mas para aproveitar o passeio, isso é a versão duas pernas de city tour de ônibus – “tira a foto e anda logo pra dar tempo”.

    Xará (André L.), o que você recomenda, então? Voltar na manhã de sábado pra fazer Village, Soho, Lower East side e almoçar no DBGB?

    Ou fazemos de tarde, jantando no mesmo boteco? :o)

    Por enquanto, temos o sábado livre, de reserva pra fazer algo que não tenhamos feito nos 5 dias anteriores.

Fiz esse passeio aos poucos, sem saber muito bem por onde tava andando…e já decidimos que da próxima vez vamos ficar por essa região…
Pena que ainda não tinha o post.

Beleza de roteiro! Estão aí minhas “zonas” prediletas de Manhattan 😉 Só faltou eu incluir o DGBG na programação desse ano.

Também fiz um passeio pelo East Side e adorei! A Mott e a Elizabeth são o autêntico Soho de antigamente mesmo. Sugiro ainda outro passeio, quando chegar ao New Museum pegar a Stanton e seguir alguns quarteirões, depois voltar pela Rivington. Na Stanton almoçar no Meatball Shop (delícia!) e entrar nas ruas laterais, Orchard e Ludlow onde há lojinhas alternativas e brechós interessantes. Comer um cupcake no Sugar Sweet Sunshine e voltar pela Rivington. Bjs!

Atenção: Os comentários são moderados. Relatos e opiniões serão publicados se aprovados. Perguntas serão selecionadas para publicação e resposta. Entenda os critérios clicando aqui.