Pompéia

Passo a passo: bate-volta de Roma a Pompéia e Nápoles

Pompéia

Para quem tem um dia sobrando em Roma (ou seja: se vai ficar mais de quatro dias na cidade na primeira vez, ou se está voltando e não precisa mais bater ponto em todos os lerês básicos), fazer um bate-e-volta até Pompéia é tentador. E tudo fica ainda mais redondo – em todos os sentidos – com uma passadinha por Nápoles, para experimentar la vera pizza napoletana. É um passeio bastante exaustivo, mas recompensador. Vem comigo:

Ida: Roma-Nápoles-Pompéia

Roma Termini

Para dar conta do programa inteiro, pegue um trem que saia na faixa das 7 da manhã. Os mais rápidos são os da linha Freccia, que fazem o percurso em 90 minutos e custam desde €19 por trecho (na tarifa SuperEconomy; compre a partir de 120 dias de antecedência). O velho Intercity leva duas horas e custa desde €9 por trecho (na tarifa SuperEconomy, comprável a partir de 120 dias de antecedência).

Trenitalia

Compre na Trenitalia; quanto maior for a antecedência, melhores são as chances de conseguir as tarifas econômicas. Se deixar para comprar na hora, você vai ficar na dependência de haver assentos livres e pode ter que pagar as tarifas cheias (€43 no Freccia e €26 no Intercity).

A Italo também faz Roma-Nápoles em trens rápidos em 80 minutos, mas as saídas são da estação Roma Tiburtina e o primeiro trem é às 8h56. Os preços começam em 17 euros (tarifa Smart).

Baldeação
Napoli Garibaldi

Ao desembarcar na Estação Central de Nápoles, siga as setas para a ferrovia regional EAV (antiga Circumvesuviana), que sai da estação Napoli Garibaldi, anexa. Prepare-se para o downgrade: esta é uma linha suburbana, com trens em sua maioria detonadinhos; costumam trafegar bem lotados. Antigamente havia um passe diário (biglietto giornalero), mas não há mais. Você vai precisar comprar uma corsa semplice (viagem simples), na bilheteria ou na maquininha. Custa €2,60 por perna e leva cerca de 40 minutos de Napoli Garibaldi até Pompei Scavi Villa dei Misteri (veja horários aqui).

Para quem pernoitar na véspera: entre maio e outubro, a EAV opera o Campania Express, com ar condicionado e lugar marcado, que vai de Nápoles a Sorrento com apenas duas paradas, em Ercolano e Pompéia (Pompei Scavi Villa dei Misteri). A tarifa ida e volta custa €15. Pena que não sirva para o bate-volta: as saídas de Nápoles são às 8h40, 12h06 e 18h36 — não dá para chegar de Roma a tempo de pegar o das 8h40 (e o das 12h06 é tarde demais para o bate-volta). O tempo de viagem é o mesmo do trem comum. Dá para comprar online aqui. Para aproveitar esse trem (que só opera entre maio e outubro!), você pode pernoitar em Nápoles na véspera e deixar suas malas no guarda-volumes da estação antes de pegar o primeiro Campania Express do dia.

Salte na porta

Pompei Scavi

Existem quatro estações chamadas “Pompei”. Para descer direto na certa, pegue o trem na direção Sorrento e salte em Pompei Scavi – Villa dei Misteri (“scavi” quer dizer “excavações”).

Em Pompéia

Pompéia

Pompéia abre todos os dias (exceto no Natal, 1º. de janeiro e 1º. de maio). A visita custa €11 (grátis para menores de 18 anos com passaporte europeu; maiores de 60 anos pagam meia-entrada).

Pompéia

Na entrada, arme-se de folhetos explicativos (grátis) ou alugue um audioguia em espanhol (€ 6,50). Para não pegar fila na bilheteria, você pode comprar sua entrada online (por €13) aqui.

Pompéia

Se você vai continuar para Sorrento, deixe sua mala no guarda-volumes. Fica na entrada Porta Marina (a mais próxima da estação Pompei Scavi Villa dei Misteri da EAV/Circumvesuviana). Se está com uma bolsa pesada, deixe também. Mas leve água. As ruínas são bastante espalhadas; você vai levar umas três horas para ver o essencial. Não deixe de incluir no seu roteiro a Casa do Fauno, a Casa dos Vetii, as Termas do Fórum, os Teatros e a Villa dos Mistérios. Há um bandejão razoável perto das Termas.

Tarde em Nápoles

De volta à estação de Nápoles, procure a plataforma da linha 2 do metrô (Metropolitana FS). A tarifa custa €1,20. Salte uma estação adiante, Piazza Cavour. Procure o túnel subterrâneo que leva à estação Museo, de onde você emerge direto no Museu Arqueológico.

No museu
Museu Arqueológico Nápoles

A visita ao Museu Arqueológico Nacional (Piazza Museo Nazionale, 19) não é fortuita: ali estão abrigados os mosaicos, afrescos e esculturas originais retirados de Pompéia e Herculanum, complementando o que você viu pela manhã. Para ir direto a eles, suba a escadaria e vire à esquerda no primeiro andar. Ao fundo, não perca o Gabinete Secreto, onde estão expostas as obras de arte erótica que deram a fama de devassa a Pompéia. O museu fecha às terças; a entrada custa € 8.

Varais
Nápoles

Você não vai ter tempo para ver a baía de Nápoles do alto, mas vai poder caminhar pelas ruelas pitorescas da Nápoles antiga – com a carteira num lugar protegido e a mochila bem segura, claro. Desça a Via Duomo, vire à esquerda na Via dei Tribunali e depois à direita no Vicolo della Pace; um pouco antes do Corso Umberto I você chega à última parada do tour.

Acabando em pizza
Da Michele

A Da Michele (via Cesare Sersale, 1-3) é uma das pizzarias mais antigas em funcionamento em Nápoles, e abre das 11h às 23h, sem fechar à tarde (mas atenção: fecha domingo). A massa é crocante nas bordas, elástica e molhadinha no meio, de um jeito que você provavelmente nunca provou (e que é a verdadeira pizza napolitana). Só há duas coberturas: marinara (alho e tomate) ou margherita (peça com “doppia mozzarella”). Duas pizzas e duas cervejas não sairão mais do que € 15.

(Ah, sim: esta é a pizzaria que a Julia Roberts vai comer em Comer, Rezar, Amar. Mas eu já era fã muito antes :mgreen )

A volta

Napoli Centrale
Marque o trem de retorno a Roma para depois das 19h. Da pizzaria à estação são 15 minutos de caminhada pelo Corso Umberto I. Não se espante se o seu trem estiver (bastante) atrasado: você está no sul da Itália, não na Suíça alemã…

Pernoitando em Nápoles

Se você vai continuar viagem para a Costa Amalfitana e Capri, pernoitar em Nápoles vale a pena.

Pernoitando na véspera do passeio a Pompéia, você pode visitar o Museu Arqueológico ao chegar, à tarde, e à noite jantar sua vera pizza napolitana. No dia seguinte, acorda sem pressa, faz check-out no hotel e embarca no trem a Pompéia com as malas; deixa as malas no guarda-volumes da entrada Porta Marina, e depois prossegue a Sorrento, onde (1) embarca para Capri ou (2) pega o carro alugado para seguir a outra base na costeira ou ainda (3) monta base em Sorrento.

Pernoitar na volta do passeio a Pompéia faz você aproveitar melhor o tempo (combina Pompéia e Nápoles em um dia, em vez de um dia e meio) e permite embarcar no dia seguinte ainda de manhã a Capri. A logística desse passeio fica assim: você deixa as malas no guarda-volumes da estação de Nápoles, vai a Pompéia sem bagagem, volta, vai ao Museu, e só então passa de volta na estação para pegar as malas e ir de táxi ao hotel. A pizza fica para a noite também.

Na minha última ida a Nápoles, fiquei no M Gallery Palazzo Caracciolo, que tem estrutura moderna dentro de um palacete antigo, bem na muvuca do centro histórico; o custo x benefício foi excepcional. Querendo dormir perto do Molo Beverello (de onde saem os barcos para Capri), dê uma olhadinha no Napolart (atenção: a vista da baía na parede é um painel, não é a vista de fato) e no La Baia di Partenope. Caso seja mais interessante dormir perto da estação de trem, o Una Napoli é uma escolha segura.

Leia mais:


Passagens mais baratas para Roma no Kayak

Encontre seu hotel no Booking

Faça seu Seguro Viagem na Mondial Assistance

Alugue seu carro em Roma na Rentcars em até 12 vezes e sem IOF

Passeios e excursões em Roma com a Viator

814 comentários

Muito bom este site. Gostaria de tirar uma duvida, qual o melhor mês para viajar para a Itália ou seja, mas econômico. Há alguma companhia area mais em conta? Você sugere algum hospedagem no airbnb? Muito obrigada.

    Olá, Vania! Os meses mais em conta para hospedagem são os mais frios, janeiro/fevereiro. Mas você aproveita menos e os preços das passagens saindo do Brasil são altos. Tente viajar em setembro, é um ótimo mês de transição entre o verão e o outono, com tempo ainda firme.

Bom dia, amei suas dicas, estou programando uma viagem para Itália, queria ir para roma e fazer vários bate volta para veneza, verona, pisa, Nápoles e pompeia, só não sei se contrato uma empresa de transfer ou vou de trem? Fico insegura não falamos nada de italiano. O que vc sugere? Obrigada.

Bom dia pessoal do VnV
Tudo bem om vocês?
Pretendo ir para a Itália em junho (se o corona deixar), e sempre consulto as suas orientações antes de viajar pois elas são de grande ajuda. Segundo e orientação do xará, pretendo fazer Rio/Roma e Nápoles/Rio pois quero ir a Pompéia, Capri e Sorrento. Pergunto se é uma boa ideia este roteiro

    Olá. Ricardo! Sim, é. Se não conseguir uma preço interessante nesta fórmula, compre Rio-Roma-Rio, vá de Salerno a Roma em trem rápido e durma em Roma na véspera de embarcar de volta.

    Em julho, alto verão, não haverá condições para contágio de gripe na Europa. O surto estará firme aqui no Centro-Sul do Brasil.

Olá, estou indo a Roma com minha família (marido e duas meninas 9 e 13 anos) pela primeira vez. Ficaremos 6 dias no total. Gostaria de saber se, mesmo sendo a primeira vez em Roma, vale a pena descer para Nápoles e Pompéia ou se 6 dias é pouco e deveríamos ficar somente em Roma.
Outra dúvida é: se temos tempo para ir até Nápoles, além de Pompéia, vale a pena ir a Capri? Neste caso, teríamos que pernoitar em Nápoles, certo?
Muito obrigada por sua atenção.

Atenção: Os comentários são moderados. Relatos e opiniões serão publicados se aprovados. Perguntas serão selecionadas para publicação e resposta. Entenda os critérios clicando aqui.