Zephyr

San Francisco: um hotel descolado (Zephyr) no coração turístico (Fisherman’s Wharf)

Hotel Zephyr

A área mais turística de San Francisco ganhou neste verão (de lá) um hotel super bacana: o Zephyr, em Fisherman’s Wharf. Recebendo hóspedes desde junho, ocupa o endereço na Beach Street onde por décadas existiu um Radisson. A reforma foi pesada (ultrapassou os 30 milhões de dólares), e deu lugar a um hotel divertido e moderninho que tem tudo a ver com San Francisco.

Zephyr

Fazendo referência aos arredores, a decoração é toda náutica, mas não daquele jeito mais tradicional. No lugar da monotonia das estampas de âncora, ou das listras em azul-marinho e branco, entram coloridos contêineres de carga (de verdade!), muito material reciclado e um painel gigante do Popeye, o marinheiro dos desenhos que — acabo de me dar conta — já virou vintage.

Zephyr

Zephyr

O grande trunfo do Zephyr são seus espaços comuns. Além do lobby, que é muito aconchegante, existe também um grande pátio ao ar livre. Essa área vai receber em breve um food truck, onde o café da manhã será servido, e também vinhos e tapas ao cair da tarde. À noite — quando a temperatura baixa, mesmo no verão — é delicioso ficar por ali batendo papo ao redor das fogueiras.

O Zephyr também tem um salão de jogos com mesa de sinuca e ping-pong, e uma pequena academia.

Zephyr

Os quartos são bastante espaçosos. Fiquei em um da categoria mais básica, e que mesmo assim tinha uma cama king-size e um simpático sofazinho ladeando a janela.

Zephyr

Cada quarto é equipado com TV de tela plana, cofre, ar-condicionado/aquecedor e cafeteira, além de uma tábua de dardos e um tabuleiro (gracinha!) de gamão. Há configurações diversas de quarto, inclusive para até 6 hóspedes em uma mesma suíte.

O wi-fi é gratuito e liberado em todo o hotel.

Localização

Fisherman's Wharf

Ficar em Fisherman’s Wharf pode ser uma experiência agradável, mesmo que o bairro lidere o ranking de lugar mais turístico de San Francisco. Especialmente para uma primeira vez na cidade, vale considerar. O calçadão é bonito, e uma voltinha por ali, com vista para a baía, faz o dia começar muito bem.

Pier 39

Pier 39

Em Fisherman’s Wharf está o Píer 39, onde uma grande colônia de leões-marinhos passa o dia se espreguiçando, em um show espontâneo e gratuito. (De vez em quando eles se desentendem, mas logo fazem as pazes e voltam a se amontoar e dormir.)

Fisherman's Wharf

Fisherman’s Wharf tem pontos de saída de ônibus hop-on hop-off, do bondinho turístico Powell x Hyde, e de passeios com barcos que passam por baixo da ponte Golden Gate. O miolinho do bairro, onde ficam as lojas de souvenir e museus de gosto duvidoso (como Madame Tussauds), pode ser tumultuado, mas você só vai gastar tempo por lá se quiser.

Boudin Bakery

A gastronomia não é o grande forte de Fisherman’s Wharf (espere encontrar filiais de Bubba Gump Shrimp Co., Rainforest Cafe, Hard Rock e que tais), mas há lugares gostosos, ainda que turísticos, como exceção — como o QG dos chocolates Ghirardelli, e as padarias Boudin. Para uma experiência foodie nas redondezas, bem pertinho fica o bairro italiano de North Beach.

Fisherman’s Wharf tem conexão fácil com outras áreas da cidade. Ônibus, bonde elétrico (streetcar) e bondinhos turísticos (cable car) levam a toda parte.

O hotel Zephyr, em Fisherman’s Wharf…

  • É para você: que pretende fazer o circuito turístico completo de San Francisco, e gosta de curtir o hotel nas horas vagas.
  • Não é para você: que prefere ter uma experiência menos turística da cidade e usa o hotel só para dormir.

Mariana viajou a convite da San Francisco Travel Association.

Leia mais:

7 comentários

Vou fazer um giro de três semanas com marido e dois filhos de 9 e 13 anos e quero aliar segurança, boa localização e preço relativamente baixo. Para 3 noites em SF, melhor eu ficar em Union Square ou Perto do Píer 39? Ouvi falar que há muitos moradores de rua aditos próximos ao centro… minha ideia é conhecer o básico da cidade e seguir adiante rumo ao sul. Muito obrigada por todas as ajudas que vcs já me deram! Adoro!

    Olá, Silvia! Union Square é mais prático e central. Haverá menos moradores de rua no Fisherman’s Wharf.

Puxa, fiquei com muita vontade de conhecer San Francisco – e o restante da costa da Califórnia! Façam mais posts sobre esse assunto, por favor! 🙂

O Radisson que era o hotel anterior era um dos melhores custoxbenefécio do Wharf. Tinha visto que estava reformando, mas nao tinha ideia desse hotel novo. A localização é muito boa mesmo. É tão bom ficar em hotel novinho, não?

Que legal, Mariana.
E, pelo que conheço de SanFra, este hotel parece ser uma baita opção , pela localização excelente e atmosfera bem no espirito da cidade!
Como fica os preços dele, comparado com as faixas de hoteis da cidade?

    Olá, Guilherme! O preço dos hotéis em San Francisco é muito flutuante. Simulando uma estadia para daqui a 3 meses, encontramos diárias de 186 dólares no Zephyr, de 155 dólares no Clift (na Union Square, onde o Riq já se hospedou), e de 139 dólares no Edwardian, um hotel enxuto e econômico em Hayes Valley que também vai ser resenhado pela Mariana.

Atenção: Os comentários são moderados. Relatos e opiniões serão publicados se aprovados. Perguntas serão selecionadas para publicação e resposta. Entenda os critérios clicando aqui.