Vai voar cedinho? Durma perto do aeroporto!

Heathrow

Antigamente só a TAP fazia vôos diurnos da Europa para o Brasil. Agora também KLM, Air France e Iberia têm vôos de volta saindo no meio da manhã.

Quem sai de outras cidades para pegar conexão em Lisboa, Amsterdã, Paris ou Madri muitas vezes precisa estar no aeroporto de partida às cinco da manhã – o que implica em marcar o despertar para as três e meia da madrugada e um táxi para as quatro.

Para aproveitar a viagem até o fim e ir dormir tranqüilo, o melhor é marcar essa última noite para um hotel nas proximidades do aeroporto.

Você faz o check-out ao meio-dia, deixa as malas no depósito do próprio hotel, sai para o derradeiro rolê pela cidade, janta cedo, volta ao hotel para pegar as malas e zarpa para o hotel da região do aeroporto.

Os hotéis perto de aeroporto costumam ter shuttles freqüentes, às vezes até grátis. No mínimo, oferecerão um esquema já azeitado de transporte.

(Como lembra o Frank do Dois Mapas, em muitas cidades existem áreas industriais próximas aos aeroportos, e os hotéis localizados nelas são em conta e costumam oferecer traslado gratuito 24 horas.)

Pegadinha: caso o seu hotel não seja pré-pago e você só vá chegar na hora de dormir, não deixe de avisar por email o horário da chegada, para não dar chabu com a reserva (peça resposta).

Boa noite e bom retorno!

Originalmente publicado, em versão condensada, na minha coluna Turista Profissional no suplemento Viagem do Estadão.

Leia também:

Passagens internacionais: como evitar o erro mais comum

9 dias na Europa: o que dá para fazer

Siga o Viaje na Viagem no Twitter@viajenaviagem

Siga o Ricardo Freire no Twitter@riqfreire

Visite o VnV no FacebookViaje na Viagem

Assine o Viaje na Viagem por emailVnV por email


39 comentários

Bem interessante essa análise, mas as vezes acaba não compensando.

Em agosto vou pegar um voo as 06:30 em Bergen na Noruega com destino a Amstersda para conexão de volta ao Brasil.

Pesquisei e existe um hotel çigado ao aeroporto, mas a diária est5á por 293 dólares!

Acho melhor virar a noite em uma bar / balada antes de ir pegar o voo.

Alias, esse é um dos perrengues que poucos lembram na hora de comprar low-cost: os horários ingratos de partida. Aquela passagenzinha baratinha de 29 euros pra Itália saiu, por baixo, uns 100 euros. Uns 50 a mais pelos frufrus e uma parte dessa grana do hotel (estou descontando uns 30 euros do deslocamento).
Coisas que nao colocamos na conta…

Acabei de fazer reserva em um hotel juntinho do Orly pois e horário limite de checkin para meu vôo da easyjet é 6:40. De metrô eu chegaria as 6:48. Como o dia do vôo é feriado na França fiquei com receio de nao achar taxi.
Logo, preferi nao arriscar e dormir tranquilo grudado ao aeroporto. 65 euros bem gastos com transporte grátis!

    Qual o Hotel vc escolheu. Eu cotei o Ibis Orly. Vc viu mais algum?

    Vinicius,

    Tenho exatamente a mesma questão, vôo saindo cedinho de Orly e medo de perder o avião.
    Que hotel você reservou? Eles tem transporte gratuito a partir de que horas, você sabe?
    Desde já obrigada! 😉

Dica genial, que vou prontamente seguir:
Alguém indica uma boa hospedagem perto do aeroproto CIAMPINO em Roma???

Abraços!

    Olá, Mariana! O Ciampino é um aeroporto secundário em Roma, não tem a hotelaria destinada a executivos. Melhor dormir na região do Termini, de onde saem os ônibus para Ciampino.

    Tente não marcar vôos de manhã cedo durante a sua viagem: eles acabam com a sua noite anterior e prejudicam os dias seguintes. Só recomendamos võo cedo em último caso, tipo na volta para o Brasil em vôo diurno com conexão.

    Meu vôo é RYANAIR… saindo de 06:55 para PARISSS… aff…

    Meu B&B em ROma é perto da Termini, na Via Cavour… mas teremos que sair de lá umas 4:30 no máximo…

    Termini, mesmo? Ow dúvida…

Na minha volta de Paris à Porto Alegre via Lisboa com a TAP, há pouco menos de um mês, no dia 8 de março, eu QUASE PERDI O VOO… hehe… E isso que eu tive o cuidado de ficar um dia inteiro a mais em Lisboa, com pernoite em hotel próximo ao aeroporto, para evitar ter de pegar o voo de conexão de Paris a Lisboa às 7h.

O voo para Porto Alegre partia às 9h40. Me programei para acordar às 6h e sair do hotel às 7h, com café da manhã tomado… O despertador tocou, eu acordei, desliguei e … voltei a dormir (“só mais 5 minutinhos”). Quando acordei novamente, já eram 7h da manhã. Tomei banho voando, me vesti voando, desci para a recepção voando, tomei café voando enquanto chamava um táxi e consegui com muito esforço e muito medo chegar ao aeroporto às 8h15. Ainda tive de plastificar a mala e consegui chegar no check-in às 8h30. Apenas 1 hora antes do voo … Passei voando pela segurança e imigração, pois o embarque já estava em andamento. Se eu tivesse de fazer o detáxe, eu não conseguiria …

Minha sorte foi que eu reservei um hotel relativamente perto do aeroporto, na estação São Sebastião. Demorou uns 12 minutos para chegar ao aeroporto e custou 8,50 Euros. (E também tive sorte de ter me acordado espontanamente uma hora depois do despertador tocar, hehe)

A questão aqui nem foi a localização do hotel, que era relativamente perto do aeroporto. Foi bobeira que eu dei mesmo. Nas minhas próximas viagens solo, nunca mais deixarei à cargo do despertador do celular a tarefa de me acordar no dia da volta. Nas próximas vezes, pedirei para a recepção do hotel me chamar pelo telefone de 5 em 5 minutos, até terem certeza de que eu estou realmente acordada e me arrumando….kkkkk)

    Cris,

    Quando o fuso horário permite, eu peço a minha mãe que me ligue do Brasil (mães são especialistas em terror matinal!). E a minha insiste, viu? Eu já fiquei na mão por causa de chamada despertador de hotel que não funcionou.

Eu quero aproveitar a deixa e indicar um hotel que utilizei, nesse esquema, na minha última viagem em Istambul. Eu fiquei hospedada no Han Hostel Airport, que fica bem próximo ao aeroporto Ataturk, do lado europeu da cidade. É um hostel grande, com decoração de bom gosto e instalações bem bacaninhas. O preço é super em conta, eu paguei em torno de 30 euros por um quarto individual. O quarto é bem compacto mas confortável, o suficiente para passar uma noite, e a internet wifi é inclusa. Vale a pena para quem tem vôo cedo saindo do Ataturk.

E mais que isso! Dormir em hotel dentro do próprio aeroporto. Acho ainda melhor.

E para os da economia total a dica é dormir no próprio aeroporto, na hora do voo você vai estar tão, tão cansado que vai dormir o voo inteiro! (Quem nunca nunca dormiu na cadeira do aeroporto que atire a primeira pedra).

Na minha opinião, o melhor é aproveitar a cidade até o último momento e correr para o aeroporto no último minuto.

    Pra quem optar por essa opção de dormir no aeroporto, vale conferir antes o http://www.sleepinginairports.net/ – sim, um site com resenhas sobre dormir no aeroporto.

    Em alguns aeroportos os seguranças acordam quem está dormindo nos bancos, outros são perigosos durante a madrugada (o Galeão é um dos “destaques” nessa categoria).

    Olá, André! Não é necessário visto para a Europa. Sim, vocês vão passar pela imigração.

Riq, acho que você trocou check-out por check-in em “Você faz o check-in ao meio-dia, deixa as malas no depósito”, não?

==============================

Uma dica para quem quer economizar é procurar hoteis em parques industriais e de escritórios próximos ao aeroporto (todo grnade aeroporto tem algum), que em geral oferecem free shuttle 24 horas para o aeroporto.

Atenção: Os comentários são moderados. Relatos e opiniões serão publicados se aprovados. Perguntas serão selecionadas para publicação e resposta. Entenda os critérios clicando aqui.