Vila Galé Eco Resort do Cabo, o primeiro resort de Pernambuco

Vila Galé Eco Resort do Cabo

Aberto em meados da década de 90 como Blue Tree Park, este foi o primeiro grande resort de Pernambuco. Mudou de bandeira duas vezes antes de passar à rede portuguesa Vila Galé, tornando-se o Vila Galé Eco Resort do Cabo. Seus maiores trunfos são a praia, praticamente privativa, e o sistema all-inclusive, que ainda não é predominante em areias pernambucanas.

A localização

Vila Galé Eco Resort do Cabo

O Vila Galé Eco Resort do Cabo fica na extremidade da pensínsula do Cabo de Santo Agostinho, no fim da estrada. Do aeroporto do Recife até lá são pouco menos de 50 km, pela PE-060, ou 30 km, pela ponte (pedagiada) do Paiva. Recifenses têm casas de veraneio em praias próximas, como Gaibu e Enseada dos Corais; a praia de Calhetas, muito próxima ao hotel, é point de passeios organizados. A costa imediatamente ao sul é ocupada pelo complexo portuário-petroquímico de Suape, mas as instalações só são avistadas dos fundos do hotel.

A praia

Vila Galé Eco Resort do Cabo

Boa parte do terreno onde está o resort foi fabricada por aterro. A praia tem areia clara e águas calmíssimas. Na maré baixa o mar pode secar um pouco (sobretudo durante as luas cheia e nova). É segura para ir com crianças pequenas. Caminhando para a esquerda você chega à praia do Paraíso, uma praia concorrida, com barracas. Mas quem está lá nunca passa para a praia do hotel (não há serviço de praia para forasteiros, e a praia não serve de passagem para nenhum lugar), então tem-se a sensação de que a praia do hotel é privativa.

As instalações

Vila Galé Eco Resort do Cabo

A propriedade é grande e esparsamente ocupada. Todos os apartamentos ficam no prédio principal, que tem três andares servidos por elevador. Entra-se pelo segundo andar, onde está o lobby. Por ali há a agência de passeios, um bar e o restaurante Inevitável. O restaurante principal fica no térreo. A piscina fica próxima ao mar, e tem bar e restaurante anexos. Por ali também se encontram o kid’s club e a central de atividades náuticas. Caminhando para a direita (sul), você chega à boate e, nos fundos do terreno, às quadras de esporte, à sala de ginástica e ao spa.

Os apartamentos

Vila Galé Eco Resort do Cabo

São 300, todos bastante espaçosos — acredito serem os maiores apartamentos standard entre os resorts que visitei. Foram renovados em 2012, ganhando TVs com tela de LCD e sacada. Todos estão a uma distância auditivamente segura da piscina. O frigobar tem refrigerantes e água e é reposto a cada dois dias.

Vila Galé Eco Resort do Cabo

Piscina

Vila Galé Eco Resort do Cabo

Diante das piscinas de resorts mais novos, esta já não parece tão grande quanto um dia pareceu. Mas é cheia de cantos diferentes, tem ponte e ilha de pedra. A música é alta e tem atividades. Precisando de sossego, chegue antes das 10 ou refugie-se na praia.

Vila Galé Eco Resort do Cabo

Vila Galé Eco Resort do Cabo

Vila Galé Eco Resort do Cabo

Kid’s club

Vila Galé Eco Resort do Cabo

Funciona num interessante palhoção perto da piscina. Há também um parquinho ao ar livre ali perto.

Refeições

Vila Galé Eco Resort do Cabo

Funciona no sistema all-inclusive. O restaurante principal serve todos os buffets: o café da manhã e o jantar na parte interna, refrigerada, e o almoço na varanda.

Junto à piscina há um buffet de petiscos, com ofertas diferentes pela manhã e à tarde: salada, sanduíches, queijos, frutas, belisquetes. Quando fui peguei um camarãozinho saindo no fim da manhã.

Vila Galé Eco Resort do Cabo

O restaurante à la carte, o Inevitável, tem cardápio mezzo italiano, mezzo japonês. Você escolhe entrada, prato e sobremesa de um menu com três opções. É necessário fazer reserva na recepção entre 9h e 11h. É preciso se hospedar três noites para ter direito a uma reserva; cinco noites dão direito a duas reservas; sete noites, a três reservas.

Bebidas

Vila Galé Eco Resort do Cabo

Em 2011, os refrigerantes eram Coca-Cola e o chopp era Kaiser — mas havia cerveja em lata Brahma. A vodka é Orloff. Entre os whiskies incluídos está o Red Label. Quando estive lá, os vinhos eram portugueses do Alentejo (marca própria Versátil) e o espumante, do Vale do São Francisco (Rio Sol, brut e demi-sec). Se as marcas de refrigerante e bebidas servidas são um item fundamental na sua decisão, aconselho que você ligue para o hotel e se informe dos acordos atuais (essas coisas podem mudar a todo instante).

O centro náutico

Situa-se entre a piscina e a praia, e é terceirizado. Os equipamentos — caiaque, windsurf, kitesurf, vela — são alugados. Há saídas para mergulho.

A sala de ginástica

Vila Galé Eco Resort do Cabo

Funciona ao lado do spa.

O spa

Vila Galé Eco Resort do Cabo

Por fora você não dá nada — é uma casa sem graça. Mas nos fundos foi montado um bela cabana de massagens com teto de sapê e divisórias de palha. Há também duas piscinas sossegadíssimas que complementam os tratamentos.

Vila Galé Eco Resort do Cabo

Os passeios

Podem ser agendados numa mesa ao lado da recepção. Dependendo do dia, há saídas em grupo para Recife/Olinda (R$ 45), Porto de Galinhas (R$ 40), Caruaru com jantar (R$ 99), Maragogi (R$ 45), Carneiros (R$ 55) e Igarassu/Itamaracá com passeio de catamarã (R$ 60). Os preços são de 2011, agora certamente estão um pouco mais caros.

Como em praticamente todos os destinos do Nordeste, recomendo fortemente alugar um carro e fazer os passeios por conta própria. As distâncias são curtas (Olinda a 60 km, Porto de Galinhas a 50 km, Carneiros a 80 km, Itamaracá a 80 km) e em três pessoas já sai mais barato do que o passeio organizado.

Um cantinho

Vila Galé Eco Resort do Cabo

O jardim japonês.

O hotel Vila Galé Eco Resort do Cabo, em Pernambuco…

  • É para você: que quer all-inclusive e praia calma num mesmo hotel em Pernambuco.
  • Talvez não seja pra você: que não abre mão de garçom e de poder pedir o que quiser à hora que quiser.

Vila Galé Eco Resort do Cabo

Leia mais:

Passagens mais baratas para Recife no nosso parceiro Kayak

Encontre seu hotel no Booking

Faça seu Seguro Viagem na Mondial Assistance

Alugue carro em Recife na Rentcars em até 10 vezes

368 comentários

Oi Alexia, obrigado pelo complemento da informação sobre o sorvete, contei para os meus filhos e eles adoraram a idéia do carrinho na base do “só pegar”, hehehe. Quanto ao comentário da Mariza, eu havia tomado o cuidado de reservar um apartamento superior, então não deverá haver problemas com a acomodação, espero. E como o Riq já havia mencionado, mar calmo para crianças pequenas é tudo de bom. Acredito que fiz a escolha certa. Obrigado a todos, na volta conto como foi a experiência. Feliz 2011 a todos!

Oi ADRIANA e RENATA,estive nos 3 resorts do Vila Gale,como disse o Riq se gosta do mar calmo prefira o de ANGRA e do CABO ,se curte piscina a do VILA GALE MARES é enorme.Em relação as acomodações, a do Cabo ,somente as superiores estão boas ,as standard estão velhas e com cheiro de mofo,as acomodações dos Mares e Angra são melhores.Entretenimento noturno são iguais e kids club o melhor é o de Angra.Em relação a alimentação são semelhantes,com preferência ao restaurante de piscina do Vila Gale Mares que é melhor e mais variado E O RESTAURANTE INEVITÁVEL DO Mares é melhor e mais rômantico.Espero que as dicas ajudem a decidir ,mil beijos a todos MARIZA do

Olá,Adriana,
Já fui aos dois resorts que mencionou c/ crianças pequenas, sem dúvida preferi o ecoresort do Cabo, devido a praia calma e monitores bem preparados do kids club, além de ser bem mais arborizado e funcionários mais simpáticos e solícitos.Também é tudo mais perto que no Marés(restaurante, piscina, etc)O kids club fica bem proximo à piscina adulta, no marés é preciso andar um pouco até chegar à piscina principal, (sob um sol escaldante qdo fui, mas tem piscina infantil no kids club).

A respeito da pergunta do Mário, qdo fui a este resort em julho de 2010, havia sorvete de vários sabores no bar da piscina e carrinho de picolé, que circulava à tarde próximo à piscina e praia.Tinha carrinho de pipoca que fazia a festa da criançada(e de adultos tb, hehe)…

Boa tarde Ricardo,
você esteve no Vila Galé de Angra tb? Estou ansiosa esperando pela “bóia” de lá, porque quero decidir entre o de Angra e do Cabo. Qual deles, na sua opinião tem melhor alimentação e estrutura? Obrigada!

    Estrutura e alimentação semelhantes. Ambos eram originalmente Blue Tree Park. O verão tem tempo mais firme no Nordeste do que no Rio. Outono é melhor no Rio do que no Nordeste.

Ricardo,
Estou decidindo uma viagem para Maio/2011. Como disse em outro post, sou cliente BancorBras. Tenho opção de escolher o Vila Galé Mares ou Vila Gale Eco Resort. Tenho uma filha de 2 anos e meio. Estivemos em Porto de Galinhas em Maio/2010 e amamos. Os meus requisitos principais são atrações pra minha filha e praia que ela possa se divertir. Qual você me indica?

PS: como faço pra receber as atualizações do seu blog no email?

    O template (layout) atual não permite enviar atualizações por email infelizmente.

    As praias do Cabo e de Angra são mais calmas que a do Marés. A piscina do Marés é melhor que a do Cabo e a de Angra.

Ola Ricardo.

Vou me hospedar no Vila Gale Eco Resort do Cabo com minha familia na primeira semana de fevereiro/2011. Tenho lido bons e maus comentários sobre este resort. Nao sou o cliente mais exigente mas gostaria que minha estada seja inesquecivel para mim e minha familia. O que o hotel tem feito no sentido de melhoria quando chega alguma critica no que diz respeito por exemplo a alimentacao? Na sua opinio a maioria dos hospedes saem satisfeitos? ou o hotem realmente tem esta deficiencia

    No geral, acho que as pessoas que reclamam de comida em resort não entendem direito o conceito de resort ou de all-inclusive.

    Acho que uma bela contribuição dessa série sobre os resorts é refletir o que é o conceito de resort, e acho que o Ricardo tem ajudado bastante nisso ( curioso que vem de alguém que não prefere hospedar-se em resorts).
    Acho que de maneira geral, comida em resort não é boa! Também não é ruim. A única exceção em eu que experimentei algo diferente foi no Enotel, em que achei a alimentação de muito boa qualidade e bom paladar ( além das belas instalações) .
    Outra discussão é se esse padrão mediano de alimentação é compatível com os preços que são cobrados ( pessoalmente acho que não é justo).
    É possível para um casal ficar em uma pousada (agradável e bem estruturada) em vários lugares do país a menos de 250 reais a diária, e almoçar e jantar muito bem a 100 reais por refeição , e com isso gastar menos que em um resort, tendo melhor alimentação, mais charme e menos muvuca … e provavelmente um pouco menos de estrutura.
    Por exemplo, acho que tive experiência gastronomicas/turísticas muito mais inesquecíveis em locais como Boipeba, Morro de São Paulo ou Flexeiras-CE, e com certeza mais baratas ( todos destinos que montei a partir do VnV).
    Óbvio que essa é uma série sobre resorts, e não sobre outros tipos de hospedagem… E cada pessoa/família pode ter necessidades ou gostos que os resorts podem atender melhor.
    Obrigado, Ricardo, por oferecer essa oportunidade de conhecer e refletir melhor sobre o conceito!

    Luiz Alberto,
    Agradeceria se vc pudesse comentar sobre sua estadia no Vila Gale, estou pensando em ir em março/2012 e ainda estou em dúvida.
    Atenciosamente,

Olá Ricardo, sempre pego muitas dicas aqui no site para escolher os melhores roteiros de viagem. Estou com uma dúvida grande entre o VilaGaléCabo e o Enotel que fica em PortoDe Galinhas. O que poderia me aconselhar? Forte abraço.

    A praia do Vila Galé do Cabo é melhor. O Enotel é mais novinho, tem uma piscina mais bonita. Os quartos do Vila Galé são imensos, o terreno é maior. Não consegui me hospedar no Enotel, só visitei.

Oi Ricardo, estou com férias marcadas para este resort em fevereiro, só não entendi o que você quis dizer com “talvez não seja para você que não abre mão de garçom e de poder pedir o que quiser à hora que quiser”. Que o atendimento é self-service ficou claro, mas a 2ª parte quer dizer que existem limitações de horários para consumir comidas e bebidas, é isso? Outra coisa, tem sorvete para as crianças? Não vi menção a este item no post. Um abraço e parabéns pelo blog.

    Tem sorvete sim, mas não é Kibon.

    Não há limitação de horários para comer não. O pedir o que quiser à hora que quiser é que, como em qualquer all-inclusive, você depende do que está sendo ofertado nos buffets, não podendo pedir outras coisas. É uma característica dos all-inclusive em geral, e não deste hotel em particular.

Gostei muito quando estive na semana santa desse ano. Apesar do hotel estar lotado a logistica estava perfeita. Nao faltou nada durante as refeiçoes, sempre muito bem servidas e com muita variedade. Cansei de comer tanto bacalhau do Porto… As sobremesas ótimas, o café da manha incrivel, muitissimo farto. Para mim foi excelente, o que pode ter deixado a desejar foi apenas a quantidade de hóspedes, mas foi falha minha que escolhi ir num feriadão e a cerveja, que o marido nao gostou tanto pq era Bavaria.

Na outra encarnação esse Resort se chamava Blue Tree Park Cabo de Santo Agostinho. Estive por lá, naquela época, e adorei.

Pelo comentário da Alexia vejo que a animação infantil continua nota 10. Entretanto, o entretenimento noturno, a exemplo do Vila Galé Mares (Guarajuba/BA), que estive no Carnaval de 2008, deixa a desejar.

Atenção: Os comentários são moderados. Relatos e opiniões serão publicados se aprovados. Perguntas serão selecionadas para publicação e resposta. Entenda os critérios clicando aqui.