Nannai

Guia de Resorts de Praia

Nannai

Nesta página você tem links para todas as nossas resenhas de resorts de praia do Brasil. Em todas elas você verá comentários e fotos de estrutura, localização, apartamentos, piscina, praia, gastronomia e recreação. É só clicar e comparar.

ALAGOAS

Maceió

Maragogi

BAHIA

Arraial d’Ajuda

Costa do Sauípe

Guarajuba

Ilha de Comandatuba

Ilha de Itaparica

Ilhéus

Imbassaí

Porto Seguro

Praia do Forte

Salvador

Santo André da Bahia

Trancoso

CEARÁ

Fortaleza

PARAÍBA

João Pessoa (Conde)

PERNAMBUCO

Cabo de Santo Agostinho

Porto de Galinhas

RIO DE JANEIRO

Angra dos Reis & Mangaratiba

RIO GRANDE DO NORTE

Natal

SANTA CATARINA

Balneário Camboriú

Florianópolis

SERGIPE

Aracaju (Ilha de Santa Luzia)

108 comentários

Olá!
Gostaria de uma indicação.. estou querendo ir com uma amiga para um resort no carnaval.
Tem algum mais indicado para jovens?
Com atividades noturnas , shows… enfim, pode ser qualquer cidade. Estou com medo de ir para um mais voltado para família e crianças.
Obrigada!

    Olá, Vanessa! No Brasil, todos os resorts são bastante voltados para famílias. Escolha um resort urbano para poder sair do resort.

Olá! Adoro esse site… e gostaria de uma dica: em janeiro, eu, meu marido e filha (que na ocasião estará com 3 anos recem completos) estaremos de férias e queremos ir a algum resort. Em janeiro de 2017, fomos no Iberoestar Praia do Forte e minha filha AMOU! Para estas próximas férias queremos o mesmo, um resort que atenda minha filha, que tenha atrações próprias para a idade dela. Poderiam me ajudar em qual o melhor resort que atenda melhor a este propósito?

Olá Bóia, blz?

Todos os anos vou para a Europa e puxo quase tudo do site de vcs. Sempre muito valioso para mim.
Neste ano, com o meu filho pequeno, 1 ano e 8 meses, gostaria de modificar a viagem e fazê-la junto com ele. Aqui eu encontro dicas de hotéis e/ou resorts e/ou viagens para países próximos (Chile ou Uruguai) a qual seja específico para ter a companhia do meu pequeno. O importante é ele divertir-se também.
A ideia é a de fazê-la no final do ano, na época do Reveillon.
Fico no aguardo.
Obrigado.

    Olá, Beto! Criança dessa idade não faz turismo, só precisa ter tempo para brincar e ter seu ritmo respeitado. Não sujeitando seu filho a condições climáticas extremas ou a passeios de longa duração, vale tudo. Viaje para onde você tem vontade e vá mais devagar do que você iria sem criança — em lugares onde você ficaria 3 dias, foque 4 ou 5.

Boa Tarde!!! em Março, eu, meu marido e minha bebê de 2 anos sairemos em férias. Gostaria muito de conhecer Costa do Sauípe, mas tenho lido coisas horríveis a respeito do resort. Alguém pode me dar uma luz?

Olá, Bóia!
Início de Maio (a partir do dia 02/05) terei minha 2ª lua de mel e desejo fugir da europa ou do dólar alto: estava animada com um all inclusive no Nordeste, mas me frustrei com o “chuvômetro” indicando os lugares que mais me chamaram atenção (Maragogi, por exemplo) com altos índices de chuva. Será que existe alguma esperança de ir para algum resort bacana sem ficar 5 dias debaixo de chuva?? Alguma dica para salvar minha lua de mel??
Bjs e obrigada!! 🙂

    Olá, Renata! Em maio, pense em Búzios ou Trancoso/Arraial/Corumbau ou Angra.

Bom dia Bóia!
Parabéns pelo blog e pelo belo trabalho.
Meu filho de 1 ano e 4 meses possui alergia alimentar. Como reage à proteína do leite de vaca (APLV), ele não pode ter contato nem mesmo com traços (ou seja, a sua comida não pode ser preparada com utensílios que tenham sido anteriormente utilizados com algum derivado de leite).
Queremos passer 1 semana de férias na praia em algum lugar com estrutura para ele brincar e também para ele curtir o mar. E, principalmente, algum lugar que esteja preparado para lidar com a sua alimentação.
Você possui alguma recomendação?
Obrigado!

    Olá, Ricardo! Resorts são grandes empreendimentos com cozinhas que funcionam em ritmo industrial. Intuo que você encontrará muitos capazes de fornecer alimentação livre de lácteos, mas intuo que não seja fácil encontrar algum equipado com utensílios exclusivos para o preparo e consumo de alimentos não-lácteos. Informe-se diretamente com os resorts top de linha — Transamérica Comandatuba, Nannai, Tivoli Praia do Forte, Club Med, Iberostar, Summerville — e veja o que eles podem oferecer. Provavelmente você terá que levar seus próprios utensílios e preparar a alimentação do seu filho na copinha.

    De todo modo, vamos compartilhar sua pergunta no Perguntódromo. Havendo resposta, aparecerá aqui.

    Eu vim pra falar justamente o que a Bóia já falou (acessar diretamente os resorts). Para um assunto tão sério e específico assim, ainda que alguém aqui falasse que tal resort tem essa estrutura, eu não confiaria. O negócio é procurar os principais (que a Bóia já nominou) e falar direto com eles pra garantir.

    Obrigado Bóia e Thiago.
    Já estava fazendo algumas consultas e pelo que pude observar a dica é ter muita paciência e alguma persistência para conversar com alguns resorts, já que algumas respostas demoraram muito para chegar ou exigiram consultas a 3 formas de comunicação diferentes.
    Para ajudar outras pessoas que estejam na mesma situação, vou fazer um resumo do que encontrei.
    Três lugares se destacaram mais: Grand Oca em Maragogi, Patachocas em Morro de São Paulo e Serrambi ao sul de Porto de Galinhas.
    A nutricionista do Grand Oca me escreveu explicando estar acostumada a esta situação e dizendo que eles panelas devidamente separadas para este tipo de situação.
    O Patachocas me solicitou uma lista dos alimentos liberados e disse que poderia servi-los sem problemas, e pediu nosso cuidado e atenção no café da manhã para evitarmos contaminação com outros itens do Buffet.
    O Serrambi me ligou após o meu contato para me tranqüilizar e dizer que apenas neste ano eles já tinham recebido 6 ou 7 crianças em situação similar. Indicaram um depoimento no TA de uma mãe de filho com APLV onde ela relatou ter tido nenhum problema com reação. O hotel também me informou inclusive que no café da manhã, para o preparo da tapioca, havia um recipiente separado e exclusivo para preparar a comida da criança cuja mãe escreveu este depoimento.
    Em função de logística e disponibilidade, acabamos optando por experimentar o Serrambi. Depois deixarei o meu relato sobre os resultados.
    Quanto aos demais, o Tivoli da Praia do Forte me orientou a levar a comida do meu filho e disse que eles não poderiam se comprometer com a sua alimentação. O Mussulo da Paraíba disse que normalmente eles não permitem alimentos de fora mas que no meu caso abririam uma exceção por se tratar de alergia alimentar. Não tive retorno do Terra Brasilis.
    Quanto aos demais que pesquisei (Club Med, Iberostar, Nannai, Summerville, Enotel e Costão do Santinho), ou deram respostas mais genéricas dizendo estarem preparados para atender a restrições alimentares ou aparentaram não entender direito a situação, confundindo alergia a proteína do leite com intolerância à lactose.
    Então, pela experiência que passei até agora e, de acordo com as dicas recebidas da Bóia e do Thiago, o melhor é discutir direito a situação com o hotel pois aparentemente é possível sim obter uma solução adequada.
    Uma dica final: eu e minha esposa cogitamos levar uma panelinha e talheres na mala para preparar no hotel a comida de nosso filho com ingredientes locais, evitando assim de ter que levar 16 refeições congeladas para ele. Pela conversa com o Serrambi, eles nos tranqüilizaram e disseram que isso não seria necessário. Mas de repente, pode ser uma solução para outros casos.

    Como prometido, retorno com o relato de minha experiência.
    Tenho elogios e críticas ao Serrambi, porém a ideia aqui é falar apenas da alimentação do meu filho.
    Estivemos no Serrambi entre 17 e 24 de outubro. Pudemos notar que toda a equipe estava muito bem intencionada e com o intuito de colaborar na questão. Porém, no caso da alergia alimentar, apenas boa intenção não resolve.
    Chegando lá o gerente nos apresentou ao maitre, que por sua vez, posteriormente nos apresentou aos chefs da cozinha.
    Apesar de termos enviado uma semana antes uma lista com os alimentos aprovados e proibidos para o meu filho, e mesmo o gerente tendo afirmado que imprimira 3 cópias da lista para distribuição na cozinha, tive a sensação de que os chefs não tiveram contado com ela. Isto porque na primeira conversa me perguntaram o que poderiam servir para o meu filho. E na primeira refeição preparada no hotel (domingo), serviram cenoura junto a outros legumes, sendo que o meu filho também reage a cenoura. Adicionalmente, o feijão foi servido na mesma cumbuca de plástico que é utilizada, por exemplo, no café da manhã para os hóspedes comerem cereais com leite ou para os funcionários armazenarem queijo para a tapioca.
    Na 3a feria começamos a notar alguns sinais de início de reação alérgica e, no dia seguinte, conversamos com o gerente. Ao falarmos sobre os traços, este nos informou que não precisávamos ficar preocupados pois o processo de limpeza deles com água quente deixava todos os utensílios bem limpos. Apesar de isto não se aplicar aos traços, preferimos não estender a conversa. Também não sabemos se houve alguma contaminação com trigo ou com proteína do leite quando a cozinha grelhou carne, frango e peixe para o meu filho.
    O fato é que no meio da viagem meu filho já apresentava sinais da APLV como refluxo, soluços, inapetência e fezes com muco.
    No entanto, hoje as reações que ele têm já são bem menos intensas e o hotel possui as suas qualidades. Então mesmo com estes problemas, ele aproveitou muito a viagem.
    Como conclusão, a única sugestão minha para pessoas em situações similares ou para uma próxima viagem minha (enquanto meu filho ainda tiver a reação), é a de não contar com a comida do hotel a não ser que se tenha certeza de que o preparo é adequado.

Eu tenho ido desde sempre com os meus netos e eles adoram! Tem uma senhora, desde sempre responsável pelo KIDS, que é extremamente competente; desde as atividades até as refeições, tudo é muito bem organizado. Enfim, recomendo! E não, eles não vao a praia; eles preferem o kids

Atenção: Os comentários são moderados. Relatos e opiniões serão publicados se aprovados. Perguntas serão selecionadas para publicação e resposta. Entenda os critérios clicando aqui.