Volta ao mundo: hotéis testados na Ásia — você tem dicas?

Cingapura

A Carla Portilho acabou de fechar a sua passagem volta-ao-mundo, que vai começar no fim de dezembro e se estender por janeiro janeiro, fevereiro e início de março de 2011, e agora está às voltas com o passo número 2: escolher os hotéis.

Além de hotéis no Porto (responda aqui, por favor) e em Milão (responda neste outro post, please), ela está em busca de dicas testadas e aprovadas de hospedagem nas seguintes cidades da Ásia:

Cingapura

Kuala Lumpur

Siem Reap

Báli — incluindo como distribuir 10 noites na ilha

Bangkok

Phuket e ilhas — 10 dias a distribuir

Hanói

Hoi An

Tóquio

Deixe a sua dica testada e aprovada na caixa de comentários, e ajude a formar um banco de dicas de hospedagem na Ásia do VnV!


79 comentários

Eu fiquei no Royal Park Shiodome e foi perfeito, com bom atendimento e ótima localização, permitindo fácil acesso a todas as regiões da cidade. Se eu voltasse, ficaria na mesma região mas em um hotel com o valor da diária menor, tem vários em Shiodome. Não sei qual é o seu budget, mas dê uma olhada também no Villa Fontaine Shiodome. Acho que também tem Ibis em Tokyo.
Que delícia de viagem, aproveite!!!

*Em Bangkok , procure se hospedar o mais proximo possivel de uma
parada do sky train, de preferencia sem caminhadas pela rua, para aproveitar o ar condicionado. Na altura da Siam Square é um bom local.

*Em Bali-Ubud a melhor localização é a uma distancia caminhavel da main road , na altura do entroncamento da Monkey Forest com o Mercado.

*Em Bali-Sanur uma ótima opção é o Grya Santrian a beira mar.Se escolherem esta praia, outras opções de hospedagem pé na areia , proximas do movimento , são junto ao Gran Bali.

*Em Phuket , fujam do centro . Em Patong , uma hospedagem menos muvucada, junto ao mar e caminhável ao agito fica para o norte da Sawatdi Rak . As cabanas ( não o predio de apartamentos) do Club Andaman eram ótimas!

*Em Cingapura gostei muito de ficar na Orchard Road ( ao lado da Takashimaya)no Mandarin Orchard.

*Em Siem Reap acho legal ficar perto do Mercado e evitar a estrada do aeroporto e a estrada para Angkor , que são movimentadas e sem nenhum atrativo , e sugiro ao menos uma refeição no Bopha Angkor.

Cingapura: http://www.royalplaza.com.sg/ Ficamos lá em 2008 e gostamos, fica ali do lado da Orchard St (rua dos shoopings). Ganhamos um upgrade e pagamos um bom preço incluindo café da manhã

Kuala Lumpur: Meliá Kuala Lumpur . Peguei essa dica da Dri Everywhere, assim, o hotel é legal, mas eu não amei achei ele meio velhão e hoje escolheria alguma coisa perto do Pavillion (que deve ser bem mais caro)… sei lá! Mas pelo preço valeu a opção.

Siem Reap: http://www.angkorvillage.com/ (Deluxe Room): eu adorei o hotel e o estilo colonial do quarto, o café da manhã também é gostoso e é pertinho da Pub St (rola ir andando sem problemas) (Nesse meu post: http://mikix.com/?p=1126 tem dica de guia e tuk tuk driver)

Bangkok: Dica da Sylvia Pathumwan Princess Hotel : ADOREI! (Posts: http://mikix.com/?cat=131)

Phuket e ilhas: Eu fiquei em Ao Nang (Aonang Orchid Resort) e não em Puket. Em Phi Phi Island eu resolvi voltar ao esquema ocidental e escolhi o http://www.ppisland.com/

Para reservar os hoteis usei um pouco de tudo, não teve regra: booking.com, agoda.com, hotelthailand.com e diretamente com o hotel. Como minha datas não eram mutaveis, eu preferi reservar no esquema pre-pago ou non-refundable, sempre tem as melhores rates.

    Obrigada por me lembrar, Mirella:
    Em Siem Reap , Mercado e Pub Street são sinonimos, e ficar ali por perto é ótimo pois não há absolutamente nada a fazer a noite alem de caminhar ao longo da Pub street e fazer mais uma foot massage 😎
    Quanto ao Phathumwan ( PPPrincess) foi mesmo um achado.
    Na primeira vez em Bangkok, ficamos no Intercontinental que fica
    proximo mas tem acesso dificil ao sky train.O Phathumwan é ligado ao MBK http://www.mbk-center.co.th/th/ e é possivel usar o sky train entrando e saindo pela Tokyu . No food center do MBK tem uma raridade na cidade : várias opções de saladas e comidas light 🙂 ( E sem pimenta ):)

Carlinha, que legal essa viagem.
Agora me conta, é possível fazer isso tudo em um pouco mais de um mês? Sempre imaginei que seriam necessários pelos menos 3 a 4 meses para uma volta ao mundo, por isso nunca me animei…
Nos atualize com informações da viagem, please.
Sinto não poder ajudá-la, mas nunca pus os pés na Ásia, rsrsrss.
bjos

    Na verdade, Paulinha, vão ser cerca de 2 meses e meio – só vamos voltar depois do Carnaval! E o tempo é bastante razoável, até porque o bilhete RTW é tão cheio de regras e restrições que, para fazer uma viagem muito mais longa, só recheando com viagens paralelas, seja em vôos low cost ou outros meios de transporte…

    Entendi, não sabia dessas restrições todas…vai ser uma aventura em tanto!

Em Bangkok fiquei no sofitel silom , otimo, muito bem localizado e com linda vista, na avenida Silom Road . Hà um restaurante no ultimo andar excelente . Eu estava num pacote e portanto não paguei as tarifas que devem ser altas , diretamente . A noite nessa avenida há a feirinha noturna de bangkok que pode ser feita à pé .De vez enquando aparece na feirinha, assim do nada, um elefante puxado por seu dono, para os turistas tirarem fotos etc

Olá,
eu e minha esposa fizemos uma volta ao mundo durante nove meses entre novembro de 2008 ate agosto de 2009 e temos muitas dicas quentes para dar… Aqui vao algumas relacionadas a hoteis:
Japao: Hotel Sunrote Plaza Shinjuku, escolhemos pelo site AGODA ficamos durante 3 noites. Em se tratando de Japao é muito barato, pequeno, mas vale a pena. O lugar do hotel é extremamente estrategico porque fica a meia quadra da estação de Shinjuku – a estação considerada uma das mais importantes em se tratando de mobilidade em Tokio. Ah e logico nao se esqueca de comprar o seu ticket JR, vai facilitar imensamente a tua trip.
Bali: Ficamos no Tegal Sari na região de Ubud, que é uma regiao muito mistica, este hotel é muito barato e foi considerado um dos melhores de Ubud. Recomendo reservar com muita antecedencia. E sinseramente por ser razoavelmente barato eu particularmente recomento reservar o melhor quarto, vai ser inesquecivel com vista para os campos de arroz.
krabi-Tailandia: Recomendo veementemento o hotel Amari Vogue apenas porque foi o hotel boutique mais agradavel e fantastico que eu ja fiquei. Este hotel não tem muita descrição. Eu só diria que penso muito em voltar pra Krabi com a minha esposa. Alucinante!
Bangkok: Ficamos no Park Plaza Sukhumvit Bangkok que tem nivel de hotel executivo, cozinha muito boa e é muito bem localizado a 50 metros do metro areo que corta a cidade. Recomendo.

Até.

Em Tokyo me hospedei no Best Western Shinjuku Astina

http://www.bw-shinjuku.com/eng/index.html

Fiz as reservas diretamente no site do hotel.
O hotel é muito bom, a região é cinematográfica, muito perto da estação de trem, mas saiba que a rua do hotel é repleta de boates de striptease e bares de acompanhantes. Mas tudo é muito discreto, não há mulheres na rua nem pessoas mal-encaradas.
O bom é que a rua é movimentadíssima durante toda a noite e sempre nos sentimos seguras por alí.

Em Toquio nos ficamos no Renaissance Ginza (que agora virou Courtyard Ginza) e foi tudo otimo. O staff do hotel foi fantastico ajudando a gente a despachar malas para Kyoto e recuperando um documento que ficou para tras em outro hotel, entre outras coisas. O hotel em si e bem legal e foi renovado recentemente, fica pertissimo de uma estacao de metro (Higashi-Ginza) e do Teatro Kabuki
http://www.marriott.com/hotels/travel/tyocy-courtyard-tokyo-ginza-hotel/

Se quiser mais dicas de roteiro no Japao de uma olhadinha no meu blog tambem. E voce vai escrever tudo sobre essa viagem ne Carla? Queremos um blog volta ao mundo!

    Luciana, vamos fazer o (im)possível até pra dar um gostinho da viagem blogando ao vivo, durante a própria! Sei que não vai ser fácil, até porque não estou dando conta de atualizar o I&V com tantos preparativos (e várias outras viagens pequenininhas), mas a intenção é essa… 😉

Em Cingapura, fiquei no 1929 e gostei. Recomendo muito ficar em Chinatown, é a parte mais charmosa da cidade hoje (epicentro do charme: Club St.)
http://www.hotel1929.com/

Em Báli, montaria base em Ubud, sempre lembrando de deixar uns dias para curtir a própria vila. Programaria 3 dias numa praia com pouca muvuca, seja na ilha, seja em Lombok.

Em Siem Reap, fiquei no Angkor Village numa outra encarnação, e o hotel parece que agora está ainda melhor.
http://www.angkorvillage.com/

Em Tóquio ficaria no Toyoko Inn mais central que tivesse vaga.
http://www.toyoko-inn.com/e_hotel/00157/index.html

Na Tailândia, Vietnã, Malásia e Indonésia seguiria as dicas do http://www.travelfish.org .