Xô, Vulcão: um resumão da situação

Cerro Catedral. Foto tirada do site da estação

E vamos a mais um apanhado das notícias das neves.

Buenos Aires: perrengues aéreos. Os portais brasileiros voltaram dar destaque ao fechamento de Ezeiza e Aeroparque entre a tarde de sexta e a manhã de sábado. No começo o tom estava um pouco alarmista demais, como se a interdição fosse durar mais do que durou. Mas a essa altura do campeonato já aprendemos: esses fechamentos têm sido recorrentes, porém temporários. É um perrengue a que todo mundo que quer viajar a Buenos Aires ou Montevidéu vai estar sujeito enquanto o vulcão não sossegar de vez. Um fato da vida, mais ou menos como os nevoeiros do início da manhã.

Bariloche, Chapelco e Neuquén: aeroportos fechados pelo menos até dia 8. Há boatos de que o fechamento se prolongaria ainda mais, porém só teremos notícias mais concretas ao longo da semana. As maiores operadoras brasileiras cancelaram seus pacotes até 15 de julho.

Bariloche via Esquel com Aerolíneas. Leitores começam a relatar que, via atendimento telefônico, a Aerolíneas está sim oferecendo Buenos Aires-Bariloche via Esquel, com o último trecho sendo feito por ônibus (300 km de distância). Se você tem vôo marcado até o dia 8, comunique-se com a companhia pelo tel. 0800-707-3313.

Bariloche com Lan. Vale lembrar que a Lan não voa a Esquel, e que portanto esta rota alternativa não é oferecida a seus passageiros. Para checar o status do seu vôo e fazer remarcações, use o link desta página.

Bariloche de ônibus. A viagem desde Buenos Aires leva entre 21 e 25 horas e pode ser comprada nos sites da Via Bariloche e da Andesmar. Há grande disponibilidade de hotéis, inclusive em oferta, em sites como Hoteis.com.

De Puerto Varas a Bariloche: por enquanto, só de barco. O Paso Cardenal Samoré, que fica perto de Villa La Angostura e serve para a ligação rodoviária entre Bariloche e Puerto Varas/Puerto Montt, continua fechado. Pode ser que reabra nesta quinta-feira dia 7, informa o Angostura Digital. Já o Cruce de Lagos parece estar funcionando (confirme com a operadora).

San Martín de los Andes: Chapelco abriu. A estação de esqui de Chapelco, em San Martín de los Andes, está aberta desde este sábado, dia 2. Por enquanto há duas pistas e três meios de elevação habilitados.


Bariloche: Cerro Catedral aberto para pedestres. Ainda não há neve suficiente para esquiar em Cerro Catedral (a estação de esqui mais próxima do centro de Bariloche), mas caçadores de neve já podem brincar e usar os meios de elevação entre 9h30 e 16h30.

Chile: todas as estações abertas. Portillo, Valle Nevado, El Colorado, Farellones e Chillán já estão operando. Os aeroportos de Santiago e Puerto Montt têm sido pouco afetados por fechamentos temporários.

Ushuaia e Las Leñas: estações abertas. Cerro Castor, a estação de esqui de Ushuaia, abriu a temporada neste sábado dia 1º. Las Leñas, a 4h30 de carro de Mendoza (ou vôos charter direto à estação), abre nesta segunda-feira dia 4. Os aeroportos estão abertos e só há problemas eventuais quando Buenos Aires fecha.

Bariloche de bumba: o depoimento do Rinaldo. Recebemos mais um relato de leitor que chegou a Bariloche de ônibus. Com a palavra, o Rinaldo:

Saímos de Buenos Aires dia 28/6 de ônibus – cama tipo tutto letto, neste tipo dá para agüentar. Ao chegarmos em Bariloche dia 29 estava nevando. Foi ótimo. Lago Azul, sem cinzas. A cidade está com muita areia vulcanica ainda.

Na estrada percebe-se em Piedra del Águila – cidade distante 300 km de Bariloche — muita areia vulcânica na estrada e no deserto.

Em Bariloche a noite do dia 29 foi muita fria e com neve. No dia 30 fomos ao Cerro Otto, Lago Gutiérrez, Cerro Catedral (ainda com pouca neve e os funionários preparando o local), Colonia Suiza, Circuito Chico e Cerro campanario. Foi proveitoso, ainda mais para as criancas que nunca tinham visto e brincado na neve.

No dia 1º pela manhã andamos mais uma vez no centro de Bariloche,lá  pelo meio dia o sol forte enxugou a areia e a poeira cobria as ruas e os carros. Algumas pessoas, em geral de mais idade, usavam máscaras.

À tarde tomamos o ônibus de volta a B.A. chegamos hoje.

Conclusão: tem neve, pouca gente e poeira. Mas para nós valeu a pena.

Obrigado, Rinaldo!

Regressei de Bariloche hoje. Chegamos em B.A.
A situacao. o voo da LAN foi cancelado e a decolar mandou e-mail devolvendo tudo com crédito no cartao.
Saimos de B.A dia 28-06 de Bus – cama tipo tutto letto, neste tipo dá para aguentar. Ao chegarmos em Bariloche dia 29-06 estava nevando. foi ótimo. Lago Azul, sem cinzas. A cidade está com muita areia vulcanica ainda.
Na estrada percebesse em Pedra da águia – cidade distante 300 km de Bariloche muita areia vulcanica na estrada e no deserto.
EM Bariloche a noite do dia 29-06 foi muita fria e com neve. No dia 30-06 fomos ao Cerro Otto, Lago gutierrez, Cerro Catedral (ainda com pouca neve e os funionários preparando o local), colonia suiza, cicuito chico e cerro camparnaro . Foi proveitoso, aind amais para as criancas que nunca tinham visto e brincado na neve.
No dia 01-07 pela manhá andamos mais uma vez pelo centro de Bariloche, pelo meio dia o sol forte enxugou a areia e a poeira cobria as ruas e os carros. Algumas pessoas, em geral de mais idade, usvam máscaras.
â tarde tomamos o Bus de volta a B.A. chegamos hoje.
Conclusáo: Tem neve, pouca gente e poeira. Mas para nós valeu a pena.

Visite o VnV no FacebookViaje na Viagem
Siga o Ricardo Freire no Twitter@riqfreire


161 comentários

Adorei conhecer essa comunidade !! Lendo uma viagem do Ricardo trocamos Bariloche por valle nevado e Farellones ! Adoramos e ainda estamos aqui ! Amanha estamos indo esquiar novamemte em valle e voltamos segunda !! Abraço a todos

    ola vc ja tinha pago as viagens para bariloche ou decidiu a viagem depois?

Alguem sabe algo sobre a greve da Aerolineas> Se não bastasse o tal vulcão, agora mais essa…

Atenção: Os comentários são moderados. Relatos e opiniões serão publicados se aprovados. Perguntas serão selecionadas para publicação e resposta. Entenda os critérios clicando aqui.