Europa no inverno: impressões (e dicas) de um recém-chegado

Praga

Fazia tempo que eu não passava a virada do ano no frio. Depois de dois anos seguidos com viagens ao hemisfério norte no inverno (2000/2001 Réveillon em Paris, 2001 carnaval entre Londres e Nova York, 2001/2002 Natal e Réveillon entre Andaluzia e Portugal), nunca mais tínhamos nos aventurado voluntariamente por temperaturas abaixo dos 10ºC. Você conhece o meu lema: nem sempre que eu tô feliz eu tô de Havaianas, mas sempre que eu tô de Havaianas eu tô feliz.

Em 2007, quando subi um post-enquete sobre Europa no inverno, tive que puxar pela memória para fazer minhas recomendações (que mais eram desrecomendações: “não vale a pena torrar uma grana que nos faz falta para brigar com as condições atmosféricas”). E, claro, pedi a opinião dos trips. Muitos contra-argumentaram dizendo que amam viajar no frio. Outros ainda vieram dizer que não têm outra alternativa; só podem tirar férias grandes em janeiro.

Pois bem. Acabo de chegar de 11 dias de inverno europeu (10 deles debaixo de neve). De maneira geral, mantenho a minha opinião de dez anos atrás. Adorei ter tido a sorte de viver um Natal Branco — e desejo isso a todo mundo; foi mágico. Mas não gostaria de repetir isso todos os anos, não.

Se mantive minha opinião, por outro lado trouxe mais insights e dicas testadas para que você que não pode viajar em outra época (e mesmo você que adora frio) possa aproveitar ainda mais esta época no Hemisfério Norte.

Praga

As vantagens

Sim, até eu que não curto viajar no frio consigo enumerar algumas vantagens (até porque são evidentes).

- Menos turistas disputando espaço com você. O frio espanta as massas (e, no caso da Ponte Carlos em Praga, até mesmo os vendedores de bugigangas!). Isso é menos válido na semana entre Natal e Réveillon, que é semana de férias em todo lugar. Mas em dezembro antes disso, e depois em janeiro e fevereiro… pista livre.

- Hotéis menos caros. Com exceção da virada do ano, as diárias de hotel costumam ser sensivelmente mais baratas no inverno (a não ser, claro, em estações de esqui).

- Comer e beber com gosto e sem culpa. O inverno vem sempre forrado de coisas gostosas — e sazonais — para comer e beber. Mais do que em qualquer época do ano, comer é programa.

As desvantagens

- Aquelas que você já está desprovido de cabelos de saber. Dias curtíssimos (dezembro é pior, março menos). Os dias nublados parecem ainda mais cinzas e tristonhos do que no resto do ano. A Europa das mesas na calçada desaparece da vista. Longas caminhadas deixam de ser um prazer para virar um suplício. Nevascas podem trazer o caos aéreo (e às vezes até ferroviário) sem aviso prévio. Dirigir exige mais paciência e destreza (e, em algumas regiões, correias).

O que fazer

- Mantenha os pés secos e as extremidades aquecidas. Calçados impermeáveis são o item mais importante do seu vestuário. Meninas, arrumem um jeito de se sentir elegantes vestindo botas de trekking — pés molhados e gelados são uma tortura (e uma porta aberta para a gripe). Luvas e gorro também são essenciais. E seu casaco precisa ser impermeável. Não exagere na estratégia cebola, ou você vai ter que se livrar de várias camadas sempre que entrar nos ambientes fechados, que são aquecidos. (Roupa de baixo colada no corpo, suéter de lã e um bom casaco devem ser suficientes, desde que você use luvas e gorro.)

- Privilegie cidades grandes. Pense que a sua viagem vai ficar mais confortável quanto maior for o número de atividades em ambiente fechado que você possa fazer. Lembre-se que, com exceção das estâncias de esqui (e de cidadezinhas com feiras natalinas), as cidades pequenas estarão hibernando (sobretudo à noite).

- Vai viajar em dezembro? Inclua lugares em que o Natal seja especial. A Europa Central comemora o Natal com mercados natalinos gostosíssimos. É o tipo de experiência sazonal que redime todas as dificuldades de viajar nesta época.

- Considere cidades que ficam abarrotadas no verão. No inverno elas oferecerão uma densidade demográfica bem mais palatável. Os melhores exemplos: Veneza e Praga. (De novo: na semana entre Natal e Réveillon a diferença será menos gritante.)

- Invista um pouco mais em hospedagem. Você vai ficar mais no quarto. Ou pelo menos vai querer um pouco mais de aconchego sempre que voltar. Para estadas a partir de cinco dias, alugar apartamento é ideal.

- Saia do hotel sabendo onde vai comer. O inverno rigoroso não é uma época apropriada para escolher restaurante ao acaso, na base da intuição. Faça o seu dever de casa e estude onde vai fazer as refeições e como se chega: ninguém merece rodar ao léu no frio e com fome.

- Vá devagar. O inverno deixa você naturalmente mais lento. Vá com tempo sobrando e usufrua da preguiça que o frio traz. Sua viagem fica muito mais gostosa quando você não abusa do organismo e segue o ritmo da estação.

Praga

Visite o VnV no FacebookViaje na Viagem
Siga o Ricardo Freire no Twitter@riqfreire


402 comentários para “Europa no inverno: impressões (e dicas) de um recém-chegado”

  1. Bóia,
    Pretendo sair da cidade italiana de Como a caminho de Innsbruck – Áustria (400km). A idéia é fazer uma parada de um dia em Vaduz – Liechtenstein (213km). A viagem deve ocorrer entre os dias 25 e 27 de novembro. De Innsbruck volto para a Itália via Bolzano e Trento. Você conhece esse trajeto? Qual a sua opinião e quais dicas você me daria? Será que já vai estar nevando? Como ficam as estradas?

    Obrigada, Sylvia.

    1. Olá, Sylvia! Compartilhei sua pergunta no Perguntódromo. Havendo resposta, aparecerá aqui.

    2. Olá Sylvia,

      As estradas de Como para Vaduz e depois para Innsbruck, e também a volta por Bolzano sao muito boas.

      É bem possível que você pegue neve, mas ainda pode nao ser uma nevasca grande; de qualquer modo, as estradas sao sempre limpas adequadamente, pois nesta regiao o pessoal está bem preparado para isso.

    3. Olá Sylvia. fiz parte deste trajeto agora em julho. Sai de Munique, atravessei o sul Áustria via Innsbuck, e fui fazer um bate e volta em Bolzano (cerca de 220 kms). As estradas são boas, sempre pista dupla. Não se esqueça do selo pedágio para a Áustria (você compra nos postos de gasolina perto da fronteira), chama-se vignette. Agora o que vale a pena é a paisagem dos Alpes, que mesmo no verão é muito bonita. A viagem durou cerca de três horas para ir e três horas para voltar a Munique, porém você não cansa, pois o cenário é muito bonito, tão agradável, que dá próxima vez, vale a pena ficar alguns dias na região, e não apenas fazer um bate e volta. Aliás, a cidadezinha de Bolzano é muito simpática, vale a pena uma parada ou até mesmo uma estadia maior.

    4. Silvio, as paisagens ao longo do trajeto são muito bonitas.

      No inverno, entre Como e Leichtenstein, você tem duas opções:

      - ir a Bellinzona e seguir na direção Chur via tunel San Bernardino

      - fazer um trajeto mais longo, e muito bonito, via Chiavenna e St. Mortiz (é tranquilo dirigir em dias sem previsão de neve): http://goo.gl/maps/APKZo

      Lembre-se que vc precisa de vignettes (selos-pedágio) para dirigir tanto na Suíça como na Áustria. Compre na fronteira ou antes.

  2. Vou para a Suiça na 1a quinzena de novembro e quero sugestão de roteiro. Tenhp onde me hospedar na Basileia. Obrigada

    1. Olá, Rosely! Veja tudo o que já foi publicado no VnV sobre a Suíça aqui: http://www.viajenaviagem.com/category/suica/

  3. Perdão … complementando, se der queria conhecer Bruges e Gent, será que dá? Obrigada

  4. Puxa, parece que só me lembro das coisas “horas’ depois … peço descupas mais uma vez. Eu já conheço Zurich, Lucerna (e Titlis). Obrigada

  5. Sylvia,
    Fiz parte de seu trajeto também no mês de novembro, é bem capaz que você peque neve sim, eu peguei. Mas as estradas são ótimas bem sinalizadas, eles são preparados para esse tipo de tempo. Fui a Vaduz, mas acho que não vale a pena dormir não. Um dia é mais que suficiente para conhecer a capital de Liechtenstein. Não esqueça que para rodar na Áustria e na Suiça você precisa comprar os vignetes (uma espécie de pedágio).

  6. Agradeço a resposta, realmente tem muita opção ali, mas a minha preocupação é com a época, que já tem neve e é muito frio; por exemplo, o aeroporto de Berna não opera com vôos internacionais nesse período. Mas valeu, acho que vou “bolar” algum roteiro só com as grandes cidades. Rosely

    1. Olá, Rosely! Se a Suíça está no seu roteiro, inclua vilarejos alpinos.

  7. Ola, meu marido e eu estaremos na passagem do ano em Lisboa, hospedados na av Liberdade,gostariamos de indicação p/ o reveillon .(obs; temos 60 anos)
    abç
    MChristina

    1. Olá, Maria Christina!

      Leia:
      http://www.viajenaviagem.com/reveillon-2014

  8. Oi Sylvia, já fiz esse roteiro, as estradas são sempre perfeitas nesta parte da Europa. É possível que neve, mas nos últimos dois anos o tempo está muito imprevisível aqui na Europa.

    Caso haja neve, é importante usar correntes nos pneus, algo muito importante e comum no norte da Itália e região dos Alpes. Vaduz é minúscula e extremamente cara. Em vez de pernoitar por lá, melhor seria ficar mesmo do lado austríaco, na cidadezinha de Feldkirch, logo na fronteira com Liechtenstein.

  9. Boia,
    Somos 3 casais que só podemos viajar entre 01 de janeiro e 12 de janeiro.
    Já fizemos muitas viagens inclusive para a Europa nesta data , mas agora vamos com 2 crianças, uma de 1 ano e 8 meses e outra de 8 meses.
    Somos muito aventureiros , passeamos muito pelos lugares e quase compramos as passagens para Paris , Praga e Viena, estes 2 últimos de trem, mas acabo de ler sobre dedinhos congelados de bebes. o que vc acha, estou muito preocupada. por favor me de alguma dica, pois a mãe dos bebes está determinada quanto ao roteiro .

    Obrigada

    1. Olá, Ana Maria! Não podemos nos responsabilizar pela saúde dos filhos dos leitores :) Isso é assunto para os pediatras!

      Nesse post você pode ver várias sugestões de viagens bacanas para janeiro:
      http://www.viajenaviagem.com/2013/09/onde-ir-reveillon-janeiro-carnaval-julho/

  10. Oláaaaaaaaaaaa!!!
    Estou indo para Roma com duas amigas e gostaríamos de ter a sua ajuda. Estou tentado achar uma empresa que faça passeios para Florença de trem e Assis de ônibus, já que nenhuma de nós dirige, e não estou tendo êxito.
    Tem alguma sugestão?
    Abraços

  11. Ola Boia,

    Gostaria de uma sugestao sua para viagem no inicio de fevereiro, por uns 13 dias, para a Europa.
    Só conheço Paris e Berlim, gostaria de conhecer Londres, Roma, Veneza….
    Toda vez que viajo não deixo de buscar sugestoes no seu blog, parabéns, muitoooo bom!!,

    1. Olá, Vera! Veja roteiros para 9 dias:

      http://www.viajenaviagem.com/2012/03/roteiro-9-dias-europa/

  12. Final de março é muito frio na Europa?

    1. Olá, Rachel! É final de inverno. Para pegar temperaturas agradáveis na Europa, vá entre junho e setembro.

  13. Obrigada Bóia querida.

  14. Olá
    Vou para Europa em janeiro, de 07/01 a 03/02. Meu primeiro destino é Lisboa e de lá pretendo ir para Madrid, Londres, Veneza, Verona e Roma. É a primeira vez que vou à Europa, estou preocupada com o inverno…será que vou pegar muita neve? Quais as melhores opções de roteiros nessa época?

    1. Olá, Waneska! Neve em cidades em baixa altitude como essas que você vai visitar só ocorre no norte da Europa. No sul dificilmente você pegará neve fora das montanhas. As demais dicas estão no post; dê uma lidinha com atenção.

      1. Oi Boia,
        Que bom saber que pode não nevar na região da Toscana então …. essa era a minha maior preocupação.

        1. Olá, Gero! Não é garantido, mas é possível.

  15. Olá! Como é a 2a quinzena de novembro em Portugal? Agradável? Chove muito? Estou querendo passar uns dias por lá viajando de carro. Obrigado!!!

    1. Olá, Gustavo! O tempo já fica instável e começa um friozinho. Quanto mais para o fim do ano, mais chuvoso estará.

  16. Prezados a boia…
    Estaremos indo dia 27/12 a um tour com agencia de viagens roteiro programado para londres,paris,alpes suiços e italia,como é nossa primeira vez na europa,estou com receio de ser uma viagem não proveitosa,tenho medo de não poder visualizar as cidades cobertas pelo frio e neve e o pior chuva…Será que aproveitaremos esta viagem sem sofrimento devido ao frio? Tenho visto em alguns blogs que falam que ja pegaram temperaturas abaixo 15º,qual a media de temperatura nestas cidades? Estou com medo de me arrepender de ir nesta epoca,você pode me ajudara esclarecer estas duvidas???
    Grata.

    1. Olá, Raquel! Você vai pegar bastante frio, sim. Veja as médias para:
      Londres
      http://www.worldweatheronline.com/London-weather-averages/City-Of-London-Greater-London/GB.aspx
      Paris
      http://www.worldweatheronline.com/Paris-weather-averages/Ile-De-France/FR.aspx

      No mesmo site você pode pesquisar pelas cidades que visitará na Suíça e na Itália.

      Veja dicas sobre a Europa no inverno no post acima e nos comentários dos leitores.

    2. Como foi dito a roupa apropriada para enfrentar o frio é uma calça e blusa colada no corpo especial para proteger como as que usamos para esquiar (Decatlon)mais uma blusa de Cashemir e um casaco impermeável com uma bota com solado de borracha grosso especial para o inverno. Essencial ter luvas e gorro. Passei dias lindos, ensolarados, com céu azul e entardecer colorido na Toscana e Sul da França nessa época do Natal e todos os lugares enfeitados, iluminados.

  17. Estou com viagem programada para os primeiros 15 dias do mês de fevereiro/14, confesso que tô muito assustada, pois só estive na Europa no verão e no outono. Gostaria de algumas dicas, tipo o que fazer no inverno rsrsr? em paris, Viena, Munique e Zurich nesse período.

    1. Olá, Marcia! Siga as dicas do post acima e leia sobre esses destinos aqui:

      http://www.viajenaviagem.com/europa/europa-a-z

  18. Ola,
    Gostei muito do site e por isso vim tirar algumas duvidas.
    Vou para a Europa no dia 22/02 e retorno em 08/03. Apesar de nao ser a data queeu queria, foi a unica em que as agendas dos familiares coincidiram.
    Temo nao termos muitos passeis disponiveis por conta da temperatura.
    Ainda nao programei nada… vou ficar em Dresden, onde minha irma mora. Mas na Alemanha penso em conhecer Hamburgo e Berlim. Na Polonia, Cracovia e Auswchitz – somente para ver os campos de concentracao. Praga tambem. Alem disso caso sobre tempo, me sugerem Veneza ou esquiar na Suica?
    Comopodem ver estou meio perdida e so vou ter tempo de organizar minha viagem apos o dia 06 de dezembro. Entao, algumas dicas sempre sao bem-vindas!
    Obrigada!
    Flavia

    1. Flávia, programas urbanos funcionam em sua maioria o ano todo. Há também várias atividades cuja alta temporada é no inverno, como temporadas de teatro, música e afins. Várias exposições temporárias e m museus também ocorrem no inverno.

      Mais de 300 milhões de pessoas moram na Europa e o continente não pára de funcionar por conta do frio.

      Vc pode visitar Venezia, sim. Aliás, é interessante visitar a cidade nessa época: está mais vazia, sem as multidões do verão. Só vá preparada para frio em caso de vento. Não dá pra comparar esquiar na Suíça com visitar Venezia, são dois programas difernetes em lugares diferentes, ambos factíveis nessas datas.

    2. Eu esquiaria na Suiça! Se voce esta preocupada em ter menos coisas pra fazer no inverno do que no verao, entao aproveite o que a Europa tem de melhor! Estaçoes de esqui!

  19. Um detalhe para os pontos que o Ricardo enumerou: as passagens de avião também são mais baratas.
    Sim, viajar no inverno europeu pode fazer o turista perder alguns passeios, mas traz experiências (sazonais, como diz no post) que os brasileiros em geral não têm. Agora, é preciso ter o mínimo de tolerância ao frio. No meu caso, eu até gosto dessa época (e fiquei muito feliz quando vi que faria -18ºC na Alemanha quando estive lá).
    Pergunta: em Viena, Praga e Budapeste, no inverno (janeiro), qual é a temperatura média?

      1. Muito obrigada! Nada muito agressivo… dá pra encarar tranquilamente!

        A propósito, alguém sabe informar se é possível comprar passagens de trem de Praga para Budapeste pela internet? O site da Máv-Start (da Hungria) só permite retirar os bilhetes nos postos dentro do próprio país. E o site da ÖBB não permite reservas para esse trajeto (ao menos por enquanto não).

        Abraços.

        1. Olá, Elen! A melhor ordem para a viagem é Budapeste-Viena-Praga. De Praga a Budapeste a viagem é muito longa; 7 horas de trem.

          Leia:
          http://www.viajenaviagem.com/2011/04/budapeste-viena-praga-use-a-receita-da-wanessa/
          http://www.viajenaviagem.com/2010/12/viena-a-praga-de-trem-como-comprar-passagem-pela-internet/

  20. Dicas ótimas! Mas eu costumo esquiar e não tenho problema algum em viajar no inverno europeu… tenho calçados e roupas mais que apropriadas… e ainda por cima, moro no RS, onde temos invernos com dias bem frios, muuuito úmidos, e sem calefação!!! Europa e EUA no inverno são um upgrade pra mim! Minha ultima viagem para um destino de verão foi há quase 10 anos!
    Uma dica preciosa para nós mulheres que queremos nos sentir bonitas mesmo com roupas e calçados pesados de inverno é: roupa de aprè-ski! São roupas e calçados apropriados para o frio intenso, inclusive da noite, impermeáveis, corta-vento, mas com um charme a mais! São roupas menos volumosas, mais leves e com cores “normais”!

  21. Olá!!
    Vou para Turim na segunda quinzena de novembro, pra ficar uma semana, e gostaria de saber se vale investir esse tempo ali pela região do Piemonte mesmo. Soube que é menos badalada que a Toscana. O que você acha?

    1. Olá, Érica! Não há região da Itália que não seja bela. A gente tem conteúdo de Toscana porque é a região mais procurada. Mas pesquise que você vai achar lugares maravilhosos no Piemonte.

  22. Riq, bóia e tripulação;
    Vou para Portugal ( entrando por Lisboa e saindo pelo Porto)durante 10 dias em janeiro ( de 23/01 a 3/02). Alguém tem alguma experiência relativamente recente ( dos últimos anos) para me contar como foi? Faz muito frio? Muita chuva? Valeu gente!

    1. Olá, Ana Luisa! Veja médias de temperatura e chuvas para:

      Lisboa
      http://www.worldweatheronline.com/Lisbon-weather-averages/Lisboa/PT.aspx

      Porto
      http://www.worldweatheronline.com/v2/weather-averages.aspx?q=Porto,%20Portugal

      É uma época mais chuvosa por lá.

  23. Bóia,
    Vou passar o Natal em Vienna. Já li todos os posts, gracias pelas dicas, mas não encontro informação sobre os horários dos museus entre 23 e 26 de dezembro. Alguma sugestão?

    1. Olá, Francisca! A melhor coisa a fazer é visitar os sites dos próprios museus. Todos informam horários especiais de funcionamento :)

  24. Ola, eu, meu marido e nossos filhos (11 e 08 anos) queremos passar uns 30 dias em algum país da Europa, pensamos em Londres, Nova Zelândia, ou Paris ou outro. pretendemos passar o natal e retornar no final de janeiro. Qual local voces recomendam? Quero alugar um apartamento e fazer passeios próximos, a Eurodisney é fechada nesta época. Obrigada!

    1. Olá, Sandra! A Nova Zelândia estará com temperatura mais agradável, pois é verão por lá.

  25. Olá pessoal, estarei em Munique em fevereiro! Há possibilidade de fazer um bate e volta até Vaduz? Pois so encontrei trens saindo de cidades austríacas..Pq eu não dirijo, então…
    obrigado!!

    1. Olá, Afranco! São 5 horas de viagem, com 2 a 5 baldeações dependendo do horário.

  26. Olá! Alguém sabe dizer se há considerável diferença de preço para viajar à Europa em dezembro/janeiro ou meses que não são tradicionais de férias como abril ou maio? Levando em conta todos os gastos: passagem, acomodação, alimentação, passeios, etc. Obrigada!

    1. Olá, Leticia! Os hotéis são sensivelmente mais baratos no inverno. Comida e passeios não variam de preço. Você aproveita mais a viagem quando não está tão frio.

  27. Oi Boia, minhas férias são ou na época do Natal ou Carnaval, com a idéia de ir para Londres e Paris ano que vem, estou lutando para que seja depois do Carnaval, pois para minha primeira ida a Europa acho que vamos aproveitar mais em Março do que do que Janeiro.
    Vc acha melhor eu já sair com as roupas aqui do Brasil (blusa fina para baixo e casaco impermeável) ou comprar em Londres???
    Se for aqui no Brasil sabe alguma loja boa que eu possa encontrar esses itens???
    Beijos e estou amando seu blog

    1. Olá, Lívia! Saia do Brasil com o casaco mais pesado que você tenha, e numa loja de departamentos na Europa compre uma “down jacket”:

      http://www.viajenaviagem.com/2011/12/no-ar-vai-por-mim-europa-no-frio/

1 ... 3 4 5

ATENÇÃO:
Antes de perguntar, veja se a dúvida já não está respondida no texto. Perguntas redundantes e comentários em maiúsculas serão apagados. Obrigado!