o que fazer em madri

Guia de Madri

O que fazer em Madri

Madri tem museus imperdíveis, bares de tapas, parques e várias possibilidades de passeios bate-volta de trem. Organize a sua viagem com o nosso roteiro dia a dia. Veja a seguir o que fazer em Madri:

Serviços de transporte podem ter sido suspensos ou apresentarem horários e preços diferentes em função da pandemia da Covid-19. Atrações como museus, teatros, parques e outros podem estar temporariamente fechados. Consulte os sites oficiais indicados aqui para informações atualizadas.

A Bóia recomenda

Quantos dias em Madri?

museu do prado madri velazquez

Com 3 dias em Madri (4 pernoites) você conhece os principais museus e atrações, e tem um bom panorama da cidade. Saiba o que fazer em Madri em 3 dias.

Com mais dias em Madri você pode incluir passeios bate-volta no roteiro, enriquecendo a sua viagem. Saiba quais bate-voltas fazer nos arredores de Madri.

Fura-filas em Madri

O que fazer em Madri 2

Entre os três grandes museus de Madri (Museu do Prado, Reina Sofía e Thyssen-Bornemisza), o Museu do Prado é o que costuma ter mais filas na bilheteria. Chegue lá com ingresso comprado.

Se você tem planos de visitar os três museus, compre o Abono Paseo del Arte, um ticket 3 em 1 que dá 20% de desconto no preço total das entradas.

Vale também a pena comprar antes a entrada para visitar o estádio Santiago Bernabéu, do Real Madrid. Assim, você já vai direto para o raio-x, sem precisar passar pela bilheteria. O ingresso antecipado também pode ser comprado com nossa parceira Musement.

Também faça antecipadamente a reserva para o espetáculo de flamenco que quiser assistir.

NÃO recomendamos o Madrid City Pass. O passe dá apenas desconto na maioria das atrações, e não oferece transporte público gratuito.

Roteiro de 3 dias em Madri

Dia 1: Centro histórico e Gran Vía

Salte na estação Ópera do metrô para um passeio a pé por Los Austrias, centro histórico de Madri.

Visite o Palácio Real e veja a Catedral de La Almudena por fora. Conheça os Jardins de Sabatini, na lateral do palácio (é grátis).

Caminhe até a Plaza de la Villa, e vá experimentar tapas no mercado gastronômico de San Miguel.

Visite a Plaza Mayor, ícone de Madri.

Peça churros com chocolate quente na Chocolatería San Ginés.

Atravesse a praça da Puerta del Sol em direção à avenida Gran Vía, para compras entre edifícios impressionantes.

Termine o dia com uma vista do alto do Círculo de Bellas Artes.

Veja aqui dicas de onde jantar em Madri.

Dia 2: Circuito cultural

Salte na estação Banco de España do metrô.

Encontre o Palácio de Cibeles, sede da prefeitura de Madri, e o monumento da Puerta de Alcalá no seu caminho até o Parque do Retiro.

Faça um breve passeio pelo parque, passando pelo lago e pelo jardim de estilo francês.

Siga ao Museu do Prado, com ingresso antecipado em mãos.

Depois, almoce e caminhe pelo Barrio de Las Letras.

Feche a tarde no museu Reina Sofía.

À noite, assista a um show de flamenco.

Veja aqui dicas para o seu jantar.

Dia 3: Futebol e tapas

Salte na estação Santiago Bernabéu do metrô.

Visite o museu interativo do Real Madrid.

Embarque novamente no metrô para ir até La Latina. Almoce nos bares de tapas da pitoresca rua Cava Baja.

Mais tarde, vá fazer compras no bairro alternativo de Malasaña, ou visite outro grande museu de Madri, o Thyssen-Bornemisza.

Deixe um jantar especial reservado. Veja aqui dicas de restaurantes em Madri.

Mais dias em Madri

Siga o roteiro de 3 dias em Madri, e faça um bate-volta a cada dia a mais na cidade.

Veja quais são os melhores bate-voltas saindo de Madri.

Madri, atração por atração

Barrio de Las Letras

barrio de las letras madri

O Barrio de Las Letras é um dos bairros mais bonitos de Madri, com tabernas à moda antiga, sebos e ruas que fazem homenagem a Cervantes e seus contemporâneos.

Por falar neles, não faz falta visitar as casas-museu de Cervantes e Lope de Vega, não. Prefira caminhar pela rua Huertas, dar um giro pela Plaza de Santa Ana e passar na Librería Miguel Miranda, um sebo dos sonhos.

Veja também dicas de bares e restaurantes e hotéis recomendados no Barrio de Las Letras.

Círculo de Bellas Artes

madri circulo bellas artes edificio metropolis vista

O Círculo de Bellas Artes é um importante centro cultural, e também um dos melhores mirantes de Madri.

Suba até o terraço para uma vista de cartão-postal, com o Edifício Metrópolis em primeiro plano, e um bar à disposição.

Informações práticas

Flamenco

flamenco madri casa patas show

Se a sua viagem não for continuar até a Andaluzia, vale a pena assistir a um espetáculo de flamenco em Madri.

Um bom show do gênero nunca vai ser barato, mas sempre vale o desembolso.

Veja quais shows de flamenco estarão em cartaz nas datas da sua viagem, e confira as resenhas mais recentes nos sites de venda de ingressos.

É importante comprar as entradas com alguns dias de antecedência, já que as sessões costumam esgotar.

Gran Vía

Percorrer a Gran Vía a pé é um ótimo passeio grátis para se fazer em Madri.

Comece na altura da estação Callao do metrô, deixando os prédios menos antigos pra trás.

Faça a sua mini viagem no tempo desde o Edifício Capitol (de 1931, hoje ocupado pelo hotel Vincci Capitol) até o prédio de número 1 (o Edifício Grassy, de 1917, onde funciona uma joalheria).

Pelo caminho, você certamente vai se distrair pela loja oficial do Real Madrid, pela Primark, pela Adidas e pela H&M. Mas olhe para cima de tempos em tempos e repare também nos edifícios.

O melhor desfecho para esse passeio é seguir até a rua Alcalá, passar pelo Edificio Metrópolis (uma verdadeira joia) e subir no Círculo de Bellas Artes.

Malasaña

malasana lojas calle espiritu santo

Que tal combinar compras e tapas por Malasaña, o bairro alternativo de Madri?

As lojinhas independentes da rua Espíritu Santo ficam abertas até 21h (tem livraria, brechó, loja de decoração, de bolsas…). As lojas de grandes marcas da rua Fuencarral, entre Chueca e Malasaña, também. Há movimento todas as noites.

Veja dicas de bares de tapas em Malasaña na seção Onde comer deste guia.

Mercado de San Miguel

madri mercado san miguel

Críticos dirão que o mercado de San Miguel é turístico demais, mas não dê ouvidos. De todo jeito, é um programão.

Por lá você vai encontrar menos barracas de frutas do que de comidinhas e de bebidas. A proposta é ser menos ‘feira’ e mais ‘complexo gastronômico’.

Leia mais sobre o Mercado de San Miguel na seção Onde comer deste guia.

Museu do Prado

Madri: o que fazer

O Museu do Prado é a casa da coleção de arte da família real espanhola, e o museu número 1 de Madri. Em maior número no acervo estão as obras dos pintores da corte, como Velázquez, Goya, Rubens e Tiziano. Em temática, são maioria os retratos e as pinturas religiosas.

É um museu enorme, então cuide para não perder ‘As Meninas’ de Velázquez, as duas versões da ‘Maja’ de Goya, e ‘O cavaleiro com a mão no peito’ de El Greco. O delirante ‘Jardim das Delícias’ de Bosch também está no Museu do Prado.

Informações práticas

Museu do Real Madrid (Tour Bernabéu)

santiago barnabeu real madrid tour madri

O Tour Bernabéu é uma atração que você não pode perder se curtir futebol, mesmo que não acompanhe tão de perto os campeonatos europeus. A visita ao museu é super interativa e de alta tecnologia.

Você vai ver de perto a coleção de troféus do Real Madrid, vai poder dar replay em lances históricos, e ouvir gols narrados em vários idiomas.

É permitido caminhar pela lateral do campo, sentar no banco de reservas e até entrar no vestiário. Os fãs mirins vão adorar, e os marmanjos, mais ainda.

Obviamente, o tour termina numa gigantesca loja da Adidas.

Compre o ingresso online, com antecedência, para não pegar filas na bilheteria e ir direto ao raio-x. O ingresso antecipado também pode ser comprado com nossa parceira Musement.

Informações práticas

Museu Reina Sofía

reina sofía museu madri

O Reina Sofía é a casa de ‘Guernica’, de Pablo Picasso. Um museu mais ‘cabeça’, em comparação ao Museu do Prado e ao Thyssen-Bornemisza.

A coleção abriga muitas obras de artistas de vanguarda, e é organizada num percurso que aborda as grandes guerras mundiais, a guerra civil espanhola e o nosso mundo contemporâneo.

Você vai encontrar obras de Miró, Tàpies, Picasso e Dalí. Além do acervo, costumam estar em cartaz várias exposições temporárias.

O prédio principal do museu – um antigo hospital acrescido de elevadores panorâmicos – é uma atração à parte.

Informações práticas

Museu Thyssen-Bornemisza

museu thyssen-bornemisza madri

O Thyssen-Bornemisza é o mais novo e mais eclético entre os três grandes museus de Madri. O nome e o acervo vêm de barões suíços, pai e filho, que foram vorazes colecionadores.

A visita ao Thyssen-Bornemisza é uma aula de História da Arte (europeia e ocidental, ao menos), começando pela Idade Média e chegando até o século XX.

Tem Caravaggio, tem Rembrandt, tem Degas, tem Dalí, e ainda tem muitos norte-americanos, como Georgia O’Keeffe, Lichtenstein e Hopper.

Adendo: a lojinha é imperdível.

Informações práticas

Palácio Real

madri palacio real

O Palácio Real de Madri foi construído em meados do século 18, sobre as ruínas do antigo Alcázar – a residência real anterior, destruída por um incêndio.

O interior do palácio é suntuoso, e o destaque é a coleção de armaduras. Também há mais do acervo de arte da família real para ver, além do que está exposto no Museu do Prado.

Só não adianta procurar pelo rei Filipe ou pela rainha Letizia – apesar dos quase 3500 quartos, eles usam como residência oficial o Palácio da Zarzuela, a 13 km do centro.

Mesmo que você decida não visitar o Palácio Real por dentro, pode conhecer os lindinhos Jardins de Sabatini, na lateral do palácio, sem pagar entrada.

Informações práticas

Parque do Retiro

parque del retiro madri

O Parque do Retiro é a melhor atração gratuita de Madri. Uma grande área verde, vizinha ao Museu do Prado, onde você pode dar uma volta, se exercitar, ou até improvisar um piquenique.

Há muitos portões de entrada ao redor do parque. Para um passeio bom e curtinho, comece pela entrada mais próxima à Puerta de Alcalá.

Você vai estar pertinho do Estanque Grande, o lago artificial que é a imagem mais conhecida do parque. Dá até para alugar um barco a remo.

Saia pela Puerta de Felipe IV, atravessando o Parterre, um lindo jardim em estilo francês.

Informações práticas

Plaza de la Villa

plaza de la villa madri

A Plaza de la Villa é um dos cenários mais bonitos de Madri, com construções já de muitos séculos.

A Casa de Lujanes (Plaza de la Villa 2-3) é a mais antiga, ainda do século 15. A Casa de la Villa (Plaza de la Villa 5), do finzinho do século 17, foi sede da prefeitura de Madri até 2008, antes da mudança para o Palácio de Cibeles.

Caminhe também pela estreita Calle del Codo, a rua em formato de cotovelo, e imagine uma Madri medieval.

Plaza Mayor

madri plaza mayor

Muito antes de se tornar um dos principais pontos turísticos de Madri, a Plaza Mayor foi um lugar onde aconteceram grandes festejos populares, touradas e até execuções da Inquisição Espanhola.

O rapaz no cavalo é Felipe III, o monarca que fez a encomenda de uma praça mais à altura da nova sede da corte, há 400 anos.

Repare nas dimensões monumentais da praça, nas inúmeras sacadas, nos arcos de acesso e no bonito afresco da Casa de la Panadería.

Veja dicas de onde se hospedar perto da Plaza Mayor.

Tapas em La Latina

madri calle cava baja la latina

La Latina é o bairro mais boêmio de Madri. E a rua Cava Baja, o seu mais tradicional corredor de barzinhos.

Vá no horário do almoço para ver o colorido das fachadas, e chegue cedo. A rua ferve no fim de semana. Especialmente no domingo, quando acontece o mercado El Rastro.

Em geral, os bares abrem às 13h e fecham às 16h no turno do almoço, mas também tem aqueles que não tiram a hora da siesta.

Veja dicas de bares em La Latina na seção Onde comer deste guia.

E quanto ao El Rastro… dá pra passar. É um programa bem popular em Madri, mas é capaz de na sua própria cidade você ter feiras de antiguidades ou artesanato mais bacanas.

Informações práticas

Receba a Newsletter do VNV

Serviço gratuito

54 comentários

Olá, gostaria de saber mais informações sobre a gratuidade dos museus, tanto no prado como no Rainha Sofia, há alguma restrição? exemplo, meu medo é ir na hora da gratuidade e não conseguir ver Guernica, entende? sabe algo a respeito??

Olá pessoal!!
Gostaria de agradecer as dicas aqui postadas, pelo quarto ano seguido monto meus roteiros através do VnV e as minhas viagens foram um espetáculo. Este ano fiz o roteiros para Lisboa(5 dias) com bate voltas para Sintra e Fátima, em seguida fui para Madri(8 dias) e fiz os bate voltas para Toledo, Ávila e Segóvia e segui exatamente as dicas e tudo foi um sucesso, como iria sobrar dias em Madrid fiz um bate volta até Barcelona, o bate volta até Barcelona foi maravilhoso, porém só foi possível porque fui através dos trens de alta velocidade (2h40min) e também peguei o segundo trem em Madri as 06:10 da manhã e voltei no último trem as 21:15, e na chegada em Barcelona já subi no ônibus do city tour, consegui visitar os principais pontos turísticos e ainda olhar os demais através do city tour, muito obrigado VnV por nos proporcionar estas dicas preciosas.

Fui comprar o ingresso para o estádio do Real Madrid e aparece o horário das 9 horas no ingresso. Sabe dizer se posso ir em qualquer horário no dia? Claro que dentro do período de funcionamento.
Obrigada

    Olá, Roberta! Vale para qualquer horário do dia, você entendeu corretamente sim.

Bóia, vc acha loucura comprar o ticket para o Reina Sofia no mesmo dia? Em JUNHO? As filas são quilométricas? Ou melhor: é possível comprar entradas para outro dia na bilheteria? Não consegui achar essa informação no site oficial…

    Olá, Isabel! A única razão desculpável para não comprar com antecedência é você não ter cartão de crédito internacional. Se você tem cartão internacional, compre seus ingressos com antecedência. O IOF é muito mais barato do que o tempo que você vai perder na fila, com seu taxímetro correndo em euros.

Para viagens com crianças a Madri, recomendo um dia no parque Warner. Apesar de pequeno, é bem cuidado e tem atrações para todos os gostos e idades. Fica um pouco afastado, mas é possível ir de transporte público (metrô+ônibus); o site do parque tem orientação.

Acompanho e admiro há algum tempo seus perfeitos comentários. Parabéns pelo excelente trabalho. Como moro em Madrid (Barrio de Las Letras) por 6/7 meses todo ano (o resto do tempo no Rio) afirmo que este seu roteiro é magnifico. Se me permite, acrescentaria uma visita, que poucos conhecem, à melhor escola de dança flamenca do mundo, a “Amor de Diós”, que ocupa o último andar do Mercado San Martin, pertinho da estação de metro Anton Martin (Linea 1). Pode ser visitada, pode se assistir a uma aula gratuitamente…e ainda pode encontrar nos seus antigos corredores com um famoso bailaor/bailaora de flamenco. Para quem gosta é um lugar imperdível.

Tinha salvo o site há um tempo para me guiar por Madrid. Como estarei acompanhado dos meus pais, algumas situações me parece mais fácil nos locomovermos de Cabify/Uber do que trem pelo custo/beneficio para 3.
Deixando a locomoção a parte, é possível ir de Madrid para Sevilha em um bate-volta? Ir e voltar num sábado? Seria mais na intenção de conhecer o Real Alcazar. E se for possível, indicam algum tour? Eu tinha lido sobre comprar um ticket de trem para Sevilha e o mesmo para retornar para Madrid depois, mas fiquei na dúvida.

Olá, seguirei esse roteiro incrível de vcs, queria muito conhecer Ávilla e Segóvia, mas terei apenas um dia, tenho que escolher uma das duas. Consigo conhecer as duas no mesmo dia? Utilizando trem

Atenção: Os comentários são moderados. Relatos e opiniões serão publicados se aprovados. Perguntas serão selecionadas para publicação e resposta. Entenda os critérios clicando aqui.